no seu caso

Primeiramente se ame. Goste do seu corpo, da sua voz e do seu jeitinho. Aceite a mania que você tem de se apegar ou se desapegar. Goste do seu cabelo seja ele ondulado, crespo, liso, enrolado… Fique contente ao se vestir, pois você se veste para si mesmo; para se agradar. Goste do seu andar e do seu falar. Seja sua voz fina, grossa, roca, ou de qualquer outra maneira. Goste do seu andar seja ele torto, reto, apressado ou lento. Ame o seu peso, e caso não se contente, se esforce até gostar. Se contente com sua altura. Se contente com você e com o seu eu. Se contente com seus jeitos e manias.Goste do seu sorriso, pode ser tortinho, amareladinho, mas sorrir faz parte da felicidade. Goste da maneira como gesticula ou como pega gírias rapidamente. Goste de sua mania de sentir. Goste da sua maneira de demonstrar ou não o amor. Goste de você. Ame a si mesmo. Ame. Ame mesmo. Se namora, para depois pensar em amar outro alguém.
—  ALUGA-SE FELICIDADE, SE NAMORA.  
Eu não costumo falar muito do amor por medo de sem querer padroniza-lo de algum modo. Tenho meus ideais, claro, mas não acho que ele seja apenas o que penso. O amor, assim como diversos outros sentimentos, tem seus casos, acasos, mistérios, e não há ninguém que o consiga descrever por completo.
—  O Diário de Willem Adkins.
Eu quero me casar com você. Quero piquenique no parque num domingo a tarde, deitar na grama verdinha com a cabeça no seu colo, te ouvir contar histórias engraçadas e rir até a barriga doer. Quero caminhar de mãos dadas, te beijar na chuva e que me envolva em seus braços caso eu sinta frio. Quero dormir com a cabeça no seu peito, quero banho juntos e coisinhas sórdidas ditas ao pé do ouvido. Quero uma casinha aconchegante, um cachorro e filhos com o seu sorriso. Quero sacanagem, quero a nossa cama toda bagunçada depois de uma noite inteirinha de sexo, acordar e te ver ao meu lado.
—  Ogrodoce
Então, meu amor, estendo minha mão, morrendo de medo igualmente, sem levar nada tão a sério, ignorando toda vã filosofia de explicar sensações. Estou aqui no chão por você. Desci, para mais tarde te acompanhar na subida. Venha preencher e pintar minha vida de caos, de dilatação, equações, sorte e até algumas mágoas. Mas não há que ser agora. Bem sei que jamais guardo um nome, mas, no seu caso, fatalmente, conseguirei abrir uma exceção.
—  Gabito Nunes
🔊 STATUS/LEGENDAS HUNGRIA HIP HOP 🔊

🎼 Linda e fogosa fora do normal 😈

🎼 Ela ta de salto alto mas é rebaixado o carro 👠🎶

🎼 Ele não te deu valor, ele não quis te agradar, ontem ele te perdeu hoje eu vou te ganhar 😏

🎼 Você apareceu, a química bateu 🍃

🎼 1 é impar, 3 é impar mas nós dois é par 😘

🎼 É mulher de postura, a verdadeira dama 💄💋

🎼 Vai ser um trio você e eu e o puro prazer 🌚

🎼 Ela é patricia mas gosta de malandro💅👅

🎼 Aparência frágil pra enganar o comando 🎭

🎼 Ela quer bandiar, quer se aventurar onde não é o seu lugar 🗺👣

🎼 Quer correr o risco sem medo de apaixonar 🍸🎶

🎼 Ela não tem frescura caso seu batom borrar 👄💄

🎼 Acho que percebeu que o sol aqui é mais intenso, que o jeito que me visto não vale mais do que penso 🙅💭

🎼 Prefere adrenalina? então sai da rotina 👽

🎼 Talvez meu jeito louco preenche o seu vazio 😜❣

🎼 Talvez o paraíso é só questão de perceber que a felicidade não tem lugar pra nascer 🌅💕

🎼 Amor não é esmola pra gente pedir 💉🚫

🎼 Mas já percebi que ta muito afim, você ao meu lado só sabe sorrir 😍🍂

🎼 Hoje essa chola ta Dubai, essas dona tão louca 🎶🌃

🎼 Maldade na mente copo de whisky na boca 👅🍾

🎼 Hoje eu to mais pedido que a senha do wi-fi 😏🔞

🎼 Querer voar mesmo sem asa é sabedoria, é arrancar sorriso de onde não tem alegria. 🍃🎭

🎼 Se tem whisky tem cerveja, um brinde e que assim seja 🍻

🎼 Se tava tudo igual eu faço ficar diferente 😏👅

🎼 Ouvi dizer que o frevo aqui foi até de manhã 🎵🎉

🎼 Só quer viver que a vida é única 😜

🎼 Solta esse cabelo e vem 😈🎶

🎼 Se quiser ir pra onde eu vou tudo acaba bem 🍃😏

🎼 Aqui não é Hollywood mas a cena nois roubou 🎶👊

🎼 Não deixe ninguém roubar sua brisa, esse é teu momento 🙅🎶

🎼 Coloca na balança o que pra ti tem mais valor ⚖

🎼 Amar é bom mas melhor ainda é fazer amor 🌚🔞

🎼 Agora o playboy rodou, ta passando mal e o remédio é o amor 🤒💘

🎼 Aqui se faz, se paga. Quantos corações brincou? 👊👀

🎼 Cabelos cor de mel, toda angelical, jeito de princesa corpo escultural 👸💅

“ —— Eles não podem me punir por uma coisa sem provas concretas de que a culpa foi minha! Abuso de autoridade total! Minha mãe vai ficar sabendo disso assim que eu me livrar da punição, aliás, não só ela como meu pai também, tomara que espalhem por todo país o que essa escola anda fazendo com os alunos.

@princesinhaanonima

👗 STATUS: VARIADOS 👗

Não deixe a porta do seu coração aberta pra quem sempre vem só de visita. 🔐❤

Aos que me lançam espinhos, devolvo flores. Não tenho espinhos para lhes devolver.

Mas no fundo eu sabia que era um amor perigoso e mesmo assim te queria. 🎧

Inimigos não coleciono, não me relaciono, não me emociono, por eles não sinto nada. ❎

Tanta positividade, tua maldade aqui não cabe! 💋

Tudo se baseia na fé que você tem. 🙏

Quem nasceu pra ser oceano não se contenta com aquários.

Deixa a chuva te avisar que o sol vai brilhar pra você. 🙌

Eu só quero saber de ser feliz, tô bem assim. ❤

Foca mas não sufoca. 😰

Seu corpo causa engarrafamento, mudança de vento, faz fila de espera. 🌌

Ignore o que te faz sofrer e abrace o que te faz feliz. 🍀

Deixe que o mundo me encante, deixe que eu viva um instante.. 🙌🏻🌀

Sem neurose, sem caô. Ela só quer mais uma dose de amor.

Às vezes são as escolhas erradas que nos levam para o caminho certo. 👣

Ser livre como o vento. ❣

O bonito me encanta, mas o que é sincero me fascina.

Acalma esse coração menina, o que for pra ser seu vai vim e nunca vai embora. 🌙

Aparência frágil pra enganar o comando. 🎧

Que a positividade reine em nossas vidas.🍀

Entre o bem e o mal, eu fico com a paz. ☮🌼

Ela quer bandiar, quer se aventurar onde não é o seu lugar. Quer correr o risco sem medo de apaixonar. 🎧💥

Que coisas boas se multipliquem e que o amor prevaleça. 💙

Eu sou uma mistura de boas intenções e más decisões.

Eu fui capaz de muita coisa, menos de perder você. 🎵💑

O bom da vida é viver! 😍

Pode brigar, mas não vai embora. Fica perto. ❤

Seja forte o suficiente para abrir mão do que não serve mais e paciente o suficiente para esperar por aquilo que você merece. 🌸

Minha paz não deseja mal a ninguém.

Ela não tem frescura caso o seu batom borrar. 🎧💄

É que o coração não pensa… 🌌

Ela é profunda como o mar e seu coração não se contenta com amores rasos. 🌊

Minha fé vai me levar aonde os fracos nunca irão pisar. 🌼💛

Ela perde o juízo mas o copo tá na mão. 🙋

é como se a gente carregasse um palito de fósforo dentro do peito.

ele pode estar aceso e forte, como é o meu caso em relação a você.

ou apagado e desaparecendo, como é o seu caso em relação a mim. 

eu sofro porque faço toda a força do mundo para apagar a chama que tenho por você, mas é como se ela fosse inatingível. 

uma estranha e dolorida muralha. 

Dicas para fazer anotações eficientes ★

Como faço minhas anotações durante o estudo? Durante meu desenvolvimento como aluna mais aplicada no 3° ano do ensino médio, acabei percebendo algumas coisas que atrapalhavam meu fluxo de estudos e fui mudando aos poucos. Espero que essas dicas ajudem vocês também! 

  1. Sempre procuro fazer minhas anotações a partir da segunda leitura do assunto, pois assim já dá para ter uma ideia do que tem que ser destacado, e evito também o risco de querer sair anotando tudo e acabar não absorvendo muita coisa. 
  2.  Use o sistema de cores. Isso me ajuda bastante na hora de estudar. Uso cores diferentes (no máximo quatro) para separar conceitos, fórmulas, palavras-chaves, coisas importantes, etc. 
  3. Faça algo que você consiga identificar de onde veio. Parece bobo, mas esse é um erro que muitas pessoas cometem. Tente fazer algo clean e não se esqueça de identificar a matéria ou capítulo do livro - caso você esteja usando algum para fazer as anotações (isso também ajuda quando você precisa pesquisar algo mais sobre assunto, mas precisa saber de onde tirou). Evite sair misturando tudo para, no final, ter aquela bagunça a acabar não sabendo de onde é tal conceito ou fórmula e etc, o que acaba prejudicando o fluxo de raciocínio. Organize suas anotações, não precisa ficar bonito, só precisa ser algo que mantenha o fluxo do conteúdo e que seja de fácil assimilação! ;)
  4. Não sei se é o seu caso, mas sempre procuro cadernos mais cleans para fazer minhas anotações, sem muitos desenhos (principalmente aqueles gigantes que ficam nos cantos da folha e ‘comem’ uma boa parte do espaço) e com linhas de cores mais neutras, como azul claro ou preto, para não ‘brigarem’ com as cores das canetas ou marcadores (como acontece quando uso os que tem linhas cor de rosa. Me perco na cor da linha por ser tão vibrante e tenho que ficar voltando a leitura vááárias vezes), mas acredito que isso seja mais pessoal e talvez você não tenha o mesmo problema que eu, mas seria bom você dar uma olhada e ver se isso te ajuda também. *Cadernos com linhas mais neutras e sem tantos enfeites nas páginas te dão mais espaço para usar cores bastante visíveis nas anotações e dão mais liberdade para fazer mapas mentais - #ficaadica* 
  5. Por último e não menos importante, sempre que vou dar aquela primeira lida no assunto uso um bloquinho para anotar algumas dúvidas que posso pesquisar depois e adicionar às anotações, assim não fico parando a leitura para fazer isso e não perco o foco e a linha de raciocínio (porque vamos combinar, é bem chato quando isso acontece né rsrs). 

 Bom, essas são as técnicas que utilizo para fazer minhas anotações e que me ajudaram a ser mais produtiva nos estudos! Espero que gostem das dicas! ☆

Ela

Ela era a menina certa pra ele, todos sabiam, menos ele. Era só olhar para ela que dava para perceber, no jeito dela, no sorriso dela, na conversa dela, que ela te amava. E te amava muito, cara. Ela te conhecia melhor que a palma da mão, sabia quando você estava mentindo só de olhar para você, seu olhar sempre te traia quando o assunto era ela. Mas você insistia em dizer que não, que vocês não eram um casal e nem seriam um, que eram melhores amigos, que você seria o padrinho dos filhos dela. Mas poxa, ela queria que você fosse o pai dos filhos dela, mas ela não falava nada quando cê dizia isso, apenas sorria triste, e brincava dizendo que torcia para que a possível filha dela não fosse tão louca quanto ela e fizesse a burrada de se apaixonar pelo seu possível filho. E você ria, parecia se divertir com aquilo, falava que ela era louca por se apaixonar por você, e que esperava que filha dela não fosse tão louca quanto, mas que não se espantaria caso seu filho chegasse de madrugada em casa falando que tinha acabado de sair da casa da sua melhor amiga, porque tinha ficado com a filha dela. No fundo, você queria que seu filho vivesse a história que você não teve coragem. Porque no fundo você sabia, é claro que sabia, que ela era a mina certa para você. Mas você tinha medo de perder ela para sempre, afinal, suas histórias de amor nunca acabaram com um final feliz, todas elas em algum momento passaram a te odiar e você temia que acontecesse o mesmo com ela. Porém com isso, você nem se dava conta mas ia perdendo ela aos poucos, ela ia se cansando de esperar, ela ia embora, uma hora ela ia, ela não ia te odiar como as outras, mas assim como elas, ela também não ficaria.

Conta-se que no principio, Deus, ao analisar tudo o que havia feito, percebeu que precisaria criar, no mundo, algo a mais. Faltava na terra, um ser em especial, um ser capaz de amar seus filhos incondicionalmente. Que enfrentasse a gestação com um sorriso no rosto e satisfação no coração. Que pudesse envolver amorosamente uma criancinha indefesa, embalando-a em seus braços. Que se preocupasse com o menor choro e que pudesse rapidamente perceber um aviso de fome, de sono ou um pedido de atenção. Que vibrasse com seus primeiros passos, de suas primeiras palavras, do seu primeiro sorriso. Que tivesse a paciência de ensinar aquela criança às primeiras lições. Que acompanhasse o seu desenvolvimento e a sua passagem da infância á juventude, e que tivesse o dom de ensina-la desde criança o caminho certo. Que despertasse nele a coragem de lutar por seus objetivos com fé e perseverança, e que estivesse ali, ao seu lado, caso ele falhasse, para ensinar-lhe que, na vida, todos enfrentam dificuldades, mas a grande diferença está em levantar e seguir em frente. Um ser que mantivesse a coragem e a firmeza de corrigi-lo e de aconselha-lo, mesmo quando esse jovem já se julgasse capaz de tomar suas próprias decisões. Um ser que, depois de tudo isso, tivesse a força suficiente para ver o seu filho bater suas asas sozinho e seguir a sua própria vida. Um ser que, enfim, amasse o seu filho sem limites, acima de tudo, e que pudesse fazer qualquer coisa para vê-lo feliz. Eis que Deus olha para sua nova criação, esse ser tão sublime em forma de mulher e lhe diz: “Vai, minha filha, serás, na terra, uma enorme semelhança do meu amor, iluminaras o mundo com a luz de teu coração, e onde quer que vás, onde quer que estejas teus esforços e tua dedicação serão lembrados para sempre com uma única palavra: MÃE”.
—  Paixonizar, em “Feliz dia das Mães”.

One Shot Liam Payne 

Parte I | Parte II (Final)


7 Anos mais tarde

— Há alguns dias o mundo foi ao delírio com a primeira foto do novo bebê do casal Liam e Cheryl Payne no dia dos pais. O nome da criança ainda é um mistério, mas toda a repercussão do bebê nos fez pensar no que aconteceria se Liam Payne se descobrisse pai de mais uma criança e é isso que vamos descobrir nos próximos dias. Os nossos repórteres investigativos levaram meses para remexer o passado após recebermos uma ligação anônima nos passando uma informação que seria capaz de chocar todo o mundo, colocamos essa história bombástica nas mãos do nosso melhor pessoal e aqui estão as provas. Isabelle (seu sobrenome) nasceu há quase sete anos fruto de uma traição do ex-integrante do One Direction com uma dançarina bem no começo de sua carreira solo. Segundo fontes, a dançaria (seu nome completo) foi demitida após a noite que teve com Liam para ficar o mais longe possível de sua vida e não comprometer seu relacionamento com Cheryl. O que vocês pensam sobre o queridinho da One Direction agora? Daria tudo para ver a cara dele ao saber que ao invés de dois filhos, ele tem três somando com a que ele nem se deu o trabalho de conhecer.

Meus olhos estão completamente arregalados e minha boca seca, eu não consigo distinguir se o que eu acabei de vê é real o meu pior pesadelo, o que eu sempre temi. Todo o meu passado e a vida da minha filha foram expostos em um programa de fofoca, o vídeo das câmeras de segurança do hotel o qual Liam e eu passamos a noite anos atrás e fotos minha com a Izzy andando nas ruas.

Um dia se passou desde que essa matéria foi ao ar, eu não gosto de ficar procurando a vida dos outros na internet ou assistir canais de fofoca, então eu fui uma das últimas a saber, se minha não tivesse me ligado hoje, eu ainda não saberia.

Como eu não percebi que tinha pessoas tirando fotos minhas com Izzy? Como eles descobriram essa história se eu nunca contei a ninguém a não ser a minha melhor amiga?

Hannah. Só pode ter sido ela.

Respirando fundo peguei meu telefone rapidamente ao meu lado e liguei para a pessoa que eu confiei minha vida e que possivelmente me entregou aos leões. Nunca imaginei que seria traída dessa forma por alguém que eu considerava da família.

— Quanto você cobrou para enfiar uma faca nas minhas costas?

Foi o que eu disse após ouvir a voz dela pelo telefone, eu estou tão chateada e com raiva que tenho vontade de ir até a casa dela socá-la.

— Calma, (seu nome), eu não fiz o que está pensando, eu…

— Você o quê? Você me traiu! Você jogou a nossa amizade no lixo por causa de dinheiro. Que tipo de pessoa é você? Você não pensou na Izzy? Em como ela ficaria nessa história? Você não só me expôs, expôs a minha filha e isso foi a pior coisa que uma pessoa poderia ter feito.

Minha voz foi ficando embargada pelo choro à medida que eu deixava as palavras saírem sem controle da minha boca. Minha pequena agora será perseguida e tudo que eu não queria na minha vida era que Liam soubesse sobre ela, se ele tentar tirá-la de mim eu não sei o que fazer e tem o Zayn também… Meu Deus, o Zayn vai me matar.

— (Seu nome) por favor me escuta, eu nunca faria isso com você, amiga. Nunca! Minha prima não parava de falar e endeusar o Liam e eu acabei contando toda a história para ela porque eu sei que ele não merece que as pessoas pensem que ele é um santo ou algo além de um canalha sem coração. Por favor me perdoe, eu não queria que isso acontecesse, nunca pensei que ela poderia trair a minha confiança.

— Quem traiu a minha confiança foi você. Eu te confiei uma coisa tão séria e você a passou para frente, bem que dizem que para uma pessoa guardar um segredo você tem que matá-la um minuto depois que contar.

A porta abriu em um rompante e Zayn entrou na sala parecendo um furacão, seu rosto transmitia raiva e eu também estaria assim no lugar dele. Desliguei o celular passando o dorso da mão em meu rosto para limpar as lágrimas, mas novas voltaram a rolar de meus olhos fazendo o trabalho ser em vão.

— Me desculpe, Z…

— EU TE PERGUNTEI TANTAS VEZES, TANTAS VEZES, (SEU NOME), E VOCÊ MENTIU PARA MIM TODAS ELAS SEM REMORSO ALGUM! — Zayn gritou e eu apenas abaixei a cabeça chorando mais alto porque tudo que eu não queria era perder o Zayn e correr um grande risco de perder a minha filha também — O LIAM É O MEU MELHOR AMIGO, VOCÊ DEVERIA TER ME CONTADO. EU NÃO TERIA ME ENVOLVIDO, EU…

— Por favor, não fala isso… Eu te amo tanto, Zayn… — falei entre choro olhando em seus olhos castanhos completamente desapontados.

— Você me ama e mentiu para mim esse tempo todo? Me deixou registrar a filha do meu melhor amigo e não confiou em mim o suficiente para dizer a verdade. — ele abaixou a voz quando seus olhos encontraram os meus — Não existe amor sem confiança, não existe nada para falar a verdade.

— Eu não queria acabar com a amizade de vocês, Liam não tem nada a ver com nós dois. — caminho até colocando as mãos em seu rosto — Acredite em mim, por favor, eu não pretendia me apaixonar pelo melhor amigo do homem que mudou a minha vida, mas não se pode controlar isso, Zayn. Eu não deveria ter te deixado dar seu nome para a Izzy, mas você insistiu tanto. — Zayn suspirou e limpou as lágrimas de meu rosto com o seu polegar deixando um beijo em minha testa.

— Eu ainda estou chateado com você, mas acho que te entendo… Você queria apenas enterrar o passado. — eu balancei minha cabeça repetidamente assentindo e logo senti os braços de Zayn ao meu redor. Fechei os olhos e aproveitei o seu carinho. — Izzy está na escola? —  eu assenti novamente —  Eu vou buscá-la antes que alguém fale alguma coisa para ela.

— Eu te amo, Z.

— Eu também te amo. — ele me soltou beijando minha testa novamente e caminhou em direção a porta sumindo ao passar por ela.

Um dos meus problemas estava parcialmente resolvido, eu sei que apesar de tudo Zayn nunca vai abrir mão de ser o pai da Izzy, ele está com a gente desde que ela tinha quatro anos e desejava mais que tudo ter um pai, agora ela tem quase sete e não quero deixá-la confusa com toda essa situação.

~o~

A campainha tocou e tenho que admitir que um pequeno medo do que poderia ser se apossou de mim, poderia ser qualquer pessoa e entre ela Hannah disposta a pedir mais desculpas por ter provocado um tsunami na minha vida. Me levantando do sofá onde fiquei pensando no que fazer desde que Zayn saiu de casa, caminhei até a porta e assim que a abri tentei fechá-la novamente, mas a pessoa que eu menos queria ver estava disposta a entrar.

— Eu não vou sair daqui até você me explicar toda essa merda! — Liam colocou o pé entre a porta e batente para me impedir de fechá-la.

— Se ter uma filha é uma merda para você, apenas vá embora! — empurro a porta o máximo que posso, mas a força que o Liam aplica contra ela é mais forte então não consigo manter por muito tempo e caio no chão assim que ele a abre completamente.

— Não foi isso que eu disse. — ele entra me vendo jogada no chão — Me desculpe. — ele caminha até mim e tenta me ajudar a levantar mas eu bato em sua mão.

— Eu não preciso da sua ajuda! — me levanto e me afasto alguns passos — Vá embora daqui e não volte mais, é muita audácia a sua me procurar depois de ter me usado e em seguida me demitido.

— Eu não usei você, não fiz nada que você não quisesse. — como pode ser tão idiota? — E tenha a certeza que eu não estaria aqui se você não tivesse soltado nosso caso mídia e inventado uma filha que eu com certeza não tenho. Você não me engana, (seu nome), eu vi você há alguns anos com uma garota provavelmente filha de um de seus casos que agora você está usando para conseguir algum dinheiro.

Antes que eu pudesse sequer me controlar minha mão foi de encontro ao rosto de Liam o acertando, minha palma ardeu no mesmo momento tamanha a força que eu usei.

— Eu não quero nada de você! — minha respiração estava acelerada — A única coisa que quero é que vá embora e esqueça que eu existo como foi durante todos esses anos.

A porta abriu e eu fechei os olhos imaginando o que estava por vir e quando voltei a abri-los, Izzy passou por Liam correndo com um sorriso em seu rosto e parou diante de mim.

— Mãe, meu pai chegou! Meu pai chegou! — em dias normais eu daria risada de sua animação e seus pulinhos, mas não hoje.

— Eu não sou o seu pai! — a voz de Liam cortou a onda de animação que tomava conta de Izzy e ela se virou o encarando confusa.

— Quem é ele? — ela voltou a me olhar e eu apenas dei de ombros percebendo que Liam também estava confuso.

— Ninguém estava esperando na- — Zayn parou de falar assim que percebeu quem estava em nossa sala — Você chamou ele aqui? — a pergunta foi direcionada a mim juntamente aos olhos confusos e um pouco raivosos — Você não pode dizer a ela. — eu o conheço o bastante para saber que ele está com medo de perder o amor de pai da Izzy.

— Zayn? — Liam olhou para o amigo e a confusão estava feita.

— Contar o que papai? — Isabelle olhou para o Zayn.

— Papai? — Liam olhou da minha filha para o Zayn e eu teria que tirá-la da sala antes que tudo se tornasse uma bola de neve ainda maior.

— Izzy, vai lá em cima e junta todos os desenhos que você fez para o papai enquanto ele estava fora que ele logo irá ver todos eles, tudo bem? — ela assentiu voltando a se animar e subiu as escadas correndo antes de deixar um beijo na bochecha de Zayn.

— Alguém pode me explicar o que está acontecendo? — Liam puxou seu topete em sinal de irritação — Aquela é a minha filha? Por que ela chamou o Zayn de pai?

— Não! Aquela é a minha filha e sempre será. — Zayn disse rapidamente não dando espaço para que eu respondesse as perguntas.

— Liam, Isabelle é a minha filha e de Zayn também, por favor, vá embora e não volte a nos procurar. Você não quis mais nada depois daquela noite e Izzy não te pertence… Nos deixe viver nossas vidas. — praticamente implorei.

— Você roubou a minha filha! — Liam virou para Zayn ignorando o meu pedido.

— A única pessoa que quer roubar a filha de alguém é você. Pai é quem cria e durante anos eu tenho dado a minha vida por essa garota, pelas suas devo dizer. Você abandonou o seu posto e eu não vou deixar você voltar agora para exigir algo que não tem direito. — tudo que eu menos queria estava acontecendo bem na minha frente, eu não queria que as histórias se misturassem. Zayn e Liam eram amigos antes de Liam me dar a Izzy e isso não deveria interferir na amizade deles.

— Eu vou entrar com um pedido de guarda. Vocês esconderam a minha filha durante anos e querem que eu vá embora e finja que não a tenho? — Liam me olhou.

— Você não a tem! — Zayn esbravejou.

— Por favor, Liam, deixe que a Isabelle decida… Quando ela fizer dezoito anos, nós três nos juntamos e contamos toda a história. Deixe que a decisão seja dela, não vamos confundi-la. — eu já estava chorando novamente.

— Vocês terão anos para fazer a cabeça dela contra mim, eu não sou idiota. — Liam riu com ironia negando com a cabeça.

— A possibilidade dela se sentir enganada é imensa… Ela pode vir a ficar contra mim e Zayn, então nós três temos o que arriscar. — o silêncio se instalou em toda a sala.

— Tudo bem… Eu vou pensar e o que eu decidi vocês ficarão sabendo. — Liam deu as costas e se retirou da casa.

~o~

Liam só aguentou guardar o segredo até o ano seguinte, segundo ele não seria nada vantajoso ficar longe da filha enquanto ela cresce com um pai e uma mãe fazendo com que ele não seja nada na vida dela. A reunião foi antecipada alguns anos e depois de escutar toda a verdade, a não tão pequena Izzy pediu a Liam para chamá-lo de tio e sem escolha ele aceitou com a condição de poder pegá-la uma vez por mês para ficar um final de semana em sua casa junto à seus irmãos.




Espero que tenham gostado ❤

Não se esqueçam de me dizer o que acharam, é importante. ❤

- Tay

Reaction: Te assistindo competir no ISAC

• Rap Monster • 

 Ficaria feliz de lhe ter competindo tão perto de você. Suas modalidades não tinham ficado tão distantes, então era ótimo poder te ver competir sem ter que dar uma volta na quadra para isso. De vez em quando, quando seus olhares se cruzavam, ele fazia questão de sorrir e se agitar como quem estivesse animado torcendo pro você. 

 É claro que os fans seriam os mais animadas quando vissem vocês dois interagindo, e Namjoon te desafiaria para uma corrida amistosa na hora do intervalo deixando-os mais loucos ainda. 

Keep reading

Diálogo existencial.

Sente-se disse a escuridão.
Quem é você? Sou eu a indecisão.
Somos amigos íntimos, conheço seus casos e acasos, seu caos e sua confusão.
Olá, disse a tristeza, aquele que no travesseiro traz tempestade pro lar.
Calma, gritou o desespero, você não estar só, somos todos juntos e juntos somos um só.
O que você tem?
Disse a ansiedade.
Azar na sorte e sorte no azar.
Resmungou o complexo de inferioridade.
Mas, isso não é ter, é ser!
Gritou a rejeição.
Que seja, não ando tendo sorte em nada mesmo.
Resmungou a solidão.
Oi, tudo bem?
De novo essa pergunta…
Sofro de solidão aguda!
Acorde!
Disse a preguiça.
Continuarei dormindo.
Respondeu o desânimo.
Você é insistente.
Falou a vida.
Não, apenas parei de acreditar que existe alguém que se importa.
Resmungou a depressão.

@luizmchd

Moço,
A verdade é que eu não tenho mais como seguir.
Não estou feliz e nem triste.
Somente cansada e cheia de tudo.
Suas palavras que antes me davam conforto hoje só me fazem pensar se realmente as mereço.
Acredito que não.
Por que oferece seu amor a um caso perdido como eu?
Com tantos corações por aí, por que escolheu o meu que já está fraco de tanto apanhar?
Me pede para sorrir, mas não sabe que não consigo mais.
—  Menina bordada
BTS como namorado

Eu sei que estamos a um bom tempo sem postar, mas por favor nos perdoem. Como temos muitos pedidos, decidi adiantar, não é uma reaction, espero que gostem.

\ yoongi j // 


Rap Monster/Namjoon

Sempre que terminasse uma música, convidaria você para escutar e esperaria sua aprovação.

- Elogiaria você nas entrevistas.

- Te convidaria para ir a premiações e na hora de receber os prêmios, sempre agradeceria seu apoio.

- Toda a vez que descobrisse uma banda boa do gênero que você gostasse, lhe apresentaria.

- Compraria livros e leria eles para você.

- Quando brigassem, se sentiria culpado, mas mesmo assim daria uma lição de moral.

- Ameaçaria os meninos, caso achasse que estavam tentando outro coisa com você. 


Jin/SeokJin 

Cozinharia para você todas as noites. 

- Lhe chamaria a atenção se fizesse algo de errado.

- Contaria piada de vô, esperando que você risse.

Toda vez que o elogiasse, ele concordaria e diria o quão sortuda era de ter ele.

- Não deixaria você ficar mais de cinco minutos perto dos meninos, por medo deles tirarem sua inocência. 

- Sempre mandaria flores e bombons no seu aniversário. 


Suga/Min Yoongi 

- Tentaria converter você para o mundo do hip hop, mas mesmo que não fosse fã de pop, escutaria caso você colocasse.

- Deixaria apenas você ler suas composições e perceber que são sobre você.

- Caso você desse um sermão nele, o mesmo fingiria que estava dormindo pra você acabar logo.

- Toda vez que lhe citassem nas entrevistas, ele ficaria se gabando e dizendo o quão sortudo era. 

- Faria caretas se o meninos começassem a elogiar sua namorada.

- Fingiria não se importar muito com o relacionamento, mas saberia todos as datas comemorativas do namoro. 


Jhope/Hoseok

- Te alegraria todas as vezes que estivesse triste.

- Tentaria te ensinar a dançar as coreografias do grupo. 

- Pediria para você ensinar ele a falar seu idioma.

- Caso brigassem, começaria a chorar na hora.

- Sempre levaria você junto nas jantas dele e do grupo, para te deixar mais enturmada.

- Não teria vergonha de ficar agarrado com você em publico. 

- Sempre comentária nas entrevistas o quão carinhosa você era com ele.


Jimin/Park Jimin

- Tiraria muitas selcas de vocês juntos.

- Caso você estivesse em um show, faria movimentos sexy para sua atenção se manter apenas nele.

- Se você comentasse que acha ele mais bonito gordinho, o mesmo comeria por você.

- Compraria muitos presentes, mesmo em turne, compraria e mandaria por correio.

- Adoraria andar abraçado na rua.

- Te levaria para shows e apresentações do grupo.  

- Antes de dormir, ligaria para você e ficaria horas na ligação.

- Mandaria selcas toda hora.


V/Taehyung

- Mandaria foto de todos os países que fosse na turnê.

- Ficaria tirando fotos suas e teria uma pasta com seu nome.

- Seria muito ciumento. 

- Sempre te ligaria por facetime e ficaria te admirando. 

- Elogiaria você, mesmo que não tivesse em um dia bom. 

- Estaria muito triste, caso as armys fizessem comentários maldosos sobre você.

- Compraria milhares de roupas iguais, para vocês usarem como casal.

- Se brigassem, choraria e ficaria o resto do dia triste. 


Jungkook/ Jeon Jung-kook

- Cantaria para você dormir. 

- Seria tímido na hora de ser carinhoso com a namorada em publico.

- Deixaria apenas você chamar ele de oppa, mesmo que ainda se sentisse velho.

- Teria vergonha de mostrar seu abs.

- Quando sua namorada estivesse dormindo, ficaria observando ela.

- Ficaria muito feliz se escutasse uma army elogiando você.

- Faria palhaçada e pegadinhas com você.

- Não gostaria de ver os hyungs abraçados com você.

Um homem maduro, mas com uma alma de criança esperta, sentimentos confusos, era alegre e triste ao mesmo tempo, cada texto escrito por ele, revela uma parte dele que razoavelmente sempre tentava esconder. Mas o pouco que ouvi a voz dele, senti que na verdade era uma pessoa melindrosa que só queria encontrar a felicidade nos seus casos meio doidos, em cada trechinho dele, eu me encontro, me desperto e me sinto viva, ele mesmo não estando mais por aqui, sinto que cada vez que leio um livro ou repito aquela entrevista onde ouço claramente a voz dele, me sinto acolhida por ele, um anjo triste, mas verdadeiro, de alma serena e boa, ele disse: “Queria tanto que alguém me amasse por alguma coisa que eu escrevi.” Aí eu rapidamente disse: “Acredite, eu te amo além das tuas autorias, mas claro que amo as coisas que você escreveu, porém eu amo você, Caio.” Mesmo não podendo dizer isso a ele pessoalmente, confesso, sou uma grande amante e fã dele, e isso sempre serei.
—  Em memória a Caio Fernando Abreu.

One Shot Harry Styles

  • Pedido - Faz um q a filha da sn está com câncer, mas não está muito avançando e o Harry é o palhaço do hospital( pode ser o médico tbm mas q brinque com as crianças) e ele e a sn começam a ter um caso


(Seu nome) tem evidentes olheiras abaixo dos olhos e boceja ao lado da cama de sua menina enquanto a pequena desenha em seu pequeno caderno com alguns lápis de cores espalhados por sua cama.

Desde que a quimioterapia começou, a pequena criança acorda durante a noite chorando e vomitando para o desespero de sua mãe. A mulher sabia que era um efeito colateral, assim como a queda do cabelo, mas não deixava de sentir dor ao ver sua filha de quatro anos passando por tudo aquilo. (Seu nome) sabia também que mesmo muito nova e com um tumor pequeno, a menina era uma guerreira por passar por tudo aquilo com um sorriso no rosto. Eram raras ás vezes que ela resmungava, somente quando o enjôo estava muito forte.

— Mamãe, eu desenhei nossa família. — a pequena disse animada sorrindo enquanto estendia o caderno em direção a mãe.

— Você tem muito talento, minha filha. — (seu nome) sorriu pegando o caderno em suas mãos.

O desenho era quatro pessoas desenhadas de forma desajeitada e representava a pequena, sua mãe e seus avós. Todos estavam sorrindo, a menininha não se desenhou com cabelo e (seu nome) soube que ela está reagindo bem depois que teve que cortá-los.

(Seu nome) foi mãe solteira porque seu namorado a abandonou quando descobriu que ela estava grávida, no começo ela ficou mal, mas decidiu que foi melhor daquele jeito porque ela se aproximou de seus pais de uma forma que nunca havia se aproximado. Eles estavam mais próximos do que nunca e estavam muito felizes com a bebê que logo chegaria.

Foi um baque para eles quando em exames de rotina foi apontado que a menina tinha um pequeno tumor que se não fosse tratado cresceria, eles não demoraram a buscar o tratamento. Depois que a quimioterapia foi sugerida pelos médicos, (seu nome) resolveu que queria ficar no hospital para caso alguma coisa desse errado ou precisassem de ajuda urgente, ela tinha muito medo de perder a filha mesmo que os médicos a assegurasse que as chances de cura eram bem grandes.

Batidas na porta chamaram atenção das duas e (seu nome) devolveu o caderno da filha caminhando até a porta a abrindo para dar de cara com Harry, médico e psicólogo nas horas vagas.

— Espero não estar incomodando. — ele sorriu entrando no quarto depois de cumprimentar a mulher com um beijo no rosto. Eles já haviam conversado algumas vezes na cantina do hospital enquanto tomavam um café, poderiam até dizer que já eram amigos. Harry distraia a mulher e a fazia rir.

— Claro que não, ela já estava com saudades. — Harry havia tirado alguns dias de folga para visitar sua mãe e outro médico havia o substituído.

— Quem é a princesa mas linda de todo esse andar? — Harry perguntou animado chamando a atenção da menina que logo exibiu um grande sorriso.

— Arry! — (seu nome) sorriu com a animação da filha sentindo seu coração se aquecer.

— Eu estava com muitas saudades, princesa. — Harry caminhou até a pequena e se sentou na ponta da cama a recebendo em seu colo para um abraço — Sua mãe me mandou um vídeo do momento em que você cortou o cabelo, eles vão crescer mais lindo do que já eram antes. — ele acariciou o rosto da garotinha.

— Mamãe já me falou isso. — ela sorriu olhando para a mãe que agora estava sentada na poltrona ao lado da cama.

— Que bom que você acreditou… Sua mãe é uma mulher muito sábia. — Harry sorriu e (seu nome) corou um pouco — Eu estive pensando em uma coisa e me decidi quando eu estava vindo para cá. Eu fiquei com muita inveja de você porque você ficou muito linda até sem cabelo, então eu trouxe uma coroa para você e trouxe minha irmã para cortar meu cabelo também. — a garotinha arregalou os olhos e abriu a boca.

— Eu gosto dos seus cachinhos, Arry. — seus pequenos dedinhos se enroscaram no cabelo homem enquanto um biquinho formou em seus lábios.

— Você se esqueceu que cabelos crescem de novo? — ele tocou o pequeno nariz com a ponta do seu dedo indicador.

— Mas agora que eu não tenho o meu, eu quero brincar com o seu.

— Tudo bem, tudo bem… Você venceu. — Harry riu — Eu acho que não ficaria tão bonito quanto você. — ele fez uma cara triste.

— Você é bonito, Arry. Não é mamãe? — a menina voltou a atenção para sua mãe.

— Muito bonito, Hope. — a mulher assegurou a filha mesmo tendo as bochechas um pouco coradas.

— Obrigado, vocês também são meninas muito bonitas. — ele fez cócegas na pequena.

[…]

Depois que Harry entregou a coroa para a menina - que exibiu um sorriso tão grande e iluminado que fez os dois adultos presente sorrirem também - os dois seguiram um tempo conversando e desenhando juntos, já que Harry estava em seu último dia de folga. Algumas horas depois a menina mostrou sinais de cansaço e (seu nome) a colocou para dormir a deixou com sua mãe - que havia acabado de chegar quando a pequena dormiu - para que pudesse tomar um café com o Harry como faziam de vez em quando.

— Obrigada por tudo que você tem feito. — (seu nome) agradeceu e bebeu um gole de seu café — Sabe, essa fase da vida dela poderia ter sido bastante triste e entediante se você não tivesse ali todos os dias para alegrá-la. Então muito obrigada, você fez bem para mim também fazendo-a feliz.

— Você sabe que não precisa agradecer… — Harry buscou a mão da mulher sobre a mesa e a cobriu com a sua carinhosamente — Não foi por obrigação, eu fiz porque gosto muito da baixinha, como se fosse minha… — ele parou no meio da frase se proibindo de falar o que estava pronto para sair, com medo de assustar a mulher — Como se fosse da minha família.

(Seu nome) sorriu sem saber o que dizer e eles permaneceram em silêncio por alguns minutos tomando seus respectivos cafés. O silêncio não era algo incômodo, era confortável, era como se eles conversassem com os olhos já que não conseguiam parar de se olhar.

[…]

A última quimioterapia havia passado e (seu nome) aguardava os exames que diriam se sua filha estava ou não curada do câncer, mas os minutos pareciam passar em câmera lenta fazendo com que Harry nunca entrasse por aquela porta. Mais alguns minutos até que batida baixas na porta soaram no quarto e (seu nome) praticamente correu para abri-la só para ver um Harry com cara de enterro completamente desanimado segurando papéis em uma mão.

Os olhos da mulher se encheram de lágrimas porque se Harry estava tão triste a notícia não era nada boa e isso fazia seu coração se apertar cheio de angústia.

— Ela está cem porcento curada do câncer! O tumor desapareceu! — ele falou animado sorrindo largo.

— Porque e você fez aquela ceninha? Quer me matar do coração, pois saiba que quase conseguiu.

(Seu nome) já chorava - parte pela brincadeira e parte de felicidade por sua filha ter vencido a batalha - enquanto Harry continuava sorrindo não conseguindo se conter em abraçar a mulher apertado pedindo desculpas.

— Mamãe?! Arry?! — eles desfizeram o abraço ao ouvir a voz sonolenta de Hope que coçava os olhos por ter acabado de acordar.

— Desculpa te acordar princesa. — Harry se aproximou da cama — Eu trouxe boa notícias. Você já pode voltar para casa, está tudo bem com você agora.

— Tudo bem? Sem coisas ruins na minha barriguinha? Sem Arry também? — Hope falou a última parte tristemente.

— Eu vou sempre te visitar princesa, você não vai se livrar de mim. — ele sorriu a pegando no colo e sorriu mais ainda quando ela travou os bracinhos em seu pescoço.

— Não quero ficar sem Arry… Não quero nunca!

— Você não vai ficar, pequena. Eu sou seu amigo e sou muito amigo da sua mãe também. — ele sorriu para a mulher se lembrando da noite que saíram para jantar e se beijaram antes que ele a deixasse em frente ao hospital — Eu vou estar sempre que puder na sua casa para brincar com você. — (seu nome) sorriu para ele feliz pelo carinho que ele tem pela menina.

[…]

— Mamãe! Papai! — a garotinha corria atravessando a sala com uma folha em suas pequenas mãozinhas — Eu desenhei a nossa família.

Hope, agora com seis anos, chegou na sala se jogando no colo de sua mãe que estava sentada entre as pernas de seu pai assistindo um programa de culinária.

— Você tem muito talento, minha pequena artista. — o homem sorriu apoiando o queixo no ombro da mulher para que pudesse ver o desenho.

— Mamãe já me falou isso. — ela sorriu.

— Que bom que você acreditou… Sua mãe é uma mulher muito sábia. — ele sorriu beijando o ombro da mulher.

— Olha… Aqui é a mamãe… Essa aqui sou eu segurando a mão da mamãe… — a menina apontou para si mesma desenhada no papel — E aqui é o papai Arry segurando a minha mão.

Os três sorriram com o desenho que retratava a pequena família deles e dessa vez a pequena Hope pôde se desenhar com cabelos porque eles já estavam compridos até seu ombro.

Ela venceu o câncer e de brinde ganhou um pai muito amoroso.



Espero que tenham gostado… ❤

Deixem seu importante favorito ❤

- Tay