prefeitura

Não existe ninguém e é triste reconhecer isso. Não existe ninguém que te espera depois da esquina, que te leva um café quente no meio de uma aula chata. Ninguém que te acarinhe os cabelos pra você dormir, ou que simplesmente deite do seu lado, mesmo que sem te tocar ou dizer nada, pra você ouvir uma respiração que não seja a sua até adormecer. Não existe ninguém nos bares, nas festas, na padaria, na farmácia, no supermercado. Não existe nenhum ser humano na fila do banco, na biblioteca da faculdade, no banco da praça. Não tem ninguém à sua volta quando você se vira, quando você ergue a cabeça ou quando você tropeça. Não tem ninguém que te ajude quando você cai estatelada ao chão, ninguém que segure sua mão depois de um dia difícil. Não tem ninguém com você no seu reflexo do espelho, no seu caminho até a prefeitura ou na mesa no jantar. Não tem nenhum ser quando você  inspira ou expira, ninguém que te leve a toalha pro banheiro quando você esquece e já tirou a roupa. Não existe ninguém pra dividir a cama, o sofá, a sala, a cozinha, o banheiro e a vida. Não tem ninguém e a merda é isso.
—  Desanimo.
Cidadão desprotegido

Somos tomos nós brasileiros que vivemos nesse país que se diz em pleno desenvolvimento. Hunf, não é o que vemos no dia a dia. Veja só, temos um poder público que não protege o cidadão; sim, somos completamente desprotegidos, em todos os setores. O Estado, que deveria nos proteger, às vezes nos coloca em ciladas. Eu mesma estou sendo vítima dessa máquina enferrujada. Acabo de receber uma notificação de infração do meu carro, poxa vida, por estacionamento irregular, e o estranhamento já começa, pois só paro em estacionamentos privados. A surpresa maior: o tal estacionamento irregular foi detectado pelos agentes de trânsito em uma rua de um bairro quando meu veículo estava estacionado (com as chaves em meu poder) em um estacionamento em outro bairro enquanto eu trabalhava, sim, no horário do meu expediente. Recorrer? Sim, e como provar? O local onde sou mensalista não emite papelzinho com a estrada do veículo, e por mais que eu prove que estava trabalhando, não posso garantir que o carro estava junto. Sabe do fim da história? Vou ter que pagar a multa e carregar uns sei lá quantos pontos na carteira porque alguém multou errado sem ou com querer! Quem me protege? Só se for o divino, porque aqui neste país … ninguém!

youtube

O atual prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, defendeu em campanha que as milícias seriam úteis para o Estado recuperar a sua soberania: “Vou dar um exemplo, Jacarepaguá, no Rio de Janeiro. É um bairro que a tal da polícia mineira, formada por policiais, bombeiros, trouxe tranquilidade à população”.

Ponto de partida.

Olá,

Eu sou Afonso L. da Silva, sou Tecnólogo em Análises Clínicas (CRF- 209802) e funcionário público da Prefeitura Municipal de João Pessoa - PB, Secretaria Municipal de Saúde, onde exerço o cargo de Vídeofonista, uma ramificação da profsissão de T.I., mas popularmente conhecida como Marcador.

Faz pouco tempo que estou sendo servidor público, antes era Auxiliar Administrativo numa fábrica de exportação de néctar de frutos chamada Intrafrut Transformadora de Frutos S&A. Um marcador tem como função garantir o agendamento de consultas e procedimentos adicionais de uma determinada Unidade de Saúde da Família - USF ou PSF - o grande problema que acontece é que não têm marcador o suficiente e o que ocorre? Eu sou responsável por três USF’s, mas “tudo bem” eu já tive quatro antes.

A questão é que me sinto deslocado, trabalho de segunda a sexta durante o período da manhã, mas prefiro está 24 horas seguidas em um laboratório de análises clínicas.

Kimi wa kimi dake shika inai yoVocê tem que ser vocêKawari nante hoka ni inai n’ daNão há quem possa te substituirKarenai de ichirin no hanaPor isso, não seque, flor única!


De alguma forma eu sinto que as coisas estão mudando e quando eu menos esperar o processo de transferência de função que tramita na SMS-JP ( processo 10601) vai finalmente ser assinado pelo prefeito e assim eu sairei do Distrito Sanitário I - onde estou sedido, para o Laboratório Central Municipal de João Pessoa - PB ( LACEN Municipal ).