navegate

Melted(TaeKook). Hot Coals AU.

Pairing: Taekook

Warnings: Smut (+19)
Word counting: 4.604

Sumary: It keeps a story between Taehyung and Jungkook after the end of Hot Coals but is readable without the main story. Taehyung goes throught an existencial crisis with kinky shit all the way.

A/N: It’s under a “read more” tab, if you are in your phone and it doesn’t work try to open it on the navegator. 

[Prequel]

Keep reading

7

Colombian Navy,the marine infantry, a mostly riverside force tasked with the patrol and control of the navigable rivers of the country, once taken by guerrilla groups, terrorists and drug lords. 

Armada de Colombia, la infantería de marina, una fuerza en general fluvial encargada de patrullar y controlar los ríos navegables del país, en el pasado apoderados por guerrilleros, terroristas y narcotraficantes. 

Eu sou oceano, e você só conhece uma gota sobre mim. Digo, se quiseres navegar por esse oceano, tome cuidado, pois a maioria que navegou por essas águas caóticas naufragaram, poucos conseguiram chegar no meu cais.

Hoje a saudade bateu e eu apanhei. Eu ainda não descobri outra maneira de ameniza-lá do que a passando pro papel. A nossa história continua existindo entre as linhas desse texto que você provavelmente nunca irá ler.
—  Thaís Lopes, navegou.

Made a few changes to the blog’s design.

 -It should be  easier to read with the new theme

 -Now you can read asks from the very beginning! (Mobile users will have to use navegator, NOT the app, trust me tumblr app is garbage when it comes to links and tags)

Entre beijos e desejos eu no fundo sabia que ela só estava ali de corpo. Eu sabia que seu corpo, naquele momento, me pertencia. Eu sabia que tudo aquilo não passava de mais uma cena que na manhã seguinte seria esquecida, e que semana que vem estaríamos ali novamente. Seu toque me fez ter certeza de que dessa vez não seria apenas um jogo, seus suspiros me convenceram de que você estava certa, aquelas repetidas palavras me fizeram acreditar em tudo que seus lábios me contavam. Por um segundo pensei acreditar na parte em que você contava sobre os mares que navegou, e que na orla da minha praia encontrou algo chamado amor. Perdi a noção do tempo, e aquele olhar ardente, pairado sobre meus olhos… eu te juro que naquele momento eu pude ver o seu navio, e a tua história eu vi, vivi e senti. E assim na ilusão de oceanos eu me afundei, de repente pego-me sem controle e noção, percebi que dá sua atuação eu não faria mais parte, pois em minha orla não existia mar o suficiente para você navegar todos os dias.
—  Gabriela Piragibe