paula s

Eu sei que foi fácil me amar naquela mesa de bar, que meu jeito espontâneo, meio bêbado, com conversa bem levinha, conquista qualquer um. Cerveja gelada acaba me deixando mais simpática. Depois de uma semana você deveria ter percebido que não deveria ter me dado trela. Não sou tão boa de filosofar quando a bebida é um café amargo, mas parece que isso não te desencorajou. Você continuou ali, no mês seguinte me convidou pra um cineminha, algumas festas de amigos. Nossa agenda foi ficando extensa. Tudo seu incluía a mim, e eu não sabia se isso seria bom no futuro, mas no presente, no nosso agora, eu amei cada detalhe. Eu nem estava acostumada em ter alguém tão próximo, eu que sempre fui errada com um cara que só queria sempre mais, mais de mim. Foi então que eu fui me perdendo no meio de nós a cada saidinha barata, em cada sorrisinho maroto seu. E aquela vez que eu fiquei me perguntando o motivo de você ter me dado trela, descobri só hoje a resposta… Você me enxergou além, viu que em mim só precisava de uns cuidados para assim eu tomar jeito. E que jeito, ein? O seu jeito.  Fez surgir em mim uma vontade surreal de ser melhor, por mim e por você. Porque a verdade é que eu estava cansada daquela vida fria, e sem emoções. Não deixando ninguém permanecer por muito tempo e, expulsando de mim todo e qualquer sentimento que aparecesse. Era bom estar ali nos bares, ficando animadinha com os drinks que ganhava de um ou outro rapaz que, sinceramente, nunca queria nada além de uma noite de prazer. Mas no final, eu sempre ficava sozinha. Vendo as minhas amigas do ensino médio se casando, construindo suas famílias, e eu aqui, com meus relacionamentos que nunca passavam de duas semanas. Imaginar uma vida ao lado de alguém, compartilhando meus medos e desejos mais obscuros, era algo fora de cogitação. Até chegar você, me entregando todo o amor que jamais recebi de alguém. Com a paciência para entender meus jeitos e trejeitos, e falando baixinho no meu ouvido: “Ei, amor. Eu vim para ficar. Pode segurar a minha mão, que eu prometo não soltar”. Esta era a segurança que eu precisava. Você é a parte calma e fácil que eu procurava, para estabelecer um equilíbrio entre o meu complexo e caos internos. Agora, aqui estou eu, totalmente submissa ao seu amor. Você me fez e continua me fazendo sentir a mulher mais especial e única do mundo. Faz por mim o que ninguém jamais fez. O seu toque é o mais delicado que o meu corpo já sentiu. Amo o seu beijo, o seu olhar, o seu cheiro e os arrepios que a sua presença me causa. Adoro cada detalhe que te compõe. E adoro, ainda mais, todos os sentimentos bons que o seu amor despertou em mim. O seu nome está cravado em meu coração e tudo ao meu redor possui um pouquinho de você. Somos a sintonia perfeita um do outro, e agora, amor, somos um só.
—  Você fez minha pupila dilatar - Escrito por Paula, Amanda N., Fran e Ane em Julietário.
Você não pode desistir, porque...

01. Tem alguém nesse mundo que te ama, ama muito.
02. Um dia, você vai sorrir quando se lembrar, orgulhoso, do quanto você foi forte.
03. A vida não se resume apenas a coisas ruins, isso vai passar e você verá o quanto vale a pena lutar.
04. Nos dias mais escuros, ainda haverá uma luz dentro de você. Procure por ela.
05. O tempo é seu melhor amigo.
06. Você vai voltar a sorrir verdadeiramente, persista nisso.
07. Você possui uma alma linda e um coração extraordinário, tens a força necessária para lidar com as fraquezas ao seu redor.
08. Ainda há infinitas coisas nesse mundo para você descobrir e amar.
09. Deus está com você em todos os momentos e não há lamentos que Ele não possa curar. Um dia tudo isso vai passar e grato você ficará por ter vencido.
10. Toda dor é por enquanto. No fim, quando vencida, te torna mais forte.
11. Você está predestinado a ser feliz.
12. Existe um Deus pelejando por ti. Um Deus que morreu numa cruz por você e ama cada detalhe do teu ser, incondicionalmente.
13. A vida é cheia de obstáculos, mas não há nada melhor que chegar no fim e perceber que superou todos eles.
14. As coisas são assim de vez em quando, mas você é forte o bastante sempre.
15. Você não está sozinho, mesmo em silêncio, até por oração; têm alguém que zela por ti.
16. Você é importante! Acredite, o mundo pode não ser bacana mas você tem grande importância. Você não é só mais um na multidão.
17. Mesmo não te conhecendo, eu te amo.
18. Sua dor é válida.
19. Somos seres humanos, e apesar da racionalidade, a perfeição não nos foi concedida. Errar é tão natural quanto respirar. E, sabe?! Tá tudo bem!
21. Você nunca receberia um fardo que não fosse capaz de carregar.
22. Há em cada canto de cada lugar em que você está, um grande motivo que te faça seguir em frente dia após dia. Preste atenção aos detalhes.
23. A vida é uma caixinha de surpresas!
24. Deus te ama e te cuida sempre, você só precisa se aproximar dEle.
25. Lembra dos sonhos que você quer realizar?
26. Eu preciso de você.
27. Pode parecer que vai doer para sempre, mas tudo passa e traz amadurecimento.
28. A felicidade sempre vem depois de um sofrimento, essa dor não será eterna. Apenas permaneça firme.
29. A vida é muito mais do que apenas uma nuvem sombria, uma hora o sol aparece. Acredite.
30. Você deve ser forte, por você.
31. Sempre existe uma saída, vamos encontrá-la e viver a vida.
32. No fim sempre, sempre mesmo, vale a pena!

SETEMBRO AMARELO - Escrito por Romeus e Julietas em Julietário.

Estou em um momento onde nada importa muito, estou devastada, cansada e agoniada. Como posso viver com essa chuva de sentimentos molhando meu coração? Não, por incrível que pareça, não é sobre amor. É sobre mim, sobre minha vida. Sobre ter sonhos e não saber como alcançá-los, não saber se estou no caminho certo. Qual será o sentido de tudo isso? Da vida? Cara, necessito de respostas, eu tô perdida e preciso me encontrar. Preciso me encontrar comigo mesma, saber se estou no caminho certo - pois não tá parecendo, parece que tô indo pra lugar nenhum, como se eu estivesse andando em círculos. A vida tá parecendo um daqueles filmes macabros que nem tenho coragem de olhar, porque sei que vai dar merda no final. Não está sendo fácil não conseguir guiar minha vida, meus objetivos estão cobertos por uma névoa de insegurança, meus sonhos permanecem fechados em uma gaveta baixa da minha cômoda. Nada está certo, nada está no caminho que deveria. Eu não estou onde gostaria. Quando olho ao meu redor, tudo o que me cerca, são apenas possibilidades distantes. Nada é duradouro, tudo é passageiro, e meu “eu interior” clama por concretizações. Eu quero ir longe, mas eu mesma me prendo aqui. Eu quero voar, mas evito bater minhas asas. Não saber o sentido da vida, me amedronta. Lidar comigo e minhas inúmeras limitações, me atormenta. Desconhecer o futuro me faz fantasiá-lo, e eu não deveria. Eu quero voar como águia, quero realizar meus inúmeros desejos, quero sair do cativeiro do desânimo, mas a insuficiência cortou as minhas asas, me abraçou junto com o desespero, e desde então eu só sei sentir medo. Eu estou devastada pela não concretização dos meus objetivos. Estou desgastada e sem norte. Quebraram a minha bússola, sou completamente sem sorte.
—  Escrito por Letícia B., Paula, Juliana e Anelise em Julietário.
A gente morre insistindo em algo que nasceu pra não dar certo. Isso foi algo que meu avô me ensinou, eu era uma pirralha, não entendi nada com nada na época, e hoje tudo faz sentido. Amizades, paixonites, amores, tesão. Alguns a gente precisa deixar ir embora, alguns a gente insiste até acabar com a nossa alma. Sonhos, oportunidades, empregos, decisões. Por vezes não temos como opção a nossa escolha. E ter que desistir de algo ou de alguém é difícil e machuca. Quando paramos para pensar parece que nada em nossa vida quer funcionar direito.  As coisas vêm e vão na velocidade da luz. De vez em quando é difícil de acompanhar e a gente acaba se perdendo. Tentamos até esgotar as esperanças, nos machucamos pois todo caminho que trilhamos nos traz o mesmo resultado. Talvez a vida esteja tentando nos mostrar algo porém não conseguimos entender o que é, talvez nós apenas estamos seguindo esses caminhos e errando por que é isso que a gente quer, loucura, mas é, sempre queremos e damos tudo de nós por algo que até sabemos que não dá certo, mas como dizem por ai: tentar e não desistir. Eu me peguei analisando os conselhos do meu avô e o impacto que isso me causou, toda uma vida baseada em tentar consertar as coisas, quando não existe mais conserto. Talvez seja esse o ponto, quando não existe um novo começo, é por que já é o fim e tudo que podemos fazer é agarrar nossas decepções e fragilidades e seguir com a vida. E é claro que pra aprendermos que não se pode insistir em algo que não tem futuro, nós repetiremos o erro várias vezes, porque somos apegados e somos insistentes, sempre juntando os caquinhos e tentamos fazer o errado dá certo. Essa é a minha vida e eu preciso fazer tudo o que posso e mais do que isso para melhorar, continuar acreditando que as coisas vão dar certo e que eu mereço o melhor, mesmo que isso acabe comigo.
—  Escrito por Paula, Glória, Aline e Naiara em Julietário.

3

Day 15 - Favorite Scene
It’s hard to pick a favorite, but I’ve been wanting to draw this one for a while

Você já reparou o quão linda você é? Você é como aquelas estrelas cadentes que nos pegam de surpresa, nos arrancando um sorriso bobo e fazendo com que desejamos algo de olhos fechados, renascendo a esperança. Você não acredita, mas você preenche todas as lacunas, limpa todas as rodovias da alma e traz cor e vida no meio da tempestade. Eu sei que tem sido difícil e que todos a sua volta agem como se você não significasse nada, como se sua presença fosse completamente descartável. São pessoas vazias que não reconhecem o quão rara e linda você é, como você é capaz de tudo por quem ama, como você é intensa e sensível. Eu peço, mesmo que esteja complicado, olhe um pouco para dentro de si e sinta o quão magnífica você é, e que merece sim o melhor, sonhos melhores, pessoas melhores, você merece tudo de mais lindo, assim como você é. Antes de fazer besteira, olhe em sua volta e pense em quantas pessoas te amam do jeitinho que você é, pensa em tudo que suportou até hoje e o quanto isso te fez uma pessoa mais forte. Têm horas que parece que não dá mais para aguentar, eu sei, mas você é capaz de ser forte mais um pouquinho. Quando aqueles momentos sugestivos chegarem, promete se lembrar das suas gargalhadas e dos seus sorrisos que dava na infância por coisas bobas? Me promete que vai lembrar das coisas boas que te aconteceram durante a adolescência? Lembra também do teu primeiro amor, em como ele fez teus olhos pequenos brilharem e teu coração palpitar. Não esquece da primeira decepção também, lembre-se principalmente dela e em como você conseguiu superá-la sem a ajuda de ninguém. Você é incrível, garota, e eu confio em você para fazer tudo voltar a ser como um dia já foi. Porque, apesar do tempo difícil ainda haverá muitas outras coisas das quais você se orgulhará por ter tido a oportunidade de fazer parte, outras coisas das quais os outros vão te ver com os olhos carinhosos, cheios de orgulho e admiração, por você, pela tua beleza interna, pela tua dedicação, pela tua força de enfrentar as dificuldades. Mesmo que com a cabeça pesada e os olhos marejados, você enfrenta, mostra o quão mais bela é em momentos que é fortaleza, para si e para os outros.
—  A conscientização contra o suicídio continua - Escrito por Naiara, Bianca, Juliana e Paula em Julietário.
Quantas vezes vou ter que cair do cavalo para aprender? Caramba! Eu ando esgotada das pessoas, sinto que todas elas são vazias, que na maioria das vezes vivem para destruir alguém. Eu me sinto parte delas também, sinto que nada faz sentido, que não descobrimos a essência da vida, sinto que existir já não basta, quero mais, preciso de mais. Busco por mais. Mas, sempre tem aquele porém, de que nada depende apenas de mim, tudo vai além das minhas mãos. Tudo, absolutamente tudo depende ao menos de mais um para dar certo e as pessoas são egoístas, seus sentidos, sentimentos são todos egoístas. E eu não aguento mais viver por aí fingindo que aceito tudo. Eu cansei de fingir sorrisos, de fingir que sou de ferro, porque, olha, eu não sou. Meu nível de suportar cargas pesadas diminuiu. Minha capacidade de tentar ser forte, se esvaiu. A dor que a humanidade me causa, pesou meus ombros, e eu ando cambaleante. Meio lenta, tentando apenas existir. Além do meu corpo cansado e esfolado de tantas quedas, minha alma também está machucada, meu ego está danificado, pois penso em todas as pessoas hipócritas e egoístas, e não tem como me imaginar no meio. Somos um emaranhado de gente que não sabe ser bom o tempo todo, quando que ser bom para si acaba derrubando outro, pisando em mais um, e nada disso acaba, acabamos sendo uma cama de gato, onde ninguém se sai bem no final. Se analisarmos, a vida virou um “quem dá mais”, “quem ganha mais”, “quem é mais”. Tá tudo muito superficial e eu cansei de ser assim, não quero mais. Não quero crescer às custas de ninguém, ninguém além de mim.
—  Escrito por Letícia B., Dai, Anelise e Paula em Julietário.
Dia 01 - Sem você
Não dá mais. Não dá. Não tá dando. Juro que não consigo. O teste pra averiguar se consigo viver sem você deu negativo. Testado cientificamente que não dá. Entendeu bem? Não dá! Tô aqui me rastejando, querendo bater na tua porta e falar tudo que tinha que ter saído da minha boca ontem, quando você falou de dar um tempo, acredito que entrei em choque, nada saiu da minha boca. Mas quando acordei hoje cedo vi que não tinha como. Foi estranho acordar hoje cedo e não ver uma mensagem tua. Era sagrado. Nunca faltou. Hoje não teve. Não teve tua mensagem, do mesmo jeito que não teve um pedaço de mim no meu peito. Hoje faltou você. E doeu, como nunca tinha doído por ninguém. Doeu saber que não vou ter seu abraço como acalento. Doeu pensar nas nossas mãos e pernas entrelaçadas, em não ter tua voz mansa aos meus ouvidos, ter suas piadas toscas, suas manias estranhas, suas brincadeiras bobas. Hoje não tem mais ‘nós dois’, e eu definitivamente não sei viver sem seus defeitos, sem tudo de maravilhoso que há em você. Eu posso até saber viver sem você, posso até conseguir, mas eu não quero, não quero deixar de lado tantos momentos, não quero que você seja uma página que eu estou passando, quero continuar a escrever uma história nossa, seja ela errada, sem as melhores palavras, mas eu quero você. Quero tudo o que fomos. Seus olhos nos meus. Sentir você respirar perto e ver o coração palpitar. Quero que nossa história não acabe nunca, porque sei que nossas brigas nos fazem crescer, nossas diferenças são complementares e o universo só tem sentido quando estou ao seu lado. Não te ter aqui, neste momento, machuca, e eu não quero mais me sentir assim. Quero o arrepio que seus toques me causam, quero o aconchego dos seus abraços, quero você, quero aquele tão perfeitamente imperfeito “nós”. Para de marra e volta pra cá, volta pra mim.
—  MATT AND LUIZA - Escrito por Paula, Andreza e Anna em Julietário.