protestos

O futuro da nação

Das redes sociais para as ruas, das ruas para as redes sociais. Desde que me conheço por gente o Brasil é, além do samba e futebol, o pais da corrupção, ineficiência, sacanagens, desigualdade, superfaturamento entre outras coisas mais. E assistir a um mar de gente nas ruas, reivindicando um Brasil mais eficiente, mais civilizado e de maneira civilizada, só fortalece a nossa democracia.
Como dizia o idolatrado Renato Russo “Somos o futuro da nação, Geração coca-cola”, vemos hoje em noticiários, jovens, adultos, e até pessoas da terceira idade revolucionando o Brasil, paralisando todo mundo, e lutando por direitos, de um lado pessoas pacíficas, apenas querendo igualdade, mas de outro lado, vândalos, quebrando vidros das prefeituras, ameaçando autoridades, pessoas sem moral nenhuma, que mal sabem sobre o que estão protestando.
O Brasil sempre foi um país conhecido pelo samba, futebol; para turistas, nas novelas, as autoridades fazem de tudo para mostrar apenas o lado bom, riqueza, sem vandalismo. Mas e a violência? As famílias carentes, que não tem nem o que comer direito, fica como? E a desigualdade social? A corrupção? As leis que favorecem apenas as autoridades e famílias de classe social alta?
Pessoas com cartazes escritos “saímos do facebook” indo protestar por seus direitos, de diferentes idades, e diferentes classes sociais. Vemos nas redes sociais, artistas, até mesmo alguns famosos estrangeiros, se importando mais que muita gente que não se esmera nem de lutar por seus próprios direitos. Pessoas que acham que são formadores de opinião, mas não sabe nem sobre o que se trata os protestos de hoje em dia, é contra eles, apenas para agradar o prefeito. Completos idiotas vendidos.
Não só os vinte centavos, mas os bilhões que são tomados sem um retorno digno na educação, transporte, saúde, infraestrutura, segurança merece todo nosso apoio.
Se é para pedir, pedimos que o Brasil melhore por inteiro, não pela metade. Que o dia a dia das pessoas seja mais confortável, civilizado e justo. Sem vandalismo sem violência e sem corrupção.

Então, já raiou a liberdade no horizonte do Brasil?

Acho que não né, afinal é o que “vemos” (sim vemos entre aspas que é pra deixar bem claro que tudo que a mídia repassa é manipulado e bem editado) na TV. Começando pelo jornalismo micho de redes televisivas, globais entre outras, que fazem questão de tachar cidadãos cumprindo seus direitos na rua de vândalos, arruaceiros e baderneiros. Afinal, é só no Brasil que as pessoas levam de vândalos, arruaceiros e baderneiros por cobrarem seus direitos? Não, por que  na verdade eles não ganham apenas adjetivos, ganham porrada também. Não importa se são estudantes ou professores, é cassetete, spray de pimenta, gás lacrimogênio, bala de borracha, e porrada que não acaba mais. Afinal não perceberam ainda os militares que são tão explorados quanto nós? Que para o governo são apenas seus braços armados? Que liberdade é essa que nós temos?