6

Donald Trump went on a bizarre, hour-long lie-filled rant against the press at a press conference yesterday

Donald Trump originally called the press conference to announce his new labor-secretary pick Alexander Acosta, after fast-food executive Andrew Puzder withdrew yesterday. But it quickly devolved into insults lobbed at Hillary Clinton, whom he is no longer running against, and at the press.

Gifs: Guardian Wires

Pode ir. Eu prometo que não vou tentar te impedir, ou te procurar. Você quer mesmo ir? Então vá! Não hesite e nem olhe pra mim com olhar de piedade. Vá embora e me deixe com meus emaranhados de sentimentos, eu consigo lidar com todos eles, e acho que consigo lidar com sua falta. Mas a partir do momento que você cruzar aquela porta, não olhe para trás e nem volte mais, pois eu sempre te dei inúmeras razões pra ficar, e se mesmo assim você preferir partir é porque não é merecedor de nem 1%.
—  Ms Marques
No início toda dor é insuportável, pois ela vai estar ali, fazendo parte de nós, e não temos como fugir do que somos. Dormimos na esperança de que ao acordar, ela terá sumido, mas a verdade é que: Ela não sumiu. O tempo passa, e as únicas e dolorosas opções que temos é aceitá-la ou lutar contra ela. Se fazer de coitadinho ou bancar o resiliente. Sentar e chorar ou levantar e consertar o que é necessário. Cara! A dor faz parte de nós. Nascemos sentindo dor, vivemos sentindo dor e vamos morrer sentindo dor. Basta aceitarmos e encarar da maneira menos destrutiva possível.
—  Ms Marques
7

During his press conference, Trump declared that he was going to take his message “straight to the people.” And that’s when things got unconventional. An email containing a survey was then sent out from his team. In the message, recipients were asked “…to do their part to fight back against the media’s attacks and deceptions.”

Here’s what you should be worried about in this “objective” survey.