no te compro

um dia você vai entender que todas as minhas demonstrações de afeto não são tentativas de convencimento; um dia você vai entender que sentimento é algo infinito dentro do espaço vivido naquele momento e que jamais poderia ser medido através de uma régua moral ou temporal; um dia você vai entender que chorar por alguém não te faz menor ou mais frágil; um dia você vai entender que quando te compro um presente e coloco o meu toque ele deixa de ser só um objeto criado pelo capital pra nos satisfazer; um dia você vai entender que pode me perder numa esquina qualquer e que talvez o tarde demais tenha sido na semana passada; um dia você vai entender porque eu largava tudo o que estava fazendo e ia pra tua casa só pelo prazer de estar contigo; um dia você vai entender que o meu sorriso nunca é gratuito porque sorrir pra mim sempre foi algo ligado a privilégio e que precisei aprender a valorizar isso; um dia você vai entender o motivo por eu ter endurecido cada vez em que rolava qualquer discussão tosca sobre como ser e como agir - porque eu ainda não sei “ser” e o que sou são fragmentos (inclusive esses que o escrevo agora); um dia você vai entender as noites que passei acordado só pra te ver dormindo ou pra ficar escrevendo sobre como tu adormece fundo feito o abismo de Nietzsche; um dia você vai entender que a importância dos instantes se dá quando a gente se esquece deles e passamos a sentir a magnitude que é ter alguém pronto nas mãos pra poder ir além de qualquer fronteira; um dia você vai entender a realidade da política brasileira, a bolsa de valores e o xirê dos orixás; um dia você vai entender que eu nunca vou deixar de ser um sentimentalista que senta no fundo de um bar pra escrever estórias que nunca aconteceriam, que eu nunca vou deixar de enaltecer esses teus fucking olhos puxados porque foram uma das coisas mais fascinantes que já vi, que eu nunca vou deixar de cravar as minhas unhas na tua barriga e meus dentes dos teus peitos, que eu nunca vou deixar de escrever sobre o impacto que você causa na minha vida nem que essa seja a carta em que você finalmente entenda que o nosso fim se deu na quarta feira da semana passada e que isso talvez me mostre tudo aquilo que eu precisava ter entendido enquanto você estava aqui.

Lucas

E io provo a non pensarti
mi distraggo e faccio altro
raddoppio i caffè
alzo la musica
moltiplico le birre
leggo di più
e mi compro quel vestito
quello che piaceva a te
e mi compro quel libro
quello che non sei mai riuscita
a finire
e io ci provo a non pensarti
mi confondo con tutti gli altri
rido o almeno ci provo
ordino
cameriere mi porti
il solito
l'insolito
mi porti tutto
e io ci provo a non pensarti
ma è quasi primavera
il cielo chiaro
le nuvole bianche
i fiori
il sole
tornano le api
si ritirano le giacche
gli armadi e le serpi
cambiano pelle
iniziano gli aquiloni
iniziano i ghiaccioli
e
alcuni amori
nascono
e alcuni amori
fanculo.
—  Gio Evan

adriana1503  asked:

Puedes hacer una conversación entre tauro y escorpio?

Como estan con este ship eh? AJAJAJ

♉: Hombre/Mujer
♏: Hombre (tiene un crush en ♉)

*En el gimnasio*

♉: *Comiendo papitas* vamos, bájate de ahi, que debemos irnos
♏: ¿Qué? Uy, claro *se baja de la barra*
♉: Escucha, compré estas cosas *le muestra las bolsas con comida* y estas papas, aunque me las estoy terminando
♏: Ajam *se acerca mientras se seca con una toalla* algo más?
♉: No.
♏: Hey, ¿que pasa? *Se acerca a su rostro* porque no veo.. *se acerca aún más* una sonrisa ahí..-?
♉: *Saca una coca cola light de la bolsa y la pone en la cara de ♏* ¿Que es esto?
♏: Uhmm 😐 coca-cola light?
♉: No. Esto es un artilugio del demonio. Es decir, ¿a quien vergas se le ocurrió sacarle el azúcar? “Cero calorías” dicen, pero si la gracia de la Coca-Cola es que sea dulce, Dios.
♏: Hey, sabes que tengo que ejercitarme y no p..-
♉: “Puedo ingerir azúcares en exceso”, si, lo dices todo el tiempo
♏: Vamos, no te gusta como estoy ahora? 😏
♉: A mí me da igual como estés yo quiero lo Coca-Cola NORMAL
♏: Está bien, te compro lo que quieras, pero podrías darme algo a cambio…? 😘
♉: No, porque fue tu culpa
♏: 😐 Pero, no quieres algo aún más dulce que una Coca-Cola? 😚
♉: No, gracias, solo tengo sed 😳
♏: Y no quieres algo de comer..? Para.. morder algo? Saborearlo, sentirlo..
♉: Escorpio, solo quiero una Coca-Cola​ 😕
♏: UGH Y YO SOLO QUIERO LIGAR CONTIGO
♉: …
Espera, ¿que?

Sarah♉💋

Mi mami: - con tal de que me despierte temprano se inventa la hora. - siempre tiene que tener la razón (aunque en realidad no la tenga). - no entiende y no creo que alguna vez entienda como funciona un celular inteligente. - me cambia de sexo. - me vuelve a bautizar cada vez que me habla. - siempre me dice "nunca te voy a volver a hablar mejor, para que estés agusto!!!" Y a la hora y media me vuelve a hablar. - me manda a comprarle cosas y para convencerme me dice "ve y te doy dinero" y termina dándome $5. - cuando me gusta una playera, un pantalón, un libro o algo por el estilo y a ella no le gusta hace lo posible por que no lo consiga (y lo logra). - siempre que uso mi ropa más vieja me dice "pareces vagabunda, parece que ni te cuido, que ni te compro ropa, allí tienes un montón de ropa bonita y que nunca has estrenado…". - siempre que me dice "vamos a un mandado" quiere decir "te voy a obligar a que pidas y pagues las cosas mientras me pongo a ver otra cosa". - cada vez que entra a mi cuarto lo primero que me dice es "limpia tu mugrero!!!!". - esta loca. - es muy sentimental. - es muy creativa. - cocina muy rico. - le encanta cantar a todo pulmón cuando estamos en la casa. - le desespera cuando algo no sale bien. Uff, en fin, tiene muchos defectos y muchas virtudes a la vez, pero aún a pesar de todo eso, yo daría la vida por ella. Te amo mamii :3…

“Não, eu estou bem, é sério.” A morena riu, limpando as lágrimas dos olhos. “Não quero te contar porque eu estou chorando, é embaraçoso demais pra se dizer em voz alta.” Addison sorriu e então desistiu. Fine, eu acabei de tirar uma foto com o Mickey. Me processe. Te compro um churros se prometer não contar à ninguém.”

Dormiras en los brazos de el, mientras yo Escuchare nuestra canción, el te acariciará, mientras yo me saco las lagrimas, el te cuidara, mientras yo abrazare la Almohada imaginandote, el te besara, mientras yo me lavare la cara, el te hará el amor, mientras yo lea libros sin parar, el te hará saber que todo va a ir bien, mientras yo viajaré sin rumbó alguno, el te engañara, mientas yo escribo una nota, el te dejara, mientras yo compro un sobre rojo, tu lloras, yo lloro, me llamas, no existo, vas a mi casa, la puerta esta entre abierta, me buscas, encuentras un sobre rojo, el sobre rojo dice: te ame como a nadie y no puedo imaginarme una vida sin ti, lo siento mucho por todo, adios amor de mi vida. Corres hacía el baño, sangre por todos lados, lagrimas, grito, muerte.
5 AÑOS JAIDEFINICHON ESPECIAL! (2:16:13-2:17:28)
  • E: (saca una tarjeta) Quedas libre de la cárcel gratis, puedes vender...
  • N: Te la compro!
  • J: (risas) No se la vendai
  • E: Noooo, tai weón
  • N: (pegándole) Te la compro!
  • E: No me peguiii, culiao
  • N: Te la compro!
  • J: Y con esa carta se salvan del copete
  • N: (le pega fuerte [llegó a sonar xD]) Te la comproo!
  • J: Uuuh me dolió...
  • E: Oooh oh... No me pegui fuerte, weón
  • N: Ahora si te compran esa carta...
  • (Jaime repite en el fondo)
  • J: No le pegui
  • N: ...el Edgar se toma la weá po
  • J: No le pegui
  • N: Cierto?
  • E: Nooo po
  • J: No le pegui
  • N: Y por qué no?
  • B: Si él se va a la cárcel po
  • N: Si po!
  • E: No me pegui fuerte po
  • N: La cárcel queda pa vo po, Edgar
  • E: Toma!
  • N: Te lo tomai tú o no?
  • E: Ah? (el Jaime empieza a negociar en el fondo)
  • N: Te la tomai tú
  • E: (voz de guagua) No...
  • N: Por qué no?
  • E: No, porque no... voy a witrear
  • N: (risa) Va a witrear...
  • E: PERO NO ME PEGI, MARICÓN!
  • (Hablan de negocios entre planchas y zapatos)
  • E: Oh...
  • N: Qué pasó?
  • E: Me dolió, culiao
  • N: Perdón
  • E: Aaahh y mira la frente cómo me la dejaste, weón
  • N: Le voy a hacer unos cariñitos...
  • E: Me botaste cuatro pelos, weón!
  • N: (risas) Le voy a hacer unos cariñitos, venga pa'ca mi amor, venga pa'ca mi amor, mi vida, ya
  • E: Nooo...
  • N: Sshhh...
  • E: Noooo
  • N: En dónde quiere que le haga cariño? En, en el-.
  • E: Aaahhhhh
  • N: En el cuello
  • E: (entre risas) No! El cuello no
  • N: En-en la frente, ya, ya ahí ta
  • E: En la nuca!
  • N: En la nuca, ya
  • E: (risas)
  • N: Ya, shh, ya
  • E: Aaaahhhh
  • (El ednico siempre me ha gustado, pero es que ayyy, me encantan como pareja <3 Jainico por siempre en mi corazón, pero el ednico es como un deseo prohibido <333)
Pra você gostar de mim eu confundo o tempo. Faço o nublado virar chuvoso e uso a desculpa pra te aquecer. Ligo o ar-condicionado no máximo e digo que não tem cobertor, mas tem pipoca, um filme qualquer e eu pra te fazer companhia. Eu deixo você me usar como segunda pele, que é pra eu te sentir mais minha. Compro chocolate e te sujo toda de brigadeiro de panela pra gente rir junto depois. Pra você gostar de mim eu paro até de combinar vermelho e verde pra dar alguma tranquilidade no nosso tom. Eu apronto uma serenata, uma passeata ou alguma forma nada discreta de me declarar. Monto palco, estudo cena após cena e dispenso o curso pra me mostrar pra você. Sinto e o que eu sinto não precisa de interpretação – nem minha, nem das palavras que eu jogo por aqui e por ali. Vomito espontaneidade porque duvido que alguém goste tanto de você assim, exageradamente verdadeiro como eu. Se achar nojenta demais a metáfora, eu não retiro o que disse. Mas pego um pano pra limpar as bordas, os excessos e deixo com você só o que você for capaz de carregar. Eu aguento a carga por mim e por você, desde que você não considere um fardo durante o tempo. Desde que você fique porque gostou do que viu e porque sentiu no peito aquela angústia chata que pede pra ficar, e fica martelando sem parar na cabeça. Eu mostro que a gente não foi feito um pro outro – e por isso mesmo é que eu antecipo a fala pra te acalmar. Eu prometo que vai ficar tudo bem – na maioria das vezes. Pra você gostar de mim eu dispenso o felizes para sempre e tento fazer com você o felizes por agora. Pra você gostar de mim eu tiro a máscara. Me desnudo sem pudores na sua frente. Me mostro cru e com todos os defeitos do mundo que podem ser encontrados em alguém. Deixo você me conhecer melhor e nem precisa fazer tempo de experiência. Pulo as primeiras impressões e jogo com as segundas, as terças, quartas e assim por diante. Estendo a semana e estendo também as minhas desculpas pelo exagero da declaração. Eu te deixo ver meu lado mais sensível. Meu lado menos ogro e mais doce. Pra conquistar os sorrisos que você me der e permitir que você entenda que homem também chora e só chora se tiver um colo de mulher pra descansar a cabeça nos dias difíceis. Compenso a falta de alguma coisa com mais atenção e com mais carinho. Pra você gostar de mim eu mostro que caras como eu existem aos montes por aí e você só não vê direito porque tá com pressa ou porque não olha além das calças meio largas demais ou do cabelo bagunçado deles. Alguns mais tímidos que outros, outros mais enrolados que alguns poucos. E pra você ficar por mim eu escrevo essa carta. Mal pontuada e meio atrapalhada. Que é pra você já entender o meu jeito e os meus modos desavisados. Que é pra te dar algum motivo pra ficar comigo – caso eu consiga roubar algum riso abafado ou sorriso de lado antes de chegar ao ponto final.
—  Nattan Duran.