p:niallhoran

instagram

Louis & Niall at the suit fittings for Soccer Aid yesterday 5/6 💚💜💚💜 #onedirection #1dupdates #niallhoran #louistomlinson #socceraid

Made with Instagram

No começo da nossa historia o futuro parecia magnifico, então as coisas começaram a afundar e ficarem tão cruéis, ainda não entendo por quer estou surpresa ate os anjos têm seus planos perversos e você acaba levando isso para novos extremos, ele sempre será meu herói mesmo que tenha perdido a cabeça. E nós estávamos brigando novamente. Eu e niall somos namorados há quatro anos. Apesar de tanto tempo juntos nos éramos os melhores casais da roda de amigos, e há uns anos atrás nosso amor começou a fica apenas em frente ao publico niall se mostrava um homem diferente daquele que tinha me apaixonado e ainda estava ao seu lado pois achava que ele voltaria a ser o meu homem mas tudo na vida tem um limite. Niall estava furioso por causa de um primo dele que ficou me cantando na festa de aniversário surpresa de greg e eu nem liguei, mas niall sim. e ele não ficou muito feliz com isso, estava se segurando para não meter a mão minha cara

-niall, venha querido, você está muito cansado. - peguei a mão dele para que ele se levantasse do sofá.

- me solta, (s/n), eu vou ficar aqui.

- mas niall, você amanha estar dolo…

- me deixe - gritou, recuei alguns passos, assustada. decidi não discutir, niall estava muito nervoso.

assenti e comecei a subir as escadas, indo ao banheiro e tomando um banho quente.após sair de lá, vesti um pijama e desci à sala novamente, vendo niall deitado, me olhando.

- vamos dormir amor, foi uma noite longa. - ele revirou os olhos e se levantou. ele caminhou até mim e me segurou com força pelos ombros.

- você é tão burra assim para não perceber que eu não quero ficar perto de você esta noite? - perguntou irritado. - você é uma vadia, você tem cara de vadia, botou aquele batom vermelho de prostituta de proposito ne ?

- Niall… - gemi. ele revirou os olhos e me empurrou até o sofá.

- como você consegue me tratar daquela forma? - ele me olha nos olhos, se aproximando de mim, eu não conseguia dizer nada, estava tão assustada. - você deu mole para ele na minha frente, na frente de toda minha família, o que eles vão pensar de mim? que eu sou um corno, (s/n), é isso que eu sou para você?

- na-não,niall! - respondi baixo. ele fechou os olhos e apertou-os, negando com a cabeça.

- cale. eu estou cansado de ser idiota, (s/n), a quanto tempo você faz isso? - ele pegou meu braço novamente e eu gemi, fechando os olhos.

- por favor… eu te amo. - sussurrei.

- você é uma vadia. - esbravejou. - e vadias merecem ser punidas. - ele disse, bravo.

- niall por deus… por favor, não. para com isso! - pedi desesperada ao vê-lo começar a tirar o cinto. - você nunca fez isso… por favor, niall, por favor.

- para tudo tem uma primeira vez. - ele disse indócil.

observei niall pegar meus pulsos e arrumar-se para me bater a primeira vez enquanto sentia meus olhos arderem. “pare”, eu pedia, “por favor!”. e então, ele me bateu a primeira vez. eu gritei, niall me olhou, raivoso.

- se você gritar, eu bato mais! - avisou.

e depois bateu novamente, sufoquei um grito. estávamos ofegantes e eu, emudecida pelo cara que eu mais amava. ele bateu mais e mais vezes. ele me puxou pelos cabelos me empurrou contra a mesa de café vidros foram espalhados pela casa, eu estava ferida meu sangue se misturava com os cacos de vidro. Não era o homem que eu tinha me entregado pela primeira vez, ele apenas parou e me observou chorar virou as costas e subiu me deixando em meio aquele caos no meio da escada pude ouvi-lo falar.

-arrume essa bagunça-

Eu gostaria de desconstruir essa ideia de que o amor aguenta tudo. Essa é a maior ilusão que existe na vida ! não sei de onde tirei forças mas levantei peguei a chaves do seu carro e fui embora sem olhar para trás.

espero que tenham gostado e me falem o que acharam por favor, adoro vocês ♥

LAÍA

Imagine com Niall Horan

Pensei que com a gente seria diferente, pensei que poderia confiar em você, me sentir amada ao seu lado, mas vejo que estou seguindo o mesmo caminho de minha mãe…

Você não deve estar entendendo nada, não é mesmo?! Pois bem, irei contar a vocês!

Nasci em uma família totalmente desestruturada, meu pai nunca se importou comigo, assim que minha mãe engravidou ele nos deixou, meu padrasto nunca colocou um pão na mesa, minha mãe trabalhava fora para nos sustentar, e como sou filha mais velha arcava com os afazeres domésticos e cuidar dos meus irmãos mais novos.

Meu padrasto sempre chegava bêbado em casa e batia em minha mãe, quando não sobrava para mim ou meus irmãos, ele sempre tentou tirar proveito de mim, nunca confiei em nenhum homem, pois sempre pensei que todos fariam comigo o mesmo que ele fez.

Assim que minha mãe criou coragem de denúncia-lo já estava meio tarde, meu psicológico já estava todo detonado, ele mexeu comigo e uma forma tão grande que fiquei em depressão por três anos. Como eu disse nunca confiei em nenhum homem, até ele aparecer, Niall, o nome que me fazia suspirar, foi com ele que eu sei meu primeiro beijo, foi pra ele que entreguei minha “virgindade”, foi com ele que me casei.

No começo era tudo perfeito, ele era o homem perfeito, mas depois de um ano parece que ele se cansou da vida de casado e começou a sair, me deixando cada vez mais só, nunca pensei na possibilidade de ele estar me traindo, acho que ele não seria capaz, foi nessa época que pensei em me separar,as ai descobri que estava grávida e não tenho condições de criar uma criança sozinha.

Desde então já se passaram cinco meses, estou grávida de seis, descobri hoje que meu bebê será uma menina, estou muito feliz, somente meu bebê para me fazer sorrir, como de costume hoje não vi meu marido, e provavelmente não irei ver.

Resolvi dar umas checadas em minhas redes sociais, saber o que anda acontecendo, e foi em uma dessas checadas e eu vi o que não queria, uma seção foto de meu marido saindo com uma moça meio ruiva, em uma delas eles estavam as beijando, outra andando e mais dadas e em outras rindo, conversando em uma roda de amigos, aquilo me quebrou, nunca pensei que ele poderia me trair.

No exato momento me desesperei, comecei a chorar, minhas mãos a tremer, e uma pontada forte em meu ventre, me levantei desesperada a senti sangue escorrer por minhas pernas, não poderia ser, eu não posso perder minha filha, meu único amor, minha visão ficou turva e não vi mais nada.

~Pov Niall~

Assim que deixei Celine em casa resolvi voltar para a minha, pelo que (S/N) me disse era hoje que ela descobriria o sexo do bebê, não me deu o trabalho de ir com ela, tinha coisas mais importantes do que ficar vendo imagens de bebês.

Estacionei meu carro e entrei em casa, assim que deu o primeiro passo em direção a cozinha meu coração gelou, minha esposa estava desmaiada com uma poça de sangue ao seu redor, no exato momento me desesperei, isso não poderia estar acontecendo, não com ela.

A peguei no colo e a levei o mais rápido possível para o hospital, ela não poderia morrer, assim que cheguei e expliquei sua situação os enfermeiros a levaram para uma sala na qual eu não poderia entrar.

Durante todo o tempo fiquei pensando em tudo que fiz com ela, como eu fui um canalha com minha princesa, como pude trair essa mulher, lágrimas de arrependimento escorriam por meu rosto livremente, fui interrompido e meus pensamentos quando uma enfermeira me disse que eu poderia a ver. Entrei no quarto e ela estava deitada na cama.

-Meu amor, você está bem?- tentei segurar sua mão porém ele desviou.

-Eu não quero falar com você Horan!- pela primeira vez ela foi grossa comigo.

-O que… Por que?- não estava entendendo o motivo dela estar assim.

-Você me traiu!- não tive tempo de responder e o médico entrou no quarto.

-Boa tarde Senhor e Senhora Horan!- nos cumprimentou com uma cara nada boa.

-Me diz que está tudo bem com minha filha doutor!- a voz de (S/N) saiu como uma súplica.

-Me perdoe (S/N), mas você perdeu o bebê.- ele disse triste e saiu da sala e logo minha esposa começou a chorar.

-NÃO… NÃO! MINHA FILHA NÃO! POR FAVOR NIALL, DIZ QUE É MENTIRA! DIZ QUE ELA AINDA ESTÁ DENTRO DE MIM, DIZ! por favor!- me desesperei mais ainda com sua fala.

-Me desculpa meu amor, mas eu não posso dizer isso!- tentei a abraçar porém ela me empurrou.

-A CULPA DISSO TUDO É SUA! EU TE ODEIO NIALL, ODEIO COMO NUNCA ODIEI NINGUÉM, VOCÊ ME FAZ PERDER MINHA FILHA, A ÚNICA PESSOA QUE PODERIA ME AMAR DE VERDADE, EU TE O-D-E-I-O!- seu choro só aumentava.- Eu quero divórcio!

-Não… Você não pode se separar de mim, nós vamos superar isso juntos pod…

-Eu não quero mais saber de você, sai da minha vida!

Por um deslize meu acabei perdendo minha mulher e minha filha, o que será de mim daqui para frente?!

Yasmim:)

Niall Horan Dirty Imagine

A loud bang emitted from the entry way of your house. You shot up in bed and breathed heavily as your eyes adjusted to your dark room. Your heart was beating rapidly and you heard another loud crash come from the other end of your house. You threw back the covers and slipped on your robe, then as quietly as possible tip toed over to where you kept your baseball bat for emergencies. You grasped it tightly then made your way toward the clamor. Halfway down the stairs you realized you were behaving just as those vapid female characters in horror movies you always made fun of. You cataloged a mental note not to judge human nature anymore. The being causing all the ruckus came into view but all you could see was the silhouette. You summoned all your courage and raised the bat, then ran at the figure screaming. The figure screamed in return and dodged out of the way then snapped on the lights. As your eyes readjusted to the light you sighed in relief when you saw your boyfriend Niall standing in front of you. 
“Y/N What the hell!?” he shouted, grasping at his chest. 
“I was gonna say the same thing to you! What are you doing here it’s 2 am and for God’s sake why the FUCK didn’t you turn on the light?”
“I was trying not to wake you up I wanted to respect you cuz you’re beautiful and I love you.” You quickly realized Niall was drunk. A smile crept its way across your lips. You couldn’t help it, drunk Niall was always so affectionate. 
“Niall, babe, why didn’t you go to your own flat?” you asked, setting the bat on the ground and walking over to hug your intoxicated boyfriend. He threw his arms around you and squeezed tightly, then kissed the top of your head. 
“Becaaaaaause,” Niall almost whined, “I can’t sleep anymore without you. I haven’t a clue what I’m gonna do when me and the lads go back on tour. You’ll just have to come with us,” Niall sighed into your hair. You felt your heart ache a little. You knew, as much as he wanted to be, Niall wasn’t serious about taking you on tour. It was against the rules. You could visit as often as possible but as far as actually being part of the consistent travel party, you were out of luck. 
“Alright dude,” you said wiggling out of Niall’s hug and taking his hand, “unlike you I was sleeping quite soundly and I would like to return to my comfy bed now. So come on, take off your shoes lets go.”
“Yeah slumber party! Party party party!” Niall shouted as he tripped over his left foot while trying to remove his right shoe. You laughed when he toppled over the back of your sofa. 
“Jesus Christ, you’re like a toddler,” you chuckled. You removed Niall’s other shoe from his foot which was still draped dramatically over the back of your furniture. Then you reached down and grabbed the front of Niall’s shirt and pulled him up. He slung an arm around your shoulders and you two headed back to your room. You walked towards your bed and slipped your robe off once more, accidentally letting it fall to the floor. You made an exasperated sound and bent over to pick it up. You threw the fabric onto your dresser then turned around to face Niall. You raised your eyebrows at him when you noticed he was leering at you, his eyes glossy and lustful. All you had on was a big t-shirt Niall had left at your place before he last went on tour. Niall looked you up and down and bit his bottom lip. 
“You know,” he said walking towards you, mischief all over his face, “I don’t recall telling you you could keep my shirt.” You looked down at yourself and bunched the top in your fists.
“I don’t recall giving you a choice babe,” you responded. Niall was right there with you now. His hands found your hips and he traced along the curvature of your torso. Suddenly he roughly grabbed the base of your (or his) shirt and a small gasp escaped your lips. Niall leaned into your ear and forcefully whispered, “Mine.” You could tell he wasn’t just talking about the shirt. He lifted it off over your head to reveal your bare breasts and a small pair of lace undies. Niall’s eyes glinted like a kid in a candy store. You began to play with the buckle of Niall’s pants. 
“Yours?” you asked, your voice gruff, “Prove it.” Niall grabbed your face and pulled it to his, kissing you fiercely. The two of you backed up into the bed. Niall’s hands roamed your body then found their way to your ass and grabbed it tightly. Your balled Niall’s jacket in your hands and pushed your hips into his. He groaned and pulled off his jacket then peeled off his shirt. You kissed his neck and down his chest, trailing your fingers along the lines of his body. You got on your knees and began undoing his pants, then yanked them down around his ankles. You played with Niall through his white boxers and felt him get impossibly hard against your hand. He tilted his head back and tangled his fingers in your hair. You pulled his boxers down to reveal Niall’s impressive length. Just the sight of it, the thought of it in you made you soaking wet. You felt Niall’s hand in your hair push your head forward. You licked the tip of his member and twisted your tongue around the head. Then all at once you took as much of him into your mouth as you could and began bobbing your head. 
“Ah fuck,” Niall called out as his abs clenched. As you moved your head and licked him all up and down you caressed and cupped his testicles. Niall moaned loudly the took a step back. He put a finger under your chin and guided you to a standing position. He nipped at your neck and began to rub you through your panties. He moved his hands slowly at first, then pulled at the hem of your underwear signaling for you to take them off. You did so and Niall dragged a finger along your entrance painfully slowly. He found your clit and began to rub it in short quick circles. You pushed your hips forward and one of his fingers slipped inside you so briefly it was as if you imagined it.
“Niall, I want you, I need you now,” you demanded. WIthout hesitation Niall pushed you back onto the bed. He crawled on top of you and hovered over you, his phallus perched right at your entrance. You were so impatient, wondering why he wouldn’t just enter you already. Niall moved his hips into you, his length pressing against your clit. “Niall,” you growled. He smirked then shoved himself into you all at once. You called out and buck your hips. Niall moved in and out of you rapidly, one hand tactfully fondling your breasts, the other used for balance. You slung your legs up around his back allowing him to burry himself deeper inside you. The two of you moved in perfect yet sloppy harmony, both sweating and breathing heavily. Niall lifted your hips up higher and his member found your g spot. 
“Ah, yes don’t stop,” you breathed. Niall thrusted into you harder and faster than you thought possible and soon the two of you came together. Niall sighed deeply then climbed off and plopped down beside you. 
“That’s it,” Niall breathed, “I’m not going on tour. I can’t leave you.” You smiled and closed your eyes, letting him wrap you up in his arms making you feel completely safe.

Hope you liked it! It’s not the best but yeah 😪👏🏻

vine

The new 50 shades of grey trailer looks good~maeve #onedirection #harrystyles #louistomlinson #zaynmalik #niallhoran #liampayne #lol

Made with Vine
Imagine com Niall Horan

•Pedido

•Flor faz um imagine do Niall q ele larga a S/N pra ficar com outra mulher e a S/N fica mt magoada,depois de um tempo ele percebe q ainda ama ela soq ela já superou,aí ele vai na casa dela e flagra ela cm o atual dela, pode escolher o final Bj amores♥.

__________________________💜

Sai do trabalho o mais rápido que pude, queria passar o resto do dia com Niall, meu marido, de uns tempos pra cá estou meio sem tempo, recebi uma promoção no trabalho e isso faz com que minha responsabilidade na empresa crescesse muito, então o tempo que eu tinha pra cuidar da casa e ficar com meu marido diminuiu.

Cheguei em casa depois e mais de uma hora em um trânsito caótico tirei meu casaco e deixei pendurado ao lado da porta, subi as escadas sem fazer barulho, queria fazer uma surpresa para Niall, me encosto na porta do quarto e escuto uma voz feminina, não pode ser…

-Não vai demorar Cath, logo vamos estar juntos, eu prometo!- a voz de Niall ecoava por trás da porta.

-Agiliza logo esse processo amor, quero viver com você, essa sua mulherzinha não cuida de você como eu cuidaria.- escuto o barulho de beijo, meu estômago revira só de imaginar a cena.

-Eu não aguento mais viver com ela, quero ficar com você minha pequena.

Não aguentando mais adentro o quarto com um raio recebendo olhares assustados dia dois.

-(S/N)? O que você está fazendo aqui?- Niall me perguntou vestindo suas roupas assim como a vadia loira.

-Pelo que eu saiba, eu moro aqui!- sorri irônica para os dois.- Pelo que eu vejo a festa estava boa, não é?!

-Eu…eu vou embora, até mais tarde Niall.-ela passou por mim com receio.

-Até mais tarde amor!- ele disse para ela e no mesmo instante meus olhos se encheram e lágrimas.

Ele terminou de se vestir e se sentou na cama me encarando, meu olhar era uma mistura e decepção, dor, raiva, tudo isso fazia meus olhos começarem a transbordar.

-Por que Niall? Por que logo comigo?- perguntei em meio aos soluços.

-Você está muito ausente nos últimos dias, eu precisava de alguém para me satisfazer, me dar carinho, você só sabe trabalhar, e quando chega em casa só quer dormir, me poupe (S/N)!- suas palavras atingiam meu coração em cheio.

-Niall você nunca reclamou, achei que não se importasse, se esse é o problema nós podemos resolver agora, eu peço demissão se você quiser, nós podemos superar isso!- sorri e tentei me aproximar dele, mas o mesmo se afastou.

-Nós não podemos superar, eu não quero superar nada com você, pra mim já deu.- ele se levantou e saiu rumo ao armário pegando uma mala.

-Niall pelo amor de Deus não me deixa, eu vou ser uma mulher melhor, vou estar mais presente, eu prometo, mas por favor não me deixa, não me deixa aqui sozinha por favor, eu te imploro!- me ajoelhei e chorei desesperada.

-Entenda (S/N), EU NÃO TE AMO MAIS, eu amo a Catherine, e é com ela que eu vou ficar, não com você, pra mim já deu.- terminou de fazer suas malas e saiu em direção ao seu carro.

-Niall pensa bem, você sabe que pode voltar quando quiser, eu te amo, por favor volta.- corri atrás dele ainda com esperanças de que ele voltasse atrás em sua decisão.

-Eu não vou voltar nunca mais!

E foram com essas palavras que ele entrou em seu carro e dirigiu pra longe de mim, me deixando ali, despedaçada, escorraçada por ele, o homem que eu mais amei, que me entreguei de corpo e alma.

Semanas depois eu ainda estava na mesma, estava indo de mal a pior, e pra compensar o pedido é divórcio chegou, agora ele é um homem solteiro, sem mais nenhum laço com a mulher que mais o amou.

Já fazem dez meses desde que Niall me deixou, posso dizer que agora estou recuperada, totalmente curada daquela dor que me consumiu durante três meses inteiros.

Graças as minhas amigas, cansadas de me verem chorando pelos cantos, me arrastaram para uma balada, e nessa balada encontrei o Leo (Masterchef 😏), meu atual namorado, nunca estive tão feliz em minha vida, Leonardo é o homem da minha vida.

Tirei férias por dois meses, então resolvi levar o Leo para passar um tempo comigo na casa e praia dos meus pais, como todo mundo estava de férias, a família toda estaria reunida.

-Como eu sentia falta desse lugar, olha isso, que perfeito!- estava andando na areia da praia com meu namorado.

-Lindo mesmo, mas não mais que minha princesa!- suas mãos enlaçaram minha cintura me puxando para um beijo carinhoso.

Caminhamos por mais um tempo, então resolvemos voltar, já que estava ficando meio tarde, e minha mãe não admitia atrasos para o jantar.

-Amor eu vou tomar um banho!- Leo disse me dando um beijo na bochecha.

-Vai lá príncipe!- retribui o gesto e fui ajudar minha mãe.

-Você realmente está feliz não é?! Nunca te vi sorrindo assim!- minha mãe disse arrumando os talheres na mesa.

-Estou super feliz, o Leo é perfeito pra mim, o homem certo, e agora tenho mais certeza disso com nossa sementinha crescendo aqui!- coloquei minha mão sobre minha barriga acariciando o local.

-Estou tão feliz por vocês, seu sonho sempre foi ser mãe, e agora está se realizando, é tão bom te ver feliz depois de tudo que você passou!- seus braços me envolveram em um abraço gostoso, fomos interrompidas pelo barulho da campainha ecoando pela casa.

-Deixa que eu atendo!- corri em direção a porta de me assustei ao ver meu irmão junto com meu ex marido.

Antes mesmo de eu começar a namorar com Niall, Brian e ele já eram amigos, viviam sempre juntos e foi por isso que começamos a namorar.

-Olá!- cumprimentei os dois com abraço e um beijo na bochecha.

Niall me encarou de cima a baixo como se não estivesse acreditando que eu estava ali.

-(S/N), quanto tempo, como vai?- ele perguntou sorrindo enquanto entrávamos em casa, Brian logo saiu de perto nos deixando sozinhos.

-Muito bem, e você?- perguntei por educação.

-Não tão bem assim, sinto sua falta.- abri a boca para responder, mas Leo desceu às escadas nos encontrando na sala.

-Oi amor!- falei com ele e os olhos de Niall se arregalaram.

Eles se cumprimentaram e minha mãe nos chamou para o jantar, durante todo jantar percebi Niall meio calado enquanto minha mãe elogiava o talento de Leo para a cozinha.

Passamos mais algum tempo conversando sobre nossas vidas e Niall contou que sua namorada havia o deixado para viver com um alemão, achei bem feito, a mesmo coisa que ele fez comigo.

-(S/N), será que poderíamos conversar?- a voz de Niall ecoou pela cozinha enquanto eu terminava de lavar alguns pratos.

-Claro que sim!- enxuguei minhas mãos e me encostei no balcão o encarrando.

-Eu queria te pedir perdão por ter te deixado, eu estava cego pela Catherine, que nem vi que a mulher perfeita que estava deixando para trás, depois e alguns meses eu percebi a burrada que havia feito, volta pra mim, prometo que dessa vez vai ser diferente.- ele se aproximou e segurou minha mão.

-Sabe Niall, você acabou comigo, ver o homem que eu sempre amei indo embora dizendo que não me amava mais, que viveria com outra mulher acabou comigo, fiquei três meses sem sair de casa, me sentindo culpada por nosso casamento ter acabado, por você não meu amar mais, mas como você pode ver, eu superei, voltei a ser a mulher alegre, de bem com a vida que eu sempre fui, e sabe quem me faz sair do fundo do poço? Foi o Leonardo, ele quem me ajudou, me amparou, ele que me viu chorar por muitas noites por ter te perdido, e é ele que eu amo, é dele o bebê que estou carregando em meu ventre, é ele o homem da minha vida.- seus olhos a arregalaram e sua boca se abriu várias vezes para dizer algo.

-Voc… você está gra…grávida?- seus olhos estavam marejados e sua boca semi aberta.

-Sim, estou realizando meu maior sonho, ser mãe foi tudo que eu sempre quis!- sorri lembrando do bebê aí eu carregava.

-Você sempre quis realmente ser mãe, e eu desperdicei a chance de ser o pai deles, você não sabe como eu me arrependo disso.- sorriu tentando disfarçar suas lágrimas.

-Nós ainda podemos ser amigos de você quiser.- eu disse meio sem jeito.

-Claro, acho que é o máximo que posso conseguir de você.- sorrimos e ele me abraçou.- espero que você seja muito feliz, que ele te faça a mulher mais feliz do mundo, você merece!

-Ele me faz!- respondi contra seu peito enquanto ainda nos abraçávamos.

Minha relação com Niall não era mais o que eu esperava a alguns anos atrás, mas agora ele era meu amigo, como nós fomos antes de nós relacionarmos, bons amigos, esse foi o melhor para nós, caminhos diferentes, mas ainda conservando o que éramos desde crianças.

______________________

Digam o que vcs acharam!

Yasmim:)