nunca mesmo =

amor

amor é meu primo de 14 anos que se descobriu gay e me contou antes de todo mundo e depois no seu aniversário, me deu o primeiro pedaço de bolo. aquilo significou tanto pra mim e eu só soube abraçar ele por incontáveis cinco minutos. pensei o impacto que temos na vida das pessoas.
amor é meu pai dançando no corredor para me impedir de passar e buscar um copo d’água, depois ele me cobrir de manhã antes de sair para o trabalho porque meu pé estava de fora. pensei o valor das pequenas atitudes, mais do que grandes declarações de amor.
amor é minha mãe me levando na faculdade mesmo depois de um dia cheio de trabalho, mas odiando me ver atravessar a cidade nesse sol horrível com essa mochila pesada. pensei o esforço que as mães fazem.
amor é minha irmã me mandando incontáveis áudios no whatsapp e eu sentir que nunca nos afastamos mesmo que agora ela esteja no sul e eu em minas. pensei que a tecnologia pode sim, aproximar pessoas.
amor são minhas tias que me criaram como filha e que tentam atender tudo que preciso, mesmo que eu não peça, mesmo que eu não queira atrapalhar: lá estão sempre elas, depois dos dias, da idade, da vida, da dureza, dos sonhos, dos problemas, elas sempre estão ali querendo dar tudo que elas podem por mim. pensei sobre o quanto de ternura se esconde por trás das rugas da idade. 
amor é você. que me ouve contar essas histórias e tantas outras. que escuta meu peito quando não há palavras que expliquem o que sinto. que escuta meu canto louco quando a alegria extravasa meu peito. 

pensei em quanto amor cabe em mim. não tenho resposta para isso.

Eu espero que você se cuide. Que tudo se resolva e coisas boas te aconteçam. Que alguém te ame de verdade e não te deixe na primeira dificuldade. Que você consiga distinguir quem te faz bem e quem só quer o teu mal. E caso não consiga, que supere o mais rápido possível quem te decepcionou. Que você saiba perdoar quando preciso. Que não fique recordando as coisas ruins que já te aconteceram. Que perceba antes que seja tarde, que está perdendo alguém que ama muito. Que você mude, pra melhor, e que nunca mais cometa os mesmos erros. E que saiba que, aonde quer que eu esteja, vou estar muito feliz por você.
—  Milena Borges.
Será que algum dia eu serei o suficiente para qualquer ser humano? É tão difícil ter algum tipo de esperança em mim, em qualquer pessoa ou em um relacionamento. Não acredito que serei o suficiente. Por quê? Nem eu mesmo sei, só sei que queria ser a pessoa que fui antes, com toda a esperança e coração aberto. Mas mesmo assim, nunca seria o suficiente para você. Seu pensamento viaja para longe, mas não é pensando em mim e sim em outro alguém. É como ter uma pena e uma espada na outa mão. A pena é mais fácil de carregar, já a espada, não. Eu tinha justamente que sentir algo a mais por você dentre todas as pessoas nesse planeta. Não entendo os motivos disso, talvez fosse coisa do destino. Eu só queria ser o seu alguém e ter uma daquelas histórias loucas e nada clichês contigo. Nós sempre soubemos como nos divertir com pouco, mas cada dia sinto você mais distante e não sei o que poderia fazer para deixar de te amar, é agonizante não saber o que fazer quando eu só queria que você tivesse o mesmo brilho nos olhos que eu tenho enquanto te olho de longe.
—  Os Devaneios de Adam Joseph-Fritz.
Por mais clichê que seja é o certo, as coisas costumam ser mais fáceis quando você ainda é só uma criança. Eu nunca quis trocar as meias coloridas e os sapatos de luzinha por sutiãs de bojo, blusas decotadas e roupas de “mocinha”. Sinceramente eu nunca quis mesmo isso, eu tive sapato de luzinha na sexta série e graças a minha genética maravilhosa eu não tinha peito nenhum e não sentia a menor vontade de usar papel higiênico e sutiã para fingir isso. Eu não gostava de vestidos, não por que eles eram femininos, mas porque eles não me deixavam sentar como eu queria, não me deixavam correr e nem fazer as bobagens que eu queria fazer como uma criança antes que a maldita e melodramática vida de pré-adolescente começasse, eu sempre optei por não usar brincos e nada de maquiagem. Eu acho que a minha fase mais mocinha foi quando eu já estava pra entrar no ensino médio, ser a única garota da sala me proporcionou boas amizades e boas lições, eu quis por vontade própria ir mais arrumada pro colégio, um pouco de maquiagem, ainda leve, mas um pouco mais feminina, precisava me destacar em meio aos marmanjos. Mas o que eu ainda não sabia que aquilo não era eu de verdade, eu era sim uma menina, delicada como uma flor mas não precisava provar isso pra ninguém. Foi difícil sim trocar os balanços do parque com joelhos ralados por pessoas más e garotos que vão partir seu coração em pedacinhos tão pequenos que você vai acabar perdendo algumas pequenas partes. É difícil crescer e eu tenho medo disso, na real, eu tenho muito medo disso. Eu nunca quis crescer, não quero ser adulta e ter responsabilidades e problemas, por que não podemos ser independentes mas continuarmos com 15 anos e morando com os pais pra sempre? Porque essa é a controvérsia, não dá pra ser independente embaixo da saia dos nossos pais. Mas isso dói tanto e eu bem sei, ninguém vai me entender nunca, mas eu odeio crescer, odeio aniversários porque eles só me fazem lembrar que estou um ano mais perto da vida adulta, do caos e desespero. Eu tenho medo de entrar nesse mundo que as pessoas dizem que deveríamos explorar, eu tenho medo de sair sozinha na rua e me perder, talvez vocês digam que eu sou meio “leite com pêra” e com certeza eu sou sim, mas eu não tenho vergonha disso, porque é isso que eu sou, meus medos me fizeram chegar até aqui, porque foi superando cada um deles, ou não, ainda tenho medo de bicho papão e do escuro, mas foi quase superando cada um deles eu percebi que nem sempre a gente pode ganhar, não vai ser sempre meias coloridas e sapato que piscam, está na hora de trocar as meias coloridas por uma meia calça e os sapatos por um belo salto alto. Mas eu ainda não quero, e talvez eu não vá querer nunca então… Eu acho que, por enquanto, as pessoas terão que me aceitar com all star e minhas roupas “que são infantis demais pra mim” e meu jeito de menina, o que nem todo mundo sabe é que eu também sei ser mulher e talvez eu seja boa nisso também.
—  Bianca Autran
Quem foi o autor da frase “não posso mais viver sem você”? Que me desculpe o sujeito, mas que grande equívoco. Ninguém nasce grudado em ninguém pra não suportar a perda. É claro que dói e que não é tarefa fácil, é claro que dá raiva e angústia e medo. Mas podemos e ficamos bem quando somos deixados pra trás. Não de imediato, mas lá na frente a gente enxerga com clareza o grande mistério sendo desvendado. Você nasceu sozinho, come e bebe sozinho, toma banho sozinho, é capaz de se arrepiar ouvindo uma música e assistir um filme na solidão da sua casa e do seu quarto. Pare de implorar por alguém que nunca fez questão de ficar, seja sozinho, como foi até agora e quando alguém que realmente mereça a sua companhia chegar, mostre que quer muito que ele fique, mas nunca implore isso, mesmo porque quando essa pessoa vier e tiver que ser, você poderá fechar os olhos e dormir em paz a noite inteira que no dia seguinte ela estará lá, do seu lado observando você dormir com sua respiração como trilha sonora e isso acontecerá todos os dias. Você terá um medo irracional de perdê-la, mas irá saber que poderá continuar sua vida caso ela se for, só não vai querer.
—  Naufracitou

Parar e perceber o quanto se é idiota é um tanto complicado. Reconhecer que você não é legal nem interessante e que, na verdade, na maioria das vezes você é um verdadeiro imbecil não é tão fácil, aliás, reconhecer características negativas em si mesmo nunca é fácil. Grande parte das pessoas morrem sem de fato conhecer quem realmente são ou como os outros as veem. Por isso alguns vivem sofrendo em relação as inconstâncias do ser.

Os livros eram o único lugar onde havia compaixão, consolo, alegria… e amor. Os livros amavam a todos que os abriam, ofereciam proteção e amizade sem exigir nada em troca, e nunca iam embora, nunca, mesmo quando não eram bem tratados.
—  Coração de tinta

Feliz dia do:

“- Ah filha, pergunta pra sua mãe.”
“- Essa roupa não tá curta não?”
“- Já são 4 da manhã! Vem pra casa!”
“- O que? Namorado? Mas você só tem 30 anos ainda!”
(Ou no meu caso)
“- Ela não tá na idade de namorar não, na verdade já passou!!” (Tinha 19 na época)
“- Filha, mesmo com namorado, amigos, marido e qualquer outro homem que possa surgir da sua vida, promete pra mim que vou sempre ser o seu herói? Que nas horas difíceis vai me procurar? Que nunca, mesmo com 50 anos, vai deixar de ser minha princesinha? E eu prometo a você que sempre vou estar aqui, até quando eu partir desse mundo, eu te protegerei.”

Feliz dia dos pais!

—  Newslly
Ela ainda o amava, mas por se achar pouco suficiente, decidiu ir embora. Ele ainda a amava, mas por orgulho ou qualquer outra besteira, deixou ela ir. E ela foi. E ele ficou. E com tudo isso, os dois nunca mais serão os mesmos. Eles sabem que por mais que um viva longe do outro fisicamente, sempre estarão por perto, dentro do coração.
—  Fragmentos, Denise Fernandes
Status Variados Pt 3

- Valoriza aqueles que continuam na sua vida, mesmo entre idas e vindas. Porque, hoje todo mundo passa, mas quase ninguém fica. 💭🌻💕

Não permita que as pequenas coisas te empurrem para baixo , Você tem várias razões para olhar pra cima e agradecer a Deus 🙏

E se for pra amar de verdade, tem que amar com todas as dificuldades 💕🙈

Se ame um pouco mais a cada dia.

É preciso paz pra poder sorrir. ⛅

Quem faz o bem, conquista a paz interior. 🌸

Quero ser livre como o vento, intensa como o momento ✨🌼💫

Aquilo que te faz diferente, é o que te torna especial.. ❄🌫🌷

Só é feliz quem sabe o que quer.. 🌸❤

Esvazie tua mente e enche tua alma 🌾

O essencial é está bem consigo mesmo 🌷

Eu nunca perco. Ou eu ganho ou eu aprendo. 💭

Sua maldade não me serve;
Aqui só cabe amor 🌸✨💜

Que o amor seja leve , e todo mal seja breve 🍂🌻

Só vale a pena lutar por aquilo que nos faz bem. 💢🌌

Se eu te convidar pra fugir será que você aceita? 💭🎒

Ainda que seu coração esteja em pedaços, não se contente em ser metade de quem não te quis por inteiro 🌀

Errar, superar, aprender e recomeçar… 🍃⚓

Eu fico namorando o teu sorriso igual o mar namora a lua. 🌙🌊

Para certas coisas, temos que ser surdos, cegos e mudos. 🌀

- Troque suas folhas, mas não perca suas raízes… Mude suas opiniões, mas não perca seus princípios. 🌸🌊

-
Tem poucos mais da próxima vez terá bem mais ❤
Se pegar Ou Gostar Reblogue 🔄

Mas, meu pseudo-amor, você nem deixou eu me explicar. Talvez nem quis ouvir. Esse sentimento que está aqui me sufocando; que me dá uma dor no peito e faz com que eu perca o sono, você ignorou completamente. E agora aqui estou eu, pensando em mil maneiras de como lhe escrever tudo o que você não quis escutar. São tantas palavras não ditas, tantas palavras de amor que são reprimidas pelo medo de serem recebidas com descaso, me fazem enlouquecer quando o pensamento paira sobre ti. Sua ausência me machuca; a saudade me corrói. E o que mais dói, é saber que você nunca sentiu o mesmo. Reciprocidade, nunca houve e você nunca fez questão dessa. Mas, sabe… às vezes o jeito é deixar doer pra ver se sara. Vai doer, mas não é fatal. O amor não mata. O que mata, é a falta dele.

Acabou aquilo que eu chamei de amor. Agora eu sei, não era amor, era qualquer outra coisa, mas não era amor. Não era porque acabou, e amor não acaba, ele envelhece e permanece lá, mas nunca, nunca mesmo ele acaba.
—  Escrivario
Ela era tão menina, tão sonhadora, tão bobinha, acreditava em tudo e todos mas principalmente em finais felizes; dizia a todos que o amor verdadeiro existia mesmo ela nunca tendo um. Ela ficava com os pés mais nas nuvens do que no chão, vivia mais nos livros do que na vida real, rodava o mundo sem sair do lugar. Ficava extasiada com tudo; tão inocente coitada, acreditava nas pessoas e em tudo que elas diziam; e ainda falava que o amor era solução pra tudo. Pobre menina, tão criança, tão ingênua, tão tola.
—  M. Nascimento

“Prometi nunca te deixar, lembra? Mesmo mediante tantas brigas é você que meu coração escolheu, não posso mais me enganar e nem esconder o que sinto. Fico péssima quando brigamos e a possibilidade de te perder para sempre sonda a minha cabeça e isso me corrói. Como dizer a deus a quem queremos que permaneça? Quero que saiba que independente de tudo o meu sentimento será o mesmo e o meu coração é seu. Nunca sabemos o dia de amanhã. Pessoas entram e saem das nossas vidas mas nós permitimos quem irá ficar. E eu quero que fique, por muito tempo, mas se disser “ tchau” vou sim implorar para que fique mas não tem como te obrigar. Contrariada e com os olhos molhados irei dizer “ se cuida”.”

Mandy Pereira

.

Toda arte, tudo em arte é uma abstração.
Uma mulher nua hiper-realista pintada numa tela é uma abstração da realidade de uma mulher nua, uma interpretação, nunca uma mulher.

Mesmo a mais vanguardista performance, crua e visceral, com gente nua tocando seus corpos frente aos expectadores, ainda é uma abstração, porque há uma intenção por trás; nesse caso a realidade seria a nudez e o toque num momento de intimidade, por exemplo; a exibição é uma abstração. Mesmo o texto mais cru ou uma fotografia ainda são uma abstração, a transcrição de um fato, nunca o fato em si. E é essa capacidade de sintetizar e abstrair  justamente  o que há de poético na arte, poética sem a qual arte não existe.

Entendido isso, o artista, mesmo que amador, está muito mais livre para “fazer”, porque desse momento em diante cada gesto seu passa a ser, e soar cada vez mais como arte. Se boa ou ruim, ainda assim arte. E talvez seja só a partir daí que comece se tornar possível encontrar um caminho para se produzir algo minimamente válido.

Stop.

Slow down.
Pare de correr.
Pare de checar se ele leu a mensagem.
Pare de deletar as fotos que não recebem likes.
Pare de se perguntar o que os outros querem. O que você quer?
Não se preocupe se os vizinhos estão ouvindo. Não ouça os vizinhos.
Pare de comprar o afeto das pessoas às custas do seu bem estar emocional.
Aceite que você tem pouco controle sobre a opinião alheia a seu respeito.
O filme da sua vida nem sempre será um sucesso de público e crítica. Tudo bem.
Pare de se preocupar se o som que sai do seu fone de ouvido está alto demais e incomodando alguém.
Um dia os seus problemas não existirão mais. Um dia você também não.


Pare de poupar os outros às custas do seu sofrimento. Tente nunca ferir ninguém, mas se tiver que escolher a quem magoar, nunca magoe a si mesmo.
Pare de se achar inferior por não ser popular. Os populares também erram. Não transforme uma aleatoriedade da vida em outro peso dentro do seu saco de culpas.
Ignore a necessidade de se adequar às expectativas. Até mesmo as suas.
Pare de checar o email, as notificações, o número de likes, retweets e compartilhamentos o tempo todo. Aquele coração? É feito de pixels.
As pessoas boas também vão mentir para você.

Pare de se desculpar por estar triste, doente ou sem energia.
Pare de tentar fazer com que os outros gostem de você. Eles vão gostar - se quiserem.
Pare de se forçar a aceitar o que você não pediu, nem quer; tudo tem um preço e você não precisa dessa dívida.
Pare de fazer perguntas cuja resposta você já sabe. Ninguém poderá respondê-las melhor do que você mesmo.
Pare de correr atrás da felicidade. As pessoas que se declaram felizes o tempo todo estão mentindo. As que se declaram infelizes o tempo todo também.
Aprenda o que é felicidade. A sua. Para não esperar demais. Para não esperar de menos.

Pare de comprar por impulso. Falar por impulso. Amar por impulso.
Pare de depender tanto. Aprenda a cozinhar. Pintar uma parede. Usar o Google.
Pare de repetir os mesmos erros, os mesmos caminhos, as mesmas pessoas.
Nem todas as lições serão óbvias, nem todas serão sutis. Nem todas ensinarão algo.
Aceite que nem sempre pessoas ficam, nem sempre pessoas são necessárias, nem sempre pessoas fazem bem, nem sempre pessoas devem ficar. Let go.
Pare de sentir demais. Evite sentir de menos.

Pare de sufocar conflitos e evitar confrontos. Não se cresce sem esses enfrentamentos.
Pare e observe os outros. Enxergue a tristeza que não se vê. Saiba que ela está lá. Desenvolva empatia, por você e por todos.
Mas o mundo não lhe deve nada e você não deve nada ao mundo.
Pare de ser a pessoa em que lhe transformaram.
Pare de tentar consertar o mundo enquanto estiver tudo quebrado na sua casa e no seu coração.

Pare de buscar realização seguindo o caminho dos outros. Encontre o seu chamado, o que você ama fazer sem pressão e sem necessidade. Nem sempre isso vai pagar as suas contas. Faça assim mesmo. Viver não é apenas pagar contas.
Entenda que algumas situações são como um dente que dói. Arranque-o. O vazio é melhor que a dor.
Mas saiba que há dores muito entranhadas no tecido do seu coração e que fazem o músculo pulsar; elas são parte da sua essência, vêm de muito tempo, de outras vidas. Com essas é preciso aprender a dividir o espaço como quem divide um cobertor pequeno à noite. O cobertor nunca servirá aos dois, mas não desista: puxe sempre para o seu lado.
Aceite que alguns sacrifícios são necessários, mas nem todos. Nem todos.

you can choose a ready guide in some celestial voice;
if you choose not to decide you still have made a choice.

you can choose from phantom fears and kindness that can kill
i will choose a path that’s clear,
i will choose free will.

Fotos: Cambridge, UK.
Música: “Freewill” Rush.