navegate

Crônicas de um marinheiro que nunca navegou

Olá estrelinha, já faz tempo não? Tanto tempo que não conversamos, ou ao menos nos cumprimentamos né? Eu não contei nenhuma das nossas histórias, nunca falei sobre como você me ensinou a içar as velas, a segurar o leme bem firme, a procurar as melhores ondas, mas principalmente a me guiar usando uma estrela no horizonte, não te culpo por isso, é natural de qualquer relacionamento ter sonhos ou esperanças, ninguém sabe de tudo isso, apenas acham que eu fui cruel demais em te deixar, a primeiro imediato sempre me fala sobre como existem outras estrelas no céu, outros portos no mar, novas ondas carregadas de emoções, mares que nunca foram navegados, ela me fala coisas bonitas sabia? Eu sinceramente gosto de ouvir tudo isso, me sinto confortável ouvindo tudo isso, claro, claro, não é a mesma coisa que estar em seus braços mas não deixa de ser bom, eu tento relaxar com a ideia, mas é difícil lidar com tudo sem ter uma bússola ou algo na qual eu possa me guiar, a primeiro imediato disse que eu deveria esperar um pouco mais, que eu deveria relaxar e me acalmar, e novamente ela está certa, você entende estrelinha? Eu não queria que as coisas fossem diferentes, mas isso não é possível, infelizmente a impossibilidade de avistar um mar tranquilo ao seu lado me fez largar o leme, tudo bem eu sei que foram anos… Mas nem tudo é do jeito que queremos não? Você entende não é? Você sempre me entendeu estrelinha, me diz que você entende tudo isso…

Melted(TaeKook). Hot Coals AU.

Pairing: Taekook

Warnings: Smut (+19)
Word counting: 4.604

Sumary: It keeps a story between Taehyung and Jungkook after the end of Hot Coals but is readable without the main story. Taehyung goes throught an existencial crisis with kinky shit all the way.

A/N: It’s under a “read more” tab, if you are in your phone and it doesn’t work try to open it on the navegator. 

[Prequel]

Keep reading

anonymous asked:

Hal's art is weird and creepy and maybe it just doesn't make sense. But to add to the effort of trying to make sense of it- I think he at least drew the figures pre-infusion, because it looks like the red stuff coming from his boots is a form of propulsion, and post-infusion Hal can fly without that. Just food for thought I guess, to try to help navegate the creepy maze that is this drawing.

AH! The jet propulsion, yes; good point! @parrotfishteeth more support for your theory!

EL VOCABULARIO DEL IMPERIO ROMANO

¡Hola! Yo sé que dije que esta lista de vocabulario estaría lista ayer, pero unas personas (específicamente, @intergalacticocean and @le-clarinerd. Te estoy vigilando, Jack) me distrayeron y no podía hacerlo. Me gustaba lo que me mostraron, así que creo que todo es bueno. Y también, ¡es el cumpleaños de @intergalacticocean mientras escribo este aporte! Debéis desearle un cumpleaños feliz. Yo sé que dije que incluiría unas palabras de China en esta lista, pero todas de estas palabras vienen de dos páginas de mi libro de texto y la lista habría sido demasiada larga si las incluyera. ¡Disfruten! (Y a habladores nativos, si vieran un error, envíenme un mensaje por favor). Todas de las palabras siguientes están mostradas en sus formas masculinas.

NOMBRES

Anatolia - (la) Anatolia
Sicily - (la) Sicilia
Sardinia - (la) Cardeña
Spain - (la) España
Phoenicia - (la) Fenicia
Lebanon - (el) Líbano
Tunisia - (el) Túnez
The Apennines - Los Apeninos
The Mediterranean Sea - el mar mediterráneo
The peninsula - la península
The island - la isla
The arc - el arco
The region - la zona/la región
The valley - el valle
The soil - la tierra
The boundary - la frontera
The desert - el desierto
The city-state - la ciudad estado
The plebeian - el/la plebey@
The society - la sociedad
The obligation - la obligación
The prestige - el prestigio
The aristocrat - el aristócrata
The inequality - la desigualdad
The bust - el busto
The ancestor - el antepasado
The deity - la diedad
The spirit - el espíritu
The offering - el ofrecimiento
The energy - la energía
The fire - el fuego
The covenant (religious) - la Alianza
The religion - la religión
The phalanx - la falange
The general - el general
The retinue - el séquito
The grasp - el apretón
The case - el caso
The Senate - el senado
The council - el consejo
The elder - el anciano
The Republic - la república
The power - la fuerza
The assembly - la asamblea
The campaign - la campaña
The official - el funcionario
The republican - el republicano
The board (management) - el consejo
The army - el ejército/las tropas
The hoplite - la hoplita
The war - la guerra
The autonomy - la autonomía
The governor - el gobernador
The revenue - los ingresos
The wealth - la riqueza
The influence - la influencia
The elite - la élite
The protection - la protección
The citizenship - la ciudadanía
The commerce - el comercio
The conquest - la conquista
The system - la sistema
The tax - el impuesto
The senator - el/la senador(a)
The attack - el ataque
The advisor - el/la consejer@
The deputy - el/la sustitut@

ADJETIVOS

Navigable - navegable
Coastal - costero
Mild - apacible
Fertile - fértil
Volcanic - volcánico
Indigenous - indígena
Intuitive - intuitivo
Responsible - responsable
Provincial - provincial
Legal - legal
Sovereign - soberano
Judicial - judicial
Arbitrary - arbitrario
Laborious - laborioso
Political - político
Elite - elitista
Sophisticated - sofisticado
Reluctant - renuente
Protracted - alargado
Bloody - sangriento
Celtic - celta

VERBOS

To tap (extract ) - explotar
To encompass - abarcar
To equate - equiparar
To battle (military) - combatir
To fail - fracasar/fallar
To reform - reformar
To conquer (military) - conquistar
To withdraw - retirarse
To impose - imponer
To collaborate - colaborar
To resist (oppose) - resistirse
To oversee - supervisar

Mas é que a gente é bom assim, nesses encontros casuais, sem obrigações de ligar no dia seguinte, sem cobranças desnecessárias. A gente tem uma conexão forte, quando estamos juntos é como se o mundo lá fora não importasse, eu até gosto de perder meu tempo contigo. Mas é só isso, depois a gente finge que se esqueceu e volta pra mesma rotina. Eu gosto de quando você aparece sem avisar e diz que do meu lado só consegue sorrir, teu sorriso me fez até esquecer o quanto você é problema pra mim. É uma guerra constante dentro de mim, quando você me olha assim e beija minha testa, eu quase acredito que você presta. Não somos de se apegar, você nunca prestou a ironia é que eu também não, somos bons juntos, mas ainda melhores sozinhos. Somos do mundo moreno, não fomos feitos pra durar, não suportamos a mesmice, quebramos as regras, nunca tivemos limite. Eu sou atraída pelo errado porque talvez eu seja errada também. Nosso caso é livre, eu sei que cê gosta, não precisa dar nome não, pra algo que não tem explicação. A gente se encontra quando a vontade bater, sem compromisso, deixa rolar o acaso sempre dá um jeito de te por no meu caminho.
—  Thaís Lopes, navegou.
7

Colombian Navy,the marine infantry, a mostly riverside force tasked with the patrol and control of the navigable rivers of the country, once taken by guerrilla groups, terrorists and drug lords. 

Armada de Colombia, la infantería de marina, una fuerza en general fluvial encargada de patrullar y controlar los ríos navegables del país, en el pasado apoderados por guerrilleros, terroristas y narcotraficantes. 

Hoje a saudade bateu e eu apanhei. Eu ainda não descobri outra maneira de ameniza-lá do que a passando pro papel. A nossa história continua existindo entre as linhas desse texto que você provavelmente nunca irá ler.
—  Thaís Lopes, navegou.
Eu tinha me apaixonado. Eu me apaixonei e me fodi. Deitei na cama em posição fetal. Doeu pra caralho quando ele disse “Adeus”, oh, como doeu, parecia que eu tinha partido ao meio, mas não parti, não daquela vez, no momento em que eu quis ir atrás e percebi que ele não queria isso, ah, aí sim que doeu ainda mais, dessa vez eu enverguei. Tô meio torta, um pouco trincada, pronta para partir ao meio. E foi a primeira vez que me senti assim, como se as palavras não passassem pela minha garganta necessitando de serem colocadas para fora, para perto de teus ouvidos. Eu sinto tanto por tudo que aconteceu e por ter percebido meu amor tarde demais, quando não havia mais saída, quando não havia mais alternativa alguma nem para dizer um oi. E me dói tanto de pensar que isso não vai cessar logo, que você não volta e que agora tudo esta mais difícil sem você para me acolher. Tenho essa mania de amar demais, sentir demais, sempre tudo é ao dobro. Em excesso. Eu transbordei de excessos por você. E você deixou eu me afogar. Me afoguei em meus sentimentos e em meu amor, enquanto você pegava o barco para longe de mim. Navegou levando meu maior tesouro, que era o seu amor. Oh capitão, volte para mim. Porque a saudade já está imensa aqui, e eu nem sei se ainda sou a mesma desde que você se foi. Sinto sua falta desde o amanhecer ao sol se pôr de tardezinha. Tudo aqui dentro já está destruído, os caquinhos de mim estão sendo cravado no meu coração. Ver se volta, e faz moradia. Ver se volta, e cura a dor da tua ausência. Ver se volta, porque desde que você se foi eu me parti, sou apenas cacos. Ver se volta, pra preencher o lugar que sempre foi teu. Me sequestra pro teu navio, e faz de mim tua prisioneira. Que eu juro juradinho que nenhum amor por ti é maior que o meu.
—  Na tua partida eu me parto. Escrito por Paula, Lorrayne, Samara e Amanda em Julieta-s

Made a few changes to the blog’s design.

 -It should be  easier to read with the new theme

 -Now you can read asks from the very beginning! (Mobile users will have to use navegator, NOT the app, trust me tumblr app is garbage when it comes to links and tags)

Eu sou oceano, e você só conhece uma gota sobre mim. Digo, se quiseres navegar por esse oceano, tome cuidado, pois a maioria que navegou por essas águas caóticas naufragaram, poucos conseguiram chegar no meu cais.

The Last AU MASTERPOST

The Last AU:

This is an Alternate Universe in which everybody has the chance to live once again. There is no way to return to your regular lives, this is your new life and you have the choice to cherish  or waste it.

Maybe you were unhappy in your last life, maybe you died, or maybe you were successful and loved. That doesn’t matter anymore, this is who you are now and everything you were before should be left behind.

I wish you good luck with that.

Now let’s talk about rules and details of this Universe

Keep reading

Enquanto falava com você senti saudades suas, e de todas as palavras que já te ouvi dizer. Enquanto falava com você analisei tua voz, teu timbre, teu silêncio. Enquanto falava com você tentei gravar tua respiração e tua risada. Enquanto falava com você desejei mais tempo, mais horas, mais minutos, infinitos segundos. Enquanto falava com você descobri que precisava da tua presença, e que com a tua ausência eu ganharia um vazio. Enquanto falava com você imaginei sua volta e tentei fazer dela minha âncora, um motivo pra não chorar. Enquanto falava com você experimentei o misto de felicidade e tristeza, de alívio e pesar. Desejei seu regresso antes da sua partida e que os dias longe de você se transformassem em horas e se desfizessem em segundos… Enquanto falava com você te amei.
—  De navegant-e para compostos.

Você me dói concentrado no peito. A dor não irradia porque os músculos não aguentariam a letargia. Eu te escrevo com o eco de Chico Buarque nas paredes porque sozinha não sou capaz de formar frases coerentes, me espalho entre as notas. Tenho o peito fadigado como quem já desistiu sequer de cogitar enredos bonitos. Eu te disse incontáveis vezes com triste naturalidade: não fui feita para ficar. Marco e parto, não me entranho, não fui feita para criar raízes - eu, que sempre desejei ter alento quando os ombros pesam. Não sou de ninguém porque não foi me dada a escolha. Sou uma hipótese, mal passo da idealização de histórias belas que quem ver sonha em viver com outrem. Eu não sirvo para a vida além dos rascunhos.

“Mas você me navegou mares tão diversos, e eu fiquei sem versos, e eu fiquei em vão”.

G.

Entre beijos e desejos eu no fundo sabia que ela só estava ali de corpo. Eu sabia que seu corpo, naquele momento, me pertencia. Eu sabia que tudo aquilo não passava de mais uma cena que na manhã seguinte seria esquecida, e que semana que vem estaríamos ali novamente. Seu toque me fez ter certeza de que dessa vez não seria apenas um jogo, seus suspiros me convenceram de que você estava certa, aquelas repetidas palavras me fizeram acreditar em tudo que seus lábios me contavam. Por um segundo pensei acreditar na parte em que você contava sobre os mares que navegou, e que na orla da minha praia encontrou algo chamado amor. Perdi a noção do tempo, e aquele olhar ardente, pairado sobre meus olhos… eu te juro que naquele momento eu pude ver o seu navio, e a tua história eu vi, vivi e senti. E assim na ilusão de oceanos eu me afundei, de repente pego-me sem controle e noção, percebi que dá sua atuação eu não faria mais parte, pois em minha orla não existia mar o suficiente para você navegar todos os dias.
—  Gabriela Piragibe