mine: graphics: 2

você foi

você é todo caos do mundo
e nada
nem ninguém
muda isso.
não importa quantas borboletas voem perto de ti
ou quão belo o dia seja
você tem uma escuridão própria
e nem todo sol
consegue te iluminar por inteiro.
você consumiu boa parte de mim
- a parte boa
o que é bem esperto da sua parte
que escuridão quer mais escuridão?
não importa.
você foi o motivo das minhas bebedeiras sem fim
que me deixavam sem poder levantar no dia seguinte.
mas agora tanto faz
você não tem nada mais aqui

keishahechanova replied to your post “friend: hey, what’re your favorite Bakugou panels? me:”

Bakugou= tsudere acting tough

nah, Bakugou isn’t a tsundere in the least. he’s too complexly written.

in fact, i don’t think any of the MHA characters fall into those little personality type categories, save for maybe Himeko and Mineta (the yandere and the perv, respectively)

most of the characters are just too complexly written and i just don’t believe their overall personality and character arcs can be neatly written into those little boxes. they’re too human and well written for that

desde o dia que você foi embora eu te procuro em cada corpo, cada olhar. mas você não está em lugar nenhum e isso dói. dói como um osso quebrado só que no peito. eu sinto sua falta e toda vez que passo pela multidão eu posso sentir o teu perfume então eu olho rápido pra todos os rostos torcendo pra que um deles seja o teu. nunca é. eu tentei te ligar por não sei quantos dias seguidos, mas você trocou de número. eu desci a nossa rua e te procurei no banco do calçadão, no mar, na areia, no quiosque 103. você mudou de cidade também. eu me vi sozinha como nunca antes. e eu desejei poder ter o cheiro do teu cigarro impregnado na minha pele mais uma vez. eu desejei ter teu corpo colado no meu num abraço interminável e maravilhoso. eu te desejei aqui. mas você foi. foi porque alguém te partiu e olhar todo dia pro mesmo céu não te fazia bem e eu queria muito ter conseguido fazer alguma coisa, mas quando te vi já era tarde demais. você já caminhava pra longe, pro próximo ônibus. tu nem olhou pra trás. e eu ainda lembro do teu sonho de morar numa cidade caótica, lembro de como teus olhos brilhavam quando cê descrevia a casa perfeita. eu lembro do cheiro doce do teu cabelo e é tão indescritível que eu quase posso sentir. tua loucura me atraia. mas você foi embora antes que eu pudesse dar o primeiro passo.
eu espero que você esteja na cidade caótica com a casa perfeita. espero que os dias tenham voltado a ser azuis e que você tenha voltado a sorrir de orelha a orelha.
espero que alguém se apaixone por você assim como eu me apaixonei e espero que esse alguém tenha coragem. e que te faça mais feliz do que eu jamais poderia.
eu te amo até o fim.

I’ll answer these together, two birds one stone ect.

Lucius is basically the ‘agony aunt’ of the Legion. The young, unconfident and just plain scared recruits all go to him as he’s more or less an ear to talk off to them. He tries to excuse himself from Caesar’s tent at various intervals so the recruits can see him without having some 6ft brute praetorian glowering down at them for asking to enter the tent. 

Also; Lucius will take whatever the kids tell him to the grave. Some even confined about feelings towards other men which is obviously Not Allowed™ at this point in the legion so theyre scared of what’ll happen, Lucius offers as much support and guidance as he can for these kids.

eu tinha planejado uma coisa especial pra você amanhã, mas faz uns oito dias que eu conscientemente estraguei as coisas e todas as chances de fazer tudo dar certo. eu não devia ter te jogado pra fora, mas agora já foi e já faz quase um ano e eu não sei porque eu ainda sinto alguma coisa. eu vi o nosso fim pintado no teu rosto faz tempo demais e mesmo assim meu coração acelera um pouco quando lembro de você. isso é injusto demais porque você deixou de se importar faz tempo e eu continuo tão na sua. acho que sou mole demais e me importo demais. talvez eu devesse me dedicar a coisas que não envolvam você ou coisas que não me lembram você, o problema é que tudo me lembra você. outro dia fui aprender um solo do nirvana e o cabelo do kurt se mexendo faz o mesmo caminho que o teu e eu passei as horas seguintes pensando na gente e em como tudo poderia ter sido diferente. eu odeio lembrar de você porque sei que não posse te ter nunca mais. às vezes eu queria que você sumisse de vez, mas eu sentiria muita saudade.

você sempre dizia que voltaria pra mim independente de qualquer coisa, eu só queria saber se você pode voltar hoje.