nosso caso

Eu nunca te pedi pra mudar, não por mim. Se um dia tivesse que mudar, teria que ser por você, acima de qualquer coisa. Eu queria apenas um pouco mais de atenção, e quem sabe, um pouco mais de carinho. Eu sei é o teu jeito. Mas saiba que me irrita, quem se esconde atrás dessa fala. Dizem que quando se gosta de algo ou alguém, a gente cuida, protege, quer estar perto, fazer parte da vida. Mas esse não foi o nosso caso. Eu aqui, trocando prioridades, te dando atenção e carinho, a ponto de fazer com que meus amigos sentissem ciúmes de ti. E você ai, no seu mundo. Dizendo que esse é o teu jeito. Dizendo que cuida e gosta da sua maneira.
—  Nicholas Spaks.
Distância é apenas uma palavra que no nosso caso, pode ser explicada por alguns quilômetros, que separa nossos corpos um do outro. Mas nossos corações sempre estão conectados/ ligados, um ao outro. Às vezes, me bate aquela vontade de estar ao seu lado, de poder olhar no fundo dos teus olhos, sei que fazendo isso, vou ganhar o sorriso mais perfeito desse mundo, o seu. Mas em seguida, eu poderia lhe dizer o quanto eu te amo, e em seguida novamente, pra alcançar a grandeza do que eu sinto…Talvez, seja até insuficiente dizer com palavras, mas eu vou demonstrar com atitudes todo esse amor que tenho por você. Amo cada detalhe seu principalmente, seu modo meigo de me fazer sorrir, isso me encanta. Até por que, meu sorriso, depende totalmente do teu. Eu amo ouvir sua voz, sua risada, e amo quando você canta pra mim, outra coisa que me deixa completamente perdido ao ouvir. Por mais que você não goste da sua voz, e até mesmo eu fique insistindo para que você cante, quando você canta, eu sinto uma felicidade tão grande dentro de mim, que você não imagina. Sua voz me da paz, me faz feliz, me traz emoções. É a única coisa que posso lhe dizer e afirma, concordando com o Projota, é: Não posso tocar sua pele, mais eu sinto o seu amor. Sinto cada emoção sua, ele mais pulsando dentro de mim, mexendo com o meu sorriso, e transbordando todas essas palavras. Eu sou assim, meu interior é assim, e ele tá te aceitando da forma mais bela que eu tenho.
—  Alef Santos.
Te conheci por acaso. E quem diria que algo que começou por acaso daria tão certo, não é mesmo? Eu não sei o que o futuro nos reserva, mas espero que ele seja parecido com todos os nossos planos, e caso não seja, se eu ainda tiver você, todo o resto é mero detalhe. Porque em você, eu encontrei tudo aquilo que faltava em mim, e nos encaixamos tão bem que, vai ser difícil nos separar.
—  De amores rasos eu já estou cheia. Baseado na história da Vanessa.
[…] Todo pensamento, seja em linha reta (directe), seja por meio de um desvio (indirecte), em última análise tem de estar relacionado a intuições; em nosso caso, portanto, à sensibilidade, uma vez que não existe outra maneira pela qual objetos nos podem ser dados.
—  Immanuel Kant.
Imagine Zayn Malik

E chegamos ao último dia, o último imagine, do nosso “A semana Toda”! Espero, do fundo do coração, que vocês tenham gostado. Me contem o que vocês acharam dessa ideia, que foi a primeira vez que eu fiz; e o que vocês acharam dos imagines dessa semana. Vou amar saber! Quem sabe, num futuro próximo, pode se repetir, não é mesmo?! hahah. 

Fiquem com a continuação desse imagine do Zayn, pra fechar com chave de ouro! hahah Beijos, e boa leitura!

**

Continuação do imagine que ele termina o noivado com ela, se reencontram no noivado de uns amigos e ele vê que errou. Espero que gostem!

(essa parte se passa do ponto de vista da S/N!)


(anterior)

**********


Encontrar o Zayn foi completamente constrangedor. E pior ainda foi quando ele veio falar comigo. Eu não consigo explicar o que eu senti ao certo; mas foi estranho. 

Eu agradeci mentalmente quando Anna me chamou para buscar alguma coisa no seu carro e eu pude sair de perto dele. Aproveitando que já estava ali fora, e sem aguentar mais ficar no mesmo ambiente que ele, entrei no primeiro táxi que estava ali e passei meu endereço; que em poucos segundos já estava lá. 

Coloquei um pijama qualquer e, junto com meu cobertor, passei pela cozinha e peguei algumas guloseimas e fui para o sofá, escolhendo um filme na Netflix. Por mais que eu tentasse prestar atenção na TV, minha mente vagava para longe, e Zayn tomava conta dos meus pensamentos. Eu bufava de tempos em tempos. 

A campainha tocou e eu pensei que fosse Amanda, querendo me arrastar para a festa de novo. Engano meu.

Assim que abri a porta, meu corpo foi prensado na parede e, ao sentir sua respiração do meu pescoço e seu perfume forte a amadeirado, um arrepio correu por todo meu corpo. Eu fiquei tonta, e não tive forças o suficiente para o empurrar para longe de mim. 

Antes que eu conseguisse fazer qualquer coisa, seus lábios tomaram o meu num beijo feroz e urgente. Suas mãos apertavam minha cintura com força e ele me prensava contra a parede cada vez mais. Eu retribuía o beijo com a mesma intensidade, e embrenhei meus dedos nos seus cabelos. Nossas respirações estavam descompassadas e, somente quando ele mordeu meu lábio inferior eu me dei conta do que estava acontecendo. 

- Você ficou louco? - perguntei ainda ofegante, após o ter afastado de mim.

- Eu precisava. – falou de olhos fechado e colando nossas testas. – Eu preciso disso, todos os dias. Eu preciso de você. – ele olhou nos meus olhos e me vi perdida ali.

- Por quê? – deixei escapar num sussurro. Ele respirou fundo e se afastou milímetros do meu rosto.

- Porque eu fui um covarde, um infantil. Eu tive medo de assumir essa responsabilidade, de me casar, de ficar “preso” pro resto da vida. Eu me apavorei e acabei fazendo o que fiz. Me perdoa, por favor. – falou baixinho, aproximando seus lábios do meu.

- Não é tão simples assim, Zayn.

- Eu sei. Eu sei… Me dá uma chance, por favor… Me desculpa, por tudo que eu fiz com você. – tentou se aproximar de mim, mas eu rapidamente recuei, fazendo ele suspirar. – Eu percebi o quão tolo eu fui. Eu vi hoje o quão mal eu te fiz. Ver você lá hoje, sem alegria, sem aquele brilho no seu olhar e meio triste partiu meu coração. Ver a alegria deles por estarem noivando e marcando o casamento, e imaginar que esse era o nosso caso, que era isso que estávamos fazendo, me fez cair na real. Eu só quero esquecer o passado, passar uma borracha em tudo e poder recomeçar. Com você.

- Zayn, não brinca comigo. Não de novo. – pedi.

- Eu não tô brincando! – ele segurou meu rosto com suas mãos.

- Zayn, nós éramos noivos; íamos nos casar. E, de repente, da noite para o dia, você chega e termina tudo comigo, sem me dar, se quer, uma explicação decente para isso. Você tem noção de como eu fiquei? Eu te amava, Zayn. Mais que a mim mesma. Eu fiquei destruída. Você quebrou meu coração em mil pedacinhos. Eu demorei para conseguir superar isso. E te ver hoje lá no noivado dos nossos amigos me fez relembrar todos esses momentos que eu sempre fiz questão de esquecer. – respirei fundo e ele me olhava com pesar. – E agora, do nada, você me aparece aqui falando tudo isso. Eu sinto muito, mas não é apenas um discurso bonitinho que vai me fazer me jogar nos seus braços de novo e correr o risco de passar pelas mesmas coisas que eu já passei.

- Não é apenas um discurso, é o que eu sinto. Eu me odeio por ter te feito sofrer, e lamento muito por isso. Mas eu também sofri. E muito. Eu não sabia o que eu queria, mas eu descobri que ficar sem você não é, nem de longe, o que eu quero. Eu descobri da pior forma possível o quanto eu te amo e que eu não vivo mais sem você. Eu não quero ficar longe de você; eu quero ter você todos os dias da minha vida, ao meu lado. Só comigo. – neguei com a cabeça e me afastei dele, meio atordoada com tudo que ouvi e ele bufou. – O que mais você quer que eu diga? Que não fui homem suficiente, que fui covarde, que agi errado?

-Eu tenho medo, Zayn. – confessei baixinho. – Medo de me entregar de novo, e me machucar de novo. Eu não quero passar pelas mesmas coisas que eu já passei. – admiti para mim mesma. Essa é a única razão para eu não me jogar nos braços dele nesse momento. Medo. Muito medo.

Pude ver ele sorrir e se aproximar de mim. Com um de deus mãos ele abraçou minha cintura e a outra ficou no meu pescoço, fazendo um carinho suave.

- Então me deixa te mostrar que não vai ser igual. Me deixa fazer diferente, fazer o certo dessa vez. Eu mudei, e agora eu sei exatamente o que eu quero. E eu quero você. Pra sempre!

Não se foi pelo que eu ouvi, ou se foi pela proximidade entre nós ou pelo jeito que ele me olhava e me mantinha próximo ao seu corpo; mas eu avancei em seus lábios, iniciando um beijo apressado e com amor.

Sua mão adentrou a blusinha de pijama que eu usava e ele começou a fazer um carinho gostoso ali. Ao sentir sua mão em contato com a minha pele, me arrepiei por completo. Ele tem um enorme efeito sobre mim. Seus beijos rumaram para o meu pescoço e ele me virou de costas para ele, ainda segurando firme minha cintura.

Em meio a alguns beijos e sussurros no ouvido, fomos até o quarto e fui deitada na minha cana com delicadeza.

Em questão de segundos, as poucas peças de roupas que estavam no meu corpo se encontravam no chão. Tirei a blusa que ele usava e raspei minhas unhas por toda a extensão do seu peitoral. Ele respirou pesado e mordeu meu ombro. Nos livramos de todas as nossas peças de roupa, lentamente; sem pressa alguma.

Meu corpo inteiro foi beijado e acariciado como nunca antes. Eu me sentia em outra dimensão. Eu me sentia, acima de tudo, amada novamente.

Quando ele finalmente me tomou para si, eu fui ao céu e voltei. Ele sussurrava algumas coisas no meu ouvido e eu arranhava seus braços e costas. Quando uma onda forte de prazer atingiu meu corpo, um gemido alto e longo escapou pelos meus lábios; e me desmanchei em volta dele.

No segundo seguinte, ele chamou alto por meu nome, chegando ao seu máximo; e afundou sua cabeça no meu pescoço. Ficamos ali, por alguns minutos, aproveitando o momento e a presença um do outro.

Ele se deitou ao meu lado e, abraçado ao meu corpo, pegamos no sono em poucos segundos.

A claridade já ultrapassava o fino pano da cortina do meu quarto e eu fui abrindo os olhos aos poucos. Ao abrir por completo, vi que ainda estava nua e me lembrei de cada minuto da noite anterior.

A cama se mexeu ao meu lado e ao me virar, vi Zayn sorrindo grandemente.

- Bom dia, meu anjo! – me derreti toda ao escutá-lo falar isso e sorri apaixonada. – Trouxe seu café!


[…]


Espero que tenham gostado! 

Nosso caso, é um assunto muito delicado
Não deveria nem ter começado
Deve ser por isso que deu tudo errado.
—  Joelma - Assunto Delicado

einstein diz que energia e massa total num sistema isolado são sempre constantes, mas no nosso caso nunca foi. nada entre nós foi constante, nem mesmo o último adeus, nem mesmo aquele selinho que demos sem querer na hora de dizer tchau, quando tínhamos nos encontrados com nossos amigos e nossas bocas se encontraram novamente, sem querer.

é engraçado porquê a lei acaba se encaixando quando descobrimos que é este o princípio da explosão nuclear. é mais ou menos o que nós somos. nós colidimos e explodimos. mil vezes. cada vez que nos encontrávamos. cada vez que nos abraçávamos. cada vez que nossos olhares se alcançavam. as nossas linhas tão tortas, que acabaram se cruzando. mas dá última vez que explodimos, os caquinhos de nós voaram para bem longe, e não fomos capazes de ir pegá-los. estávamos tão exaustos de tentarmos sermos constantes, assim como a física. talvez nós sejamos apenas uma história que não deu certo. agora nós não nos conhecemos mais.

Status Variados

Floresça e esqueça os males que assombram sua cabeça. 🌺

Não sejam tolos. Não falta amor, falta amar.

Quem tem valor, não tem preço.
- Evoke

Me disseram muita calma, faz com alma, mas não se emociona… Quem espera muito dos outros no final se decepciona.

Tequila pode, se apegar não !! 🍻

“The meaning of forgiveness, People make mistakes, Only God can judge, Life is worth living again”
- Justin Bieber

Acredito muito na teoria: “ninguém entra na nossa vida por acaso.” Seja decepcionar pra ensinar, ou com sorte nos surpreender.

“Não mexa com o meu silêncio, se não pode lidar com o meu barulho.”

“Tem gente que soma quando some. Vai na intenção de fazer falta, e acaba fazendo um favor.”

Abstrai e finge demência

Não me teve porque não quis, e agora não vai ter porque eu não quero!

Não me quer? Tem quem queira, principalmente seus amiguinhos bj 💋

De batom nos lábios e maquiagem nos cílios mas se bobear ela puxa o gatilho 👄

Se não sou sua preferência que se foda a sua existência!

Avisa lá que nois tá bem e que a tendência é só melhorar!

Ela procurava flores, mas mal sabia ela que a primavera morava dentro dela! 🌸

Menina poderosa não desce do salto; menina orgulhosa, nariz empinado; coração quebrado mas não admite que tem algo errado!

Ela quer tudo numa noite só. 🌙

Difícil é saber como me aproximar. ❌

Meu fechamento é você, mozão ❤

Cada cabeça com a sua sentença.

Discreta sorriu, fingiu que nem ouviu. ✨

Ela é mulher com marra de menina!

Estudo científico é saber o que ela quer! 🔮

Ela é linda mas é louca, muda de vontade como muda de roupa.

Minha loucura é a realidade, evito depender até da felicidade.

Tequila com limão é melhor que a sua opinião.

Enche meu copo mas não enche meu saco 🍻

Fato que se apegar não é uma opção.

Atualmente, a tua mente, atua ou mente?

Você vai rir sem perceber, felicidade é só questão de ser.

Copo de uísque, mente vingativa. Tanta rebeldia deixa ela ainda mais linda! 🍸

Respira, e não pira! ⚠️

Menina boba, recebia pedradas e retribuía com flores 🌼

E se não florescer, agente suborna a primavera 🌸

Olha pro céu e agradece menina, pois é de lá que vem sua força! ✨

Pequena menina, domina, por cima no clima, combina matina divina! 🌺

Aprende menina, se o homem não muda, agente muda de homem!

“Mas tudo bem é, tudo bem meu bem a vida é feita de momentos e em um deles eu aproveito e esqueço de você.”

Não tô aqui pra ser segunda opção e nem pra competir com ninguém por você. Quando faltar prioridade pra mim, vai acabar pra você! 💅🏻

E os traços do nosso sorriso tinham sintonia

É foda, que eu não sei ajeitar uma peça dessa

Talvez você faça muita falta, independente desse ego que só te maltrata

Ela deita na areia, com os fones no ouvido, escutando um som, clássico de bandido 🐚

Ela se veste de sorrisos e se perfuma com olhares

Te desejo uma insônia, cheia de pensamentos meus

-“ ela era diferente das outras.
E ele sabia disso”- 🌬

Nada foi por acaso, nesse nosso caso, que nunca foi nada!

Pelo nosso presente
Pelo nosso passado
É preciso que fique ciente
O som da paz sempre estará ao seu lado 🍀

Me ensinou que transparência é o sentido de amar 🐚

No amor vá com calma, mas vá com alma!

“Mas não, não desista de amar. O que causa dor, não é o amor. É a falta dele.” 🌱

Teu sorriso bobo me conquista, mas teu jeito cafajeste me enjoa

Aquela noite foi tão boa, pena que o tempo voa

Vacilou, substitui

Nosso nome é tipo ração na boca de todas as cadelas 🙄

Sem bad trio nada me abala, abra sua mente e faça sua mala ✈️

“Não vá embora fique um pouco mais. Ninguém sabe fazer o que você me faz…”

Ela é sensual, visual
Vai até pro festival!

Paraíso artificial
Um Pecado carnal!

Alma de flor, transborda amor 🌺

Você precisa se perder antes de se encontrar.
- Cidades de Papel

Você sabe que tem uma chance, porque tem uma faísca. Só tem que acendê-la e deixá-la brilhar.
- Katy Perry

Uma garota real não é perfeita. Uma garota perfeita não é real.
- Harry Styles

Mulher tem mania muito avoada, pega a primeira informação e sai falando! 🌊

Os erros são a prova de que a gente só aprende quebrando a cara.

O silêncio é o pior desprezo, aprende.

Minha estratégia é sempre dar mais corda, uns criam laços, outros se enforcam

Ela mar, eu sol. Eu céu, ela chão. Ela paz, eu guerra. Ela tigre, eu dragão 🌸🐚

Ex bom é ex kol beats ☀️

Se quer brincar de iludir, você tá mexendo com o brinquedo errado. 😏🔞💥

Vamos curtir a noite de patroa.
Azarar os boys, beijar na boca.
Aproveitar a noite, ficar louca. 💫🌸

Agora é nois, depois é nois de novo ❤

— Senti sua falta.
— Problema seu.

Ser fofa e educada não significa ser sonsa e idiota

Foda-se o que vão dizer e faça por você

Amor próprio também se cultiva 🌾💜

Toda semente regada com amor floresce 🌻

Um brinde as coisas boas da vida

Seu corpo causa engarrafamento, mudança de vento, faz fila de espera 🌌

Ter amor próprio só faz bem

Não guardo rancor, mas também não sofro amnésia

Eu sei iludir, também sei amar, você decide qual jogo quer jogar

Preciso de festa não da sua opinião

Oi razão do meu psicológico abalado

O mundo precisa de mais sorrisos 💜

Eu acredito em nojo à primeira vista

Seus olhos tinham o brilho das cores da aquarela, seu cabelo ao vento era a paisagem mais bela 🌺🎵

astronautas se perdem no espaço tentando descobrir quem pediu sua opinião

Sorte minha que o mundo gira, que tudo passa e sempre existe um novo amanhã.. ☀🤘🏻

Fala sério, tu finge ser toda durona, cheia de marra, mas é do tipo que se apaixona sem querer e quando vê já ta envolvida.. 💘😊

Esqueça as fronteiras, amar nunca foi um país 🌻

Quis que você fosse minha âncora, mas lembrei que fui feita pra ser sereia e não navio. 🌊🐚

Chega pra ele e fala: Oi razão da minha insônia !

Ele não gosta de você, ele gosta de álcool. Você é só um passatempo, garota!

Aumente o som do seu riso, e deixe surda a sua dor 🌸

Novos começos, novos lugares, novos amores e novos olhares

Te sugiro doses de bom senso e maturidade 🍸

Prefiro sorrir. Me permito ser feliz. Porque sim. Por mim 🌊

Com o sorriso de sempre e mais uma garrafa na mente 🍾

Vacila não, porque onde eu encontrei você, tem vários outros 💋

Eu me apaixonei por um alguém, que nunca quis amar ninguém. Eu mesmo me fiz seu refém, me prendi.

Olha minha cara de atleta pra ficar correndo atrás de alguém.

Pecado capital, te usa e te joga

Se eu não te procurar, sabia que aprendi com você

Você só precisa ser suficiente para si mesmo 🌸

Eu presto pra quem presta

Tenho ciúmes mesmo, Deus mandou dividir o pão, não as pessoas

Tão perdida quanto a Alice, tão louca quanto o Chapeleiro 🎩❤

Status Inglês 🍃

• How can I love when I’m afraid to fall in love?
(Como posso amar quando tenho medo de me apaixonar?)

• We did not know how to make it work …
(A gente não soube fazer dar certo…)

• I like you. I think of you. I just breathe you.
(Eu gosto de você. Eu penso em você. Eu só respiro você.)

• Every longing felt what we can not feel.
(Toda saudade é sentida daquilo que não podemos mais sentir.)

• “And the good life is to live well, be well, wishing well …”
(“E o bom da vida é viver bem, estar bem, querer bem…”)

• “I prefer people watching than talking to them.”
(“Eu prefiro observar as pessoas do que falar com elas.”)

• “I became a totally different person because of you.”
(“Eu me tornei uma pessoa totalmente diferente por sua causa.”)

• “And I know it’s complicated, but I’m a failure in love.”
(“E eu sei que é complicado, mas eu sou um fracasso no amor.”)

• I know that love, which knows how to deal, I do not know more feel.
(Eu que sabia amar, que sabia lidar, eu que não sei mais sentir.)

• “Run for your dreams because there is no fairy godmother in this world.”
(“Corra atrás dos seus sonhos, pois não existe fada madrinha nesse mundo.” )

• “❤💬 … Our love affair has taste of an eternal dream … ❤💬”
(“❤💬…Nosso caso de amor tem sabor de um sonho Eterno…❤💬”)

• Come live with me, comes danger, comes to die with me, baby …
(Vem viver comigo, vem correr perigo, vem morrer comigo, meu bem…)

• And when I’m sad, just hold me.
(E quando eu estiver triste, simplesmente me abrace.)

• They said time heals. They lied.
(Eles disseram que o tempo cura. Eles mentiram.)

• If you do not see do not let you feel
(Se não lhe vejo não o deixo de sentir)

• You can’t break what’s already broken.
(Você não pode quebrar o que já está quebrado.)

• You’re only mine in my dreams.
(Sua mina só nos meus sonhos.)

                    Se pegar/gosta dê like ou reblog
                                    Instagram ❤

no nosso caso:
a falta de amor expeliu todas as borboletas que tentavam florir a beira do estômago

caímos na espiral de nossos próprios medos e nem as borboletas
aquelas sabe?
resistiram à queda dos embaraços que fizemos

criamos casulos
onde deveriam criar-se laços

criamos cascas
ao redor de nossas feridas

criamos tanto
para desconstruir nossa própria fraqueza
e adivinha?

caímos

agente se perdeu aos poucos. com nossos desencontros e principalmente com nossos encontros. percebemos que não eramos nada daquilo que tanto idealizamos. mas a gente se conhecia. sabia das dores, os defeitos um do outro, os monstros que nos assombravam. então porque a gente desistiu? então porque pulamos? mesmo com as ausências eu pensei que oque a gente tinha era mais forte que qualquer briguinha.o problema é que foi muitas briguinhas. era muita coisa acumulada em nosso peito que nunca tivemos coragem de dizer. e olha só não iremos dizer mais. desistimos. pensei que seria pra sempre. mas é como dizem as vezes o pra sempre só dura segundos. no nosso caso alguns anos. 

A.S

#NossoSentimento

Quando o amor não tá perfeito, vem outro e faz direito 👀

Foi amor e foi loucura ao mesmo tempo.

Esse nosso amor bandido é tão gostoso 😘

Mistura de menina inocente com malicia no olhar 💋

Hoje eu preciso ouvir qualquer palavra tua.

Eu me entreguei e agora você vem dizer que acabou?

Então não julgue, para depois não ser julgado ☮

Você tá me tirando o sono 😍

Nosso caso é desse jeito, mas vai ser pra sempre ❤

Não ter você por perto me dói tanto 💔

Puxando o cabelo, com o corpo arranhado… 🔞

Larguei tudo pra ficar contigo ❤

Pra você, eu não fui nada…

Passei a semana inteira sonhando com aquele beijo 😍

Você tem segredos que eu não consigo desvendar 💕

₪ STATUS AMOR PROIBIDO ₪
  1. Dreams of an impossible love. 💭 (Sonhos de um amor impossível.)
  2. In time, he was lost for being a forbidden love. ⌛️🌀 (Com o tempo, ele estava perdido por ser um amor proibido.)
  3. A forbidden love, not lived, but truly sense. 👩‍❤️‍💋‍👩♥️ (Um amor proibido, não vivido, mas verdadeiramente sentido.)
  4. O vida louca largou tudo por amor. ♥️🔐
  5. Isso não é brincadeira o nosso amor vai ser pra vida inteira. 🔐
  6. Se confesso te ponho em risco, se me calo eu perco o juízo. 🙇🏾💭
  7. O nosso caso é complicado, mas eu te amo loucamente. 🙇🏾💭
  8. Eu vou pichar os nossos nomes pelas praças pelos muros. 📌
  9. Ninguém vai mudar meus sentimentos por você. ♥️👊🏾
  10. Você foi embora com minha esperança. ☘🚗
  11. Eu sei que um dia vai chegar nosso momento. ⏰✨
  12. Já pensei em desistir, mas não consigo dominar.  🙇🏾💭
  13. Eu te dou meu coração se você provar que me ama. ♥️📌
  14. Sorriso teu e eu me derreto todo. 👄✨
  15. Eu guardo tudo aqui no meu peito. ♥️🏳
  16. Ás vezes penso ser um sonho impossível, uma ilusão terrível, será? 💭
  17. Estava satisfeito só em ser teu amigo, mas o que será que aconteceu comigo? 🙇🏾
  18. Eu sei que esse amor pode ser impossível, mas sei que você pode ficar comigo. ♥️✋🏾
  19. Difficult is not to fight for what you want, difficult is to give up what you love most. 💔🔨 (Difícil não é lutar pelo que você quer, difícil é desistir do que você mais ama.)
  20. It’s wrong to want you, but I had a fall for mistakes. 🕳 (É errado querer você, mas eu tive uma queda por erros.)
  • se gostar/pegar dê like.
Episódio 01:

Se você já visitou algum site com conteúdo pornográfico, deve conhecer aquelas propagandas no estilo “solteiras gostosas perto de você”. Naturalmente, sabe também o quão falsas são essas propagandas - as mulheres que aparecem nas fotos não estão perto de você, só são fotos tirados de sites de prostituição estrangeiros. provavelmente você sabe disso tão bem que não perde seu tempo clicando nessas publicidades.

Entretanto, se você clicar, uma janela de chat se abre e você pode escolher com qual garota quer conversar. No começo, o chat é de graça, mas depois de um tempo você tem que se cadastrar para continuar usando. Então tem que pagar por cada minuto em que estiver falando com uma das garotas que escolher.

Eu sei disso porque sou uma dessas garotas.

Seis anos atrás eu era um estudante sempre sem dinheiro. Meu amigo Josh disse que tinha descoberto um jeito super fácil de conseguir dinheiro. “Não é como se você fosse uma prostituta, ou algo do tipo. É completamente anônimo, eles não sabem com quem estão falando. Na verdade, metade de nós somos homens! Você só tem que fingir que é uma garota. Até que é bem divertido. E as empresas pagam bem, você pode trabalhar direto da sua casa e escolher quantas horas por semana quer trabalhar. Tudo que tem que fazer é conversar sacanagens com caras que nunca vai conhecer na vida real.”

No começo eu não estava gostando muito da ideia. Sentia que estava trapaceando. Mas então me perguntei se alguém realmente achava que “solteiras gostosas perto de você” era real. Claro que não. Era tudo uma fantasia. Como se estivesse escrevendo um conto erótico em tempo real. E ser pago pra isso. Então deixei Josh me inscrever.

O sistema era simples. A primeira conversa, a de graça, era automática. Depois que o usuário se inscrevia e começava a pagar, conversava com uma pessoa real (nós, no caso). Nosso trabalho era fazer com que eles ficassem online o maior tempo possível.

No começo era bem divertido. Eu me tornava bem criativo enquanto interpretando “Sally” (uma universitária tímida que estava desesperada por dinheiro), “Kaylee” (uma garota nerd com óculos, muito safada e flexível), e “Rhonda” (uma garota negra gordinha, apaixonada e maternal).

Era hilário e logo parei de sentir vergonha por estar fazendo aquilo. Claramente, meus clientes estavam gostando, e como eu ficava anônimo, não sofria risco nenhum de ferrar com minha carreira futura - com toda certeza não colocaria esse emprego nos meus currículos seguintes. O dinheiro era bem interessante, assim como Josh já tinha me avisado, e como eu podia escolher os horários em que trabalhava, achei ser uma escolha perfeita para alguém como eu, que estudava bastante também.

Mas obviamente existiam pontos ruins. Como você pode imaginar, alguns caras não pegavam leve. Eu não era virgem, mas tive que explorar coisas que eu nem sabia que existia. Haviam alguns que eram extremamente violentos, aqueles que queriam machucar sua parceira (ou ser machucado). Daí existiam caras que queriam que eu interpretasse uma menina de 13 anos. E outros que ainda gostavam de coisas bem mais doentias.

Não acho que seja legal eu reescrever essas coisas aqui, mas quero que você saiba que nem sempre foi um mar de rosas. Algumas conversas eram bastante desconfortáveis e algumas vezes eu não sabia se devia deslogar, dispensar o cliente ou continuar. Mas insistia em falar para mim mesmo que era apenas um tipo de jogo, um jeito inofensivo desses caras realizarem suas fantasias. Era só conversa, eles não estavam machucando ninguém de verdade. As vezes fazia esse tipo de “programa”, e o quanto mais eu fazia, mais fácil ficava. Me impressionei comigo mesmo quando me encontrei conversando casualmente sobre sexo com facas e sobre chutar as bolas de outro cara para gerar prazer.

Depois de um ano nesse emprego era muito raro ficar surpreso com alguma coisa. Haviam três tipos principais de clientes: a maioria queria conversar sobre putaria “normal”, os solitários que estavam mais precisando de um amigo ou terapeuta (conversavam sobre coisas do cotidiano) e os que eram muito pervertidos. Logo aprendi a lidar com todos eles.

Entretanto, um cara realmente estranho apareceu. Ele não parecia se encaixar em nenhuma das categorias acima. Ele não queria conversar sobre sexo, mas também não se encaixava nos caras solitários. É muito difícil descrevê-lo, então vou tentar reescrever um pouco do que lembro da nossa primeira conversa. Ele se chamava “O pescador”. Ele sempre queria conversar com “Rhonda”:

Eu: Oi querido. É a Rhonda aqui, como você está?
Ele: Fale comigo.
Eu: Okay… O que você tem em mente? Emoticon wink
Ele: Apenas converse comigo. Não aguento mais essa casa. Não aguento mais essas vozes. Apenas fale qualquer coisa.
Eu: Bem… Você está afim de que? Está bem quente aqui Emoticon wink Quer saber o que eu estou vestindo?
Ele: Não! Não. Só… Fique aqui. Por favor.
Eu: Okay, querido. O que aconteceu? Você está bem?
Ele: Não, eu não estou bem. São essas pessoas. Eles fazem tanto barulho! Não aguento mais.
Eu: Então… você tem colegas de quarto barulhentos?
Ele: Sim! Só quero silêncio. Só quero a porra do meu silêncio.
(Nesse ponto eu estava bastante confuso, mas continuei).
Eu: Talvez você devesse conversar com eles? Falar que você precisa de um pouco de privacidade.
Ele: Não consigo me livrar deles. Sempre tem alguém.

E continuou assim. Logo desenvolvi a ideia de que provavelmente ele não estava completamente são. Pessoas loucas de verdade eram raras nas conversas, mas não inexistentes. Eu não me qualifico como terapeuta, mas dava o meu melhor para fazê-los se sentirem bem.

O Pescador voltava sempre. Eu o reconhecia pelo jeito que escrevia. Usava o chat por horas (nessa época eu comecei a me sentir mal, essa pessoa estava claramente doente e eu estava usando-o em um site pornô para conseguir dinheiro), sempre falando sobre querer silêncio e as pessoas barulhentas em sua casa. Comecei a pensar que não existia ninguém na casa dele - provavelmente era coisa da cabeça dele.

O Pescador virou um cliente tão assíduo que raramente tinha tempo para outros. Ele agendava com Rhonda por horas a fio. Parecia também que não conversava com nenhum outro funcionário além de mim - mesmo quando eles estavam interpretando Rhonda. De algum jeito ele me reconhecia e deslogava quando percebia que era outro funcionário dizendo “Você não é a Rhonda!”. Josh começou a fazer piadas dizendo que O Pescador estava perdidamente apaixonado por mim, mas eu não via graça nenhuma naquela situação. Meu trabalho não era mais divertido, tinha me tornado um terapeuta pessoal para uma pessoa aleatória. Perguntei para meu patrão se poderia parar de interpretar Rhonda, mas O Pescador estava dando muito dinheiro para o site e insistiu que eu continuasse.

Então continuei. E para meu pavor, descobri que estava desenvolvimento algum tipo de sentimento por ele. Não algo romântico, nada desse tipo. Mas me pegava pensado quem ele era. Acho que não é possível passar hora e horas conversando com alguém sem criar algum tipo de conexão. Mas ao mesmo tempo conversar com ele me deixava tenso, e ficava feliz por ser apenas “Rhonda” para ele.

Essa foi uma das últimas conversas que tive com ele:

Ele: Não sei como me livrar deles. Não tenho saída. Só quero que vão logo embora.
Eu: Ouça, querido, acho que essas pessoas que você tanto fala… Não acho que sejam reais.
Ele: Eles não são reais?
Eu: Não. Acho que você os inventou. E se eles estão só na sua cabeça, você pode só parar de pensar neles, daí vão desaparecer!
Ele: Posso fazê-los desaparecer?
Eu: Sim, você pode.
Ele: E isso é o que você quer que eu faça, Rhonda? Que eu faça eles desaparecerem?
Eu: Se isso te fazer feliz, sim, querido.
Ele: Você está certa. Posso me livrar deles. Posso fazê-los desaparecer. Eu posso. Obrigada, Rhonda. Eu te amo, Rhonda.
Eu: “Amar” é uma palavra muito forte, querido.
Ele: Vou fazê-los desaparecer agora mesmo.

Ele deslogou. Foi o tempo mais curto que tinha ficado conversando comigo. A conversa me deixou estranhamente preocupado. Sabe, aquela sensação que você sente que fez algo muito errado, mas não consegue definir o que? Me sentia exatamente assim.

Mais tarde naquele mesmo dia ele entrou novamente. Foi a última conversa que tive com ele. E também a última de todas - me demiti logo em seguida.

Ele: Rhonda… O que eu fiz? O que você fez? Por que você me falou para fazer isso?
Eu: Que? Do que você está falando?
(Eu estava tão apavorado que nem entrei no personagem)
Ele: Eu matei todos eles… como você disse que eu tinha que fazer… agora estão todos mortos.
Eu: Não entendi.
Ele: Eles não paravam de falar, depois não paravam de gritar. Continuei e continuei até que eles pararam. E agora só tem silêncio… finalmente meu silêncio.
Eu: Isso está me deixando desconfortável. O que você fez?
Ele: Eu os matei que nem você falou que eu devia fazer. E agora tem sangue pra tudo quanto é lado. Matei minha mulher e meus filhos. Porquê você mandou. É sua culpa.
Eu: Para com isso.
Ele: É sua culpa. Você fez isso. E você vai pagar. Você vai pagar, porra! Rhonda! Vou te encontrar e você vai pagar por isso!
Eu: Vou sair agora.
Ele: Não tente escapar. É sua culpa. Você me fez fazer isso. Esse era seu plano desde o começo. Você que me colocou contra eles. Você fez isso. Você fez isso. Você. Vou te encontrar e fazer você pagar por isso.

Me desconectei. Liguei para Josh e para meu chefe imediatamente e disse que estava me demitindo. Contei honestamente o que tinha acontecido e também que dentro de nenhuma circunstancia eles poderiam dar minha identidade real para ninguém. Fiquei em pânico e Josh teve que vir até minha casa para me acalmar, me assegurando que O Pescador não poderia me encontrar nem se fosse um super hacker, pois meu nome não estavam em nenhum lugar do site.

Meu chefe também me assegurou que a companhia era bem rigorosa com o anonimato de seus empregados. Volta e meia os clientes contatavam a empresa tentando descobrir os nomes reais das pessoas que tinham conversado, mas eles nunca falavam. Faziam isso tanto pela privacidade do empregado e para não quebrar a “ilusão” que o site criava. Meu chefe me explicou diversas vezes que era totalmente seguro e que sentia muito por eu ter que ter passado por aquilo. Ele não queria que eu me demitisse e perguntou se eu queria ficar e apenas não fazer mais o papel de Rhonda, mas eu não quis.

Eu não conseguia parar de pensar no O Pescador e se ele tinha realmente matado alguém, ou se talvez aquilo fosse apenas uma piada de mal gosto. Talvez esse tipo de coisa o excitava? Josh falou que provavelmente era isso mesmo. Fiquei acompanhando os jornais naquela semana, mas nenhum homicídio que foi noticiado se encaixava naquela situação. Considerei ir até a policia, mas eu não sabia nada sobre aquela pessoa. Poderia ser qualquer pessoa em qualquer lugar do mundo. Talvez nem estivesse no mesmo país que eu? Ele poderia ser Chinês pelo o que eu sabia.

Uma coisa era certa: Se O Pescador tinha matado alguém, fez de um jeito que não chegou a ser noticiado aonde eu morava. Tentei até procurar no Google coisas como “assassinato de família” naquele dia, mas não achei nada. Josh continuou a trabalhar no site e volta e meia eu perguntava se O Pescador tinha voltado, mas estava desaparecido. Fiquei feliz que aquilo tinha acabado, e com o tempo deixei isso para lá.

Fiquei sem pensar no O Pescador por anos. Até que ontem aconteceu uma coisa que fez isso tudo voltar a minha mente.

Depois de um longo dia de trabalho decidi ir no cinema, sozinho. Só queria um tempo para mim mesmo, sendo que tinha terminado um relacionamento a algumas semanas e tudo estava bastante confuso desde então. Escolhi um filme que já estava a algum tempo em cartaz, assim a sala não estaria cheia. Tive sorte - estava quase vazio quando entrei. Escolhi o melhor lugar (última fileira bem no meio), e comecei a tirar minha jaqueta quando um cara veio até mim.

“Esse lugar está vago?” Falou. Pelo sotaque, pude perceber que ele era estrangeiro. Estava bastante escuro na sala, então não tive como avaliar seu rosto para ver de onde ele parecia ser ou quantos anos tinha.

Fiz que sim com a cabeça e ele se sentou. Fiquei um pouco irritado, o cinema estava quase todo vazio e nesse momento estava afim de ficar sozinho. Tinha que se sentar bem do meu lado? Havia um monte de lugares. Então ele falou de novo.

“Você gosta de filme de terror?”

Sendo que não estava com vontade de fazer amizades naquele momento (e parecia que ele estava dando em cima de mim), educadamente falei que gostaria de ficar sozinho. Ele não respondeu, só pegou um pedaço de papel do seu bolso e começou a escrever ( o que achei ser um número de telefone). Então colocou o pedaço de papel no bolso da minha camisa (o que achei bastante invasivo) e saiu andando. Foi bem estranho. Não mudou de lugar, simplesmente foi embora do cinema. Não assistiu o filme.

Fiquei bastante irritado com aquela situação, mas assim que o filme começou esqueci completamente. Só lembrei novamente do cara esquisito que havia me dado seu número quando cheguei em casa. Peguei o papel do meu bolso para jogar fora, mas antes percebi que não havia números e sim uma frase.

“Te achei, Rhonda. E vou te achar de novo.”

não vem com essa de “ok”

talvez o clima ameno de hoje estivesse ok, ou o senhor sereno que me cumprimentou hoje cedo, enquanto desviava sua atenção do jornal que segurava estivesse absurdamente ok. talvez as cores do mundo sob a luz que fez hoje estivessem ok; e todas as pessoas fingindo saberem exatamente o que estão fazendo com suas vidas estejam ok. é bastante provável que o gosto do seu cereal matinal - um dos seus rituais diários favoritos - estivesse ok esta manhã, e a temperatura dentro do seu casaco de listras favorito estivesse nem mais ou menos que ok. a única coisa que de fato não ficou ok quando você disse que estava ok foi essa coisa que acabamos por construir durante todo esse tempo. talvez um problema de fundação, normalmente cometido por amantes de primeira viagem, que mal sabem o que estão fazendo ou sequer imaginam o que significa o que acabaram de fazer bem diante de seus olhos. em nosso caso, genericamente rotulamos de amor; um dos mais rasos que caiu e se desfez como o significado da palavra ok em sua mente.

r-etalho.

Falar com ela agora é algo raro. Estou naquela horrível adaptação de não falar mais com quem eu conversaa do acordar ao dormir.
Ouvir a voz dela ainda faz o coração bater mais forte. É bom saber um pouco do qhe ela anda fazendo, algumas novidades, outras coisas que eu já sabia e outras que nunca vão mudar, como a forma dela vir até mim dizendo discretamente que não consegue me esquecer de vez.
Não sei se isso é bom ou ruim, sei lá. Nosso eterno caso é mesmo muito confuso e difícil de entender. O que eu sei é que pra falar com ela, eu consigo assunto até de coisas que eu nunca falei.
Outras vezes, me engasgo segurando palavras que custam a ficar dentro de mim, guardadas aqui como tem que ser de uns tempos pra cá. Ah, mas se ela der uma brecha… Eu digo logo que nada me completa como ela me completou, que nada me traz aquela paz e que morro de saudade daquele cheiro que ela tem. Que lembro do beijo de boa noite e do carinho nas costas enquanto ela dormia…
Pena que ela sabe que não pode me dar brecha. E não dá.