mundo preto e branco

Deixe-se corresponder, não se prenda a vazios, nem se sufoque com companhias superficiais, não se faça monocromático se fores extremamente colorido. Se precisar chorar, seja tempestade, mesmo que em copo d'água, nunca se sabe quando estará com sede. Se for pra sorrir seja uma tarde ensolarada no Hawaii, seja a beleza de um lugar cercado por vulcões. Mas agora, se for pra sentir, ah se for sentir! Seja um tsunami, ou um terremoto, seja uma bomba atômica em Hiroshima, sinta, a beleza da flor que é formada da explosão, sinta, todo aquele tremor que desestabiliza cidades inteiras, sinta… Toda aquela água, aquele choro, o desespero e a dor de quem perdeu tudo, de que perdeu o nada que tinha, mas sinta mesmo, perca a razão e a sanidade, porque sentir é isso, destruição, é acabar com tudo que te faz não ser você, agora exploda, trema e evada, não seja alguém do tipo “ontem sofria, hoje sou fria”. Ser frio pra quê? Todo inverno passa, use seus invernos para aprender a sobreviver no verão, entenda que toda estação tem um porquê, e que se não tivesse outono como os animais juntariam alimento pra enfrentar a estiagem de comida do inverno? Deixe-se corresponder, até porque se não há nada ou ninguém, o que, ou quem te prende lá? Aprofunde o seu olhar, seja critico, não julgue um livro pela capa, não seja precipitado, as superfícies enganam. Já parou pra observar um Iceberg? Deixe-se corresponder as experiências ruins, decepções e corações quebrados, pois sempre vão acontecer, afinal “mar calmo nunca fez bons marinheiros”, e outra, quem nunca se maravilhou pelas incríveis histórias de pescadores. E as cores que o mundo tem? Você já viu? O por do sol? O universo? É engraçado quem julga a beleza do preto, e acha o céu estrelado a coisa mais linda, ou até mesmo que julga a bandeira gay, mas aplaude as tonalizações de roxo, verde, amarelo, laranja e vermelho no por do sol. E azul? Azul não conta porque é a cor do céu. Entenda que não julgamos o monocromático, mas o vermelho que se passa por verde sem ser daltônico. Deixe-se corresponder. Enxergue a beleza do mundo, e entenda que tanto o preto quando o branco, no final de tudo, são as misturas de todas as cores.
—  Simone era um iceberg, mas quando sentia, era capaz de derreter até o Alaska. 

O mundo não é preto e branco
O correto pode magoar mais que o incorreto
O incorreto pode ser o melhor caminho
O certo pode dar errado de mil maneiras diferentes
E o incerto e o errado podem dar certo de outras mil

O mundo não é preto e branco
É feito de tons, de cores suaves e berrantes
E o preto pode ser bom
E o branco pode ser impuro
E o rosa até é cor de menino
E o vermelho pode nem significar nada

O mundo não é esquerda ou direita
Ou por aqui ou por ali
Existem tantos caminhos
Não a mais ou a menos
Os necessários para que possamos tentar
E tentar de novo, e de novo.

Até acertar.

Cristina Lemos.

Amar sempre foi da natureza e sempre existiu seus elementos. Quem ama se queima como fogo, se refresca no vento e se molha na água, se amar for pra ser definido a única definição existente é que para o amor não existe fronteiras. Amar não é ser sólido, não é ser gasoso. Amar, é ser as cores de um mundo preto e branco, é ter seu coração batendo para outra pessoa, é ser o chão daquele que é seu chão. Amar não é se deixar levar por alguém. É saber voar no mundo sem ter asas, sem ter chão para pousar. É entregar sua alma para outro corpo que não seja o seu, é se deixar levar por alguém que nas idas e vindas escolha o seu céu para voar. Amar não e isso nem aquilo, amar e tudo que faz dois corações ocuparem o mesmo espaço.
—  Thiago Guedes
Eu aceito teu caos, meu amor.

Também aceito tua imprevisibilidade, teu olhar que grita tudo aquilo que sua boca não consegue dizer e o jeito torto de me cuidar. Mas também quero os teus sorrisos, do mais falso para fingir que está tudo bem ao mais sincero quando está comigo. Eu quero te deitar no meu colo para você descansar o peso de ser quem é. Quero cuidar do teu peito aflito e da tua alma sempre cansada. Eu quero tuas mãos quentes, e todo o arrepio que minha epiderme fria sente com o toque dos teus dedos. Quero tua chegada e também sentir na minha roupa teu perfume com cheiro de saudade. Quero teu coração revolucionário e mudar o mundo contigo. Eu quero tomar café com você, discutir cinema para falar dos filmes antigos que só você conhece e rir das suas piadas sem graça só para ver seus olhos sorrirem comigo. Quero dançar com você no meio do desastre e ver as estrelas caírem do teu lado quando o mundo estiver prestes a desabar. Quero admirar o universo que você carrega no olhar e me jogar no teu precipício mesmo sem saber voar. Quero segurar tua mão e fazer a revolução. Eu quero calar as vozes da sua mente perturbada e também que seus demônios dancem com os meus. Conhecer teu lado obscuro e viver na tua órbita desordenada. Quero teus silêncios e gritos, desatar os nós na tua garganta. Quero fumar aquele cigarro barato e te encarar a cada trago. Quero tropeçar contigo na tentativa de acertar. Quero teus braços em volta do meu corpo e teu peito como descanso depois de um dia ruim. Você acalma os demônios que existem em mim, eu sou uma pessoa melhor quando estou contigo. E quando você sai, só fica o vazio. Mas entenda que não te quero pela metade. Te deixo livre para decidir se fica no meu mundo preto e branco e aceita ser confusão comigo ou se vai embora para virar mais uma lembrança que eu guardo dentro do peito. Eu não quero te prender. Você é liberdade. Meu amor também.
Com toda minha alma,
E.

Eu me vi perdidamente apaixonado por você, era impressionante o bem que me fazia mesmo estando tão distante, suas palavras de carinho era como se fosse o toque de suas mãos em mim, seu sorriso me trazia paz, alegria, e colocava cor em todo o meu mundo preto e branco, sua boca me alucinava, toda vez que olhava para ela, era sempre um convite para cair nos mais loucos pensamentos, e por poucas vezes que consegui encarar e olhar em seus olhos, imaginava eu e você velhinhos, eu passava a mão em seu rosto com aquele mesmo olhar de menino tímido, mas com muito carinho.
Era isso que eu gostava, você se encaixava perfeitamente em mim, como se nada pudesse mudar o que sentíamos naquele momento, como se essa distância não fosse nada, como se ela não existisse, a não ser quando batia aquela vontade louca de dormir escutando sua respiração, de amanhecer ao seu lado te enchendo de beijos e carinho.
É naquele momento nós tínhamos sim, o nosso felizes para sempre.
—  Descuidamos.
Um mundo em preto e branco é tudo o que eu vejo. Um vazio é apenas o que eu sinto, então a tristeza não passaria de um extinto…
—  life-unclear