paracalli

I’ve had this blog since I was 12, and watching it grow to this level is something truly spectacular. Meeting a bunch of awesome people, learning more about my favorite band, and figuring out how to use Photoshop are just a few of the amazing things that have happened to me over the course of these years. I’ve really grown with you guys and I’m really glad you’re all speculating me blog about the best band the world has ever seen. It means a lot that 6000 people validate me, and I’m here today to validate all of the amazing blogs I follow. I really love all of you, and thanks for being on this journey with me.

Without further ado, here’s my follow forever:
My closest friends are bolded!

@220211 // @22isliketheworstidea // @aintitprmr // @aliyasexception // @blameitonparamore // @brandneweyed // @caughtmyself // @duopmore // @enemysong // @gay4tayloryork // @gooddyeyoung // @escaperooute // @halseypmore // @hayley-wiliams // @hayleyfire // @hayleyfromparamore // @hayleyperfectwilliams // @hayleywiliamsdaily // @hayleywilliamsonline // @hayleywilliamsupdated // @hayleywilliasm // @hayleywpictures // @hey-paramore // @iamrockqueen // @im-a-paramonster // @inthemovrnings // @itsjustasparks // @its-justt-a-spark // @itsyaylortork // @jeremydavisfuckyeah // @lanternparks // @lemonadew // @lesbian4hayley // @let-s-be-freaks // @littletayloryorkthings // @littleyorkthings // @louisquinnzel // @lyrebelacqua // @morepmore // @messycyan // @moodtm // @mylittleriot // @native-route // @noclosertoheaven // @not-perfect-working-on-it // @ohmyhayleywilliams // @ohtyork // @oncemore-paramore // @memoryfades // @misguidedgho5t // @p-aramores // @paintparamore // @paracism // @paracredible // @parahoys // @paradaydreaming // @paramajestic // @paramass // @parammore // @paramore // @paramore-paramour // @paramore-tres // @paramoreaddict // @paramoredailybr // @paramoreedaily // @paramoreexperience // @paramoreintl // @paramoremusiccom // @paramoreserbia // @paramorestrongunit // @paramoreupdates // @paramorgasm // @paramourning // @paramowre // @parapizzamore // @parareflection // @parawhors// @pastelparamore // @pmoreband // @pmorenetwork // @pointparamore // @radhayleywilliams // @readingparamore // @robotical-paramore // @shad0winthenight // @shouttogether // @sirxusblack // @sittinginsilence // @softhayleywilliams // @still-into-paramore // @syrupyysweet // @tayleyshipper // @taylor-york // @taylorisapuppy // @tayloryorkofparamore // @that-what-you-get // @thatyelyahgirl // @thoseopeneyes // @warpedbyparamore // @wkthemoon //  @we–are–paramore // @weknowbrandnewselfriot // @welovebutterfingle // @writing-the-future-with-paramore // @yeelyahwilliams // @yelyahayley // @yelyahhair // @yelyahwilliams // @yelyuh // @yorkgifs // @yorkphobia

cheesecake4455  asked:

okey, soy la que pedia en el directo de facebook que preguntaran esto por tumblr para poder compartirlo (?) ¿como actuarían los meses si diciembre despierta como mujer?

Veamos!!
——-
Caso: Enero-Septiembre.

Diciembre: Hey chicos! Miren esto!! *se señala a si mismo, y a sus nuevos atributos*

Enero: *se saca los lentes asombrado…aun que debajo tiene otros* Que demonios bro…digo!…sis!? ¿Asi debo llamarte?

Septiembre: *con cara de shock* Demonios amigo! quiero decir, ¡amiga, amiga! Diablos esto es confuso…

Diciembre: *Se rie estruendosamente* ahora soy hembra, alaben-!!

*No termino de hablar, por que ambos chico le cubrieron la cara con la chaqueta de Enero. Al parecer, ya vieron las mirada del chico de la panaderia del frente y no les gusto para nada*

———
Caso: Marzo- Febrero - Abril - Mayo.

Marzo: Lucecitas~ Lucecita~!! *jugando con las luces del cabello largo de Diciembrr*

Diciembre: ¿Hasta cuando haras esto? *lo mira alfo…¿inquieta?*

Abril: Lo sienro Dici… Se le pasara en unos minutos…espero *rie nervioso, al parecer no se ha sorprendido tanto*

Febreo: *mirando a la ditancia, con uno distintivos celos hacia el nuevo Diciembre* ¡Oh vamos! ¿¡Acaso necesito ponemer pechos para que me haga caso!?

Mayo: Intentalo, seria divertido *se rie, sacando fotografias de la nueva Diciembre*

Febrero: ¿¡Por que sacas fotos!?

Mayo: Recuerdos~ asi podre molestarte mas adelante.

*Mayo termine con la marca del zapato de febrero en la mejilla. Mientras que a Marzo se le enredaron lasmanos en el pelo de Diciembre*

———

Caso: Junio -Julio - Agosto.

Junio: HAHAHA! Ahora Dici-Dici es niña!! *le revuelve el cabello* Eres una niña linda, muy linda!

Diciembre: ¡Junio es tan animado como siempre! *se rie, dejandose hacer*

Agosto: S-si…bonita *trata de darle un cumplido, aun que le resulte mas. Diciembre entiende y le da palamada en la espalda*

Diciembre: MOMENTEISHON! ¡AQUI ME FALTA UNO! *Mira hacia todos lados y logra ver a Julio tratando dr huir* NOT TODAY, LOVE!

Julio: ¡MIERDA!

*Julio trata de escapar, pero Diciembre ha saltado, dandole una patada voladora eb la espalda. Julio cae, y Diciemvre se halza victoriosa!*

Diciembre: Tranquilo, ahora que soy mujer, podreeos vivir nuestro magico romance legalmente!!! *sonrie, apretando al chico contra su pecho*

Julio: Salvenme…*muriendo*

————

Caso: Octubre - Noviembre.

*Diciembre ha llegado a su apartamento compartido, entrando a la caverna (A.k.a, habitacion) de Octubre, azotando la puerta. Dentro de ella se ve a Octubre cociendo algunos muñecos con hilo rojo, mientras Noviembre lee un libro, tomando Té*

Diciembre: ¡HOLA AMORES MIOS, MIREN QUIEN YA VOLVIO! *Se señala con ambos pulgares*

Noviembre: Diciembre no hagas tanto escand- *para en seco al ver a Diciembre*

*Se ve como una imagen en camara lenta. Noviembre ha escupido su te sobre la alfombra, tosiendo.como condenado; Octubre por reflejo miro a Noviembre y luego a Diciembre…se le cayo el muñeco con carrete y todo*

Octubre: ¿Que tomaste de mis estantes? *interroga rapidamente* Y se sincero…

Diciembre: Uggg…La botellita rosada, crei que era azucar! *hace un puchero, que ahora siendo mujer, parace funcionar* Lo lamento…

Noviembre: C-casi me muero…*golpeando su pecho* Esta bien, al menos no moriste…hoy.

Octubre: *se levanta, oasandole un pañuelo de tela a Noviembre oara que se limpie* Buscare un antidoto, ya vuelvo * intebta salir pero Diciembre le impide el paso* Que?

Diciembre: Estas…¿estas enojado? *trata de hacerle una carita de perro a medio morir, aun que sabe que no funcionaria con alguien que sacrfica gallinas oara sus rituales*

*Octubre le mira con la misma cara de estoicismo que siempre se traia. Este mismo solo le da una palmadita eb la cabeza*

Octubre: No. *sale de la habitacion en busca de su antidoto*

Noviembre: *Noviembre tambie pasa a su lado, dejandole una rosa hecha de papel en su cabello* No vuelvas a tocar sus cosas, no se enojara, pero dudo que vuelva a hacercse responsable de las consecuencia.

*Diciembre se queda sola, pero al menos esta feliz, sus luces de navida en su cabeza lo saben*

Simplesmente parti! Fui embora sem olhar para trás, falei tudo o que tinha pra dizer e sem derramar uma lágrima. Fui forte! Pois sabia que não tinha como voltar atrás, machucou demais. Mas ao fechar a porta, foi como o tempo parace, me veio à memória todos os nossos momentos. Os almoços de domingo na casa da sua mãe, os passeios sem hora e lugar, as brincadeiras antes de dormir, os beijos roubados em meio das brigas, os abraços apertados nos dias de tristezas. Fui feliz boa parte do tempo, isso eu posso dizer, mas tudo se foi em alguns minutos. Quando soltei a maçaneta, respireo bem fundo e sorri. Chorar de novo pelo mesmo motivo? Nunca mais!
—  Ilusões de Esther.

Especial de aniversário!

•Faz um q ela tá com ciumes dele por ele ter ficado cv com um mulher, e ela para de falar com ele e ele vem todo manhoso e carinhoso ( parte hot)


Anne e eu havíamos combinado de fazer um almoço para toda a família comemorar o aniversário de 23 anos de meu namorado Harry, a ideia era genial, reunir todos os parentes que ele não via a anos seria perfeito, realmente Harry ficaria muito feliz.

Conheci Harry em uma casa noturna onde tínhamos amigos em comum no local, de cara senti uma atração pelo moreno de cabelos compridos que se mostrava não tão socializado com o local.

Harry tinha cara de homem sofisticado, de um estilo próprio e bem elegante, seus cabelos eram seu ponto forte para mim, realmente fiquei encantada com aquele ser. Logo começamos a conversar e quando me dei conta já estávamos nos beijando, e que beijo era aquele.

Já estamos juntos há três anos, e posso dizer que foram os melhores anos da minha vida, como meu namorado é um cantor mundialmente famoso, isso faz com que muitas mulheres o desejem e confesso que sinto um pouco de ciúmes, mas quem nunca?

Já estava tudo pronto para a festa, vários parentes já haviam chegado, Harry estava com o sorriso de orelha a orelha, é muito bom ver quem a gente ama feliz assim.

- (S/N), daqui a pouco minha irmã Tyna está chegando, queri que você a conheça!- Anne disse sorrindo animada.

-Vai ser um prezer poder conhecê-la!- sorri da mesma forma.

Me sentei uma mesa onde minha cunhada estava sentada e começamos a conversar sobre nossas vidas, trabalhos, essas coisas, escutei Anne me chamar e logo me levantei ajeitando meu vestido.

-Sim Anne!- sorri para ela.

-(S/N), essa é minha irmã Tyna, que eu havia te falado!- Anne me apresentou a mulher sorridente ao seu lado.

-É um prazer te conhecer Dona Tyna.- estendi minha mão para cumprimentá-la.

-O prazer é todo meu, ouvi falar muito bem de você linda!- ela era um pessoa muito legal.- Essa é minha Giulia!- uma bela moça apareceu ao seu lado.

-Olá (S/N), muito prazer!- ela era linda, seus cabelos louros caiam perfeitamente em seus ombros, olhos verdes penetrantes e um corpo de dar inveja a qualquer uma.

-Olá Giulia, é muito bom te conhecer.- forcei meu melhor sorriso.

-Vou falar com Harry, faz tempo que não nos vemos!- assenti e a acompanhei com o olhar até onde meu namorado estava.

Me senti desconfortável com a aproximação dos dois, afinal eu sou bem ciumenta, talvez por medo de perder meu namorado para outra mulher.

Durante toda festa Harry e Giulia não se desgrudaram, sempre conversando, rindo como se existisse somente os dois no local, o que me deixou bastante incomodada com a situação.

-Harry, vamos embora, não estou muito bem.- menti com a intenção de tirá-lo de perto da linda mulher ao seu lado.

-Espera só um pouco amor, estou conversando com a Giulia.- ele sorriu para ela.

-Harry eu prometi que ficaria com a Avery essa noite.- tentei convencê-lo.

-Só um minuto amor, ela não deve nem estar lembrando disso. - ele disse rude.

-Ela é minha filha Harry! - falei e me virei entrando na casa de minha sogra.

Liguei para minha mãe avisando que não poderia ficar com minha filha hoje, o que segundo ela deixou minha garotinha bem triste o que consequentemente me fez ficar acabada, me sentei em um dos sofás da sala tentando me acalmar um pouco antes de ir embora, sozinha.

-Anne eu vou andando, não estou muito bem.- tentei dar alguma desculpa que a fizesse acreditar.

-O que houve? Está sentindo alguma dor?- ela disse preocupada, me senti mal por ter mentindo.

-Só um pouco de dor de cabeça, logo passa!- me despedi de quase todos e resolvi voltar andando para casa mesmo.

Caminhado pelas ruas escuras comecei a pensar se realmente eu estava fazendo o certo em namorar um cara como o Harry, ele é lindo, gentil, o homem perfeito para toda mulher, será que logo eu merecia estar ao seu lado?

Um carro preto parou ao meu lado e não me dei o trabalho de olhar quem era, afinal eu sabia bem quem estava o dirigindo.

-Entra amor, está frio ai fora.- ele disse com uma voz doce.

Entrei no carro sem olhar para ele, encostei minha cabeça na janela e voltei a pensar em tudo, logo chegamos em casa e fui direto para nosso quarto.

-Amor, você está bem?- Harry apareceu no quarto e eu apenas assenti com a cabeça.

Entro no banheiro e deixo com que a água quente que caía do chuveiro molhasse minhas costas me fazendo relaxar um pouco.

Tudo estava me deixando confusa, eu sei que não deveria me preocupar com isso, afinal se ele não me amasse de verdade não estaria comigo, não?

-Posso tomar banho também?- me assustei com sua voz bem perto de mim.

-Claro.- peguei minha toalha de saí do banheiro escutando ele suspirar.

Me deitei na cama e me cobri, antes eu esperava terminar esse dia melhor que agora, escutei os passos de Harry no quarto e fingi estar dormindo.

-Me fala o que está acontecendo, o que você tem?- ele perguntou acariciando meus cabelos.

-Não é nada…- falei em um sussurro.

-Eu sei que tem algo de errado, não minta para mim.- seus carinhos continuaram.

-Eu só estou mal por não ter visto minha filha hoje.- tentei fazer com que ele acreditasse.

-Você sabia que talvez não a veria hoje, tenho certeza de que não é só isso.- suspirei e me virei para ele.

-Você me ama?- perguntei o encarando.

-Que pergunta é essa? É claro que eu te amo!- era possível ver a confusão em seus olhos.

-Harry, você tem 23 anos, é um homem lindo, gostoso, o sonho de consumo de qualquer mulher, enquanto eu tenho 27, sou mãe de uma criança de cinco anos que ainda por cima não é sua, o que você viu em mim?- perguntei com lágrimas nos olhos.

-Por que esse assunto agora?

-Só me responde Harry, eu vi você e sua prima hoje, ela tem sua idade, não tem filhos, ela parece ser perfeita para você! - limpei uma lágrima que insistia em cair.

-(S/N) eu não me importo se você é mais velha que eu, na verdade eu adoro mulheres mais velhas, não me importo de você tem uma filha, eu aprendi a amar a Avery como se fosse minha filha, mesmo ela não morando com a gente, não me importa quantas mulheres podem paracer “perfeitas” para mim, só existe uma que ocupa todo espaço em meu coração, e essa mulher é você minha princesa!- ele disse olhando em meus olhos. -Me desculpa por duvidar do seu amor, mas que eu não consigo me conformar que sou a mulher ideal para você.- sorri triste.

-Você é sim a mulher ideal para mim, é você que eu sempre vou amar!- sorri e nos beijamos.

Harry me deitou na cama ficando por cima de mim me beijando intensamente, minha mãos acariciava suas costas, enquanto as suas passeavam por todo meu corpo. Senti minha blusa ser puxada para cima, logo Harry a retirou e sorriu ao ver meus seios expostos.

-Eu não poderia querer alguém melhor.- ele disse antes de abocanhar meu seio direito.

Gemi com o contato de sua língua em meu mamilo, Harry mordiscava, chupada meu seio como se sua vida dependesse daquilo, chupões era depositados em toda região dos meus seios.

Levei minha mão até seu membro o a acariciando por cima da cueca o sentindo ficar mais duro, enfiei minha mão dentro se sua cueca e comecei a masturbá-lo de forma lenta.

Harry tirou meu seio de sua boca me fazendo gemer em protesto, o puxei para mim de forma com que pudesse o beijar. Nos virei na cama ficando por cima dele e fui fazendo uma trilha de beijos de seu abdômen até sua cueca,retirei a mesma bem devagar fazendo com que seu membro quase batesse em meu rosto.

Segurei sua base e passei minha língua em sua glande o fazendo suspirar, envolvi minhas mãos ao seu redor fazendo movimentos vai e vem junto com minha boca, Harry segurava meus cabelos ditando a velocidade em que ele queria, senti que logo ele iria gozar então aumentei a velocidade até que isso acontecesse.

Harry me colocou de quatro e arrancou minha calcinha de uma só vez, senti seus dedos em contato com minha intimidade me fazendo ficar ainda mais molhada. Senti sua língua em meu clitóris fazendo movimentos circulares me deixando totalmente louca, Harry sempre soube usar bem sua língua.

-Harry… por favor…- implorei para que ele acabasse com essa tortura deliciosa.

-Calma meu amor!- ele disse e introduziu dois dedos dentro me mim.

Isso foi o bastante para que eu gozasse em sua boca, senti ele se afastar um pouco e logo seu membro roçar em minha entrada, rebolei em sua direção a espera de mais contato.

-Anda logo com isso Harry! Minhas palavras foram o suficiente para que ele entrasse em mim de uma só vez me fazendo soltar um gemido alto, Harry sempre foi muito controlador, sempre estava no comando e dessa vez não seria diferente.

Suas estocadas ritmadas me faziam o querer cada vez mais, sentir ele entrando e saindo de dentro de mim era uma das melhores sensações possíveis.

Ele me virou de frente me fazendo deitar com as pernas abertas para ele poder se encaixar entre elas, o beijei com vontade tentando conter meus gemidos que mais pareciam gritos pelo imenso prazer eu estava sentindo.

Senti que poderia gozar a qualquer minuto e não me privei disso, deixei que o maravilhoso orgasmo me consumisse me deixando cega de prazer, Harry estocou mais algumas vezes e logo gozou me preenchendo com seu líquido.

- Obrigado por estar comigo minha princesa! - ele disse entrelaçando nossos dedos.

-Eu que tenho que agradecer por você ter entrado em minha vida, eu te amo Harry!- sorri e o beijei.

-Eu também te amo minha linda, para sempre!


Espero que vocês tenham gostado, me digam o que acharam do imagine!

Yasmim:)

Vivo con un nudo en la garganta.
Se me acumularon las lágrimas, el dolor y la rabia.
Apareces de la nada en mi vida, provocando que me sienta más vacía.
¿Y qué ganas haciendo esto si no me quieres?
Te conozco de hace meses, y parace que no sé de tus intereses.
Pensé que te gustaba… ¡Qué equivocada!
Me perdí en tu mirada, y los momentos dulces que me dabas.
Ahora que te fuiste, dejaste un sabor amargo.
Es ciertamente triste saber que no fue real ninguno de esos halagos.

One Shot Niall Horan

Semana NHoran 

Sempre há dois lados. O bem e o mal sempre estão juntos porque um não existiria sem o outro, o equilíbrio entre eles é essencial e por isso anjos e demônios frequentam a escola juntos.

Parece loucura dizer que anjos e demônios vão à escola, mas isso realmente acontece. Eles são testados e avaliados para se tornarem aptos de suas funções, às vezes são colocados juntos, mas a maioria das vezes a escola fica dividida. Anjos de um lado e demônios do outro.

Em uma mesma escola há muitas histórias, tem a de Harry Styles que gosta de flores e de espalhar amor por todos os lados, ele se daria muito bem como um cupido, mas está indeciso porque gosta muito de crianças e ser um anjo da guarda também é uma opção bem boa para ele. Liam Payne está certo de sua decisão, ele será como Miguel, um arcanjo forte e guerreiro. E tem Niall Horan que dentre todos é o que mais se esforça, decidido a ser o melhor anjo da guarda ele se mantém longe de todos os demônios porque acha tudo isso deles terem que ficar perto uma besteira. Niall tem medo deles, são ruins e não deveriam existir.

— Uma ovelhinha perdida… — a voz ecoou no corredor e Niall parou imediatamente olhando para os lados e não viu ninguém — Não precisa ficar com medo. — a risada debochada veio junto com o ser que saiu da parte escura do corredor.

— O-o que você… — ele pigarreou — O que você está fazendo aqui?

(Seu nome) é o demônio que mais causa na escola, Niall pensa que ela foi treinada diretamente por Lúcifer e não pode deixar de desejá-la bem longe dele.

— Eu estou um pouco triste… — ela caminhou até ele e começou a dar voltas ao seu redor como um predador — Chegou aos meus ouvidos que você não gosta de mim… — ela fez um bico fingindo tristeza — Eu gosto tanto de você. — (seu nome) estendeu a mão para tocá-lo e ele se afastou.

— Não… — a voz quase não saiu.

— Por que, Niall? — o sorriso ladino brincava em seus lábios vermelhos — O gato comeu a sua língua, anjinho? Eu posso te ajudar a encontrá-la. — ela deu passos para frente e Niall para trás.

— Me deixe em paz. — ele virou de costas para fugir e (seu nome) entrou na sua frente.

— De todas as coisas que eu sei fazer, deixar em paz não é uma delas. — (seu nome) colocou sua mão no rosto de Niall e de repente olhou para trás — Eu vou voltar! — sussurrou no ouvido dele e sumiu no momento que Harry virou o corredor.

— O que você já está fazendo aí? As aulas já começaram. — Harry foi até Niall e começou a puxá-lo pelo braço — Parece que você viu um fantasma. — Harry riu sem parar de andar.

O que ele não sabe é que em vez de um fantasma, Niall viu seu demônio pessoal.

*-*-*-*-*-*-*

— Vocês estão todos reunidos aqui para trabalharem em conjunto. — o arcanjo disse andando de um lado para o outro olhando os alunos juntos e ao mesmo tempo separados. Sempre se colocavam demônios de um lado e anjos do outro, por mais que tentassem juntá-los, eles ainda se distanciaram — Vocês formarão duplas e terão que conviver durante três dias. Deixar um anjo com um demônio é uma jogada muito arriscada, mas temos uma pulseira que não permitirá que vocês anjos façam algo que não queiram. Lembrem-se que os demônios são mestres na arte da indução, tudo que vocês têm que fazer é resistir e não se deixar levar, vocês terão que se mostrar fortes desviando de todas as suas artimanhas.

— Nós teremos três dias para levar seus queridos anjinhos do céu ao inferno fodendo com eles? — (seu nome) perguntou horrorizando metade das pessoas ali presente.

— Eu não sei qual o sentido que você quis passar usando essa palavra, mas o que eles basicamente tem que fazer é resistir aos seus jogos.

— Eu quero o Niall! — ela se colocou de pé exibindo suas lindas pernas à mostra por estar usando um vestido preto bem curto.

— Ainda não terminamos…

— Eu. Quero. O. Niall.

O pequeno anjo se encolheu no seu lugar devido a insistência do demônio que ele mais quer longe de si, ele não poderia ficar três dias junto a ela, seria como estar no inferno.

— Tudo bem. Vocês podem ir até suas duplas. — disse o arcanjo a fim de não iniciar uma discussão.

Niall abriu a boca completamente quando viu Harry correr até o outro lado e sorrir para um demônio de olhos azuis, eles pareciam já se conhecer e isso não parece certo ao seu ver. Um demônio sério e vestido todo de preto atravessou e se colocou ao lado de Liam sem dizer uma só palavra e antes que ele parasse de observar em volta para fugir, (seu nome) já estava com o braço em volta de seu pescoço.

— Eu disse que iria voltar. — ela riu baixo e deixou um beijo sobre sua orelha. Respirando fundo, Niall sentiu todo seu corpo tremer e mãos suar, ele definitivamente está na boca do lobo.

*-*-*-*-*-*-*-*

— Esse é um lugar onde você pode fazer tudo o que quiser… Menos me trair, aí eu terei que ser má com você. — (seu nome) disse no ouvido de Niall para que ele pudesse ouvir sobre a música alta.

— Eu não sou o seu aliado, como posso te trair? — Niall perguntou inocente e completamente rijo diante a proximidade da garota.

— Você não pode deixar ninguém encostar os lábios nos seus… Se isso acontecer, eu mato todos que estão aqui diante dos seus olhos. — Niall ofegou, ele sabe que ela é capaz de cumprir com a própria palavra.

(Seu nome) se inclinou para beijá-lo e ele se afastou, ela deveria estar testando-o.

— Você não vai matar ninguém!

— Eu posso, bobinho. Essa regra só se aplica a outras pessoas. — ela revirou os olhos e riu baixo encostando seus lábios nos dele.

Niall ficou estático esperando alguma coisa acontecer, ele estava usando a pulseira que o entregaram, mas nada aconteceu. Se ele não queria esse beijo por que a pulseira não acendeu? Só podia estar com defeito.

No fim da noite eles fizeram mais do que um encostar de lábios, (seu nome) beijou Niall outra vez e diferente de antes, ele retribuiu de uma forma que ele não sabia que podia. Ela levou as mãos dele a sua bunda o fazendo apertá-la causando sensações que ele nem ao menos sabia que existiam.

*-*-*-*-*-*-*-*-*

— O meu é bem melhor que o seu, mais bonito também. — (seu nome) disse a Louis olhando Harry de cima a baixo, eles estavam comparando os seus parceiros e isso era uma coisa estúpida a se fazer.

— Olhos verdes e cachos. Ninguém ganha de olhos verdes e cachos. — Louis falou completamente orgulhoso e convencido — Parece que eu venci em todos os aspectos, o meu é mais fiel também. — ele riu apontando para o outro lado. Harry estava sozinho encarando Louis enquanto Niall estava conversando com uma garota que o tocava a cada cinco segundos — Você podia disfarçar… Parace que sua cabeça vai explodir. — Louis riu e sua risada foi ainda mais alta quando (seu nome) desapareceu.

Niall não viu (seu nome) até o final do dia, ele havia acostumado a tê-la no pé dele o tempo todo e agora parece estranho não vê-la durante tanto tempo. Levantando-se de onde estava sentado, ele sorriu ao ver (seu nome) se aproximar, mas antes de falar alguma coisa ele foi cortado pela voz fria dela.

— Venha!   

Praticamente correndo, Niall tentou acompanhá-la sem saber aonde estavam indo, mas essa dúvida acabou quase dez minutos depois quando entraram no mesmo lugar onde foram a última vez em uma festa. Ele foi deixado para trás, não sabe quando foi que (seu nome) sumiu o deixando no meio de todos aqueles demônios, ele sabia que todos ali eram como ela, bastava olhar nos olhos deles.

Decidido a procurá-la, Niall caminhou em meio a todas as pessoas as empurrando quando necessário. No canto da sala, próximo ao banheiro estava (seu nome) sendo prensada contra a parede por um demônio que ele conhece como o parceiro de Liam, os dois estavam se beijando com tanto fervor que Niall sentiu seu corpo todo esquentar, mas não era um sentimento bom, era raiva e ele não sabia lidar com ela, nunca havia sentido antes.

Sem que pudesse impedir a si mesmo, Niall correu até onde eles estavam e puxou Zayn para longe de (seu nome), o acertando um soco no maxilar que o fez cair. Ele mal pôde ver a cara de surpresa de (seu nome) porque logo Zayn estava de pé pronto para revidar.

— Não! — (seu nome) se colocou na frente e segundos depois estava sendo puxada para fora daquele lugar.

— OLHA O QUE VOCÊ ME FEZ FAZER! — andando de um lado para o outro Niall mostrava todo o seu desespero.

— Você não é tão santo quanto eu imaginava. — (seu nome) riu — Estava no maior papo com uma vadia qualquer e agora está nervoso só porque eu ia dar para alguém.

— NÃO FALE ASSIM! Você não vai dar para ninguém!

— Quando foi que os nossos papéis se inverteram? — (seu nome) perguntou divertida encostando-se na parede.

— O que você fez comigo? — Niall se aproximou e colocou uma de suas mãos no maxilar da mulher apertando de leve — Eu não sou mais o mesmo, eu sinto isso.

— Eu apenas te mostrei o outro lado… Você está sempre sendo lembrado de viver em santidade, de fazer isso e não fazer aquilo. Eu estou aqui para te desviar do seu caminho. — ela disse olhando em seus olhos — Ciúmes é um sentimento mundano… Acho que caímos em uma armadilha.

— Eu não quero mais ficar longe de você. — a boca de Niall estava a centímetros da de (seu nome).

— Nós temos que fugir! — Niall negou com a cabeça.

— Eles vão nos encontrar.

— Não seja pessimista, eu conheço uma pessoa. — (seu nome) riu fraco — Não me olhe assim, Magnus é gay e pode nos apagar do radar deles. — ela omitiu a parte que ele não é completamente gay. Os dois até já tiveram seus momentos.

— Você me transformou em um menino mau. — sorrindo Niall a beijou com fervor, como nunca tinha beijado antes.

A partir da decisão que tomaram, ele viraram as costas para tudo que conheciam, nada e mais ninguém importava a não ser estarem um com o outro para sempre e por isso eles foram viver em uma casa floresta longe de todos depois que Magnus os livrou de possíveis perseguições.




Aqui estou eu!

A semana NHoran começou (um pouco atrasada), espero que vocês gostem. :)

- Tay

Ele tem aquele jeito frio, seco; muitas vezes é rotulado como “grosso”. É difícil saber quando ele está afim de alguém, pois ele sempre parace estar desinteressado. Mas a verdade é que ele só tem medo de se entregar e se machucar. Ele quer se sentir seguro, para assim, assumir o que sente. Talvez seja culpa do signo dele, talvez seja culpa de pessoas que o magoaram, não sei… Mas independente do que for, esse é o jeito dele. Porém, no fundo, ele é uma ótima pessoa, só que ele gosta de coisas concretas, coisas que vão dar futuro, e por isso é chamado de “chato”. Mas quem se importa? Ele só quer alguém que o ame de verdade e que queira conhecer cada canto de sua alma; alguém que queira derrubar cada parede dentro dele, até chegar no seu interior e dizer “gostei daqui, quero fazer meu lar”.
—  Fernanda Faria
Diabolik lovers Lost Eden Ayato Sakamaki (dark 5) ~traducción~

Dark prólogo, dark 1, dark 2, dark 3, dark 4, dark 5 @yaochangneko

-Monólogo de Yui-

Por la noche, una inesperada persona nos visitó.

Y esa persona fue el señor Ritcher—
El hermano de KarlHeinz-san y un tío para los chicos Sakamakis.

Pero para mí,
diciendo la verdad no era una persona a la cual quería ver.

-End.

Keep reading

demonqueen-beastmaster  asked:

Hey, could you tell me a bit more about ARK? All I really know is that it seems to be a generic survival game but you can breed dinosaurs (that's all I really got from the steam page) and if it's possible to run some kind of dinosaur ranch.

ARK is p much a generic survival game save for the fact that you can tame, ride, and breed fantasy dinosaurs, pterosaurs, prehistoric mammals, other fantasy critters, and anything else that modders can think of.

It has a really awesome building system and it’s on of the biggest draws imo, you can build epic castles n shit. I like building stables and shelters for my critters to keep them out of the rain :3

There are official and unofficial servers as well as singleplayer. The official ones suck but I used to play a ton on various unofficial ones because they have can have custom settings, mods, active admins that host games with prizes (like racing, arenas, fashion shows, best builds, all kinds of shit), admins that won’t tolerate bullying (racism, sexism, homophobia, all that stuff) so it’s a better environment, rules to keep the game fair (you can only raid someone so often, no completely wiping their base, no killin passive tamed creatures) it’s just a better experience than the official ones. Rn I host my own server and just play with my brother since my internet has sucked (I use satellite, no one else will cater to our forest home). It’s still fun though! Recently they’ve been really expanding and fixing the singleplayer experience.

The game releases August 8th and they plan on adding even MORE content along with DLC to be added in the future (there’s one expansion pack currently that adds a desert map and critters that I love, you don’t need to buy it to have the critters tho since the developers are awesome). Right now it features:
• over 100 unique tamable critters, they aren’t just re skinned versions of the same model but actually unique with different special abilities
• lots and lots of items to build with that you can paint to make them pretty!
• lots of armor and weapons and shit that you can also paint and make them pretty! You can paint your critters too
• breed-able critters to get special colors, you can have a neon red wolf! or a watermelon tyrannosaur! the special colors also give them stat boosts. You breed for stats as well. I love breeding.
• tons of different maps and WIP procedural ones. Modders give you endless options!!
• really just the modding community is the heart of the game, and the awesome developers support modders and give them money to mod!! I think they do something like $4000 a month for select modders
• pvp and pve, so if you want to raid other people and steal their critters you can do pvp but if you wanna relax you can do pve and not worry about other players! There are also roleplaying unofficial servers which can be a lot of fun too
• you can have tribes with alliances
• you can tell your critters to do different things like “go here” “follow me” “attack this” or switch them to passive so they don’t hurt anything
• there are flying critters like big birds and griffins
• stuff to do under the sea! there are sea caves and treasure you can find. you can build on a critters back and have a submarine!
• you can also build on some land critters backs like these big horse rhinos called paracers, or brontosaurus, these really big critters called titanosaurs
• it’s just really fun and addicting
• I recommend it to everyone
• it is pretty hard on your PC and you need a beefy one, but August 8th when they officially release it should be optimized and you won’t need as beefy of a pc
• ark has helped me through some serious depression bouts. I like it a lot and have played it since it came out

Bueno amores míos, esto no significa el fin del Shipp mientras ellos sigan siendo amigos. Ese “mi” no sé si se refiere a que sea su novia yo aún no estoy al 100% segura si lo es o no pues yo le digo así a mi mejor amiga y ademas hay muchas opciones aún: 1.-Que pues si es su novia alv :v 2.-Simplemente es su amiga pero la está usando para despistarnos y dejemos de creer en wigetta 3.-Sus padres no saben que es gay y ella es como su falsa novia 4.-Solo son mejores amigos ya que se conocen desde hace años 5.-Eran mejores amigos pero se enamoraron y ya que Cristina ya no tiene a su novio (que descanse en paz) se dieron una oportunidad 6.-No han aclarado si son pareja o no y solo quieren hacernos sufrir y hacernos cree que lo es xD Esas son las opciones que yo pensé si tienen otra díganmela :b Cristina y Guillermo se conocen desde hace años incluso antes de que este conociera a Samuel, aunque si realmente son pareja tranquilas no hay problema, Guillermo y Samuel no solo es un romance, es una hermosa amistad que no se encuentra en cualquier lado, que nos enseño que también se puede amar a un amigo y que no siempre una pieza de rompecabezas que parace encajar a la perfección con otra debe estar con esta. Ánimos chicas no dejemos morir este hermoso fandom de estos dos perfectos hombres!

Originally posted by sam2119931