na torcida

“O pior em esperar nem é, de fato, o tempo que as coisas levam para acontecer. O mais difícil em toda essa ânsia é saber se, realmente, tudo vai sair como o esperado. Se as nossas expectativas serão minimamente atendidas ou surpreendentemente superadas. É a angustia que aprisiona o peito e nos deixa na eterna dúvida do – e se toda essa espera for em vão, para onde é que eu levo os meus desejos não realizados? Para debaixo de qual tapete varro as minhas frustrações? Com que cara sigo a minha vida em diante?

Confesso que ultimamente tenho sentido uma urgência absurda em realizar tudo aquilo que planejei. E, me valendo da confissão anterior, quero dizer também que sinto como se a minha felicidade estivesse prestes a chegar, ou que eu estivesse prestes a alcançá-la, mas entre nós ainda existissem obstáculos. Preciso saltar alguns muros, destrancar certas portas ou arrombar duas ou três janelas, na fútil torcida para que toda essa minha ansiedade me leve mais rápido para tudo aquilo que quero.

É extremamente cansativo acordar dia após dia com um nó na garganta feito de vontades que se entrelaçam. Sonho muito, não consigo negar, também não há a menor necessidade para fazer tal coisa. Sou aquele tipo de gente que deposita toda a sua fé e esperança no futuro. No que ainda está por vir. Tudo com o objetivo de tornar do agora um lugar habitável. Tudo para me sentir confortável com o presente que, ao contrário de todos os meus esforços, não se esforça nem um pouquinho para me caber. Vive de me empurrar para longe da minha zona de conforto.

Só queria é acordar amanhã cedo, como faço todos os dias, e ter a certeza absoluta de que a minha hora chegou. Que os dias de cão acabaram, como diz uma das minhas músicas favoritas. Que, dali em diante, eu teria tempo, gás e garra suficientes para só fazer aquilo que me faz feliz. Dedicar a minha existência ao que tomei como propósito, não a essa vida que me obriga a ter lapsos de felicidade e uma rotina engessada, porém necessária para pagar as contas ao fim de cada mês.

O pior em esperar é lidar com a ansiedade para ser feliz. É esse desejo absurdo e urgente de dar à vida, ao espelho e ao mundo todos os sorrisos que andei ensaiando todas as noites, antes de dormir. Mas uma hora eu sei que será possível. Me recuso a acreditar que não. Digo isso, por sinal, com mais um dos meus sorrisos ensaiados engatilhados na boca. Vamos lá, vida… Supere as minhas expectativas!” (Matheus Rocha)

anonymous asked:

trai ela mt, transando c várias gurias, dizendo pra todo mundo q eu tava solteiro, tirando a aliança e colocando no bolso... errei mt cara e não sei mais oq fazer

imagina se não fosse sua amada. deixa ela viver a vida dela. tô aqui na torcida pra que ela não encontre outro babaca que nem você. amém.

A semana estava sendo um clarear em sua vida. Como Mary havia previsto, as coisas se estabilizaram no curso. Estava se enturmando bem, até conseguira uma vaga na equipe de torcida do Dumbledore Institute. Isso não significava que tudo estava um mar de rosas. Uma nova doença estava solta ao redor, e ela ficava cada vez mais preocupada e surpreendentemente não era só consigo mesma, afinal, agora tinha uma nova coisa que poderia escolher priorizar: sua irmã mais nova. Foi então que seus colegas, quais mesmo sem permissão andavam vagando pelo castelo de Hogwarts, a deram uma notícia desagradável. Sua irmã era conhecida ali, e uma recente discussão que atingira ouvidos alheios afirmava que ela não estava se sentindo bem. 

Com o medo de ficar fora de qualquer coisa que acontecia com Mallory tomando conta de si, ela não pode conter a si mesma quanto a invadir o castelo. Conseguiu a partir do charme algumas pistas de onde a garota se encontrava, para sua sorte a busca não foi longa. 

Mallory— Disse enquanto caminhava pelo pátio em direção à lufana, os saltos altos e a roupa de última moda chamando atenção. Por justamente gostar disso ela não ligou quando metade dos alunos do local a observaram chegar na irmã. — Precisamos conversar. — Murmurou, consideravelmente mais baixo por agora estar perto. Porém, ao ver Mal abrir a boca para dizer algo, precisou interromper. — Agora e não aqui com esse pessoal fofoqueiro. Garanto que se não fosse por eles eu nem saberia que você está estranha, então preciso agradecer mesmo os insultando. — E começou a puxá-la para longe.

@roxienothart

Eu não esperava que a gente fosse um casal perfeito ou talvez sim, não sei. Eu só queria ter alguém com quem contar, alguém que eu pudesse falar do meu dia a dia e depois ir pra cama fazer um amor. Eu só queria realizar meus planos e ficar na torcida para que você realizasse os seus. Eu só queria alguém pra dá colo, mas também pra receber. Você sabe que sou o tipo que se amansa com carinho. Eu só queria alguém pra brigar e logo em seguida ter uma reconciliação só pelo simples fato de que o amor era tão grande que não poderíamos ficar nem um segundo sem falar um com o outro ou dormir em camas separadas. Eu queria alguém pra dividir minha cama, meus planos e minha vida. Só não esperava que você desistisse tão rápido.
—  Entre reticências, sem ponto final.
Vocês não sabem como é difícil olhar para trás e ver as pessoas que você gosta definhando numa dor que você já foi íntimo. É absurdamente horrível. Fico dividido entre seguir em frente ou voltar e me arriscar a me afundar novamente nessa areia movediça viciante. Queria ter uma formula mágica para sumir com a solidão humana, juntar corações partidos, diminuir distâncias, matar saudades, fazer todos se sentirem bem e completos. Eu sei bem como é se sentir completamente vazio e sem rumo, sei como é chorar à noite por falta de um afago ou de uma palavra de conforto, sei que é duro ter que dormir sem ouvir alguém dizer que se preocupa com você e que estará ali para quando precisarmos. Eu sei que palavras só não bastam e que atitudes são mais que necessárias. Mas essa luta é deles, eles precisam levantar a cabeça e aguentar mais um pouco, suas existências valem o esforço, merecem essa luta. E eu? Estarei sempre na torcida.
—  Jadson Lemos. 

Eu tenho certeza do jeito que gosto de você.
E isso aconteceu quando eu pensei na sua ausência.
No meio tempo entre entender se o que eu sentia por você era só uma atração ou uma vontade de dividir meus dias, eu imaginei como seria a minha vida sem a sua. Me forcei viver com o vazio da sua presença e a saudade da sua risada. E não foi bom.

Eu te valorizo hoje para não ter que te lamentar amanhã.

Eu não quero sentir o sabor da saudade por algo que eu deixei escapar.
E isso quer dizer que eu não quero me ver sofrendo depois só porque eu não fiz o bastante para te deixar ficar. Por isso eu quero ser uma pessoa diferente.

Sendo tão incompleto, um pouco mais por dia você me faz mais completo.
É quando me vem o som da sua risada numa hora qualquer do dia e eu me pego rindo feito bobo é que penso: eu quero ouvir muito mais! Eu quero mais momentos como esse!
É na sua torcida para que a minha vida dê certo, seu incentivo para eu continuar lutando e também pelo seu puxão de orelha, é por essas e outras tantas coisas, juro, por coisas como essas que eu quero ter você sempre por perto comigo.

Lembro dos nossos bons momentos planejando outros melhores. É um sentimento crescente, um mantra pessoa sobre a vontade de continuar vivendo bons dias. Quanto mais coisas boas eu pensar para nós dois, mais longe ficaremos das ruins.

Por isso não quero te perder para depois valorizar você.
Eu já sei do bem que me faz, de cada uma das coisas. Me cabe saber reconhecer isso e agradecer todos os dias pelo privilégio de ter alguém ao meu lado para me ajudar. E isso é muito mais que amor! Não é sobre alguém pra amar, não é sobre alguém pra transar! É sobre alguém te falar na cara que você está errado, é sobre alguém estender a mão para segurar a bronca com você, é sobre alguém preferir o “vamos” do que o “vai”.

O amor é só uma embalagem bonita do presente que é a vida.
Amor sozinho não é tudo. Responder “eu também” depois de um “eu te amo” não significa tanto. Aliás, repetir “eu te amo” incansavalmente também não garante nem comprova amor nenhum. O amor é o todo dentro do tudo que se pode ter com alguém.

Só quero continuar com os nossos dias. Quero continuar riscando nossos planos e traçando novos. Quero mais cinemas e descidas lentas nas escadas rolantes. Quero prolongar os nossos bons momentos, e tudo para isso para não te valorizar só depois de te perder.
Quero esbarrar na sua mão mais vezes quando for pegar pipoca no pote durante o filme.

—  Vida a Dois - EOH.