prumos.com

Clichê ou não, você fez minha cabeça girar, fez as borboletas do meu estomago voarem. Te ver ali parada, me olhando com aqueles olhos grandes, fez o meu mundo sair do prumo, fez com que meu pés não tocassem mais o chão, eu só queria correr e te beijar. Beijar até ficar sem folego, te sentir perto de mim. Menina, você não sabe o que causa em mim, me deixa louco, com os pêlos do braço eriçados, me deixa nas nuvens. Estar perto de você é como se eu tivesse que navegar em um mar agitado num barquinho de papel. Me causa uma sensação estranha, mas um estranho bom. Estar com você é sempre uma aventura, e eu gosto disso. Gosto de como você faz as coisas parecerem fáceis. Você tem o dom de deixar colorido, o que na minha vida era preto e branco. Você chegou e me fez sentir sensações que ninguém jamais fez, e não quero te comparar aos meus amores meio boca antigos, porque quando lhe encontrei, eu entendi o porquê de todas as outras vezes terem dado errado. Você me olha fixamente, e com um sorriso diz que o nome disso é destino, e eu fico risonho querendo ouvir isso para sempre. Pois se for destino, quero que ele nos mantenha juntos, será que isso é pedir demais? Só hoje já supliquei por você baixinho umas mil vezes, só hoje eu enumerei vários planos ao teu lado. Garota, eu já nem sei se sou capaz de viver sem um sorriso teu. Talvez, o timbre da tua voz tenha se tornado o preferido do meu coração, porque sempre que ouço qualquer palavra da tua boca o coração dispara. Assim como minhas mãos suam ao te ver chegar, ao sentir teu cheiro em minhas narinas. Só te peço duas coisas: diz que pretende ficar hoje, amanhã, depois, e dá aquele sorriso gostoso que eu adoro.
—  Escrito por Bianca, Lucas, Beatriz e Amanda N. em Julietário.
Clichê ou não, você fez minha cabeça girar, fez as borboletas do meu estomago voarem. Te ver ali parada, me olhando com aqueles olhos grandes, fez o meu mundo sair do prumo, fez com que meu pés não tocassem mais o chão, eu só queria correr e te beijar. Beijar até ficar sem folego, te sentir perto de mim. Menina, você não sabe o que causa em mim, me deixa louco, com os pêlos do braço eriçados, me deixa nas nuvens. Estar perto de você é como se eu tivesse que navegar em um mar agitado num barquinho de papel. Me causa uma sensação estranha, mas um estranho bom. Estar com você é sempre uma aventura, e eu gosto disso. Gosto de como você faz as coisas parecerem fáceis. Você tem o dom de deixar colorido, o que na minha vida era preto e branco. Você chegou e me fez sentir sensações que ninguém jamais fez, e não quero te comparar aos meus amores meio boca antigos, porque quando lhe encontrei, eu entendi o porquê de todas as outras vezes terem dado errado. Você me olha fixamente, e com um sorriso diz que o nome disso é destino, e eu fico risonho querendo ouvir isso para sempre. Pois se for destino, quero que ele nos mantenha juntos, será que isso é pedir demais? Só hoje já supliquei por você baixinho umas mil vezes, só hoje eu enumerei vários planos ao teu lado. Garota, eu já nem sei se sou capaz de viver sem um sorriso teu. Talvez, o timbre da tua voz tenha se tornado o preferido do meu coração, porque sempre que ouço qualquer palavra da tua boca o coração dispara. Assim como minhas mãos suam ao te ver chegar, ao sentir teu cheiro em minhas narinas. Só te peço duas coisas: diz que pretende ficar hoje, amanhã, depois, e dá aquele sorriso gostoso que eu adoro.
—  @julietario