mundo musulmán

— Não é como se eles fossem deixar a gente em Jeju e sem câmeras pra sempre, não é? Não sei porque você tá reclamando, se eu tive que voltar antes que vocês porque estava mal. Deu pra aproveitar, de qualquer forma. Eu gostei da viagem, só fiquei meio lazarento da cara porque tinha areia até dentro da minha mala quando fui desfazer ela pra colocar as roupas pra lavar. Não sei como isso aconteceu.

É tudo tabu esse negócio de que o pessoal só se droga em festa eletrônica. Não é mentira, mas esse negócio de generalizar, uh, nada legal. — Maksin negou com a cabeça falando com a pessoa que estava a sua frente, animado com o assunto mesmo que nem tivesse reparado se ela estava interessada ou não. — Mas eu garanto que a próxima vai ser fenomenal! Muitos artistas vão, inclusive, e é claro que eu não peguei no pé de ninguém só porque eu sou uma das trações principais. Seryoznyy, vai ser meu primeiro grande show e eu ia ficar muito feliz em te ver na plateia. E não vou contar pra ninguém se você usar drogas, vale a pena pensar nisso.

13 reasons why não é um romance adolescente!!!

Eu estava dando uma olhada nos comentários de 13RW aplicativo que eu uso para acompanhar as minhas séries, o TV Show Time (recomendo, inclusive), e é inacreditável o tanto de comentários do tipo: “Hannah é a melhor pessoa”, “Essa série é linda”, e gente, NÃO!!!! 13RW NÃO É UMA HISTÓRIA LINDA. 13RW NÃO É UMA HISTÓRIA DE ROMANCE. 13RW É TRISTE E, PIOR DE TUDO, ACONTECE NA VIDA REAL. Parem, pelo amor de tudo, de romantizar o bullying e a depressão só porque acharam a amizade do Clay e da Hannah legal. Parem de achar que é sensacional que ela tenha se matado e deixado várias fitas. Parem de enaltecer isso!  É claro que você pode shippar Clay e Hannah, não estou dizendo pra não fazer isso, já que também acho os dois lindos,  mas  NÃO diminua a história a isso; não romantize os acontecimentos dela. Se achou isso tudo lindo, que tipo de 13 reasons why você assistiu? Tenha o mínimo de empatia por pessoas que sofrem com depressão, bullying, assédio e vários outros problemas recorrentes. Se a sua irmã, prima, amiga ou até mesmo você, cometesse suicídio por treze motivos diferentes, por treze pessoas que eram “boas”  que amigáveis, e depois relatasse isso, iria achar lindo? Repensem, por favor.

Mujer, sí lees esto. Que quede claro que eres maravilla y misterio. Que más vale quererte sin razones y amarte sin presiones. Que no eres un objeto ni un trofeo. Que eres lo que eres y nadie puede cambiar lo que eres. Y que cada día que abres los ojos, las cosas nacen y mueren contigo. Que si algo alegra al corazón y hace brotar milagros, eres tú y es tu sencilla existencia. No te desprecies frente al espejo, no te rebajes frente al mundo, no te derrumbes frente a nadie, eres furiosa y domadora de tu propio ser. Nadie puede interrumpir tu paso ni encadenar tu alma. Eres libre como el viento y ambivalente como el agua, que toma la forma de lo que toca. Eres como una mariposa, que vuela lejos pero jamás al sol. Eres tuya, no hay más verdad.
—  Dedicado a toda mujer en el mundo, Joseph Kapone

James encontrava-se deitado nos jardins que juntavam Hogwarts e o Institute, lendo tranquilamente a seção de Quadribol presente no Profeta Diário. Os jogos logo começariam e, por isso, várias informações novas chegavam a todo momento. Sentindo a presença de alguém próximo a si, levantou sua cabeça, apertando os olhos que estranhavam a luz forte do sol.  —– Quer ler o resto do jornal? Eu só estou vendo essa parte, mesmo.