o soldado que fica

anonymous asked:

Oii Tudo bom? Você pode me indicar uns Rap Não conheço mt

  • MV Bill - O Soldado que Fica
  • Um Barril De Rap - Vatomanocu
  • Favela Vive - Cypher
  • Froid - Sou Alaska
  • UBR - Certidão de Óbito
  • Start Rap - Falaken
  • Start Rap - Chapa Chapa
  • Oriente - Vagabundo é Foda
  • Oriente Acústico - Fé
  • Baco Exu do Blues -  Sulicídio
  • PrimeiraMente - Mundano
  • Rashid - Primeira Diss
  • Disscarrego - Nocivo Shomon
  • Cacife Clandestino - Roda Gigante
  • Start part filipe ret - Jamais serão
  • Mv Bill - Falcão
  • Sabotage - Um Bom Lugar
Os meus últimos dias.
Quando a morte conta uma história você deve parar para ouvi-la, essa é a minha historia, de frente para trás, preste bem atenção. Eu estava morrendo, banhando-me no vermelho carmesim do meu próprio sangue, o liquido que segurava a minha vida estava acabando, o dicionário que sustentava minha mente agora estava transbordando, não há palavras para isso. Eu sempre acreditei que quando morresse veria um mini filme sobre a minha vida, sobre os grandes feitos e sobre todos os meus erros, era o que eu acreditava, o que contavam, gozado, nunca morreram para contar, a morte é muito pior que isso, você não sente dor, sente uma tontura, os olhos gracejam e fecham lentamente, nada é como pensamos. Vejo o átrio, banhado de vermelho, sou eu, estou me desfazendo, secando, morrendo, e sabe a primeira e ultima coisa que me veio a mente? Nós, mas não importa eu já não consigo chorar, já não tenho como, irei me ater a única coisa que sempre fiz, sorrir, sorrir ao lembrar do que vivi no ultimo verão, sorrir por saber que nada disso foi em vão, pra mim pelo menos não foi, já não sei o que signifiquei para você, se fui apenas uma temporada de férias, de calor ou se apenas fui mais um, saiba que não importa aonde eu esteja, eu te amarei.
Alemanha, 1933, verão.
Eu nunca tinha me apaixonado por ninguém, e você me surgiu, foi inesperado, eu te conheci naquele instante e já parecia que anos tinham se passado, sabia que era com você que eu queria passar o resto da vida, se é que podemos chamar o que vivemos de vida. Talvez este seja o meu último verão, vivo, estou com medo, mas quem não teria? Todos temem a guerra, a morte, e a ultima coisa que quero fazer é viver, vendo todos morrer, eu queria parar a guerra, mas eu também queria apenas ser um covarde, correr, chorar e me esconder, mas eu não consigo, eu não posso, eu queria apenas deixar de lado as diferenças, queria mudar este mudo de merda, a cabeça destes otários. Até quando eles pretendem brincar com a vida de milhares de pessoas? Por que eles mesmos não resolvem suas diferenças? Por que? Por que? Muitas vidas se perderão para que o poder deles permaneça firme. Desculpa te encher com estas baboseiras, mas acho que esta é a ultima conversa que terei com uma dama, e não importa se se passaram dias ou anos, eu te amo, é cedo para dizer isso, eu entendo, mas você foi o mais próximo que cheguei do amor, e mesmo que eu morra, nunca te esquecerei, adeus Anabelle.
—  Holocausto, o diário de um soldado. - Numa guerra vence o último que fica em pé.