olhos!

Tem momentos em nossas vidas em que sentimos o peso da caminhada, os problemas vão se acumulando e nos sentimos cansados e as vezes acreditamos que não iremos suportar, mas aí nos lembramos que Deus é perfeito e assim sendo se Ele colocou algo na minha vida é porque posso suportar. Só o fato de assim pensar já me fortalece. Que todos nós tenhamos forças para suportar os percalços do nosso caminho.
—  Aos olhos do Pai
🌺 Status: Querido John 🌺

• E o problema é que você está aí e eu aqui.

• Um abraço apertado, um beijo demorado e um “para sempre” ao teu lado.

• Não superei, mas tive que aceitar.

• Há tanta coisa que eu quero dizer para você, mas não tenho certeza por onde devo começar.

• Não é drama e nem exagero, sou eu.

• Minha boca não disse nenhuma palavra, mas os meus olhos disseram tantas.

• Essa é a coisa engraçada sobre a verdade, ela geralmente aparece.

• Não julgue a maneira que demonstro meus sentimentos, é estranho, é diferente, mas é verdadeiro.

• Você sempre será o melhor de mim.

• Eu não te culpo. Eu, no seu lugar, faria o mesmo, talvez.

• Deu saudade e uma vontade de escrever sobre você, mas o texto ficou inacabado, assim como a nossa história.

• É que eu sou uma pessoa difícil de lidar, de conviver de amar.

• Aí a pessoa pergunta o que aconteceu, e seus olhos enchem de lágrimas.

• Apaixone-se pelos defeitos, é mais fácil se surpreender com as qualidades.

• Muita gente sorrindo com o coração magoado.

• E num simples deslize, o ódio vira amor e vice-versa.

• Alzheimer deve ser a doença do século. As pessoas estão se esquecendo muito rápido uma das outras.

• Já me disseram que ser imprevisível aumenta o mistério de uma mulher.

• Eu sou uma ótima companhia, vai diz pra eles solidão.

• Te amar me faz mal, um mal que me faz bem.

• Aprendi que é melhor manter algumas coisas em segredo.

• Você ama o sorriso e a voz da pessoa, daí ela fala sorrindo.

• De vazio o meu coração tá cheio.

• A verdade é que só volta pra você, aquilo que realmente nunca quis partir.

• Eu não estava apenas decepcionado, mas sim eu estava com raiva.

• É claro que os sentimentos mudam, as pessoas fazem com que isso aconteça.

• Eu fico tão sentimental quando se trata de você.

• E mesmo eu, estando cercado de tanta gente, não te encontro em nenhuma delas.

• As vezes a pessoa certa entra em nossas vidas na hora errada.

• Eu deveria ter nascido do avesso, meu interior é mais bonito.

• O que é verdadeiro volta? Não. O que é verdadeiro não vai. O que é verdadeiro, permanece.

• Aprendi que amar não significa estar junto, mas sim querer ver a pessoa feliz, mesmo que isso custe a sua felicidade.

• Sim, vai ser difícil, mas o tempo passa rápido. Vamos nos reencontrar. Eu sei. Eu sinto.

• Esta lua será sempre do mesmo tamanho da sua do outro lado do mundo.

/Se pegar dê likes ou reblog. 🔝💕
Hoje, foi a décima quinta vez que você disse que iria se afastar, dessa vez eu não iria insistir para ficar, aliás, eu estava cansado de sempre pedir e você sempre repetia as mesmas atitudes, mas dessa vez eu não pedi, não olhei para seus olhos, não toquei  suas mãos, eu apenas larguei e virei as costas e te deixei ir, não olhei para trás, mas dentro de mim havia uma lágrima tentando sair por ter feito isso, mas eu sabia que era o melhor para mim, pois quantas vezes eu sofri por você querer se afastar e eu acabei me importando com você mais do que a mim mesmo?
— 

Eu sou o oposto, mas não o seu contrário.

Eu não queria ve-lo tão cedo, mas aquelas duas semanas estavam me matando. Eu já não conseguia lembrar da sua risada, ou mesmo da sua cara quando eu dizia algo sem sentido. Mas quando ele entrou por aquela porta foi uma sensação de alívio, eu senti um grande alívio misturado com ódio e amor ao mesmo tempo. Muito amor. Foi ai que me lembrei o porquê me apaixonei, ele era incrível. Quando meus amigos o chamaram eu não consegui o encarar. Seu perfume estava pelo ar e eu amava aquele cheiro. Tinha cheiro de lar, cheiro dele. Não consegui olhar em seus olhos caramelos, como eu amava aqueles olhos. Não consegui ao menos dizer nem um simples “Oi”, ou um simples aperto de mão, sou fraca admito. Foi ai que peguei meu celular e comecei a mexer, tentando disfarçar a vontade de olhar seu sorriso. Percebi que ele observava cada movimento meu, e pra disfarçar me virei. Depois de sua tentativa falha de vir falar comigo, ele foi embora. Ao ve-lo desaparecer na multidão lembrei de como eu o amava. Ele foi embora e levou minhas melhores risadas junto, e um pedaço do meu coração também.
—  Esttrangeira

rápido, sem pensar, isso soa quase um erro na minha mente, dear, os pensamentos são navalhas dissipando o que restou de mim/ você escreve sobre epiderme, carne, entranhas, mistura tudo com a sua pele que queima ao fogo. se um pensamento rápido é quase um erro, me diz, o que seria certo?!/ te diria se eu já não tivesse o sucumbido à muito tempo tentando me refazer sem doer, sem sentir o álcool, só costurando as feridas/são refúgios, não são, as bebidas, a fumaça do meu cigarro, a rotina repetitiva, mas que agrada em alguns dias. são erros justificados pela realidade fria que nos toca o rosto no meio da noite. o que mais podemos fazer, dear, senão responder a altura
[no fim das contas a gente colide sim mais que um sopro em manhãs que o sol bate forte nas janelas dos meus olhos e eu quero abrir. me abrir. partir]

Eu tenho medo que você seja um caminhão de luz que me esmague e me cegue na frente de todo mundo. Eu tenho medo de ser um saquinho frágil de bolinhas de gude e de você me abrir. E minhas bolhinhas correrem cada uma para um canto do mundo. E entrarem pelas valetas do universo. E eu nunca mais conseguir me juntar do jeito que sou agora. Eu tenho medo de você abrir o espartilho superficial que aperto todos os dias para me manter ereta, firme e irônica. Minha angústia particular que me faz parecer segura. Eu tenho medo de você melhorar minha vida de um jeito que eu nunca mais possa me ajeitar, confortável, em minhas reclamações. Eu tenho medo da minha cabeça rolar, dos meus braços se desprenderem, do meu estômago sair pelos olhos. Eu tenho medo de deixar de ser filha, de deixar de ser amiga, de deixar de ser menina, de deixar de ser estranha, de deixar de ser sozinha, de deixar de ser triste, de deixar de ser cínica. Eu tenho muito medo de deixar de ser.
—  Tati Bernardi.
E eu olho pra você e por mais que eu te ame, sei que não está aqui, as vezes tão longe que nem parece estar junto de fato. Sei que te amo, mas não posso aceitar o pior tipo de distância, essa, em que está do meu lado.
—  Nick

Escondo em mim grande dor.
Exalo certo amor. Doce como fruta,
minha dolorida poesia oculta. 

Sento e sinto. Em silêncio. 
Olhos frios, trêmulas mãos.
Jaz aqui dentro, confusão.

Lábios emudecidos.
Olhar entristecido.
Pensamentos, 
Sentimentos,
Lamentos.

Jaz aqui dentro: Meu coração.
Doce como fruta, minha dolorida
poesia oculta.

Espero o dia em que alguém me olhará nos olhos e dirá que me escuta.

le secret de ma vie, -zurc.

Antes eu achava que todo mundo era meu amigo. Um dia, descobri que tem amigo que não suporta te ver feliz. Tem conhecido que não aguenta ver o teu sucesso. Tem amigo que não gosta de ver que o teu relacionamento está dando certo. Acredito no seguinte: os olhos das pessoas que gostam de você sempre vão brilhar quando alguma coisa boa te acontece.
—  Clarissa Corrêa.

Eu quero  respirar

A tua

Retina

Para que teu olhar

Fique impregnado 

Na minha hemoglobina

Então, assassina fria

De corações já mortos

Disse que minhas artérias

Ainda estarão repletas

Daqueles teus olhos.

Bela.

Buraco

Você olha o buraco quase engolindo seu quarto, cama e escrivaninha. Então tira a camisa, tira a bermuda, está calor, manaus é o cu apertadinho e quente de satanás. Você tenta não olhar o buraco, mas ele está lá feito o esqueleto de um dinossauro numa exposição. Fecha os olhos, cochicha algo desconexo e baixinho, faz uma oração, mas ele continua lá quase engolindo seu corpo inteiro. Então você começa a escrever contos, poemas e narrativas longas e áridas feito deserto. O buraco começa a diminuir. Vai fechando. O espaço abrindo. Os azulejos se reconstruindo e o tapete se esticando feito um anjo nonsense dando língua. Você então sorri. Por um instante acredita que fazer literatura fecha buracos e dorme. Fecha os olhos por 12 horas e quando acorda saca que é o próprio buraco gritando a palavra “amor”.

Diego Moraes 

Em ti eu tudo posso
Não há limites, minha força está em ti
Nada é impossível
Em ti olhos se abrem
Muralhas caem, estou vivendo pela fé
Nada é impossível.
O que significa quando digo 'sofro de ansiedade'

Para a maioria das pessoas com quem converso, quando conto que tenho transtorno de ansiedade, elas concordam balançando a cabeça e dizendo que vai ficar tudo bem.

Quando digo: “Desculpe, estou tendo um dia muito ruim por causa da ansiedade, podemos remarcar?”, elas sorriem e dizem que não há com o que se preocupar, é só eu sair da cama para ver que tudo está bem.

Quando não quero ir para o bar porque sei que o álcool só piora minhas tendências de ansiedade, ouço: “Você está bem. Vai ser divertido. Vamos relaxar!”

Enquanto isso, meu coração bate tão rápido que tenho medo de que as pessoas percebam. Mas ele não está acelerado. Minha cabeça não está fora do lugar. Não estou vesgo, como a visão embaralhada me faz crer. Meus joelhos não estão tremendo, não vou cair.

Meu rosto não está pálido e meus olhos não estão vermelhos. Não. Por fora, estou normal. Minhas roupas combinam. Estou acordado, vivo e respirando normalmente. Então não tem nada errado, certo?

Errado.

Esse é o negócio dos transtornos de ansiedade. Tudo parece bem. Nossas pernas não estão quebradas. Nossas línguas não foram arrancadas. Não estamos cortados, nem machucados. Porque a ansiedade não é um problema físico. Mas isso não quer dizer que seja menos debilitante.

A ansiedade é um transtorno complexo e não tem nada a ver com simplesmente sorrir e acenar com a cabeça. Você nos dizendo que está tudo bem não só não ajuda como magoa ainda mais, porque ninguém parece levar o problema a sério.

Eis algumas coisas que eu gostaria que você soubesse sobre a ansiedade.

Ela vem em ondas.

A ansiedade é um bicho estranho. Ela deixa eu me divertir por uns dias, e fico pensando: “Humm, finalmente ela finalmente me deixou em paz”. Aí, um tempo depois, acordo e não consigo me concentrar de jeito nenhum.

O monstro apareceu de novo e não tem nada que eu possa fazer. Acordei com ele sentado no meu peito, sorrindo como se estivesse lhe dando as boas-vindas.

Ela pode ser completamente paralisante.

Não sei se se aplica a todo mundo, mas sei que é uma parte muito importante do meu transtorno de ansiedade. Quando ela vem, fico congelado. Posso levantar e enfrentar o dia, mas meu cérebro não está presente.

Minha cabeça é refém de um “demônio” que mora dentro de mim. Só consigo pensar na minha incapacidade de pensar, respirar ou sentir. Parece que meu cérebro está literalmente paralisado, como se estivesse preso numa espécie de limbo, sem portas nem janelas nem saídas.

A pior parte? Estou completamente sozinho nesse lugar.

Ela pode acabar com relacionamentos.

Não só os românticos, mas relacionamentos de qualquer tipo. Amizades e relacionamentos podem ser destruídos por esse problema. Já passei por ambos os casos, e é a pior perda possível. Por quê? Porque não é por nossa culpa.

É um transtorno que, sem os cuidados apropriados, pode explodir com o tempo. No fim das contas, é um fardo muito pesado para ser carregado pelos outros. Se eles se aproximarem demais de você para sentir de perto os efeitos da sua ansiedade, elas podem romper os laços para preservar sua própria sanidade mental. E isso machuca demais.

Mas não posso culpar os outros, porque, se eu pudesse escolher, ficaria o mais longe possível da ansiedade.

Ela torna a confiança praticamente impossível.

Sei que soa terrível colocar a culpa da falta de confiança na ansiedade, mas, sendo sincero, não se trata de atribuir culpa, mas sim responsabilidade. A ansiedade te faz pensar no pior em todas as situações.

Se alguém não responde minhas mensagens de texto, é isso: não gostam mais de mim. Se não me mandam mensagens, é porque não pensam em mim. Alguém está ocupado? Esquece. Têm algo melhor para fazer. Parece ridículo, certo? Bem-vindo à vida com ansiedade.

Eu não quero isso.

Você realmente acha que, se tivesse escolha, teria optado por decepcionar as pessoas que amo porque não consigo lidar com a ideia de sair?

Acha que quero sentir tanto medo de sair da cama que assisto 13 horas seguidas de Grey’s Anatomy em vez de ir para o trabalho? Provavelmente não. Você escolheria isso? Duvido!

Então, quando você nos diz que estamos sendo dramáticos e só queremos chamar a atenção, pense bem no que está falando. Ninguém, repito, ninguém quer isso.

Todos os dias penso em ser diferente.

Não passa um dia sem que eu ouça uma voz na minha cabeça me dizendo como minha vida seria incrível se eu fosse diferente. Como, se eu não tivesse ansiedade, tudo estaria bem. Como eu poderia ser feliz de verdade e confiar que a felicidade não era uma piada ou uma brincadeira.

Não importa quantas vezes eu diga para mim mesmo que tudo está OK e que estou sendo ridículo, nada está simplesmente “bem”. Na verdade, até as menores coisas são um desastre.

Há tratamentos, e estou disposta a tentar todos eles.

Muita gente que é diagnosticada com ansiedade recebe a indicação de remédios para controlá-la. Na maioria das vezes, eles ajuda a me transformar numa pessoa um pouco mais funcional. Mas simplesmente tomar remédios costuma não ser suficiente.

Tentei ir à academia. As endorfinas ajudam muito. Muita gente faz ioga ou exercícios de respiração. Eles deveriam ajudar, mas ainda não tentei - estão na minha lista.

Faço muitas coisas que me deixam feliz. Para mim, escrever, cantar e colorir meus livros são atividades muito reconfortantes.

Além de todas essas coisas, descobri que a terapia é a melhor ferramenta e que ela vale cada centavo. Um terapeuta constantemente ao seu lado só para deixar você falar, sem te julgar ou culpar pelo seu problema, é uma experiência libertadora. Recomendo fortemente para quem tem dificuldades com a ansiedade.

Vou superá-la.

Mas vai levar tempo. Lutar contra a ansiedade pode ser uma batalha sem fim, com muitos tropeços e recaídas ao longo do percurso. Ainda estou no processo, e não é fácil. Nada fácil. É de longe a coisa mais difícil que tive de fazer na minha vida. E já passei por muita coisa.

Aprender a superar a ansiedade é a tarefa mais difícil que já me passaram. Mas esses pensamentos, aqueles que não são verdadeiramente meus, parecem veneno para minha alma. Nos dias em que saio vitorioso, parece que consigo enfrentar o mundo inteiro de frente. Quero que todos os dias sejam assim, e não vou parar até que isso aconteça.

O lance é o seguinte: a ansiedade pode ser um negócio pesado e assustador. Não é uma lesão visível, mas isso não a torna menos legítima. Precisamos de pessoas em nossas vidas que estejam dispostas a nos ajudar, nos apoiar e entender que precisamos muito dessa ajuda e desse apoio.

Não vou mudar minha opinião a seu respeito se você achar que não consegue lidar com o comprometimento que é fazer parte da minha vida, só peço que você não crie esperanças e depois me decepcione.

Então, quando digo que “tenho ansiedade”, é isso o que estou querendo dizer. Seja paciente comigo. Me apoie. Saiba que faço tudo pensando em como aquilo vai te afetar.

Estou lutando para ter controle sobre minha vida, entenda isso. Dou trabalho e sei disso. Não sou uma pessoa fácil de conviver, mas, se você deixar, estarei sempre à sua disposição. Jamais esquecerei como você ficou ao meu lado enquanto os outros debandaram.

Quando digo que “tenho ansiedade”, estou te avisando o que vem por aí e te agradecendo por me escolher mesmo assim.