one direction in usa

2

havenfall is for lovers: choose your fighter
    ▶ DR. DIEGO ESCALONA
    ▶ SHERIFF MACKENZIE HUNT

F r e e d o m. ~My edit~ Credits to the wonderful artist of this drawing I edited http://datjonah.tumblr.com/post/111511543818/sorry-ive-been-kinda-lame-lately-but-i-havent

NEW FAN ART HERE http://xxstuckinherdaydreamxx.tumblr.com/post/156102244686/the-best-and-wisest-men-i-have-ever-known-my
Unpopular Hetalia Opinion: Violent RusAme

I know well RusAme is commonly known for Cold War, and often first things that come to mind when thinking about Cold War is hatred, sarcasm, and violence.

And that’s why it’s no wonder many RusAme canonverse fanfictions that’s based on history contains violence, ranging from verbal sarcasms to actual punching / shooting that’s very bloody and violent.

Seems reasonable. Cold War -> Hate and Rivalry ->  Violence. Easy to think.

But I just find it’s kind of exaggerating to “personify” Cold War as two men exchanging blows / bullets directly. Because direct combat between USA and USSR actually never officially happened. It’s more like lots of verbal threats and provoking other people to attack the other, but never directly make a move. Because making the first direct attack in the Cold War would make one of them (USA or USSR) as the “villain”.

And frankly speaking, USA and USSR were both superpower nations that were very cautious in their move, which explains why Cold War went on for decades without actually growed to the actual direct war between USA and USSR like Axis vs Allies in WW2.

True, there were few instances of indirect wars that made USA and USSR soldiers to oppose each other, but like I said before, it’s indirect as in they support opposing sides but not directly attack each other, like in Korean and Vietnam war. In other instances like Polar Bear Expedition, England tricked USA soldiers to make them end up facing Bolshevik’s soldiers which was not their original purpose being there, which made USA troops’ morale down and making it one of reasons that made the expedition failed. In short, yes they might be throwing few punches there but it’s all within indirect context like ‘you punched my friend so i’ll punch you’ or ‘sorry i was tricked by others to be here, i’m just defending myself here’ not just a mere shallow ‘you irritate me that’s why I punched you’.

So it just makes me think those over violent fighting portrayal between USA and USSR for Cold War in numerous hetalia fanworks are too exaggerating, since most of them were done in a mere shallow context of ‘you insulted me so i’ll punch you’. Lots of propaganda, threats, insults, yes. But actual direct punching / shooting until they’re badly bruised and bloody? I think that’s too unrealistic historically. Maybe a few punches here and there in the few indirect context I explained in previous paragraph but never directly.

Even in hetalia, Hima only draws Ivan and Alfred to be bickering and throwing insults / sarcasms at best, but never actually fighting by fists / guns.

They don’t even touch each other in those scenes. 

And before you drag these scenes to tell me I’m wrong that hima did portray them actually fighting:

I’m just gonna say, those are just AU and not the actual canonverse world, which doesn’t follow any historical facts at all.

Lastly, I understand that exaggeration sometimes is needed in writing fiction (even fiction that’s based on facts such as hetalia), to make the story spicier and more interesting. But still, it’s an exaggeration nonetheless and I just want that point to come across this part of fandom that loves portraying Cold War RusAme as an actual instinctive physical brawl fighting instead of intelligent calculating mind games like it actually was. 

Harry Styles. (Parte 1)

N/A: Oi, como vocês estão? Espero que bem como sempre. Esse imagine é de um blog americano que eu amo e sou fan a algum tempo, a autora desse blog é uma pessoa maravilhosa. Eu conversei com ela e ela deixou que eu traduzisse alguns de seus imagines e postasse aqui. O nome do tumblr dela é: Harrystylesinmyimagines, e eu recomendo quem consegue ler em inglês a dar uma passadinha lá. Espero que gostem!

Boa leitura!


     A porta do quarto se abriu e os olhos de Harry estavam à procura de sua namorada. Quando olhou direito viu que ela se encontrava sentada na cama; as costas apoiadas na cabeceira e as mãos inquietas sobre a tela do I-phone.

     Ele fez uma expressão triste, ele agia como se estivesse cansado e um pouco irritado. Ele sabia que sua garota se preocupava e o mimava sempre quando ele ficava assim. Ele acabou de entrar no quarto e foi em direção a cômoda que ficava na frente da cama, tirou seu relógio e carteira, S/N  logo olhou para cima o encarando.

 “Ah. Oi, amor.” Ela disse sorrindo para ele.

 “Oi.” Ele diz sem graça, na esperança de ter sua atenção, mas quando ele a encarou ele percebeu que ela já tinha voltado sua atenção para o telefone outra vez.

     Ele a encara indignado, saindo para o banheiro com um beicinho, sem entender o desinteresse de S/N. Ele entra, tira a camisa e a calça jeans e tudo que pode fazer e tentar tomar um banho relaxante.

     Quando termina o banho ele apenas coloca uma cueca, e permanece sem camisa para tentar chamar a atenção dela de alguma forma. Ela ainda está do mesmo jeito, e aproveitando isso Harry desliza na cama, descansando sua cabeça em sua barriga depois de deixar um beijinho ali. Suas grandes mãos se enrolam ao redor de seu quadril em um círculo, e com um suspiro, ele espera que ela corresponda o carinho.

     S/N desvia o olhar de seu celular, e sorri para ele que está descansando sobre ela. “Amor.” Ela chama, enquanto com a mão livre faz carinho em seus cabelos agora curtos.

 “Hm-mm” Harry geme, se aconchegando mais em sua barriga e deixando outro beijo ali, antes de levantar seu rosto e encara-la com olhos sonolentos.

     Olhando para o celular, ela pergunta: “Foi um dia difícil?”

 “Eu estou exausto.” Ele diz com voz rouca, e lançou um sorriso sútil. Mas ela não estava olhando para ele, apenas fazia carinho em seus cabelos, ele já estava ficando irritado.

    Apertando sua cintura ele diz: “Amor, use as duas mãos, por favor.” Gesticulando para ela usar ambas as mãos para o acariciar como ela sempre faz.

 “Um minuto, querido.” Ela deixa de o acariciar e volta a digitar em seu telefone novamente.

 “O que está fazendo?” Harry pergunta se inclinando para olhar para a tela, mas S/N simplesmente puxa o telefone o escondendo, o que deixa Harry ainda mais curioso.

 “Só um minuto, amor.” Ela diz, sorrindo.

     Harry rola os olhos, e deita novamente. Agora com o rosto pressionado contra os seios da garota. Leves suspiros tristes escapavam de sua boca.

     Não demorou mais que um minuto para S/N terminar sua conversa, em seguida, ela colocou seu telefone ao seu lado na cama e olhou para Harry que estava abraçado ao seu peito.

 “Onde estávamos, amor?” Ela pergunta, suas mão em seu cabelo fazendo um carinho gostoso ali, Harry geme olhando para ela.

 “Com quem estava falando?” Ele pergunta.

 “Só um amigo.” Ela levou as mãos até as bochechas dele, tentou traze-lo para um beijo, mas ele agarra seus pulsos e os coloca a cima de sua cabeça enquanto olha em seus olhos.

 “Me diz.” Ele diz em um tom afetado. “Quem foi que te deixou tão ocupada a ponto de você não me dar atenção?”

     S/N ri. “Meu amor.” Ela soltou seus pulsos, e ele se inclinou para um beijo rápido.

 “Jenn estava fazendo uma sessão de fotos, e ela foi a uma cafeteria com um dos novos modelos contratados e insistiu que eu fosse junto, então eu fui. Ele é um doce de pessoa e muito bonito. Tivemos uma boa conversa. Ontem ele começou a me seguir no Instagram e eu o segui de volta, ele me enviou mensagem e nos começamos a conversar. Ele é um cavalheiro.” S/N disse tudo suavemente.

 “Ok.” Harry fechou sua expressão. “Sobre o que vocês conversam?” Ele perguntou sério para a namorada.

 “Apenas sobre fotos, e sobre Jenn.” Ela diz a ele.

 “Ele fica de conversinha com você e Jenn?”  Ele pergunta bufando.

     Ele pega o telefone da namorada e o desbloqueia, afim de abrir seu Instagram.

 “Não, ele…”

 “Como ele é?” Harry pergunta a interrompendo e olha em sua direção.

     S/N sorri e procura seu olhar, pega seu telefone de suas mão e mostra uma foto para ele. “Ele é uma ótima pessoa.”

     Harry a olha irritado antes de pegar o telefone e olhar a foto do rapaz, ele zomba de suas fotos algumas vezes.

 “Ele é legal, Harry.” Ele a encara e coloca o celular na mesinha que fica ao lado da cama; ele rola para o seu lado e se deita virado para parede.

    S/N ri, o divertimento brilha em seus olhos enquanto ela admira as costas nuas de Harry.

 “Amor, me deixe abraça-lo.”

 “Estou muito cansado.” Ele disse rude, sem ao menos olha-la.

     S/N abafa uma risadinha e inclina o rosto, e sussurra suavemente sobre o lóbulo de sua orelha “Eu acho que posso te ajudar a relaxar.”

     Harry vira para ela, e envolve seus braços em torno de sua cintura; ela solta um gritinho e sua mão desce até seus quadris, logo ela sente o golpear de um tapa forte em sua bunda.

     Ela geme, e morde o ombro dele. Ele sorri com os olhos fechados, e esfrega a mão onde ele bateu. Ela ri, e lentamente toma os lábios de Harry em um beijo e morde o lábio inferior dele lentamente no final.

     Ela volta para seu lugar na cama e Harry mergulha seu rosto em seu pescoço deixando um beijo ali. Sua perna girando em torno de seu quadril, apertando-a.

 “Durma agora.” Harry diz a ela, sorrindo. “Ou eu não vou te deixar dormir.”


P.S: Esse imagine tem uma parte dois, se vocês quiserem mandem ask. A parte dois é um pouco hot e fofa também, eu particularmente amo. Favoritem pra eu saber se gostaram! 

ID #14935

Name: R
Age: 17
Country: USA

Hello! I’m a 17 year old girl living in the USA.
I’m currently a senior in high school, and I thought finding a pen pal (or 10) would be a great way to branch out and meet more people.
I love reading, and I’ll read just about anything (assuming I can understand it), and writing too, although I mostly do it for myself and I’m not very good at it. I love Marvel, but I admittedly haven’t gotten around to reading the comics. But I could talk about the Avengers forever. I love T.V. shows such as Agents of Shield, Daredevil, Stranger Things, Gossip Girl, Parks and Rec, etc. etc. I LOVE music, and I shamelessly love One Direction, Walk the Moon, Dear Evan Hansen (do musicals count? Musicals are great, too) Fall Out Boy, Khalid, and I love getting music recommendations and finding new artists to listen to. I’m a big science nerd, especially life sciences, and I love psychology and history.
I’m bi, so if that would be a problem, please don’t message me!
I’m quite an introvert, but I love making new friends :-) I’ll talk about anything, and everything.
I’d mostly like to talk through email or Skype or other social medias :-) I’m super excited to meet new people and maybe make the world a little less gloomy.

Preferences: Anyone around 15-19, really. As long as you’re not a bigot, we should be fine!! Talking over email or social media is best :-)

This Day in 1D History - August 16

2011: 

  • Niall puts in the tea orders for himself and the boys <33
  • the boys hit that wild ‘n’ crazy Manchester radio circuit (lmao), including Mercia
  • Louis has a night out at Tiger Tiger in Leeds 

2013: 

  • Liam defends and reassures fans after BBC documentary Crazy About One Direction airs <33

2014: 

  • Where We Are Tour concert – Detroit, USA (including the first time Louis’ skull tat was seen!)

2015: 

  • 1D win an unbelievable EIGHT Teen Choice Awards– Choice Music Group: Male, Choice Music Single: Group (SMG), Choice Music: Love Song (Night Changes), Choice Summer Music Star (Group), Choice Summer Tour, Choice Music: Party Song (No Control), Choice Male Hottie, and Choice Selfie Taker!! 

2016: 

  • Niall makes a black tee look so damn good in LA
Harry Styles. (Parte 2; Final)

N/A: Oi vocês. Então, essa é a continuação do imagine anterior. Está meio longo mas foi porque eu não queria ter que dividir em uma parte três, espero realmente que vocês gostem. Lembrando: Esse imagine é de um blog americano chamado: Harrystylesinmyimagines que já foi citado no imagine anterior. Quero avisar que sempre vai sair imagines de blogs americanos aqui e queria deixar claro que eu tenho parceria com todas as autoras desses imagines. Como disse antes espero que gostem. 

Boa leitura!



     Harry acordou assustado com o toque de seu telefone, e correu para fora da cama indo até a cômoda, aceitando a chamada. Era Jeff, convidando-o para tomar algumas cervejas e assistir ao jogo de futebol no clube com o resto dos rapazes, adicionou no final para levar S/N também.

     Harry colocou o telefone de volta na cômoda, e virou-se para cama procurando sua namorada mas percebeu que ela já havia levantado. Afinal, já eram 10 da manhã.

     Ele caminhou até o banheiro para encontra-lo vazio, porém molhado. Ela já tomou banho, e esse fato o deixou confuso. Ele entra no box e toma um banho rápido, logo saindo e colocando apenas uma calça de moletom, as mãos enfiadas nos bolços enquanto caminhava até a cozinha.

     S/N estava na frente da cafeteira, concentrada na tela de seu telefone . Seu cabelo ainda estava molhado, a água manchava sua blusa branca e gotejava em sua calça de brim escura e apertada.

 “Bom dia.” Harry disse caminhando em sua direção. Ela ergue os olhos, e deixa o telefone de lado enquanto Harry se inclina para um abraço. Depois de um beijo calmo, eles se afastam mas Harry continua com as mãos em sua cintura.

 “Vai sair?” Ele pergunta, olhando para ela de cima a baixo.

     S/N ergue suas mãos e acaricia o rosto dele. “Jenn ligou a alguns minutos. Ela está precisando de ajuda com a montagem dos aparelhos no estúdio, e é meu dia de folga então eu pensei em ajuda-la.” Ela disse calmamente.

 “Outra sessão de fotos?” Harry pergunta, a cafeteira apita e ele se inclina para pegar canecas no armário.

     S/N apenas assente com a cabeça, e vai em direção a geladeira para pegar leite e depois vai até o armário pegando açúcar.

 “Escuta.” Harry diz, chamando sua atenção, enquanto se servia de café. “Jeff nós chamou para ir ao clube, Quando você vai ficar livre?”

 “Só vou ficar lá por algumas horas. Se eu chegar as 11, eu acho que acabo ás 16:00.”

 “Vai demorar tanto assim?” Ele se inclina, e faz uma expressão tristonha ela logo beija seus lábios.

 “Amor, Jenn sempre me ajuda, e me incluir no projeto que ela sonha a tanto tempo e muito gentil da parte dela. Eu não poderia dizer não.” S/N diz enquanto acaricia o cabelo de seu namorado.

     Harry sorri para ela, inclinando-se para outro beijo. “Vou buscá-la no estúdio, certo? Vou estar lá as 16:00.”

 “Tudo bem, vou enviar o endereço para você.”


     Eram 16:15 quando Harry chegou ao local da sessão de fotos, estacionou seu carro e correu para dentro do prédio.

     S/N e o modelo estavam conversando, eles estavam animados e riam de alguma coisa. Os olhos de Harry logo os encararam em meio a tantas pessoas, e seus passos aumentaram.

 “S/N” Ele diz, e a garota olha em sua direção.

     Ela sorri, caminhando até ele e o abraçando brevemente; Harry a puxa para seu lado, mesmo depois que ela se afastou. Seu rosto adquiriu uma expressão séria quando viu o cara se aproximar.

 “Francisco, este é Harry, meu namorado.” Ela diz sorrindo.

     Harry estende a mão para cumprimentar o rapaz. “Prazer em conhece-lo, cara.” Ele não era tão novo, parecia ter mais de trinta.

 “Então, o que você estão fazendo?” Harry pergunta com os olhos nela.

 “Jenn foi ajudar os outros, Francisco está apenas esperando sua carona.”

 “Nós podemos ajudar, leva-lo se quiser.” Harry diz.

 “Não, obrigado. Eles já estão a caminho.” Francisco diz sorrindo para Harry.

     Um grito alto foi ouvido e um menino correu em direção a eles.

 “Papai!” O garotinho pulou nos braços de Francisco, que recebeu beijos no rosto.

 “Milo.” Francisco chama a atenção do garoto para Harry e S/N. “Esta é S/N, e este é Harry.”

     Milo cumprimentou os dois animadamente, S/N conversava com o garotinho enquanto Harry que estava surpreso tentava se recuperar da informação. Uma mulher surge ao fundo, segurando um bebê e sorrindo para Francisco, beijou seus lábios logo que o alcançou.

 “Está é minha esposa, Susan.” Francisco disse apresentando a mulher.

     S/N estava conversando alegremente com o casal. Jenn logo se junta ao grupo, e de alguma forma eles engatam em uma, não muito longa conversa.

 “Eu adoraria manter contato com vocês. Obrigado pelo convite, espero trabalhar com vocês de novo.” Francisco sorri se despedindo, antes de sair com sua família.

     S/N puxa Harry pelo braço. “Vamos?”

 “Vamos.” Ele diz assentindo.


 “E então?” S/N se vira, e encara Harry que estava parado na frente da porta depois que ele a fechou.

 “Sim…” Harry olha para ela, e limpa a garganta desajeitadamente.

     S/N ergue suas sobrancelhas; e cruza os braços vendo Harry ir de relaxado para confuso.

 “Você não me disse…”

 “O que?”

 “Você não me disse que ele é casado, e que… que tem filhos e tudo.” Harry diz tudo rápido, olhando para ela.

 “Isso mudaria alguma coisa?” S/N provoca, tentando segurar uma risada.

 “Não.” Harry responde. “Ele iria apanhar do mesmo jeito se chegasse perto de você, talvez eu iria me sentir um pouco culpado; considerando o fato de que ele tem uma família.” Ele se aproximou, e a olhou serio continuando. “Mas iria apanhar do mesmo jeito.”

     S/N não consegue se segurar e solta uma gargalhada. “Você teria batido nele?”

 “Sim.” Ele diz a puxando pela cintura. “Eu teria deslocado sua mandíbula.”

     S/N ri, e mergulha o rosto em seu pescoço. “Amor, você e suas palavras são tão doces. É estranho pensar em um Harry violento. Você é tão calmo e amoroso.” Ela ri enquanto leva suas mãos ao rosto dele. “Eu não pensei que você fosse ficar assim, querido.”  

     Harry a encara indignado, sua testa enrugando. “Você fez isso de propósito?”

 “Eu não pude evitar. Você foi tão dramático ontem à noite.” Ela zomba rindo.

     Harry não diz nada, apenas se afasta balançando a cabeça. “Arrume-se, temos que sair.”

     Ela morde o lábio parando de rir, e vai correndo atrás dele.

 “Harry.” Ela o chama, entrando no quarto; ele estava no closet escolhendo uma roupa. “Amor, foi uma brincadeira.” Ela diz se aproximando e envolvendo seus braços em torno de sua cintura.

 “Eu fiquei tão irritado ontem à noite, eu estava chateado. Você não entende.”

 “Harry.” Ela chama e puxa seu braço, virando-o. “Tudo bem, desculpe. Não vou tentar brincar com o meu namorado de novo, porque ele é muito sensível e se machuca facilmente.” Ela diz, ironia era nítida em sua voz.

 “Então eu sou sensível, agora?” Harry diz parecendo ofendido.

      S/N rola os olhos e se afasta. “Não vamos discutir.” Ela diz e vai em direção ao banheiro, deixando Harry confuso e aborrecido.

     Eles se arrumam sem trocar nenhuma palavra. Seus olhos se encontram apenas quando os dois já estavam prontos, mas S/N se vira entes que Harry possa fazer qualquer menção de toca-la.

     O caminho até o clube é silencioso; não parece haver nenhum tipo de interesse em iniciar uma conversa, vindo de nenhum dos dois. Ambos são egoístas, e esperam que o outro comece a conversa e acabam ficando cada vez mais constrangidos, mas isso não muda nada.


     Chegando ao clube S/N vai até suas amigas, enquanto Harry vai até os seus próprios companheiros, eles se olhavam algumas vezes, mas claro, não se aproximavam para conversar.

     Se sentindo pressionada, S/N conta tudo para Jenn.

 “Você não está errada S/A. Jesus, os meninos têm de aprender a ser menos dramáticos. Tenho certeza que Harry está jogando com você, querendo ter você de joelhos. Não faça isso garota.”

     As palavras de Jenn fizeram S/N pensar de alguma forma, e ela decidiu não se importar mais e começou a aproveitar a noite.


     O jogo estava animado; os garotos estavam torcendo animadamente. Harry continuava a lançar olhares para S/N, e em um desses olhares ele vê ela mostrando alguma coisa em seu telefone para Jenn e rindo.

     Ele volta a ficar chateado, e toma o resto de sua bebida. Quando ele se vira para o lado Jeff está olhando para ele.

 “Não tem que agir como se não tivesse ficado chateado, mesmo que tenha sido apenas uma brincadeira e que ele só tenha conversado com ela.” Jeff diz. “Você o odeia, deixe-a saber disso. Pare de ser tão mal-humorado.”

 “Mas ela não devia ter…”

 “Eu sei que você ainda está com ciúmes do modelo. Mas sua garota está se afastando cara, pegue-a de volta.” Jeff interrompe o encorajando.

     Harry assente, mordendo o lábio inferior. Ele se vira para Jeff e implora ajuda com os olhos.

     Jeff apenas ri de seu amigo. “Seu idiota.” Ele se vira. “Jenn, venha ficar aqui amor.” Ele diz alto o suficiente para a moça ouvir.

     Jenn assente sorrindo para o namorado, e se vira para S/N “Querida, não ceda facilmente.” Ela diz e S/N assente para sua amiga.

     Jeff dá espaço dando lugar para as duas garotas. Jenn desliza ficando ao lado de Jeff, automaticamente fazendo com que S/N tenha que ficar ao lado de Harry. Ela se sentou e ele nem se quer olhou para ela.

    Jeff pede para que Harry passe algumas cervejas. Harry se inclina e pega algumas latas, passando uma para o amigo e outra para namorada dele e logo depois segura uma lata a estendendo para S/N.

 “Cerveja?”

     Ela pega sem dizer nenhuma palavra, abre a lata trazendo-a até seus lábios. Harry coloca seu braço atrás dela no sofá, e se mexe algumas vezes; os truques dele para tentar chamar a atenção dela estavam falhando miseravelmente, ele queria toca-la, mas estava hesitante em fazê-lo, ele estava irritado porque S/N não mexia um músculo para tentar quebrar o gelo entre eles. Ele não gosta de ser rejeitado.

     Harry então cruza as pernas e leva seu braço outra vez atrás dela, limpando a garganta como jamais tinha feito antes, e acaba ficando naquela posição por longos minutos.

     De repente S/N vira sua cabeça em sua direção, pegando ele olhando para ela antes de se virar coçando a cabeça constrangido. Ela segura uma risada, e se vira para Jenn que arregala os olhos para ela gesticulando com a boca algo como: ‘ele está sofrendo muito.’ Jeff pega Jenn no flagra, e quando ele encara Harry vê que ele também estava encarando as meninas pelos canto dos olhos. Ele puxa Jenn para ele, tentando ajudar o amigo a tomar alguma atitude.

     S/N arruma a sua postura alarmada com a maneira que Jeff puxou Jenn para perto tão de repente, ela olha para Harry e ele está tomando sua cerveja.

     Ela permanece calma, e casualmente se encosta no sofá; quando está prestes a cruzar as pernas uma mão fria aperta sua coxa, fazendo com que seu vestido suba um pouco. O ambiente estava escuro, caso contrário Harry nunca teria feito isso.

     S/N passa a língua entre os lábios, e lentamente afasta a mão de Harry de sua pele.

 “S/N” Harry sussurra em seu ouvido. O som da voz do rapaz faz a garota estremecer por dentro. A mão de Harry a puxa para mais perto e ele respira forte perto de sua orelha.

 “Eu preciso procurar uma coisa, você pode me ajudar?” Ele sussurra logo se levantando e puxando ela para se levantar também, ela o faz mas se afasta.

     Jeff ‘abraçou’ Jenn tão apertado que ela mal pode olhar para S/N. Não restando nenhuma outra opção, ela segue o caminho que Harry fez, passando pela primeira porta do corredor ela se abre e Harry a puxa para dentro, trancando-os lá.

     S/N o encara com os olhos arregalados, enquanto ele a olha fixamente sem nenhuma emoção.

 “Você não queria procurar uma coisa?” Ela pergunta, agora sem nenhuma confiança em sua voz.

 “Você sabe o que.” Ele diz rude, mas seu nervosismo estava o destruindo. “Eu pensei que você tivesse desistido de jogar comigo, mas você ainda está tentando me deixar com… ciúmes.”

 “Harry, você está levando isso longe demais. Foi uma brincadeira, amor. E foi divertido.”

     Harry se aproxima e a faz chocar contra a parede atrás dela, e puxa seus pulsos os deixando presos à cima de sua cabeça.

 “Não me faça te lembrar de como você e Jenn estavam zombando de mim por estar com ciúmes.” Ele rosna, mas logo volta a si, o corpo pressionado contra o corpo da garota. “Agora pare.”

     S/N se inclina beijando seus lábios, se sentindo culpada por fazê-lo ficar furioso. Harry se afasta, e inclina a cabeça para o lado. Ele solta seus pulsos e descansa suas mãos em sua cintura. Os olhos da garota fecham um momento e ela logo está inclinada, puxando-o para um beijo.

 “Eu fiquei e ainda estou com ciúmes. E o fato dele ser casado não muda uma virgula isso; na verdade, eu vou ficar com ciúmes de todos que fizerem você desviar sua atenção de mim. E eu sempre tenho que ficar me segurando para não bater nesses caras porque você é minha.” Suas mão agarraram sua cintura com mais força. “Você é inteiramente minha e eu quero deixar isso bem claro para você antes de sair contando isso ao mundo inteiro.”

     Ele direciona uma de suas mãos até a parte de trás da cabeça da garota, puxando o cabelo dela levemente e fazendo ela o encarar.

 “Você não pode ficar fazendo piada do meu sentimento. Aquilo realmente me machucou, eu fiquei me comparando com aquele cara e tive medo de você me deixar por ele.”

     Ela não diz nada; ela se inclina, mordendo os lábios. Os olhos de Harry se fecham; seus lábios indo de encontro com seu beijo. Ela se afasta e envolve suas mãos ao redor do pescoço dele direcionando os dedos aos cabelos fazendo um carinho ali. “Sinto muito, amor.” Ela sussurra em seus lábios.

 “Eu te amo tanto, bebê. Por favor me perdoe.”

     A respiração de Harry treme, e ele invade sua boca como ele tem esperado a tanto tempo. S/N interrompe o beijo, olhando para a boca de Harry. “Posso dizer uma coisa?”

 “Não.” Harry ri quando ela resmunga. Ele puxa seu vestido para cima, deslizando sua mão até sua calcinha de renda, fazendo uma massagem em sua intimidade.

 “Harry” Ela geme, agarrando seus ombros. Ele envolve o braço em torno de sua cintura a erguendo em seu colo. “Eu gosto disso” Ela geme contra seu ombro outra vez. “Mas rápido, você sabe o que tem que fazer.”

     Ouvindo-a, Harry sente um choque percorrer seu corpo, e ele a coloca no chão e começa a abrir sua calça.

     Não demora muito e a mão de Harry a ergue outra vez, ela o encara; seu rosto iluminado, vermelhidão em suas bochechas e olhos escuros de desejo.

     Harry geme quando desliza dentro dela, seus lábios se encontram e um beijo demorado se inicia antes que ele comece a se movimentar.

 “Você quer mais?” Harry pergunta gemendo puxando-a para perto de seu peito.

     Ela acena, a cabeça contra seu ombro, seus lábios deixando mordidas ali.

     Ele a coloca no chão e a vira de costas, batendo em sua bunda enquanto empurra duro, sem esperar por aprovação.

     Ela sorri. “Você pode bater mais que isso.”

     Sorrindo, Harry coloca seu queixo em seu ombro, empurrando com tudo. Ela geme alto, e ele não sente necessidade de olhar para seu rosto para aprovação. Ele amassa sua bunda em suas mãos, beijando seu ombro e pescoço, enquanto seus quadris pressionam mais dentro dela, duro. Eles atingem seus clímax.

     Harry puxa S/N para ele, beijando seus lábios vagarosamente sentindo o alívio em seu toque. Eles se afastam; Harry a ajuda a colocar suas roupas.

     S/N sorri para ele. “Jenn estava certa quando ela disse que você estava sendo dramático.” Harry olha para ela deslizando sua calcinha por suas coxas. “Realmente me machucou.” Ela ri, Harry sorrindo para ela enquanto sacode a cabeça.

     Ele dá uma bofetada em sua bunda outra vez, fazendo com que ela se sacoleje em seu lugar e salte sobre ele. Ele ri de volta para ela, golpeando-a novamente, mas de uma forma muito brincalhona.

 “Eu te amo.”

 “Eu também te amo.” Eles se inclinam para um beijo.

     Harry sorri, lutando para puxar para cima suas calças. “Vamos sair daqui. Já devem está falando sobre nós.”  

     S/N sorri. Ela agarra seu braço, e puxa-o para ela.

 “Nunca mais faça de novo.” Ele diz em um tom baixo, segurando seu queixo em suas mãos.

     S/N sorri. “Ou talvez todos os dias. Eu gosto desse seu lado selvagem.”

     Ele sorri. “Há outras maneiras de trazê-lo para fora.” Ele pisca para ela.

 “Como?” Ela pergunta com olhos curiosos.

 “Vamos para casa, vou te ensinar.”

ID #11089

Name: Jess
Age: 26
Country: USA

Hi! I’m a 26-year-old female. I live in Illinois. I recently moved in with my boyfriend and his family and we are currently in the process of house hunting. I have the most amazing doggo that my family rescued 5 years ago. I like to think I’m funny, I make myself chuckle all the time but you can be the judge of that. I’m looking for people that I can have long-lasting friendships with.

I love listening to music and my taste ranges from One Direction and 5 Seconds of Summer to Slipknot and A Day to Remember with a ton of country mixed in, as well. I like to sing, too, but unfortunately, I’m not very good at it.
I also love video games. I mainly play The Sims 4, Rocket League, and Skyrim on PC but I also have other games on PS4 and XB1. And no, I do not mind adding you so we can game together!
I love learning about things that interest me and documentaries make up a good chunk of my Netflix list. My favorite movies consist of Harry Potter and anything Jurassic Park and Marvel Cinematic Universe related. For TV shows, Parks & Rec, Bob’s Burgers, and New Girl are my favorites.

If we have similar interests and you don’t mind being sent pictures of my dog, then we’ll get along famously. I hope to hear from you! :D

Preferences: Friends who are 21+ and English speaking.
I prefer to start out electronically and will consider snail mail once we get to know each other better.

It’s not a requirement but it would be pretty awesome to talk to someone who lives in Australia (I don’t know why but I’m fascinated with y'all).