para minha pessoa

Eu quero alguém que esteja comigo em todos os momentos do meu dia. Quero alguém que saiba o momento certo em que eu preciso de ajuda e que faça o possível só pra arrancar um sorriso meu. Quero alguém que me traga confiança, que não goste de se gabar por coisas fúteis e que não ache que um relacionamento se baseia apenas em palavras. Eu preciso de alguém que se arrisque, assim como eu me arrisquei e me arriscaria de novo só pra poder vê-la feliz. Eu preciso de alguém que me acolha, que demonstre que precisa de mim na sua vida. Quero uma pessoa que seja transparente, que jogue limpo e que não ache que confiança se dá somente através de palavras e blá, blá, blás, porque palavras por palavras, até papagaio fala. Sabe, eu quero um alguém que vá cuidar de mim, que saiba dos meus gostos, que preserve o amor que eu sentir. Eu não preciso de gente apenas pra manter perante os outros​ um relacionamento fachada. Eu preciso é de alguém que coloque a cara pra fora, que bata a mão no peito e que sinta borboletas dentro do estômago. Eu quero alguém que entenda que um relacionamento é feito a dois, e que segredos e joguinhos não são características de um relacionamento saudável. Eu não preciso de um alguém que faz tudo ao contrário do que diz detestar. Eu procuro um alguém de verdades. Eu quero um alguém transparente e sem joguinhos, sem esconderijos. Eu quero um alguém inteiro, que seja de dentro pra fora, que me faça sentir orgulho de tê-la escolhido. Eu quero um alguém em que eu possa chegar nos outros e dizer: “esta é a minha companheira, a minha pessoa para todas as horas, o meu grande amor.”
—  Isabela Queiroz.
A vida transborda o tempo todo, tire seus aprendizados, não destrua o futuro por problemas do passado.
—  Oriente
Às vezes a gente sonha acordado, sonha com o toque, o sorriso, o brilho dos olhos, os tons do pôr-do-sol batendo no rosto. A gente sonha involuntariamente da mesma forma que se apaixona. Nós não quisemos isso, mas aconteceu e acabou se tornando mais um problema para nossas vidas conturbadas. Sem perceber lá estava eu chorando ouvindo aquela música triste e ridícula porque morria de medo de te perder para qualquer pessoa, pois minha risada nunca seria a sua preferida e principalmente porque nem com todos os planetas alinhados eu e você seríamos um só.
—  Nem a distância vai nos separar.

hoje eu me permiti.

de vez em quando é bom deixar esse acúmulo se libertar. as lágrimas, uma hora ou outra precisam escorrer, não é? é como você prender um pássaro. ele é um animal livre. e mesmo que preso, na primeira oportunidade, logo foge.  ele não espera uma segunda chance, pois é bem provável que não tenha.

comigo é assim, baby. eu não gosto de sofrer por coisas desnecessárias. você não merece meu choro. você, que sempre disse que que queria me fazer feliz. vejam só, foi a pessoa que mais me fez sofrer.
isso é normal. sempre li que as pessoas em quem mais confiamos, são as que mais nos desapontam.

você era meu tudo, moço. você era saturno, e eu era seus aneis. você foi o frio, e eu seu casaco. pena que quando estava aquecido, me jogava de volta no armário. e de tanto viver guardado, resolvi doar-me por conta própria. e para a minha surpresa, as pessoas gostam de brechós.

“tua”
era assim que eu me referia quando se tratava de minha pessoa para você
eu era tua
meus braços
pernas
seios
bunda
cabeça
unhas
língua
costas
e tudo
tudo era teu
eu era tua em corpo
alma
tua em coração
mas aí tu me deixou de lado
e eu percebi que eu nunca fui de quem realmente importava
eu precisava ser minha

Um dia uma pessoa me perguntou se eu estava bem. Era mais que óbvio a resposta; estava com olheiras por causa da insônia, estava mais magro pois a comida não descia mais, não tinha mais disposição para nada. Eu olhei para aquela pessoa, na minha cabeça ecoava minha voz, a voz do meu eu antigo, morrendo aos poucos entre os muros que eu havia construído, ironicamente, para protegê-lo, e meu eu gritava: “por favor, me ajude”, mesmo sabendo que ninguém iria ouvir. Então, eu apenas olhei para aquela pessoa, automaticamente meus lábios se curvaram em mais um sorriso falso e sem graça e palavras se juntaram em uma curta frase, saindo da minha boca. Com ajuda da minha voz rouca eu disse: “Sim, eu estou bem”. Por fim, aquela pessoa foi embora e eu havia mentido e me matado mais uma vez.
—  Um coração partido
Imagine Zayn Malik

Eai xuxus, essa é a ultima parte do imagine do Zayn, espero que gostem.

Parte 1 - Parte 2 - Parte 3

S/N P.O.V

2 meses depois.

Sai da sala de cirurgia depois de 5 horas, estava fazendo uma cirurgia cardiovascular, isso foi incrível. Andava sozinha pelos corredores até chegar a recepção, Mia lixava as unhas, mas quando encostei no balcão olhou atentamente para mim:

- Seu namorado veio te procurar. – Ela volta a lixar as unhas. – Você escolhe bem, ele é gatinho, desculpa a cafonice.

- Eu não tenho namorado. - Na hora me vem Zayn na cabeça e eu lembro que ele está na cidade. – Merda! – Coloco a mão na cabeça e sussurro para minha própria pessoa.

- Disse algo querida? – Mia olhava atentamente para mim.

- Eu já vou indo. – Digo indo em direção a saída – Te vejo na quarta. – Grito e aceno como ela.

[…]

Entrei em casa depois de um longo dia, arrumei toda a bagunça que ali se encontrava, tomei banho, coloquei uma roupa simples e desci as escadas correndo, entrei no carro e fui ao mercado, não havia realmente nada em minha geladeira. Fiz minhas compras rapidamente e voltei para casa.

Lavei as mãos e deixei a água ferver para o macarrão, quando escuto a campainha tocar, limpo a mão no guardanapo de pano e foi até a porta principal.

- Zayn? – Me assusto em ver a figura magra escorada na minha porta.

- Surpresa. – Ele sorri. – Estava com saudades de você.

- Acho que não deveria falar isso. Você tem uma mulher e um filho, estou certa? – Dou espaço para que ele entre e o mesmo entra e se dirige ao sofá.

- Eu estou solteiro e sim eu tenho um filho. – Senta-se no sofá.

- Eu sei. Ele é realmente parecido com você. – Sorrio.

- Por que não tentamos de novo? Você e eu sabemos o que sentimos, pode ser um pouco de infantilidade, mas, deveríamos tentar. – Ele coloca sua mão sobre a minha.

- Vamos à cozinha, estou preparando macarrão, me deixe pensar um pouco. Me conte como Londres está.

Zayn me contou como tudo está, desde os nossos amigos até as pessoas do colégio que não vemos a anos, me disse tudo sobre a traição de Amy e como ele ama Luke, depois de escutar tanto sobre o garoto até eu o amo de verdade. Risos muito enquanto eu preparava nosso jantar.

Coloquei os pratos, talheres e panelas na mesa e nos servi, tudo parecia diferente, parecia que éramos dois adultos tendo uma conversa civilizada, o que realmente era.

- Nós mudamos muito desde então. – Zayn diz colocando vinho em nossas taças.

- É, eu até acho que podemos tentar novamente. Mas, você terá que entender que eu não posso ficar o tempo todo em casa e muito menos parar de salvar vidas assim quando você precisar de mim. Mas eu vou fazer o possível pra te dar o máximo de atenção, meu amor.

- Eu sempre vou te entender e respeitar o que você faz, desde o primeiro e último dia de nossas vidas, a partir de agora. – Zayn se levanta da cadeira e eu faço uma expressão como “o que está acontecendo”. Vejo ele se ajoelhar em milha frente. – Casa comigo? – Ela tira um anel com uma pedrinha brilhante acima e eu só consigo sorrir.

- Claro. – Ele coloca o anel no meu dedo e eu no seu.

- Eu já avisei seus pais que iria te pedir em casamento e Londres nos espera para uma cerimônia, esse é o único evento que eu não te perdoaria se não fosse.

- Você é demais! Eu te amo. – Selo seus lábios.

[…]

1 ano depois.

Havia me mudado para Londres depois do nosso casamento Zayn me fez mudar de ideia e transferir meu emprego para o hospital daqui, não trabalho mais tanto, apenas quando me ligam.

Luke viria passar o fim de semana com a gente, ele tinha três anos e realmente é como meu filho. Zayn e eu não queremos ter filhos, gostamos de dar todas a nossa atenção a Luke. Afinal somos uma família.

- Ei amor, chegamos! – Zayn grita no andar de baixo.

- EIIIIII (S/A) – Luke grita após o pai.

Desço as escadas e abraço meus homens, fizemos o almoço e levamos Luke ao parque, já que era o que ele queria fazer a tarde toda. Comemos algodão doce, cachorro quente e várias outras coisas. A noite foi caindo e Luke estava muito cansado. Voltamos para casa demos banho no garoto e o colocamos para dormir.

- Amor? – Zayn chama tirando o livro de minhas mãos.

- A Zayn, qual é? Devolve meu livro vai. – Estico o braço para que ele devolva e o mesmo não aceita o gesto.

- Faz tempo que você não fica comigo de verdade, e não falo de cama. Falo de carinho. – Ele coloca o livro na poltrona e vem até mim.

Conversamos durante um tempo e vemos um pequeno serzinho na porta.

- Cabe sim papai. – Luke diz e ficamos sem entender.

- O que foi filho?

- Cabe eu ai no meio, vamos dar espaço para o Lukezinho. – Ele pula na nossa cama nos causando um riso.

Essa é minha família.

Certa vez me disseram que eu sou muito fechada e por um momento pensei na hipótese de dar mais espaço para as pessoas na minha vida. Lembei que dar mais espaço significa confiar. Contar meus medos e segredos. Ser um pouco menos durona. Me tornar assim, um pouquinho vulnerável, significa também correr o risco de quebrar a cara depois.
—  Kiara Vasconcellos

Senhor, quando eu tiver fome, dai-me alguém que necessite de comida.
Quando tiver sede, dai-me alguém que precise de água.
Quando sentir frio, dai-me alguém que necessite de calor.
Quando tiver um aborrecimento, dai-me alguém que necessite de consolo.
Quando minha cruz parecer pesada, deixai-me compartilhar a cruz do outro.
Quando me achar pobre, ponde a meu lado alguém necessitado.
Quando não tiver tempo, dai-me alguém que precise de alguns dos meus minutos.
Quando sofrer humilhação, dai-me ocasião para elogiar alguém.
Quando estiver desanimada, dai-me alguém para lhe dar novo ânimo.
Quando sentir necessidade da compreensão dos outros, dai-me alguém que necessite da minha.
Quando sentir necessidade de que cuidem de mim, dai-me alguém que eu tenha de atender.
Quando pensar em mim mesma, voltai minha atenção para outra pessoa.
Tornai-nos dignos, Senhor, de servir nossos irmãos que vivem e morrem pobres e com fome no mundo de hoje.
Dai-lhes, através de nossas mãos, o pão de cada dia, e dai-lhes, graças ao nosso amor compassivo, a paz e a alegria.

Teresa de Cálcuta

Odeio ter que ficar explicando o motivo da minha tristeza para as pessoas, então sigo para o meu quarto, fecho as cortinas e deito sobre a cama. Fico lá por horas, até eu me sentir melhor e poder conseguir sair dali como se nada tivesse acontecido.
—  Lucas Martins.
Metamorfóses diárias cercundam a minha pessoa. Algumas boas e outras ruins, depende do ponto de vista de cada um. Parece um vício em ser complicado, algo difícil de lidar e conviver, ora está tudo bem, ora está de mal a pior. Digo isso de forma generalizada, em relação a quase tudo na vida, pelo menos na minha. Já estou convencido de que acabarei, de certa forma, sozinho neste mundo, da mesma maneira que cheguei a ele.
Se tratando das metamorfóses, de humor, ideologias, sentimentos, (…). Sentir é uma coisa humana, mas quando se sente e se submete a ter o sentimento de ciúme por algo ou alguém, tudo se torna um caos, principalmente quando não se consegue controlar este turbilhão. Abomino e odeio então, o fato de sentir ciúme, visto que este caos se une à minha bagunça e causam problemas, magoas, (…), para minha pessoa e outrora. Prefiro optar então a não sentir, exatamente nada, e evitar tais incidentes. Se consigo? Nem sempre, mas continuo tentando. Se realmente não sinto nada? Sinto. Dentro de mim há insanidade, loucura, humor e o amor, principalmente por sorrisos, coisas boas e não me esquecendo de todos os meus defeitos, o que ainda mantêm este indivíduo em vida com a missão de compartilhar as boas coisas.
Me desculpem os que se afetam diretamente com essas minhas metamorfóses, e quanto àqueles que só aparecem para criticar, sou feliz com ou sem tua opinião, então recebam o meu mais sincero “foda-se”.
—  Christian
Deus me criou e me quer, que em cada segundo me olha com amor, que abençoa a minha vida e a sustém, que tem nas suas mãos o mundo e as pessoas, que espera por mim ansiosamente, que me quer preencher e aperfeiçoar, e fazer-me viver consigo para sempre. Enfim, que ele está presente aqui, comigo. Não basta dizer que sim com a cabeça. Os cristãos têm de assumir o estilo de vida de Jesus.
—  YOUCAT

Bom, como a maioria já sabe eu fui uma pessoa muito louca com métodos de emagrecimento e já tentei basicamente tudo, eu vou criar uma série que postarei as coisas que deram certo e as que não deram para o emagrecimento e quero abrir com chave de ouro com esse chá que fez um milagre , eu realmente emagreci muito com ele , eu sei que cada organismo é diferente mas ele me ajudou de uma forma absurda porque eu comia algumas besteiras e ele eliminava rapidamente , ou seja , o chá aliado a uma dieta é muito eficiente para emagrecer e comendo algumas besteiras ainda dá pra manter o peso, foi o que deu certo para minha pessoa, ele é um diurético muito eficiente.

O gosto: Bom, eu não gosto de nenhum tipo de chá então o gosto para minha pessoa era horrível .

Observação: EU sou exagerada e não fazia dele um chá normal, eu fazia ele MUITO forte para dar um efeito mais rápido.
Ele é um diurético muito forte então se você é uma pessoa muito ocupada não tome pois você vai precisar muito do banheiro ( e pode ocorrer de você passar vergonha).
Enfim meninas.. essa foi a primeira dica se vocês quiserem fazer qualquer pergunta estou disponível .

Por favor, fique. Mesmo que não haja nada a se dizer, finja ou interprete com talento, uma espécie de preocupação para com minha pessoa, que eu bem sei não existir. Conte uma piada. Ainda que eu não ria, saberei que tu estás aqui. Faça silêncio enquanto passeia com tua mão por meus cabelos, sei que a tristeza não me deixará agora, mas enquanto aqui tu estiveres, ainda haverá esperança. Podes me beijar. Porém, saiba que não terei como retribuir. Se sentires uma amargura, não reclame, é apenas a essência de minha alma querendo escapar por meus lábios. Se eu não te olhar nos olhos enquanto fazes tuas declarações ardentes de amor, não te entristeças, te amo mesmo que todo os meus gestos digam que não. É um mau dia, uma péssima semana, uma terrível vida, mas acredite, tudo é melhor porque te tenho aqui comigo. Tenho arriscado nos versos, aprendido danças, inventado canções… Só pra falar de amor; um amor que é seu, mas que carrego comigo sempre, só para ter o prazer de entregá-lo todos os dias à você. Fique para me ouvir. Recitarei poemas. Sente, fique mais um pouco, não irás se arrepender. Se eu falar bobagens, releve, estou tentando te impressionar de alguma forma. Não há muita beleza em minha face, palavras belas não sei dizer, tudo que peço é que fique mais um pouco, mais um tempo, a vida toda se quiser. Não é necessário que chore comigo, não precisa juntar meus cacos quando os dias difíceis me atormentarem. Apenas diga que tudo ficará bem, sou incapaz de ver falsidade em tuas palavras. Cante uma canção que acalme o caos que eu sou, ou simplesmente sussurre o quanto me quer bem. Eu serei feliz, ainda que por cinco minutos. Por fim, me perdoe. Tudo que posso te dar é o amor que arde em meu peito desde o dia em que contemplei teu primeiro sorriso.
—  Otávio L. Azevedo, O Buendía

sorrykiss  asked:

Menina que Tumblr Maravilhoso 💘 você poderia dar conselho para minha amiga que pessoas ficam falando sobre o peso dela e isso me deixa tão triste ver ela assim

Que amorrr, mt obrigadaa! Poxa é bem triste mesmo, mas olha uma coisa que minha prima sempre fez foi se amar bastante do jeitinho que ela é, sem se importar do que falam ou com o que querem que ela seja, por mas que seja chato isso, nunca deixe que ela fique triste por isso, pois cada uma de nós somos lindasss, sempre deixe bem vivo isso para ela. 💕💕

Eu percebi que não tenho nada mais para oferecer. Só a minha pessoa. Toda cicatrizada (física e emocionalmente), cheia de manias, medos, traumas. E olho em volta e vejo pessoas incríveis fisicamente ou intelectualmente. E me vejo. Pessoa com a cabeça em algum lugar distante. Sem atrativos visuais. Metas não realizadas. Eu to sentada no chão, com o notebook apoiado na cama e do meu lado ha uma cadeira com, seila, 500 ml de cafe prontos em um copo de refri do burguer king onde deveria estar o bumbum de alguém. E sem internet. Porque preferi ficar no quarto que dá pra rua, pra escutar loucos xingando em espanhol enquanto eu tento dormir, estudar ou comer; e nesse lugar a internet não chega, ou chega por 30 minutos, te dá esperança de um mundo lindo e vai embora. E eu falava sobre o que eu tenho a oferecer. Talvez um café. Com leite em pó. E no metro vou indo e vendo gente maravilhosa, lendo algum livro aparentemente maravilhoso e escutando musica maravilhosa e eu penso em me casar, mas aí lembro…. : só tenho café pra oferecer. E talvez algumas músicas antigas. Clássicos dos anos 90 são os meus preferidos. Gole de café num copo gigante do Burguer king. Sabe, o que mata é essa insegurança que me diz que eu não sou interessante o suficiente pra falar com aquela pessoa que sempre senta na mesma mesa e pede o mesmo que eu. Mas ainda assim, ainda me imaginando assim muito sem graça eu juro, eu queria viver de mãos dadas com alguém. Alguém que compreenda que orquestra são incríveis. E que baladas não são tao interessantes assim. E que compreenda que eu sei que posso sentar na cama, ou na cadeira, que posso colocar o café na mesa ou do lado da cama, mas que mesmo assim eu prefiro sentar no chão com o cafe na cadeira e o notebook na cama porque eu sou assim e é disso que eu gosto. Alguém que leia Julio Cortázar comigo e que fique louco- como eu fico - com essa maneira maravilhosa que ele tinha pra escrever. Mas o que eu to pedindo é demais e eu tenho consciência disso. Seria como pedir uma projeção masculina e barbada de mim e não creio que exista muitas por aí. Então, te pergunto e me pergunto, porque obviamente eu to falando comigo mesma, há pessoas feitas para outras pessoas? Quer dizer, há alguém com esses mesmos gostos e compadecido dos meus problemas internos no ano de 2016 na cidade portenha? E se existir, é sério que eu não posso procurar? É que dizem que a pessoa certa chega sem que você procure, mas sério, eu não posso procurar? nao posso facilitar as coisas? bater na porta dela, e dizer que a gente pode se adiantar uns anos?  É serio que eu tenho que beber cafe sozinha na madrugada, quando na verdade há  alguém nesse exato momento que aceita que eu só posso oferecer cafe e rock antigo, e que de quebra me conte algumas teorias da conspiração que afirmam que somos todos uns alienados presos em uma sociedade que só nos pretende escravizar? Eu vou dormir decepcionada.
—  viiftr