n demora

Imagine Zayn Malik.

Pedido:Aaaah. Adorei todos os imagines! Faz um com o Zayn em que ele tem meio que fissura na bunda dela e fica passando a mão toda hora, até em público. Vlwww.


-//-


Estava de frente pra bancada preparando um café . Vestia apenas uma camisa de Zayn e roupas íntimas ,quando de repente sinto Zayn chegar por trás de mim , apertar minha bunda e sussurrar no meu ouvido .

Zayn: Bom dia amor !

Cada palavra , cada toque de Zayn me levava aos delírios. Mas as vezes ele passava dos limites. Pra Zayn não tinha hora certa pra mão Boba. Vira e mexe estava em contado com meu bumbum .

S/N: Bom dia dorminhoco! - disse me virando e lhe dando um selinho .
Zayn: Já disse o quanto está gostosa hoje ?
S/N: Na verdade não , afinal , você acabou de acordar e mal trocamos duas palavras . - falei rindo .
Zayn: Não seja por isso . Você está tão gostosa hoje . - disse me selando novamente .
S/N: Poxa só hoje ? - falei fazendo biquinho.
Zayn: Hoje e todo o dia . - falou sorrindo com malícia .
S/N: Bobo . Agora deixa eu terminar o café. Está com fome ?
Zayn: Muita .- falou enquanto pegava uma maçã da fruteira.
S/N: Mas e aí amor . Tudo certo pra premiação hoje a noite?
Zayn: Tudo sim . Vou buscar meu smoking depois do Almoço, e mais tarde Lou vai passar aqui pra nos dar uma forcinha.
S/N: Aí que bom ! Aproveito e Mato a saudade daquela loira aguada! - disse rindo .
Zayn: E o seu vestido ? Quer que eu busque?
S/N: Não amor . Mais tarde eles vem me entregar…

Tomamos café , e logo em seguida me retiro da cozinha, recebendo um tapa no bumbum.

S/N: Zayn! - o repreendo .
Zayn: Desculpa amor , é que é impossível te ver assim só de calcinha e não te tocar .
S/N: Você é um idiota sabia .- falei rindo . - Agora deixa eu me trocar , preciso sair pra comprar algumas coisas . - falei lhe dando um selinho .
Zayn: Tudo bem . Não demora.
S/N: Pode deixar .

Sobre os olhares de Zayn, que parecia um perverso olhando pra minha bunda , subo para o quarto .

[…]

Zayn: Ei e aí Lou ! Está cuidando bem da minha princesa?- disse entrando no quarto.
Lou: Mas é Claro Zayn ! Além do mais ela está prontíssima.

Já estava pronta pra premiação. Lou tinha me ajudado com o cabelo e a maquiagem. Estávamos no quarto até Zayn chegar. Ele já estava pronto . Ele então vem até mim , segura em minha mão e me faz dar uma rodadinha .
Zayn: Ual! Linda como sempre.
S/N: Sério amor ? O que você achou do vestido?
Zayn: Eu adorei ! Ele valorizou seu bumbum! - falou me agarrando e descendo as mãos até meu bumbum .
S/N: Amor , para , você não está vendo que a Lou está aqui ? - disse envergonhada.
Lou: Imagina S/N, eu sei como o Zayn é tarado - falou rindo .
Zayn: Lou eu não sou tarado . - disse se fazendo de vítima.
S/N: Imagina , Claro que não . Sua mão entra em contanto com a minha bunda de 5 em 5 minutos.
Todos caímos na gargalhada.
Lou : Agora eu vou indo . Tenho que buscar Lux na casa do pai dela .
S/N: Awn! Estou morrendo de sdade dela . Assim que puder vou lá fazer uma visita .
Lou: Vai sim ! Ela sempre me pergunta de vocês …

Nos despedimos de Lou , e logo ela vai embora. No mesmo momento Zayn vem até mim , me agarra e começa a me beijar .
S/N: Amor , para ! Vai amassar meu vestido .
Zayn: Amor , que tal uma rapidinha antes de ir ? - disse distribuindo beijos por meu pescoço.
S/N: Claro que não Zayn! Você acha que foi fácil me arrumar ? E já está na hora de irmos . - falei o empurrando .
Ele solta um suspiro frustrado .
Zayn: Ok.ok! Só não sei se foi conseguir me segurar ?
S/N: Zayn Javadd Malik. Não tente nenhuma besteira ! Nós vamos estar em público!
Ele não diz nada , apenas ri .

[…]

Chegamos na premiação. O que mais se via era o alvoroço dos fãs e o desespero dos fotógrafos por fotos perfeitas .
A limousine estaciona bem em frente ao tapete vermelho . Zayn desce primeiro e depois me ajuda a sair do carro , como um verdadeiro cavalheiro.
No mesmo momento vários Flash vieram a nosso encontro e vários fãs gritavam o nome de Zayn .

Zayn: Amor , só um minuto, vou dar atenção pros fãs ok?
S/N: Vai lá amor .
Então ele me da um selinho e vai ao encontro dos fãs .
Enquanto isso fico o aguardando , quando alguns repórteres do evento vem até mim , elogiam minha roupa e fazem perguntas sobre meu relacionamento com Zayn.
Alguns Minutos depois Zayn volta se juntando a mim. Demos mais algumas entrevistas e logo depois uma das assessoras de Zayn vem até nós e nos leva em frente ao totem do evento para as fotos oficiais . Cada vez mais e mais flashes.
Zayn , que estava com a mão ao redor da minha cintura , aos poucos vai descendo até a minha bunda , dando leves apertos .
Não vou negar que aquilo foi bom , mas estávamos em público! Dezenas de câmeras estavam direcionadas a nós, Zayn não tinha limites .
Sorrindo para as câmeras , minha mão vai diretamente ao encontro da de Zayn , a tirando de meu bumbum.Ele então me olha com um sorriso malicioso no rosto , e eu retribuo o sorriso mas meu olhos meio que diziam “ Eu te mato Zayn” . O mesmo parece claramente entender o “recado” .

Assim que terminamos as fotos , seguimos para um coquetel pré - premiação.
Encontramos alguns amigos e jogamos conversa fora , até que resolvo dar uma bronca em Zayn pelo que tinha acontecido .

S/N: Amor , vamos ao banheiro ?
Zayn: Claro .
Pedimos licença a todos que estavam conosco e seguimos até o corredor que dava acesso aos banheiros . Ali mesmo começo a falar com Zayn.
S/N: Zayn! O que foi aquilo? Quer me matar de vergonha?
Zayn: A culpa é sua !
S/N: Minha!?
Zayn: Sim , ninguém mandou ter uma bunda gostosa dessas. E ninguém mandou me deixar na mão na quando estávamos em casa .
S/N: Zayn! Você às vezes passa dos limites sabia ?
Zayn: Para de dar uma de moça certinha S/N, até parece que você não gosta . - deu um sorriso .
S/N: Aí , eu não vou mentir , é Claro que eu gosto seu idiota . Mas é que tudo tem limite e hora certa .
Zayn: Tá , já entendi .
S/N: Promete que n vai tentar mais nada ?
Zayn: Prometer eu não sei se consigo.
S/N: Zayn… - disse o repreendendo .
Zayn: Tá bom ! Eu prometo, mas com uma condição .
S/N: Que condição?
Zayn: Você vai me recompensar muito quando chegarmos em casa . - falou dando beijos em meu pescoço .
S/N: Tá bom , eu prometo . - falei rindo . Agora vamos , jaja a premiação vai começar . N vejo a hora de ver você em cima do Palco recendo seus prêmios.
Zayn: Mas amor , nem sabemos se eu vou ganhar .
S/N: Amor , você é incrível com o que faz , É claro que vai voltar pra casa com no mínimo uns três .
Zayn: Você não existe sabia ? - falou me beijando . - Eu te amo .
S/N: Eu também te amo meu tarado favorito .

Liam: Vamos garota!!! Pra que tanta demora??

S/N: Vai indo pro carro que eu já vou! - ela gritou do quarto e eu fiz o S/N me mandou.

Dia dos namorados, jantar romântico, pedido de casamento, é uma boa né?

Estava tão nervoso. Milhares de coisas passavam pela minha cabeça. E se ela não aceitar? E se eu perder as alianças? E se minha reserva não dar certo? Estava preocupado demais com tudo isso, mas não posso demonstrar á ela!

Fui até o carro, respirei fundo na tentativa de me acalmar e logo vejo ela vindo até o carro. Cara, como eu tenho sorte! Ela caminha de um jeito completamente encantador. Cada traço seu, me remete à uma lembrança dos 4 anos que estamos juntos. Esse sorriso e esse olhar que deixam qualquer um de boca aberta. Simplesmente perfeita!
Fiquei a observando até entrar no carro. Como estava com aquela cara de bobo ela me olhou rindo


S/N: O que foi? Tá me estranhando é? - riu fraco enquanto colocava o sinto de segurança


Liam: Estou apreciando a musa que tenho ao meu lado! - ela sorriu e me beijou


S/N: Coisa linda! - Liguei o carro e fomos em direção ao restaurante que havia reservado para nós


Liam: Chagamos! - estacionei o carro e fomos até a entrada. Segundos depois já estávamos na nossa mesa. Escolhemos os pratos, conversamos, rimos, uma noite hiper agradável. Nós já havíamos pedido a sobremesa e achei bom o momento para realizar meu objetivo - Amor..

S/N: Hum? - disse bebendo um pouco da taça de vinho e me encarou

Liam: Já disse que você é a mulher da minha vida não é?

S/N: E você o homem da minha vida! - juntou nossas mãos


Liam: Bom, você sabe o quanto eu sou grato por ter você comigo, por você se dedicar ao máximo a mim e a nós, por ser esta pessoa maravilhosa, cheia de qualidades e que me faz mais feliz! E eu não quero perder esta alegria nunca! - me levantei da cadeira - Por isso.. - me ajoelhei ao seu lado, peguei a caixinha com aliança do meu bolso e ali vi seus olhos marejarem - Quer casar comigo? - minha respiração parou por um instante e ao ver ela concordando e chorando ao mesmo tempo, o alívio tomou conta do meu ser!


S/N: Sem dúvida! - coloquei a aliança em seu dedo e ela pos no meu. Nos abraçamos e nos beijamos como em uma cena de cinema- Esse dia dos namorados não podia ser melhor! - ela falou limpando as lágrimas e eu sorri

Liam: E só tem a melhorar minha noiva!!

Preference - Dia de Folga

Liam:

‒Ok Loki. Eu vou jogar isso e você vai pegar ok? ‒ Liam disse pro cachorro a sua frente que com certeza estava tão animado quanto ele. Sorri para a cena enquanto me sentava no banquinho de madeira na parte coberta do quintal da casa.

Liam jogou o brinquedo de Loki, e embora a cabeça do labrador tenha acompanhado o mesmo, ele não se moveu.

‒Tudo bem… ‒Liam pareceu pensar ‒ Vai! ‒Ele gritou ‒ Vai Loki! Você consegue! Vai! Pega o brinquedo.. Agora! Pega!

O rabo de Loki ainda estavam abanando, mas seu olhar não saia de Liam, e ele não se movia.

‒Loki.. ‒Liam disse visivelmente decepcionado. ‒Liam abaixou a cabeça, logo virando em minha direção e vindo até mim ‒ É.. ele só, só ficou sentado mesmo. Você venceu a aposta ‒Liam disse de cabeça baixa, vindo se sentar ao meu lado.

‒Bom.. Ele é um labrador, ele só não..

‒Mas que merda. ‒ Ele disse suspirando forte e apoiando a cabeça em meu ombro. Levei minhas mãos a sua cabeça, fazendo cafuné em seu cabelo e apoiando minha cabeça sobre a sua, fechando meus olhos.

‒Não se preocupe com isso.. Loki é esperto, a gente sabe.

‒É.. ‒Liam disse indiferente, suspirando.

‒Ele só não deve estar afim de brincar com isso agora.. Não fique.. ‒Abri os olhos após ouvir um barulho do bichinho de Loki, dando de cara com ele bem na nossa frente ‒Liam..

‒Hum..?

‒Olha.. ‒Tirei minhas mãos de seu cabelo, me ajeitando um pouco no banco e obrigando Liam a fazer o mesmo. Ele arregalou os olhos, sorrindo ao ver Loki na nossa frente com o bichinho

‒Loki! ‒Liam se sentou no chão, enquanto Loki soltava o bichinho no chão ‒Eu sabia que ia conseguir!! Bom garoto! ‒Liam começou a fazer carinho no labrador a sua frente, o mesmo que não parava de tentar lamber toda a cara de Liam. Me sentei ao seu lado, fazendo carinho em Loki também. ‒Acho que eu ganhei a aposta..  ‒Liam lançou um sorriso largo pra mim..

‒Tudo bem, eu faço o seu brigadeiro.. ‒Sorri de volta vendo-o comemorar e largar um beijo em meus lábios antes de se levantar

‒Vem Loki, o papai aqui precisa te ensinar alguns truques agora..


Louis:

Me ajeitei melhor no sofá ajeitando também o violão em meus braços enquanto anotava as notas no caderno ao meu lado. Pude ouvir passos silenciosos atrás de mim, e logo senti as mãos de S/n descendo sobre meus ombros até minha barriga, enquanto ela dava um beijo na minha bochecha e apoiava a cabeça em meu ombro..

‒Louis..  ‒Olhei pra S/n que tinha um sorriso no rosto ‒Então.. Você sabe que eu te adoro certo? Você é minha vida, minha luz, meu favorito, minha razão de..

‒O que você precisa? ‒Perguntei segurando a risada e franzindo a testa

‒Eu não.. ‒Cerrei os olhos pra ela que soltou uma risadinha nervosa, me abraçando mais forte ‒Tem uma barata enorme no nosso banheiro.. ‒S/n disse rápido, escondendo a cabeça em meu pescoço logo em seguida.

Dei uma risada baixinha, soltando o violão ao lado esquerdo do sofá

‒Vamos lá.. ‒S/n me soltou do curto abraço e eu me levantei. S/n dei a volta no sofá vindo até onde eu estava sentado, e se sentando.

‒Você vai.. Mas eu fico. ‒ Levantei as sobrancelhas, me fazendo de indignado e S/n riu. ‒Anda Louis, eu preciso tomar banho.. ‒S/n se levantou, deu um pequeno selinho em meus lábios e me empurrou pra andar, logo se sentando novamente no sofá

‒Se comporte, eu já volto ‒Disse dando meia volta, pegando um chinelo perto da porta e indo pro banheiro

‒Eu não prometo nada..

Zayn:

Ouvi o barulho das chaves na porta e logo em seguida dela sendo aberta. Sequei minhas mãos no pano ao lado da louça recém lavada e fui em direção a porta da cozinha, vendo Zayn entrar com uma sacola consideravelmente cheia em uma das mãos e com a chave na outra.

‒Trouxe o nosso jantar? ‒Perguntei indo em sua direção enquanto ele apoiava as sacolas no chão, punha a chave no chaveiro ao lado da porta e começava a tirar o casaco e o cachecol do corpo.

Peguei a sacola do chão, franzindo o cenho automaticamente ao ver o que tinha dentro.

‒Cereal, sorvete, leite, chocolate e bananas. ‒Disse em voz alta, olhando pra Zayn de baixo pra cima‒ Pro jantar? ‒Minha voz demonstrava minha irritação. Zayn desviou os olhos dos meus coçando a cabeça. Me levantei, voltando a ficar da sua altura, o encarando de frente.

‒Desculpa S/n é que.. ‒Suspirei fundo, sorrindo e negando com a cabeça

‒Tudo bem.. Sundaes são bons também.. ‒Os olhos de Zayn encontraram os meus e ele sorriu, sem graça. ‒Mas eu vou precisar da sua ajuda ‒ Entrelacei nossas mãos e peguei o saco de mercado ao nosso lado. ‒Vem, eu fiz uma receita nova de bolo, preciso que você prove..


Niall:

‒S/n, eu to indo lá no mercadinho comprar os ingredientes pra massa que você falou que vai me ensinar a fazer ok? ‒Disse me aproximando de s/n que estava deitada no sofá lendo seu livro. Me aproximei para beijar sua bochecha e ela se afastou, olhando pra mim

‒Você pegou a lista dos ingredientes que a gente vai precisar?

‒Sim.. ‒Respondi entranhando sua reação

‒Pegou as chaves de casa pra não ficar pra fora se eu for tomar banho?

‒Peguei.

‒Ok, espere aqui um minuto.. ‒ S/n se levantou, deixando o livro virado pra cima aberto, marcando a pagina que ela estava lendo, e correndo para nosso quarto. Quando voltou, S/n estava segurando um cachecol, uma touca, e um moletom.

‒Pra que isso..

‒Estamos no inverno Niall. Ta um vento danado lá fora, dá pra ouvir pelas janelas se mexendo..

‒Mas não está assim tão frio.. ‒Contestei, enquanto ela botava respectivamente o moletom e o cachecol em mim

‒Não importa. Não quero que você fiquei resfriado logo agora no seu descanso. ‒S/n ajeitou meu cabelo por lado com cuidado, pondo a toca em minha cabeça e ajeitando-a logo em seguida. ‒Pronto ‒ Ela sorriu ‒ Muito melhor!

‒S/n..

‒Vê se não demora muito. ‒ Ela se esticou um pouco, dando um leve beijo em minha testa. Antes que eu pudesse pensar em algum argumento para respondê-la, ela já estava de volta ao sofá, pegando o livro e voltando a sua leitura.


Harry:

‒Harry? ‒S/n me chamou e eu pausei o filme. Logo, s/n surgiu na porta do quarto com a cara de sono, e vindo em minha direção no sofá da sala. S/n estava com o nariz todo vermelho e era visível sua dificuldade em segurar a grande e grossa colcha que envolvia todo seu corpo. A única parte visível de seu corpo eram seu rosto e seus tornozelos que só apareciam por conta da meia curta que S/n usava. Ela veio andando até mim em passos pequenos ‒O que você está fazendo..? E que horas são?

Me estiquei um pouco no sofá quando olhei pro relógio, perto da porta para a cozinha. S/n já estava bem próxima a mim e logo soltou seu corpo no sofá ao meu lado, apoiando a cabeça em minha perna e encolhendo o resto do corpo para caber no resto de sofá.

‒São dez pras onze. ‒Disse me ajeitando um pouco no sofá para que ela ficasse mais confortável. Pus minha mão sobre seu cabelo e comecei a brincar com seus fios. ‒E bom.. Eu meio que não to fazendo nada. Tava esperando por um grito seu do quarto..

‒Um grito meu? ‒Ela perguntou, subindo o olhar pra mim, ainda com a mesma cara de sono. S/n puxou o ar pelo nariz, e pude ver o quanto ele ainda estava entupido.

‒Você gemeu de dor quase que a madrugada toda.. Só parou de murmurar depois do remédio que eu te dei lá pras três ou quatro da manhã.. Você não lembra? ‒S/n negou com a cabeça enquanto fazia um pequeno bico

‒Desculpa.. ‒Ela sussurrou, apertando a mão que estava em minha perna e desviando o olhar pra ali, começando a desenhar círculos em minha coxa.

‒Tudo bem. ‒ Eu ainda brincava com os fios de seu cabelo ‒Eu só fiquei preocupado.

‒Mas você conseguiu dormir bem né? ‒Ela perguntou ainda sem me olhar

‒Mais ou menos..

‒Harry., ‒S/n parou de mover os dedos e me olhou, de cima pra baixo.

‒Eu não consegui dormir com você do meu lado toda desconfortável.. Não tinha como S/n.. ‒Parei o cafuné em seu cabelo, começando a  passar a ponta de meus dedos no contorno de seu rosto

‒Mas ai..

‒Mas nada mocinha. ‒ Bati de leve em seu nariz e ela sorriu fraquinho.

S/n se ajeitou de novo em minha perna, virando a cabeça pra frente e encarando a TV. Despausei o filme e quando ia perguntar pra ela se ela queria ver outra coisa, percebi que ela, em poucos segundos, já estava dormindo em minha perna, com a mão e o rosto sobre a minha coxa.

Eu contínuo te esperando, mas você nunca vem. O tempo parece não ajudar em nada quando assunto é esse, mas, eu contínuo aqui, esperando por você. Seja na hora de voltar pra casa ou para minha vida. Não se dá conta do que te espera? Será que não percebe todas as coisas que temos pra viver? Somos tão jovens e o caminho é tão longo… Eu sei, parece assustador e é mesmo, mas vem viver a vida comigo, não perde tempo não. Não é assim que as coisas funcionam? A gente tem que arriscar, pra no futuro ter o que contar, então, se não for pedir muito, se arrisca comigo? Constrói o teu futuro ao meu lado. Eu contínuo te esperando, mas não demora não, a vida sem você ao meu lado é deserta.
—  Vem viver a vida só de amor.
2

Claro que es real :)
PD: ¡Tomarlo con humor! Por eso mismo no la pongo en el Hashtag, porque es una broma personal.
Charlie no es Shipper, así que me causó gracia que me mandara esto pues…
Lamento la demora @u-n-v-o-i-c-e 💚.

se vc tem duas mãos, n vejo porque a demora pra me responder, faz algo c uma mão e me responde com a outra, e nao adianta dizer que ta com as duas mãos ocupadas, vc tem pé pra q meu filho? se vira