periquitos

Há beleza no caos.

Mesmo que sua mãe, seu pai, seu irmão, seu tio, sua tia, seu gato, cachorro, periquito ou papagaio não enxerguem, sua bagunça é bonita. Porquê ninguém nasceu arrumadinho, todo mundo nasceu coberto de sangue e outras coisas. Aos poucos é que te limpam e te deixam pronto pro mundo. Tanto quando você era bebê, quanto agora. Sua bagunça é só a primeira fase, só a obra sendo feita. Um dia sua vida vai ficar fofa e cheirosa, igual neném tomado banho. E ninguém mais vai reclamar do seu caos.

1. No sé qué hacer con mi vida
2. Lo extraño, pero estoy en un lapsus de que te olvidó pero aún no
3. Tengo dolor de cabeza
4. Quiero dormirme pero tengo que estudiar por vaga
5. Tengo tantos trabajos para mañana que desearía morirme (no literal, o quizás sí, no sé)
6. Odio a todos
7. Quiero mucho a mis periquitos
8. Tengo hambre