nao gostei :

acendo o cigarro. 1, 2, 3. trago três vezes. 1, 2, 3.

sua imagem turva na minha mente feito um vulto transcende as nossas memórias obstinadamente. a sua risada ecoa nas paredes dos meus ossos e cada partícula recebe uma pancada suave, porém contínua. você me disse que eu não deveria fumar devido à minha asma severa e eu te prometo que só o faço quando você eclode nas partes mais escuras da minha cabeça doente. você me disse que eu não deveria fumar e eu não o fiz por uma eternidade de tempo, porque você me contou que se preocupava com a minha saúde já tomada. você me segurou naquelas noites e me disse e me disse e me disse para não fumar. foram três vezes que você me disse para não fumar e nenhuma delas eu o fiz. eu te abraçava na varanda do edifício e tudo parecia ficar melhor. o céu mais limpo, os meus pulmões, as tuas palavras, os carros na avenida, nós.

1, 2, 3.

foram três as vezes em que eu fumei quando você me falou sobre ela e, desolado, chorava e tentava me contar da forma mais sutil e menos cruel o quanto gostava de mim, mas amava ela. eu lembro bem que ri de você nessa hora porque invertemos os papéis de forma hilária. você me quebrou enquanto chorava e eu ri porque finalmente as coisas pareciam se encaixar. eu nasci para colidir, para o escárnio e para o jogo que participamos e eu perdi. você, tão ruim quanto a nicotina estagnada nos meus órgãos e nos teus, me mostrou o paraíso e o inferno simultaneamente. 

1, 2, 3.

eu nunca te contei, mas eu chorei a noite inteira por três dias depois do nosso adeus. parecia que você se esvaía do meu corpo e eu não podia te permitir ir embora daquela forma tão dolorosa. sei que o fim nos mostrou mais sobre quem somos do que como fomos juntos. apesar de tudo, creio que precisávamos disso. eu precisava disso na minha vida, eu precisava te conhecer para me entender e perceber que mesmo que eu sempre acabe sucumbindo, eu continuo existindo, aqui. assim como você continua rindo e fumando. eu já não fumo, mas a asma continua matando o que restou.

1, 2, 3.

você foi o meu vício e eu, o mártir para o nosso caos. 

friendship bios

(não esqueçam de colocar o user da sua amiga no lugar de @username) 

quando eu nasci jesus olhou pra mim com cara feia e disse nao gostei dessa dai vai ser amiga da @username e aqui to eu

@username é um bichinho do inferno satanas mandou ela atras de mim só pra me perturbar nao é possivel

foufa, eu sou amiga da @username, tenho cara de quem ta bem?

tu acha que ser amiga da @username é legal? sabe de nada inocente 

as vezes eu olho pro céu e penso como seria minha vida sem a @username olha acho que eu to merecendo umas chineladas na cara

acho que quando deus ia escrever minha historia ele deu para o capeta escrever por isso tenho essa vida fodida e tenho que ser amiga dessa praga @username 

fui na igreja falar com o padre e quando ele soube que eu era amiga da @username ele me deu 3 terços e 1 biblia juro que nao entendi

a distancia é grande mas o amor é maior @username 

se eu tenho ciumes da @username??? quer testar??? chega perto dela pra tu ver vagabunda

olha eu poderia começar a te contar como é ser ser amiga da @username mas vou te poupar tanto sofrimento

sera que é pecado ser amiga da @username??????????????

o capeta deve tá rindo de mim agora lá no inferno porque ele quis me foder e me tornou amiga da @username 

*:・゚✧*:・゚✧ sou amiga da @username os portões do ceu estao eternamente fechados para mim *:・゚✧*:・゚✧

eu estava aparentemente bem até aparecer a @username na minha vida, sai troço ruim, passa que eu não te quero mais 

 [god’s voice]:olha eu qr mt te deixar entrar no meu reino de magia e alegria mas vc se rendeu as armadilhas do satanas e agr é amiga da @username n posso fazer nd

atenção atenção a @username já tem dona, rala sua mandada

sou amiga da @username, o que você esperava de mim?

se meteu com a @username se meteu comigo também

me: fibroi @username : galinha

palavras não expressam o que você significa pra mim @username 

era uma vez eu e a @username 

@username é luz raio estrela e luar

deus que pecado eu cometi pra ser amiga da @username ?

não repassei as correntes do orkut e agora sou amiga da @username

eu poderia ta roubando, matando e estuprando, mas to aqui sendo amiga da @username , cade meu prêmio nobel?

até que eu te amo @username

pata peta pita pota @username

  • like if you use or save / dê like se você usar ou salvar
  • credite on twitter @expectodair / credite no twitter @expectodair
  • the icon and header are not of our authorship / o icon e a header não são de nossa autoria 
  • Thay

insentimental  asked:

Hahaha eu aceito voce nao gostar, mas gostei muito daqui pra dar unfollow!

Aaaahhh que fofão, digo o mesmo, me dá um abraço aqui, e perdoa minha falha de caráter por não gostar de coxinha e por não saber lidar com elogios kkkkkk.

Matando saudade

Hey pessoal, é a Lii, tá sei que estou desaparecida faz um bom tempo mas como alguns devem saber estou na faculdade e as coisas sempre estão corridas. Não é bem uma desculpa para um sumiço tão longo mas a verdade é que por muitas ideias e imaginação que tenha nao tou conseguindo escrever, não ta rolando como rolava, não flui, não é mais natural e rapido como era… Tenho algumas coisas começadas mas nunca as cheguei a acabar ou postar porque nao tava conseguindo escrever como queria. Este imagine é o primeiro que acabo em tempo e nao gostei, Nessa disse que tava bom mas estou pensando seriamente em desistir de escrever mesmo com as ferias aí á porta, serio, me digam o que acham do imagine, se estiver ruim digam, não precisam me insultar mas podem dizer que esta ruim que eu nao vou ficar ofendida nao. Bem é isso ai, me digam a vossa opiniao e boa leitura :) 


Ele estava perto, tão tão perto, eu podia sentir o meu sangue correr mais rápido nas minhas veias em antecipação.

Meu telefone vibrou.

Estou a caminho. O avião aterrou faz 5 minutos.

Oh Deus. Ele estaria aqui em pouco tempo e eu estava pronta para sentir o cheiro dele de novo, a pele dele, a barba mal feita no meu corpo, o seu suor escorrendo pelas suas costas, a sua respiração no meu pescoço, o seu gemido no meu ouvido. Não conseguia mais esperar

Mal posso esperar para que estejas em casa

Já faltou mais baby

Eu sei, tem cuidado para não seres parado pela policia

Isso não seria inteligente, ficaria mais tempo sem ti. Estou quase a chegar.

AHHHHH estou quase a correr pela porta e ir em direcção ao aeroporto

NÃO! Estariamos em lados opostos da estrada, eu iria pular e ficaria ferido. Ias cuidar de mim de seguida?

Sem ferimentos, precisas de estar de perfeita saúde para o que tenho em mente. E sim, cuidaria de ti.

A conversa ficou muito interessante mas assim que ouvi um carro estacionar, sabia que tinha de ser ele, corri para a porta e quando a estava a abrir ouvi uma batida na porta. E ali estava ele, perfeito, lindo, sorrindo para mim. Lancei-me contra ele e ele me apanhou. Meu, finalmente meu. Lábios contra lábios, ele me arrastou para dentro e fechou a porta com o pé e então eu senti a porta contra as minhas costas, o seu corpo sem um mínimo espaço contra o meu, mas mesmo assim não conseguia ter o suficiente dele, ele nunca estaria perto demais para mim.

-Te amo – ele disse separando um pouco os nossos lábios

-Também te amo – disse suspirando enquanto os seus lábios atacavam o meu nariz, as minhas bochechas, o meu pescoço, qualquer sitio que ele pudesse alcançar.

-Me toca – disse o apertando ainda mais com as minhas pertas à volta de sua cintura, ele me prensou com força contra a porta, ele estava duro, quente e pronto para mim. Eu precisava dele já, estava à tempo demais sem ele.

-Eu vou – ele disse passando sua barba mal feita por meu pescoço e lambendo o lobo de minha orelha

-Você não se barbeou – disse feliz, ele lembrou

-Você e sua fixação pela minha barba

-Fica sexy em você, sabe bem na minha pele – disse querendo acabar aquela conversa, mesmo tendo sido eu a começar – agora me beije.

Senti ele nos movendo pelos corredores, até chegarmos ao quarto e mais uma vez ele me prensou contra a porta, a fricção causando que ambos soltasse-mos gemidos altos de contentamento. Comecei desabotoando a sua camisa, a vontade de por um toque de magia estarmos os dois gritando de prazer era palpável, não conseguíamos estar como queríamos – nus- rápido o suficiente. Finalmente a camisa estava fora do caminho e voltei a agarrar seus cabelos, enquanto ele nos movia para a cama.

Caímos juntos e senti sua mão entrar pelo meu vestido, e não, eu não tinha langerie, este vestido não precisava que eu usasse soutien então pensei que não valia mesmo a pena se ele tiraria isso em primeiro lugar. Quando ele me olhou sabia que tudo nele tinha tremido apenas por saber que não tinha nada por baixo deste vestido todo este tempo que ele me esteve segurando.

Ele me beijou no pescoço, ombros, deslizando suavemente sua mão por tras do meu vestido e baixando o ziper.

Seus lábios sugaram meus seios assim que estes estavam expostos fazendo uma corrente de prazer percorrer o meu corpo. Logo ele estava tocando minha intimidade e um gemido saiu de minha boca.

-Não, não, não – disse o empurrando e tirando do seu corpo as suas calças e os seus boxers.

Logo peguei em minha intimidade e comecei a sugar, forte e duro, rápido, fazendo-o revirar os olhos e pegar em meu cabelo por dois segundos fazendo-me ir mais fundo, para logo depois o puxar.

-Não pense que eu vou gozar em qualquer outro lugar sem ser dentro de você (s/n)

E então ele estava tocando, acariciando, testando cada parte de controlo que eu tinha, trabalhando meu corpo como se fosse a primeira vez que tivéssemos juntos.

-Me fode! – disse sem paciencia, eu queria matar saudades do corpo dele, depois eu teria tempo de fazer amor bem lentamente com ele, por agora queria sexo duro. Queria matar a vontade que tinha dentro de mim de o foder forte ate perdermos ambos todos os sentidos.

-Se assim o desejas – ele disse entrando dentro de mim, meu corpo se estava esticando, se tinha passado tempo demais sem ele dentro de mim e não tinha usado nenhum tipo de substituto para apaziguar isso, só minhas mãos. Sabia que ele nem estava a meio e já me sentia cheia, mas eu o queria todo, eu queria liberar tudo o que tinha dentro de mim. Com minhas pernas o empurrei mais forte para junto de mim e logo então gememos alto.

O olhei por um momento e beijei seus lábios com fervor, queria mais, sempre mais dele. Começamos num ritmo lento até encontrarmos um ritmo nosso, rápido, intenso, quente, nossas mãos explorando um corpo já tão conhecido.

Estava perto, muito perto e queria acabar com todo este desejo, já não aguentando mais, levei minhas mãos de encontro a nós mas ele me parou.

-Eu estou aqui, EU vou fazer você gozar!

-Não, eu não vou conseguir

-EU vou conseguir baby – ele disse no meu ouvido

Não, não, não, não ia dar, eu precisa me tocar, não ia conseguir de outra forma. Ele só estava conseguindo me deixar frustrada. Ele passou a mão por minha perna e a puxou para seu ombro, deslocando um pouco nossos corpos e o angulo que ele entrava dentro de mim, indo mais fundo, de encontro a meu ponto sensível.

-Estou perto – avisei

-Eu sei – disse sem folego e logo gozamos juntos.

-EU fiz você gozar! – ele disse me olhando nos olhos assim que saiu de dentro de mim.

Ri baixinho, como eu tinha saudades dele.

Tenho que começar a me acostumar com esse novo “eu”, ou talvez, com esse meu novo pensamento de ver as coisas. Sei lá, eu apenas cresci, e amadureci. Muitas coisas mudaram, eu começei a ver o mundo de uma forma diferente, percebi que as pessoas não são tudo aquilo que a gente vê, e parei um pouco de ser trouxa, sabe. Não sei, mas eu percebi que as pessoas também mudaram comigo, então tenho que me acostumar. Eu sei que as coisas e as pessoas não podiam se as mesmas para sempre, e sei que um dia elas iriam mudar. (justasimplegirl)

Pra tudo existe uma primeira vez. O primeiro passo, as primeiras palavras, o primeiro aniversário, o primeiro tombo, a primeira professora, o primeiro amigo, a primeira briga, a primeira paquera, o primeiro beijo, a primeira paixão, a primeira desilusão, e ah, o primeiro amor, e também o mais marcante. E então vem a segunda vez, mas não do amor, por quê se é amor de verdade, não há mais ninguém que possa substituir.
—  Acredite, você não é minha paixão, é meu amor.

Ter você ao meu lado, já virou algo necessário na minha vida. Pois com você, eu tenho os sorrisos mais sinceros existentes. Foi ao seu lado, meu amor. Que eu realmente descobri o significado da palavra “felicidade” e também descobri que ela só existe se existir você. E isso é fato. Pois quantas vezes eu disse que viveria bem sem você? Quantas vezes eu disse que eu conseguiria sim ser feliz sem você? Quantas vezes eu disse que sou bem melhor sozinho do que com você ao meu lado?É, eu disse várias vezes. Mas isso foi uma das minhas maiores mentiras. Pois viver sem você, não é viver.  Felicidade sem você, não existe. E sou bem melhor com você, do que eu já fui um dia só. Já falei várias vezes que estava conseguindo viver sem você. Mas era mentira. E sabe qual o que foi pior? É que você chegouacreditar várias vezes. Chegou até a acreditar que eu realmente te queria longe da minha vida. Mas eu nunca quis, meu amor. Eu realmente nunca quis viver sem você. Por que dói, machuca e é como se fosse uma tortura. É torturante ficar sem as tuas palavras, sem as tuas gracinhas e é completamente impossível ficar sem o teu jeito irritado. Por que eu quero ou não, faz falta. Da mesma forma que é costume pensar em você 24 horas por dia, é costume também ter você, comigo. Ter as tuas palavras.Ter a tua presença. Por mais longe que você esteja, eu sempre te senti perto de mim. Talvez por você existir dentro de mim, dentro do meu coração. E por favor, meu amor. Nunca pense que esse coração vai pertencer à outra pessoa. Nunca pense que um dia você vai sair de dentro de dele. Pois você não vai. Confesso que já tentei, tentei te tirar várias vezes de dentro dele. Mas não tem como tirar. Por que o que nasceu para ser eterno sempre irá permanecer. E o meu coração é teu e sempre será. Independente da distancia, ele continuará pertencendo a você. Até a ultima batida. E por mais que essa distancia me impeça de te abraçar. Ela nunca irá me impedir de te amar. Ela nunca irá me fazer desistir de você. Nada vai me fazer desistir de você. E por mais que machuque, por mais que às vezes a saudade seja tanta que a única maneira de passar é desistindo. Eu nunca farei isso. Por que eu sei que vale a pena. Vale a pena esperar por você, esperar para te ter comigo.  Pois eu não posso desistir do meu maior sonho, eu não posso desistir de você.  Por que eu não quero mais nunca ter que viver longe de você. Eu quero que nós sejamos eternos. E por mais que existam várias pedras no caminho, por mais difícil que seja, meu amor. Só peço que não desista. Não desista de nós. Por que eu só imagino o “para sempre” ao seu lado. Imagina-lo ao lado de outra pessoa é idiotice. Por que eu quero que ele aconteça, mas que ele aconteça com você e mais ninguém. Eu só quero que você entenda que: O que nasceu para ficar junto, por mais que machuque, por mais que seja difícil. Não acaba, pois o que nasceu para ficar junto, nada separa.  E entenda que nós somos assim, somos eternos. E ninguém irá mudar isso.

(cartasparaela) for (aquidelejoss)