minha historia hehehe

Onde encontrar a felicidade? Fui me perguntar isso após perder uma paixão, aquela que eu jurava ser amor, e talvez até fosse mesmo. Mas pra mim, ainda existe aquela ideia clichê de que se for pra ser amor, não vai acabar, é eterno. Pode não ser assim, mas enquanto eu estiver de pé quebrando a cara com essas teorias, elas vão continuar existindo dentro de mim. A questão é que depois de perdê-lo, eu não sabia onde encontrar forças ou motivações pra seguir, talvez eu até soubesse, mas a vontade de continuar no fim do poço era maior, pelo menos pra marcar e relembrar, nem que fosse através da dor, que algum sentimento já tivesse habitado meu coração, que no momento era a junção de raiva e decepção. Raiva? Por ter acabado, raiva da situação, raiva de pensar que o suposto amor da minha vida foi tão burro de me perder, de perder a pessoa que mais o amou. E decepção por não querer ver mais saídas, por ter ficado um lixo e não fazer nada pra mudar isso. Mas agora, um tempo depois de ter me recuperado, vejo o caos que causei, e literalmente à toa. Porque nada iria mudar, as coisas poderiam ter ficado melhores, porque eu poderia ter sido e feito melhor. Mas eu não fiz, só me debrucei sobre os martírios e continuei a chorar, e foi assim por várias noites consecutivas. E agora, em minha atual situação, vendo que não há como voltar atrás, sinto informar a mim mesma, que a melhor saída é continuar, pensando que o que ficou para trás não passaram apenas de pedras e testes, dificuldades que superei e vão ficar lá, no passado. Porque a felicidade não está nos amores, nem nas paixões, porque essas são coisas que passam e marcam, mas não continuam do teu lado. Então repare que ser feliz é algo está em você, nas suas superações, nas suas vitórias, no seu querer e conseguir, está no desejar, na cobiça, está no amor que você sente por si mesmo, apenas.” Gabriela Vieira (respostas-sinceras)