perdidas

Por que culpam o amor por tantos estragos? Ele é apenas um sentimento manuseado por alguém — ou algo. Quando estamos armados e erramos o alvo na hora do tiro, a culpa é da arma ou de quem atira? O que sentimos segue essa linha de raciocínio, somos o alvo, mas alguns tiros não nos acertam — outros passam até longe demais. Mas a bala não perdeu a velocidade nem a ferocidade, fez outra vítima. Atingiu outro ser, outro coração, em qualquer outra dimensão, perdida, longe de nossos olhos e entendimento. Não podemos nos suicidar com o amor de outrem, mas podemos morrer por outra bala que nos atinge. O problema está aí: só queremos sentir o que nos convém. Quando gritamos ao mundo que ninguém nos ama, o ninguém tem nome, endereço e cpf cravado na nossa agenda. Por isso existe tantas pessoas sofrendo, pois sobrevivem a um tiro no peito e querem morrer com um tiro de raspão.
—  Jadson Lemos. 
Confesión de un fiel enamorado.

¿Cómo rayos le hago para ser frío, serio, discreto; pero a la vez atento, cariñoso y comprensivo?. ¿Cómo le hago para lograr el olvido y a la vez lograr el volverme enamorar?. Sí… todo esto es confuso. Quisiera en estos momentos poder sacar de mi pecho ese desamor que arruina mi presente, borrar eso que alguna vez fue mi mayor ilusión y me provocó los mejores momentos llenos de pasión. Para así ir dejando entrar a ese amor sincero que se ha puesto en estos instantes en mi camino para verme de nuevo sonreír. ¿Cómo demonios le hago para sacar de mi piel a la que no me supo valorar y dejar entrar a la que me está logrando amar?. Muchos dirán que el mejor medicamento, es el tiempo. Pero para mí, para un hombre que siempre entrega por completo el corazón en cada relación, le es dolorosa cada batalla perdida, y esperar a que pase ese tiempo. A pesar de ello, logro ponerme de pie y continuar, porque así debe ser. Pero, ¿por qué se me aparece justo cuando apenas y puedo sostenerme de la caída, esa dulce ilusión de lo que es amar de verdad?. No entiendo, ni me entiendo. Si se supone que para volver a amar, hay que aprender a olvidar. Y yo todavía no logro olvidar mi pasado, pero empiezo a querer mi presente. No he podido soltar por completo, y estoy tomando algo de nuevo. ¿Qué hago?. Si a ella todavía la extraño. ¿Qué hago?. Si ella me está gustando. En fin… creo que ya sé cual es mi problema. No estoy enamorado de alguna de ellas, estoy enamorado del amor. Ese que una me hizo sentir y lo pisoteó, y ese que ahora alguien más me está haciendo volver a vivir. Y no puedo estar sin amor.

No lo entiendo,no entiendo lo que haces,ni las cosas que dices me confundes y estoy sola,estoy tan sola cariño,estoy perdida,perder a alguien demasiado importante en tu vida es completamente asqueroso por que por un momento sientes que no puedes vivir,y es así por que tú no volverás a ser la misma persona desde que lo perdiste,no entiendo por que pasan estas cosas,te perdí y estoy dolida me duele demasiado perder a una persona como tú,no entiendo por que te alejaste ni quiero buscar respuestas,por que no quiero escuchar cosas que me harán llorar,que me harán sufrir nuevamente,caen lagrimas por mi mente de tan sólo pensar en que no te volveré a ver más,te perdí y me cuesta tanto asumirlo,no estoy bien es este momento no estoy para nada bien,desearía tenerte a mi lado una vez más,por un segundo,y poder decirte lo importante que eras y eres para mi,lo mucho que te conocí y lo mucho que te ame,me encantaría decirte todos tus puntos buenos,tus puntos de risa,te juro que siempre pero siempre estarás en mi momento,nunca me voy a olvidar de ti,ni de los momentos juntos por que de verdad esas cosas así como las que viví contigo son las que marcan tu vida,y no entiendo porque me esta costando tanto asumir estas cosas así,me duele esperarte pero no importa aquí estaré,esperando poder darte un abrazo,poder decirte todo lo que te he extrañado,poder expresar todo lo que he querido gritar,poder llorar tranquila eso es lo que quiero tener un momento para mi y llorar y que nadie pregunte “¿porqué?”…sólo quiero sacar todo el dolor pero no sé si es posible olvidar a alguien importante en tu vida después de todo tus pequeños detalles conmigo son los que marcaban la diferencia del resto,por ti arriesgue mi vida y no me importaría volver a hacerlo,eres una persona hermosa,y me duele tanto no poder admirar tu belleza nuevamente,he intentado de todo por ti,no he escuchado a la gente que habla de ti,me dejo llevar por mis sentimientos,y tú no ves nada,o es que lo ves pero haces como que no lo quieres ver,entonces que estas esperando de mi,no losé,pero yo vivo por ti,y tú no lo ves,y sigues así de distante,sin duda perderte ha sido la cosa que ha destrozado mi corazón.

Capítulo 16. - Primeira vez.

Juliana

Rodrigo estava entre minhas pernas e possuía minha boca desesperadamente, nosso beijo estava intenso, não diminuímos o ritmo em nenhum segundo, pelo contrário, ficava cada vez mais fogoso, eu estava gostando disso e não estava diferente, apesar de ser minha primeira vez, eu não conseguia conter minhas atitudes, estava agindo pela necessidade de tê-lo, melhor, pela vontade de ter Rodrigo dentro de mim, e ele? Bem, ele estava tentando me deixar louca.. e mal sabe ele que estava conseguindo.

Enquanto ele roçava a sua intimidade na minha eu gemia manhoso entre nosso beijo, levei minha mão até sua nuca e pressionei minhas unhas ali, meu corpo arrepiava conforme Rodrigo passava a mão em minha coxa, subindo em direção a minha bunda e apertando com força, seus dedos apertavam com tanta força que eu poderia afirmar que dia seguinte eu iria estar marcada, mas não ligava para isso, eu estava perdida em seu beijo, carícia e não queria que esse momento acabasse nunca, com certeza se eu morresse hoje, morreria feliz. Porém, eu queria mais que beijos, eu necessitava disso.

- Rodrigo. – Falei ofegante enquanto cessávamos o beijo. – Você está me enlouquecendo. – Enquanto eu falava, Rodrigo descia seus lábios para meu pescoço, dava mordidas e chupadas, uma perna eu passei em volta de sua cintura e senti a pélvis de Rodrigo indo contra mim, eu podia sentir perfeitamente o quão duro ele estava, mas com aquele movimento, eu afirmaria que ele estava de um jeito que eu não podia definir, era muito mais que duro. E sem nenhuma vergonha, eu comecei a me esfregar contra sua cueca.

Rodrigo colocou a mão em minha perna e a tirou de sua cintura, olhei para baixo e ele estava dando beijo no bico de meu seio, eu não conseguia mais conter meu gemido, principalmente quando senti a língua quente e molhada de Rodrigo em meu seio e sua mão acariciando o outro, o bico estava entre seus dedos e ele apertava e massageava.

- Feche os olhos e confie em mim, não os abra e apenas sinta, Juliana. – Ele falou grosso e roco, eu apenas o obedeci.

Fechei os olhos com força, respirando fundo e forte. Meu corpo estava quente e tendo arrepios constantes devidos suas carícias. Ele passou alguns minutos brincando com meus seios e depois foi descendo a boca para minha barriga, eu não conseguia abrir os olhos, e nem queria, apenas queria senti-lo, como ele pediu.

Os beijos de Rodrigo cessaram um pouco abaixo do meu umbigo, nesse momento eu abri os olhos e o olhei, ele estava entre minhas pernas, então eu inclinei meu quadril um pouco para cima para que ele pudesse retirar minha calcinha, e assim ele fez, a tirou e começou a dar beijos na parte interna das minhas coxas e eu voltei a fechar meus olhos.

Rodrigo começou a passar o dedo na entrada da minha intimidade e eu estremeci, senti um arrepio de prazer e ele com certeza pôde sentir o quanto eu já estava pronta para ele.

Rodrigo

Eu estava entre as pernas de Juliana e comecei a passar o dedo de cima para baixo na intimidade dela, eu ia pergunta-lhe se ela estava gostando, mas não foi necessário, ela estava me respondendo com gemidos cheios de desejos, eu precisava manter a calma a partir daquele momento, Juliana parecia tranqüila, mas eu sabia que não seria fácil para ela, porém o quanto eu pudesse satisfazê-la, eu faria.

A olhei e ela estava de olhos fechados, inclinei meu corpo para cima e aproximei minha boca de seu ouvido.

- Se doer, incomodar, qualquer coisa, você me avisa, ok? – Perguntei baixinho e ela apenas assentiu ainda sem abrir os olhos. - Minha

Eu voltei a abaixar-me e introduzi um dedo em Juliana, fiquei olhando para seu rosto para ver suas expressões e a olhei morder o lábio. Fiquei fazendo movimentos de vai e vem bem lento para ela poder acostumar com o contato ali. Juliana ficava cada vez mais molhada e eu aproximei minha boca de sua intimidade, comecei a chupá-la e senti suas mãos em meus ombros, me arranhando e apertando. Poderia parecer loucura, mas eu podia sentir o ponto sensível de Juliana pulsar. Após alguns minutos a chupando eu a ouvia urrar de prazer.

Eu ouvia a respiração de Juliana, estava tão forte e pesada quanto a minha, ela estava cheia de tesão, eu sabia o que seu corpo estava pedindo e eu estava pronto para dar tudo para ela.

- Rodrigo. – Juliana falou enquanto inclinava seu corpo para frente. – Eu vou go..

E aquilo foi como música para meus ouvidos.

Juliana.

Sentir o dedo de Rodrigo foi como ir ao céu e voltar, quer dizer, ficar por lá. Assim como Rodrigo deve ter marcado minha bunda, seus ombros também ficariam marcados, pois toda a excitação que eu sentia, estava colocando para fora como “pressão” em seus ombros. Quando o seu dedo me invadiu, foi estranho e um pouco desconfortável, mas ele estava fazendo tudo tão.. gostoso, que aos poucos foi ficando cada vez mais prazeroso. Ao sentir a língua dele então, eu nunca pensei que poderia ser tão bom, minutos depois eu senti uma sensação estranha, meu corpo todo formigava, minhas pernas tremiam e meu corpo estava leve.

Não conseguia controlar o prazer que tomava conta de mim, chamei seu nome e confessei o que estava por vir.

Rodrigo

Eu coloquei meu corpo por cima do de Juliana, ficando entre suas pernas, deixei meu antebraço apoiado ao lado de seu rosto e dei-lhe um selinho, ela abriu os olhos e me olhou, seu olhar era de pura luxuria e desejo.

- Você é muito gostosa e.. – Sorri de um jeito safado. – Deliciosa.

- Rod..

Foi apenas o que Juliana falou e a vi ficar com o rosto todo vermelho e virá-lo para o lado, então eu coloquei a mão em seu rosto e o virei para mim.

- Não precisa ter vergonha, eu sou seu, você é minha e não será de mais ninguém.

Ela sorriu para mim de um jeito tão meigo, que eu poderia dizer que perdi o clima, mas como aquilo era impossível ao saber que Juliana estava abaixo de mim, nua e pronta para me receber.

- Eu quero você, Rodrigo. – Ela pediu

A beijei sem pressa e a senti emaranhando os dedos nos meus cabelos. Juliana era puro calor, veracidade, amor.

Eu afastei nossos corpos apenas para tirar minha cueca e pegar um preservativo dentro da minha calça, o coloquei e depois voltei a me encaixar entre suas pernas. Coloquei a mão em sua cintura e comecei a penetrar Juliana, ela gemeu alto, mais como um grito e eu gemi em seguida, pois ela era muito apertada e pensa errado que acha que não é dolorido para os homens.

Ao introduzir todo o meu membro dentro de Juliana, ambos gritamos quando nossos corpos estavam fundidos como um só.

- Você está tremendo, Juliana.

Eu parei de me movimentar dentro dela e a olhei, preocupado.

- É de prazer – Murmurou ela, e eu continuei.

- Caralho, Juliana, você é muito apertada. – Eu falei não em tom de repreensão, mas de excitação, eu precisava que primeiro fosse bom para ela, para depois ser para mim.

- Rodrigo, por favor, continue. – Ela pediu

E eu a obedeci, fazia movimentos de vai e vem bem lentos, e de acordo com que eu sentia ela relaxando o corpo, aumentei o ritmo, enquanto movimentava-me dentro dela, coloquei o dedo em seu clitóris para estimulá-la mais.

- Rodrigo, eu não agüento mais de prazer..

Juliana gemia, se contorcia, os olhos estavam sempre cerrados.

- Abra os olhos, Juliana. – Eu pedi, a olhando e sem parar de estimulá-la.

Eu senti o corpo dela, novamente, estremecer.

Juliana

Não demorou muito para que ele também estremecesse. Percebi quando o abdômen dele se contraiu e a respiração dele falhou. Rodrigo parou de se mover e me beijou com desejo enquanto gozava. Ele mordeu meu lábio inferior com um pouco de força, o suficiente para marcá-lo.

- Ju, meu amor, me perdoa. – Ele olhava para a minha boca e para meus olhos, eu apenas sorria.

Nesse momento saia lágrimas dos meus olhos, mas não por dor, e sim de felicidade.

_____________________________________________________________

Cá estou com o 1, não sei se ficou ousado demais, detalhado demais ou não ficou bom.. mas só posso dizer que eu tentei fazer o melhor possível. Por favor, comentem, beijos e até!

10

Owari no Seraph Omake # 1 

Parte 4.1 (Estas partes que estoy haciendo corresponden al orden de las escenas en el omake, la parte 3 es el trailer siendo la única parte con subtítulos hasta hoy por lo que no la incluí / These parts that i am doing correspond to the order of the scenes in the omake, the part 3 is the Trailer being the only part that with subtitles until today and i don’t include it for that reason)

Quizás la única palabra que entendí con claridad y pude buscar el significado fue: Makee ( 負け絵).

負け :  Perdiendo (losing)               絵 : Imagen (Picture)

負け絵 entonces es algo así como perdida de imagen (¿losing picture?)

Cuando te conocí me di cuenta de que ya no quería seguir mi camino sola, que quería seguirlo a tu lado, que tenia ganas de que vos me acompañar en mi largo camino, y hacer de ese camino el nuestro.
Quiero poder permanecer a tu lado firme mientras las olas turbulentas pasen, que luchemos juntos frente a lo que sea.
Mientras este a tu lado no me importa a donde vayamos o que hagamos, si estoy a tu lado mi corazón late de felicidad, y no hay lugar en el que prefiera estar, porque no importa, si estoy con vos todo es mas fácil, todo tiene una luz mas bella, mientras sea con vos me arriesgo a todo, con vos nada me da miedo.
Antes de estar con vos, estaba perdida, me mostraste y me hiciste sentir cosas que nunca pesen sentirlas ni vivirlas, me enseñaste una nueva forma de vivir.
Me basta con tan solo tu mirada, un beso tuyo o tu forma de tratarme o de hablarme para darme cuenta que esto es real, que realmente es amor, eso que jamas pensé sentir.
Capaz para muchos malgastemos nuestro tiempo, o piensen que solo es un juego, pero para mi no, así sea que estemos todo un día acostados para mi no es tiempo malgastado, ningún momento a tu lado es tiempo perdido porque estoy a tu lado, y es un momento único, son mi momentos favoritos, y no me importa si los demás no nos creen o piensan que es un juego o que no vamos a durar, no me importa porque te amo y lo único que me importa es lo que vos sientas, los demás hablan pero nosotros sentimos.
No existe persona a la que ame tanto como te amo a vos, no hay nadie que me haga sentir de la manera en la que vos me vos me haces sentir,
cuando comenze a sentir cosas por vos, tenia miedo, de que no sea algo correspondido o de que algo pasara, pero el día que me besaste lograste tocar mi corazón, no tuve, no dude ni un segundo en que te quería.
Obviamente con el tiempo se van a cruzar muchas olas fuertes o rocas en nuestro camino, pero por mas que nos enojemos o nos moletamos o no queramos vernos por un rato, no puedo negar que te amo, no puedo estar enojada con vos mucho tiempo y aunque me enoje te quiero a mi lado, no quiero estar lejos tuyo, porque desearía estar lejos de la luz que me guía en el medio de la oscuridad? Porque desearía estar lejos o alejarme de la persona que mas amo?
Perdón si te muerdo y soy la mina mas pesada del universo, en serio, pero ese es mi don, y te veo y no puedo no morderte es algo inexplicable, y perdona si no te das cuenta cuando te estoy jodiendo, perdón por amarte tanto y querer estar todo el día arriba tuyo molestándote
Todavía no puedo creer e porque ami, porque me elegiste a mi, sigue siendo como un sueño para mi.

Mientras vos me preguntas si me siento conforme con nuestra relación, estoy escribiéndote y diciendo lo feliz que me haces, es raro si algún día me quiebro en mil pedazos solo vos podrías reunirlos y volver a unirme, solo  vos podrías encontrarlos, solo vos me conoces. Solo vos sabes hacerme feliz.

—  Natalia Cabrera para significadoconceptualizado
Pollo

Viciou minha retina, virou minha rotina.

Eu lembro de você toda hora, todo dia.

O que Deus uniu na Terra o homem nunca vai separar.

Não é questão de ego, é papo de sintonia.

É que não faz sentido caminhar sem dar a mão pra você.

Pra te ver sorrir eu posso colorir o céu de outra cor!

Quem nasceu pra ser figurante nunca vai roubar a cena.

Tá toda perdida, então se joga no meu mundo.

Eu tenho tudo o que eu quero, mesmo assim tem algo fora do lugar.

A história é a mesma, só muda os personagens do enredo.

Eu já sabia que um dia cê ia ser minha.

Sai, mete o pé, que ela não te quer, zé.

Dona dos meu olhares, me rouba, suspiros e ares

anonymous asked:

O que exatamente fala o livro de Jó? É que eu to lendo ele e confesso q to meio perdida.. rçrç

Fala exatamente de um homem rico, própero, mas que mesmo assim adorava ao Senhor e não dependia de sua fortuna. Deus diz: “Notaste porventura o meu servo Jó, que ninguém há na terra semelhante a ele, homem íntegro e reto, que teme a Deus, e se desvia do mal?” (Jó 1, 6,8). Satanás, entretanto, desafia a integridade de Jó, e então Deus permite que Satanás interfira na vida de Jó, resultando na tragédia de Jó: a perda instantânea de seus bens, de seus filhos e de sua saúde. Jó, porém, não blasfemou contra Deus, mas, ao invés disso, ele se levantou, rasgou o seu manto, rapou a sua cabeça e, lançando-se em terra, adorou ao Senhor; e disse: “nu saí do ventre da minha mãe, e nu tornarei para lá. Deus me deu, e Deus tirou; bendito seja o nome do Senhor” (Jó 1, 20-21). Deus permitiu que Satanás ferisse Jó de úlceras malignas, desde a planta do pé até o alto da cabeça. (Jó 2, 7) Após a narração desses fatos, sucederam debates entre Jó e seus amigos (Elifaz, Bildade e Sofar) sobre a grandeza dos propósitos da divindade e sobre os mistérios da vida humana e sua culpabilidade. Ao final, Deus aparece a eles e repreende-os, e Jó fala: “Antes eu Te conhecia de ouvir falar, mas agora meus olhos Te veem”. E Deus virou a situação de Jó, enquanto ele orava pelos seus amigos, e o Senhor devolveu a Jó em dobro a tudo quanto antes possuía de bens materiais, além de vir a ter outros sete filhos e três filhas, as quais vieram a ser consideradas como as mais belas da época. E quanto a Jó, ele viveu cento e quarenta anos, e morreu velho e farto de dias. Deus continue te abençoando.

Papá, Mamá:

Quizás no he elegido el camino que a ustedes les hubiera gustado, no he hecho con mi vida lo que para ustedes es lo “correcto”, quizá las decisiones que tomo no son de su agrado, y aunque parezca que no me importa…realmente me duele que desaprueben todo, y que crean que lo que hago es una perdida de tiempo…
Lo siento, me gustaría ser perfecta…pero parece que entre más lo intento, más los decepciono…. No puedo hacer lo que a ustedes les hace feliz…porque seria renunciar a lo que es MI felicidad…
Lo siento..

Me gusta ver a las personas cuando están pensando, porque los vez tal cual son, no tratan de verse bien o de sonreírte para disimular porque están concentrados en aquello en lo que estan pensando o esas personas que tienen la mirada perdida y de la nada sonríen, porque simplemente recordaron algo o alguien que les genera esa reacción la cual es totalmente involuntaria…pero completamente hermosa.