porcentagem

Oi. Faz tempo que a gente não se fala, não se ouve, não se vê. Cada minuto dos meus dias se tornou ainda mais vazio do que já era mesmo enquanto tínhamos um ao outro. Eu não preciso dizer que sinto sua falta, até porque cada palavra aqui é a mais clara demonstração de que eu não consegui me acostumar com o silêncio assustador que a ausência da sua voz causa. Mas eu não quero que pense que estou sofrendo. Sei o quanto se sentiria culpado só de pensar que está me afetando negativamente. Você ainda é a melhor parte da vida. Digo, conhecer você continua sendo o melhor dos acontecimentos pra mim. Queria que soubesse disso. Porque não importa quanto tempo passe, as nossas certezas continuarão intactas, nada pode mudar o que fomos. Talvez eu não tenha entendido ainda a razão de estarmos tão afastados, não consigo compreender o que nos impede de voltarmos a ser um pelo outro. E sei que a porcentagem disso nunca mais acontecer é gigante. Mas, você lembra? “Se você um dia se sentir sozinho e a luz intensa tornar difícil me encontrar, saiba apenas que eu estou sempre paralalemente do outro lado”. Nós somos eternos e não preciso te ouvir concordar pra saber que você pensa como eu. Sempre estarei com você, ok? Não esquece.
—  You jump, I jump, remember?
Não se iluda, nenhum homem vai te amar como Jesus. Nenhum homem morreria de amores por você, se fosse o caso, Deus não precisaria mandar Jesus. Mas só Jesus estava lá, ele não estava. Onde estava ele quando o assunto foi morrer de amores por você em uma cruz? Onde estava ele, quando o assunto foi ir no inferno pegar a chave da tua liberdade? Onde ele estava naquela madrugada fria, onde você chorava e só o amor de Deus te cobriu, te ninou até dormir? Onde estava o teu amor quando ninguém te viu? Somente Deus te enxergou mesmo você muito machucada e suja, te chamou de preciosa, querida e filha. Deus te conhece e mesmo assim te ama. E quando eu digo conhece,vai dos teus momentos podres aos momentos de santidade, e o amor é constante, é o mesmo. Quem mais vai te amar assim? NINGUÉM! Não troque um amor tão intenso por um amor tão mesquinho de um homem. Não dê resto de amor para Deus, Ele merece a melhor parte, a maior porcentagem.
—  Não troque amor de Deus, por amor de homem/mulher nenhum.
Apesar de tudo, eu nunca desisti, eu insisti, lutei e persisti. Mesmo sabendo que a nossa porcentagem de dar certo era igual a zero, eu estava lá, eu tinha que estar lá. Não tem explicações e nem ”por quês”. Simplesmente algumas coisas valem a pena. Apesar de tudo.
—  Fernanda Gomes.
Você foi a minha luz no fim do túnel. Foi aquela pequena porcentagem de esperança que surgiu em minha vida. No momento exato em que pensei que tudo tinha acabado para mim, você surgiu como o raio de sol numa manhã depois da tempestade. Você foi quem trouxe a calmaria para meus dias, e prometeu permanecer em minha vida independente das circunstâncias. E pela primeira vez eu acreditei em uma promessa. Depois de tanto tempo vivendo milhares de ilusões, tentando não me apegar à promessas vazias, você prometeu que iria ficar… E eu acreditei, e continuo acreditando. Porque até hoje você está aqui comigo e se fazendo presente. Mesmo que eu diga que estou indo embora, mesmo que todas as vezes eu diga que vou partir, você permanece o mesmo e não pensa em partir jamais. Afinal de contas você é meu porto seguro. Pessoas que sabem que são o porto seguro de alguém nunca partem, pois sabem que serão sempre o cais para alguém que vive em meio ao caos o tempo inteiro. E por mais que eu diga que vou me afastar com meus medos e inseguranças, você sempre consegue me puxar pra perto de si e dizer que não vai fazer mal algum à mim. E eu acredito!
—  Adaptáveis. 
Segura minha mão, olha nos meus olhos e me diz que você também quer fazer dar certo. Diz que você também sente medo desse amor que toma proporções grandes demais para caber no nosso coração destruído por relacionamentos anteriores. Por favor, me diz que não sou a única com medo de ter achado a pessoa que vai me acompanhar pela vida e não saber mantê-la por perto. Diz pra mim que você quer se jogar nesse vácuo de incertezas que é o amor, onde nenhuma verdade é absoluta, nem se tem uma porcentagem garantida que tudo vai dar certo e que no final nem um de nós vai se estrepar no chão. Mas contrariando todas as estáticas pessimistas eu te peço tenha uma pitada de fé em nós, encha nossos peitos de coragem para que no meio do caminho possamos ser corajosos quando o outro pensa em desistir. Olhe nos meus olhos, e diga que também vai tentar,  que apesar de tudo não vamos desistir, dessa vez estou apostando todas as minhas fichas nesse amor que não sei se é seguro, mas estou tentando, só isso que te peço, se for soltar a minha mão enquanto estivermos voando, me avise antes, pelo menos estarei me preparando para a queda. Se não achas que consegue lidar com tudo isso, pelo menos me conta, quem sabe até não vai ser tão difícil. Mas não pense isso, não imagine isso, nem muito menos mentalize desistir. Estamos aqui juntos, não estamos? Não custa nada seguirmos de mãos dadas, um ao lado do outro, fazendo as coisas acontecerem, sem pressa, um dia após o outro, cultivando esse bom sentimento. Eu estou aqui contigo, e estarei o tempo que for preciso, sei lá se isso é amor, mas é tão bom,  é apavorante, mas gosto de sentir tudo isso ao seu lado. Eu só peço que não se vá, que não me largue, que divida esse medo comigo, que divida seus sorrisos, suas palavras, seu lençol, suas blusas, sua cama, só quero que divida tudo comigo.
—  Escrito por Kelly, Amanda T., Grazi e Andreza em Julietário.
A verdade, agora me dou conta, é que nunca conheceremos alguém por inteiro. Existe algo que não pode ser revelado, algo intenso ou doloroso demais para ser confessado. Sempre haverá uma ferida intocável, um trauma inesquecível, infinitos particulares demais que mais parecerão labirintos ou jogos complexos de raciocínio lógico. Toda pessoa é feita de mistérios e tem uma porcentagem significativa de caos dentro no peito. Por trás de toda carcaça humana ambulante que vemos por aí, existe muito mais. Existem emoções, sentimentos, receios e anseios. Se algum dia pensarmos conhecer alguém, não saberemos de verdade. Nunca saberemos. Todo ser carrega dentro de si muito mais do que ousa mostrar. Talvez, se olharmos no fundo dos olhos e tentarmos decifrar cada cadeado instalado na alma de alguém, com o passar das tristezas, o conheceremos mais e mais, porém nunca por inteiro.
—  Naiara Régis & Juliana Melo.
Um relacionamento não acaba de uma hora para outra, isso acontece gradativamente com os pequenos erros acumulados conforme o tempo. Quando você se dá conta que o fim chegou se pergunta qual foi a razão que levou a tal fracasso. Não vai se lembrar de quando tudo começou a desandar, nem mesmo quando foi que começou o primeiro pequeno erro, o segundo pequeno erro e os seguidos pequenos erros, talvez se lembre dos grandes erros, mas isso já não importará mais pois o fim chegou! E você tem uma porcentagem nesses erros. E acredite, sempre ambos são culpados.
—  Arrastam.
Eu tenho certeza que não existe uma linguagem que te faça esquecer uma pessoa, eu acho que a única coisa que pode fazer isso é o tempo. Caramba, as vezes nem o próprio tempo pode fazer isso, o tempo passou e eu não posso dizer “eu esqueci tal pessoa”, por enquanto eu só posso dizer “bom, eu lembro sem dor”. Mas eu acho que isso já é o suficiente. O que que eu posso te dizer é que não perca tempo, não perca nenhum dia se quer. Se for pra passar o dia chorando, sei lá, ao menos arrume alguém pra chorar do seu lado, não adianta ser orgulhoso e fingir que nada tá acontecendo você precisa de amigos. Não tem nada melhor do que escutar “eu to com uma garrafa de vodca pro que você precisar”, isso é maravilhoso. Procure a sua religião ou algo que faça você se sentir melhor, mas não fique parado esperando essa dor passar , não fique parado esperando ele ou ela voltar. Eu quero que a partir de hoje você siga em frente, ta me entendendo?. U ma hora você vai encontrar alguém que te ame de verdade que te faça feliz. Olha o amor que você sente por essa pessoa, você seria capaz de fazer qualquer coisa por ela, olhe bem esse amor e agora por favor sinta ele por você mesmo. Seja capaz de fazer qualquer coisa por você, inclusive ser feliz. O segredo tá em confundir o seu cérebro, tente gostar de outra pessoa, somente pra que o seu cérebro mesmo que por alguns segundos não saiba o que ele quer. Quando você está gostando de duas pessoas ao mesmo tempo, nesse momento quer dizer que você não está amando nenhuma das duas, isso acredite, já é um grande começo. Substituir um sentimento é muito mais rápido e fácil do que simplesmente destruí-lo. Por tanto não se iluda com palavras bonitas, mesmo elas sendo feitas olhadas em seu olho, tem uma grande porcentagem de elas terem sido da boca pra fora. Não que fossem mentira o que ela te disse, mas algo que ela queria sentir mas não sente, algo que ela pensou que fosse mas não é. Eu já ouvi coisas como “eu nunca vou te esquecer” ou “eu vou te esperar a vida toda”, essas palavras entravam na minha cabeça e não conseguiam sair, mas se você me perguntar onde estão os donos dessas palavras, bom eu nem saberia lhe responder. Existe uma frase que diz  "Ninguém sofre por amor, a gente sofre pela falta dele", se essa falta não esta em você, então olha, de graças a Deus e siga em frente. Você fez tudo o que podia mas chega uma hora que você precisa se valorizar, pensar um pouco em você. É clichê, mas antes de amar qualquer pessoa ame a você mesmo. Pessoas entram e saem da nossa vida a toda hora, enquanto você e sua consciência vão viver juntas até o fim. As vezes você esquece uma pessoa quando abre os olhos, quando você enxerga que ela também fez coisas ruins pra você, que ela te ofendeu, gritou, disse e fez coisas pra te magoar de propósito. Chega, não dá pra mudar quem não quer ser mudado, isso ele ou ela vai aprender sozinho e te perder é uma das coisas que vai fazer isso acontecer. Queria saber amar, assim como a palavra amor devia ser merecida pra ser usada, por que o verdadeiro amor não deveria nos tornar possessivo. Gostaria de ser menos desconfiado e não morrer de ciúmes, gostaria de nem por um segundo sentir raiva, e então eu a estaria amando. O amor deveria existir pra duas pessoas se tornarem melhores juntos, amor deveria se resumir em uma grande admiração. Eu gostaria que o sorriso dele fosse capaz de me deixar completamente feliz mesmo que esse sorriso todos os dias fosse pra outra pessoa, gostaria de aprender a ser feliz somente pelo o que aconteceu, sem ficar triste pelo o que acabou. Mas quer saber o que eu me transformei? em uma pessoa mais forte do que você pensa, diferente dos outros homens que se dizem homens , mas não são capazes de aceitar um sentimento tão bonito como o amor. Não sou mais de dar um tempo, não sou mais de vai e volta, não sou mais de brincar com meus sentimentos e muito menos me aceitar sendo um brinquedo. Aprendi a valorizar as pessoas em quanto é tempo mas também em não acreditar facilmente nelas. Não procuro mais perfeição, apenas com certeza um pouco de maturidade. Se me deixar sofrendo com a intenção de que eu sinta sua falta, talvez você acabe sentindo a minha falta. E esse sou eu, esse sou o que estou me tornando e que por favor Deus, eu preciso ser.
—  Autor Desconhecido
Não dá pra continuar investindo meus sentimentos em alguém que não vai corresponder nem uma pequena porcentagem. É mais fácil ficar rico investindo dinheiro na poupança que ela sentir algo diferente por alguém.
—  Márcio Vabo.

Oizinho! Para quem estuda sozinhx, sei muito bem como não é fácil montar um plano, uma sequencia de conteúdos para estudar. Por isso, eu vim hoje trazer dois planos de estudos, ambos para quem estuda sozinho:  

1. um para quem quer começar desde o começo, quem vai estudar tudo mermo, mesmo começando atrasado/tarde;
2. outro para quem quer estudar menos, não quer seguir todo o plano

Instruções:      

     Se organize, tente fazer um estudo de no mínimo 2 disciplinas p/ dia;
     Esse post será longo! Por isso vou colocar o link de “continuar lendo” no fim do post.
     Os conteúdos riscados são aqueles que são importantes, mas para o Enem não têm tanta          relevância, pois raramente caem.
     Demorou muito tempo para fazer tudo isso, se você gostou, por favor ajude a divulgar para          outros também terem acesso. Aproveite o material! Beijos.

Bora pro primeiro plano de estudo: 

HISTÓRIA “GERAL”
Antiguidade e Era Medieval

● Civilizações Antigas Oriente / Ocidente 
● Média Oriental 
● Feudalismo 
● Renascimento 
● Origens Medievais 


Era Moderna

● Renascimento e Revolução Científica 
● Transição Feudalismo -> Capitalismo
● Regime Absolutista 
● Mudanças Século XVIII 
● Independência do EUA 
● Revolução Francesa 


Era Contemporânea 

● Século XIX 
● Unificação Itália e Alemanha 
● EUA no século XIX 
● Imperialismo e paz armada 
● 1ª Guerra Mundial
● Revolução Russa / Liberalismo político e econômico 
● Nazifacismo/Crise de 29 
● 2ª Guerra Mundial 
● Guerra Fria 
● Descolonização afro-asiática 
● América Latina 
● Nova Ordem Mundial


HISTÓRIA DO BRASIL 

Brasil Colônia 

● Populações indígenas do Brasil: experiências antes da conquista, resistências e acomodações à colonização
● O sistema colonial: agricultura, engenho e escravidão.
● Os negros no Brasil: culturas e confrontos.
● Religião, cultura e educação na Colônia. 
● A interiorização: bandeirismo, escravidão indígena, extrativismo, pecuária e mineração. 
● Vida urbana: administração e comércio na colônia 

Brasil Império 

● Crise do sistema colonial 
● Período Joanino (1808-1821) 
● 1º Reinado 1822-1831) 
● Período Regencial (1831-1840) 
● Revoltas Regenciais 
● Escravidão e homens livres no século XIX. Imigração e abolição. 
● A crise do Império e o advento da República. 

Brasil República
● República da Espada  
● República Oligárquica 
● Revolução de 30 
● A era Vargas 30-37/37-45 
● República Populista 
● Golpe 1964 
● Regime Militar 
● Nova República 
● Movimentos sociais e urbanos no século XX. 
● Política e cultura no século XX. 
● As transformações do papel da mulher depois da Segunda Guerra Mundial. 
● O sistema político atual.  

HISTÓRIA DA AMÉRICA

● A Conquista da América e os Povos Pré-Colombianos
● A Revolução Cubana 
● A Revolução Mexicana 
● América Atual  
● Colonização Espanhola  
● Colonização Inglesa  
● Construção do Estado Norte Americano: A Independência das Treze Colônias 
● Estados Nacionais Latinos  
● Estados Unidos Pós Segunda Guerra Mundial  
● Estados Unidos no Século XIX
● Independência da América Latina 
● Populismo na América 
● Regimes Militares e Transição Democrática  
● Revoluções na América Latina – Chile e Nicarágua  


MATEMÁTICA 💜 

Matemática Básica 

● Potenciação 
● Radiciação 
● MMC e MDC 
● Porcentagem 
● Médias 

Funções 
● do 1º Grau
● do 2º Grau 
● Exponencial 
● Logarítmica

Geometria Plana
● Semelhança de triângulos  
● Pontos notáveis  
● Áreas de triângulos  
● Lei dos senos e cossenos  
● Área da circunferência  
● Potência de ponta  
● Área do quadrilátero  
● Polígonos regulares 

Trigonometria
● Funções Trigonométricas 
● Identidade trigonométrica 

Progressões 

Keep reading

Certa vez eu li em algum lugar, que amar alguém requer sacrifícios, naquele momento eu não dei muita importância para aquilo. Porém nada ensina melhor que o tempo, e esse tempo me ensinou que realmente quando a gente ama alguém de verdade, estamos dispostos e fazer sacrifícios inimagináveis. Quando eu o conheci, eu pensei que nós nunca sequer seriamos amigos, pois eramos muitos diferentes e eu era a representação de tudo que ele dizia odiar. No entanto com o passar do tempo nós primeiro aprendemos a respeitar um ao outro, depois aprendemos a buscar pontos em comum em nossos diferentes mundos. Quando você se abre e deixa que o mundo de alguém faça parte do seu, você também está oferecendo uma porcentagem do seu mundo a essa  pessoa, então nesse momento você passa a entender de amor. Você entende também que não precisa concordar com tudo que outro faz e que quando não está feliz, você não deve esperar que o outro adivinhe o motivo. Seja franco. O Tempo ensina também que mesmo juntos, você deve respeitar o espaço do outro, invadir sem permissão não é legal e nem saudável para ambos e para o relacionamento. O tempo te ensina a amar e o amor te ensina a deixar de lado um pouco das suas manias e pegar um pouco das manias de quem está ao seu lado, o amor te ensina a enxergar com perfeição o que outrora era motivo de piada, o amor também te ensina que mesmo que você tenha que mudar um pouco para fazer dar certo, quem te escolheu, escolheu principalmente por causa daquilo que você é. O Tempo me ensinou sobre o Amor, e amar você me ensinou que mesmo que nosso tempo juntos tenha sido breve, foi o tempo mais feliz que eu tive.
—  Para Sempre Diego 

Parte ll


[ Leia as notas finais ]


(Três meses antes…)

  Caminho pelos largos corredores de um shopping enquanto um óculos escuros e um capuz fino cobrem-me, quem me visse poderia imaginar que estou me escondendo dos famosos paparazzi’s, mas nem se eu quisesse poderia já que meu “disfarce” não é o dos melhores e convenhamos, andar com sua mãe ao seu lado não é nada bom para quem está se escondendo!

  - Zayn, vamos entrar nessa. - Ela diz apontando para mais uma loja. Respiro fundo e me recordo do real motivo de estar entrando nessas inúmeras lojas e saindo sem nada depois de longas horas dentro delas. É um bom motivo.

  Somos recepcionados por uma moça com o cabelo tingindo em mechas loiras e olhos levemente puxados como os de um asiático. Ela nos guia até um dos balcões logo após de dizermos o que estávamos procurando.

  Eu já estava cansado de olhar as milhares de jóias sempre parecidas umas com as outra e nunca encontrar algo que realmente me agradasse, não poderia ser como todos os outros, deveria ser algo único e delicado, assim como S/n.

  - Zayn, olhe esse. - Minha mãe diz sorrindo de maneira alegre ao que aponta para o catálogo e o que eu vejo realmente me chama a atenção.

  - Vai ser esse! - Digo empolgado.

  - Não temos ele aqui na loja, na verdade em nenhuma de nossas lojas pois essa é uma peça importada e demora um tempo para chegar à Inglaterra e só é vendida por meio de pedidos.- A vendedora me explica mas eu realmente não me importo visto que é uma peça rara, minha namorada sem dúvida merece.

  - Pode ser esse mesmo. - Minha mãe toma a frente me fazendo rir de sua empolgação. - Ela vai amar! - Sorri me abraçando e a agradeço pela enorme ajuda prestada.

  Sim, ela vai amar.

(Atualmente…)

  - E aí Zayn, quer mais uma? - Jason me pergunta colocando a mão sobre meu ombro esquerdo enquanto mostra uma garrafa de vodka.

  - Ah não, a minha tá aqui. -Digo mostrando meu copo que ainda se encontra na metade.

  O rapaz de pele escura e cabelos cacheados ri da minha cara e se senta no sofá ao meu lado e acompanho seus movimentos.

  Sua casa estava bem movimentada e foi quase que um milagre eu achar um lugar onde pudesse me sentar e relaxar um pouco a cabeça sem ser incomodado por alguém.

  - Fala aí, o que você comprou pra S/n? - Uma feição confusa com toda certeza toma meu rosto ao que ele diz tais palavras e a forma com que o olho faz com que seu sorriso comece a se fechar. - Você tá brincando cara. - Ele diz apreensivo.

  - O que?- Pergunto tentando me recordar de algo, não me lembro de ter marca…aaah cacete!

  Jogo minha cabeça para trás e levo minha mão até meu rosto como se aquilo fosse me ajudar em algo.

  - Você se esqueceu cara? - Ele diz tão sério que imagino como S/n reagirá.

  - Sim…quer dizer, não. - Me confundo. - Eu não tinha esquecido, não antes de vir para cá! - Digo com irritação.

  Nós tínhamos marcado 21h00min em ponto e geralmente eu não me atraso para nossas datas comemorativas.

  - Que horas são? - Pergunto na esperança de que ainda fossem nove e dez da noite e que eu chegue lá a tempo de ter uma boa desculpa para minha namorada que vêm falando dessa data a dias.

  - Onze e quarenta e cinco. - Antes mesmo que ele acabe de falar meu coração parece parar e sinto que vou morrer ali mesmo e não pelo fato do coração estar “parado”, mas sim por S/n que deve estar me estrangulando apenas por pensamento.

  - Eu sou um homem morto. - Digo me levantando em um forte impulso e entregando meu copo para Jason.

  - Boa sorte. - Ele diz de forma irônica o que me deixa levemente irritado, mas não posso culpa-lo por tal ato.

  Em movimentos ligeiros tento passar entre as pessoas que cheiravam a álcool e se esfregam uma nas outras. Quando chego na parte de fora da casa sinto um alívio em meu peito, mas o mesmo some assim que me lembro do motivo de estar lá. Enfio minha mão em meu bolso e saco o celular que até então estava no modo silencioso.

  - Ela vai me matar! - Canto baixinho e sigo caminho ao carro enquanto desbloqueio meu celular. - Oh sim, ela vai me matar. - Canto mais alto assim que vejo várias notificações de mensagens em seu nome.

  Entro no carro e abro as mensagens e ao ler-las me sinto o maior idiota de todos, assim como o print que ela havia me enviado da foto que Jason postou no instagram. Cada palavra dela faz parecer que estou sendo torturado por milhares de agulhas se enfiando em minha pele, mas talvez essa dor não se compare ao que ela está sentindo.

  “ Me perdoa…”

  É a única coisa que penso em enviar, mas desisto assim que analiso que não é o suficiente. Na verdade acho que nada que eu faça daqui em diante será o suficiente para um perdão.

  Dou partida no carro e saio acelerando pelas ruas já frias. Minha cabeça está uma bagunça entre pensar no que dizer a ela e em como fugir caso ela tente por um fim em minha vida.

  Ao longo do caminho treino várias e várias maneiras de como dizer a ela que aquilo não foi minha intenção e que eu faria qualquer coisa para ela não me matar de forma lenta e dolorida. Desço do carro mas antes pego no porta luvas a caixinha preta que venho guardando à meses e a guardo em meu bolso.

  Não é como se eu fosse usar isso para que ela me perdoe, mas estava realmente nos meu planos para esta noite.

  Ando pelo caminho de pedras que há em seu quintal até que eu chegue em sua porta. Me questiono se deveria tocar a campainha, mas existe uma grande porcentagem de chances que ela não venha me atender, opto por pegar a chave que ela havia me dado meses atrás e que deixei no chaveiro junto da chave do carro.

  Assim que abro a porta vejo que tudo está escuro e a casa exala um cheiro agradável e diferente. Meus pés seguem caminho até a sala onde está tudo devidamente organizado, tento passar reto pela cozinha mas com o olhar periférico noto que tem alguma coisa de diferente na mesma.

  - Eu sou um filho da puta. -Digo assim que acendo a luz e vejo que a mesa de jantar estava totalmente arrumada e decorada com algumas velas que agora estavam apagadas, mas que provavelmente soltaram o aroma diferenciado pela casa.
  Procuro não tentar me xingar mais assim que vejo os saltos de S/n jogados próximos à mesa.

  Ela deve estar terrívelmente triste.

  Sem mais demora caminho de forma rápida ao quarto dela e o mesmo se encontra com a porta fechada. Levanto meu punho para ao menos desta vez usar os bons modos, bato três vezes e espero alguns segundos que na verdade parecem horas com a ajuda do meu tempo psicólogico.

  - Se você for um bandido saiba que pode ficar à vontade para levar o que quiser. - Sua voz em um tom ácido diz de dentro do quarto me fazendo sorrir por míseros segundos. - Agora, se você for o Zayn sugiro que saia antes que eu cometa algum crime.-  Meu sorriso se fecha e engulo em seco.

——–

GENTE ME PERDOEM PELA DEMORA.

  Bom, a linda aqui demoro pra postar porque meu 3g ( pois é ainda estou dependendo dele, blé ) acabou e minha mãe não quis recarregar -.- então dessa vez a culpa não é minha :) - to usando o Wifi da cabeleireira

  Obviamente terá uma terceira parte hehehehe e espero que vocês gostem #Treta

É isso meus amores, favoritem se gostaram (^3^)

outro dia uma amiga tava reclamando da realidade - não do jeito banal e vitimista que essa frase faz parecer, mas de uma forma genuína
eu não queria ficar catando palavras agora
ela dizia que não é tão fácil encarar a onda da massa, dos padrões, das certezas, do que é vendável, do que é bonito, do que é aceito, do que é normal
porque não é
ainda que uma meia dúzia de porcentagem esteja dizendo que tudo bem ser assim ou assado ou de qualquer jeito
vigora um muro do padrão do normal e do ok e estar fora é estar fora (ainda que você ache razões diárias para amar estar fora, você ainda estará fora e há sempre o risco de num dia ou outro as razões se esquecerem, acontece)
e eu entendi porque eu também sei
dos muros nos quais eu não entrei
todo mundo está fora de algum, sabe, em algum momento
o normal de verdade é um castelo utópico em cima do morro, vazio
as pessoas andam com plaquinhas de normalidade e tinturas cobrindo o que não cabe ali pra ninguém ver
mas o que eu queria ter dito não é que isso não importa - porque na prática importa sim, é difícil sim estar sempre fora dos muros e eu não poderia desmentir sem ser cega
o que eu queria ter dito é que eu não sou cega e daqui de fora do muro eu vejo essa galera foda da porra, linda demais, por dentro e do avesso, inteiramente incrível e sensacional de tantos e tantos jeitos que os muros descartam
e dá pena saber que de lá de dentro, a maioria das pessoas nunca vai ser capaz de ver toda essa beleza
então era isso, yas, vai ser difícil por todas as pessoas que não conseguirem ver (era isso que eu queria ter dito) mas isso não quer dizer que você não seja linda

One Shot Zayn Malik

  • Pedido - Queria um com o Zayn, em que ele é muito preocupado com a segurança dela, por conta de assaltos e sequestros, em um dia, a S/n sai de casa, mas não não avisa ele, e está bem bateria no celular, ele chega em casa e não vê ela, eles brigam quando ela chega e ele sai de casa, mas quando ele chega ela está amarrada na cama, toda machucada com vários cortes em todo o corpo, e um homem com a arma na cabeça dela, ele chama os seguranças e depois fica cuidando dela, queria esse final bem fofo e detalhado


Zayn estava a ponto de socar qualquer pessoa que aparecesse em sua frente ou enfiar seu punho na parede por conta da raiva misturada ao medo que ele estava sentindo. Raiva por ter telefonado para a polícia e ter receber a informação que eles só operavam em casos de desaparecimento depois de 24h e medo por (seu nome) ter saído e não ter voltado ainda em meio aos perigos da cidade. Já era noite e isso deixava Zayn ainda mais temeroso.

O que o atordoava mais é perceber que nenhum dos cinco seguranças que ele contratou é realmente competente, ele disse para que pelo menos um deles fosse com (seu nome) toda vez que ela pisasse do lado de fora da casa, mas por conta de uma contra ordem eles o desobedeceram. Não é (seu nome) que paga o salário deles afinal de contas.  

Mas uma vez Zayn estava a discar os números do celular de (seu nome) para tentar contato e mais uma vez ele escutava a voz irritante da mulher o dizendo que o telefone está desligado ou sem área, mais um xingamento saiu dos lábios dele e a única diferença é que dessa vez o barulho da porta chamou sua atenção. Caminhando até sala pronto para gritar com qualquer um dos homens altos que chegasse sem notícias de (seu nome), ele pôde ver a própria fechando a porta como se nada estivesse acontecendo.

— MAS QUE PORRA VOCÊ FEZ COM O SEU CELULAR? — (seu nome) se sobressaltou pelo susto tomado ao que a voz de Malik explodiu na sala — VOCÊ FAZ IDEIA DO TEMPO QUE EU ESTOU TE ESPERANDO COM O CU NA MÃO SEM SABER O QUE ACONTECEU?— nessa altura Zayn nem menos media as palavras que deixavam sua boca.

— Ei, calma! — (seu nome) ainda estava um pouco assustada quando deixou sua bolsa no chão mesmo e se aproximou devagar — O que aconteceu, Zee? — ela perguntou confusa e Zayn apenas riu com sarcasmo.

— O QUE ACONTECEU? O QUE ACONTECEU? — ele movimentou a mão de forma nervosa e (seu nome) parou de andar até ele — ONDE VOCÊ ESTAVA QUE NÃO PODIA PEGAR A MERDA DO CELULAR E MANDAR UMA MENSAGEM? EU LIGUEI PARA A POLÍCIA! PA-RA POLÍCIA, MAS AQUELES MERDAS NÃO FORAM TE PROCURAR E COM RAZÃO, NÃO É?! QUANTAS TONTAS COMO VOCÊ SAEM SEM DIZER NADA PARA AS PESSOAS E NÃO SE IMPORTAM EM TELEFONAR?!

— Não fala assim comigo, Zayn! — (seu nome) o repreendeu, mas sem levantar o tom de voz — Eu fiquei estudando até tarde na biblioteca da faculdade e meu celular está sem bateria, por isso não liguei. — quando Zayn abriu a boca para responder, ela o interrompeu — Pare de gritar e vamos conversar civilizadamente.

Malik respirou fundo tentando se acalmar e passou a mão sobre o rosto sentindo sua cabeça latejar de dor, não fazia sentido ele continuar gritando só pioraria sua dor de cabeça, então ele aceitou a sugestão de (seu nome), mas isso não quer dizer que sua raiva se esvaiu.

— Você não tem o direito de dar ordem nos meus seguranças. Eu contratei eles por um motivo e você não pode apenas deixá-los à toa por aí quando eles deveriam estar te mantendo segura. — Zayn disse alguns tons mais baixos que anteriormente enquanto apertava as mãos em punho.

— Eu só não vejo necessidade quando a celebridade aqui é você, eu sou apenas uma pessoa normal, Zayn.

— MAS- — mais uma vez ele respirou fundo — Mas isso não te dar o direito de me contradizer. Eu só estou querendo te manter segura, me deixa preocupado você andando por aí sozinha a mercê de um assalto ou sequestro. Não são só pessoas famosas que correm esse risco.

— Eu ainda não vejo o porquê de ter uma pessoa como minha sombra durante todo o meu dia, isso me deixa desconfortável e me parece uma grande besteira. — (seu nome) disse sincera.

— QUE PORRA DE TEIMOSIA! — uma veia saltou do pescoço de Zayn ficando em destaque enquanto ele lançava a mesinha de centro da sala na parede — SE VOCÊ NÃO SE IMPORTA COM OS MEUS CUIDADOS, FODA-SE!

Contornando-o sofá para evitar (seu nome) que ocupava o caminho a sua frente, Zayn caminhou em direção a porta de entrada como uma bala de tão rápido. Ele estava irritado e cansado demais por conta da teimosia da namorada que até não queria mais permanecer ali, não era assim tão impossível de entender que ele não estava fazendo nada daquilo para esbanjar dinheiro ou por futileza, ele só estava prezando pelo bem estar da pessoa que ama quando os jornais estão noticiando um aumento muito grande na porcentagem de roubos e sequestro em todo o país.

— Aonde você vai? — (seu nome) perguntou mesmo que estivesse bastante assustada com a reação de Zayn e o seguiu quando ele deixou a casa — Zayn, por favor, não sai assim. — ela também saiu de casa a ponto de ver Zayn entrar no carro que estava parado próximo a entrada — Zayn, não sai assim, você está muito nervoso para dirigir. — a preocupação tomava conta de (seu nome), mas Zayn pareceu não se importar quando ligou o carro e a deixou sem ao menos respondê-la ou olhar para trás pelo retrovisor.

Com uma vontade de chorar crescendo dentro dela, (seu nome) caminhou para dentro de casa quando viu o carro de Zayn sumir depois de passar pelo portão. Ela entende a preocupação dele, está se sentindo do mesmo jeito agora, mas com a diferença de que ele sim está em perigo dirigindo no estado que saiu de casa.

[…]

Zayn voltou para casa uma ou duas horas depois de ter saído, ele não estava completamente calmo, mas estava disposto a conversar sem gritos. Deixando a chave do carro sobre a estante, ele caminhou suavemente pela casa sem fazer barulho - para não acordar (seu nome) caso ela estivesse dormindo - e adentrou o corredor ouvindo ruídos vindos do quarto, ele continuou a caminhar e parou estático na porta com o que escutou.

— Moço, por favor… — a voz de (seu nome) quase não saiu por conta de seu desespero e o choro que mesmo que tentasse ela não conseguia cessar.

— Cala a porra da boca e me fala aonde que fica o cofre! — a voz de um homem se fez presente.

— Eu já disse que temos um cofre… — (seu nome) disse a frase rápido com desespero e um barulho alto de tapa ecoou pelo quarto.

— Você me acha burro? Você com essa casa gigante quer que eu acredite que não tem um cofre aqui? — a voz do homem saiu mais raivosa do que antes — Eu não sou assassino, mas eu vou te matar se você não abrir o jogo!

— Moço- — a voz de (seu nome) parou meio da frase e o coração de Zayn quase pulou por sua boca. Guiado pelo medo, ele correu para dentro do quarto abrindo a porta abruptamente.

— SAI DE CIMA DELA! — sem pensar duas vezes ele correu para cima do homem de capuz preto que estava sobre (seu nome) apertando seu pescoço e o jogou no chão caindo sobre ele. O homem o jogou para o lado e correu em direção a sacada descendo rapidamente pela grade que ia até o chão envolvida por uma planta trepadeira e Zayn correu até lá vendo descer.

— SEGURANÇAS! SEGURANÇAS! TEM UM HOMEM NA CASA! NÃO DEIXEM ELE SAIR! — vendo que dois dos homens altos e vestidos formalmente com terno correram na direção que ele gritou, Zayn voltou até a cama vendo o estado de (seu nome) que estava amarrada.

— Oh Deus…

O rosto de Zayn contorceu enquanto ele tentava segurar o choro e rapidamente ele começou a desamarrar os pulsos de (seu nome) tentando não machucá-la ainda mais. Seu rosto estava cheio de sangue por conta de alguns cortes superficiais em suas bochechas, seus braços também tinham alguns cortes e seu lábio inferior estava cortado. Engolindo em seco, Zayn terminou de soltar a namorada e a abraçou fortemente deixando que as lágrimas tomassem conta de seu rosto, seu maior medo havia se concretizado.

— Vai ficar tudo bem, amor… — ele sussurrou em meio ao choro — Me desculpe por ter te deixado sozinha… Me desculpe. — a culpa o consumia mesmo ele não sendo o real culpado.

— Foi horrível, Zayn… — (seu nome) sussurrou em meio a soluços enquanto suas mãos apertavam a camisa de Zayn como se ele fosse sumir novamente — Eu fiquei com tanto medo. — os cortes em seu rosto ardiam ainda mais com no contato de suas lágrimas que desciam sem limite por suas bochechas.

— Como esse verme entrou aqui? Eu vou mandar todos esses incompetentes embora agora mesmo. — Zayn fez menção de se levantar, mas (seu nome) o puxou pela camisa.

— Não! Fica aqui comigo, por favor. — a voz estava repleta de desespero e Zayn apenas voltou a deixou seu peso cair sobre a cama novamente.

— Temos que limpar você… Eu vou te dar banho e chamar um médico. — ele acariciou o cabelo da mulher que tinha a cabeça encostada em seu peito, olhando para o lado ele pôde ver uma faca suja de sangue sobre o criado mudo e apertou o maxilar sentindo ódio pelo ser desumano que machucou sua mulher.

— Senhor, o homem já está imobilizado no jardim. — um dos seguranças disse da porta e (seu nome) se apertou ainda mais ao namorado. Resistindo a vontade de gritar com o homem pela incompetência dele e dos colegas de trabalho, Zayn o respondeu.

— Chame a polícia e o entregue antes que eu vá até lá e o mate com minhas próprias mãos. — sua voz era baixa, mas estava carregada de ódio e ele estava mesmo tentado a ir até o jardim e enfiar faca na garganta do desgraçado.

— Sim, senhor!

O segurança saiu e Zayn continuou no quarto acariciando o cabelo de (seu nome) por mais alguns minutos até que percebeu ela mais calma, então ele se levantou a ajudando logo em seguida e a levou até o banheiro onde com toda delicadeza existente no mundo a ajudou tomar banho e se vestir. O médico não demorou chegar após Malik o chamar, depois que todos os machucados estavam medicados, Zayn e (seu nome) foram até o quarto de hóspedes onde passaram a noite agarradinhos debaixo do Edredom. Arrisco dizer que eles nunca mais ficarão sem a presença um do outro.




Eu espero que tenham gostado, eu mudei um pouquinho e espero que a pessoa que pediu não se importe. ^.^

- Tay

Tantas pessoas lutando por suas vidas, e eu aqui querendo tirar a minha. Mais um fardo de culpa para carregar e uma porcentagem de ódio próprio que não sei se consigo lidar.

Antes de amar qualquer pessoa, ame a vc mesmo (Vale a pena ler)

Eu tenho certeza que não existe uma linguagem, que possa fazer vc esquecer uma pessoa, eu acho que a única coisa que pode fazer isso é o tempo, caramba as vezes nem o próprio tempo é capaz disso, o tempo passou e eu não posso dizer ”eu esqueci tal pessoa” por enquanto eu só posso dizer…bom…eu lembro sem dor…mas eu acho que isso já é o suficiente. o que eu posso te dizer é que não perca tempo, não perca nem um dia se quer se for pra passar o dia chorando, sei lá, pelo menos arrume alguém que possa chorar do seu lado, não adianta ser orgulhoso fingir que nada está acontecendo, você precisa de amigos pq não tem nada melhor que vc escutar ”to aqui” pro que vc precisar. procura sua religião ou o que te faça se sentir melhor, mas não fique parado esperando essa dor passar, não fique parado esperando ele ou ela voltar. eu quero que a partir de hoje vc siga em frente,ta me entendendo? Uma hora vc vai encontar alguém que te ama de verdade e que te faça feliz! olha o amor que vc sente por essa pessoa vc seria capaz de fazer qualquer coisa por ela, olha bem esse amor…e agora…por favor sinta ele por vc! Seja capaz de fazer qualquer coisa por vc mesma, inclusive ser feliz! O segredo ta em confundir o seu cerébro, tente gostar de uma outra pessoa somente pra que seu cerébro mesmo que por alguns segundos não saiba quem ele quer, quando vc esta gostando de duas pessoas ao mesmo tempo, isso quer dizer que vc não esta amando nenhuma delas, por isso acredite…isso é um grande começo. substitur um sentimento é muito mais facíl e rápido do que simplismente destrui-lo, portanto não se iluda com palavras bonitas mesmo ela sendo feitas olhando em seu olho tem uma grande porcentagem de chance de ter sido da boca pra fora, não que fosse mentira o que ela te disse mais sim algo que ela queria sentir mais não sente, algo que ela pensou que fosse mais não é. Eu já ouvi coisas como ” Eu nunca vou te esquecer” ou ”Eu vou te esperar a minha vida toda”, essas palavras entravam na minha cabeça e não conseguiam sair, mais se vcs me perguntarem onde estão as donas dessas palavras…bom…eu nem saberia responder. Existe uma frase que diz que ninguém sofre por amor, a gente sofre pela falta dele e se essa falta não esta em vc…então…pow…dê graças a Deus e siga em frente, vc fez tudo que podia mais chega uma hora que vc precisa se valorizar pensar um pouco em vc é clichê mais antes de amar qualquer pessoa, ame a vc mesmo, pessoas saem e entram na nossa vida toda hora enquanto vc e a sua conciencia vão viver juntos ate o fim, as vezes vc esquece uma pessoa quando abre os seus olhos, quando vc enxerga que ela também fez coisas ruins com vc, que ela te ofendeu, gritou com vc, disse coisas pra te magoar de proposito, chega não da pra mudar quem não quer ser mudado, isso ele ou ela vai aprender sozinho e te perder é uma das coisas que vai fazer isso acontecer, queria saber amar e como a palavra amor merecia ser usada, pq que o verdadeiro amor não devemos torna-lo possecivo, gostaria de ser menos desconfiado e não morrer e ciumes, gostaria de nem por um segundo sentir raiva, ai então eu estaria amando. O amor devia existir pra duas pessoas se tornarem melhores juntas, amor deveria se resumir em uma grande adimiração, eu gostaria que o sorriso dela fosse capaz de me deixar completamente feliz, mesmo que esse sorriso todos os dias fossem pra outra pessoa, gostaria de aprender a ser feliz somente pelo que aconteceu sem ficar triste pelo que acabou, mas quer saber no que eu me transformei? Em um cara muito mais forte do que vc pensa, diferente dos outros homens que se dizem homens mas não são capazes de aceitar um sentimento tão bonito quanto o amor. não sou mais de dar um tempo, ou de vai e volta, muito menos de aceitar ser um brinquedo, aprendi a valorizar as pessoas enquanto é tempo, mais também não acreditar tão facilmente nelas, não procuro mas perfeição, apenas com certeza um pouco de maturidade, se me deixar sofrendo na intenção de que eu sinta a sua falta, talvez vc acaba sentindo a minha falta, e esse…esse sou eu, esse sou quem estou me tornando…quem por favor Deus…eu preciso ser.

Bom gente, esse texto na verdade era um áudio de um vídeo que eu vi no facebook, não sei quem é o garoto autor, mas eu amei muito o que eu ouvi e resolvi passar pro caderno e postar aqui no tumblr.   - Mia 

Faremos parte ta porcentagem de poetas e poesias de nossa geração? Coragem. Esses versos podem se cravar na linha do tempo ou apenas em algum coração.
—  Somos uma projeção. 
E se isso responde a sua pergunta, não! Eu não tenho medo de me apaixonar.. Muito pelo contrário, faço parte daquela porcentagem clichê que espera encontrar o amor da sua vida.. O problema é quando tudo deixa de ser imaginação e se torna real, é assustador, acaba se tornando uma bola de neve, carregada de expectativas , vontades e desejos..
—  Laura H