os alta

2

The Grisha Trilogy Meme - [1/7] Locations

Os Alta

“Two days later, just after dawn, we passed through a massive gate and through the famous double walls of Os Alta. […] I felt a twinge of disappointment as we passed shuttered shops, a wide marketplace where a few vendors were already setting up their stalls, and crowded rows of narrow houses. Os Alta was called the dream city. It was the capital of Ravka, home to the Grisha and the King’s Grand Palace. But if anything, it just looked like a bigger, dirtier version of the market town at Keramzin. All that changed when we reached the bridge. It spanned a wide canal where little boats bobbed in the water beneath it. And on the other side, rising from the mist, white and gleaming, lay the other Os Alta. As we crossed the bridge, I saw that it could be raised to turn the canal into a giant moat that would separate the dream city before us from the common mess of the market town that lay behind.When we reached the other side of the canal, it was like we had passed into another world. Everywhere I looked, I saw fountains and plazas, verdant parks, and broad boulevards lined with perfect rows of trees. Here and there, I saw lights on in the lower stories of the grand houses, where kitchen fires were being lit and the day’s work was starting.”

anonymous asked:

About Kaz as Asian, I've always wondered which irl countries inspired the nationalities in the books? Like sure, the Shu are Asian, but which part of Asia??? What about the rest??

*cracks history nerd knuckles* 

Shu Han has the same name as one of the three major states that competed over the complete control of China during the third century. It’s named “Shu” for its geographical location in China, and “Han” for its founders’ direct connection to the Han dynasty, which was just ending at that time. I think it’s safe to say that area during the Three Kingdoms period was what Leigh used as a basis for Kuwei’s homeland. 

Ravka was obviously inspired from Imperial Russia. The book covers of the Grisha Trilogy show the Grand Palace in Os Alta, which bears a striking resemblance to the tower tops of St. Basil’s Cathedral in Moscow. The characters from there even have Russian names - very famous ones, too. The Darkling - Aleksander - is named after countless Czar Alexanders that ruled over Russia, which very much imitates how there were “many Darklings” that kept Ravka “safe” from the Shadow Fold. Our beloved Nikolai Lanstov shares the same name with the last czar of Russia who was subsequently assassinated by the Bolsheviks, the Marxist revolutionary party led by Vladmir Lenin, in a church with his whole family. Hopefully, Nikolai doesn’t go the same way (Leigh Bardugo, please don’t let this be foreshadowing). And how everyone addressed the king and queen as “tsar” and “tsaritsa”? That’s how everyone addressed the imperial Russian monarchs back in Russia’s dynastic days. 

The Kaelish are known for their red hair, their tendency to stay in their own lane, and their tradition to not cause too much drama in history. Judging from those three characteristics, I’d assume that Scotland is the inspiration for their land. But then again, we know very little about them.

Judging from Ketterdam’s worship of trade and business (even their god Ghezen rules over commerce and industry) I speculate Kerch was inspired from the Netherlands, most specifically the Dutch Republic. Not only did this country have one of the most powerful trading companies in the world during the 17th century, but they also gained their power through trade and industry because they had little natural resources to supply themselves. The people here were so focused on commerce that eventually the Dutch merchants grew more powerful than the so-called aristocracy (Council of Merchants, anyone?)

I was a little confused on where Fjerda would be for a moment before realizing the kingdom’s name was literally a play on the word fjord. So it had to be a Scandinavian country - Norway, Sweden, or Finland. However, I discovered that the term was initially used in Norway. My suspicions about Fjerda being Norway were further confirmed when I remembered Matthias mentioning that ash trees are sacred to Djel, and the one in the middle of the White Island was where the druskelle listened to his voice. It can’t be coincidence that Yggdrasil, the mythical tree that connected the nine worlds of Norse mythology, was an ash tree as well, connected to Odin, one of the most complex gods to exist in Norse mythos. 

Novyi Zem was difficult, but then I found that Ms. Bardugo had answered this one for me: the country was mostly inspired by Australia and the American colonies. Which makes a lot of sense, considering how there’s a mass amount of Sudanese Australians, Kenyan Australians, Nigerian Australians, South African Australians, Somali Australians, Ghanaian Australians, and Zimbabwean Australians due to the British Empire’s slavery network. And who can forget how America exploited countless Africans for slavery and indentured workers as well? The Zemeni mostly work on farms of their own and handle guns (see: their entrance in Kuwei’s auction in CK), but that’s pretty much it. I suspect there’s a reason behind the homogeneity of the Zemeni, considering how Leigh Bardugo emphasized the theme of slavery and slave trade in the SOC duology. 

What country are Inej’s people inspired from, you ask? The answer is heartbreakingly easy. The Ravkan government has persecuted the Suli, who have to travel across the country like wandering nomads, never permanently settling anywhere because they are a nationless state, unwelcome at Ravkan doors. Thus, most of them are living the effects of diaspora; Inej acts as a perfect example. The Suli are the equivalent of the Romani in the duology, who have been persecuted, enslaved, and most of all, forced under slave labor throughout history. 

3

ALL WE DO IS RULE AND RUIN

In Ravka there is OS ALTA – where saints and sinners alike feast upon prosperity, where art and science come together in harmony. Os Alta welcomes all: humans, Grisha, and even traitors. The humans rule over all with iron fists, the Grisha nothing more than servants to their whims. But even Grisha count themselves more blessed than traitors. Woe to all who reveal themselves to be deceivers – for the Unsea is their new home. 

And what of the Unsea? Oh, darling, you should have never asked.

A RAVKAN EDIT SERIES: 1/ ∞

youtube

Os sonhos são flores altas 


  Os sonhos são flores altas
de umas distantes montanhas
que um dia se alcançarão.

  Resta a areia, resta o barro,
pobreza de folha e conchas
em campos de solidão.

A menina da varanda,
com tantas asas nos braços
e borboletas na mão,

  viu partirem grandes barcos,
por mares que não são de água
mas sim de recordação.

  Os sonhos são flores altas
dentro dos olhos fechadas,
além da imaginação.

  A menina da varanda
dormirá sobre os seus ossos.
E os sonhos, flores tão altas,
de seus ossos nascerão.

Para meu coração basta teu peito
para tua liberdade bastam minhas asas.
Desde minha boca chegará até o céu
o que estava dormindo sobre tua alma.

E em ti a ilusão de cada dia.
Chegas como o sereno às corolas.
Escavas o horizonte com tua ausência
Eternamente em fuga como a onda.

Eu disse que cantavas no vento
como os pinheiros e como os hastes.
Como eles és alta e taciturna.
e intristeces prontamente, como uma viagem.

Acolhedora como um velho caminho.
Te povoa ecos e vozes nostálgicas.
eu despertei e as vezes emigram e fogem
pássaros que dormiam em tua alma.

Pablo Neruda.

2

In a few hours’ time, every Fjerdan spy and Shu Han assassin will know what happened on the Fold, and they’ll be coming for you. Our only chance is to get you to Os Alta and behind the palace walls before anyone else realizes what you are. Now, get in the coach.

Status || 🤗🍃✌💬

- O segredo é deixar a música mais alta que os nossos pensamentos 🎧💭🚫
- Quando você começa a não se importar, as coisas começam a ficar mais fáceis 💭👌🏻☘
- Bateu uma saudade, uma louca vontade de amar você, se eu pedir cê volta pro meu coração? Pelo amor de Deus, não me diga não ♫❤🙏🏻☘
- Sou apaixonada por sorrisos, sorrisos me encantam, pessoas que sorriem com os olhos então nem se fala..😍❤😁
- Mas né, o tempo passa e a gente cresce, e percebemos que o tempo de criança era e sempre será a melhor fase 🍃☯🔆⚓
- Certas coisas não se planejam, só acontece 🙈💭❤
- Ignore, supere, esqueça. Mas jamais pense em desistir de você por causa de alguém 😉👊🏻💭
- Às vezes você não pode explicar o que viu em uma pessoa. É simplesmente a maneira que a pessoa te faz se sentir e que ninguém mais consegue ❤☘👣
- Se Deus mandou essa tempestade, ele sabe que seu barco é forte o bastante para não naufragar 😉🙏🏻☘💭
- São tão poucas as pessoas que nos fazem bem. E quando encontramos alguém assim, queremos ao nosso lado o tempo todo ❤✨👣☘
- ‘Mas o amor faz isso; ele nos transforma. Felizes são aqueles que conseguem melhorar seus defeitos para fazerem algo dar certo 💖☘
- Apenas segui em frente. Primeiro, porque nenhum amor deve ser mendigado. Segundo, porque todo amor deve ser recíproco. ❤♎🌸💭
- Quando você gosta de uma flor, você a arranca. Quando você ama uma flor, você a rega todos os dias. Quem entende isso, entende a vida 🌸💕👣
- O que nasceu pra ser seu, nada toma, nem o tempo, nem ninguém 😉🍃✨👣
- Perdoa os meus dramas, as palavras que não disse, os sentimentos que não demonstrei, o meu humor variável e os meus defeitos exagerados. 🌸💭👣
- E eu esperando você perceber que quando eu falo de amor, eu falo de você. 💕
- Criar cenas antes de acontecer, prazer eu 🤦🏻‍♀✋🏻💭
- Quem buscar o amor vai encontrar a saudade no meio do caminho❤👣💭
- Cansei desse quase amor 🙄💔👌🏻
- Eu sei, nunca fiz diferença na sua vida, só que eu gostei tanto de você que não quis ir embora 😔👊🏻👣
- Quem me dera voltar no tempo e mudar meia duzia de palavras, faria toda diferença hoje 🍃⌛😶
- Todo mundo quer sinceridade, mas nem todo mundo aguenta ouvir a verdade 🙄👊🏻💭

Chega em uma fase que tudo é um porre né? É isso aí, responsabilidades, desemprego, faculdade, primeiro amor, coração quebrado, decepção com os amigos, as pessoas, altas brigas com os pais e você começa a achar que a vida está de sacanagem com a sua cara por tantas coisas ruins que lhe acontece. E aí você se pergunta.. O que aconteceu? A meu amigo a vida aconteceu. E mesmo sendo encantador quando a vida acontece, acaba sendo um grande inferno cheio de monstros chamados obstáculos também. E não pense que sou uma pessoa cheia de negatividade por está escrevendo isso não, porque o que escrevo é só um pouco da ironia na nossa realidade. Mas mesmo em meio a isso, temos que aprender a lidar com as nossas dificuldades porque pensando por outro lado, quando os dias ruins passam a vida começa a valer a pena, a felicidade vai entrando sem nem bater na porta e nos confortamos. E aí sim tudo começa a valer a pena.’- G.

8

“I saw the prince when I was in Os Alta,” said Ekaterina. “He’s not bad looking.”
“Not bad looking?” said another voice. “He’s damnably handsome.”
Luchenko scowled. “Since when—”
“Brave in battle, smart as a whip.” Now the voice seemed to be coming from above us. Luchenko craned his neck, peering into the trees. “An excellent dancer,” said the voice. “Oh, and an even better shot.”
“Who—” Luchenko never got to finish. A blast rang out, and a tiny black hole appeared between his eyes.
I gasped. “Imposs—”
“Don’t say it,” muttered Mal.” 

Imagine - Zayn Malik

Mil desculpas pelo tamanho do imagine… Há! Eu disse que voltava! Espero que gostem! 

Pedido: Eu quero um com o zayn em que ela está brincando com o zayn e fala que ele é ruim de cama (brincado) só que ele fica chateado e depois castiga ela com um sexo bem Hot mesmo. Obrigada


 Zayn e eu estávamos deitados na cama, depois de um dia corrido de gravações, tanto minhas quanto para meu próximo filme e Zayn para seu próximo álbum. Estávamos de mãos dadas apenas olhando para o teto, de bobeira, falando besteira.
- Acho que devemos casar! – Zayn disse do nada.
- Acho que somos novos demais… – Disse me virando para ele.
- Mas estamos juntos a quase cinco anos, acho que seria legal. – Ele sorriu fraquinho.
- Estamos com nossas carreiras tão corridas, será que deveríamos casar agora?
- Bom, poderíamos tirar um tempinho para nós, né?!
- Onde você quer chegar? – O encarei.
- Amo você e quero você só para mim. – Zayn jogou o seu corpo sobre o meu. E eu gargalhei alto e em seguida Zayn rolou para o lado novamente.
- Está bem. Um dia marcamos de casar. Mas só se for uma cerimônia pequena.
- Só com familiares e amigos mais próximos. E um daqueles de fundo de quintal. – Zayn continuou me fazendo encara-lo. – O quê?
- Cadê o Zayn badboy que mete medo em todo mundo? – Perguntei.
- Você quer ver o badboy? – Ele se jogou para cima de mim.
- Mostra mesmo, por que da última vez estava fraquinho…
- Você está dizendo que eu sou ruim de cama?
- Interprete como quiser. – Gargalhei da careta que ele fez. – É brincadeira! – Gritei, mas Zayn já estava saindo do quarto.
Chateada por ter estragado o momento que estávamos tendo, continuei deitada na esperança de que Zayn voltasse e deitasse do meu lado. Mas, meia hora havia se passado e nada de Zayn voltar.
Suspirando, arrastei meus pés, ainda cobertos pela meia, até a sala e encontrei Zayn assistindo televisão. Assim que notou que eu o analisava, levantou-se e caminhou até a cozinha se servindo de água.
- Ah, amor, você ainda está bravo? – Perguntei abraçando sua cintura e apoiando meu queixo em seu peito. – Zayn!
Zayn virou o rosto para o lado e tentou se balançar, mas eu o apertei mais forte.
- Me desculpe, por favor. Não iria brincar se soubesse que ficaria tão bravo. – Fiz bico.
- Você me magoou… – Ele selou meus lábios. – Mas você terá que ser castigada!
- Você vai me castigar? – Falei arrastado e Zayn suspirou.
- Você merece (S/N)! – Ele desceu o rosto para meu pescoço e o mordeu. – Quero você só de calcinha na minha cama. – Revirei meus olhos. – Vou mostrar a você o que é ser ruim de cama.
Corri para o quaro com Zayn colado atrás de mim e foi inevitável não rir de nervoso.
Sem ao menos ter tempo de tirar minha roupa, Zayn me jogou na cama com brutalidade e atacou meus lábios. Suas mãos me acariciaram por baixo da blusa que eu usava. Era uma coisa selvagem, mas que eu amava.
Minhas mãos o arranhavam sem dó nem piedade; aquele quarto, mesmo com as janelas abertas, nunca havia sido tão quente como naquele momento. Minha respiração era alta e os sussurros de Zayn desconexos.
De joelhos na cama, Zayn retirou minha blusa e meu jeans; do seu corpo penas a camiseta foi retirada.
Meus seios foram acariciados ainda por cima do sutiã, mas logo a peça de roupa já estava fora do meu corpo e Zayn os acariciavam de outra forma. Beijos e chupões foram depositados da extensão do meu pescoço até a ponta do meu seio. Seus dentes rasparam minha barriga e minha calcinha rasgada com brutalidade.
Suspiros e gemidos sôfregos escaparam dos meus lábios quando eu comecei a receber o melhor oral da minha vida. Zayn gemia junto como se ele estivesse recebendo o melhor sexo de todos. Como se esperasse minhas ações depois de um orgasmo avassalador. Praticamente rasguei os jeans que ele usava e ouvi uma risadinha que foi entrecortada por um gemido assim que toquei sua ereção.
Os gemidos de Zayn eram como música aos meus ouvidos. E assim que o gemido arrastou, e pus de pé e sentei em seu colo, o colocando em mim de primeira. O pegando de surpresa.
Meu corpo foi abraçado e assim que nos recuperamos do primeiro ato brusco, Zayn iniciou os movimentos. Lentamente. Meus dedos se embrenharam em seus cabelos e eu os puxei quando senti Zayn morder um dos meus seios.
Meus olhos se reviraram e Zayn murmurou alto.

Desci meus lábios para seu pescoço deixando alguns beijos e mordidas o local. Eu suspirei mais alto e Zayn chamou meu nome. Faltava tão pouco para eu atingir meu limite. 

Minhas pernas falharam quando eu senti o formigamento abaixo da minha barriga. Desci e subi mais uma vez em seu colo e Zayn gemeu longamente e eu tremi gozando junto a Zayn.
O abracei ainda o sentindo dentro de mim; Zayn beijava meu pescoço e ombro calmamente. Meu peito subia e desci por conta da respiração acelerada, fazendo com que eu sentisse o corpo de Zayn junto ao meu.
- Você, definitivamente, não é mal de cama. – Falei suspirando em seguida. Zayn rio meio bobo.
Me retirou de si e levantou indo ao banheiro; eu fui em seguida e depois de um banho rápido me deitei ao lado de Zayn.
- Eu te amo. – Falei ao deitar em seu peito.
- Eu também te amo e ainda quero me casar com você! – Zayn beijou topo da minha cabeça e dormimos abraçadinhos.

Pedido: Faz um do Liam que ele deixa ela e a filha pra viver com a Cheryl e por isso a menina fica doente e a SN tem que ir atrás dele para fazer o tratamento da menina pq é muito caro e ela n tem como pagar, final a sua escolha


Liam: Filha, olha pro papai! - a pequena se acalmava do choro e me olhou com os olhinhos cheios de lágrimas. 

Kate: Por que vocês tem que se separar? - ela perguntou soluçando. 

Liam: Meu benzinho.. É complicado amor! O papai não sente mais aquele amor pela mamãe! 

Kate: Eu não acredito! - ela gritou e jogou a almofada em mim. Kate saiu da sala e foi até seu quarto chorando. 

S/N: Vai ser difícil fazer com que ela entenda - S/N disse saindo da cozinha e se encostou na parede. 

Liam: Conversa com ela.. Eu já tentei de tudo! - ela assentiu - Bom.. eu vou indo! 

S/N: Liam, você sabe que eu te amo ainda! Por que vai embora? 

Liam: S/A, eu não quero fazer você sofrer! Eu não sinto mais aquele grande amor que sentia há 10 anos atrás! 

S/N: Nós passamos por tanta coisa Liam.. - pude ver sua feição triste. 

Liam: Eu sei, mas … - ela me interrompeu. 

S/N: Tudo bem! Sei que você não me ama mais e ultimamente nós estávamos brigando muito! Isso é ruim para a Kate e para nós também! - eu assenti. - Você me traiu Liam? - ela perguntou com voz de choro. 

Liam: Não!! Eu nunca faria isso! Você sabe que não suporto traição e estou longe de fazer isto! Eu apenas estou sentido uma atração pela Cheryl, mas eu nunca fiquei com ela! Juro pra você! - sorri fraco e ela respirou fundo. 

S/N: Acho melhor você ir embora então! - S/N disse limpando algumas lágrimas que caíram. Pude perceber que ela estava brava, mas não tinha muito o que fazer. Me encaminhei até a porta e antes de sair disse a ela. 

Liam: Não é porque nos divorciamos que eu vou esquecer minha filha! Você sabe que ela é o amor da minha vida, então esterei sempre ao lado dela, e qualquer coisa que acontessa me avise! - ela assentiu - Se cuide! 

S/N: Você também! - saí da casa onde passei 8 anos e fui em direção ao apartamento que havia comprado há algumas semanas. Quando cheguei lá, Cheryl havia chego no mesmo instante. 

Cheryl: Oi! - ela sorriu quando me viu - Posso te beijar agora? - assenti e ela me beijou. - Estava ansiosa por este momento! 

Liam: Eu também!! 

S/N On: 

A tristeza em meu coração era grande. Liam foi o primeiro amor da minha vida e sim, continua sendo. Senti que o amor dele por mim havia acabado mas foi tão de repente que me pegou de surpresa. Agora é bola pra frente! 

Fui até o quarto da Kate e vi às luzes apagadas, entrei devagar e a vi dormindo, porém com o rostinho molhado. Minha pequena havia dormido chorando, era de partir o coração. Dei um leve beijo em sua cabeça, a cobri com o lençol e acendi e fui para a sala. Sentei no sofá e fiquei lá por um bom tempo, pensando em como iria fazer daqui pra frente. Minha filha já estava abalada o bastante com toda esta situação, então eu deveria see forte e esquecer tudo isso. Com toda aquelas informações rolando na minha cabeça, acabei adormecendo. 

SEMANAS DEPOIS.. 

Doutor: Senhorita S/N? - vejo o médico me chamando e vou até ele - Pode entrar! - entro em sua sala e me sento na cadeira, em frente à mesa. 

S/N: Como ela está? - pergunto sobre minha filha. 

Kate estava doente. Nos últimos dias ela não comia direito, estava fraca, pálida, era outra criança. Pensei que fosse algo relacionado ao Liam, mas quando ela desmaio na cozinha me desesperei e a levei direto ao pronto-socorro. 

Doutor: Infelizmente Kate adquiriu uma doença rara, chamada Síndrome de Aase. Ela é genética e a principal característica é à anemia e má formação óssea. As células do sangue da Kate têm seu desenvolvimento retartado por causa da alteração na medula óssea - perdi o chão naquele momento. Me seguarava para não chorar - Mas não se preocupe que tem tratamento. Vamos realizar exames nela e fazer o possível, no entando esses exames não são feitos pelo plano de saúde, deve pagar a parte, além dos medicamentos que ela precisa tomar diariamente que têm uma preço elevado. 

S/N: Quanto? - perguntei assustada. 

Doutor: Com os exames semanais e os medicamentos, você gastaria em média 2.500 por semana. 

S/N: Por semana?? 

Doutor: Os exames utilizam alta tecnologia e os remédios são realmente muito caros! - suspirei e passei as mãos em meu rosto - Posso tentar conversar com meus superiores para dar a você alguns medicamentos que temos aqui por algumas semanas, até Kate receber uma melhora! - sorri em agradecimento. 

S/N: Seria ótimo! Meu salário é 2.500 reais, e eu me divorciei do meu marido há poucos dias. Estamos passando por um situação complicada.. - disse com um ar cansado. 

Doutor: Ele não pode ajudar com isso? Ele é pai da Kate? 

S/N: É sim! Mas eu nem falei com ele sobre ela. Na verdade pensei que era apenas uma virose ou relacionado à alimentação, agora uma doença rara, nem passou pela minha cabeça… 

Doutor: Vou conversar com o pessoal e ver o que consigo fazer! - ele se levantou de sua cadeira e saiu da sala. Eu também me retirei, indo para um lugar mais reservado Peguei meu celular e disquei o número de Liam. 

Ligação:

Liam: Alô 

S/N: Liam- disse já chorando baixinho 

Liam: S/A, o que aconteceu?? 

S/N: Kate está no hospital com uma doença rara 

Liam: O QUE?? COMO ASSIM? ELA ESTÁ COM VOCÊ? QUE HOSPITAL VOCÊS ESTÃO?? - fez diversas perguntas em um tom completamente de desespero. 

S/N: Estou naquele hospital perto de casa, estou tão nervosa que não me lembro o nome! 

Liam: Sei onde é! Estou indo pra aí agora! - Liam desligou e eu fui até o bebedouro. Bebi um pouco de água e voltei para a sala de espera. Minutos depois Liam chega. 

Liam: S/A, oi! - me levantei e lhe deu um abraço forte - Vai ficar tudo bem com nossa princesa tá bom? - ele fez carinho em minha cabeça e assenti - Teve alguma noticia dela? 

S/N: O doutor disse que ela tem uma doença chamada Síndrome de Aase, é uma deficiência nas células do sangue. Ela está com anemia, que é uma característica da doença. Nos últimos dias Kate estava fraca, não comia, estava pálida, pensei que fosse porque você não estava em casa, mas aí ela desmaiou e vim correndo pra cá. 

Liam: Meu Deus! - Liam disse perplexo - E essa doença é maligna? Tem tratamento?? 

S/N: Graças a Deus tem, mas é muito caro.. Ela terá que fazer exames semanais que são caríssimos e os remédios têm um preço muito alto também. Em média, gastaria 2.500 por semana! - Liam arregalou os olhos - Bom, queria ver se você pode me ajudar com isso. Eu ganho 2.500, então fica difícil pra mim. Mas se você pagasse até eu receber, agradeceria. E pode deixar que eu deposito o dinheiro pra você depois que tudo se acalmar e .. - ele me interrompeu.

Liam: Não se preocupe, eu pago o tratamento e não precisa me pagar depois! Ela é minha filha, é meu dever fazer isso! Se o problema for dinheiro, fica tranquila! - sorri fraco. 

S/N: Muito obrigada Liam! 

Liam: De nada! - ele sorriu e logo o doutor nos chamou. 

Doutor: Consegui falar com meu chefe e ele topou em oferecer os remédios para Kate! - o doutor disse sorrindo e respirei aliviada. 

S/N: Muito obrigada Doutor! 

Doutor: Imagina! 

Liam: Será que podemos vê-la? 

Doutor: Acho que agora podem vê-la. Me acompanhem por favor! - seguimos ele que nos levou até a ala onde Kate estava - Ela está na última porta à esquerda, qualquer é só me chamar! 

S/N: Muito obrigada! 

Liam: Obrigado! - Eu e Liam caminhamos até o quarto da Kate e ele abriu a porta devagar - Ela está dormindo - falou baixinho. Entramos no quarto e eu fechei a porta. Caminhei até a menininha deitada em uma maca, tomando soro e com a roupa do hospital. 

S/N: Meu Deus, ela precisa melhorar! - disse já chorando e acaricie sua mãozinha. 

Liam: Kate vai ficar bem S/A! - Liam acariciou meu ombro e beijou minha cabeça- Vai dar tudo certo! - ele olhou pra mim e sorriu e eu o abracei. O abraço dele era o único que me acalma e me sinto mais segura. Com ele, parece que tudo fica mais fácil e melhor! 

Nós nos sentamos nas poltronas que estavam no quarto e por lá ficamos até nossa filha acordar. 

S/N: Você não quer ir pra casa? Está tarde!

Liam: Não! Não vou sair daqui até que ela saia! - sorri fraco - Por que não me contou antes sobre o comportamento dela? A gente poderia evitar isso! 

S/N: Pensei que ela estivesse sentindo sua falta e que logo passaria! 

Liam: Mas e quando ela desmaio? Por que não me ligou logo que chegaram aqui? 

S/N: Eu não quis incomodar você e a Cheryl! 

Liam: Eu te disse que pode me ligar quando o assunto for ela! 

S/N: Eu sei, me desculpa! Eu estava tão nervosa! Depois que você saiu lá de casa, deu tudo errado! 

Liam: Como assim? 

S/N: Kate virou outra criança, só ficava trancada no quarto, eu quase fui despedida, minha autoestima ficou tão baixa, eu estava tão triste! Foi e está sendo complicado! - disse fechando os olhos e passando a mão em meu rosto- Você não tem ideia do quanto faz falta! - ri fraco.

Liam: Também sinto falta de vocês! 

Kate: Papai? - ouvi Kate resmungar e levantamos para vê-la. 

Liam: Oi meu amor!! - no momento em que Kate viu Liam, abriu um sorriso em seu rosto e ele a abraçou e a encheu de beijos - Como você está? O que está sentindo? 

Kate: Estou um pouco tonta e com fome. Cadê a mamãe? 

S/N: Oi meu anjinho! - a abracei - Já já a enfermeira vem aqui trazer a comida tudo bem? - ela assentiu. 

Kate: Vocês estão juntos de novo??? - Kate perguntou animada e estava ansiosa pela resposta. 

Liam: Estamos! - Liam sorriu pra Kate e eu o encarei confusa. 

Kate: EBA! É o melhor dia da minha vida!!! - ela nós abraçou e distribuía beijos em nossas bochechas - Eu amo tanto a minha família! 

S/N: Eu também meu amor! 

Liam: Bom, vou comprar alguma coisa para eu e mamãe comermos, o que acha amor?

S/N: Ótima ideia! - sorri.

Liam: Ok, já volto meu amores! - Liam saiu e eu expliquei para Kate o que ela tinha. No começo ela ficou assustada mas foi entendendo aos poucos. Logo a enfermeira entrou e trouxe uma sopinha e um copo de suco de laranja. Juntamente na bancada, havia dois remédios que Kate deveria tomar. Assim que ela tomou os remédios e comeu, ela dormiu novamente. Me sentei na poltrona de volta e me lembrei do Liam dizendo para nossa filha que voltamos. Ele até me chamou de amor. Aquilo ficou na minha cabeça. Ele provavelmente disse isso para Kate não ficar triste, mas mentir pra ela só vai piorar as coisas. 

Liam: Volteii! - sou tirada de meus pensamentos quando ouço ele chegando - Passei no Mc Donalds mesmo! - ele riu fraco - Nossa princesa dormiu? 

S/N: Uhum! Ela jantou e tomou alguns remédios e dormiu! 

Liam: Mas está melhor? 

S/N: Sim! Disse que não sente nada! - Liam suspirou aliviado - Liam.. - me levantei e cheguei mais perto dele. 

Liam: Diga 

S/N: Sabe que mentir pra ela só vai deixar Kate mais triste. 

Liam: Mentir sobre o que? 

S/N: Sobre nós dois! Não estamos juntos! 

Liam: Você não quer? 

S/N: Oi?

Liam: Quando disse que eu faço falta, eu abri os olhos e caí na real! Essa aqui é minha família! Eu me casei com você, e assim como o padre disse, somente à morte vai nos separar! Eu prometi te amar todos os dias das nossas vidas e vai ser isso que eu vou fazer! Além de tudo, nós tivemos essa jóia! Ela reafirma mais uma vez nossa união! No momento que te dei aquele abraço na entrada do hospital, me vi apaixonado novamente por você! Te juro, quando me ligou, Cheryl me consolou e me abraçou mas quando você me abraçou foi diferente! Eu me senti protegido e muito mais calmo! Eu te amo S/N! - a felicidade tomou conta de mim naquele momento e o beijei. Era disso que eu estava precisando, do meu marido de novo! - Prometo não te deixar de novo meu amor!


Ju 

*.

Imagine Niall Horan.

Pedido : Amor faz c/ N,q eles são médicos,e eles tão namorando,mas um dia ela descobre q ele é casado(pq a esposa dele aparece no hospital)Mas na vdd eles estavam separados(sem divórcio)pq a esposa dele o traiu c/melhor amg dele,ela fica triste,e pede p/ ele escolher,e ele escolhe a esposa.Ela fica péssima,mas eles continuam amgs,até q um dia ela conhece um cara bem legal,e o N fica c/ciumes,eles brigam e ele chama ela de vadia,dizendo q ela transa c/qq um.Ela fica bem péssima..o fim vc decide,obg amr 💖


-//-

N/S: Como está a pequena Chloe amor ? - pergunto a Niall sobre a garotinha encantadora da qual ele estava cuidando .

Niall: Ela está tendo uma boa recuperação. Felizmente ela já está fora de risco …

Eu e Niall somos namorados . Estamos juntos a poucas semanas . Somos médicos e trabalhamos em um Hospital no centro de Londres . Fui transferida pra esse hospital a alguns meses, o que foi a melhor coisa que já aconteceu,afinal , foi aqui que o conheci. Ele era um cara incrível. Sempre me tratou bem, fazia de tudo para me agradar . Niall me fazia um bem tremendo .

Estávamos no refeitório,era nosso horário de almoço. Conversamos sobre vários assuntos até dar a hora de voltarmos ao trabalho .

“ Dr. Horan , por favor comparecer ao setor da UTI.” - uma voz ecoa nos alto falantes do hospital.

Niall: É, estão precisando de mim .

S/N: Vai lá amor . E bom trabalho .

Niall: Pra você também . - disse me dando um selinho .

Com isso vejo Niall desaparecer pelos corredores .

[…]

S/N : Estou gostando de ver einh Sra. Clark ! Seus exames estão ótimos !!! Hoje mesmo você vai poder ir pra casa . - disse enquanto analisava os exames de uma das minhas pacientes , a Sr.Clark, que estava internada a duas semanas .

Sra.Clark: Aí que bom ! Não vejo a hora de voltar pra casa . Estou louca pra comer comida de verdade . - falou se referindo a comida horrível de Hospital.

S/N: Olha , eu vou ter que concordar com a Sra. A comida é horrível ! - falei divertida. - Mas era o ideal pra você no momento . Agora você só precisa se cuidar bem pra não voltar e dar de cara com aqueles aspargos e ervilhas sem gosto que você teve que comer . - disse a fazendo soltar uma gargalhada.

Sra.Clark: Pode deixar . Vou fazer de tudo pra não ter que voltar e comer aquelas gororobas …

S/N: Agora descansa mais um pouco , que eu vou lá assinar os papéis da sua alta e informar os seus familiares.

Sra.Clark: Ok Doutora, e… Obrigada por ter cuidado tão bem de mim.

S/N: A senhora não tem nada o que me agradecer meu anjo …

Então me retiro do quarto e vou até a recepção para assinar a Alta da querida Sra. Clark. Com isso começo a rabiscar toda aquela papelada , quando uma mulher me interrompe.

XX : Com licença…

S/N: Oi. Posso te ajudar em alguma coisa ?

Ela era loira , com os olhos cor de Mel , uma moça realmente bonita .

XX: Então, é que eu estou procurando meu marido, ele trabalha aqui no hospital.

S/N: Sim, e qual o nome dele, posso pedir para que a recepcionista o localize .

XX: O nome dele é Niall, Niall Horan .

Foi aí que paralisei , Meu corpo
estremeceu e minhas pernas ficaram bambas . Como assim marido ?

S/N: O Dr.Horan é seu marido ? - perguntei com um nó na garganta .

XX: Sim a senhora o conhece ? - eu não podia acreditar.O Niall era casado !

S/N: S-sim,Claro, o conheço muito bem . - respondi gaguejando . - Você pode aguardar um momento , vou dizer a ele que está aqui . - continuei tentando manter a calma , mas por dentro eu estava uma pilha de nervos e ao mesmo tempo muito confusa.

XX: Muito Obrigada … - antes mesmo que ela terminasse de falar ,saio às pressas atrás daquele idiota do Niall, que se encontrava em seu consultório.

Niall: Ei, Oi amor . - ele diz enquanto eu entrava em sua sala sem ao menos bater .

S/N: Amor ? Para de ser sínico seu idiota !

Niall: S/N, o que aconteceu ? - perguntou aparentemente confuso.

S/N: Por que você não vai perguntar pra sua Esposa que está te procurando lá na recepção?! - gritei .

No mesmo momento , de confuso , seu semblante muda para surpreso .

Niall: Eu não acredito, o que ela está fazendo aqui? - sussurrou .

S/N: Eu não sei! Não sei Niall! A única coisa que eu sei é que eu fui uma idiota de acreditar em você e que você é um verdadeiro cafajeste ! Casado Niall!? Casado !?!

Niall: Amor , por favor calma , eu posso te explicar! - disse tentando se aproximar de mim .

S/N: Sai ! Não encosta em mim ! - falei me afastando . - Você não tem nada o que me explicar . Eu te Odeio ! Eu te Odeio! - grito e me retiro daquele lugar as pressas .

Corro até o meu consultório, tranco a porta e começo a desabar . Como ele teve coragem de fazer isso comigo ? …

Longos minutos depois , ouço me chamarem no alto falante …
Enxugo minhas lágrimas e tento me manter firme para ir atender os meus pacientes,apesar de estar completamente destruída por dentro.

[…]

Fim de turno . Pego minhas coisas e sigo até o estacionamento às pressas quando escuto alguém me chamar . Era Niall.

Niall: S/N! Por favor , espera !

Finjo que não ouço e acelero os passos , mas Niall foi mais rápido. Correu até mim e segurou em meu braço com força,me fazendo o encarar .

S/N: Me solta Niall!

Niall: S/N, por favor me ouve , eu te devo uma explicação!

Então respiro fundo .
S/N: Ok Niall . Pode começar! - falei cruzando os braços .

Niall: S/N, aquela que estava me esperando na recepção era Megan,a … a minha esposa .

S/N: Nossa ! Como estou surpresa! - falei irônica.

Niall: Mas não é o que parece S/A . Nós não estávamos mais juntos .

S/N: Como assim Niall?

Niall: A alguns meses atrás eu descobri que … que ela estava me traindo com meu melhor amigo . - disse com dificuldade. - Então resolvi me afastar. Precisava de um tempo . Foi aí que eu conheci você …- com isso ele da uma pausa , respira fundo e continua - Ela veio aqui para se desculpar, pediu pra eu voltar pra nossa vida …

S/N: E por que não me contou Niall? Por que não se divorciou dela ?

Com essa pergunta Niall fica sem palavras e começa a encarar o chão . Foi aí que pude tirar minhas conclusões.

S/N: Niall , você, Ainda a ama não é mesmo? - Pergunto com uma dor no coração.

Ele não diz nada , apenas faz que sim com a cabeça . Aquilo foi como uma facada em meu peito .

S/N: Então você me usou pra tentar esquecê-la? Você estava mentindo pra mim quando dizia que me amava ? - questiono incrédula .

Niall: Não ! Não S/N ! Não é isso !

S/N: Niall a quem você está tentando enganar ?

Niall: Eu não quero enganar ninguém ! Eu não estou mentindo , eu realmente gosto muito de você !

S/N : O suficiente de deixar ela pra trás ? - Pergunto com medo de ouvir a resposta.

Niall: S/N, por favor …

S/N: Eu não quero servir de consolo pra ninguém.Eu não quero fazer papel de idiota . Você tem que se decidir Niall , ou ela ou eu ! - digo olhando no fundo dos seus olhos .

Niall: S/N, vamos conversar com calma … Vamos a algum lugar mais tranquilo…

S/N: Eu não quero conversar com Calma! Eu só quero que você me responda! Quanto mais rápido as coisas forem esclarecidas melhor pra nós dois .

Niall então leva as mãos à cabeça , respira fundo e começa a dizer .

Niall: S/N…Me desculpa… Confesso que esse tempo que passamos juntos foi incrível pra mim , você é uma pessoa maravilhosa mas… - aquelas palavras foram o suficiente pra eu saber que era com Megan que Niall queria ficar.

Aquele segundo meu mundo acabou . A pessoa na qual eu mais confiava , a pessoa da minha vida tinha me passado pra trás . Mas eu tentei me manter forte …

S/N: Olha , Niall. Não precisa mais dizer mais nada , Eu já sei a sua resposta. - falei com calma o interrompendo enquanto lágrimas escorriam por meu rosto .

Niall: Mas nós ainda podemos ser amigos não é mesmo ? - perguntou sem Graça .

S/N: É, talvez … - respondo com indiferença.Mas então ele me faz uma pergunta que me deixa surpresa.

Niall: Eu posso te dar um abraço?

Respiro fundo, passo por cima do meu orgulho e aceito o abraço de Niall .

S/N: Boa sorte . Espero que ela não te magoe de novo . - falei com as palavras mais sinceras. Apesar do que Niall estava fazendo comigo , eu queria mais que tudo que ele fosse feliz .

Niall: Obrigada por tudo…

Nos despedimos e volto pra casa . Aquele sem duvidas tinha sido um dia difícil pra mim . Eu me entreguei de corpo e Alma a Niall e acabei quebrando a cara . Estava doendo, uma dor difícil de explicar. As teimosas lágrimas não paravam de cair , mas eu tinha que seguir em frente . Tinha que lutar contra esse sentimento horrível de perder a pessoa da qual fazia minha vida muito melhor , eu tinha que me acostumar a viver sem o meu Dr. Horan e me conformar que eu não era e nunca fui a verdadeira dona do seu coração.

[…]

Já se passaram meses des do término do meu relacionamento com Niall . O fim do nosso namoro me deixou devastada, foi muito difícil pra mim . Eu não estava conseguindo lidar com toda aquela dor . Quase pedi transferência do Hospital, mas o carinho que eu tinha e que recebia dos meus pacientes não deixou que eu fizesse isso . Além do mais eles foram essenciais pra mim . Estar com eles me fazia um bem enorme , me fazia esquecer um pouco de tudo o que eu estava passando .
Mas com o passar do tempo as coisas foram melhorando , eu fui superando tudo aquilo . Eu e Niall até ficamos amigos … Nossa relação era bem legal .
E nesses tempos eu havia conhecido outra pessoa . Fionn era o nome dele . Por incrível que pareça eu o conheci no Hospital. Sua filinha estava passando mal e eu a socorri . Dias depois ele voltou com a pequena para me trazer flores e me agradecer , e foi aí que ele me chamou pra sair .
Des de então estamos juntos . Ele é um cara incrível, e como presente Ainda ganhei uma enteada , Lili , que era a coisa mais fofa.

[…]

Lili: Bom trabalho S/Apelido. - disse Lili com aquela vozinha doce e seu jeitinho meigo .

S/N: Muito obrigada princesa . - falei lhe dando um abraço .

Fionn: Bom trabalho amor . Quer que eu passe aqui no final do turno pra te buscar ?

S/N: Não precisa meu amor . Eu vou direto pra casa .

Então ele vem até mim me abraça e me da um selinho .

Fionn: Então nos vemos mais tarde .

S/N: Até mais tarde .

Com isso me despeço dos dois e entro no hospital.

Fionn e Lili haviam me levado ao trabalho. Fionn como sempre super atencioso…

Sigo até o vestiário, coloco meu jaleco e acabo dando de cara com o Niall .

S/N: Bom dia Niall !

Sem nem ao menos responder meu bom dia ele começa a falar .

Niall: Parece que a fila andou rápido pra você não é mesmo ?

S/N: Niall , do que você está falando ?

Niall: Eu vi aquela ceninha ridícula sua e daquele cara agora a pouco lá fora . - ele estava com ciúmes ?

S/N: Aquele cara tem nome, Fionn e é o meu namorado ! - respondi sem tolerância.

Niall: Você não tem vergonha ? Mal terminamos e você arranjou outro !

O Niall tinha mudado de repente , da água pro vinho , eu nunca tinha o visto daquele jeito .

S/N: Você tá maluco ? Olha como fala comigo ! O que deu em você ? - pergunto incrédula . - Eu tenho o direito de seguir em frente ! Acha que minha vida gira em torno de você ? E pra relembrar, foi você quem terminou comigo pra ficar com sua esposinha! -falei alterada .
Tínhamos começado uma discussão.

Com isso Niall me põe contra a parede . Me assusto com tal ato .

Niall: Cala a boca S/N! Queira ou não nós já tivemos uma relação e o mínimo que devia fazer era respeitar isso !

S/N: Respeito ? Que respeito? O respeito que não teve comigo quando disse que não me queria mais ? Quem é você pra falar de respeito Niall?

Niall: Você é uma vadia ! Acho bonito sair pegando qualquer um ? Eu sei que está fazendo isso só pra me provocar , e Parabéns, está funcionando.

Aquilo foi o cúmulo pra mim .

S/N: Vadia é a sua esposa que te traiu com seu melhor amigo ! - Cuspi as palavras na cara dele . - Eu não sinto mais nada por você Niall! Aliás, eu até tinha um carinho pela nossa amizade , mas agora nem isso eu tenho mais ! Eu estou muito Feliz sem você , foi até bom você ter escolhido Megan afinal , vocês se merecem !
Então ele aperta meus pulsos .

Niall : Como ousa falar assim comigo?

S/N: Por favor me solta, você está me machucando!

Foi nesse instante que Tyler , nosso colega de trabalho chega no vestuário.
Niall me solta imediatamente.

Tyler: Está tudo bem aqui ?

Nós disfarçamos e fingimos que estava tudo bem .

S/N: Está sim Tyler .

Niall: Nós só estávamos conversando…

Eu estava aos nervos por dentro . No mesmo momento peço licença e me retiro .

S/N: Com licença eu preciso ir . - Mas Niall vem atrás de mim .

Niall: S/N, Calma , vamos conversar ! - ele estava arrependido?

S/N: Nós não temos nada o que conversar ! E por favor , a partir de hoje não me dirija a palavra ao menos se for algum assunto de trabalho . - É aí que me retiro sem olhar pra trás . Corro para minha sala e começo a chorar. As lágrimas dessa vez eram de ódio ! Como ele tinha a coragem de falar comigo daquele jeito ? …

Minutos depois ouço baterem na porta .

Fionn: Amor ? - Ouço Fionn chamar do lado de fora .
Enxugo minhas lágrimas rapidamente e sigo até a porta .

S/N: Ei amor ! Entra . - falei forçando ânimo.

Fionn: Deixei a Lili na escola e quando já estava quase chegando em casa vi que esqueceu seu celular no carro . - disse me entregando o celular .

S/N: Muito Obrigada meu amor . Você não existe . - abri um sorriso de canto .

Fionn: Amor , você está bem ? - ele tinha percebido minha cara de choro .

S/N: Estou sim amor .

Fionn: S/N, você não me engana . Eu te conheço .

É aí que eu não me seguro e corro até ele o abraçando . Eu precisava tanto daquilo .

S/N: Fionn. Você promete que nunca vai me trocar por mulher nenhuma ? - pergunto insegura.

Fionn: Amor ?! O que aconteceu , que pergunta é essa ? - me questiona confuso .

S/N : Por favor não me pergunta nada, só promete pra mim .

Com isso ele me abraça forte .

Fionn: Eu nunca vou te deixar por mulher nenhuma meu anjo . - disse me passando confiança .

S/N: Eu já quebrei a cara uma vez ,Não quero que aconteça de novo .

Fionn: Pode ficar tranquila pois no que depender de mim isso nunca mais vai acontecer.

Eu não iria conseguir ficar naquele turno. Peço uma licença para voltar pra casa ao meu chefe , que cede sem problemas . Também havia conversado com ele sobre mudar o horário do meu turno . Aquilo era o melhor a se fazer , assim , não daria de cara com Niall a cada segundo nos corredores do Hospital…

Então me retiro do Hospital com Fionn , e pra minha “alegria” acabo dando de cara com Niall, que não disse nada , apenas nos encarou com um olhar furioso . Ignoro completamente aquilo e passo por ele como se fosse um completo desconhecido.

A partir de agora as coisas seriam melhores . Minha vida sem Niall sem duvidas seguiria com mais facilidade. Hoje foi o dia em que concluiu que Me envolver com Niall foi uma das piores escolhas da minha vida . Mas agora eu tinha Fionn, a pessoa na qual sem duvidas iria fazer tudo diferente. A pessoa na qual eu poderia confiar de olhos fechados sem ter medo de quebrar a cara .

Okay but the fact that Alina trusts Nikolai enough to reveal the firebird’s location and speak of her unorthodox plans to use merzost IS A HELL OF A LOT OF TRUST and how Nikolai’s first worry if she thought he abandoned her and the price she’d have to pay for merzost…… like he wasn’t judgmental or controlling or doubtful. He truly believes in her and her power and potential. He actually listens to her, tries to help her, and will always find her if lost. No empty promises. I knew I would love them as soon as he promised to let her leave w Mal if she wanted to after Os Alta at any time in S&S. Like he should be Alina’s best friend and endgame. Nikolina is beautiful.

Dear Darkling,

I’ve made good travel time, and got to where I wanted:

I watched the eclipse from Os Alta last night. 

I thought of you the whole time. 

Did you watch from nearby? Were you one of the townspeople next to me, disguised like I was?

I am writing this as my only send off from here. I will be leaving as soon as I see the mail men leave. 

Safe travels to you, wherever you are,

Alina

Ninej // Waffles // Oneshot Fanfiction

Requested by @frxnkenstein and @hermione-brekker
Characters: Inej Ghafa and Nina Zenik
Basic Summary: The girls FINALLY go out for waffles during a visit back to Ketterdam (post-CK).
Word Count: 858
Sidenotes: I wanted to do this one MUCH sooner, but I wanted to wait until I had the right idea for how this little scene might play out. I hope y’all enjoy!


“I’m so glad you’re here.” Nina’s face must’ve been sore from how long she’d sustained the goofy grin tugging at the corners of her lips. “It’s almost surreal.”

Inej had been out at sea for several months aboard the Wraith, travelling across the True Sea and hunting slavers with her crew. Not too long ago, while stopped at a harbor in Shu Han, she’d written a letter to Kaz with the news that she planned to stop in Ketterdam for a few days. She didn’t miss the city. She didn’t miss the dark alleyways of the Barrel that she’d often traipsed when she’d played ghost for the Dregs. She didn’t miss the Crow Club or the Slat. Inej had missed Wylan, with his heart of gold in a city of rust and tarnish. She’d missed Jesper, with his constant shifting and witty remarks. She’d certainly missed Kaz and their moments alone together in his room, how he’d only ever fall silent when she’d laugh or smile. And of course, she missed Nina, her best friend, the beautiful Grisha who stuck by her side through thick and thin. But she only thought she’d see her during a visit to Ravka - certainly not back in Ketterdam.

Yet, here she was.

Keep reading

Fiquei pensando em suicídio
Na maioria das vezes, era apenas um pensamento passageiro.
EU QUERO MORRER.
É algo difícil de dizer em voz alta
—  Os 13 porquês