pressas

A vontade que eu sinto é de guardar você no meu abraço, juntar todos os seus pedaços e te deixar aqui sem pressa de deixar-te ir.
—  Simone Ribeiro, para alguém que já não me lê.
Faz bem sumir por alguns meses ou até mesmo por anos. Assim, você percebe quem é quem, já que a maioria diz ser o seu amigo. De fato, iríamos perceber ao decorrer do tempo. Sem pressa, sem estresse. Mas eu te pergunto: quem iria sentir a minha falta?
—  João Fontinelly.
Quando amamos muito alguém, nós não conseguimos aceitar um fim. Tem gente que mal sai de um relacionamento e já cai de cabeça em outro. Mas e o amor, pra onde é que vai assim tão de pressa? Quer dizer, será amor? Alguma vez foi amor? Constantemente pessoas são trocadas por uma diversão boba de uma noite. Histórias e mais histórias de amor se perdem em meio a uma vasta coleção de abandonos. Por que algumas pessoas agem assim? Será que o amor passou a ter data de validade? As pessoas erram, afinal, somos todos imperfeitos, mas “carne fraca” não é justificativa para nada. Perdoar é preciso. Mas será assim tão fácil? E a dor que fica? Nós somos realmente capazes de perdoar? Lágrimas são derramadas, corações são dilacerados e confiança passa a ser algo difícil de ser recuperada. O medo da entrega passa a ser frequente e o sofrimento perpetua profundamente por muito tempo. Famílias são destruídas, filhos são abalados e porta-retratos são jogados fora. Sonhos são esmiuçados e a alegria dá lugar à tristeza. Inimaginável são as consequências de um ato tão egoísta como este. A traição é um dos piores sofrimentos que uma pessoa pode suportar. Ela mostra que a vida não é como você pensava e que as pessoas não são exatamente como aparentam. Você divide a sua vida, sua casa, confia seus pensamentos mais profundos e obscuros a uma pessoa, e depois ela se torna apenas uma fria e amarga lembrança. É necessário compreender: nem todo mundo que você ama ficará; nem todos os que você confia serão leais. Algumas pessoas passam por nossas vidas para demonstrar-nos um exemplo a não ser seguido. Deixe-as ir, tire-as da sua cabeça. Esqueça seu aniversário, o seu número de celular e as coisas doces que lhe disseram. Você não pode apagá-las do passado, mas elas não precisam estar no seu futuro. Você pode ficar perfeitamente bem sem essas pessoas. Às vezes você tem que ser forte consigo mesmo. Tem que ter pulso e reconhecer que você fez a sua parte, o outro foi quem não soube valorizar.
—  Isabela Queiroz e Luana Winter.

há duas de mim.
uma que anda por aí como se tudo estivesse bem
[é essa que é vista quando você me olha com pressa]
já a outra, tem as marcas do sofrimento que mostram quem realmente sou.
[se você me olhasse com atenção, veria,
mas você não olha, nunca olha] 

Você não sai da minha cabeça e nem dos meus pensamentos. As vezes é como se nós não nos visse por alguns dias, e aí bate aquela vontade de estar ao seu lado, de estar com você, para lhe abraçar e dizer o quanto eu me sinto bem ao seu lado. Quando estamos juntos, a vontade que tenho, é de ficar só contigo, sem pressa pra ir embora, apenas ficar com você. Pois ao seu lado eu me sinto seguro, ao seu lado me sinto realizado. É como viver em um mundo de imaginações, sabe? Aquilo que você tanto quis e pediu a Deus e hoje você tem, entende? É você, e de fato você me completa. Um dia sem você, é como se fosse 10 dias sem você.
—  Alef Santos.
Nos conhecíamos a tão pouco tempo, mas eu já sabia o que aquele olhar queria dizer: Sexo. Uma simples troca de olhares era quase uma transa entre nós, apenas aquele cheiro de meu homem que ele tinha já me deixava excitada. Quando me dei conta ele já estava com a boca no meu pescoço, mordendo, chupando e sentindo meu corpo. Meus lábios sentiam uma necessidade tremenda do seu beijo, meu corpo tinha pressa em sentir ele todo dentro de mim. As mãos dele exploravam por entre minhas pernas já bambas, ele me conhecia tão bem, eu não queria que parasse, gemidos saiam da minha boca involuntariamente. Eu não era de muitas loucuras mas ele trazia todos os meus desejos e instintos a tona e eu não me importava, só queria que aquilo não acabasse. Ele me puxa pela cintura e morde de leve minha boca, eu sei que agora é minha vez. Desço minhas mãos pelo seu corpo até chegar exatamente onde eu queria, ele já estava pronto pra mim não penso duas vezes e começo passando minha língua lentamente pela cabecinha do seu pau, ele puxa meu cabelo com força e então eu começo a chupá-lo intensamente, arrepios subiam pela sua coluna dorsal e gemidos quase inaudíveis saiam da sua boca, eu realmente sabia como enlouquecer aquele homem. De repente ele me para, e coloca-me em cima da bancada enquanto sua boca encontra ardentemente a minha, não paro pra pensar e coloco minhas pernas em volta da cintura dele, ele sabe que isso é um pedido de “me fode com força”, e é o que ele faz, penetra fundo em mim, metendo ora rápido ora devagar me fazendo gritar de prazer, nossos corpos se perdem em sincronia e o cheiro do nosso sexo se espalha pelo ar. Ele não só fode comigo, a gente faz amor.
—  Simone Ribeiro in um conto erótico.

o que eu sinto por você é leve, calmo e azul
mas também é toda imensidão me invadindo e fazendo jorrar luz,
é toda a paz só por você existir

[você é toda a arte que os meus olhos querem contemplar]

são todas as estrelas da minha alma céu
e é como me sentir segura no meio de um desmoronamento
e eu não tenho pressa.

Minha mãe sempre me dizia que deveria agradecer mais pelas oportunidades que tenho, mas infelizmente tive que aprender sozinha o que ela me dizia a muito tempo, aprendi que Deus sempre sabe o momento certo para cada coisa, não adianta ter pressa, xingar, ficar de birra, desistir. Ele sabe o que está fazendo e o que está guardado para cada um. As coisas acontecem simplesmente, e devemos ter gratidão com tudo que temos e conquistamos, vivendo cada dia de uma vez e aproveitando tudo que temos a disposição.
—  Alquimismo.
Quando amamos nos tornamos vulneráveis, abrindo o peito e escancarando as bagagens internas. E aí alguém te aceita. Todos aqueles livros sobre romance, todas as teorias explícitas sobre o amor, todos os poços fundos de felicidade, todas as músicas que ouvimos quando sentimos saudades, não é capaz de expressar. É como correr uma maratona e sentir seus pulmões cansados, ultrapassar várias pessoas com a fé que você pode ganhar essa corrida, então você faz uma pausa e senti sua respiração tomar um equilíbrio e seu corpo esfriar aos poucos. Amar é assim, estamos sempre correndo por tudo, em busca de algo especial, quando amamos nós paramos, ganhamos força e descansamos de toda corrida da vida. Olhamos para o percurso e não temos pressa, não à medo de cair, pois você sabe, senti com tudo de si que aquela pessoa estará ao seu lado, você para e fica em paz. Amar é sentir que as vezes é melhor ficar em silêncio e saber compreender o que o outro tem a dizer, amando ficamos vulneráveis e nos desfazemos de todas as armaduras e nos lançamos de peito e aberto e não criamos barreiras para se doar por inteiro. É se desfazer de todos os joguinhos e artimanhas que as vezes usamos pra não ficar por baixo e deixamos o orgulho pra trás, é saber pra onde a gente quer voltar. É estar e se sentir a vontade e ficar porque te faz bem, mesmo sem saber por quanto tempo aquela pessoa vai ficar na sua vida, nem quanto tempo a vida vai permitir que ela fique, mas você sabe que cada momento juntos será infinito, sabendo que amor é compreensão, não tem a ver com promessas, expectativas ou status, não é você querer moldar o outro e transforma-lo no que você deseja, quando é amor vai te fazer bem aceitando exatamente o outro como ele é! Amar é uma coisa tão simples, leve e libertador que quando deixa de ser, não pode ser amor, amar é poder ser quem você é, sem enfeites, sem precisar fingir pra agradar e também permitir que o outro seja autêntico, aceitando por completo, mesmo que venha carregando na bagagem milhares de defeitos, é conhecer o lado obscuro do outro e mesmo assim querer ficar, pois você sabe que ama e pronto, não tem mistério, é assumir o que sente sem complicações ou desculpas, aceitando a simplicidade que existe no amor.
—  Naiara Régis & Giulia S. - O amor e sua simplicidade. 
Quero fazer uma homenagem aos excluídos emocionais, os que vivem sem alguém para telefonar no final do dia, os que vivem sem alguém com quem enroscar os pés embaixo do cobertor. São igualmente famintos, carentes de um toque no cabelo, de um olhar admirado, de um beijo longo, sem pressa pra acabar. A maioria deles são solteiros, os sem-namorado. Os que não têm com quem dividir a conta, não têm com quem dividir os problemas, com quem viajar no final de semana. É impossível ser feliz sozinho? Não, é muito possível, se isso é um desejo genuíno, uma vontade real, uma escolha. Mas se é uma fatalidade ao avesso – o amor esqueceu de acontecer – aí não tem jeito: faz falta um ombro, faz falta um corpo.
—  Martha Medeiros.

se você não sabe o que quer agora, tudo bem.

se está assim a muito tempo, tá tudo bem também.

tempo é relativo.

não se apresse, nada com pressa sai bem.

tenha paciência consigo mesmo, não se cobre tanto, só porque fulano já tem a vida toda planejada e encaminhada não quer dizer que você tenha uma vida ruim por não saber o que fazer agora.

cada um tem seu tempo. 

entenda e aceite isso, caminhe lentamente, analise o mundo a sua volta e o mundo que existe dentro de você. conheça a si mesmo, esse é o segredo.