pertenceu

Você é o meu porto seguro, é aquele que eu tenho plena certeza de que vou passar o resto da minha vida. Você é um anjo que papai do céu enviou a Terra com o dom de cuidar de mim e fazer com que eu me sinta a pessoa mais realizada desse mundo. Você é tudo na minha vida. O meu coração pertenceu a você desde a primeira troca de olhares e irá continuar pertencendo até a última batida que der.
—  Romanceais
Hein. Não é bom saber que você
tem um amigo que te ama mais que um amigo? Olha, eu sei que você andou cruzando esquinas a fim de uma pessoa que não era eu, só que não ligo. Essa coisa de orgulho e dignidade nunca foram comigo mesmo. E ainda que eles tenham levado pra longe tudo que você parecia ter de bom, eu não me importo de ficar com o amargo- azedo que restou. É mais do que tudo que já me pertenceu em quatro encarnações.
—  Gabito Nunes.
A maldade do tempo fez eu me afastar de você. E quando chega a noite, eu não consigo dormir. Meu coração acelera e eu sozinha aqui. Eu mudo o lado da cama, eu ligo a televisão. Olho nos olhos no espelho e o telefone na mão. Pro tanto que eu te queria, o perto nunca bastava e essa proximidade não dava. Me perdi no que era real e no que eu inventei. Rescrevi as memórias, deixei o cabelo crescer e te dedico uma linda história, confessa: nem a maldade do tempo consegue me afastar de você. Te contei tantos segredos que já não eram só meus, rimas de um velho diário que nunca me pertenceu. Entre palavras não ditas, tantas palavras de amor. Essa paixão é antiga e o tempo nunca passou.
—  Tiê
E aconteceu. O que todos me avisaram, aconteceu. Eu me magoei. No fundo eu sabia que acabaria assim, eu aqui e você ai. Cada um para o seu lado, sem ninguém olhar pra trás. Sem ninguém se importar. Mas aqui dentro ainda tem um coração que grita, chamando você. Parece que não entendeu ainda que você nunca ira vim. Nunca ira voltar pros meus braços, o lugar que sempre pertenceu, mas ao mesmo tempo nunca fez parte. Você foi embora, mas levou uma grande parte de mim, uma parte que levara um certo tempo para ser reconstruída. Uma parte que sempre ira pertencer a você. Estávamos olhando em direção diferente, eu queria uma vida enquanto você apenas queria uma diversão, uma noite. Pra mim era mais que gemidos, era uma declaração de amor.. Menos para voce, que não foi esperto o suficiente para me decifrar. Mas agora acabou, eu estou seguindo em frente. Solta meu braço, eu acho que não mereço ter aguentado tanto, pra acabar assim não é? Não foi justo. Eu abri mão de mim, pra poder ter você como minha prioridade. E você preferiu ir… E me deixou na escuridão novamente, me deu tudo e depois tirou. Não sinto meus pés no chão. Eu queria ser apenas sua, mas você preferiu ser de varias. Eu tinha ( tenho ) amor o suficiente para preencher o seu vazio. Por que não foi esperto o bastante? Não acha que eu sou o suficiente? Pois eu sou. Eu fui forte quando te via com ela. Eu fui forte pra te deixar ir. Nessa historia toda eu me destruia, mas no outro dia eu renascia, como uma fênix. Mas eu não posso mais fazer isso, não da pra viver sempre assim. Você sempre vai me afetar, tenho a sensação que sempre irei ter amor por você, mas eu não posso ficar, não posso aguentar, não mais. Foram noites maravilhosas, foram risadas incríveis, foram momentos que nunca vou esquecer, nem como nossas mãos se encaixavam perfeitamente juntas. Eu não queria que terminasse assim, na minha cabeça era um final completamente diferente, eu tinha esperança. Eu tinha esperança que você ficasse comigo, que me quisesse também. Mas essa esperança foi apenas a vida me dizendo que não foi dessa vez. E eu que pedi tanto, rezei tanto.. Nunca havia pedido tanto que desse certo como pedi que desse com você. Mas aqui estou eu, chorando e seguindo em frente, sem sua mão sobre a minha a aquecendo. Com a consciência que fiz de tudo e suportei tudo para que você visse que era eu, a mulher da sua vida.
—  Aquele Outono de 07 de Junho.
Andando pela rua, vi os meus pedaços no chão. Um vento forte veio, e levou tudo o que nunca me pertenceu. Respirei fundo, e voltei para casa, não conseguia sentir mais os meus pés, a minha respiração já estava cansada. Chorei no meu quarto, me lembrei de você.
—  Para sempre Katharine.
Existe um “eu” no meu interior que me faz gritar em meio ao silencioso caos do momento. O mesmo “eu” que faz de mim desbravadora! O mesmo, único e singular “eu” que me faz ser inconstante, insegura, carente. O “eu” totalitário; o que reclama, se inflama, clama, porém ama! O “eu” que eu deva ter criado, que sempre esteve guardado, mas que não se desleixa e nem deixa de ser meu. O “eu” que ontem me serviu, hoje me feriu e amanhã pode me fazer vil ou viril. O “eu” dos traços, das rimas, das poesias. O eu-lírico melancólico, categórico, eufórico e teórico. O “eu” o qual um dia me pertenceu, mas que deixou de ser eu e passou a ser você.
—  Sarah Gomes
Que permaneça somente pessoas e coisas maravilhosas na minha vida, que vá tudo que nunca me pertenceu, tudo que atrasa, tudo que tira meu sorriso, que cada dia seja uma nova descoberta, de quanto é maravilhoso esse mundo, que ame e seja amada, que tenha um futuro maravilhoso, e que sorria, acima de tudo sorria.
—  Since 1997.
Mas moça será que você não entende, que quanto mas você corre atras, mas ele te menospreza. Se desapegar não faz mal a ninguém, deixa ele solto e vai viver tua vida. Há uma frases que diz o seguinte “Se você ama alguém, deixe-o livre pra voar. Se voltar, é seu. Se não voltar é porque nunca te pertenceu”
—  Amanda Soares
Entenda uma coisa:
Não existe mulher que “dá” no primeiro encontro
Existe mulher que faz sexo quando está com vontade.
Ela não te “deu”
Ela nunca te pertenceu
Então não venha com essa de “ela deu pra mim”
Porque na verdade, ela não foi sua.
Ela não conta primeiro, segundo ou terceiro encontro
Ela valoriza os momentos
Ela valoriza as conversas
Os sorrisos
Os olhares
Ela valoriza aquilo que desperta vontade
Aquilo que desperta tesão em viver.
Se ela fez SEXO com você
É porque ela quis.
Não pense que ela faz sexo com todos
Ou pense se quiser
Até porque isso não é da sua conta.
Você não “comeu” ela
Ela ainda está inteira
Ainda ri de coisas bobas na TV
Ainda lê um livro antes de dormir
Ainda sai com suas amigas no sábado a noite
E almoça na casa dos pais no domingo.
Você não “comeu” ela
Porque gente não se come
Se sente.
Ela não saiu por aí gritando para todos
O quanto a transa de vocês foi ruim
Ou o quanto você foi grosso com ela
Ela não precisa dividir isso com ninguém
Então porque você precisa?
Pra se sentir mais “macho” ?
Pra se sentir mais “homem”?
Não cara
Ela não é metade do que você pensa
Ela é tão extraordinária
Que nem cabe dentro dos seus pensamentos.
Ela não te ligou
E ela não estava esperando você ligar
Ela não precisa da sua aprovação
Ela não precisa saber se foi bom pra você
Porque se tiver sido bom para ela
Ela vai fazer acontecer de novo.
Não, ela não estava bêbada
Nem drogada
Ela fez porque quis
Porque tava afim.
Quando ela se arrumou naquela noite
Ela já sabia que seria pra enlouquecer
Ou enlouquecer alguém
E pode ter certeza que você não a enlouqueceu.
Você não ganhou ela na sua conversa fiada
Ela foi porque tava afim
Porque ela te escolheu.
Não saia por aí dizendo que você a ganhou
E que você ganha a hora que quiser.
Ela não te viu como um pedaço de carne
Ela não enxerga ninguém assim
Ela gosta de conexões
Nem que seja só por uma noite
Ela gosta de se sentir ligada a alma de alguém
De sentir o calor
De olhar nos olhos
De sentir prazer físico e emocional
E se ela tiver te achado vazio demais
Não vai rolar de novo.
Você pode rezar
Implorar
Mandar flores
Ela é decidida
Tem personalidade forte.
E no dia em que ela se casar
Vai ser com um cara de muita sorte
Porque de todas as conexões
Aquela terá sido a mais forte
Ele terá sido a alma que ela escolheu
E os dois serão eternamente enlouquecidos
Um pelo outro.
E você?
Ah cara,
Você vai continuar perdendo tempo
Falando por aí das mulheres que você acha que comeu
Vai continuar perdendo tempo achando que ganhou alguém
Você vai acabar sozinho
Porque nunca soube se conectar
Nunca soube sentir a alma de alguém.
—  Helena Ferreira.