não esteja

Escrevi uma carta para meu eu de 2025. Talvez seja a coisa mais brega que já fiz. Você já parou e desejou que sua vida desse um “start” para próxima fase? A todo momento fico almejando essa mudança. Não que minha vida esteja ruim, não é o caso é que ela só está estacionada demais. Monótona demais. Só quero algo diferente, que o meu “eu” de 2025 olhe e sorria ao perceber o quanto sua vida mudou daqui pra lá. Eu quero uma mudança boa, é errado pedir isso? Bom, eu creio que não.

Arrastam.

Eu me basto.
Mas não dispenso sua companhia.
Eu me basto.
Mas te procuro pra saber do teu dia.
Eu me basto.
Mas você vem como quem não quer nada
E me faz pensar que talvez eu queira você
Porque quando você vem
Eu vou, mas volto
Porque quando você vai
Eu vou também
E te encontro
E você volta
E eu vou, mas volto.
Porque o lado que você está eu to
Ou vou, caso não esteja.
Porque você se basta,
Mas eu te preencho.
Porque eu me basto, mas você me completa.
—  Marcos Filipe. 
Me abraça forte. Me segura. Não me deixe ir. Diz que eu sou suficiente, diz que está tudo bem, mesmo que não esteja, fique e faz ficar tudo bem? Você não entende, eu preciso que fique tudo bem e pra isso acontecer, eu preciso de você.
—  Para Abby, com amor.
Regra treze

Não esteja sempre disponível. A maioria das pessoas não valorizam quem está sempre ali, seja ligando ou mandando mensagem. Boa parte das pessoas gostam do que não podem controlar, daquele frio na barriga de estarem com medo de perder alguém.

- Dai Ribeiro em: Como sobreviver nos dias atuais

Para quem me odeia:
Eu te amo. E não seria metade do que sou sem você. É seu ódio profundo que me dá forças para continuar em frente, exatamente da minha maneira. Prometa que nunca vai deixar de me odiar ou não sei se a vida continuaria tendo sentido para mim. Eu vagaria pelas ruas insegura, sem saber o que fiz de tão errado. Se alguém como você não me odeia, é porque, no mínimo, não estou me expressando direito.
Sei que você vive falando de mim por aí sempre que tem oportunidade, e esse tipo de propaganda boca a boca não tem preço. Ainda mais quando é enfática como a sua - todos ficam interessados em conhecer uma pessoa que é assim, tão o oposto de você. E convenhamos: não existe elogio maior do que ser odiado pelos odientos, pelos mais odiosos motivos. Então, ser execrada por você funciona como um desses exames médicos mais graves, em que “negativo” significa o melhor resultado possível. Olha, a minha gratidão não tem limites, pois sei que você poderia muito bem estar fazendo outras coisas em vez de me odiar - cuidando da sua própria vida, dedicando-se mais ao seu trabalho, estudando um pouco. Mas não: você prefere gastar seu precioso tempo me detestando. Não sei nem se sou merecedora de tamanha consideração. Bom, como você deve ter percebido, esta é uma carta de amor. E, já que toda boa carta de amor termina cheia de promessas, eis as minhas: Prometo nunca te decepcionar fazendo algo de que você goste. Prometo não mudar, principalmente nos detalhes que você mais detesta. Prometo jamais te responder à altura quando você for, eventualmente, grosseiro comigo, ao verbalizar tão imenso ódio. Pois sei que isso te faria ficar feliz com uma atitude minha, sendo uma ameaça para o sentimento tão puro que você me dedica. Prometo, por último, que, se algum dia, numa dessas voltas que a vida dá, você deixar de me odiar sem motivo, mesmo assim continuarei te amando. Porque eu não sou daquelas que esquece de quem contribuiu para o meu crescimento. Pena que você não esteja me vendo neste momento, inclusive, pois veria o meu sincero sorriso agradecido - e me odiaria ainda mais. Com amor, da sua eterna.
—  Fernanda Young.
Como de costume cada mês eu te falava algumas coisas de como você trouxe alegria para a minha vida e de como me transmitia essa alegria e paz só de te ter em minha vida, e hoje não seria diferente, mesmo que você não esteja mais aqui. Mais um mês que se passa e a partir desse eu terei que aprender a não escrever alguma lembrança para você. É dolorido, vazio e sufocante. Eu sei que a decisão foi a correta, eu não te fazia bem e na realidade acho que nunca fiz você se sentir realmente bem. Eu fico repassando cada momento dos últimos meses na minha cabeça e sempre me questiono aonde foi que eu me perdi, já que quando me perdi acabei te perdendo também. É como se eu estivesse dentro de um triturador de alimentos ligado no pulsar 24 horas por dia. Eu quero aprender a respirar novamente, caminhar entre meus tropeços sozinha e sorrir mesmo quando por dentro estiver tudo nublado e escuro. Eu queria te agradecer por cada momento por mais pequenininho que foi, você me fez rir como ninguém fez e principalmente quando tinha uma placa de “fechado para sempre” em mim. Eu falei isso várias vezes e repito quantas forem necessárias é você e sempre será. Posso me apaixonar por outro, amar, ter todos aqueles sonhos bobos que eu tive contigo mas ele nunca seria você. Eu penso no futuro e quando ler todas essas coisas que escrevi para você e em como vou me sentir. Todos os dias é mais uma tortura ridícula e eu só queria saber o porque de ser tão doloroso assim, porque eu não fui o suficiente para você. Eu também queria chorar mas não consigo, eu estou vazia, quando você foi embora me levou contigo e eu só queria um pedacinho meu de volta. Eu preciso continuar fingindo que está tudo ótimo como era antes de você.
—  Anna Paula Varella.
Quem tem depressão também ri, também brinca, também festeja, também bebe, também dança, também beija. Mas quem tem depressão, depois de fazer tudo isso, se afoga no mais fundo mar da mente. Quem tem depressão pode parecer feliz, porque a maquiagem sensual da noite esconde os olhos inchados do choro, as olheiras de várias noites sem dormir, a amargura da briga interna diária, a felicidade nunca encontrada em seu vocabulário. Quem esconde a depressão dentro de si se fantasia de beleza externa, de felicidade momentânea e não compartilha seus sentimentos profundos com mais ninguém. Quem sabe não seja alguém que você esbarrou mais cedo, quando passou correndo e com pressa porque estava perdendo tempo quando se atrasou para mais um dia de trabalho? Quem sabe não seja aquele mesmo rostinho que todo dia de manhã diz “bom dia” pra você sem nem pensar duas vezes? Quem sabe não esteja no outro cômodo, chorando escondido, pensando que talvez tudo mude para todos menos para ele mesmo? Não há marcas, nem rostos para se decifrar, só sentimentos confusos impregnados dentro de nós mesmos, pois a depressão pode estar em qualquer um. Em quem você menos espera. A depressão é uma luta que as pessoas enfrentam contra si mesmas, tentando rir sem sentir mais dor nenhuma, tentando sentir paz nem que seja por alguns minutos, tentando deixar de ver a vida em preto e branco, tentando acreditar que elas ainda têm chance de ter a felicidade genuína em suas vidas. Você nunca sabe quem está lutando, então seja gentil com todos que cruzarem seu caminho. Ás vezes tudo que uma pessoa precisa é de uma palavra amiga, um sorriso ou um abraço, qualquer coisa que a faça ter esperança de dias bons novamente. E a todos que estão lutando: esses dias irão chegar, assim como os sorrisos sinceros e os dias mais coloridos. Você é mais forte do que essa dor. Se lembre que aqui, do outro lado dessa tela, tem alguém torcendo por você e te apoiando na sua luta. Não fique calado, você nunca estará sozinho.
—  Você é especial e bem maior que tua dor. 
Escrito por Ana Letícia, Leticia Stefani e Taís em Julietário.
Não é porque não estou nos teus braços que meu coração também não esteja.
—  Amanda P.

Você não precisa ser forte o tempo todo. Permita-se desmoronar. Permita-se chorar. Ninguém precisa manter as aparências, fingir que está tudo bem, quando o peito arde em chamas.

Coloque para fora o que te atormenta, deixe ir junto com as lágrimas o que te aflige e te mantém refém dentro do teu próprio pensamento.

Tá tudo bem. Vai ficar tudo bem.

Mesmo que tudo indique o contrário, mesmo que tudo a sua volta esteja cinza, não perca as forças e volte muito mais forte.

Seja como a fênix e ressurge das tuas próprias cinzas.

Nessa Cross

Eu sou um poço de mau humor. Mas pior ainda, um abismo de orgulho. Eu sou intensa, eu explodo. Eu sou um acúmulo de exaustão e decepções. Não tenho uma boa rotina, e eu penso em desistir todos os dias. E, por incrível que pareça, minha salvação é você. Em meio a tanta coisa ruim, tem você. Pilar que me sustenta, abraço que me acalma, sorriso que me encanta. E o meu maior medo, é que você tenha medo, das minhas crises de mau humor, do meu desespero. É, eu sei que pareço uma pessoa impossível de lidar, e que você não é obrigado a aguentar tudo isso, mas eu preciso que você passe essa fase comigo, espero que seja uma fase, eu preciso que entenda meu mau humor, o meu orgulho, a minha exaustão. Eu preciso que esteja comigo, não contra mim. Eu preciso de ti, como jamais precisei e precisarei de alguém.
—  Meu sol e estrelas.
O pássaro e seu canto triste

Foi em uma manhã de 2014, fazia calor lá fora, quando você se foi e partiu em uma jornada solitária. Você me falou que precisava respirar novos ares, sentir o vento acariciando o rosto, experimentar novas sensações.

Com calma, como se aquilo fosse tão fácil, despejou tudo em cima de mim. Eu não estava mais em teus planos. Definitivamente!

Guardei tudo dentro do peito e te deixei ir…

Os anos passaram e eu continuo no mesmo lugar, ainda com nossos retratos espalhados pela casa e, apesar do tempo ter passado, continuo sentindo teu cheiro nos lençóis. Talvez eu esteja delirando, não sei. Só sei que, desde que você passou pela porta, algo em mim morreu.

Até hoje não consigo entender como teve coragem em fazer isso com a gente, como se tudo o que vivemos não importasse mais, como se eu fosse algo descartavel. Ainda dói, como se fosse aquele dia, quando tudo passou a não fazer sentido.

Quando meu coração foi atingido em cheio e partido ao meio. Quando meus olhos começaram a chorar e não pararam mais. Você simplesmente seguiu e me deixou aqui em meio a todas as nossas lembranças.

Mesmo que eu tente seguir, mesmo que eu tente desviar meus pensamentos, não tem jeito, você se impregnou em mim.

Te sinto a todo momento.

Tem dias que eu só queria deitar no teu colo e te contar como foi meu dia. Coisas simples, mas com um importância enorme. Nunca precisei de muito. Bastava só você e nada mais.

Desde que você se foi as coisas perderam a graça: bolo de morango, andar de bicicleta, tomar chá aos domingos, até mesmo ficar sem fazer nada.

Agora não sei onde você está, se ainda continua sua viagem solitária ou se atracou em um outro alguém. Não sei.

Sinto tanto a sua falta.

Mas se um dia, por ventura, sentir minha falta também e quiser voltar, deixei as chaves de baixo do tapete…

Ainda te espero…

Nessa Cross

— Oi…
— Olá, como esta indo?
— Bem e contigo?
— Bem também… na verdade com um pouco de dor nas costas, mas acho que ainda bem.
— É que é sempre assim.
— O quê?
— Sempre falamos que estamos bem porque é assim que todo mundo quer que esteja, mesmo não sendo.
—  Orgulho.
Jan2k16

Não vá!
Fique por aqui mesmo.
Em algum lugar na sala, no canto da porta ou do lado da escrivaninha.
Não importa!
Só esteja aqui, e eu estarei completo.
Se você quer a verdade, quero fazer parte da sua vida!
Te ver acordar e te ver dormir.
Te fazer sorrir e também chorar.
E não dá! Não dá pra você ir embora agora.
Meu coração disse que você ja perdeu a hora.
Então, você pode me abraçar forte e não me soltar mais?