oc:s2

Dentro de mim, existe uma enorme bagunça, confusão. Mas quando você aparece, dá um sinal de vida e  me mostra o quanto sou importante para ti, toda aquela bagunça começa a se ajeitar como numa passe de mágicas, organizando cada pensamento, pondo em cada lugar o sentimento adequado. É de se espantar com esse poder que tens sobre mim, esse efeito que me causa em que nenhuma palavra consegue ser tão absoluta na  explicação, apenas sentindo para entender. O melhor de tudo é saber que isso advém de um sentimento puro e verdadeiro. Aquele que mesmo na maior dificuldade consegue me fazer sorrir feito criança e achar belo cada enigma da vida. E a cada passo da vida que dou ao seu lado me pergunto “como pude ser digno de lhe ter?”, não lhe tenho no sentido de propriedade, lhe tenho no sentido de ser uma parte de mim, do meu próprio ser, como se fosse um pedaço meu por esse mundo que encontrei. Não somos algo do tipo alma gêmea, somos apenas dois corações que se encaixam perfeitamente. Eu sou o lado bagunçado e você o lado que nos estabiliza.
—  Você é a minha paz. Revejo entrelaçado a Rubídea.