portugalpsi20

ACÇÕES PORTUGAL-PSI20 fecha em alta com Europa, Galp brilha


* Os ministros das Finanças e governadores dos bancos centrais do G20 estão reunidos, hoje e amanhã em Paris, para discutirem a questão da dívida, antes do Conselho Europeu de 23 de Outubro.* Ontem, a S&P anunciou um downgrade em um nível para AA- ao rating da vizinha Espanha, devido aos riscos ao crescimento económico, ao perfil do seu sistema bancário e à improbabilidade do país cumprir as metas orçamentais previstas para 2011.“Apesar do corte da S&P, os mercados mostram-se optimistas quanto à acção das autoridades europeias para resolverem a crise de dívida. A travar maiores ganhos está novamente o sector da banca, após os cortes da Fitch”, salientou Luís Gonçalves, trader da GoBulling, no Porto.* Esta manhã, a Fitch cortou o rating do suiço UBS e colocou outros sete bancos norte-americanos e europeus sob análise para possível ‘downgrade’.* Nos EUA, o Nasdaq sobe 0,70 pct e o do Dow Jones DJc1 ganha 0,60 pct, com o optimismo na Europa a alastrar-se aos EUA onde as vendas a retalho tiveram, em Setembro, o crescimento mais alto dos últimos 7 meses.* O índice PSI20 valorizou 1,09 pct para 6.086,82 pontos, com 9 títulos em alta, 9 em queda e 2 inalterados, tendo-se negociado 42,5 milhões de acções ou 72,8 ME, na NYSE Euronext Lisbon .Os analistas técnicos do BPI assinalam os 6.175 pontos como próximo nível de resistência e o próximo suporte nos 5.921 pontos, explicando que “o recente dinamismo comprador de curto prazo levou à aproximação de uma importante zona de resistência”.“Perante sinais de tomada de proveitos nos actuais níveis, seja vendedor se os valores de resistência apontados não forem postos em causa”, acrescentaram.* A Galp Energia ganhou 3,33 pct para 14,91 euros, em linha com os ganhos das petrolíferas europeias, apesar da quebra de 2,4 pct nas suas vendas de produtos petrolíferos refinados para 4,3 milhões de toneladas, entre Julho e Setembro últimos.Os analistas realçaram que a cotação da Galp deverá ficar imune a este 'trading update’ “ligeiramente negativo, já que os investidores continuam entusiasmados com a prevista venda de activos no Brasil.* A Jerónimo Martins valorizou 2,03 pct para 12,82 euros, a beneficiar de recomendações favoráveis, a antecipar mais um conjunto positivo de resultados e com os investidores à espera do Investor Day onde deverá divulgado o terceiro país de expansão para o grupo.* A Brisa subiu 2,24 pct para 2,557 euros, a Portugal Telecom ganhou 0,38 pct para 5,31 euros enquanto a EDP caiu 0,16 pct para 2,464 euros.* A banca nacional impediu maiores ganhos do índice, com o BPI a descer 1,51 pct para 0,653 euros, o Banco Espírito Santo (BES) a perder 0,53 pct para 1,89 euros, o Banif caiu 1,06 pct para 0,373 euros e o Millennium bcp fechou inalterado nos 0,17 euros. O índice europeu DJ Stoxx para o sector cai 0,53 pct.* O euro ganha 0,52 pct para 1,3844 dólares, suportado na expectativa que os líderes europeus estejam prestes a acordar um plano de combate à crise da dívida.* O contrato do barril de brent para Novembro LCOc1 sobe 2,8 pct para 114,22 dólares e o de crude CLc1 ganha 2,78 pct para 86,57 dólares, a beneficiar também de uma resolução para a dívida europeia e do aumento das vendas a retalho nos EUA. (Por Patrícia Vicente Rua)


ACÇÕES PORTUGAL-PSI20 fecha em queda c/Europa, após declarações ministro alemão


O ministro das Finanças alemão, Wolfgang Schaeuble, referiu que no próximo Conselho Europeu de 23 de Outubro não deverá ser apresentada uma solução final para combater a crise da dívida soberana da Zona Euro, ao contrário do que era esperado pelos mercados.“Os políticos europeus gostam de fazer declarações grandiosas sobre apoiar o euro e conter a crise. Mas agora dão-se conta que o detalhe é um pouco mais complicado e que a solução poderá não satisfazer os mercados”, afirmou Daniel McCormack, estrategista da Macquarie.* Nos EUA, o índice Nasdaq cai 0,96 pct e o Dow Jones perde 1,23 pct, penalizados pelos comentários do ministro das Finanças alemão e pelos resultados do Wells Fargo que falharam as previsões de Wall Street.* O PSI20 cai 1,38 pct para 6.002,63 pontos, com 13 quedas e sete subidas, tendo-se negociado 41,2 milhões de acções ou 64,6 ME, na NYSE Euronext Lisbon .* Na banca, o BES caiu 4,76 pct para 1,80 euros, já o Banif ganhou 0,54 ct para 0,375 euros, o BPI subiu 0,92 pct para 0,659 euros, o Millennium bcp ganhou 0,59 pct para 0,171 euros.* A Galp Energia desvalorizou 3,09 pct para 14,45 euros, a EDP desceu 1,79 pct para 2,42 euros e a Portugal Telecom recuou 1,22 pct para 5,245 euros.* O euro cede 0,91 pct para 1,3759 dólares, a reflectir os comentários do ministro das Finanças alemão.* O contrato do barril de brent para Dezembro LCOc1 cai 1,25 pct para 110,83 dólares e o de crude para Novembro CLc1 desce 0,38 pct para 86,48 dólares. (Por Patrícia Vicente Rua; Editado por Filipa Cunha Lima)


ACÇÕES PORTUGAL-PSI20 fecha em queda c/exterior, Brisa tomba


“O sentimento continua a ser de cautela, perante a ausência de acções concretas para resolver a crise de dívida soberana da zona euro, ao que se juntam os últimos dados macro vindos da China, que mostram alguma desaceleração no país, reacendendo receios de um abrandamento económico global”, frisou João de Deus, trader da DifBroker.“A China está a perder gás e consegue-se ouvir o balão a perder o ar. Mas também não há razão para entrar em pânico”, disse Justin Urquhart Stewart, director da Seven Investment Management.* A Carrefour, número 1 do retalho na Europa, emitiu hoje o seu quarto ‘profit warning’, prevendo uma queda do lucro operacional de 20 pct em 2011. As acções da retalhista tombam 5 pct.* Nos EUA, o índice Nasdaq NDc1 desce 0,80 pct e o Dow Jones DJc1 recua 0,50 pct, penalizados pelos dados económicos da China e pelos resultados do banco JP Morgan que, no terceiro trimestre de 2011, tiveram uma queda de 4 pct.As atenções dos investidores voltam-se agora para a Google que apresenta conta após o fecho dos mercados norte-americanos.* O índice PSI20 caiu 1,67 pct para 6.021,44 pontos, com os 14 títulos em queda, cinco subidas e um inalterado, tendo-se negociado 44,2 milhões de acções ou 73,8 ME, na NYSE Euronext Lisbon .Os analistas técnicos do BPI assinalam os 5.944 pontos como próximo nível de suporte e a próxima resistência nos 6.155 pontos. “Embora os sinais de exaustão/sobrecomprado existam, o interesse deverá ser de teste a importantes níveis de resistência”, referiram, frisando: “seja comprador se os valores de suporte apontados não forem postos em causa”.* A Brisa liderou as descidas percentuais do índice, com uma queda de 5,76 pct para 2,501 euros* Na banca nacional também fechou no vermelho, com o Millennium bcp a cair 1,16 pct para 0,17 euros, o Banco BPI a descer 2,93 pct para 0,663 euros, o Banco Espírito Santo (BES) perdeu 2,16 pct para 1,90 euros e o Banif recuou 1,05 pct para 0,377 euros, em sintonia com os pares.O índice europeu DJ Stoxx para o sector perde 3,68 pct.* A Jerónimo Martins , que ontem valorizou mais de 5 pct, cedeu 2,45 pct para 12,565 euros e a Portugal Telecom perdeu 2,49 pct para 5,29 euros.* Entre as energéticas, a Galp Energia caiu 2,70 pct para 14,43 euros, enquanto a EDP-Energias de Portugal acabou por subir 0,37 pct para 2,468 euros e a EDP Renováveis ganhou 1,45 pct para 4,20 euros.* O euro desce 0,36 pct para 1,3731 dólares, após ter tocado em máximos de um mês face à moeda norte-americana.* O contrato do barril de brent para Novembro LCOc1 cai 1 pct para 110,29 dólares e o de crude CLc1 desce 1,81 pct para 84,02 dólares, com sinais de abrandamento na China e de um aumento nos 'stocks’ de crude nos EUA.(Por Patrícia Vicente Rua)


ACÇÕES PORTUGAL-PSI20 em alta com Europa, JM e Galp brilham


Ontem, a S&P anunciou um downgrade em um nível para AA- ao rating da vizinha Espanha, devido aos riscos ao crescimento económico, ao perfil do seu sistema bancário e à improbabilidade do país cumprir as metas orçamentais previstas para 2011.“Apesar do corte da S&P, os mercados mostram-se optimistas quanto à acção das autoridades europeias para resolverem a crise de dívida. A travar maiores ganhos está novamente o sector da banca, após os cortes da Fitch”, salientou Luís Gonçalves, trader da GoBulling, no Porto.* Esta manhã, a Fitch cortou o rating do suiço UBS e colocou outros sete bancos norte-americanos e europeus sob análise para possível ‘downgrade’.* Os futuros do Nasdaq NDc1 sobem 0,66 pct e os do Dow Jones DJc1 ganham 0,76 pct, com os investidores a divulgação de um conjunto de dados macro nos EUA.Ao início da tarde serão conhecidos os números da balança comercial, das vendas a retalho, relativos a Setembro, bem como os dados da Universidade de Michigan sobre a confiança dos consumidores, relativos a Outubro.* O índice PSI20 sobe 0,93 pct para 6.077,67 pontos, com 10 títulos em alta, nove em queda e um inalterado, tendo-se negociado 24 milhões de acções ou 38,4 ME, na NYSE Euronext Lisbon .Os analistas técnicos do BPI assinalam os 6.175 pontos como próximo nível de resistência e o próximo suporte nos 5.921 pontos, explicando que “o recente dinamismo comprador de curto prazo levou à aproximação de uma importante zona de resistência”.“Perante sinais de tomada de proveitos nos actuais níveis, seja vendedor se os valores de resistência apontados não forem postos em causa”, acrescentaram.* A Jerónimo Martins valoriza 2,59 pct para 12,89 euros, a beneficiar de recomendações favoráveis, a antecipar mais um conjunto positivo de resultados e com os investidores à espera do Investor Day onde deverá divulgado o terceiro país de expansão para o grupo.* A Galp Energia avança 2,56 pct para 14,80 euros, em linha com os ganhos das petrolíferas europeias, apesar da quebra de 2,4 pct nas suas vendas de produtos petrolíferos refinados para 4,3 milhões de toneladas, entre Julho e Setembro últimos.Os analistas realçaram que a cotação da Galp deverá ficar imune a este 'trading update’ “ligeiramente negativo, já que os investidores continuam entusiasmados com a prevista venda de activos no Brasil.* A banca nacional impede maiores ganhos do índice, com o BPI a descer 0,45 pct para 0,66 euros, o Banco Espírito Santo (BES) a perder 0,89 pct para 1,883 euros, o Banif a cair 1,59 pct para 0,371 euros e o Millennium bcp inalterado nos 0,17 euros. O índice europeu DJ SToxx para o sector cai 0,3 pct.* O euro ganha 0,28 pct para 1,3811 dólares, suportado na expectativa que os líderes europeus estejam prestes a acordar um plano de combate à crise da dívida.* O contrato do barril de brent para Novembro LCOc1 sobe 1,5 pct para 112,78 dólares e o de crude CLc1 ganha 1,85 pct para 85,79 dólares, a beneficiar também de uma resolução para a dívida europeia. (Por Patrícia Vicente Rua; Editado por Filipa Cunha Lima)


ACÇÕES PORTUGAL-PSI20 cai com Europa, minérios e banca pesam


A China cresceu ao ritmo mais lento desde o início de 2009, no terceiro trimestre de 2011, enquanto a Mody’s avisou que poderá dar a França um ‘negative outlook’ nos próximos três meses, se os custos de bailout a outros países e bancos continuarem a 'esticar’ o seu orçamento.Ontem, os resultados da não agradaram aos investidores, habituados a um desempenho robusto por parte da tecnólogica.* Os principais índices europeus caem entre 0,6 pct e 1,8 pct, com os sectores financeiro e da extração de minérios a liderarem as perdas.Ontem, as praças europeias encerraram em queda e Wall Street teve a maior queda das últimas duas semanas, após o ministro das Finanças alemão, Wolfgang Schaeuble ter atirado um 'balde de água fria’ na esperança de uma solução para a crise de dívida soberana na soberana, ao referir que o Conselho Europeu de 23 de Outubro não deverá ser apresentada uma solução.* O PSI20 cai 0,8 pct para 5.958,21 pontos, com 16 títulos em queda, dois em alta e um estável, tendo-se negociado 6,6 milhões de acções ou 8,2 ME, na NYSE Euronext Lisbon .Os analistas técnicos do BPI apontam o próximo nível de suporte do PSI20 nos 5.944 pontos e aconselham uma postura vendedora aos investidores.“O recente dinamismo comprador de curto prazo levou à aproximação de uma importante zona de resistência. Perante sinais de tomada de proveitos nos actuais níveis, seja vendedor se os valores de resistência apontados não forem postos em causa”, explicaram.* Na banca, o Banco Espírito Santo cai 1,89 pct para 1,766 euros, o Millennium bcp perde 2,34 pct para 0,167 euros, o BPI cede 2,12 pct para 0,645 euros e o Banif recua 1,6 ct para 0,369 euros.* A Jerónimo Martins cai 1,6 pct para 12,61 euros, a Brisa recua 0,91 pct para 2,493 euros, a EDP-Energias de Portugal perde 0,62 pct para 2,405 euros e a EDP Renováveis desliza 1,41 pct para 4,203 euros.* O euro cede 0,04 pct para 1,3728 dólares.* Os futuros do Nasdaq NDc1 caem 0,14 pct e os do Dow Jones DJc1 perdem 0,23 pct, a fazer antever uma abertura em terreno negativo para Wall Street.* O contrato do barril de brent para Dezembro LCOc1 cai 0,35 pct para 109,07 dólares e o de crude para Novembro CLc1 desce 0,38 pct para 86,05 dólares. (Por Filipa Cunha Lima)


ACÇÕES PORTUGAL-PSI20 em queda, Europa olha voto Eslováquia


* Os principais índices europeus caem entre 0,3 pct e 1 pct.* O índice PSI20 cede 0,68 pct para 6.021,28 pontos, com 17 títulos em queda, dois em queda e um estável, tendo-se negociado 8,8 milhões de acções ou 9,1 ME, na NYSE Euronext Lisbon .* A Portugal Telecom recua 1,28 pct para 5,41 euros, a EDP-Energias de Portugal perde 0,99 pct para 2,401 euros e a Brisa devaloriza 1,45 pct para 2,65 euros.* Na banca, o Banco Espírito Santo perde 1,22 pct para 1,946 euros, o BPI recua 1,65 pct para 0,655 euros, o Millennium bcp cai 1,71 pct para 0,172 euros e o Banif a desvaloriza 1,28 pct para 0,386 euros.O índice europeu DJ Stoxx para a banca cai 0,6 pct.* O euro cai 0,04 pct para 1,3633 dólares.* Os futuros do Dow Jones DJc1 caem 0,34 pct e os do Nasdaq cedem 0,44 pct, a fazer antever uma abertura em queda, num dia em que a Alcoa dá o pontapé de saída de mais uma época de apresentação de resultados nos EUA.* O contrato do barril de brent para Novembro LCOc1 cai 0,8 pct para 108,07 dólares e o de crude CLc1 recua 0,85 pct para 84,68 dólares, com os investidores a recear que uma greve dos funcionários das alfândegas no Kuweit cause interrupções no fornecimento de crude.(Por Filipa Cunha Lima; Editado por Sérgio Gonçalves)


ACÇÕES PORTUGAL-PSI20 em queda c/Europa, olhos voto Eslováquia


* A Eslováquia é o último dos 17 membros da Zona Euro a votar esta proposta. A União Europeia adiou a cimeira de líderes para 23 de Outubro de forma a finalizar a estratégia da Zona Euro para resolver a crise de dívida soberana.“Os mercados aproveitaram para corrigir e fazer mais valias após vários dias de subidas sucessivas, num dia em que se espera a ratificação da Eslováquia em relação ao FEEF e, do outro lado do Atlântico, o destaque vai para a Alcoa que apresenta contas”, disse Diogo Oliveira, trdaer do Banco Best.“O voto eslovaco está na ponta da faca: qualquer coisa pode acontecer. Mas, se votarem contra, podem votar novamente”, disse Jeremy Batstone-Carr, da Charles Stanley, frisando: “o mercado acha que eles se estão a fazer difíceis”.* A acentuar o nervosismo dos investidores estiveram também as declarações do ainda presidente do Banco Central Europeu (BCE), Jean Claude Trichet, que afirmou que a crise de dívida tornou-se sistémica e que os riscos à economia estão a aumentar rapidamente, com os bancos europeus numa zona perigosa.* O índice PSI20 cai 1,53 pct para 5.970,01 pontos, com 19 títulos em queda e uma subida, tendo-se negociado 23,3 milhões de acções ou 27 ME, na NYSE Euronext Lisbon .* Os analistas técnicos do BPI apontam os 5.945 pontos como próximo nível de suporte do PSI20 e aconselham uma postura compradora, explicando que há uma “dinâmica compradora de curto prazo, após terem sido alcançados níveis mínimos”.* A Brisa lidera as descidas percentuais do índice com uma queda de 3,24 pct para 2,602 euros, estando a Portugal Telecom a recuar 2,48 pct para 5,344 euros e a Jerónimo Martins a perder 2,75 pct para 12,01 euros.* Na banca, o Banco Espírito Santo perde 1,62 pct para 1,938 euros, o BPI recua 1,35 pct para 0,657 euros, o Millennium bcp tomba 2,86 pct para 0,17 euros e o Banif cai 0,77 pct para 0,388 euros, em linha com os pares europeus.* O euro cai 0,26 pct para 1,3602 dólares, a corrigir dos máximos de uma semana alcançados ontem.* Os futuros do Dow Jones DJc1 caem 0,3 pct e os do Nasdaq cedem 0,41 pct, apontando para uma abertura em baixa do outro lado do Atlântico, no dia em que a Alcoa apresenta as suas contas e dá início à época de resultados nos EUA.* O contrato do barril de brent para Novembro LCOc1 cai 0,49 pct para 108,42 dólares e o de crude CLc1 recua 0,49 pct para 84,99 dólares, com os investidores a recear quanto à saúde da zona euro e quanto à greve dos funcionários das alfândegas no Kuweit, que poderá causar interrupções no fornecimento de crude.(Por Patrícia Vicente Rua; Editado por Filipa Cunha Lima)


ACÇÕES PORTUGAL-PSI20 sobe c/ JM e Galp, banca penaliza Europa


* Os principais índices na Europa seguem com variações entre uma queda de 0,5 pct e uma subida de 0,8 pct, com o sector da extração de minérios a beneficiar da subida do preço dos metais, mas com os títulos financeiros a ressentirem-se do downgrade da Standard & Poor’s (S&P) à Espanha.Ontem ao final do dia, a S&P cortou o rating de crédito de Espanha em um nível pra AA-, devido aos riscos para o seu cerscimento económico, ao perfil do seu sistema bancário e à improbabilidade de cumprirem as metas orçamentais em 2011.Esta manhã, a Fitch cortou o rating do suiço UBS e colocou outros sete bancos norte-americanos e europeus sob análise para possível ‘downgrade’.* O índice PSI20 sobe 0,84 pct para 6.071,53 pontos, com nove títulos em alta, oito em queda e três inalterados, tendo-se negociado 7,3 milhões de acções ou 7,9 ME, na NYSE Euronext Lisbon .Os analistas técnicos do BPI assinalam os 6.175 pontos como próximo nível de resistência e o próximo suporte nos 5.921 pontos, explicando que “o recente dinamismo comprador de curto prazo levou à aproximação de uma importante zona de resistência”.“Perante sinais de tomada de proveitos nos actuais níveis, seja vendedor se os valores de resistência apontados não forem postos em causa”, acrescentaram.* A Jerónimo Martins está em forte alta pela terceira sessão consecutiva, tendo sido alvo de notas de research muito favoráveis da JP Morgan e do Citi e segue a valorizar 3,2 pct para 12,97 euros e a Galp Energia avança 1,87 pct para ct para 14,70 euros.Esta manhã, a Galp, que divulga os seus resultados doterceiro trimestre no dia 28 de Outubro, anunciou que as suas vendas de produtos petrolíferos refinados caíram 2,4 pct para 4,3 milhões de toneladas, entre Julho e Setembro últimos.* O contrato do barril de brent para Novembro LCOc1 sobe 0,78 pct para 111,98 dólares e o de crude CLc1 ganha 1,21 pct para 85,25 dólares, suportados na expectativa que o abrandamento da inflação na China impulsione a procura no segundo maior consumidor de crude do mundo.* Na banca, o Banco Espírito Santo (BES) perde 1,42 pct para 1,873 euros, o Millennium bcp cai 0,4 pct para 0,16 euros, o BPI desce 0,6 pct para 0,659 euros e o Banif segue 'flat’ em 0,377 euros.O índice europeu DJ Stoxx para o sector cede 0,24 pct.* O euro ganha 0,28 pct para 1,3809 dólares, suportado na expectativa que os líderes europeus estejam prestes a acordar um plano de combate à crise da dívida.* Os futuros do Nasdaq NDc1 sobem 0,7 pct e os do Dow Jones DJc1 ganham 0,56 pct, com os investidores a aguardarem a balança comercial e as vendas a retalho, em Setembro, bem como os dados da Universidade de Michigan sobre a confiança dos cosnumidores, relativos a Outubro. (Por Filipa Cunha Lima)