mine:g

Eu te peço silêncio porque é nele que moram todas as memórias dos dias em que fui leve a ponto de fazer uso dessas frases longas. Não me importava com o que era esperado, tampouco correto - não que houvesse tantos equívocos, em sua maioria eram interpretativos. Acredito que ser jovem é ter liberdade poética para cometer erros catastróficos, ainda que sejam menores que os da próxima semana. 

Veja bem, ainda te enxergo do outro lado como quem faz uma prece. Sua xícara continua no lugar de sempre dentro do armário e seus sapatos continuam obstruindo a passagem no quarto. Os livros continuam com seus marcadores de página, aguardando pacientemente serem finalizados. Todos os filmes foram assistidos, temo dizer, alguns te desagradarão. Ou não, tudo dependerá do que haverá aprendido. Digo como se houvesse uma partida, apesar de saber que foi apenas um passeio. Digo como se houvesse retorno certo, como quem não aceita as próprias utopias. 

É certo dizer que estou um tanto quanto contraditória, mas já se acostumou com a instabilidade emocional, ainda que no fundo absolutamente nada se modifique. Os dias seguem rotineiramente, faço absolutamente tudo o que me vem a cabeça - está bem, admito, quase tudo - e nada me desperta arrependimento. Inicio de uma forma e finalizo de outra, a corrente de pensamentos sempre se excede, não sou capaz de colocar ponto final nos pensamentos iniciais. 

Acredito que possa ser medo da certeza doída. Assim se explica o medo que tenho de todas as coisas que aparecem como justificativa e finjo não ver. Não há forma realmente interessante de colocar fim nesse amontoado de parágrafos sem sentido. Apenas uma certeza, aquela de sempre, tão alarmante quanto agradável - não que fôssemos admitir. Você ainda está em tudo, afinal.

G.

Pensieri sparsi:

È proprio vero che anche se non siamo al mare basta poco per far sì che sia ancora estate.
Un motorino ed il vento tra i capelli, una canzone in cuffia e la tua pelle sfiora la mia.
La città vuota e di corsa per le vie del centro.
Il sole scotta.
È ancora estate.