pq senhor

jussouzah  asked:

Oii, td bem? Eu queria uma palavra💕

João 3 - 30. É necessário que ele cresça e que eu diminua. 31. Aquele que vem de cima é sobre todos; aquele que vem da terra é da terra, e fala da terra. Aquele que vem do céu é sobre todos.

Deus está sim, acima de tudo e de todos, é sim necessário que algumas coisas aconteçam para que o Senhor seja glorificado, pq Deus é bom e sim algumas dificuldades vão aparecer mas em tudo, tudo tem o consentimento do Senhor, seja fiel e tudo dará certo. Pq sim o Senhor irá trabalhar através da sua vida, e para isso você acontecer ele precisa crescer na sua vida ele precisa estar no centro, acima de tudo. Para que as coisas aconteçam.

Se esta doendo é pq o senhor esta moldando ou por acaso pode um vaso ser feito sem ser amassado ou levado ao fogo?
Perceba que as provações são para te fazer parecido com o santo dos santos,pois são as mãos dele,do oleiro que está te refazendo.O que vc esta passando é um privilégio pq Deus trabalha naqueles que ama.
O tique-taque do relógio parecia um barulho feito para me tirar do sério, o escuro do quarto me parecia tão confortável quando o frio que estava fazendo, a chuva batendo na janela, uma coisa extremamente boa, o tilintar das chaves que balançavam com a corrente de vento que passava pela brecha da janela do meu quarto, a respiração do meu cachorro, que, tranquilamente, dormia do outro lado do quarto, o som do quarto do meu irmão ligado, baixo para ninguém ouvir, mas as paredes sempre tão finas, quebrando toda a privacidade que você poderia ter em um apartamento cheio de pessoas irritantes e bisbilhoteiras, o barulho do carro do namorado secreto da minha vizinha esquisita deixando-a em casa as 3:00 da manhã do passeio-quase-secreto deles dois, mal sabem que, todos os dias o irmão dela os observa chegar e sair, acho que ele só espera o dia certo para usar isso contra ela. O barulho do meu pai pegando “o último drinque” mais uma vez, minha mãe chorando baixinho no último degrau da escada, por conta do enorme medo de perder o amor da vida dela para as bebidas, mal sabe ela que já o perdeu, não para as bebidas, e sim para uma biscate loira do escritório dele, esses dias eu os vi a mais ou menos um quarteirão de distância daqui. Quanta cara-de-pau. Eu posso ouvir todo e qualquer barulho da minha casa, só para evitar os meus pensamentos. As folhas das árvores balançando, o ventilador do meu irmão, o arrastar suave, quase imperceptível, da porta do quarto da minha irmã, ela sempre sai essa hora para assistir televisão, é o melhor horário, desde que o que eles chamam de silêncio é mais perceptível do que todo e qualquer barulho que eu possa ouvir. A sonoridade de cada coisa me lembra um momento da minha vida, a chuva batendo na janela me lembra a primeira vez que vi minha irmã chorar por um garoto, que, supostamente, quebrou o coração dela. As chaves batendo umas nas outras me lembram a primeira vez que eu, supostamente, fugi de casa, eu tinha cinco anos de idade, fiz um sanduíche de queijo e presunto, peguei um suco de caixinha na geladeira e cinco pratas, achei que daria pra passar uns dois dias sumida… Mas aí começou a chover e eu tinha levado até o meu ursinho, mas esqueci o guarda-chuva, aí tive que voltar pra casa e tomar aquela bronca por achar que pudesse fazer tudo o que eu quisesse. A porta do carro do namorado da vizinha esquisita me lembra você. Você e as nossas tardes de domingo no cinema ou no parque, e até mesmo na praia e até mesmo de sussurros quase inaudíveis, com as juras de amor mais piegas de todo o universo, até era legal… Mas aí você me tornou em uma pessoa que nem com os pensamentos consegue sobreviver, imagina no silêncio da noite?
—  Mas isso não é sobre você. Isso é sobre eu tentando pensar em outras coisas. Beatriz (e-mptylook)