pertenceu

Só pra te ver

Tem dias que a saudade massacra, e hoje foi um destes, de relembrar nossas risadas, dores e alegrias. Devia ter aproveitado mais, pois meu coração anda em estilhaços​.
Hoje ao subir no ônibus, senti cheiro de saudades, vi teu corpo espalhado dentre o ônibus, vi teus braços, tua boca no corpo de outro homem, tirando aquele sotaque que parecia a coisa mais encantadora do  mundo, e ele até se parecia com você fazendo aquelas brincadeiras idiotas que você fazia e ao mesmo tempo tentando  mostrar para o mundo quem tu é pra não  passar desapercebido.
Mas vc, ah você nunca subiria em um ônibus e teus pés nunca dobrariam aquela rua que eu tanto olho.
Eu confesso, fiquei incomodada e aflita, eu não queria descer naquele último ponto, sem ao menos receber um abraço daquele homem, pra ao menos amenizar está dor, está falta que você tem me feito nesses últimos anos, mas isso é impossível, então eu volto você  para o lugar que sempre pertenceu, o meu coração.

autoria
- Eu tinha que amar você o suficiente para deixá-la partir. Foi a coisa mais difícil que já precisei fazer, e não pretendo passar por isso de novo nunca mais. Mesmo assim, meu coração sempre pertenceu a você. Tenho certeza de que você continuou sentindo isso.
—  Ren, A Viagem do Tigre
É doloroso quando te cobram o que nunca deixou faltar, quando te julgam, quando duvidam dos seus sentimentos, palavras e juramentos. E mesmo sabendo que é uma espécie de armadura diante das circunstâncias na qual vivemos, é ruim ser igualado á amores que não somaram no passado.
—  Então vá, nunca me pertenceu
No fim você acertou, e fez se concretizar tudo o que falou. Não por maldade, eu sei, e sim porque era o óbvio. O tempo não volta, a confiança não recupera, a intimidade não continua, porém, meu amor por você permanece é só cresce.
—  Então vá, nunca me pertenceu
Eu sonho em um dia, alguém se ajoelhar com um buquê de rosas em mãos e se declarar para mim no meio de um lugar público. Seria muito pedir e desejar uma loucura de amor assim? Talvez para mim, sim. Afinal, ninguém nunca foi capaz de fazer algo do tipo por mim. Ninguém nunca me fez uma declaração, ou bancou o louco demonstrando seu amor por mim. Esse papel sempre foi o meu. Sempre sou eu quem faço esse tipo de coisa. Por que agora seria diferente? Sempre me iludiam dizendo que iriam fazer tal coisa, e nunca fizeram. Quanto a mim, bom, sempre aguardava ansiosa por isso. Na verdade, o papel de louca apaixonada sempre pertenceu a mim. Sempre sou eu quem faço as tais loucuras de amor por alguém. Sempre fui eu a responsável por dar carinho, demonstrar afeto, quando na verdade a pessoa que mais precisava ganhar carinho e afeto, era euzinha aqui. Só queria que pelo menos uma vez na vida, alguém cumprisse com sua promessa. Já estou tão acostumada com faladores, que hoje é impossível acreditar em uma palavra sequer de alguém.
—  Sempre

E hoje bateu uma saudade de você, do seu abraço, do seu beijo, dos momentos que passei com você, mas lembrei que você não me pertence mais, aliás, nunca me pertenceu. E eu achando que ia durar para sempre, que você não ia me deixar, que esse amor não ia acabar, mas enfim, acabou. Nem era amor, se fosse amor, não teria acabado. Foi bom ficar com você, aprendi várias coisas, aprendi a gostar de alguém, aprendi que errando é que se acerta. Era bom sentir seu toque, seu cheiro, ver seu sorriso, seu olhar me desejando, seu jeito meigo de dizer sim e dizer não, tudo em você é bom. Só queria que não acabasse tudo assim, mas do que adianta eu gostar e você não ? do que adianta eu tentar e você não querer ? do que adianta dar amor para quem não quer ser amado? Não adianta nada mesmo, mas tentei, fui atrás, corri, me entreguei, sofri, chorei, sorri, me emocionei, foi bom enquanto durou. Só quero que saiba que torço pela sua felicidade, não sou desses que fala: quero ver você feliz não importa com quem seja. A verdade é que eu quero fazer feliz, mas se não da para ser comigo né, fazer o que, acho melhor eu me afastar, não quero saber com quem você vai ser feliz, e se eu souber vou sofrer, vou chorar, mas nunca vou te desejar mal algum. Você só me fez bem e eu procurei te dar tudo o que tinha, meu amor, meu carinho, meus cuidados, nada foi em vão, mas o que adiantou se não estamos mais juntos. Mas chega de tentar, de ficar reclamando que ninguém me ama, de ficar tentando acertar onde não tem mais jeito, chega de chorar pelos cantos, chega de fingir que está tudo bem e no fim tudo está me matando por dentro. Cansei, mas não vou desistir da minha vida por ninguém, tenho que aceitar a perda, tenho que levantar desse tombo que cai e correr atrás da minha felicidade. Obrigado pelos momentos que me proporcionou e por toda essa felicidade temporária, obrigado por ser sincera comigo e me dar amor e carinho enquanto pode, obrigado por me machucar agora e fazer eu enxergar que mais tarde podia ser pior. Obrigado por existir na minha vida e por deixar de existir antes que eu descobrisse que mais para frente eu ia me magoar mais. Indo embora te deixo meu Adeus, caminhando sem direção em busca da felicidade.

Entenda uma coisa:
Não existe mulher que “dá” no primeiro encontro
Existe mulher que faz sexo quando está com vontade.
Ela não te “deu”
Ela nunca te pertenceu
Então não venha com essa de “ela deu pra mim”
Porque na verdade, ela não foi sua.
Ela não conta primeiro, segundo ou terceiro encontro
Ela valoriza os momentos
Ela valoriza as conversas
Os sorrisos
Os olhares
Ela valoriza aquilo que desperta vontade
Aquilo que desperta tesão em viver.
Se ela fez SEXO com você
É porque ela quis.
Não pense que ela faz sexo com todos
Ou pense se quiser
Até porque isso não é da sua conta.
Você não “comeu” ela
Ela ainda está inteira
Ainda ri de coisas bobas na TV
Ainda lê um livro antes de dormir
Ainda sai com suas amigas no sábado a noite
E almoça na casa dos pais no domingo.
Você não “comeu” ela
Porque gente não se come
Se sente.
Ela não saiu por aí gritando para todos
O quanto a transa de vocês foi ruim
Ou o quanto você foi grosso com ela
Ela não precisa dividir isso com ninguém
Então porque você precisa?
Pra se sentir mais “macho” ?
Pra se sentir mais “homem”?
Não cara
Ela não é metade do que você pensa
Ela é tão extraordinária
Que nem cabe dentro dos seus pensamentos.
Ela não te ligou
E ela não estava esperando você ligar
Ela não precisa da sua aprovação
Ela não precisa saber se foi bom pra você
Porque se tiver sido bom para ela
Ela vai fazer acontecer de novo.
Não, ela não estava bêbada
Nem drogada
Ela fez porque quis
Porque tava afim.
Quando ela se arrumou naquela noite
Ela já sabia que seria pra enlouquecer
Ou enlouquecer alguém
E pode ter certeza que você não a enlouqueceu.
Você não ganhou ela na sua conversa fiada
Ela foi porque tava afim
Porque ela te escolheu.
Não saia por aí dizendo que você a ganhou
E que você ganha a hora que quiser.
Ela não te viu como um pedaço de carne
Ela não enxerga ninguém assim
Ela gosta de conexões
Nem que seja só por uma noite
Ela gosta de se sentir ligada a alma de alguém
De sentir o calor
De olhar nos olhos
De sentir prazer físico e emocional
E se ela tiver te achado vazio demais
Não vai rolar de novo.
Você pode rezar
Implorar
Mandar flores
Ela é decidida
Tem personalidade forte.
E no dia em que ela se casar
Vai ser com um cara de muita sorte
Porque de todas as conexões
Aquela terá sido a mais forte
Ele terá sido a alma que ela escolheu
E os dois serão eternamente enlouquecidos
Um pelo outro.
E você?
Ah cara,
Você vai continuar perdendo tempo
Falando por aí das mulheres que você acha que comeu
Vai continuar perdendo tempo achando que ganhou alguém
Você vai acabar sozinho.
—  Valmir Reis
E aconteceu. O que todos me avisaram, aconteceu. Eu me magoei. No fundo eu sabia que acabaria assim, eu aqui e você ai. Cada um para o seu lado, sem ninguém olhar pra trás. Sem ninguém se importar. Mas aqui dentro ainda tem um coração que grita, chamando você. Parece que não entendeu ainda que você nunca ira vim. Nunca ira voltar pros meus braços, o lugar que sempre pertenceu, mas ao mesmo tempo nunca fez parte. Você foi embora, mas levou uma grande parte de mim, uma parte que levara um certo tempo para ser reconstruída. Uma parte que sempre ira pertencer a você. Estávamos olhando em direção diferente, eu queria uma vida enquanto você apenas queria uma diversão, uma noite. Pra mim era mais que gemidos, era uma declaração de amor.. Menos para voce, que não foi esperto o suficiente para me decifrar. Mas agora acabou, eu estou seguindo em frente. Solta meu braço, eu acho que não mereço ter aguentado tanto, pra acabar assim não é? Não foi justo. Eu abri mão de mim, pra poder ter você como minha prioridade. E você preferiu ir… E me deixou na escuridão novamente, me deu tudo e depois tirou. Não sinto meus pés no chão. Eu queria ser apenas sua, mas você preferiu ser de varias. Eu tinha ( tenho ) amor o suficiente para preencher o seu vazio. Por que não foi esperto o bastante? Não acha que eu sou o suficiente? Pois eu sou. Eu fui forte quando te via com ela. Eu fui forte pra te deixar ir. Nessa historia toda eu me destruia, mas no outro dia eu renascia, como uma fênix. Mas eu não posso mais fazer isso, não da pra viver sempre assim. Você sempre vai me afetar, tenho a sensação que sempre irei ter amor por você, mas eu não posso ficar, não posso aguentar, não mais. Foram noites maravilhosas, foram risadas incríveis, foram momentos que nunca vou esquecer, nem como nossas mãos se encaixavam perfeitamente juntas. Eu não queria que terminasse assim, na minha cabeça era um final completamente diferente, eu tinha esperança. Eu tinha esperança que você ficasse comigo, que me quisesse também. Mas essa esperança foi apenas a vida me dizendo que não foi dessa vez. E eu que pedi tanto, rezei tanto.. Nunca havia pedido tanto que desse certo como pedi que desse com você. Mas aqui estou eu, chorando e seguindo em frente, sem sua mão sobre a minha a aquecendo. Com a consciência que fiz de tudo e suportei tudo para que você visse que era eu, a mulher da sua vida.
—  Aquele Outono de 07 de Junho.
Mais uma noite em claro,meus olhos estão exaustos mas mesmo assim eu me recuso a fechá-los,eu tenho sorrido bastante durante esses dias,me esqueci completamente de toda aquela sensação ruim que eu estava sentindo,eu realmente pensei que isso tivesse passado mas parece que não. Hoje,nesta madrugada essa velha sensação voltou a se instalar em mim,com ela vem todos aqueles pensamentos e sentimentos que me consomem,me transbordam.
As palavras me abandonaram,hoje em dia nem elas conseguem me consolar e é agora que eu me sinto realmente sozinha,é agora que eu vejo que não tem mais nada,tem apenas eu e todas essas coisas ruins. Agora percebo que sempre foi assim,tudo sempre foi solitário até mesmo quando eu pensava que tinha as palavras,na verdade elas nunca me pertenceram,nada nunca me pertenceu,nem ao menos eu mesma.
—  Luiza Furlan.

Espera, aquele ali é Devi Shankar? Soube que ele pertenceu a Dubai School for Gifted Magic Folk , mas está em WADA porque já tem vinte e três e escolheu cursar Desenho. Ninguém liga muito para o fato dele ser sangue puro, o que realmente intriga é que ele se parece muito com Blake Steven, deve fazer poção polissuco, mesmo que nas horas vagas participe de Estudo das Artes trouxas, Escrita e Literatura e História da Arte.

— Mais informações:

  • Devi é o único filho homem de Mohajit e Priya, e foi adotado quando ainda quando bebê. Seu pai Abdul-Khaaliq acabou não se casando com sua mãe, Ananda Padukone, porque a moça era uma mistura de Indiana e Americana e somente lembraria do erro dele. Pela recusa do casamento, Ananda deixou a India para não mais voltar. Mas uma poção não identificada foi a despedida de Ananda, envenenando o esposo e deixando seu filho aos cuidados do sócio dos Shankar, família sócia de uma empresa com Abdul. Apesar deste começo um tanto trágico, e um total mistério para a sociedade bruxa Indiana, Devi foi muito amado e bem cuidado. Como os Shankar não conseguiam ter o estimado filho homem, Devi foi o presente de Ganesha, aquele que veio ao mundo para trazer alegria e realizações para a família Shankar. Foi registrado como um deles, mas a medida que ia crescendo foi notando que nem todos integrantes da família gostavam da presença dele. Sua irmã do meio, Anusha, fazia de tudo para vê-lo mal, talvez por ela ter sido julgada como maldição de Shiva, e por mais que o pobre Devi não tivesse culpa alguma, era apedrejado. Ele sempre amou muito a irmã, assim como a família que apesar de não ser de sangue, nunca lhe escondeu nada e sempre o fez de príncipe, e era muito doloroso ver que mesmo com todos esforços de aproximação, Anusha não o queria por perto.
  • Foi só durante o tempo escolar, na Escola de magia de Dubai, que acabaram se aproximando, por ele ser um exímio aluno e se dar muito bem em várias matérias. Ele era o perfeito nerd, tinha gosto por estudo e entendia tudo sobre tecnologia, coisa que sua escola tinha de diferencial com resto do mundo. Mas apesar de amar sua cultura, Devi sonhava em ter conhecimentos do mundo. Foi por isso que após a escola fez um intercâmbio nas escolas dos Estados Unidos, se apaixonando ainda mais pela cultura de lá. Tudo era mais simples, e lá haviam os quadrinhos, super heróis e a cultura pop-geek, que o prendeu de uma forma que nem todos festivais da India prendiam. Foi com base nisso que ele encontrou uma paixão: o desenho. Criava suas próprias histórias em quadrinho, e a pop art se tornou sua inspiração. Foi por isso que decidiu se inscrever em WADA, sendo seguido por sua irmã rapidamente e ele não poderia amar mais isso.