ogro

Cada um esconde sua dor onde pode. Dentro de um banheiro, de um quarto ou na rua escura. Eu coloco num papel, depois finjo que nada aconteceu. E assim vou levando.
—  Refúgio do Ogro
Nada que eu vivi um dia, se compara a incrível sensação de estar em seus braços, de te beijar, de sentir seus lábios. Ainda não vi cena mais linda do que te ver dormindo, nem nada mais encantador do que te ver sorrindo. Não houve momento mais intenso do que te olhar pela primeira vez e perceber que eu estava diante de tudo o que eu sempre quis pra ser feliz. Nunca tinha sido tão feliz, quanto eu fui quando o seu corpo tocou o meu, quando suas mãos tocaram as minhas. Não sabia que poderia sentir tanto prazer quanto você me proporcionou. Nunca tinha ficado tão boba até ouvir você dizer que me ama, até você me chamar de linda. Não tem cheiro melhor que o seu, nem sabor mais viciante que o da sua boca. O melhor lugar do meu mundo vai ser sempre o seu abraço. E você vai ser sempre o amor da minha vida.
—  Ogrodoce.
Tenho medo, sabe? Finjo sempre que não ligo para nada, mas eu não sou assim. Na verdade, sou mais mole que uma maria mole e ninguém percebe. Choro fácil, sorrio fácil, me irrito fácil. Sou fácil até pra me apaixonar e ninguém nota. Talvez seja porquê sou fechado, um ogro, como todo mundo diz. Mas, isso é só porquê não sei me expressar direito e nem demonstrar meus sentimentos. E, talvez esse seja meu maior defeito. Sou o tipo de cara que além de inseguro, tem mania de querer entender as coisas e, quando se trata de coisas que não se dá pra entender, acabo me perdendo. Por isso, sou um bobo apaixonado e medroso que não tem jeito nem para tirar sua franja da testa, mesmo com vontade. Não consigo te elogiar sem corar e nem mesmo te dizer o que eu sinto sem sair correndo. Sou um ogro bobo, cheio de sentimentos bonitos e guardados. Mas, sou medroso. Morro de medo de não encontrar alguém que me dê segurança para sair do meu esconderijo e acabar sozinho com meus livros. Tenho medo desse meu jeitão complicado afastar todo mundo. Sou um baita de um idiota por isso, mas fazer o quê? Nasci assim.
—  Refúgio do ogro. Azarão
Eu diria que, apenas o verdadeiro amor deixa marcas pra vida inteira, porque o verdadeiro amor é o que fica, o que permanece, porque se um dia foi amor, é certo que nunca deixará de ser. E, de todos os “amores” que eu tive, ele foi o que chegou, marcou e diferente dos outros, não foi embora. Ele é quem faz do meu mundo um lugar melhor, é quem me faz acordar com a certeza de que sempre haverão dias de alegria e que mesmo nos dias tristes, eu terei alguém com quem contar. É ele quem me faz entender que a nossa história não precisa de um final feliz, simplesmente porque não terá fim. Agora eu sei o que é amor, e tenho o imenso prazer de dizer que tenho o melhor namorado do mundo. Sim, o meu namorado é o melhor. E não é só porque ele é alto, forte, lindo, sexy, tem uma bunda linda, uma boca irresistível e uma pegada que leva qualquer mulher ao ápice do prazer, mas sim por tudo aquilo que é invisível aos olhos, por tudo o que só é possível enxergar com o coração. Por tudo o que ele me faz sentir, pela mulher que me tornei quando o encontrei e por tudo o que somos quando estamos juntos.
—  Ogrodoce.
Sonhos não são para todos. Sinto muito, mas é a verdade. Todos podem se permitir sonhar e até sonhar alto, mas realizar esses sonhos é outra história. Não sei se é pessimismo ou apenas mais uma das minhas realidades distorcidas, no entanto só consigo enxergar nos sonhos doses de sofrimento. Quero dizer, você pode sonhar em ser cantor o quanto quiser, mas nunca vai sair do chuveiro se tiver uma voz pouco agradável. Podem até tentar justificar, dizer que quem quer vai à luta e consegue, mas não é assim. Nunca foi e nem será assim, pois mesmo que vivamos numa democracia e tenhamos o livre arbítrio, você só vai poder escolher as possibilidades possíveis. Quero dizer, alguém que não sabe cantar pode ser cantor, mas não vai ser reconhecido e nem ter sucesso. E ainda vou mais além, ou vai virar piada ou morrer de fome. Ninguém sonha com isso. Ninguém quer morrer de fome correndo atrás de sonhos. Por isso que digo: você precisa ter o talento necessário para realizar seu sonho. Pra ser cantor, saiba cantar. Pra ser escritor, saiba escrever. Pra ser dançarino, saiba dançar. E, vou além. Temos que medir nossos sonhos, afinal foi tentando voar alto de mair que ícaro morreu. E é sonhando alto de mais que você se decepciona feio e fica desacreditado da vida, assim como eu.
—  Refúgio do Ogro

December 20 1973 - The ETA blows up Spain’s fascist prime minister and successor to Franco, Admiral Luis Carrero Blanco in what was called Operación Ogro. 

Operación Ogro (Operation Ogre) was the name given by the Basque liberation group ETA (Euskadi Ta Askatasuna) to its assassination of Admiral Luis Carrero Blanco, the Prime Minister of Spain, on 20 December 1973. 

Over five months an ETA commando unit using the code name Txikia dug a tunnel under the street from their rented basement flat in Madrid – telling the landlord that they were student sculptors to hide their true purpose. The tunnel was packed with 80 kg of explosives that had been stolen from a Government depot.

On 20 December, a three-man ETA commando unit disguised as electricians detonated the explosives by wire as Blanco’s car passed. The blast sent Blanco and his car 20 metres into the air and over a five-storey building. The car crashed to the ground on the opposite side of a Jesuit college, landing on the second-floor balcony. 

The gif is from a Spanish movie about the operation. [video]

Ser feliz sempre pareceu mais um desafio do que uma possibilidade para ele. Mas, vez ou outra se provava capaz e vencia o desafio. O problema era que os  intervalos entre as vitórias foram crescendo cada vez mais, enquanto ele envelhecia. Em algum momento, os dias quentes pararam de tornar o desafio menos complicado e se tornaram sinônimo de pele pegajosa e suor. Os dias frios eram mais confortáveis, e a felicidade já não era mais um desafio, entretanto era uma tarde debaixo das cobertas, com um livro aberto e a televisão reproduzindo diálogos meramente decorativos para o ambiente. Felicidade era, então, sinônimo de conforto e solidão.
—  Refúgio do Ogro, Azarão
Desde quando as coisas estão caminhando para este ponto crítico? Quero dizer, até ontem o mundo era colorido e cheio de prazeres e amores. Hoje, quando abri os olhos, me deparei com tristeza e escalas de cinza. Me senti deslocado e acabei desnorteado, procurando por uma explicação. Mas, não existe nenhuma. É uma mudança no seu jeito de ver o mundo, assim como as mudanças que acontecem na puberdade. A vida simplesmente se transforma e você precisa se acostumar com isso. Você é obrigado a aturar as reviravoltas da vida e continuar de pé, até mesmo em escalas de cinza e solidão. E, o pior de tudo: não existe SAC para você reclamar, nenhum 0800 para resolver seu problema. É tudo por sua conta. Justamente como na época da Ditadura, ou você aprende a amar sua vida do jeito que ela está, ou acaba com ela de uma vez por todas. Chega a ser meio cruel e radical, mas fazer o quê? O universo é um lugar terrível para os seres humanos, criaturas tão imperfeitas e perfeccionistas.
—  Refúgio do ogro. Azarão