não vou te bloquear

porque tu não merece meus sentimentos

nem meu amor

nem minha dor

nem minha importância

nem minha indiferença

nem minha alegria

nem minha tristeza

nem meu calor

nem meu ódio

porque tu não merece nada que venha de dentro de mim

tu não merece minhas noites em claro

tu não merece minhas orações

tu não merece meu perdão

tu não merece minha paz

tu não merece minha compreensão

tu não merece meu coração

tu não merece meus pensamentos

tu não merece minha pele arrepiada

tu não merece meu gemido de prazer

tu não merece meu coração acelerado

tu não merece meu abraço apertado

tu não merece meu beijo de saudade

tu não merece meu grito silenciado

tu não merece meu choro abafado

tu não merece nada

que venha de mim

Sobre a dor:

Eu sabia que essa hora ia chegar,

A qual com a saudade eu aprenderia a lidar.

Já não dói mais como antes,

Não corta meu coração

Como se não houvesse um anestesiante.

Mas ainda assim, permaneço em constante aflição.

Permaneço com um vazio,

Que de noite me causa calafrios.

Pois não sentir a dor,

Não é sinônimo de que não haja mais amor.

“it’s a match!”

Não posso procurar por você, mesmo que eu queira. Do mesmo jeito que não posso implorar pra que você permaneça, se eu te achar. Eu tenho medo de que eu nunca te veja, ou de que você sequer exista. Também me frustro todo dia, por não esquecer da ideia de que você respira, como eu.
Às vezes eu me pergunto se… Em caso de você também viver na Terra, se está feliz com alguém diferente de mim. Algumas vezes eu odeio pensar em você. Eu te materializei em tantas pessoas erradas… As vezes é difícil acreditar que eu te conhecerei no futuro.
Dói tanto às vezes. Eu nunca deixei de me importar. Às vezes me sinto tão fraca, tão pequena, tão nula. Às vezes me sinto escrava. Às vezes pesa tanto… Que eu não tenho força ou vontade de gritar. É como um peso que esmaga e derrota.

É o excesso de te sentir na porta.
Mesmo que agora tudo o que reste seja o vão
Entre o trem
E a plataforma
Da estação favorita da gente:
Verão
Que a nossa história
É o conto mais lindo
Que ainda tá pra nascer
E logo logo ascende nas frestas do tempo
E no raiar do próximo Sol.

Queen, Wind.

E todas essas ilusões que eu construí

E todo esse passado do qual eu fugi

E todo esse futuro que eu inventei

Eles vão compensar em alguma hora?


E todas essas renúncias que um dia eu já fiz

E todas essas felicidades imediatas que eu disse não valerem a pena

Quem vai me compensar desse roubo de mim?


Eu ainda tenho medo de abrir os meus olhos

E perceber que nada vivi


Eu ainda tenho medo de abrir os meus olhos

E perceber que esse não é o futuro que eu desejei para mim


Eu ainda me canso facilmente do que me dispus a fazer

E a escuridão permanece como uma sombra a velar meu sono

Me lembrando de tempos ruins que insistem em voltar


Me diz: era mais fácil antes disso?

Era mais fácil não ter sonho algum?

Era mais fácil não dever nada a ninguém?


Me afundei em responsabilidades e maturidade é meu nome do meio

Imortalizada, sou a esperança dos seus sonhos mais reais

Prometida, agora todos me dizem que eu fui destinada a dar certo

Esse destino é mesmo meu?

Não permita que seu mundo entre em ruína por aqueles que não tem a capacidade de enxergar o quão maravilhosa você é.
—  Anna Paula Varella.
A;

Eu poderei escrever
mais um ou mil versos
ainda assim
não bastaria para falar de ti.
E se quer Camões explica
esse amor que arde sem se ver
ou essa poesia
“Impoesiavél”
Para você.

Eu queria poder ter você, acordar e te ter do lado. Eu queria tirar sua dor, diminuir sua tristeza e nunca te ver chorar. Eu queria beijar você, fazer os problemas sumirem e multiplicar a sua felicidade. Eu queria te ter mesmo depois da morte. Eu queria parar o tempo para estar todo o tempo com você. Eu queria te abraçar e te proteger, adiar as brigas com beijos seus. Eu queria que essas palavras valessem algo, e que você soubesse que esse texto é pra você. Eu queria que acreditasse no meu amor por você e que eu não preciso de você pra nada, mas que eu quero você pra tudo. Eu queria, eu quero você e vou querer para sempre.
—  Palavras de um amigo.