pprs

Perempuan Pengenggam Rindu

Buku kesekian dari Mba @karenapuisiituindah​ ini memberi warna baru dibandingkan dengan buku-bukunya sebelumnya yang bergenre kumpulan puisi. Kalau teman-teman mengoleksi Karena Puisi itu Indah Jilid 1-3 dan sekarang memiliki Perempuan Penggenggam Rindu pasti tahu perbedaannya di mana. PPR berbentuk kumpulan senandika.

Seseorang berkata bahwa setiap tulisan itu memiliki suaranya sendiri-sendiri, yang tidak selalu sama percis dengan orang lain. Begitu juga dengan Mba @karenapuisiituindah​, gaya tulisannya santun dan tetap memberi pesan. Membaca PPR seperti sedang berbincang-bincang dengan kakak sendiri, sesekali dinasehati, namun tidak bermaksud menggurui.

Awalnya saya kira PPR hanya diperuntukkan untuk perempuan-perempuan yang butuh penguat saja. Namun setelah saya membaca, ternyata tidak; PPR juga diperuntukkan untuk para lelaki agar bisa mencintai dan menghargai perempuan dengan cara yang lebih baik.


Part terbaik PPR menurut saya ada di tulisan Cantik;

“Perempuan, kecantikanmu bertambah bila kau lengkapi dirimu dengan  kecerdasan pikiran. Cantik di masa kini, bukan hanya perihal sepandai apa kau berdandan.”

Penggalan quote terbaik di PPR bagi saya masih tentang kecantikan;

“Perempuan, kosmetikmu tak boleh lebih baik dan cantik, dari apa yang ada di hatimu.”

Jika teman-teman butuh pengisi rak buku dan bacaan baru, saya merekomendasikan PPR. Tidak hanya perempuan, lelaki pun harus membaca PPR agar lebih bisa memahami perempuan–yang katanya rumit. Silakan merapat ke toko buku-toko buku kesayangan teman-teman di kota masing-masing. Insyaallah PPR sudah bergentayangan :)

p.s: maaf #narsissedetik, foto diambil saat talkshow bukunya Mba @karenapuisiituindah​ di Bandung, beberapa bulan lalu. Akhirnya setelah sekian lama mengikuti Mba Tia di Tumblr, diberi kesempatan untuk bertemu juga :)

Why is everybody leaving Seth? :(

There’s rumors floating around that Roman and The New Day might be heading over to team blue…

DON’T LEAVE YOUR CAPTAIN AND YOUR FUCKBOI YO.

Endangered antelope ‘may be wiped out’

The death of more than 2,000 critically endangered Saiga antelope in Mongolia was caused by a disease that could now threaten the entire population.
Wildlife Conservation Society (WCS) scientists, who work in the affected grassland area of Western Mongolia, say the disease originated in livestock.
It is a virus known as PPR or Peste des Petits Ruminants.


WCS veterinary scientist Dr Enkhtuvshin Shiilegdamba told BBC News that 2,500 Saiga had already died.

2

Terima kasih untuk tulisannya yang sangat menginspirasi, Kak @karenapuisiituindah
Buku ini saya hadiahkan untuk sahabat saya yang masih berjuang menghapus “luka” di hatinya. Di antara sekian banyak buku di gramedia, rasanya karya Kak Tia ini yang paling pas.
Seperti biasanya, tulisan kak Tia selalu terasa dari hati banget, mengalir begitu saja seolah tau apa yang sedang kita rasakan. Nasihat-nasihat yang dibungkus dengan bahasa yang apik, lugas tapi menyentuh hati dengan sangat halus, yang kadang membuat kita berpikir “Iya juga ya”, tanpa merasa digurui atau bahkan disalahkan. Kak Tia seolah-olah memberikan suntikan semangat, terutama
untuk perempuan yang sedang galau di luar sana, untuk menjadi perempuan yang tegas tapi penuh kasih sayang. Pun, tak lupa Kak Tia menitipkan pesan untuk para lelaki bagaimana menjaga dan memperlakukan perempuannya, bahwa perempuan layak dihargai dan dicintai.
Secara keseluruhan buku ini layak dibaca bagi siapa saja, bagi perempuan dan juga laki-laki, yang sedang galau ataupun yang bahagia.
Selamat membaca :)

Kurang lebih, sudah tiga bulan buku ini wara-wiri di toko buku. Baik online maupun offline. Terima kasih untuk semua apresiasi, review, foto. Semoga buku ini bisa membawa perbaikan dan perubahan bagi pembacanya. 😇💪

Untuk yang belum bisa menemukannya di toko buku, harap sabar menunggu. #perempuanpenggemggamrindu sedang dalam proses cetak ulang. Doakan lancar ya. 😇

-

Photo taken by: @inn_1010

anonymous asked:

sempai, que es lo mas loco que han hecho los signos de tierra en su mansion?

Adoptar un cocodrilo ppr que se veia cool…no lo era, pero le mordio el trasero a Geminis, asi que no lo lamentor del todo. XDSSS

Amar sin ser amado.

Un chico me escribe a mi perfil y me pregunto que donde vivia. Bueno le dije y el me dijo estamos a tan solo 2 cuadras . Y como estaba de verdad medio emocionado de conocer a alguien serca de mi casa que no sabia que existia. . Pregunto sera que puedo verte el dijo si ven tambien tengo curiosodad en verte bueno eran las 12:30Am y bueno sali fui a su casa y de inmediato mire sus ojos negros y pos en mi mente dije el es la persona que quiero sin siquiera saber nada de el bueno hablamos un poco . Y se hacerco lentamente y me beso y pos fue algo hermoso y llego las 5 de la mañana y me toco irme por que me habia escapado de casa.. paso una semana que no me escribia y tome la iniciativa teniendo en cuenta todo lo que paso y hablamos en aquella noche le escribe un hola. Me dejo en visto como alas 2 horas responde hola como estas. De inmediato respondo y le dogo bien y tu puedo verte
El responde si quieres puedes venir. Aprentemente el se miraba serio y muchas cosas que me atraian .. me aliste fui a la tienda de peluches y le compre uno . Llego a su casa por segunda ves y le digo pasa por la.tienda y te compre esto el lo miro en la bolsa lo toma y lo puso en su tocador y solo dijo pasa a mi habitacion y me abrazo .. yo teniendo en cuenta que es un hombre de 31 años ps pense seguro es muy serio y no anda con tanta cursileria bueno entro asu habitacion el se acuesta y prende la tv. Y pos yo muriendo por besarlo pero no me da el valor de hacerlo por miedo y pena. Bueno el se hacerco lentamente y puso su cachete en mi boca yo le di un beso en cachete luego queria besarlo en la boca y no quiso y le pregunto pasa algo .. y el responde no no solo es que ando alergia en la nariz y no quiero que te incomodes bueno paso mas de una hora ahi yo con el acostado… luego empeso a tocarme y ps yo aparte su mano y el me pregunta no quieres hacerlo y me puso su mano en su pene.. yo dije no lo siento no puedo el pregunta tienes novio verdad.. yo le dije que no si tubiese no estaria con el y ps su estado de animo cambio a estar muy pero muy serio y me pregunto una ves mas si no queria hacerlo .. y yo firme en mi palabra siempee dije lo siento no puedo. Y ps el ambiente se puso como incomodo y dije creo q me tengo que ir me puedes abrir y el dijo si claro seguro tu novio t espera … yo le dije enserio no tengo novio . Y lo abrace el tambien lo iso y llegue a mi casa con el corazon muy triste de pensar tantas cosas . A pasado ya un mes y medio y siento este sentimiento muy activado no hemos hablado desde ese entonces una ves caminando nos topamos y el solo me miro y abordo un taxi mi corazon latia pero no nos hablamos no se si el cree que yo estoy con alguien o solo queria sexo.. me da tanta felicidad cuando veo una pereja gay feliz ppr que hoy en dia muchos solo quieren sexo.. soy de las personas que cuando ama lo hace de corazon y muestro fidelidad e tenido muchas propuestas de chicos y enserio chicos lindo pero creo que no sera nada facil quitarme de ensima a este amor que algo le dice que tenga paciencia pero la verdad creo que el solo busca sexo. La verdad prefiero llorar por un tiempo a sentirme usado prefiero sufrir se que en al agun momento se dara cuenta que conocio alguien que pudo tener un bonito futuro se que deseara haberme aceptado reconozco que soy muy orgulloso pero aun asi luego de eso le escribi un hola y el lo dejo en visto. Y aun que me dolio mucho borre todo contacto que tenia con el por que no resistia ver su foto y llorar se que me ba a pasar y se que hay alguien esperando por mi :)

#CuentameTusHistorias.

6

I went to the PriPara Tour in Ikepukuro today. It was pretty fun. 

Yes, Ikepukuro. Because everything in PriPara has a p in it. Although I still think Akipapara is the most ridiculous name ever. 

I got slightly lost once I got to sunshine city. It was supposed to be in the fountain plaza, so I assumed it was somewhere outside because it said fountain. Anyway, after getting lost and not being able to find a fountain plaza (噴水広場) anywhere on the maps, I eventually wandered enough to hear the sound of PriPara music and know I was in the right place.

Keep reading

Imagine Liam Payne

Pedido: Ta, meu pedido cm o Liam é que ele sofre um acidente e perde a memoria recente, ele não lembra so dela, acha q ainda ta na banda junto cm os outros quatro, q namora cm outra, e isso machuca ela. No fim ele se lembra mas antes ela sofre um pouquinho, se der pra fazer emocionante sabe, dramático, obrigada e beijinhos.

Espero que tenha gostado, e por favor me diga o que achou. Isso me incentiva a continuar.❤


(…)

– Você está roendo as unhas?– perguntei dando risada, Liam estava praticamente mordendo os dedos pois as unhas já haviam sido ruidas. Estávamos no carro, as luzes dos postes passavam por nós como flash’s rápidos, eu podia sentir o vento entrar pelas brechas das janelas.

– Você está dando risada de mim?– retrucou rindo baixo.– Acho que estou agoniado já.

– Não precisa ficar assim. Meus avós irão gostar de você, eles podem parecer irritados ou chatos no começo, mas logo vocês vão se dar bem.– disse o assegurando, passei as mãos em sua nuca e ele me olhou rapidamente. – Eu juro!

– Acredito em você, amor.– respondeu parando no sinal, Liam virou a cabeça para mim fazendo um biquinho com os lábios, segurei sua bochecha e beijei sua boca em um estralar de lábios.

Percebi que o corpo de Liam estava muito próximo, então vi que o mesmo estava sem cinto de segurança.– Acho melhor você por o cinto, Liam.– pedi gentilmente e ele bufou.

– Você sabe que não me sinto à vontade com isso.– disse olhando os outros carros parados ao lado.

– Isso é pra sua própria segurança.

– Eu só me importo com a sua, ok?! Você estando bem; eu também vou estar.– sorriu sem mostrar os dentes.

– Você está me desobedecendo, é isso mesmo Liam Payne?– brinquei recebendo.

– Nunca desobreceria você, Sra. Payne.– respondeu em um tom brincalhão enquanto mudava a marcha pronto para sair novamente com o carro.

De repente vejo uma luz branca muito forte, se aproximando cada vez mais ao lado de meu marido, arregalei meus olhos e tudo que pude dizer no momento foi.– Liam!

(…)

Meus olhos doíam como se tivesse duas pedras encima deles, meu corpo pesavam e não conseguia sentir nada, nem ao menos a dor ali. Abri os olhos lentamente me acostumando com a claridade do quarto, as paredes eram brancas, um branco tão claro quanto a neve, haviam janelas relativamente grandes cobertas por cortinas azuis transparente, era um hospital. Olhei para baixo vendo meu corpo coberto com um verde-claro,  meus braços estavam cheios de furos, estava tomando soro. Aquilo era horrível! Odeio, odeio com todas as minhas forças aquilo.

A porta pouco distante se abriu e entrou um homem vestido em um jaleco branco, ele observava atentamente uma pasta em suas mãos e assim que me viu ele me olhou surpreso.– Oh, então você acordou.– disse o óbvio, se aproximando de mim, um sorriso gentil não deixava seu rosto.

– O que estou fazendo aqui?– indaguei tentando me sentar na maca, mas as dores em meu corpo impedi que fizesse tal ato.

– Você não se lembra também? – retrucou a pergunta e eu enruguei a testa.

– A única coisa que me recordo é uma luz quando estava no carro com Liam. – Liam! Onde estava ele, meu Deus. – Liam está bem?

– Ah, bom… Você não tem que se preocupa no momento.– disse o doutor, só então pude ver com mais clareza seu nome bordado em seu jaleco, Silver.– Sobre você… Bem… Você não teve machucados graves apenas precisa restaurar suas forças.

– Eu quero saber sobre Liam. Por favor me diz.– implorei fazendo o máximo de forças e finalmente conseguindo pegar sua mão.– Por favor, eu imploro.

– Me desculpe eu não…

– Silver, é esse o seu nome, não é?! Você deve ser casado ou deve amar uma pessoa por aí. Então, o que iria acontecer se você não pudesse ver essa tal pessoa ou saber sobre com ela está, você se sentiria um tolo.– fechei meus olhos suspirando, eu não sabia da onde havia tirado tantas forças para dizer tudo isso.

– Eu entendo…– apertou levemente minha mão, eu o olhei com esperança e ele entortou a boca procurando pelas palavras.– Liam bateu forte demias a cabeça no vidro do carro. Isso é uma bancada muito forte e acabou mexendo com o neurônios dele. É difícil para mim dizer isso, mas o cérebro de Liam acabou rompendo alguns vasos cerebrais importantes fazendo ele inchar e sangrar internamente. Me desculpe mas não sei lhe dizer se vai demorar ou não para a melhorar dele.– o doutor suspirou triste e eu senti os batimentos do meu coração mais forte.– Eu sinto muito por isso, (S/n).

– Meu Deus.– soltei sua mão e puxei o ar em meus pulmões, mas foi em vão, eu quis responde-lo mas o ar me faltou e forcei meus pulmões para puxar ar novamente. Uma, duas ou três vezes.

– Se acalme.– ele falou um pouco desesperado enquanto percorria o olhar pelos aparelhos.– Seus batimentos estão muito acelerados.– foi a última coisa que ouvi Silver dizer antes de apagar novamente.

(…)

Eu tive alta um dia depois de ver Liam pela primeira vez depois do ocorrido, descobri que o mesmo estava em coma induzido. Eu passava dias sentada em uma poltrona ao lado de sua cama ou voltava para casa e tentava dormir, o que era impossível no momento. Geralmente, Karen, mãe de Liam dizia o quanto eu era irresponsável ppr ter deixado o seu querido filho sem segurança em seu próprio carro, eu apenas concordava segurando toda a culpa para mim.

Levou quase duas semanas para o cérebro de Liam desinchar e volta ao seu tamanho normal, essa notícia foi ótima para mim mas não mudou nada, ele continuava ali, deitado sem nenhum músculos fora do lugar. Chegou o momento em que a doutora chamou Geoff, Karen e eu para dar a notícia de que finalmente iriam acordar meu marido.

Eu sinto uma vontade imensa de chorar e agradecer a Deus por estar ouvindo todas as minhas orações, vontade de gritar e dizer que quero logo vê-lo, vontade de sair correndo e encontrar seus olhos castanhos juntamente com seu sorrisos.

– E como ele está.– falei e só então percebo que estava um pouco desesperada. Karen concordou comigo e a doutora sorriu.

– Digamos que ele se assustou quando acordou no hospital. Ele mostrou que consegue tocar nas coisas e falar.– Karen estava chorando e Geoff a abraçava de lado, eu via seu rosto aliviado por finalmente ter seu filho estável como sempre.

– N-nos podemos vê-lo?– perguntei e a doutora balançou a cabeça em um sinal positivo.

– Por favor me sigam.– comunicou se levantando de sua cadeira e nós fizemos o mesmo, passando a caminhar rumo ao quarto de Liam.

Os corredor branco iluminado me permitiu ver com mais clareza a porta em que Liam estava. Era uma explosão de sentimentos em meu pequeno corpo em cada passo que dava para o encontrar. A doutora abriu a porta e a emoção era tanta que corri para dentro de uma forma inoportuna dando-lhe um abraço em seu peito, eu sentia a sua respiração em meus cabelos e ele continuava imóvel deitado em sua cama.

– O que você está fazendo?– perguntou sério, ergui meu rosto encontrando seus olhos confusos. Em sua testa havia um corte, já tratado, enquanto outro era coberto por um curativo.– Você pode me soltar!– disse tentando soar gentil, concordei sem graça.

O pai de Liam entrou no quarto e ele rapidamente sorriu. E eu que achava que esse primeiro sorriso seria para mim.

– Filho, graças aos céus.– exclamou o abraçando, sua mãe se aproximou e o abraçou em conjunto deixando um longo beijo em seus cabelos.

– Ainda bem que esta melhor. Eu preparei a torta que mais gosta e também fiz um suéter para que você fique quentinho. Oh, meu filho eu estou tão feliz.– Karen segurou as lágrimas enquanto dizia tudo com dificuldade por conta dos soluços do antigo choro.

– Pessoal, por favor.– a doutora pediu atenção.– Ele ainda tem dificuldade para processar tudo o que dizem.

– Ah, certo…. É… desculpe.– Karen riu gesticulando com as mãos.

– Do-Dotoura.– a chamei e finalmente Liam me olhou com mais clareza, o seu olhar sobre mim era curioso. Ele parecia tentar me entender.

– Ah, sim. Eu preciso explicar isso.– a doutora comentou.– Bom… Temos um probleminha aqui e vocês vão entender após algumas perguntas: Liam, você já terminou seus estudos?

Liam discordou dando de ombros.

– Qual é a sua carreira, Liam?

– Música. Eu faço parte da One Direction.– respondeus simples.

– E em que ano estamos vivendo?

– 2013, oras.– sua voz rouca soou novamente, pouco debochada.

Liam e eu nos conhecemos em 2013, nós faziamos faculdade na mesma universidade e ele havia acabado de fazer 20 anos. Tudo bem ele não se lembra em que ano estamos, (S/n)… Isso não é grandes coisas, apenas um efeito do acidente.

– Qual é o nome da sua mãe, querido?

– Karen Payne.– respondeu rapidamente, parecendo se lembrar disso perfeitamente. Ele me olhou torto quando deixei um suspiro involuntário escapar.

Me encolhi ainda mais no canto da sala e Karen, me olhou com um sorriso triste porém encorajador.

– Quando anos você tem, Liam?– a Doutora voltou a perguntar, não parecendo abalada com as respostas.

– Ainda vou fazer 20.– Geoff veio para o meu lado passando as mãos em minhas costas de uma forma paternal.

– Você está namorando?– Liam encarou seus pais, e os mesmo o incentivaram a continuar. Ele já estava cansado dos interrogatórios, mas meu marido precisava colaborar.

– Não… Na verdade estou saindo com uma garota, ela se chama Dayse.– respondeu bufando, sinto uma queimação em meu peito, como se as torres estivessem desmoronando em meu corpo.

– Liam, querido. Qual é o nome da sua esposa?– a doutora perguntou, dez vezes mais cautelosa e tentando soar tranquilizador.

– Hã? Como assim?– enrugou a testa encarando seus pais, logo um sorriso debochado saiu de seus lábios.– Eu não sou casado, vocês estão brincando.

– Você é casado.– Geoff comunicou sério e o filho arregalou os olhos, seu pai nunca mentiu para ele.

– Eu não sou casado.– retrucou alterando seu olhar para a mãe em busca de uma resposta. Já senti lágrimas descerem por minhas bochechas incontrolávelmente.

– Sim, você é casado.– a doutora concordou.– Você se lembra do nome dela, não é?– perguntou se aproximando de mim e me abraçando de lado. A atenção de Liam caiu sobre mim, um choque percorreu todo o meu corpo, um choque de medo pelo o que ele pode dizer a seguir.

– Eu já disse que não sou casado!

Xx

❤?

/MaYa

rubynavy123  asked:

Wsdsd a mi tampoco me gusta, what happen here? Dibuja tan adorableandbeautiful

Nwkdnskdnk Solo son unos detalles ppr lo cual no me gusta qvq no es que sea mala pvp BWKDBWKHFKD AYAYAYA MUCHAS GRACIAS!