minha minha minha minha e minha

Eu estava perto do pátio dos alunos do ensino médio e vi uns garotos reclamando do quão difícil a escola é e etc. Eu fiquei com um pouco de pena deles, mas achei melhor não falar nada sobre o que vem por aí na faculdade, só para eles aproveitarem o tempo divertido que é estar no ensino médio, mesmo que eles não saibam disso, you know?

Vem, você não vai conseguir me pegar, mas pode tentar!
Imaginou que não deveria ter usado sua poção especial na bebida de ambxs, mas quem ligava? Estavam felizes e correndo pela praia. Apesar de o lula estar um pouco mais longe, e Miyeon já ter molhado ambxs chutando água e brincando com seus poderes, para dobrar a água obrigando-a a obedecê-la, tudo parecia certo. A loira corria o mais rápido que podia, torto devido a alteração causada pela bebida, e mesmo que seus pulmões pegassem fogo esforço, ela supôs que brincar de pega-pega nunca havia sido tão legal.
Não queria pensar em todos os problemas, apenas queria se divertir. Já havia comido a ponto de se sentir inchada, e bebido tanto quanto. Não fazia ideia de quem era a pessoa que brincava consigo, tão pouco ligava momentaneamente, mas quando foi pega, fez as mãos pararem em sua cintura, e suas mãos, pararam nos ombros alheios.
Você é a minha namorada? Eu quero a minha namorada. — Resmungou de forma tão arrastada quanto qualquer outro bêbado falaria. — Já sei! Eu deveria ficar nua e entrar na água, talvez aí ela me desse atenção na única noite que eu tive de folga essa semana.
Não queria ter soado tão ressentida, mas não conseguia impedir. Nem sabia se podia falar aos quatro cantos que HongNan era sua namorada, mas estava tão alterada pela bebida, que nem lembraria no dia seguinte. Miyeon tropeçou na areia, quase caindo, mas isso não impediu que começasse a cantar e dançar uma música qualquer, mas logo lembrou-se dx acompanhante, virou-se para x mesmo, com o vento movendo seu cabelo de forma que causava arrepios à loira.
Você é legal, devíamos ser amigxs. Eu conheço você? Seu rosto está meio… — Tentou focar a vista, entretanto nada mudou, tudo continuou turvo. — Distorcido.

Esses dias eu estava bastante desanimada e quando estou desanimada fico mais chata que o normal. Eu sei que o desânimo faz parte da vida, mas não aceito de forma nenhuma alguma me render a ele. Penso em Deus, sabe ?! Em como Ele está por perto mesmo que eu ache o contrário. Às vezes, não irei senti-Lo, mas tenho em mente e fé de que isso não o torna ausente. Sei que não mereço o Seu amor, mas sei que Ele me ama e não quero me afastar desse amor puro. O meu coração está inquieto, mas Deus me traz a paz que preciso. Ele sempre traz.
—  Laureane Antunes
Então eu acho que é isso sabe? Aconteça o que acontecer, eu sempre vou me lembrar de você, por mais que passe dias ou anos, que eu conheça outros caras, que eu me case. Vai ter sempre aquele detalhe do dia, a ida na padaria, o banco do praça, e eu vou lembrar que um dia a vida me permitiu conhecer você.
—  Velenciar
Se encha de Deus e jamais se sentirá vazio.
—  Adoidecer.