pais do luan

Sera que é erro meu?
  • A tempo que você e Luan estavam se estranhando, ele sempre carinhoso tentando fazer a relação relaxar, ficar de boa com você mas você era turrona não queria fingir que estava tudo prestes a acabar, você achava que não amava mais Luan, que tudo tinha acabado, mas terminar 5 anos de casamento não é tão fácil assim.
  • Luan: Hoje tem jantar na casa dos meus pais.
  • Você: Em comemoração de que?
  • Você estava no sofá foleando uma revista.
  • Luan: Boudas de prata deles.
  • Você: Atá...
  • Luan: Seus pais vão estar la, convidaram muita gente.
  • Você: Ah sim, vou tomar banho e me arrumar.
  • Você se levanta e sobe pro quarto, e Luan fica sentado na sala pensando. Assim que você entra no quarto se encosta na parede e inspira fundo. Logo você vai pro banho, depois de algum tempo assim que você sai do banheiro Luan entra. Você se arruma e logo depois Luan.
  • Luan: Ta pronta?
  • Ele vestia uma calça branca, uma blusa rosa escura e um blazer preto e calçava um coturno preto. E você um vestido prata com um decote em coração de tuli, calçava um scarpan preto sem detalhes.
  • Você: sim..
  • Luan: Você cortou o cabelo?
  • Você: cortei, porque?
  • Luan: Ficou linda!
  • Você: Obrigada ~seca~ vamos!
  • Vocês então vão para a casa dos pais de Luan, chegando na mesma vocês se separam, você vai conversar com as mulheres e Luan com os homens.
  • Bruna: Uau.... que linda!
  • Você: Obrigada ~sorri~
  • Camila: Ta tudo bem seu apelido?
  • Você: ta sim... só estou um pouco cansada.
  • Camila: Ah ta...
  • - do outro lado -
  • Max: E ai Luan!!!!!
  • Luan: Falaaaa.. ~sorri e aperta a mão dele~
  • Max: Ta tudo bem? cadê a seu nome?
  • Luan: To indo... ta la com as muié.
  • Max: ~risos~ sempre quando tem festa, elas se juntam!
  • Luan: Pois é... por as fofoca em dia! ~risos~
  • Max: Tem certeza que ta bem?
  • Luan: Tenho boizera ~sorri~ só to cansado.
  • Max: A noite foi boa ~risos~ brincadeira.
  • Luan: Antes fosse ~risos~ mas né não.. é vou ali cumprimentar meus pais....
  • Enfim chega a hora do jantar, você se senta do lado do Luan.
  • Luan: depois daqui quer ir pra algum lugar?
  • Você: Não...
  • Luan: tem certeza?
  • Você: Tenho Luan, eu quero ir pra casa, tudo bem?
  • Luan: Ta seu nome, ta, vamos pra casa!
  • Na hora do jantar todos fazem os brindes comemoram e se divertem, você nem olhava direito para Luan.
  • No finalzinho da noite Bruna chama Luan no quarto dela.
  • Luan: Oi..
  • Bruna: pode contando!
  • Luan: contando oque piroca?
  • Bruna: oque ta acontecendo com você e com a seu nome, que clima mais chato de vocês dois na hora do jantar!
  • Luan: é...
  • Bruna: Fala logo!
  • Luan: Não ta dando mais certo piroca, ela não me ama mais
  • Nisso o Luan começa a chorar..
  • Luan: Eu não sei mais oque fazer, eu sempre faço de tudo pra ficarmos de boa, mas ela sempre ta na defensiva, nunca abre espaço pra gente... não demonstra mais carinho, ~chora~ acho que é o fim.
  • Bruna o abraça e ele chora.
  • Bruna: calma pi, conversa com ela hoje quando chegarem em casa, eu tenho certeza que ... ela te ama, alias tenho certeza absoluta, confia em mim tudo vai se resolver.
  • Luan: de hoje não vai passar... ~beija o rosto dela~vem vamos descer.
  • Luan limpa o rosto e eles descem.
  • Você estava procurando por Luan, pois ele havia sumido, e por coincidência uma amiga da Bruna que dava em cima de Luan também, você ja estava se mordendo de ciumes. Assim que Luan chega na sala você vai até ele.
  • Você: Onde você tava?
  • Luan: tava la em cima!
  • Você: com quem Luan Rafael?
  • Quando Luan ia dizer você vê a garota descendo as escadas com um primo do Luan, abraçadinha, Luan olha pra trás e você a garota te olha de volta e sorri.
  • Luan: Com a Bruna.... porque ciumes? ~sorri~
  • Você: Vê lá e se eu vou ta com ciumes... só te chamei porque quero ir embora.
  • Luan: Sei ~sorri~ ta bom vamos.
  • Vocês se despedem e vão embora, no caminho ambos não dão se quer uma palavra. Chegando em casa você vai entrando nem espera Luan e sobe pro quarto. Luan decidido a esclarecer tudo sobe atrás de você.
  • Luan: Eu já larguei de lado todo o meu orgulho, passei por cima de tudo pra te agradar.
  • Você: Do que cê ta falando?
  • Luan: Seu nome, eu me moldei pensando no nosso futuro, mas no presente você não quer me aceitar.
  • Você: Para de ser tosco Luan!
  • Luan: Ta vendo? porque sera, que você só encher os meus defeitos? porque sera que eu ainda não tenho seu respeito?
  • Você: Ja parou?
  • Luan: ESCUTA! ~solta um grito que você se assusta~ SERA QUE É ERRO MEU DIZER QUE EU TE AMO O ANO INTEIRO? TE ELOGIAR QUANDO CORTA O CABELO? FAZER DE TUDO POR VOCÊ E EU SERA QUE ESSE É O ERRO MEU? SERA QUE É ERRO MEU DIZER QUE QUANDO ACORDA ESTA TÃO LINDA, RECONHECER QUE VOCÊ SEU NOME É A MULHER DA MINHA VIDA, ACREDITAR QUE O NOSSO AMOR NÃO FOI EM VÃO E NÃO MORREU? ~suspira~ sera que esse é o erro meu?
  • Você estava chorando e olhando para Luan, ele pega um travesseiro e vai sando.
  • Você: Onde você vai?
  • Luan: Pro quarto de hospedes...
  • Você: Não... fica!
  • Luan: Boa noite.
  • Luan sai e deixa você chorando, a noite inteira você não pegou no sono e não conseguia parar de chorar, Luan no quarto do lado ouvia cada suspiro seu e se segurava para não chorar. Deu oito horas da manha você se levantou tomou um banho, e desceu para fazer o café da manha, você preparou tudo de mais gostoso, enfeitou a mesa e esperou Luan a descer, quando deu nove e meia ele desceu, chegando na cozinha ele te olhou perplexo.
  • Luan: Boa dia.
  • Você: Bom dia ~sorri~ é... fiz pra você. ~o olhou~
  • Luan: Ah.. valeu. Mas eu to sem fome.
  • Se vira e vai saindo. Você corre e puxa o braço dele.
  • Você: Espera.. Luan, não faz isso. A gente precisa conversar.
  • Luan: Precisamos? eu já falei tudo que tinha pra falar ontem seu nome...
  • Ele se vira novamente.
  • Você: TÁ, EU SEI QUE ERREI, E TO TENTANDO REPARAR O QUE EU FIZ, EU ... EU ESTAVA COM PARANOIAS ACHAVA QUE EU NÃO ERA PRA VOCÊ QUE VOCÊ NÃO ERA PRA MIM, QUE O CASAMENTO ESTAVA ESFRIANDO, MAS EU ERREI, COM OQUE VOCÊ ME DISSE EU PERCEBI O MARIDO MARAVILHOSO QUE EU TENHO, E QUE MILHARES DE MULHERES QUERIAM ESTAR NO MEU LUGAR, EU TE AMO LUAN, EU ADMITO QUE EU ERREI E QUERO PODER RECOMEÇAR COM VOCÊ, TE FAZER FELIZ DE NOVO. ~você estava chorando~
  • Luan ainda estava de costas ele sorria, logo ele se virou e te fitou./
  • Você: Você não vai falar nada?
  • Luan: pra que? você já disse tudo.
  • Você: Mas...
  • Luan: Seu não te amasse eu já teria te deixado seu nome, eu não me permitia desistir de nós dois, eu amo você demais pra isso.
  • Você: Então você me perdoa?
  • Luan: Perdoo ~sorri~
  • Você corre até e o beija intensamente.
  • Você: vem vamos tomar café.
  • Luan: Não.
  • Você: Am?
  • Luan: Vamos fazer outra coisa primeiro ~sorri~
  • Ele te pega no colo e vocês vão para o quarto e fazem amor por horas e horas, depois descem e vão tomar café.
  • (FIM)

No bairro São Francisco, endereço dos pais dos sertanejos Luan Santana e da dupla Munhoz e Mariano, a lanchonete “K10” é o lugar preferido para comer, antes e depois da fama.

Na última quinta-feira, de passagem por Campo Grande, Luan surpreendeu muita gente ao aparecer na lanchonete, que fica na rua João Pessoa, 622. Ele chegou por volta das 23h, quando o lugar já estava começando a ficar vazio.

É o cliente mais ilustre, que se comporta hoje, no topo da fama, como fazia antes dela. Acompanhado da equipe, o sertanejo chegou com uma camiseta do Mickey e um boné na cabeça, aparentemente, sem nenhuma vontade de se esconder. Com fome, pediu o prato preferido, um sobá tamanho médio, que custa R$ 14,00.

Segundo o proprietário, Kiyoharu Umelh, de 56 anos, Luan “sempre pede sobá, desde que morava na rua Alegrete”. Na última visita, os clientes pediram para fotografar e ele atendeu a todos, sem cara feia. Mas Kiyoharu nunca deu importância para esse tipo de registro, então, não tem qualquer foto do ídolo teen nas paredes do K10, ou em casa. “Nunca pensei em tirar”, justifica.

A jornalista Daniela Benante lanchava com o filho Lucas, de 10 anos, e a afilhada Talia, de 16, uma das super fãs do cantor. Como não esperava tamanha surpresa, achou até que fosse um sósia.

“Ele chegou com umas 10 pessoas, com aquela camiseta do Mickey, bem mais magro, nunca pensei que fosse ele mesmo”, lembra.

Mas quando teve a certeza da identidade, aproveitou para registrar o momento. “Ele foi super simpático”, comenta.

Depois, o cantor pegou o caminho de volta para casa. Na sexta-feira, Luan fez show em Aquidauana e aproveitou para dar uma passadia por aqui e matar a saudade do sobá do K10.

Do Campo Grande News, 23/12/13

Via criadodesorrisos