obgs

Status (Parabéns pra mim)

Deus obrigada por mais um ano de vida 🙌 

E neste dia especial dedico a Deus este dia, meu viver. 🙏🙌

Parabéns pra mim, que apesar de tudo sou muito feliz. 👏👏❤

Hoje só tenho a pedir saúde, paz, proteção e felicidade na minha vida ♡

E é com todo carinho e sinceridade que eu me digo: Parabéns (seu nome) 👏🎉

Que eu saiba com sabedoria aproveitar mais um ano de vida. Parabéns pra mim. 🎉🎉🎉

E hoje desejo não só um sorriso mas um grito de felicidade todos dias em minha vida. 👏👏👏

Ainda tenho muito que aprender sobre a vida, até porque “a vida ensina e eu sou aprendiz…” Parabéns Pra mim. 👏👏🎉🎉

Idade se renovando, maturidade que faltava chegando, sonhos conquistando. Obrigado Deus! 🎉🙌

Que eu tenha sempre a felicidade em meu olhar, não só neste dia mas em toda minha vida. #HappyBdayToMe 🌟🙌

E que venham as dificuldades pois posso não está totalmente pronta mas juro que vou sobreviver a elas, Obg por mais um ano Deus! 🙏❤

E o que se sente nesse dia não se explica. Nem se deve explicar… É celebração da vida!!! Parabéns pra mim.😍👏

Hoje é um dia qualquer, mas não é um dia comum.Hoje é meu aniversário! 👏👏👏🎉🎉

E que eu possa no próximo ano, me parabenizar novamente. Afinal, Deus me concedeu mais um ano de vida… ❤👏🙏🙌

  • Se pegar dê like ou reblog
Você precisa de você.

Continue segurando as pontas. Eu sei que falar com as paredes não é lá das coisas mais agradáveis, mas se é só isso que você tem, se se sente melhor falando apenas com elas, manda tudo que te entope e fique pronta pra outra, porque você sabe, sempre vem… 

Continue mentindo pra todos de que está melhor que nunca, porque sabemos, ninguém tá nem aí, ninguém te pergunta por realmente se importar, ninguém insiste, ninguém oferece colo, ombro, ou qualquer outra parte do corpo.

Você precisa de você. E precisa também se lembrar disso quando as coisas estiverem difíceis. Você se lembra do que seus ombros carregaram, e por mais que não fossem as mais pesadas e outras pessoas carregassem numa boa, foi pesado pra você. E é de você que estamos falando. 

Seus olhos viram coisas feias e seus ouvidos ouviram palavras imundas. Sentiu cheiros desagradáveis e sua boca também soltou coisas horríveis. Mas ainda sim, quero que você se lembre que o mundo pode explodir agora, amanhã e ontem, quem sempre te levantou da queda, seja do tombo da sua primeira bicicleta ou de uma rasteira da vida, foi você.

Desculpe, você disse algo? Eu não tenho prestado muita atenção… em nada, pra ser sincero. São muitos relatórios no final de ano e isso está ficando estressante, eu sempre erro as datas” suspirou, largando o lápis na mesa olhando para a outra pessoa. “Você não teria uma camisinha por aí, teria? Eu acho que perdi a minha e estou precisando agora.

PEDIDO: “Oii flor, primeiramente gostaria de dizer que amo o Tumblr de vcs e sempre acompanho ❤ Você poderia fazer para mim um imagine com o Hazza, onde ele é soldado e vai para a guerra, deixando s/n grávida e ele não sabia? Final feliz por favor :) Obg 😊”

PS: AAAAAAA vem cá, me abraça 🙆 Obrigada amora 💘 Espero que goste. Espero que todas vocês gostem também. Beijos e Boa leitura!

 

————————————————————————————————


- Eu te amo – Falei selando nossos lábios. Passei meus braços em volta do pescoço de Harry e ele os braços em volta de minha cintura. Coloquei meu rosto na curva de seu pescoço. – Se cuida! – Falei tentando segurar o choro.

- Eu também te amo – Me apertou mais contra seu corpo – Irei me cuidar. Se cuida também!

“Vamos soldados, apressem-se” Gritou o comandante

- Eu te amo, não se esqueça disso! – Harry repetiu e me abraçou mais forte. Não consegui responder. Lagrimas brotaram em meus olhos. Aconcheguei mais minha cabeça em seu pescoço e suguei o seu perfume. Estava com medo de não vê-lo mais.

- Promete para mim que você vai voltar. – Falei baixo entre soluços.

- Eu prometo! – Apertou-me. Separamos o abraço e Harry tirou de seu bolso a pulseira que ele dizia ser da sorte. – Fica com isso. Caso aconteça algo! – Colocou a pulseira em minha mão e fechou a mesma. – Não esquece que eu te amo – Puxou-me e beijou minha testa.

- Styles, anda! – O comandante puxou o braço de Harry para que ele entrasse no quartel.

- Eu te amo! – Falou enquanto me olhava. Aquele podia ser a última vez que nos víamos. Coloquei uma de minhas mãos sobre a boca esforçando-me para não chorar mais. Após todos os soldados entrarem, resolvi ir para casa.

Harry estava entre os seiscentos soldados convocados para prestar ajuda na síria por conta dos ataques que estava ocorrendo no lugar. Havia visto umas matérias sobre os ataques que ocorriam lá e meu coração doía só de imaginar que meu noivo estaria indo para lá. Estes soldados iriam voltar daqui a cinco meses. Se voltarem.

No dia em que Harry descobriu que teria que ir para a Síria e passar cinco meses lá, eu descobri que estava grávida de dois meses. Optei por não contar para Harry. Se eu contasse agora, ele iria se recusar de ir para a Síria. Eles estavam dando um bom “salário” para o soldado que fosse. Havia deixado o teste de gravidez que havia feito dentro da bolsa que Harry estava levando consigo. Junto do teste havia um pequeno bilhete.

“Amor, não fique bravo por não ter contado antes, espero que goste da notícia. Estaremos te esperando. Com amor, (S/n) e seu pequeno bebê.”

 

QUARTO MÊS DE GESTAÇÃO

(DOIS MESES QUE HARRY ESTAVA NA SÍRIA)

 

Passei a mão sobre meu vestido e desci as escadas indo até a sala. Olhei a hora no ecrã do celular e o mesmo marcava 13h29min. Tenho que estar no hospital às 14h30. Meu primeiro ultrassom está marcado para hoje. Gemma, a irmã mais velha de Harry iria me acompanhar. Eu estava muito ansiosa para saber o sexo do bebê. Peguei a chave do carro que estava sobre a mesa e dirigi-me até a porta. Abri a mesma e sai. Ao pisar no tapete senti algo diferente embaixo da sola de minha sapatilha. Olhei para a mesma e havia um envelope branco. Abaixei-me e peguei o envelope. Fui em direção ao carro e adentrei o mesmo. Coloquei a bolsa no banco do passageiro e comecei a abrir o envelope. Havia uma folha de caderno dentro do mesmo. Ao ver a caligrafia exposta ali meu coração disparou. Coloquei a mão sobre a boca tentando acreditar.

“(S/n), primeiramente gostaria de dizer que mesmo passando dois meses sem nos falar, ainda tenho vontade de te bater por não ter me contado antes. Não consigo expressar o quão feliz estou em saber que serei pai. Gostaria de poder te abraçar. Sinto muito sua falta. Espero que esteja bem. Com quantos meses você está? Já sabe qual o sexo? Queria estar ai com você! Peço para que não se preocupe comigo! Os meninos do quartel me disseram que você vai lá toda semana para saber como estou. Eu estou bem. Quebrei um braço, mas já estou me recuperando. Quando ver mamãe e Gemma, diga para elas que estou com saudade. Voltarei logo em breve. Nós podemos mandar só uma carta por mês. Então será difícil nos comunicarmos. Quero que saiba que te amo muito, por favor me mande notícias sobre nosso filho ou filha. Amo vocês! Com amor, Harry.”

As lágrimas corriam livremente pelo meu rosto. Uma felicidade imensa apoderava-se de mim. Recostei-me no banco do carro na tentativa de absorver tudo aquilo que acabei de ler. “Eu estou bem”. Soltei um longo suspiro de alivio. Coloquei a carta e o envelope no banco do passageiro e dei partida.

- Isso tudo é felicidade porque vai saber o sexo do bebê?! – Gemma indagou entrando no carro. Um enorme sorriso estava estampado em meu rosto.

- Também! – Respondi olhando-a. Gemma passou o cinto sobre seu rosto e encarou-me sorrindo também. A mesma levantou uma de suas sobrancelhas esperando que eu continuasse. – Harry enviou uma carta! – Falei batendo palmas.

- Não acredito! – Gemma falou colocando as mãos sobre a boca – Onde está?

- No banco de trás! – Apontei. Liguei o carro e dei partida no mesmo até o hospital.

[…]

 

- Seu primeiro ultrassom, Srta. (S/n)? – O doutor perguntou passando um gel em minha barriga. Gemma estava ao lado do grande computador do médico olhando para a televisão que estava na minha frente.

- Sim! – Falei sorrindo. O mesmo sorriu genuíno e colocou o aparelho sobre minha barriga fazendo uma leve pressão. Olhei para a televisão e pude ver o bebê.

- Parece que uma menina vem a caminho – O doutor falou mexendo no computador e passando o aparelho do outro lado da barriga.

 

SEIS MESES DE GESTAÇÃO

(QUATRO MESES QUE HARRY ESTÁ NA SÍRIA)

 

Minha barriga já estava enorme. Fiz o segundo ultrassom e a pequena Grace já estava formada. A mudança de meu humor mudava constantemente e eu estava muito ansiosa. O doutor explicou-me que nesta fase da gestação a mulher tente a ficar desse jeito. Os preparativos para a chegada da nova integrante da família estava nos conformes.

Havia passado a tarde inteira com Anne comprando mais roupas para Grace. Ao chegar em casa coloquei as sacolas de roupa na lavanderia e fui para o quarto com uma caixa de donuts. Deitei-me na cama e liguei a televisão. O relógio marcava exatamente 21h55m. Um peso foram se acumulando em minhas pálpebras fazendo-as fecharem-se lentamente.

[…]

 

Acordei com o barulho de passos apressados subindo a escada. Levantei-me e fui correndo para o banheiro trancando a porta do mesmo. Encostei a orelha na porta na tentativa de ouvir algo. A porta do quarto foi aberta e eu permaneci em silencio. Podia ser um ladrão. A maçaneta da porta do banheiro girou diversas vezes. Deus! Um pânico começou a tomar conta de meu corpo. Permaneci parada para não me entregar.

- (S/n) você está ai?! – A voz rouca de Harry soou abafada por de trás da porta. Em um movimento rápido minhas mãos entraram em contato com a chave abrindo a porta. Ao ver Harry na minha frente, minhas mãos rapidamente rodearam seu pescoço. Harry tentou rodear as mãos em minha cintura mas não foi possível por causa da enorme barriga.

- Que saudade! – Falei apertando-o.

- Você está linda! – Falou desfazendo o abraço e tocando meu rosto. Seus olhos desceram para a minha barriga e ele se pôs de joelho a minha frente e ficou encarando-a. – Oi meu amor! – Falou beijando minha barriga em seguida. Sorri com seu gesto – Está enorme! – Falou rindo. Ri com ele.

- Sim. Está! – Confirmei. Harry levantou- se e me abraçou novamente.

- Você teria que vir só mês que vem, não é? – Perguntei de olhos fechados ainda dentro de seu abraço. Estava feliz por tê-lo por perto novamente.

- Me dispensaram antes. O comandante ficou sabendo que eu seria pai e me liberou – Riu nasalado. Dei um leve sorriso. Permanecemos ali abraçados. Depois Harry tomou um banho e deitou junto a mim na cama.

- Que saudade dessa cama – Falou agarrando o travesseiro. – Tínhamos que dormir em umas camas de cimento, aquilo era horrível! – Falou de olhos fechados. Gargalhei.

- Agora você pode dormir bastante! – Falei ajeitando-me na cama. As luzes dos dois abajures eram as únicas presentes no ambiente. Virei-me em direção a Harry e ele me encarou sorrindo. – O que foi? – Indaguei.

- Não quero dormir! – Chegou mais perto e sorriu perverso.

- Não podemos. Pode machucar ela! – Falei apontando para a barriga.

- Não brinca! Não fala uma coisa dessas. Passei quase cinco meses sem fazer sexo! – Falou indignado fazendo-me rir. – Não ri, (S/n)!

Gargalhei.

- Só depois de nascer! – Avisei-o e virei-me para desligar o abajur.

- Até lá eu morri. – Desligou seu abajur fazendo o quarto ficar totalmente escuro.

- Morre não – Falei tentando aconchegar-me mais perto dele. Harry colocou a mão sobre minha barriga. Permanecemos em silencio.

- Deus. Ela mexeu! – Falou ao impressionar-se com Grace mexendo dentro de minha barriga. Sorri ao perceber o tom de surpresa em sua voz. – Oi filha, o papai chegou! – Falou baixinho dando carinho em minha barriga. – Irei cuidar de você e da sua mãe!

- Canta para ela! – Falei baixinho – Ela vai amar sua voz!

O silencio pairou sobre o quarto fazendo-me deduzir que Harry havia pego no sonho.

“When I close my eyes 
All the stars are lying 
And you are by my side 
You are by my side”

Once in a life time – One direction.

 

Harry começou a cantar e Grace se mexeu dentro de minha barriga. Fechei meus olhos para apreciar a sua voz. Harry continuou cantando por um bom tempo até o mesmo pegar no sono. Puxei o edredom e cobri nossos corpos. Pousei minha mão sobre sua cabeça e acariciei seus longos cabelos. Harry soltou um longo suspiro e eu sorri ao escuta-lo.

- Tive tanto medo de te perder – Falei baixo – Tive tanto medo de não te ver mais – Continuei a acariciar seus cabelos. – Eu te amo tanto, Harry!


Espero que tenham gostado! Beijoooos.


cat  🐾

baekhyun & exo bios

não era minha intenção fazer um masterpost but,,,,,espero que gostem amores like e créditos no exodrugs,,, amo vcs <3

crying in kkaebsong language

baekhyun eh a abelha rainha as outras sao so os zangoes dela

baekhyun proprietario na empresa high note™

que deus tenha piedade pq baekhyun nao tem

se a vida te deu exo nois tem q glorifica ao som de growl

baekhyun parece 1anjinho todo delicado quase uma mocinha mas nao se engane pq na vdd eh um demonio!!

os haters do exo se mantenham bem longedemim.com

qm odeia o exo eh so morre

vamos receber os donos da coreia pode entrar exo

se vc ta tendo 1dia dificil pensa nos haters do exo  

o nome eh baekhyun mas vc pode chamar de deus

baekhyun merece o mundo mas o mundo nao merece baekhyun

ja ouvi baekhyun singing compilation agr to purificada

quer ganhar o daesang por 3 anos consecutivos vai estudar

quer ser triple million seller vai estudar

so queria dizer que amo byun baekhyun obg pela atençao

vc mora no meu coraçao sem pagar aluguel @ baekhyun 

escutando meu exodus graças a deus to restaurada to abençoada

e cada tremida q nois da quando baekhyun começa cantar

o mundo eh do exo nois so mora aq de favor

já penso o q seria de nos se exo nao tivesse criado o mundo???11!reflitam

nao quero viver num mundo onde nao posso tocar as maos de moça do byun

inveja eu tenho do baekhyun que consegue passar o delineador sem borrar de vc eu tenho pena

tanto jogo por ai e baekhyun qr brincar com meu coraçao 

eu amo baekhyun vcs eu so aturo msm