na moral memo

Foram longas noites em claro, noites que pareciam não ter um fim. Eu fechava os olhos por horas e parecia que tinham se passado apenas alguns segundos. A angústia aumentava com o passar do tempo, meu coração apertava mais a cada segundo. Era uma tortura. Virava de um lado para o outro na cama, pensando no pior, sem ter notícias de você, sem saber o que fazer, pedindo à Deus para que cuidasse bem do meu anjo e que me fornecesse forças para aguentar tudo isso. O dia clareava, eu continuava na mesma rotina de sempre. Na minha cabeça eu imaginava mil e uma coisas e aquilo estava me torturando por dentro. Eu não tinha vontade de comer, nem de conversar com ninguém, apenas queria ficar quieta, isolada de todos, só esperando alguma boa notícia. E parecia que essa boa notícia nunca chegava. Tinham se passado dois dias que você estava num quarto de hospital em coma, corria risco de perder a memória e não se lembrar de mais nada. Nem de mim. Esse era um dos meus medos, o menor deles, meu medo maior era que você não acordasse nunca mais. Eu evitava pensar nisso, mas era impossível. Passaram-se mais alguns dias, ou melhor, um dia mais precisamente, eu acordei como todos os outros dias, e esperava por alguma notícia sua. No final da tarde, você apareceu, se lembra? Porém havia ocorrido uma pequena coisa… você tinha perdido parcialmente a memória. Você se lembrava de mim, mas não se lembrava que eu era sua namorada. Meu mundo desabou naquele momento, segurei as lágrimas pois não queria preocupar meus pais. Naquela noite eu agradeci à Deus por você estar bem e chorei por você não saber direito quem eu era. Seria o fim da nossa pequena história? Eu ia fazer de tudo para que isso não acontecesse, e assim fiz. Sabe aquele filme “Como se fosse a primeira vez”? Nesse filme o cara conquista a menina todos os dias porque ela esquece de tudo, ele faz isso porque ama ela. Vamos deixar o filme pra lá… Eu tinha uma missão: eu tinha que fazer você “lembrar” de tudo que nós tinhamos vivido. Não era uma missão fácil, afinal você lembrava poucas coisas e só concordava com o que eu dizia. Aos poucos você foi se lembrando, lembra? Passaram-se mais alguns dias, estava tudo meio complicado pra mim, imagina pra você… nosso relacionamento estava um pouco diferente, não podemos negar isso e eu tinha que fazer algo para reverter a situação. Decidi que eu tinha que terminar nosso relacionamento e te reconquistar. Não tomei essa decisão sozinha, fui incentivada, mas era pro nosso bem. Passei mais uma noite em claro pensando em como te falar isso, quais palavras usar e como te fazer compreender isso. Você se lembra que não ficou de acordo com essa minha decisão? Sei que você chorou e que ficou chateado com isso, mas era pro nosso bem. Fiquei mal com isso, eu estava deixando a pessoa que mais precisava de mim naquele momento, mas estava tudo sob controle. No dia seguinte foi até engraçado, se lembra? Você descobriu que eu fui incentivada a terminar com você e te reconquistar. E você se lembra que eu falei “Então volta namorar comigo?” e você ficou falando “Me dá uma semana pra pensar, tô muito confuso” lembra? Você só me desespera meu amor. E então nosso namoro voltou, estava tudo bem denovo, sua memória foi voltando com o tempo e hoje a gente está mais feliz do que nunca. Eu não sei porque estou escrevendo isso agora, nessa altura do campeonato, senti uma necessidade. Talvez você não saiba de algumas coisas que eu revelei nesse texto, mas eu precisava por isso pra fora faz um tempo. As coisas não são fáceis, em todos os relacionamentos existem barreiras, e a gente escolheu a distância. Se eu pudesse escolher, eu escolheria qualquer coisa, menos a distância. Ela dói, machuca e aumenta nossa saudade. Mas meu amor, eu quero que essa distância se foda. Eu não me arrependo de nada que eu estou fazendo por você, por mim, por nós. Não tem nada melhor do que fazer feliz quem a gente ama certo? Pode parecer bobeira, mas qualquer coisa que venha de você, já me faz abrir um sorriso que vai durar por muito tempo. Quando eu digo que faria de tudo por você, acredite, EU FARIA TUDO POR VOCÊ. As horas passam voando quando a gente está “junto”, se eu pudesse eu parava o tempo nessas horas, só pra poder ficar mais tempo com você. Você tem esse seu jeito marrento, mais tem o coração mole, fica bravo com coisas bestas e fica mais lindo ainda quando está com ciúme sabia? E esse seu sorriso.. ah o seu sorriso me enlouquece cada vez mais, parece que quando você sorri o meu sorriso se abre automaticamente e eu fico igual boba e com um brilho a mais no olhar. Essa vontade que eu tenho de você aumenta cada vez mais, vontade de te abraçar, de mexer no seu cabelo, de sentir seu cheirinho bom, de passar a mão no seu rosto, de sentir sua pele macia, de encaixar sua mão na minha, ficar te olhando dormir e no dia seguinte, olhar pro meu lado na cama e te ver, te abraçar e te dar um beijo de bom dia, ah como é bom sonhar que isso um dia aconteça. E isso vai acontecer, pode demorar um bucadinho mas vai acontecer. Tem horas que por mais que eu tente segurar as lágrimas elas caem do meu rosto e eu paro pra pensar em como a vida é injusta em colocar quem eu mais amo longe de mim, mas pensa comigo, se não existisse essa distância talvez a gente nem teria se conhecido, já parou pra pensar nisso? Tenho que confessar. Não sei viver sem você. Seus caprichos, suas brincadeiras. Esse seu jeito de menino, esse seu jeito de homem. Ah, como me encanta! Cada detalhe de sua personalidade tão simples, cada detalhe desse corpo tão lindo. Olhos, boca, milimetricamente desenhados para me encantar. Voz doce com um sotaque lindo, olhos perfeitos… Seria mais fácil se você estivesse aqui, do meu lado, onde eu poderia te tocar e ver seu sorriso próximo ao meu. Seria mais fácil se você estivesse aqui, do meu lado, onde eu poderia medir o tom da sua voz e rir do seu sarcasmo enquanto encosto minha cabeça no seu ombro. Seria menos doloroso se eu estivesse aí, perto de você, de modo que eu pudesse olhar nos seus olhos e ignorar o brilho das estrelas como se nada fosse melhor do que seu rosto enquadrado na minha mente. Seria menos doloroso se eu estivesse aí, perto de você, de modo que roubasse minha dor à noite, que levasse a tristeza embora com sua respiração próxima. Seria tão azul o céu, mesmo em um dia nublado, se sua pele estivesse em contato com a minha. Seria tão azul o mar, mesmo no meio de um deserto seco, se seus lábios pudessem encontrar os meus. Eu vou lutar pra ter uma vida ao seu lado, aliás, a nossa vida, e mesmo que seja dificil e que existam várias barreiras é isso que eu quero, é isso que me faz feliz, estar com você em todos os momentos, pra sempre.
—  Fodam-se as barreiras, foda-se a distância, eu quero estar com você sempre. Jéss