meusimagines

*Aqui nesse link http://hot-1d-imagine.tumblr.com/pedidos vocês podem ver quais e a ordem que em os imagines vão ser postados, se o seu não estiver na lista é porque infelizmente não chegou, vou estar sempre atualizando a lista*

Parte 1: http://hot-1d-imagine.tumblr.com/post/156545336633/pedido-um-hot-do-harry-que-ele-é-traficante-e-ela

Continuação do imagine hot do Harry:

Já fazia duas semanas que tinha acontecido àquela festa e eu não tinha visto Harry desde então, confesso que estou frustrada, mas ele não me devia satisfação. Kate se encontrava frequentemente com Zayn, o que só me faz imaginar que eu realmente só fui mais uma para Harry.

Estou saindo da faculdade e caminhando em direção a uma cafeteria na esquina onde marquei de me encontrar com o meu melhor amigo, Lucas, ele mora no Brasil, mas conseguiu um emprego aqui em Londres e vai passar um tempo na minha casa, eu estou muito feliz que ele esteja vindo para Londres, com ele eu me sinto mais em casa. Entro no pequeno local e faço meu pedido, pego o café e me sento em uma mesa que está perto da grande parede de vidro do estabelecimento. Eu tomo meu café devagar e me sinto mais quente, o dia hoje está extremamente frio. Olho para cima e vejo Harry entrando no lugar, meu corpo fica petrificado e eu respiro fundo, me encolho na cadeira, tomara que ele não me note aqui. Mas ele simplesmente caminha na minha direção, sua presença faz outras pessoas recuarem, ele tem uma áurea forte que exala perigo.

Harry se senta na minha frente e eu não o encaro.

- Vai me ignorar? – Ele pergunta e eu apenas respiro fundo e continuo a encarar o lado de fora da janela.

- Na verdade eu preferia que você fosse embora – Digo levando o canudo até meus lábios e bebo um gole.

Harry me encara sorrindo malicioso e eu o encaro séria.

- Não estou afim – Ele diz encarando meus lábios e eu não mudo de expressão.

- Mas você vai atrapalhar o meu reencontro com meu amigo, agora por favor, saia – Digo com raiva, estou me segurando para não mostrar minha frustração por ele não ter me procurado ou algo do tipo.

- Como é que é? – Ele pergunta ficando extremamente sério.

- Isso mesmo que você ouviu, além do mais… – Sou interrompida quando vejo meu amigo entrando no local e me encarando. Dou um grande sorriso e Harry me encara confuso e se vira para trás encontrando o Lucas.

Me levanto e corro em direção a ele. Lucas me ergue em um abraço apertado.

- Meu deus que saudades – Digo o enchendo de beijos no rosto, mas esse momento é cortado quando minha cintura é puxada para trás e vou de encontro ao peitoral forte de Harry.

- Mas o que…? – Falo encarando ele com raiva.

- Não vou deixar você ficar beijando outros caras – Ele diz com raiva perto do meu ouvido me deixando arrepiada.

- Você não é nada meu, Harry – Digo cerrando os dentes.

- A partir do momento que você se entregou para mim, você é minha – Ele diz apertando minha cintura e eu respiro fundo – Então se livre logo dele antes que eu mesmo faça e você sabe que eu não sou de fazer promessa sem fundamento.

- Algum problema? – Lucas pergunta e eu dou um sorriso.

- Não, quero que saiba que eu estou muito feliz por você estar aqui, mas eu tenho que resolver um… Problema, aqui está à chave do meu apartamento e seu quarto é o primeiro do corredor, nesse papel tem o endereço, desculpa por não poder te acompanhar – Falo o encarando.

- Não tem problema, meu amor – Lucas diz sorrindo e eu escuto Harry bufar atrás de mim – Bom, vou indo, espero que resolva seu problema – Ele diz e eu me livro do Harry e abraço Lucas com força.

- Eu te amo – Digo sorrindo e meu amigo sorri para mim. Harry impaciente me puxa e sai me arrastando da cafeteria.

Ele destrava o carro potente dele, uma Ferrari azul metálico, Harry abre a porta e me soca dentro do carro sem nenhuma delicadeza e rapidamente ele se senta ao meu lado e sai cantando pneus do local.

- Você é insuportável – Digo e Harry acelera mais.

- Você dizendo que ama aquele babaca, isso sim é insuportável – Ele diz e eu reviro os olhos.

- Você me conhece a duas semanas e já acha que tem o direito de saber da minha vida, eu só transei com você e vai continuar sendo apenas isso, Harry – Falo o encarando.

- (S/n) no momento em que você apareceu naquela festa eu já estava interessado em você, eu sou o maior traficante de Londres posso ter todas as mulheres que eu quiser, mas eu quero você, porra – Harry diz batendo no volante.

Percebo que cheguei a uma mansão, eu fico sem reação com as palavras dele.

Quando volto a vida eu já estou no meio da sala daquela casa enorme.

- Mas, Harry, eu não quero alguém como você, eu conheço a sua fama, mantém uma mulher pra cada dia da semana, não se apega, não tem compromisso ou fidelidade, você é de todas, então porque diabos eu vou querer um homem como você se eu posso encontrar outro que me dê tudo que eu preciso um relacionamento bom, amor e fidelidade, tudo o que você não tem e não quer dar – Digo o encarando e ele cruza os braços e eu vejo que na sua cintura tem uma arma, como ele conseguiu andar com uma arma dessas em público e ninguém notou?

- Você tem razão, eu sou assim mesmo, mas eu quero você, se eu não te quisesse pode ter certeza que no momento em que terminamos de transar naquele terraço eu teria te dado um pé na bunda, te largado lá, nua e satisfeita, mas eu não fiz, eu te acompanhei até a sua casa e ainda fiz questão de saber se suas amigas também estavam bem – Harry diz e eu o encaro, respiro fundo.

- Harry, o que nós tivemos foi apenas uma noite, eu sei que você não repete de mulher, então pode me deixar ir, siga sua vida fora da lei e me deixe em paz, quero encontrar um homem com quem eu possa me apaixonar e que eu possa confiar, você não é desse jeito, então é mais fácil não complicar a minha vida e nem a sua, eu sei que se você estalar os dedos vem pelo menos cinco mulheres atrás de você, não quero que você se meta na minha vida da mesma maneira que não irei me meter na sua, e esse assunto de “você é minha” isso é ridículo, eu nunca fui sua, eu posso muito bem beijar quem eu quiser ou transar com quem eu quiser que você não vai ter nada haver com isso, agora estou indo embora – Falo pegando minha bolsa e caminhando em direção a porta da mansão. Mas Harry me segura, joga minha bolsa no chão e me prensa na parede da casa dele.

- Você acha que eu vou deixar algum outro homem tocar em você? Me diga apenas uma coisa, você tem uma atração por mim? – Harry pergunta enquanto fala próximo ao meu pescoço enviando seu hálito para minha pele me deixando arrepiada, ele passa a mão pelas minhas coxas e eu respiro fundo, mas seu perfume entra pelas minhas narinas e eu me sinto tonta. Ele aperta minhas coxas e sobe a mão para minha barriga, ergue minha blusa e passa sua mão grande em minha pele e chega aos meus seios, ele acaricia cada um devagar me deixando excitada – Quero uma resposta, (S/n) – Ele diz sorrindo malicioso, esse homem tem um poder enorme sobre mim – Não vai responder? Então irei eu mesmo atrás da resposta – Ele fala e sua mão desce até minha intimidade e ele coloca a calcinha de lado e seu dedo me toca, eu arfo e solto um gemido curto quando Harry toca meu clitóris.

- Ah (S/n), aqui está a minha resposta, você está completamente molhada por causa de mim – Harry diz e mexe seu dedo em movimentos circulares em cima do meu clitóris e eu solto um gemido alto.

- Harry…- Gemo segurando seus ombros largos.

- Geme pra mim, (S/n) – Ele diz com a voz rouca – Eu estou tão duro, sinta o que você faz comigo – Harry fala e pega mina mão levando ela até o seu membro que está extremamente duro por trás da calça – Vou mostrar a quem você pertence – Ele diz e me pega no colo e rapidamente sobe as escadas e me joga na sua cama, seu quarto é quase do tamanho do meu apartamento.

Nem consigo observar muito o local, porque sinto Harry me despindo, ele arranca minha calça, retira minha blusa e eu fico apenas de calcinha e sutiã na frente dele, eu fico corada.

- Você é muito gostosa – Ele diz tirando a blusa dele e jogando no chão, Harry caminha até mim. Ele rasga minha calcinha e abre minhas pernas.

- Agora finalmente irei provar o seu gosto – Harry diz e eu me sinto ficar mais molhada. Vejo Harry no meio das minhas pernas me chupando. Jogo a cabeça pra trás e enfio meus dedos nos cabelos macios de Harry o empurrando na direção de minha intimidade.

- Harry – Gemo alto, ele levanta o rosto e me encara.

- Você é minha, todo esse corpo é meu para o meu próprio prazer, eu vou te fazer gritar – Ele diz com a voz rouca e cai de boca novamente na minha intimidade enfiando dois dedos dentro e me chupando mais.

Gemo e movimento o meu quadril em direção a boca sedenta de Harry.

Ele para de me chupar e retira sua calça e leva a boxer junto e deixa o seu membro duro pular para fora e rapidamente eu mudo de posição e fico por cima.

-Você quer prazer? É isso que você quer? Então tudo bem, eu vou te dar prazer, mas saiba que é só por esse dia – Sussurro no ouvido dele com uma voz sexy e ele rosna.

Retiro meu sutiã e fico totalmente nua em cima da barriga de Harry. Eu aperto os meus seios para provocá-lo, quando Harry ergue as mãos para me tocar, eu bato na mão dele.

- Não, você só vai assistir agora, nada de me tocar – Mando e enfio dois dos meus dedos na boca e os chupo com força e desço eles até a minha intimidade molhada e eu mesma me estimulo em cima de Harry, ele me encara louco de tesão. Enfio os dois dedos na minha intimidade e começo um vai e vem lento e preciso. Gemo e uso a mão livre para puxa um mamilo do meu seio.

- (S/n), pare de me provocar – Harry pede quase ficando louco.

- Aguente, Harry – Digo e continuo enfiando os meus dedos na minha intimidade.

Gemo alto e aperto mais o meu seio e aumento a velocidade das investidas de meus dedos.

Eu paro e encaro Harry e retiro meus dedos. Harry puxa minha mão e suga os meus dois dedos que estavam dentro de mim e eu gemo alto. Vou descendo até minha intimidade estar em cima do membro de Harry e começo a rebolar devagar, Harry geme alto.

- Porra (S/n), você está me deixando louco – Ele diz e eu sorrio sapeca e começo a rebolar com mais força – Eu preciso me enterrar em você, agora – Ele pede com a voz rouca.

- Não, agora não, eu estou me divertindo, esse momento é meu – Digo e desço mais um pouco e fico no meio das pernas de Harry.

Fico de quatro e seguro o membro de Harry com a mão.

- Lembre-se, nada de me tocar, se não eu paro tudo – Falo o encarando, Harry joga a cabeça para trás.

Ele está tão duro e quente, percebo isso ao tocá-lo.

Lambo a cabeça do membro dele e sugo o seu pré gozo. Harry geme rouco e passa as mãos pelos cabelos, bagunçando e dando á ele um ar selvagem.  

Enfio o que cabe do membro dele na minha boca, e a parte que fica sobrando eu uso as mãos.

Eu o chupo e uso a língua, começo um vai e vem devagar e vou aumentado conforme os gemidos dele vão aumentando, sempre masturbando com a mão o que não cabe em minha boca. Começo a sentir ele aumentando de tamanho e ficando com as veias mais grossas. Eu paro de chupá-lo e ele geme inconformado. Ele permanece de olho fechados controlando a frustração. Subo devagar por cima dele e ergo o membro dele e o posiciono em minha entrada, ele não percebe e eu sento com tudo no membro dele o fazendo entrar completamente em mim. Gemo alto e Harry rosna e gemendo alto e se senta rapidamente na cama e me puxa me fazendo ficar deitada e ele abre mais as minhas pernas e começa a me penetrar com força e necessidade.

- Eu vou te foder forte, você vai gozar até perder suas forças – Ele diz perto do meu ouvido enquanto ele me penetra incansavelmente. Gemo e enfio minhas unhas nas costas dele e ele chupa todo o meu pescoço. Prendo minhas pernas ao redor do quadril de Harry, facilitando as penetrações fortes dele. Gemo e Harry desce sua boca até chegar aos meus seios intocados e suga os dois com força até os deixar vermelhos.

Sinto meu orgasmo chegar cada vez mais perto.

- Goza, (S/n), goza ao redor do meu pau – Ele rosna e abocanha o meu seio direito e o suga e morde o meu mamilo sensível. Gozo com tudo ao redor do pau de Harry, gritando e arranhando as costas dele. Sinto minha intimidade apertar o membro dele o sugando e ele rosna. Fico totalmente fora de si e atinjo outro orgasmo quando Harry começa a brincar com meu clitóris sensível. Fico mole e deixo os meus braços ao redor do pescoço de Harry. Ele rosna e investe com mais contra mim até sentir seu orgasmo chegar e seus jatos saem grossos dentro de mim, ele geme alto e ataca os meus lábios. Eu o recebo e sugo os lábios macios dele enquanto sinto ele se movimentando devagar dentro de mim e sinto o liquido quente dele me preencher totalmente, graças á deus eu tomo anticoncepcionais. Ele cai ao meu lado e me puxa para cima de seu peito.

- Depois disso você acha realmente que eu vou deixar você? Nunca, você agora é minha, irá ficar apenas comigo, e se fizer isso eu prometo tentar ser o homem que você quer – Harry diz ainda com a respiração acelerada – Eu vou te proteger de tudo, sei que ficar do meu lado é perigoso, mas quem tentar tocar em um fio do seu cabelo eu mato sem dó ou piedade – Ele termina me puxando para cima dele e selando meus lábios com a sua boca.

Espero que tenham gostado, se sim, deixem uma ask me contando

*Os favoritos são importantes, então se gostou deixa seu fav lindo aí ;D

Pedido: Meu pedido é com o Liam, que ele compra ela que é virgem pra ser a “escrava sexual” dele e também pra cuidar da casa e arrumar tudo mas eles acabam se apaixonando - Anônimo

A PRIMEIRA PARTE SE ENCONTRA >>AQUI<<

*Aqui nesse link http://hot-1d-imagine.tumblr.com/pedidos vocês podem ver quais e a ordem que em os imagines vão ser postados, se o seu não estiver na lista é porque infelizmente não chegou, vou estar sempre atualizando a lista*

PARTE 2

Imagine do Liam

Depois que eu terminei de arrumar a casa, Marie não me deixou em paz, ela queria que eu me aprontasse logo para me encontrar com o Liam. Confesso que estou curiosa, mas ao mesmo tempo com receio.

- Vá tomar seu banho, já está de noite, vista sua roupa de dormir e espere dentro do quarto do Senhor Payne – Ela diz me empurrando delicadamente para meu quartinho no fundo da casa.

- Marie, eu não quero – Digo fazendo bico.

- Menina, você não tem querer, não deixe o senhor Payne com mais raiva de você, ele pode te matar e matar a mim por não ter educado você durante esses dias, vá logo – Ela diz e eu assinto e vou para meu quartinho.

Tomo um banho demorado para tirar o suor e quando termino visto meu vestido de dormir e penteio meus cabelos.

Marie aparece na porta do meu quarto.

- Ótimo, venha comigo – Ela diz segurando minha mão e me levando em direção ao quarto de Liam.

Quando chegamos lá, entro e percebo que ele ainda não chegou, graças a deus.

Me sento na cama dele por um tempo, então me levanto e caminho até a janela e observo a lua enorme que enfeita o céu.

- Você fica muito bonita com a luz da lua sobre a sua pele – Escuto Liam falar atrás de mim e eu me assusto – Que bom que veio – Ele diz passando as mãos pelos meus braços.

- Só vim porque Marie me obrigou – Digo e Liam sorri de lado.

- Bom, o que eu queria conversar com você é sobre sua teimosia – Liam diz e eu reviro os olhos.

- Liam… – Tento falar mas Liam me virar para ficar de frente para ele.

- Apenas sinta… – Ele diz e suas mãos passam pela minha pele, passam pela minha barriga devagar e eu começo a respirar com mais dificuldade – Se você não sentir prazer hoje eu te liberto, mas se você gozar pode ter certeza que será minha – Liam diz e eu travo, eu preciso demonstrar que estou odiando – Mas para isso vai ter que me deixar tocá-la, você deixa (S/n)? Aceita esse desafio? – Ele pergunta e eu assinto, eu vou conseguir não sentir nada, eu detesto Liam Payne.

Liam abaixa as alças do meu vestido e a roupa cai aos meus pés. Fico apenas de calcinha na frente dele e isso me deixa envergonhada. Liam me encara e percebo que seus olhos ficaram mais escuros.

- Você é maravilhosa, fiz certo não deixar aqueles homens olharem para tal vista – Ele diz e passa o polegar no meu mamilo, sinto minha intimidade apertar. Oh Deus, o que está acontecendo?

Liam percebe que eu estou sentindo algo e sorri para mim, ele usa a outra mão e aperta devagar meus seios, mordo meu lábio e fecho os olhos.

- Muito bem, boa garota – Ele sussurra próximo ao meu ouvido.

Do nada ele me pega no colo e me coloca deitada na sua cama.

- Agora vem o maior desafio, espero que esteja pronta, porque irei provar o seu sabor – Liam diz e eu fico confusa, o que ele vai fazer?

Ele retira minha calcinha e abre minhas pernas, fico mortificada, meu rosto está em brasas.

- O que você vai fa… – Eu ia perguntar, mas eu sou interrompida ao sentir a boca de Liam se fechar sobre meu clitóris.

Solto um gemido arrastado e minha mão vai para o cabelo dele.

Liam chupa devagar minha intimidade e sua língua me penetra lentamente me fazendo suspirar alto.

- Seu gosto é magnifico – Liam diz e em seguida ele aumenta as sucções no meu clitóris e eu começo a gemer mais. Eu não estou conseguindo me controlar.

Então do nada sinto o dedo dele me invadindo e me penetrando e esse foi o estopim para meu prazer, eu tenho um orgasmo pela primeira vez e foi maravilhoso.

- Parece que você é minha agora – Liam diz e eu louca pelo prazer que acabei de sentir puxo ele para cima do meu corpo e o beijo com vontade e ele corresponde a altura. Liam me prende ao seu corpo e me abraça pela cintura.

- Por favor… – Sussurro com minha boca colada a dele.

- O que você quer, (S/n) – Ele pergunta me encarando com luxuria.

- Quero senti-lo dentro de mim – Digo e Liam sorri malicioso.

- Irá doer, mas farei delicadamente – Ele diz, Liam se levanta e retira toda a sua roupa, eu encaro seu membro e fico assustada por saber que aquilo irá entrar em mim, irá doer muito.

Ele abre minhas pernas e se deita por cima de mim, sinto seu membro me pincelar, ele esfrega a cabeça do seu pênis no meu clitóris e eu solto um gemido.

- Se doer arranhe minhas costas, eu não irei parar agora – Ele diz e eu assinto.

Sinto ele começar a me penetrar, começa como uma ardência e depois vem a dor forte, deixo um gemido de dor escapar e minhas unhas se afundam nas costas de Liam.

Ele me beija com vontade e me acaricia toda até eu esquecer da dor. Liam começa a me estocar devagar, respiro fundo até perceber que meu corpo acompanha o ritmo do dele e então ele aumenta as estocadas e eu começo a sentir prazer. Eu e ele começamos a gemer juntos, Liam me aperta junto e ele e mantem o contato visual comigo, sinto como estivéssemos sendo interligado por uma fita invisível.

- Você é tão apertada, oh deus, sinto que a qualquer momento eu vou gozar, não estou conseguindo me controlar com você – Ele diz e me penetra com força e atinge um ponto meu sensível e eu chego ao meu orgasmo soltando um grito de prazer, sinto um liquido quente me invadir e percebo que Liam gozou junto comigo, ele solta uns gemidos roucos perto do meu ouvido e isso me deixa excitada.

Liam sai de cima de mim e nos dois ficamos encarando o teto.

Eu perdi a aposta.

Me viro de costas para ele e respiro fundo.

Depois dessa noite que eu tive com Liam muitas coisas mudaram, o jeito que ele me tratava era diferente de como ele trava as outras pessoas, ele me trocou de quarto e me colocou em um próximo ao seu, comprou novas roupas e sapatos, quando ele perguntou qual era meu maior sonho além de ser livre eu disse que seria começar minha faculdade de medicina e ele disse que ia cuidar disso para mim. Além disso, ele me leva para sair toda noite e quando voltamos temos incríveis noites de sexo.

Marie veio até mim e sorriu.

- Ah minha querida, acho que você está conseguindo entrar no coração de gelo do Senhor Payne – Ela disse e eu fiquei confusa.

- Ele não é tão ruim assim, só quero que ele me liberte para eu poder ficar completa – Digo e ela sorri.

- Ele tem medo que se der a liberdade para você, você vá embora e o deixe, Liam já sofreu muito com abandono por isso que ele é assim com você, ele vai deixar você cursar uma faculdade, ele nunca fez nada disso para nenhuma outra escrava – Marie diz e eu fico pensativa.

Quando ficou a noite Liam me levou para jantar, nos dois já estávamos saindo do restaurante quando começa um tiroteio, Liam me puxa para trás do seu corpo me livrando de levar alguns tiros, nos dois corremos para trás de um carro, enquanto os seguranças dele revidavam o os inimigos.

- (S/n) preste atenção, você vai direto para o carro me escutou, ele é blindado, quero você segura lá dentro, me espere, não saia de jeito nenhum lá de dentro por favor, me ouviu? – Ele diz e eu assinto – Te darei cobertura, vai – Ele diz e eu saio correndo até o nosso carro,      quando finalmente abro a porta sou acertada com um tiro no meu ombro e caio para trás, escuto grito de Liam e o tiroteio parece se intensificar mais. Passa poucos minutos e eu pressiono o meu ferimento, minha mão fica suja de sangue, percebo que os barulhos de tiros cessaram. Liam vem correndo na minha direção, eu começo a me sentir tonta e vou caindo até sentir ele me segurando.

- (S/n) vai ficar tudo bem, olhe para mim, vai ficar tudo bem, você não vai morrer, você não pode morrer, porra, (S/n) eu te amo, não me deixe, eu te amo – Liam diz me abraçando – RÁPIDO VAMOS LEVAR ELA PARA O HOSPITAL AGORA, VAMOS – Liam grita e me segura no colo. E então eu desmaio

Acordo sentindo meu ombro doer.

- Finalmente você acordou, fiquei muito preocupado – Escuto Liam falar do meu lado – Tenho algo para contar pra você, (S/n) você sempre foi livre, eu nunca comprei você, eu apenas te tomei para mim, me desculpe pelo o que fiz com você, mas quando te vi totalmente desprotegida naquele palco eu senti que não poderia deixar você lá, então como sou o dono de tudo, eu apenas te tomei pra mim, se você quiser ir embora eu aceitarei a sua decisão – Liam diz e eu suspiro.

- Eu também te amo – Digo com a voz falha e Liam me encara surpreso e em seguida dá um sorriso.

- Eu te amo mais do que eu pensava que era possível amar alguém, não se preocupe porque agora que eu sei quem tentou te matar eu irei atrás dele até o inferno, ninguém ousará encostar em um fio de cabelo seu – Liam diz e se deita ao meu lado e assim eu me sinto mais segura

Espero que tenham gostado, se sim, deixem uma ask me contando

*Os favoritos são importantes, então se gostou deixa seu fav lindo aí ;D

Pedido: Meu pedido é com o Liam, que ele compra ela que é virgem pra ser a “escrava sexual” dele e também pra cuidar da casa e arrumar tudo mas eles acabam se apaixonando - Anônimo

*Aqui nesse link http://hot-1d-imagine.tumblr.com/pedidos vocês podem ver quais e a ordem que em os imagines vão ser postados, se o seu não estiver na lista é porque infelizmente não chegou, vou estar sempre atualizando a lista*

***

PARTE 1

Imagine do Liam

Eu estou passando pelo pior momento da minha vida, meu pai se envolveu com coisa errada e eu estou pagando o preço por isso. Ele ficou sem dinheiro para pagar a dívida e um dos comparsas do maior mafioso da Europa veio cobrar, mas me levaram como forma de pagamento. Eu com meus 20 anos serei vendida em um tipo de mercado sexual, onde várias mulheres são vendidas para os chefões de máfia.

O tal do comparsa, que eu descobrir se chamar Harry, me leva até um porão, lá eu vejo um monte de meninas amontoadas, o lugar é sujo e apenas se escuta choros e lamentações por parte das mulheres.

Eu ainda não derramei nenhuma lágrima, acho que ainda estou em estado de choque e quando a ficha cair não sei o que irei fazer.

- Muito bem, daqui a alguns minutos, iremos levar uma a uma para dar um trato em vocês, do jeito que algumas estão sujas não seria vantajoso para os negócios do chefe – Harry explica e me larga perto de uma garota que está com o nariz vermelho de tanto chorar.

Ele vai embora e eu fico ali encarando cada uma.

- Eu não entendo, o que irá acontecer com a gente? – Uma menina de cabelos vermelhos pergunta.

A porta se abre e uma mulher vestida como empregada entra no local.

- Vocês serão vendidas para os chefes da máfia, serão escravas sexuais e empregadas, mas eu não vim aqui para explicar isso, vim aqui para cuidar da aparência de vocês, façam uma fila… – Cada uma das meninas presas se levanta devagar e formam uma fila.

Depois que a maioria sai do porão só sobra eu.

- (S/n) sua vez, venha – A mulher me chama e eu caminho meio receosa.

Ela me leva para um lugar grande e com vários seguranças que deixam sua arma na mão para poder me intimidar.

A mulher me dá banho, penteia meus cabelos, os enxuga e os deixa perfeitos, ela encara todo meu corpo nu e eu coro com vergonha. Ela passa uma loção em meu corpo e eu fico parada igual estatua sem saber o que fazer.

- Muito bem, querida, quero saber se ainda é virgem – Ela pergunta com uma prancheta na mão onde escreve algumas coisas. Eu fico totalmente vermelha.

- S…sim – Respondo gaguejando. Ela me encara com pena e volta a escrever.

- Quantos anos você tem?

- Vinte – Volto a responder.

- Muito bem, eu me sinto terrível por você, mas não posso fazer nada, (S/n) você é a única garota virgem do leilão de hoje, os homens quando souberem disso vão querê-la como leões famintos, bando de filhos da puta isso que ele são – Ela fala com raiva.

- Mas porque você trabalha aqui se odeia tanto? – Pergunto.

- Eu fui uma de vocês, mas ninguém nunca me comprou então para pagar a dívida da minha família eu trabalho aqui… – Ela responde, mas essa não parece ser a verdade total.

- Mas os homens que trabalham aqui nunca tentaram algo com você?

- Sim, já fui violentada e tive um filho de um deles, e se eu tentar fugir eles matam o meu filho, então esse é o meu motivo maior para ficar aqui – Ela responde e eu entendo agora a verdade completa – Agora venha, vista esse roupão aqui e eu irei leva-la até o palco do leilão.

Visto o roupão de seda por cima do meu corpo nu e isso me dá um pressentimento ruim.

Assim que eu sou colocada no palco eu vejo muito homens na minha frente, o local é muito chique e rico em detalhes dourados e vermelho. Os homens parecem serem os mais ricos que eu já vi, muitos deles bebem e riem com os amigos, mas assim que notam minha presença eles param e me encaram maliciosos.

- Muito bem, senhores, aqui temos uma mulher rara em comparação com as outras, essa aqui se chama (S/n), tem vinte anos, pele macia e bem cuidada, seios duros e empinados, bunda perfeita e por último, ela ainda é virgem – Um homem com microfone fala.

Escuto gritos e os olhares maliciosos aumentam mais ainda. Sinto que a qualquer momento irei surtar.

- Quero ver o corpo dela – Um deles grita.

- Sim, mostre o corpo dela.

- Tire esse robe agora.

Vários pedem para o homem tirar meu robe e eu me agarro com o meu roupão como se minha vida dependesse dele.

Um outro homem, loiro de olhos azuis, sobe no palco e sussurra algo no ouvido do apresentador nojento.

- Ah, desculpe senhores, mas parece que essa virgem já foi vendida – Ele diz e os homens começam a gritar com raiva.

- Quem foi?

- Queremos saber quem foi?

- Eu dobro o preço – Um deles grita.

Eu me assusto com a maneira que eles se tornam animais violentos.

- Foi eu quem comprei – Um homem alto, com cabelos castanhos em topete vestido de com um terno totalmente escuro, sobe no palco e a gritaria cessa – Mais alguém tem alguma coisa a dizer sobre isso? – Ele pergunta com a voz rouca e num tom totalmente frio.

Os homens que antes gritavam agora nenhum ousa falar algo.

- Muito bem, Louis, leve ela para o meu carro. – Ele manda e o tal de Louis se aproxima de mim e me puxa.

Assim que sou colocada dentro do carro, o homem que me comprou entra junto comigo.

- Muito bem, (S/n), eu sou Liam Payne e posso dizer sem dúvidas que irá ser um prazer ser o primeiro a te deflorar – Ele diz tocando minha perna com possessividade e eu me encolho no banco do carro.

Não acredito que fui comprada pelo maior mafioso da Europa.

Chegando na mansão do Liam, ele me pega pelo braço e me leva para dentro da casa.

Uma senhora vem nos saudar, mas no momento que me ver ela me olha com pena.

- Senhor Payne…

- Agora não, Marie – Ele responde e me leva escadas a cima.

Liam abre a porta de um quarto e me joga em cima da cama, eu rapidamente me levanto e fico encolhida no canto da parede.

- Volte para cama, (S/n) – Ele manda.

- Não – Respondo e percebo que minha voz sai firme.

- Volte agora para a cama – Ele diz – Eu não irei repetir.

- Eu não quero perder minha virgindade com o senhor, um homem que eu não conheço e nem tenho sentimentos por você – Respondo e ele fica vermelho de raiva.

- Eu COMPREI você, você é minha, garota, se eu quiser foder você agora eu irei, agora deita na porra dessa cama antes que eu faça uma loucura e te mate – Liam diz se aproximando de mim.

- Me mate, me mate por favor assim não terei que suportar você tentando me estuprar – Falo e Liam se afasta de mim e eu percebo que ele está cada vez com mais raiva.

- Garota insolente, você foi comprada para me servir, mas agora perdi a vontade de me deitar com você, MARIE VENHA AQUI AGORA – Liam grita.

A senhora aparece pela porta.

- Sim, senhor

- Leve essa garota até o quarto e a tranque lá, amanhã faça ela acordar antes de todos para poder fazer os trabalhos domésticos e se eu ver uma coisinha suja nessa casa ela irá se ver comigo – Liam diz e eu me tremo.

Marie sai me puxando.

- Garota, como você se nega a se deitar com ele? Estou surpresa que ainda esteja viva, ultima que tentou fazer algo assim levou um tiro no meio da testa – Marie diz e eu fico mais assustada.

Os dias passam e eu virei uma empregada, isso é bom porque até agora Liam Payne não veio tentar algo comigo. Mas toda noite quando eu estou varrendo o corredor do quarto dele, escuto mulheres gemendo alto dentro do quarto dele. Isso me dá nojo.

Certa vez durante a tarde eu estava arrumando a sala quando Liam e um amigo dele entrou em casa.

- Muito bem, Zayn, espere aqui enquanto eu pego o documento – Liam passa por mim e eu continuo a limpar a mesinha de centro. No minuto seguinte sinto uma respiração na minha nuca.

- Liam está sendo louco em deixar uma mulher linda dessas trabalhando pesado na casa, você devia ser tratada melhor – Ele diz e eu me viro o encarando.

- Com licença, senhor, tenho muito o que fazer – Falo e tento me afastar. Escuto Liam se aproximando e caminho até o outro lado da sala.

- Bela mulher você tem aqui, Liam – Zayn diz e Liam me encara.

- Sim – Ele responde simplesmente.

- Como você pode deixar ela trabalhar desse jeito, se ela fosse minha estaria sempre na minha cama – Zayn diz passando a mão pela minha coxa. Liam caminha furiosamente até Zayn e o puxa com brutalidade.

- Dá próxima vez que você tocar nela pode ter certeza que eu vou cortar a sua mão – Liam fala e Zayn sorri brincalhão.

- Não sabia que você era possessivo em relação a suas escravas, essa é nova – Zayn diz e Liam o puxa, enquanto isso Marie aparece na sala com um balde com água, ela trava ao ver Liam e Zayn.

- Vai logo para o carro – Ele manda e Zayn sai da casa, Liam se vira e me encara – Hoje quero que me espere no meu quarto, tenho algo para conversar com você – Liam diz e sai de casa me deixando confusa. 

O que ele quer comigo?

Espero que tenham gostado, se sim, deixem uma ask me contando

*Os favoritos são importantes, então se gostou deixa seu fav lindo aí ;D

Pedido: Faz um do Harry em que ela tem complicações no parto e o bebê quase morre – Anônimo

*Aqui nesse link http://hot-1d-imagine.tumblr.com/pedidos vocês podem ver quais e a ordem que em os imagines vão ser postados, se o seu não estiver na lista é porque infelizmente não chegou, vou estar sempre atualizando a lista*

***

Imagine do Harry:

Eu estava deitada na minha cama enquanto acariciava minha barriga, eu estava grávida de 8 meses e o meu marido Harry está muito animado para ser pai, foi complicado demais para eu ficar grávida porque tenho um problema no útero. Mas com um tratamento e várias tentativas eu consegui ficar grávida.

- Está tudo bem? – Harry pergunta quando entra no quarto.

- Claro que sim, nosso bebê está bem tranquilo hoje – Respondo sorrindo, Harry se aproxima e acaricia minha barriga com afeto.

- Estou ansioso para a chegada dele, nosso pequeno Luke – Ele fala e eu sorrio.

***

Durante a noite eu acordo com uma dor forte em minha barriga e ela passa tão rápido como veio, mas depois de alguns minutos ela volta novamente e eu percebo que estou com contrações.

- Harry…– Chamo ele com uma voz fraca, a dor me toma novamente – HARRY – Dessa vez eu grito e meu marido acorda rapidamente e me olha assustado e preocupado.

- (S/n) o que houve? – Ele pergunta passando a mão em minha barriga e no meu rosto.

- Estou com contrações, nosso filho vai nascer – Falo e Harry olha para minhas pernas e eu sigo seu olhar e vejo sangue. Isso não é normal.

- Meu Deus, vamos – Ele diz e me pega no colo. Depois de me colocar no carro, Harry sai praticamente voando pelas ruas de Londres.

Eu me sinto tonta e fraca, não sei se conseguirei aquentar por muito tempo.

Chegamos no hospital e Harry mais uma vez me pega no braço e praticamente arromba a porta do local, minhas pernas estão empapadas de sangue e eu estou cada vez mais fraca.

Os médicos me colocam em uma maca e eu seguro a mão do Harry.

- Harry… – Sussurro o nome dele e meu marido se aproxima e eu consigo ver seus olhos verdes nublados pela preocupação e medo – Se for para salvar um dos dois salve o nosso filho, quero que cuide dele com todo o amor do mundo, escolha a nosso filho, me prometa, Harry – Peço com a voz fraca e tento apertar a mão dele.

- (S/n)… não irá acontecer nada – Harry diz com a voz embargada.

- Me prometa, Harry, agora – Mando enquanto os médicos me levam as pressas para algum lugar.

- Eu… prometo – Ele diz por fim e eu dou um sorriso fraco e minha visão fica escura e eu não vejo mais nada.

Acordo quando sinto eles me trocarem de maca, vejo que estou dentro de uma sala.

- Olá, senhora Styles, iremos começar a cesariana – O meu médico diz – Conseguimos estabilizá-la e já demos a anestesia, tudo irá ficar bem – Ele diz e eu respiro fundo.

- Harry… – Falo e ele sorri.

- Seu marido terá que ficar fora da sala de parto, para o bem da minha equipe, ele estava fora de si quando viu você desmaiando – O médico diz e ajeita sua luva – Vamos começar.

Eu não sinto nada graças á Deus, mas faz um tempo que estamos aqui e nada do choro do meu filho e eu começo a ficar preocupada. Vejo a porta da sala de parto ser aberta e Harry entra por ela vestido com roupas especiais. Ele me olha e sorri carinhosamente, me dá um beijo na testa e segura minha mão.

- Temos um problema aqui – Escuto o médico dizer e me sinto enrijecer – O cordão umbilical está envolto ao redor do pescoço do bebê, temos que ser rápidos – Ele avisa para a equipe – Seu cordão é curto e está impedindo a passagem de sangue e a frequência cardíaca está baixa, assim que eu por a cabeça para fora irei desenrolar, mas tenho que ser cuidadoso para que o aperto não piore – O doutor explica e começa a fazer o que foi dito, se passa alguns minutos de pura tensão quando eu escuto o suspiro dele.

- Consegui, rápido façam uma suave massagem cardíaca no nosso pequeno recém nascido – Ele diz e eu aperto a mão do Harry.

Depois de dois minutos eu escuto o choro do meu bebê e fico mais aliviada, Harry solta minha mão e caminha até o filho, vejo que meu marido está emocionado e eu estou do mesmo jeito.

Harry traz o nosso bebê e coloca em meus braços.

- Veja como ele é lindo igual ao pai – Harry diz e eu dou uma risada.

- Ele é perfeito – Digo sorrindo.

- Ele é o fruto do nosso amor, o nosso pequeno milagre – Harry diz, nos encaramos e damos um selinho, voltamos a encarar o pequeno Luke em meus braços.

Espero que tenham gostado, se sim, deixem uma ask me contando

*Os favoritos são importantes, então se gostou deixa seu fav lindo aí ;D

Pedido: Faz um com o Zayn em que a (S/n) fica bêbada e o provoca e rola um hot – Anônimo

*Aqui nesse link http://hot-1d-imagine.tumblr.com/pedidos vocês podem ver quais e a ordem que em os imagines vão ser postados, se o seu não estiver na lista é porque infelizmente não chegou, vou estar sempre atualizando a lista*

***

Imagine HOT Zayn

Eu tinha acabado de brigar com o Zayn, o meu namorado, o motivo foi que uma das milhares de primas dele estava se oferecendo descaradamente para ele na minha frente e o Zayn não fez nada para impedir, e depois da nossa briga ele vem dizer na minha cara que isso era coisa da minha cabeça. Por isso estou aqui, na minha casa totalmente puta da cara.

Escuto o meu celular tocar e vejo que é a minha melhor amiga Kate.

- Oi, amiga, marquei de sair hoje com um amigo quer vir junto? – Ela pergunta.

- Para onde? – Pergunto.

- Para uma balada maravilhosa que inaugurou ontem – Kate diz e eu respiro fundo.

- Eu nem estou na animação, você nem sabe que o Zayn fez… – Conto tudo para ela e Kate fica indignada.

- Mais um motivo para você vir comigo, vamos lá, mostra pra ele que você não depende de homem nenhum – Kate diz e eu dou um sorriso maligno.

- Tem razão, eu vou, ligo quando estiver pronta – Falo e desligo.

***

Depois de me arrumar, Kate chega e juntas saímos do prédio

— Agora vamos ficar bêbedas - Kate diz destravando o carro e eu dou um sorriso.

Chegando lá, nos duas entramos na área VIP, já que o namoradinho da Kate é amigo do dono e descobri que ele é um dos amigos de Zayn, fiquei meio desconfiada, mas tudo bem, eu e ela subimos umas escadas de neon e ficamos em um espaço que não tem muitas pessoas e lá de cima dá para ver todo mundo dançando, bebendo e se pegando. Tem dois brutamontes na porta de saída e de entrada local, pelo menos o lugar parece seguro.

Começamos a beber alguns drinks.

— (S/n), VAMOS DANÇAR? – Kate grita por causa da música.

— CLARO – Respondo gritando também.

Descemos as escadas e vamos para a pista de dança, começa a tocar uma música com uma batida sensual e eu começo a rebola de acordo com a batida levando alguns homens a me olhar assim como alguns olham pra Kate também. Ficamos um tempo dançando e bebendo muito, eu já estava ficando muito bêbada, até que eu sinto uma mão segurar meu quadril. Me viro e vejo um homem de cabelos extremamente loiros e olhos verdes incrivelmente lindos. Dou um sorriso para ele e retiro delicadamente a mão dele da minha cintura.

- Desculpa, tenho namorado – Digo e o homem sorri.

- É uma pena, ia adorar passar o resto da noite com você – Ele diz.

- Se eu fosse solteira, quem sabe – Digo sorrindo e dando um gole no meu drink.

- Bom, meu nome é Jackson – Ele diz se aproximando para um cumprimento, mas antes que eu possa sequer falar meu nome me vejo sendo puxada para longe da pista por um homem completamente fora de si. Fico assustada de inicio até perceber que é Zayn Malik me puxando.

— Zayn? – Pergunto meio grogue.

Ele não responde apenas me guia para fora do local. Nós saímos pelas portas dos fundos e finalmente Zayn me solta.

— O que faz aqui? – Pergunto respirando fundo para ver se para a minha tontura.

— Como assim o que eu faço aqui? Meu amigo me ligou dizendo que você estava tomando todas e estava sendo comida pelos olhares de outros homens, (S/n) você sabe que eu não me importo em deixar você se divertir mas saber que tem outros homens te cobiçando e pensando coisas imorais com você, isso me deixa louco – Zayn diz controlando o tom de voz.

- Agora pelo menos você sabe como eu me senti quando aquela nojenta da sua prima ficava dando em cima de você na minha frente, ela, com certeza, também pensava em coisas imorais com você – Digo com raiva.

- Me desculpe, eu não queria que você ficasse com raiva – Zayn diz e eu apenas cruzo os braços.

- Se me dá licença, irei voltar para a festa – Digo e saio cambaleando.

- Não, você não vai, olha seu estado, está totalmente bêbada, nós vamos para casa – Ele diz e me puxa delicadamente.

Zayn me guia em direção ao R8 que está parado naquele lugar e abre a porta para mim.

— Entre – Zayn diz e eu, derrotada, entro.

Ele dá a volta no carro e entra no lugar do motorista.

Pego o meu celular e mando uma mensagem para Kate avisando que já fui embora.

Zayn dirige calado até o apartamento dele.

Ele para o carro na garagem e logo desce e abre a porta para mim.

— Venha – Zayn ergue a mão e para me ajudar a sair do carro.

Chegando no apartamento dele, Zayn me reboca até o quarto dele.

- Você tem que tomar um banho gelado para tirar o efeito da bebida, vamos – Zayn diz.

- Não quero tomar um banho frio agora, estou cansada – Falo fazendo birra e correndo em direção a cama dele. Mas antes que eu consiga dar alguns passos, Zayn me puxa pela cintura colando meu corpo em suas costas, sinto seu peitoral. Começo a respirar com mais dificuldade. Até que ele me puxa e me coloca dentro do box e liga o chuveiro na água gelada. Assim que a água gelada toca em minha pele, parece que estão enfiando agulhas em mim, dou um grito.

- Fique calada – Zayn manda.

- Já basta me fazer tomar esse banho ainda quer que eu fiquei calada? Ah me poupe, né Zayn, eu ainda estou puta com você, agora ainda mais – Digo e cruzo os braços e viro de costas pra ele.

- Ainda está com raiva de mim? Pois eu sei muito bem como para-la – Zayn diz e entra dentro do box junto comigo, ele retira toda a minha roupa, que infelizmente molhou toda, e retira minhas peças intimas, eu encaro ele e o vejo se ajoelhar na minha frente.

- Zayn… – Falo e ele dá um sorriso malicioso.

- Irei parar a sua ira – Ele diz e no segundo seguinte sinto a língua dele tocar o meu clitóris, solto um gemido alto e minha mão vai parar nos cabelo macios dele.

Ele começa a me chupar com força e a dar leves mordidas no local. Eu solto gemidos altos e tento me segurar na parede e no box, Zayn levanta uma das minhas pernas e coloca em cima do ombro dele para facilitar o aceso a minha intimidade. Ele suga e lambe meu clitóris e em seguida enfia dois dedos em mim, solto um grito quando ele começa os movimentos de vai e vem dentro de mim.

- Zayn… eu – Tento dizer mas acabo gozando gloriosamente na boca dele.

Ele se levanta e eu noto que sua boca está um pouco brilhante por conta de seu gozo e isso me deixa mais excitada.

- Eu preciso ter você agora – Zayn diz e desliga o chuveiro e me pega no colo, ele sai do banheiro e me joga na cama dele. Zayn retira toda sua roupa molhada e fica apenas de boxer.

Me sento na cama e passo a mão pelo membro duro dele. Zayn solta um gemido.

Abaixo a sua boxer e ele sorri com isso, ele retira totalmente a boxer e a joga em algum canto e eu encaro o membro grande e totalmente duro dele.

— Agora eu vou lhe mostrar quem eu realmente desejo – Ele diz e me faz abrir as pernas e se encaixa lá, ele passa lentamente a cabeça de seu membro pela minha abertura totalmente molhada e eu gemo baixinho. Zayn está cara a cara comigo e observa todas as minhas expressões.

- Eu desejo e amo você, sempre irei te amar, nenhuma mulher no mundo irá me fazer mudar, eu só quero você – Zayn diz e me penetra devagar, e eu sinto ele me preenchendo por completo, solto um gemido baixo e mordo o lábio.

Zayn sorri lascivamente e começa a se mexer dentro de mim, dando estocadas fortes e duras, ele beija o meu pescoço e eu passo as mãos pelos braços dele. Gemo alto a cada estocada que Zayn dá e ele geme toda vez que eu me aperto em volta dele.

— Ah, você é tão apertada, (S/n), oh Deus – Ele diz com os dentes cerrados e logo depois gemendo junto comigo.

— Oh Zayn… – Solto um gemido alto quando ele entra dentro de mim com mais força.

Zayn não para de dar estocadas. Sinto aquela sensação ótima começar a vir e mordo os lábios.

— Venha, Baby, goze junto comigo, goze – Zayn diz e eu não consigo me controlar e gozo ao redor de Zayn.

Zayn também goza junto com comigo se derramando dentro de mim, sinto os jatos quentes de Zayn me preencher e isso me deixa mais saciada. Ele cai por cima de mim e eu passa as mãos carinhosamente por suas costas.

— Ainda com raiva? – Zayn pergunta e se deita ao meu lado.

Dou um sorriso.

- Não, não mais, eu te amo – Falo o beijando com carinho e Zayn me recebe e me abraça.

- Depois desse nosso sexo maravilhoso, eu acho que gostaria de deixar você mais vezes com raiva – Zayn diz e eu dou um tapa no ombro dele.

Espero que tenham gostado, se sim, deixem uma ask me contando

*Os favoritos são importantes, então se gostou deixa seu fav lindo aí ;D

Pedido: Faz um do Louis que ela só ficou com ele é engravidou, mas ele leva a filha e a esposa para conhecer ela! Final feliz - Anônimo

*Aqui nesse link http://hot-1d-imagine.tumblr.com/pedidos vocês podem ver quais e a ordem que em os imagines vão ser postados, se o seu não estiver na lista é porque infelizmente não chegou, vou estar sempre atualizando a lista*

***

Imagine do Louis.

Estou com graves problemas.

Eu tenho um melhor amigo, Louis, sou completamente apaixonada por ele, sempre fui, nos conhecemos no ensino médio e cursamos juntos a mesma faculdade. Cerca de um ano depois da nossa formatura ele e eu nos separamos, mas nunca perdemos o contato. Quando ele voltou e nos reencontramos foi um dos dias mais felizes e tristes da minha vida.

Fiquei feliz porque ele voltou para perto de mim.

Mas fiquei triste porque ele voltou casado e com um filho.

Depois que passou dois meses da chegada do Louis em Londres, ele brigou com a mulher dele e veio para a minha casa, ele estava fora de si e eu naquele momento faria tudo para ajudar ele. Foi quando Louis me prensou na parede e me beijou, ele me beijou com tanta vontade que eu me esqueci de tudo e ali mesmo na sala do meu apartamento eu tive a minha primeira transa com o homem da minha vida.

Agora vem a parte terrível, passou alguns dias da nossa noite e Louis voltou a ficar de bem com a mulher, e três semanas depois eu descobri que tinha ficado grávida dele. Uma tristeza enorme me abateu, como eu ia contar para ele e SE eu ia contar para ele. Talvez eu devesse dizer que o filho não era dele, afinal eu posso muito bem bancar uma criança sozinha.

Hoje eu recebi uma ligação do Louis, ele disse que ia vir aqui em casa me apresentar a mulher e o filho dele que eu ainda não conhecia porque eu queria certa distância deles, mas agora, não tenho mais como fugir desse encontro.

Mesmo estando abatida, eu me arrumo lindamente e espero eles chegarem.

Escuto a campainha tocar e me levanto e abro a porta, vejo Louis segurando um bebe no braço e do lado dele tem uma mulher loira que logo de cara já não gosto.

- Boa noite, (S/n), finalmente você vai conhecer minha família – Louis diz com um sorriso no rosto mas percebo que seus olhos estão opacos e sem vida, acho tudo muito estranho.

- É um prazer, entrem – Falo me afastando e eles entram.

- (S/n) essa é a minha mulher, Kate – Louis diz e eu dou um sorriso forçado e ela aperta minha mão.

- Prazer em conhecer você (S/n) – Ela diz e eu apenas balanço a cabeça.

- E esse aqui que está dormindo é o pequeno Henry – Ele diz sorrindo e eu fico encantada com o jeito que ele olha para o filho dele. Eu quero que ele trate o nosso filho assim. E com esse pensamento eu tomo a decisão de contar para ele que estou grávida.

Durante a visita de Louis eu consigo notar que ele está distante da mulher, isso me dá forças.

- (S/n) onde fica o banheiro? – Louis pergunta e eu indico o local.

Fica um clima estranho entre eu e a mulher dele depois que ele saiu, mas eu contorno isso saindo do local para buscar a sobremesa.

Depois que eles foram embora, eu consigo respirar fundo e começo a pensar em como irei contar para o Louis da minha gravidez.

Dois dias depois, enquanto eu estou na cozinha preparando meu jantar, eu escuto a campainha tocar.

Abro a porta e vejo Louis parado me encarando.

- Olá – Ele diz.

- Louis, o que faz aqui? – Pergunto.

- Eu esperei por dois dias – Louis diz entrando na minha casa e fechando a porta.

- O que? – Respondo confusa.

- Eu esperei por dois dias você me contar que está grávida de mim – Louis fala e eu entro em choque, mas como?

- Mas… como … – Falo gaguejando.

- Quando eu fui no banheiro naquele dia eu entrei no seu quarto e vi um ultrassom em cima da cama e lá mostrava uma gravidez de um mês, exatamente um mês atrás eu lembro que nós dois fizemos sexo – Louis diz se aproximando de mim.

- Louis, por favor – Falo colocando a mão no peito dele.

- Porque não me contou? – Ele diz segurando meus pulsos e me aproximando mais dele.

- Como eu poderia? Você tem uma família, tem uma mulher que te ama e um filho lindo e adorável, como eu poderia estragar a vida de vocês assim? – Pergunto e minha voz falha.

- Minha família está acabada, o que só me importa é o pequeno Henry, minha família é você, sempre foi você – Louis diz me abraçando pela cintura.

- O que? – Pergunto.

- Kate me traia e o pequeno Henry não é o meu filho, mas eu amo ele sempre irá ser meu filho do coração, mas você (S/n) eu sempre te amei desde a época do ensino médio, aquela noite em que tivemos foi o meu desejo que falou mais alto, eu sempre quis ser mais do que um melhor amigo, eu te amo e amo ainda mais essa criança que é tanto sua como minha – Louis passa a mão pela minha barriga carinhosamente.

- Louis eu te amo também – Falo pulando no colo dele e o beijando apaixonadamente.

- Não se preocupe, pedi o divorcio assim que eu sai da sua casa depois da nossa noite de amor, Kate não será um problema para nós, eu quero construir minha família com você.

Espero que tenham gostado, se sim, deixem uma ask me contando

*Os favoritos são importantes, então se gostou deixa seu fav lindo aí ;D

Pedido: Ela tem um filho do Zayn, mas ele e a família dele não aceitam a criança, apenas o pai do Zayn aceita, então tem um aniversário da criança e ela só chama o pai do Zayn, mas a família toda vai e o Zayn também vai e lá ele tenta reconquistar ela – hakunamatatapossible

*Aqui nesse link http://hot-1d-imagine.tumblr.com/pedidos vocês podem ver quais e a ordem que em os imagines vão ser postados, se o seu não estiver na lista é porque infelizmente não chegou, vou estar sempre atualizando a lista*

***

Imagine do Zayn:

Eu sou mãe solteira, tive um filho do Zayn, mas ele não aceitou a criança e a família dele praticamente nos excluiu de tudo, eles não ligam e nem querem saber do meu filho, mas eu já superei isso e quero distancia de Zayn, ele agiu de uma maneira horrível quando contei que estava grávida, a única pessoa que me apoiou por incrível que pareça foi o pai do Zayn, Yaser, ele é apaixonado pelo neto e eu adoro a relação dele com o meu filho.

Hoje seria a festinha de 4 anos do meu pequeno Chase, ele estava pulando pela casa animado porque seu avô disse que ia dar um presente que ele queria.

- Filho, está na hora de tomar banho, daqui a pouco a sua festinha vai começar, vamos – Chamei ele e Chase veio correndo em minha direção. Dei banho nele e o vesti – Agora fique aqui quietinho esperando a mamãe se arrumar, tudo bem? – Pergunto e ele assente sorrindo mostrando seus dentinhos de leite.

Como hoje estava frio, vesti um vestido sem mangas de veludo vinho que ia até a metade de minhas coxas, ele marcava a minha cintura e abria em uma saia rodada simples, calcei um salto alto preto e deixei meus cabelos soltos e passei uma maquiagem simples e um batom vermelho.

Assim que termino, desço as escadas e vejo Yaser com Chase no colo.

- Ah, fico feliz que tenha chegado – Falo sorrindo e ele me abraça.

- Você está linda, querida, vamos a festinha já começou lá no jardim – Ele diz e leva Chase no colo até a parte de trás da casa.

Assim que eu olho pro jardim, meu estomago se revira, toda a família de Zayn está ali, a mãe dele, as irmãs e uns primos mais próximos. Eu travo na porta e Yaser me encara.

- Vai ficar tudo bem, eles resolveram dar uma chance ao meu neto – Ele diz e eu bufo.

- Quem devia dar uma chance era eu, fui abandonada por eles e durante quatro anos não quiseram saber do meu filho, eu tenho meus motivos para estar desconfiada, Yaser – Digo e ele suspira e assente concordando comigo.

- Eu entendo o que está sentindo, mas por favor, eu tenho certeza de que se eles conhecerem Chase e você como eu conheço eles iram amá-la e você e o meu neto serão parte da família – Ele diz e eu assinto derrotada.

- Só espero que Zayn não esteja aqui – Falo com os dentes cerrados e quando olho pro lado lá está ele encostado em um pilar me encarando com um copo de refrigerante na mão. Yaser rir e leva meu filho para falar com a família. Eu não saio do lugar e observo cada movimento que Chase dá, meu instinto protetor totalmente focado no meu filho.

Sinto uma presença do meu lado e percebo que era Zayn, eu o ignoro completamente e continuo observando meu filho sendo abraçado pela Trisha e pelas irmãs do Zayn.

- Ele está virando um rapaz – Zayn diz do meu lado e eu o encaro com raiva.

- Sim, mas não graças a você – Digo e saio caminhando até a mesa de bebidas, pego um copo de água e bebo rápido. Zayn me seguiu.

- Olha, (S/n), eu sinto muito por ter deixado vocês dois – Zayn diz e eu dou uma risada de deboche.

- Você acha que só vindo aqui, tentar demonstrar qualquer interesse no meu filho você vai conseguir meu perdão? Zayn, você está muito ingênuo – Digo e caminho em direção ao meu filho, mas Zayn segura meu braço e me puxa para trás para perto de seu corpo. Eu me arrepio e tento me soltar dele.

- Podemos falar em particular? – Ele pergunta sério e eu o encaro, ele mudou, está mais bonito e mais masculino, não sei explicar, parece que ele está me afetando mais do que antes.

- Apenas por 10 minutos, não quero meu filho muito perto da sua família – Disse e caminho até a cozinha da minha casa e Zayn me acompanha e fecha a porta

– Ok, o que você quer? – Pergunto cruzando os braços.

- Eu quero você e o meu filho, morando comigo, como uma família de verdade? – Zayn diz e eu fico estática por uns segundos e depois solto uma risada.

- Zayn, você bebeu? – Pergunto e ele fecha a cara e me encara sério.

- (S/n), eu estou falando sério, eu me arrependo por tudo que fiz, porra, toda noite eu não conseguia dormir direito sabendo que eu tinha feito a maior burrada da minha vida, mas eu não voltei pra você por causa do meu orgulho idiota, você tem noção de quantas vezes eu sonhei com você? ou quantas vezes eu passava na frente da sua casa só para tentar pegar um pequeno vislumbre seu com Chase, eu preciso de você (S/n) mais do que eu imaginava, eu fui infantil por ter largado você grávida, quando percebi isso eu mandei meu pai cuidar de você enquanto eu ainda tentava lidar com a ideia de que eu era pai, porra, eu sou pai de uma criança linda e adorável, eu não sabia que mandando meu pai cuidar de vocês ele ia se apaixonar pelo neto de uma maneira que toda vez que ele me via ele brigava comigo por estar perdendo a oportunidade de ter uma família, perdendo a oportunidade de ficar com a mulher que eu amo, eu só agora percebi o quão babaca eu fui, então por favor me perdoe por tudo o que fiz com você e com Chase, eu quero vocês comigo tanto… – Zayn diz se aproximando de mim e que quando ele termina de falar, eu estou prensada na parede com o corpo dele colado ao meu.

- Zayn, eu sinto… – Eu tento falar mais Zayn cola sua boca na minha e me beija com tanta vontade que eu cedo ao seu toque. Ele me puxa e me cola ao seu corpo e eu coloco minhas mãos em seus ombros para me apoiar, ele aperta minha cintura com um braço me prensando mais em seu corpo, sua boca me beija com fúria, amor e necessidade. Zayn dá um impulso no meu corpo e me coloca sentada em cima do balcão da cozinha onde abre minhas pernas e se encaixa no meio e me puxa para mais perto. Quando precisamos de ar, ele se separa e eu o encaro ofegante.

- Eu preciso de você – Ele diz com a testa colada na minha.

- Eu te perdôo, mas não será fácil conquistar minha confiança novamente, estou te dando a oportunidade de tentar, não vou impedir de você ver Chase, mas se você me quiser tanto como você mesmo disse, então vai ter que me conquistar novamente porque no dia que você saiu pela porta da minha casa, meu coração se quebrou em tantos cacos que demorei três anos para poder superar o que você me fez, então não vai ser um discurso bonito que me fará esquecer os anos que você passou sem estar comigo e com Chase – Digo acariciando meu peitoral e Zayn assente e me tira de cima do balcão.

- Então pode ter certeza que eu não irei desistir de você e nem do nosso filho – Zayn diz e entrelaça nossos dedos e sai da cozinha me puxando em direção a festinha.

Espero que tenham gostado, se sim, deixem uma ask me contando

*Os favoritos são importantes, então se gostou deixa seu fav lindo aí ;D

Pedido: Faz um imagine que o Liam é ginecologista e a S/N costuma fazer algumas consultas com ele (apenas perguntas) e ele explica as coisas com “certas intenções” pra ela, meio que fazendo charme ah, e Faz um HOT no final – Anônimo

*Aqui nesse link http://hot-1d-imagine.tumblr.com/pedidos vocês podem ver quais e a ordem que em os imagines vão ser postados, se o seu não estiver na lista é porque infelizmente não chegou, vou estar sempre atualizando a lista*

***
Imagine Hot do Liam:

Hoje eu tinha consulta no ginecologista, eu tinha começado a ter relações sexuais á um mês atrás com um ex namorado, por causa dessa iniciação eu tenho algumas perguntas para fazer sobre sexo, eu não tenho quase nenhuma experiência sobre sexo, só sei o básico que foi o meu ex namorado que me ensinou, é meio constrangedor eu ter quase 20 anos e não saber sobre assuntos simples. Eu quero dar prazer para o meu parceiro, quando eu tiver um, para fazer isso preciso de ajuda.

Chego à clinica e vou até a recepcionista.

- Olá tenho uma consulta com o Doutor Taylor – Falo.

- Ah, o Doutor Taylor teve um imprevisto e ele está sendo substituído pelo Doutor Liam Payne, você pode se consultar com ele – Ela responde e eu paro para pensar, gosto do Doutor Taylor, ele me atende á anos, não confio nesse Liam ainda, mas já que é para perguntas constrangedoras vou com esse Liam afinal vai ser uma vez e nunca mais vou precisar olhar para cara dele.

- Tudo bem então, quantas pessoas na minha frente? – Pergunto.

- Na verdade, você já pode entrar, Doutor Liam atende rápido – Ela explica – Sala do ultimo andar número 30 – A mulher me fala a localização e eu vou para o elevador.

Espero por um tempo e quando vejo já estou no ultimo andar e procuro pela sala 30, quando eu acho percebo que é uma sala afastada das outras.

Bato na porta e escuto um entre. Eu entro de cabeça baixa e fecho a porta e quando levanto a cabeça olho para o médico que me encara sentado atrás de sua mesa chique.

- Bom dia, (S/n) – Ele fala sorrindo lindamente. Esse médico é muito novo e extremamente lindo, meu deus a onde eu fui me meter.

- Bom dia, Doutor – Respondo e me sento na cadeira que fica na frente dele – Eu vim aqui porque eu comecei a minha vida sexual faz um mês e eu tenho certas… duvidas em relação ao assunto, me sinto extremamente leiga nesse assunto que muitos devem conhecer – Falo corando um pouco e cruzando meus dedos de nervoso.

- Tudo bem, quero que saiba que não precisa ter vergonha, muitas mulheres vem aqui também para tirar duvidas e eu acho isso extremamente importante, pode começar, o que quer saber? – Ele pergunta e eu coro sobre o seu olhar, ele me olha estranho mas eu gosto.

- Bom… Não cheguei ao orgasmo todas as vezes em que transei com meu namorado, eu sou frígida? – Pergunto e não encaro ele, mas sinto o peso de seu olhar sobre mim.

- Não, o apetite sexual é influenciado pelo ciclo hormonal, pelo humor, pela habilidade do homem com quem você se deita, então a culpa não é sua, durante o ato tente relaxar e diga ao seu parceiro de quais toques que você gosta e aonde quer ser tocada – Liam me responde sério e eu o encaro.

- Ok, ah… quais são as posições preferidas dos homens? – Pergunto corada e ele sorri de lado.

- O homem prefere todas as posições que dão a idéia de domínio sobre a parceira e a preferida é com ela “de quatro”… – Ele responde mas eu o interrompo e franzo o cenho.

- Essa posição não me deu nenhum orgasmo, quando eu transava gostava de olhar para a expressão de prazer do meu ex, isso me deixava excitada e mais perto do orgasmo – Falo e encaro Liam que me olhava estranho e eu coro.

- É o que ia falar… Essa posição não é ideal para a mulher, pois não favorece o orgasmo feminino.

Assinto e dou um sorriso.

- Onde o homem sente mais prazer? – Pergunto curiosa e Liam sorri para mim.

- A área da glande, mais conhecida como a cabeça do membro masculino, é bem sensível quase como o clitóris da mulher, mas o clitóris é mais sensível ainda – Ele responde e eu assinto e penso em mais perguntas.

- Como fazer sexo oral no homem? – Pergunto mais uma vez.

- Você quer os detalhes de como fazer? – Ele pergunta e eu assinto corada.

- Bom, o entusiasmo é sua arma mais poderosa para enlouquecer o parceiro, e isso inclui naturalidade na hora de usar a boca e as mãos. Truque para aprendizes como você: segure o pênis pela base. Além de ajudá-la a guiar os movimentos, evita que você engasgue caso o parceiro se empolgue… – Dou uma risadinha e Liam me encara malicioso – Depois, comece a sugá-lo, explorando diferentes movimentos, velocidades e vibrações. Experimente lambê-lo em diversos pontos, de cima a baixo, e, algumas vezes, estacione a caricia na cabeça do pênis, o que eu já disse, que é um dos pontos de prazer do homem – Liam responde e percebo que ele abriu o seu jaleco e me encara com os olhos mais escuros.

- Eu já tive sonhos eróticos, e… meio que tive um orgasmo durante o sono, isso é possível?

Liam se ajeita na cadeira e eu o encaro ainda curiosa.

- Sim, quando as mulheres estão no período fértil, os hormônios estabelecem uma necessidade de sexo e o cérebro envia estímulos ao corpo que podem levar ao orgasmo, mesmo se você estiver dormindo.

- Nossa, então eu realmente tive um orgasmo dormindo – Falo toda corada.

- Como dar prazer ao homem nas preliminares? – Pergunto e Liam retira seu jaleco e o joga no sofá ao lado.

- Vamos lá, suas unhas são poderosas, o carinho feito com elas faz arrepiar o corpo todo e excita o homem, as costas são um bom lugar para apostar as caricias, o ótimo lugar é desde o peito, passando pela barriga até chegar na virilha – Liam fala e demonstra o caminho com as mãos dele e de repente meus lábios ficam secos e eu passo a língua para umedecê-los.

- Beijar também excita, falar sacanagens no ouvido, caricias no mamilo, beijos na nuca e pescoço, são muitas áreas que deixam o homem excitado, (S/n) – Liam termina de me responder - Mas e você, o que te excita mais? – Liam pergunta malicioso e eu me sinto excitada, droga.

Me levanto rapidamente.

- Já estou mais segura em relação ao sexo, obrigada doutor – Falo e quando me viro para ir embora, Liam me chama.

- O doutor Taylor disse para eu fazer um exame em você antes de ir, ele quer saber o resultado na próxima semana então por favor, vá para trás do biombo e retire sua roupa e vista a bata verde que está lá, retire tudo, desde o sutiã e a calcinha – Liam diz e entra no outro compartimento onde fica aquela cadeira onde sentamos para fazer o exame.

Vou para trás biombo e sinto minhas pernas tremulas, eu vou mostrar minha vagina para um cara onde eu acabei de fazer perguntas  sobre sexo. Porra.

Depois de nua, vesti a bata verde horrível e fui meio tímida para onde ele estava me esperando. Liam sorri e abre espaço para eu me sentar naquela cadeira.

- Põem um pé aqui e outro aqui – Ele mostra o suporte e eu coro, droga.

Quando eu termino de colocar meu pé no suporte eu já estou toda aberta para ele, Liam coloca as luvas e me encara dentro dos olhos. Deito minha cabeça e fecho os olhos.

- Bom, agora irei tocá-la e colher amostras para o exame – Liam explica e eu assinto.

- Tudo bem – Respondo baixinho.

Sinto os dedos dele me tocarem e eu mordo o lábio, sinto ele tirando as amostras para o exame e quando eu acho que acabou sinto o dedo dele tocar meu clitóris, porra. Ele começa devagar, um movimento circular mínimo em cima do meu ponto de prazer. Eu estou ficando úmida, meu deus, eu estou ficando excitada. Ele parece perceber isso e aumenta um pouco os movimentos e eu mordo o meu lábio com força para impedir os gemidos de saírem e me constranger mais.

- Está tudo bem? – Ele pergunta com uma cara de santo. Filho da puta.

- Sim – Respondo quase sem ar.

- Ótimo – Ele dá um sorriso malicioso.

O dedo dele pressiona meu clitóris e eu deixo um gemido alto escapar, droga, vejo Liam abrir outro sorriso malicioso.

- Agora tenho que usar outro objeto para o exame – Liam diz retirando as luvas e eu o encaro, sem desviar o olhar. – Não se preocupe, (S/n) – Ele diz e eu fico sem reação, ele retira o banco a onde ele estava sentado e se abaixa, não consigo ver ele, mas no segundo seguinte sinto a boca dele me chupando e eu fico sem reação. Mas está tão bom que acabo soltando gemidos de prazer e rebolando levemente na boca dele.

- Liam… – Gemo e ele penetra a língua dele em mim e eu seguro os cabelos dele com força.

Oh deus, o que eu estou fazendo?

Liam afasta sua cabeça de mim e me encara.

- Você realmente não é frígida, está quase conseguindo um orgasmo, eu disse para você que a culpa é do parceiro, agora vou te mostrar como homem habilidoso dá prazer para uma mulher – Liam diz e volta a me chupar com força e eu continuo a gemer e a rebolar na boca dele, até que sinto aquela sensação boa chegar cada vez mais, aquela sensação que quase nunca sentia quando transava com meu ex.

- Liam… eu… vou… – Digo cada palavra separada por um gemido alto.

- Goze, goza para mim – Ele diz e penetra um dedo dentro de mim e com o polegar ele estimula meu clitóris, para mim aquilo é o fim e eu explodo no melhor orgasmo que já tive na minha vida.

- Oh Liam – Grito e me desfaço. Liam se levanta e fica sobre mim, ele me beija com força e eu sinto o meu gosto na boca dele.

- Está preparada para outro orgasmo? – Ele pergunta e eu assinto tomada pelo prazer. – Li na sua ficha que está tomando anticoncepcionais, isso é muito bom, (S/n) – Ele diz.

- Eu tomo, mas nunca fiz sexo sem camisinha – Respondo excitada enquanto olho Liam se despir, meu olhos passam pelo corpo maravilhoso dele e param no membro ereto que ele está acariciando enquanto me olhar.

- Para tudo tem uma primeira vez – Liam fala e retira a boxer – Coloque tudo o que eu te falei em pratica, comigo – Ele fala e eu retiro meus pés do suporte e puxo Liam para perto de mim, dou beijinhos pelo peitoral dele, lambo os mamilos dele que geme rouco perto do meu ouvido, isso me excita mais. Passo minhas unhas de leve pelas costas largas do homem mais velho, ele retira a bata que eu estava vestindo e eu fico nua na frente dele, Liam acaricia meus seios e eu arfo, ele se curva e suga meu mamilo levemente enquanto eu passo minhas unhas pelas costas dele.

Depois eu o empurro levemente e fico de joelhos na frente dele, pego seu membro e o seguro na base, passo minha língua na glande e fecho meus lábios ao redor do membro dele, Liam geme alto e eu vou colocando ele devagar na minha boca, começo o movimento de vai e vem e Liam me guia com cuidado, ele geme toda vez que eu o lambo. Sinto ele ficar mais rígido nas minhas mãos e Liam me puxa para cima e me coloca em cima da cadeira novamente e abre minhas pernas.

- Eu agora vou entrar em você e faz com que tenha o melhor orgasmo de todos – Liam diz e assim que termina de falar ele me penetra rápido e eu solto um grito de prazer.

- OH LIAM – Grito e cravo minhas unhas nas costas dele, fecho meus olhos e jogo minha cabeça para trás e ele começa a me penetrar, o vai e vem maravilhoso, nunca me senti tão excitada, ele aproveita e suga meus seios enquanto eu escuto o barulho que o nosso corpo faz quando se encontra.

- Você é mais apertada do que eu imaginei, oh Deus, você está tão excitada – Liam geme e chupa meu pescoço com força.

- Mais rápido – Peço gemendo e ele me atende e vai mais rápido. Sinto minha intimidade se contrair e abro minha boca e Liam me beija com vontade e eu chego ao orgasmo mais devastador e prazeroso da minha vida, gemo entre os beijos quentes de Liam e sinto minha vagina apertar o membro dele e Liam solta um gemido rouco e no segundo seguinte ele ejacula totalmente dentro de mim, seu liquido quente me preenche inteira e eu solto um gemido quando ele beija suavemente meu pescoço.

- Eu nunca transei no meu escritório e com nenhuma das minhas pacientes, tivemos momentos de primeiras vezes aqui – Liam diz me encarando com seus belíssimos olhos.

- E eu nunca tive orgasmos tão devastadores – Falo encarando ele e Liam sorri e me beija nos lábios.

Ele sai de dentro de mim e eu solto um suspiro. Ele me encara e sorri.

- Você é muito bonita, (S/n), mas ver você desse jeito com expressão de pós-foda e totalmente marcada por mim, me faz ficar mais excitado, você realmente é uma bela visão – Ele diz e eu coro e me levanto da maca/cadeira e visto a bata verde.

- Obrigada, agora eu sinto que estou mais segura em relação ao sexo com outros parceiros – Digo sorrindo e quando vou saindo ele me segura pelo braço e me puxa para si.

- Eu sei que nos conhecemos hoje, mas eu não treinei você para outros parceiros, quero você para mim, por isso… quer sair comigo agora, para um almoço? Já que pulamos o “passo do sexo” e tal – Ele pergunta e eu dou um sorriso, mas a parte que ele falou “quero você para mim” está martelando minha cabeça.

- Sim, eu aceito – Respondo e vou me vestir atrás do biombo, vejo Liam sorrir e ir se vestir.

Quando estamos prontos, nós dois saímos do escritório e ele para e fala com a recepcionista.

- Cancele minhas consultas e remarque para a próxima semana, tenho algo mais importante agora para fazer – Ele diz e a recepcionista assente e me encara e eu coro.

Eu e Liam saímos da clinica lado a lado e ele segura minha mão, sinto as famosas borboletas no estomago e dou um sorriso.

Parece que eu encontrei meu parceiro.

Espero que tenham gostado, se sim, deixem uma ask me contando

*Os favoritos são importantes, então se gostou deixa seu fav lindo aí ;D*

Pedido: Faz um que o Harry está com a S/n e rola umas sarradas no sofá, com direito a orgasmo dos dois, ela é virgem e tal. - Anônimo

*Aqui nesse link http://hot-1d-imagine.tumblr.com/pedidos vocês podem ver quais e a ordem que em os imagines vão ser postados, se o seu não estiver na lista é porque infelizmente não chegou, vou estar sempre atualizando a lista*
***

Imagine hot do Harry:

Eu estava em casa pronta para ir dormir quando escuto meu celular tocar, eu pego e vejo que é o Harry, meu namorado, me ligando .

- Oi, amor – Atendo me deitando na cama .

- (S/n), que tal você vir aqui na minha casa, podemos assistir um filme ou alguma coisa que você queira, estou sozinho aqui – Harry diz com a voz arrastada .

- Harry, são 22 horas da noite já – Digo olhando para o relógio.

- Por favor, amor – Ele pede com a voz rouca e eu suspiro.

- Tudo em, chego daqui a pouco aí – Falo.

- Estou te esperando de boxer – Ele diz e eu dou uma risada .

- Safado – Digo rindo.

- Só com você, agora se arrume e venha até mim – Ele manda e nos despedimos .

***
Assim que eu estaciono na frente da casa de Harry, eu vejo ele parado perto da porta e ele abre um sorriso lindo quando eu desço do carro. Travo o veiculo e caminho até o meu namorado.

- Oi – Ele diz e me pega nos braços e me beija de uma maneira deliciosa.

Depois do beijo eu o encaro .

- Oi – Respondo sorrindo.

- Vem, vamos assistir o filme que eu escolhi – Ele diz me puxando para dentro e fechando a porta.

Me sento no sofá e Harry põem um filme de terror qualquer que não tínhamos assistido ainda e traz com ele um cobertor e nos enrola .

Passamos vinte minutos assistindo o filme agarradinhos, mas sinto a mão dele descer pelos meus braços e passar para as minhas coxas e parar na barra da minha saia. Finjo que nem estou sentindo e encaro a televisão. Harry sobe a barra da minha saia e sinto seu dedo tocar minha intimidade sobre a calcinha.

Dou um suspiro e me mexo de leve e com esse meu movimento Harry infiltra sua mão dentro da minha calcinha.

- Harry… – Tento falar mas ele me interrompe.

- Eu sei que você é virgem, mas quero dar uma provinha do que te aguarda quando estiver pronta – Harry diz sussurrando roucamente em meu ouvido.

Assinto e ele dá um sorriso malicioso para mim e avança em minha boca, começamos a nos beijar ferozmente. Sinto o dedo de Harry tocar no meu clitóris e eu gemo baixinho na boca dele, ele morde meu lábio inferior e começa a fazer movimentos circulares no meu ponto de prazer. Começo a gemer um pouco mais alto quando Harry aumenta as estimulações.

- Você já está tão molhada – Ele sussurra mais um vez no meu ouvido e eu me arrepio, beijo Harry com vontade e abro mais minhas pernas para ele poder me tocar melhor. Ele enfia um dedo em mim e eu arfo com a dorzinha que deu, mas ele começa a retirar e colocar o dedo e aquela dor pequena para no mesmo instante e eu começo a perceber que estou perto de gozar na mão dele .

Sinto o membro de Harry duro e toco nele, Harry geme rouco e eu dou um sorriso malicioso.

Posso ser virgem, mas de inocente não tenho nada.

Abro o zíper da calça de Harry percebo que ele está sem boxer, coloco seu membro para fora e encaro, começo a subir e descer minha mão pela extensão dele.
- Ah (S/n) você é a minha safada – Ele diz e retira minha mão de seu pênis e aumenta a estimulação no meu clitóris, começo a gemer alto e seguro sua mão indicando a maneira que eu gosto de ser tocada e no segundo seguinte eu chego ao orgasmo na mão de Harry e solto um grito de prazer . Harry me encara sem piscar o olho.

- Você fica tão sexy gozando – Ele diz e coloca os dedos na boca e suga o meu gosto – Eu quero mais de você – Ele diz e sai rapidamente do sofá fica de joelhos na minha frente e puxa minhas pernas para eu ficar de frente para ele e abre minhas pernas . Ele me encara e dá um sorriso e eu suspiro e depois rasga minha calcinha.

Harry fica com a cabeça no meio das minhas pernas e começa a lamber minha vagina, eu pensei que nunca ia sentir tanto prazer, mas o que ele faz com sua língua é maravilhoso. Harry suga, mordisca e assopra meu clitóris e depois me penetra com sua língua.

- Goze para mim (S/n) – Harry manda e eu faço o que ele pede e gozo na boca dele, eu estou acabada, meu corpo está relaxado e eu estou com muita vontade de retribuir o que Harry acabou de fazer comigo .

Ele se senta ao meu lado e eu o beijo com vontade e sinto meu gosto na boca dele. Começo a esfregar minha intimidade molhada no membro dele que está sem nenhum tecido nos separando.  Ele segura minha cintura com força e me ajuda a rebolar em cima de seu membro. Tomo cuidado para que ele não me penetre e começo a ir mais devagar e Harry resmunga e  eu dou vários beijos em seu pescoço e deposito um chupão no local . Ele aperta mais minha cintura e eu aumento a velocidade das reboladas sentindo que estou quase chegando a outro orgasmo, Harry percebe isso e começa a me estimular com o seu dedo também e eu chego ao meu clímax mais uma vez .

Saio do colo do meu namorado e me ajoelho na sua frente e seguro seu pênis, nunca tinha feito um boquete, mas tem sempre uma primeira vez . Sinto o olhar de Harry me queimar de tanto que ele me olha e eu o encaro e lambo a cabeça do membro dele devagar. Ele geme e joga a cabeça para trás. Sugo de leve a sua glande e começo a colocá-lo de pouquinho em pouquinho todo dentro de minha boca, respiro calmamente para não engasgar e volto para cima e depois para baixo, começo a fazer o vai e vem na minha boca. Harry segura meus cabelos delicadamente e começa a se mexer dentro de minha boca e geme cada vez mais .

- Porra, essa sua boca é maravilhosa – Ele diz e eu o sugo com mais vigor fazendo ele urrar de prazer. A parte que eu não consigo por na boca eu uso a mão.

Comecei a aumentar a velocidade e os gemidos de Harry me guiavam .

- (S/n) eu vou gozar – Ele diz e tira seu membro da minha boca e começa a se tocar e goza em cima da minha blusa, foi tanto sêmen que eu fiquei impressionada. Harry assim que termina de jorrar, me encara e sorri .

– Acho que eu nunca gozei tanto em minha vida, imagina quando eu estiver dentro de você – Ele diz retirando minha blusa com cuidado . – Vem, vamos tomar um banho, prometo não fazer nada que você não queira – Ele diz e eu me levanto e Harry segura a minha mão e juntos vamos tomar um banho.

Acho que estou pronta para perder minha virgindade com ele.

Espero que tenham gostado, se sim, mandem uma ask me contando

Pedido: Faz um do Harry que a S/n pega ele na cama com a MÃE DELA e perde o bebê por causa do choque (gravidez de risco). Depois de uns anos, a S/n termina bem com OUTRO homem e o HARRY e a mãe da S/n ficam sem ela e eles terminam solitários. – Anônimo

*Aqui nesse link http://hot-1d-imagine.tumblr.com/pedidos vocês podem ver quais e a ordem que em os imagines vão ser postados, se o seu não estiver na lista é porque infelizmente não chegou, vou estar sempre atualizando a lista*
***

Imagine do Harry: a (S/n) pega o Harry na cama com a mãe dela .

Eu estava finalmente grávida, eu pensei que fosse infértil, pois o medico disse que eu tinha grandes possibilidades de ser, mas aconteceu um milagre e eu estou grávida, Harry é o pai do meu filho e eu não poderia estar mais feliz. Mas tem um porem, minha gravidez é de risco o que me deixa preocupada, mas irei tomar todos os cuidados para eu tornar meu sonho de ser mãe em realidade .

Eu estava voltando do meu trabalho quando resolvo passar na casa da minha mãe, para poder ver como ela estava .

Minha mãe pode ter uns 48 anos, mas é uma mulher bonita, ela está sempre arrumando uns namorados novos por causa de seu rosto.

Chegando na casa dela eu abro a porta com a chave que até hoje eu tenho e vou adentrando na sala e vejo que a casa está muito silenciosa .

Será que ela saiu?

Mas o carro dela está estacionado na garagem então ela deve estar no quarto .

Fecho a porta e caminho até as escadas e as subo devagar . Entro no corredor dos quartos e vou me aproximando do quarto dela. Escuto gemidos e suspiros .

Reviro os olhos .

Ela está transando com um dos seus ficantes .

Me para viro para ir embora quando eu escuto algo á mais .

- Harry, mais rápido… – Minha mãe grita com prazer e eu sinto meu corpo todo paralisar no meio do corredor .

- Não é possível- Digo baixinho e escuto um gemido rouco de homem . Eu já ouvi esse gemido antes .

Sinto meu sangue borbulhar e uma sensação horrível dominar o meu corpo.

Me aproximo da porta coloco a mão em cima da maçaneta e respiro fundo e abro  a porta com tudo e vejo a pior cena que já vi em minha vida, a cena que acabou comigo e deixou meu coração em pedaços minúsculos .

Harry, meu noivo, estava nu em cima da minha mãe, ela estava com as pernas presas na cintura dele e ela o arranhava nas costas e ele apertava os seios dela . Os dois gemiam enquanto ele penetrava ela com força .

MEU NOIVO ESTÁ TRANSANDO COM A MINHA MÃE .

O MEU HARRY ESTÁ TRANSANDO COM A MINHA MÃE.

Fecho a porta com força fazendo o maior barulho e cruzo os braços encarando as pessoas que acabaram com a minha vida.

Minha mãe é a primeira a me notar e arregala os olhos .

- (S/N) – Ela grita o meu nome e Harry sai rapidamente de cima dela e de dentro dela também. Sinto meu estomago revirar furiosamente na minha barriga . Encaro Harry e vejo os olhos verdes deles cheios de surpresa e arrependimento .

- Eu não acredito, eu não consigo acreditar – Falo baixo mas eu sei que os dois escutaram – As duas pessoas que eu mais AMAVA na minha vida me traíram da maneira mais baixa e suja, eu nem consigo expressar o que eu sinto, eu quero matar os dois com as minhas mãos, mas vocês são tão nojentos que eu não quero me sujar – Falo e sinto as lágrimas descerem pelo meu rosto com força e rapidez .

Harry se levanta da cama .

- NÃO, VOCÊ… SENTA – Gritei apontando para ele, que se assustou com minha reação, não vou mais deixar ele fazer minha cabeça como fazia antes comigo .

- (S/n) … – Harry tenta falar .

- Não pronuncia meu nome, ele não merece sair pela sua boca imunda – Digo limpando minhas lágrimas .

Sinto fortes dores no meu ventre, mas eu não ligo, apenas encaro os dois traidores na minha frente .

- Como a senhora pôde fazer isso comigo, mãe? – Pergunto chorando e ela deixa algumas lágrimas caírem – A mulher que eu sempre admirei, mas eu estou te odiando tanto, mas tanto, eu nem consigo mais te ver como sendo minha mãe – Falo e sinto algo molhado descer por minhas pernas e encaro as feições de Harry e da minha mãe .

Eles encaram assustados as minhas pernas e encaro o que eles estão olhando .

É sangue, minhas pernas estão cobertas de sangue e eu começo a chorar mais forte e sinto minha visão ficar turva .

- O meu filho, salvem o meu filho – Falo sussurrando e percebo Harry correr em minha direção com tudo – MEU FILHO – Grito e cai desmaiada nos braços de Harry . A ultima coisa que eu vejo é a preocupação e o arrependimento estampados em seus olhos verdes .

***
Acordo em um quarto todo branco e vejo que estou deitada em uma cama muito desconfortável . Sinto uma agulha em minha veia do braço e já começo a me sentir pior que já estou .

As imagens que passam em minha cabeça sobre o momento antes de eu desmaiar me deixam completamente enjoada .

Me mexo na cama e a única coisa que eu quero saber é como está o meu filho, eu quero ele mesmo ele sendo filho do Harry, o meu bebê não tem culpa do pai que tem .

Escuto a porta abrir e Harry entra, suas roupas estão amassadas e sua expressão é de cansaço .

- O que você está fazendo aqui? Não quero ver você nunca mais na minha frente – Digo soltando minha fúria nas palavras que eu lanço contra ele .

- (S/n) podemos conversar? – Harry pergunta e eu dou uma risada cínica .

- Conversar? Conversar sobre o que? Sobre como minha mãe é melhor na cama do que eu? Harry, pelo amor de Deus, não tem o que conversar, só de olhar no seu rosto eu sinto nojo e se você me tocar é capaz de eu vomitar – Digo sentindo meu estomago revirar.

Harry engole em seco .

- Me desculpa . – Ele pede de cabeça baixa e eu suspiro .

- Mesmo que eu perdoe você, nunca conseguiria superar o fato de que te peguei na cama com a minha mãe, COM A MINHA MÃE, PORRA – Falo me descontrolando e me sinto tonta .

Escuto mais uma vez a porta se abrir e vejo um médico extremamente atraente passar pela porta .

- Bom dia, bom eu tenho más noticias, para você – Ele diz lendo o papel em suas mãos, eu sinto meu coração afundar . – Sua gravidez era de risco e com as fortes emoções que você passou, a senhorita perdeu o bebê, eu sinto muito – O medico me encara como se quisesse passar a suas forças para mim .

Começo a deixar minhas lágrimas a caírem pelo meu rosto e soluço sem querer, a tristeza me domina mais a casa minuto .

- (S/n) o nosso filho … – Harry tenta dizer e me toca no braço . Me solto dele rapidamente.

- Não toque em mim, isso tudo é culpa sua e da minha mãe, eu tenho nojo de vocês dois – Falo chorando mais.

- Esse homem está incomodando a senhorita? – O médico pergunta me encarando com seus olhos lindos.

- Sim, está – Respondo parando de soluçar.

O médico abre a porta e deixa aberta .

- Sugiro que se retire, não quero que incomode a minha paciente . – Ele diz e vejo Harry ficar vermelho de raiva .

- Eu sou o NOIVO dela – Harry diz e eu dou uma risada triste.

- EX noivo – O corrijo e retiro meu anel de noivado e jogo na cara dele – Agora saia do meu quarto e nunca mais apareça na minha frente – Digo segurando minhas lágrimas e vejo Harry me encarar e sair bufando do local .

O medico fecha a porta e me encara.

- Não sei pelo o que está passando mas posso garantir que um dia vai passar, essa sua dor vai passar, mas isso leva tempo, você tem que seguir em frente de qualquer jeito a vida não para só porque estamos sofrendo – Ele diz e passa sua mão forte pela minhas costas, eu o encaro e tento sorrir .

- Não sei se vai passar, eu amava aquele homem, mas depois do que eu vi… não sei se vou conseguir seguir em frente, e tem também o meu bebê, eu tenho problemas para engravidar e agora que eu perdi um filho, vai ser mais difícil ainda – Explico e o médico senta ao meu lado e segura minha mão.

- Você pode ter dificuldades para engravidar, mas você ainda pode ter um bebê, a perda de um não afeta o seu futuro como mãe, e sobre aquele homem, ele é um idiota por ter feito uma mulher tão linda como você sofrer – Ele diz e sorri e eu sinto meu rosto corar . – A propósito eu me chamo Louis .

***
Três anos depois

Eu estava tão feliz, eu finalmente tenho uma pessoa em quem confiar e amar, sim, o meu médico, Louis Tomlinson, virou meu marido. Nem eu consigo acreditar .

Depois que eu recebi alta do hospital, Louis me chamou para sair e acabou que viramos amigos, eu contei tudo o que aconteceu para ele e Louis simplesmente queria ir até a casa de Harry e dar uns murros nele, sorte que eu consegui aquietar a fera .

Louis é o meu porto seguro, durante os primeiros meses que eu fiquei bastante ruim ele estava lá e me mantinha feliz o tempo todo com suas piadas e suas historias de medico, acabou que essa nossa amizade virou outra coisa quando ele me beijou com desejo na frente da casa dele quando eu estava de saída .

Depois desse beijo nós começamos uma amizade colorida, eu confesso que foi uma ótima decisão.

Depois de um ano eu me senti segura o bastante para me entregar a ele de maneira carnal, fizemos sexo no apartamento dele e no final ele me contou o que sentia por mim e me pediu em namoro bem ali mesmo e eu aceitei e logo depois fizemos amor.

No ano seguinte foi o melhor ano da minha vida, o nosso namoro era maravilhoso, mas claro que tinha as nossas brigas de sempre, as vezes tinha o ciúmes dele comigo e tinha o meu ciúmes que eu sentia dele, mas sempre acabava em sexo no sofá, na cozinha e teve um dia que foi em cima da maquina de lavar . Louis nunca me fez ficar insegura e passei a confiar bastante nele .

No nosso terceiro ano juntos, ele me pediu em casamento, e eu aceitei e nos casamos com tudo que um casamento tem direito .

Já fazia três anos que eu não via Harry e nem minha mãe, não sinto mais tristeza pelo o que aconteceu, porque por causa deles eu conheci Louis.

Já estávamos quase fazendo quatro anos juntos quando descobri que estava grávida, eu fiquei tão feliz e quando eu contei para Louis ele fez uma festa, ele sabe o quanto isso era importante para mim . Ele estava extremamente atencioso e cuidadoso comigo, vivia acariciando minha barriga de maneira instintiva sem nem notar .

Quando eu estava com cinco meses e minha barriga já estava maior, fomos dar um passeio no parque de Londres, esse parque ficava lindo durante o inverno .

Louis segurava minha mão com firmeza e eu sorria das coisas que ele me contava .

Quando viramos em uma curva vejo Harry, reconheci seus cachos mais longos de cara . Ele me encarou surpreso e eu engoli em seco e apertei a mão de Louis, ele já encarava Harry com um aviso no rosto dele que dizia “Fique longe da minha família, se não irei espancar você”, mas Harry parece que não percebeu a expressão mortal de Louis e se aproximou .

- (S/n) como vai ? – Ele pergunta e me encara e para seus olhos na minha barriga maior .

- Estou muito bem – Respondo e Louis dá um sorriso cínico para ele .

- Ela está muito bem casada e esperando um filho nosso, acho que nunca fui tão feliz, (S/n) é a mulher que eu pedi a Deus – Louis diz e eu dou um sorriso e ele beija minha testa . Encaro Harry e vejo que ele está bastante mal, está magro, usa roupas amassadas – Mas agora temos que ir, daqui a pouco vamos saber o sexo do nosso filho, eu estou bastante animado, vamos amor? – Ele pergunta para mim e eu assinto .

- Tchau, Harry – Digo e ele assente e eu me afasto . E caminho junto com meu marido, eu estou definitivamente feliz com ele .

(POV Harry)

Eu não queria ter transando com a mãe da (S/n) mas o meu desejo e libido falou mais alto e quando fui ver eu já estava dentro daquela mulher do demônio .

Quando vi (S/n) parada na porta nos encarando, meu mundo caiu, eu fiquei louco, eu estraguei tudo por causa do desejo que eu sentia pela mãe dela .

Depois que vi o sangue escorrendo pelas pernas dela, aquilo me matou mil vezes porque eu entendi o que estava acontecendo, e ela pedindo para eu salvar o filho dela, o nosso filho, me matou mais umas milhões de vezes .

Eu nunca mais tinha voltado a falar com a mãe dela depois do que aconteceu, mas fiquei sabendo que a mulher entrou em uma profunda depressão e que estava sendo tratada em uma clinica, mas eu não ligo, eu só queria a (S/n) aqui comigo. Eu fui um babaca completo.

(S/n) cumpriu o que ela falou, eu não vi ela por longos três anos, quase 4 anos.

Mas quando eu vi ela andando toda sorridente de mãos dadas com aquele médico, eu percebi o que eu tinha perdido realmente. Eu perdi a oportunidade de ter uma família, uma mulher maravilhosa do meu lado . Eu percebi a barriga dela e isso me matou, porque poderia ter sido eu no lugar daquele idiota do médico . Ela estava linda grávida, ela é linda de qualquer jeito.

Agora eu estou aqui, virei um alcoólatra, desempregado, quase depressivo e completamente solitário.

Espero que tenham gostado, se sim, mandem uma ask me contando

Pedido: Faz um que o zayn é criminoso e ela toda certinha?? Aí ela se apaixona por ele e dps de tanta resistência (da parte dele) Ele fala que também está apaixonado por ela! Se quiser pode rolar um hot - nathvasconcelos  

*Aqui nesse link http://hot-1d-imagine.tumblr.com/pedidos vocês podem ver quais e a ordem que em os imagines vão ser postados, se o seu não estiver na lista é porque infelizmente não chegou, vou estar sempre atualizando a lista*
***

Imagine do Zayn: Zayn é um criminoso e a (S/n) é certinha.

Eu estava apaixonada por um dos maiores criminosos do Reino Unido, tudo aconteceu quando minha amiga, Kate, me levou para um racha, lá eu usava uma roupa extremamente desconfortável que ela me obrigou a usar, que era uma vestido preto colado e um pouco curto e um salto alto vermelho, eu não sou do tipo que vestes roupas curtas, eu uso mais roupas confortáveis e folgadas, mas eu sabia que com essa roupa que Kate escolheu eu ia chamar atenção, e não deu outra, eu acabei atraindo a atenção de Malik, o maior criminoso do Reino Unido, todos conhecem o seu sobrenome, mas ninguém conhece seu nome verdadeiro, ele é conhecido pela sua possessividade, quando ele diz que uma coisa é sua ela é sua, ninguém ousa o contrariar, também conhecido por seu sangue frio e a falta de misericórdia, eu não fazia idéia de como era o Malik até ele vir até mim, me puxar pela cintura e dançar colado comigo. No começo me assustei, mas quando eu vi no olhar da mina amiga que eu devia aceitar, eu entendi tudo, aquele homem com cabelos negros, olhar sexy, um corpo bonito e os braços tatuados,era o próprio Malik, e foi nesse dia que eu me apaixonei, sim foi amor a primeira vista, eu sou uma completa idiota, ele é perigoso e eu sou mais na minha, não gosto de chamar atenção, sou reservada, tão reservada que tenho 19 anos e sou virgem .

Já o Malik não, ele é tudo o que eu não sou, ele é o meu oposto, mas dizem que os opostos se atraem .

Faz um mês, depois daquele racha que eu conheci ele, que eu não vejo o Malik, ele sumiu, no dia do racha nós dançamos e trocamos os números e passamos o resto da noite juntos apenas nos pegando, mas quando ele pediu para aprofundar as coisas eu disse “não”, ele ficou surpreso, com certeza nenhuma mulher disse não para ele, mas eu não ia me entregar para um homem que eu mal conheço .

Agora eu estou aqui andando pelas ruas de Londres tentando ir para casa, nenhum táxi passa pelas ruas eu estou sozinha, quando escuto passos atrás de mim, viro o rosto levemente e percebo que são dois homens com casacos escondendo a cabeça .

Apresso o passo e percebo que eles também, nesse momento eu já começo a rezar todas as orações que eu conheço . Começo a correr e os homens também, eles me alcançam e me jogam no chão de um beco qualquer, grito quando um deles sobe em cima de mim e rasga minha blusa e deixa meu sutiã amostra, ele sorri e eu sinto que a qualquer momento eu vou desmaiar, o outro puxa meu cabelo para trás e eu solto mais um grito de dor, o que estava em cima de mim abre a minha calça e eu consigo chutar suas bolas, ele cai para trás e o homem numero 2 dá um tapa na minha cara e eu sinto o sangue escorrer do lado do meu lábio, escuto novos passos e fecho os olhos, vou morrer, hoje eu vou morrer e nem me despedi das pessoas que amo . Escuto dois tiros e me tremo inteira, escuto passos na mina direção e abro os olhos, vejo Malik na minha frente com uma arma na mão . Engulo o choro que queria soltar, mas minhas mãos tremem mais do que tudo . Ele guarda a arma no cós da calça e me pega no colo e depois se abaixa para pegar a minha bolsa .

Ele me leva até o seu carro que está parado de qualquer jeito na rua e me coloca sentada no banco e ele dá a volta e entra no carro e se senta a logo dá a partida e sai cantando pneus .

- Ah … obrigada – Digo e ele apenas assente . – Como sabia que eu … estava lá? – Pergunto e ele dá de ombros .

- Depois do racha eu simplesmente sei todos os seus passos – Ele diz com a voz rouca e eu me arrepio.

- Como assim? – Pergunto sem entender .

- (S/n) você é minha a partir do momento em que eu te vi naquele racha, totalmente deslocada, você acha que eu ia deixar você ser estuprada por aqueles filhos da puta? Entenda, ninguém toca no que é meu – Malik fala normalmente e mais uma vez eu me arrepio .

Deus do céu .

- Eu sou sua? Não Malik, eu não posso ser sua, eu nem te conheço, não sei nada sobre você, eu não sou um objeto, não tenho dono, sou livre … olha eu te agradeço do fundo do coração por ter me salvo, isso é uma coisa que eu nunca vou poder retribuir,  sou eternamente grata a você, mas ser sua ? não somos namorados, não temos nada – Digo e vejo ele apertar o volante com força .

- Eu sei que está apaixonada por mim – Malik diz e vejo um sorriso malicioso aparecer no seu rosto .

Me engasgo.

- O que ?- Pergunto assustada .

- Uma das vantagens de ter uma amigo que namore a sua melhor amiga – Malik diz – Kate, não é mesmo? Bom ela disse para o Liam que você ficou apaixonada por mim desde o momento em que me viu no racha, sabe, eu não me apaixono mas eu sou possessivo e eu já te declarei como minha, no mundo do crime todos sabem que é (S/n), você é conhecida como a (S/n) do Malik, se acostume com isso – Malik diz e eu o encaro embasbacada .

- Você é louco e psicopata – Falo e ele ri.

- Obrigado, mas para deixar você feliz, eu tenho sentimentos por você também- Ele diz e me leva para minha casa .
***
Se passam 3 meses e durante esse tempo Malik e eu ficamos mais próximos, nós viramos ficantes e estávamos quase tendo algo sério, todos da gangue dele me respeitava e eu achava isso muito estranho.

Eu estava na casa dele junto com os meninos e a Kate, nós tínhamos virado amigos muito rápido, eles eram maravilhosos, eram perigosos mas eram maravilhosos . Eu estava esperando o Malik chegar, ele tinha me chamado para sair com ele, mas até agora ele não tinha aparecido, esse ia ser o nosso primeiro encontro segundo o que ele disse e eu confesso que estou muito animada e nervosa .

Já fazia 3 horas que ele não aparecia quando a porta da casa é aberta e entra ele junto com duas loiras siliconadas beijando o pescoço dele e ele sorrindo malicioso pra elas, os meninos me encaram e eu encaro a cena com cara de nojo e desapontamento .

- Então é isso que você estava fazendo quando eu te esperava para a gente sair ? – Pergunto com a voz séria, nunca fui boa em discussão eu sempre ficava com a voz embargada, mas agora eu estava com tanta raiva com tanto ciúmes que eu estava mais segura do que nunca .

Zayn me encara e larga as loiras .

- Pois bem, se divirta com as vadias que só querem saber do seu dinheiro, do seu status, porque a mulher que estava disposta a te amar sem ligar para nada disso está indo embora e você nunca mais vai olhar na cara dela – Digo e pego minha bolsa e saio andando de maneira firme . Zayn segura o meu braço me impedindo de sair .

- Quero todos fora dessa sala … AGORA – Malik grita e todos saem da casa, até as loiras nojentas. Ele me puxa até o sofá da sala .

- Você não vai para longe de mim, você irá ficar do meu lado porque é minha – Malik diz e eu rio.

- Eu estava começando a achar que seria sua, mas o que eu vi aqui e o que você pode ter feito por trás me deixa totalmente insegura com você, você acabou de me mostrar que não merece meu amor nem o meu respeito, desculpe Malik – Digo e caminho até a porta da casa dele .

- A partir de hoje, eu não sou mais a (S/n) do Malik – Termino e saio pela porta e vou embora .
***
Fazia hoje duas semanas que eu não via o Malik, LLiam e Kate viviam dizendo que ele estava indo de mal a pior quando eu sai de perto dele , estava se entregando ao álcool e ao cigarro e isso eu não podia permiti, meu coração idiota apaixonado não deixava .

Por isso eu estou aqui, na frente da casa dele pronta para por ele na linha .

Entro na casa e vejo vários vasos quebrados e as paredes sujas de terra causados pelos vasos .

Deus .

Caminho até o escritório dele e abro a porta e vejo ele abrir um nova garrafa de whisky.

- Malik, pare agora – Falo séria e ele me encara surpreso .

- O que … o que faz aqui ? – Ele pergunta e eu me aproximo e tomo a garrafa da mão dele .

Ele ainda não está bêbado, mas pretendia já que em cima da mesa dele tem uma caixa cheia de bebidas alcoólicas .

- (S/n) me perdoa, eu fui um filho da puta, eu fui um idiota, eu não mereço você, depois que eu te perdi eu senti, eu consegui entender tudo o que eu sinto por você, porra cacete eu te amo demais, eu não consigo viver sem você, olha meu estado – Ele abre os braços e eu vejo as roupas dele bagunçadas e amassadas

– Eu realmente não consigo ficar sem você (S/n), depois que você foi embora, eu não me envolvi com nenhuma mulher, eu só conseguia pensar em você, apenas em você o dia toda e a noite eu ainda sonhava com você . Por favor me perdoa, eu te amo, eu não te mereço mas eu sou egoísta demais para não te ter .

- Malik… – Digo com um fio de voz – Eu quero você – Digo e ele me encara surpreso e sorri de uma maneira linda para mim, ele anda até mim sussurrando “eu te amo” o tempo todo e toma meus lábios no seu .

- Venha, vou mostrar o meu quarto, o NOSSO quarto – Ele diz com um sorriso sensual no rosto.

Eu o acompanho e subimos as escadas, passamos pelo corredor e chegamos ao quarto do Malik que é espaçoso e bem confortável . E tem uma enorme cama no meio . Eu observa tudo . Sinto Malik atrás de mim e ele me abraça por trás .

- Sempre pensei que seria o primeiro a te ter – Ele diz sentido o meu cheiro .

- Você vai ser o primeiro – Digo em um fio de voz .

- Ah (S/n), você me deixa tão duro – Ele diz me virando de frente e logo se abaixando na minha frente retirando os meus sapatos . Dou um passo pro lado quando vejo estou sem sapatos . Malik me segura pela cintura e me faz se sentar na cama e mais uma vez se abaixa na minha frente.

- Quero que me chame pelo meu primeiro nome, que é Zayn – Ele diz passando as suas mãos pelas minha pernas chegando na barra do meu vestido e puxando para cima e logo o retira me deixando apenas de calcinha e sutiã de rendas pretas. Fico surpresa com o seu nome, é diferente e eu acho bonito .

Zayn abre as minhas pernas, me deito na cama e ele me faz colocar as pernas em cima de seu ombro me deixando mais fácil para ele  . Ele coloca de lado o pequeno tecido que esconde a minha intimidade. Prendo a respiração quando sento a respiração de Zayn bater naquele ponto e logo em seguida sento uma lambida naquela área e gemo na mesma hora . Zayn não espera mais e já começa a me chupar com força e a dar leves mordidas no local . Começo a gemer alto e me seguro nos lençóis da cama . Ele continua com a tortura deliciosa em mim, que me contorço em baixo dele . Zayn rasga a minha calcinha e joga os resto em um local qualquer . Nunca senti tamanho prazer em toda a minha vida e logo sinto um prazer absoluto tomar o meu corpo em espasmos . Chego ao clímax com um grito de puro prazer, deixando Zayn mais excitado do que já está .

Ele se levanta e noto que sua boca está um pouco brilhante de seu gozo e isso me deixa mais excitada . Ele fica por cima de mim e retira o meu sutiã, ele encara os seios brancos e os mamilos rosados . Zayn abocanha um seio e o chupa me fazendo gemer e jogar a cabeça para trás . Logo ele repete o mesmo procedimento com o outro seio, quase me levando ao orgasmo novamente .

- Ah (S/n), você tem a pele mais macia de todas, quero prová-la de todas as maneiras –Zayn diz e logo sai de cima de mim. Ele retira o sapato, a calça e sua blusa . Ficando apenas de boxer .  Sento na cama e passo a mão pela extensão dura de Zayn. Ele solta um gemido .

Abaixo sua boxer e ele sorri com isso, ele retira totalmente a boxer e a joga em algum canto e encaro o membro grande e totalmente duro de Zayn. Eu queria chupá-lo mas logo me vejo abaixo de Zayn.

- Você toma pílula ? – Ele pergunta e eu assento mordendo o lábio .

- Sim – respondo e uma expressão de puro desejo toma a face de Zayn.

- Agora eu vou te fazer minha – Ele diz e me faz abrir mais as pernas de e se encaixa lá, ele passa lentamente a cabeça de seu membro pela mina abertura sedenta e eu gemo baixo . Zayn está cara a cara comigo e ele observa todas as minhas expressões .

- Oh,Zayn… por favor – Suplico e ele sorri lascivamente e suga o meu lábio inferior .

- Claro, Babe – ele diz e me penetra devagar, sabendo que eu sou  virgem ainda.

Sinto ele me preenchendo e sinto uma dor quando ele passa pelo hímen . Dou um gemido de dor e faço uma leve careta e Zayn me beija com vontade me fazendo esquecer da dor . Ele começa e dá a primeira estocada . Gemo .

- Continuo ? – Ele pergunta com os dentes cerrados .

- Oh sim – Digo e Zayn dá mais uma estocada me fazendo gemer .

- Mais ?- Ele pergunta sorrindo .

- Por favor – Suplico jogando a cabeça pra trás .

Zayn sorri lascivamente e começa a se mexer dentro de mim, dando estocadas fortes e duras, ele beija o meu pescoço e eu passo as mãos pelos braços dele . Gemo alto a cada estocada que Zayn dá e ele geme toda vez que eu me aperto em sua volta .

- Ah, você é tão apertada, (S/n), oh – ele diz com os dentes cerrados e logo depois gemendo junto comigo . Passo a mãos pelas costas dele.

- Oh Zayn… –Gemo alto quando ele entra dentro de mim com mais força .
Zayn não para de dar estocadas . Começo a sentir aquela sensação ótima  e eu mordo os lábios.

- Venha, babe, goze junto comigo, goze –Zayn manda e eu não consigo me controlar e gozo ao redor de Zayn com um grito .

Ele também goza junto comigo se derramando dentro de mim, sinto sente os jatos quentes de Zayn me preencher e isso me deixa mais saciada . Zayn cai por cima de mim e passa as mãos carinhosamente por minhas costas .

- Saciada ? –Ele pergunta quando sai de cima de mim e se deita ao meu lado .
Dou um sorriso e assento .

- Eu não sabia que era tão … bom –Digo e coro quando pronuncio as palavras .

- Só poderá ter essas sensações comigo –Zayn diz totalmente possessivo e me puxa para seus braços e me mantém ali . – Agora você é definitivamente a (S/n) do Malik – Zayn diz e eu sorrio e o beijo .


Espero que tenham gostado, se sim, mande uma ask me dizendo ;)

Pedido: Faz um do Liam em que ela é filha do Capitão América (ou de algum outro herói) e ele é filho do Loki (ou de algum outro vilão). - serial-killer-de-colheres

*Aqui nesse link http://hot-1d-imagine.tumblr.com/pedidos vocês podem ver quais e a ordem que em os imagines vão ser postados, se o seu não estiver na lista é porque infelizmente não chegou, vou estar sempre atualizando a lista*

Eu escolhi ela sendo filha do Batman e ele sendo filho do Joker (Coringa)

***

Imagine do Liam:

Mais um dia em Gotham City, eu estava me vestindo para ir ao colégio, estou terminando o ensino médio finalmente e já estou de olho na faculdade principal de Gotham, meu pai Bruce Wayne é dono da corporação Wayne Enterprises, ou seja, eu sou herdeira do império dele. Eu vivo junto com meu pai e Alfred, porque eu nunca conheci a minha mãe, ela me abandonou na frente dos portões da mansão de Bruce junto com uma carta, meu pai nunca precisou fazer exame de DNA em mim porque quando fui crescendo foi notado de maneira visível minha semelhança com o mesmo. Alfred sempre fica surpreso em como eu me pareço com meu pai, tanto fisicamente como na maneira de agir.

Eu sei que meu pai é o Batman, descobri isso quando ele chegou extremamente machucado depois de uma luta terrível com o Joker e o filho desse palhaço psicopata. Ele chegou vestido ainda com a roupa do Batman, confesso que não fiquei tão surpresa, meu pai vivia saindo durante a noite e voltava sempre com algum machucado e isso me levou a ter duvidas do que ele fazia. O que me deixava preocupada era se um dia o Joker e o filho dele matarem o meu pai, eu ficaria sem chão. O filho desse psicopata já aprontou muito em Gotham, igual o pai dele, o que sabemos que ele é conhecido por seu nome Dealer, que significa traficante, uma das coisas que ele faz pro pai dele, ninguém sabe o seu nome verdadeiro, ele tem 21 anos, e já matou metade da policia de Gotham, já entrou em luta com meu pai, fez as pessoas do Banco de Gotham de reféns por quase um dia, causou uma chacina em parque publico.

Ele tem a pele branca como papel, seu cabelo é verde apenas nas pontas, diferente do seu pai, sua boca não é tão vermelha mas é mais vermelha que o natural, seu corpo é cheio de tatuagens e ele é forte, e eu tenho medo porque Dealer sabe que o Batman vive atrás de me proteger, porque certa vez ele e o Joker atacaram minha escola e o Batman ficou louco quando o próprio Joker apontou a arma para mim, eu tinha apenas 14 anos na época e o Dealer tinha 18 anos.

Desço as escadas e chego à sala, Alfred me esperava com uma maçã na mão.

- Você está atrasada, terá que ir comendo no caminho – Ele diz e me entrega a maça.

- Desculpa, eu fiquei pensando em muitas coisas e acabei me atrasando – Digo e ele me dá um beijo na testa e eu saio correndo pelas ruas e me recuso a ir com o motorista e escuto os gritos de Alfred, ele está com raiva porque irei a pé pro colégio, mas eu preciso pensar sobre o que está acontecendo ao meu redor, preciso digerir ainda que o Batman é o meu pai.

Enquanto andava eu comia a minha maçã com calma, meu colégio é próximo da minha casa, ou melhor, mansão. Estava indo atravessar a rua quando vejo uma Lamborghini roxa vindo na minha direção em alta velocidade, eu não estava preocupada se ela ia me atropelar, eu estava preocupada com quem estava dirigindo o carro, só sei de uma coisa, eu estava muito ferrada.

O carro para a pouquíssimos centímetros de mim cantando pneus, eu respiro fundo, pelo menos não fui atropelada, a porta se abre devagar e vejo Dealer sair de dentro do carro, ele está usando um robe de couro roxo que chega até seus calcanhares e não usa blusa nenhuma o que deixa suas tatuagens amostra, ele está com uma calça preta e vejo que tem uma arma em sua cintura. Ergo meu olhar para seu rosto e vejo um sorriso imenso psicótico estampado na sua cara e seus cabelos estão penteados para trás, mas eu consigo ver o verde nas pontas. Algo que eu não posso negar é que Dealer é lindo, ele é muito bonito mas o que tem de bonito tem de louco psicopata, acho que foi a convivência com o pai e com a mãe dele, Harley Quinn.

- Olha o que temos aqui – Ele diz caminhando calmamente na minha direção com os braços abertos – A protegida do Batman – Ele agora está na minha frente, meu rosto bate em seu pescoço de tão alto que ele é, ergo meu olhar e encaro os olhos deles.

- Não sou protegida de ninguém – Digo com a voz firme e me surpreendo por isso.

- Ah não… – Dealer diz fazendo um bico e sorrindo largo depois, ele toma a maçã da minha mão mordendo um pedaço e joga fora e anda até ficar atrás de mim – Então ele não vai se importar se eu levar você comigo – Dealer diz e em seguida me dá uma coronhada na cabeça e eu caio desmaiada.

***
Quando acordo vejo que estou deitada em uma cama de casal bastante limpa, na verdade o quarto todo é muito bonito e arrumado, acho estranho pois afinal eu fui sequestrada pelo filho do Joker e estou em um lugar que não parece que estou sendo mantida em cativeiro.

Me levanto rápido e sinto minha nuca doer, maldito psicopata.

Ando até a porta e abro a mesma e vejo que tem um cara guardando a porta.

- Ei, você, volte para dentro agora, o chefe mandou eu ficar de olho em você putinha – O homem diz rude e eu o encaro com raiva.

- Foda-se você – Digo e no minuto seguinte recebo um tapa na cara, o homem me bateu.

- Oh, não acredito no que meus olhos viram – Escuto a voz rouca do Dealer – Eu vi você batendo nela? Ele bateu nela, Harry? – Ele pergunta pro segundo cara que está do lado dele.

- Sim, chefe, ele bateu na (S/n) – Harry responde.

- Sabia que eu não estava enganado – Dealer retira a arma da cintura e vejo o homem que me bateu tremer de medo ao meu lado.

- Por favor, chefe, não me mate, ela mandou eu ir me foder eu fiquei com raiva foi instintivo – Ele diz suplicando e escuto a risada psicopata do Dealer.

- Parece que minha menina tem a boca suja, eu gosto – Ele diz sorrindo largo e no segundo seguinte atira na cabeça do homem e ele cai morto ao meus pés, eu encaro o cadáver e não consigo digerir aquilo, o sangue dele se aproxima dos meus pés e eu me afasto e encaro o psicopata.

- O que você quer comigo? – Pergunto séria e ele abre um sorriso e vai se aproximando de mim e me puxa para dentro do quarto.

- Garanta que ninguém nos incomode, Harry – Ele manda e o tal de Harry assente. Dealer fecha a porta e a tranca. – O que eu quero de você? Bom, eu quero muitas coisas, Sweet, eu quero seu corpo, quero você inteira, mas também quero pegar o Batman, sabe? Eu sei que vocês tem uma ligação e espero que não seja uma ligação romântica porque eu sou bastante ciumento com as coisas que me pertencem – Ele diz próximo ao meu ouvido e eu me arrepio.

- Eca não, eu não tenho nada com o Batman, não o conheço e nunca falei com ele, e quem te disse que eu vou me entregar para você? Eu não sou sua, você nunca terá meu corpo – Falo e ele ri alto do meu lado, e anda até ficar próximo a mim.

- Sim, você vai ser minha – Ele diz e me joga na cama e sobe e fica por cima de mim – Eu venho te observando desde os seus 14 anos, (S/n), sei que é filha do Bruce Wayne, mora em uma mansão foda, conheço todos os seus amigos e sei onde eles moram, sei onde seu pai trabalha e sei também que o Alfred sai todo dia para comprar mantimentos para a casa, seria uma pena se as pessoas que você ama morressem em um trágico acidente não é mesmo? Que pena seria, mas você pode mudar tudo isso apenas parando de mentir e me falando o que você e o Batman tem juntos… – Ele diz quase colando sua boca na minha, minha respiração fica acelerada.

- Eu já falei que não conheço o Batman, nunca mais o vi desde quando o seu pai apontou a arma na minha cabeça, ele nunca fez contato comigo, Dealer – Digo o encarando com raiva.

- Ah, você falando o meu nome me deixa arrepiado, mas prefiro que me chame de Liam – Ele diz e o encaro surpresa – O que? Achou estranho alguém como eu ter um nome comum? Foi ideia da minha mãe – Liam diz – Tudo bem, entendo que não tenha nada com o Batman, mas será que você resiste a mim? Sua boca parece tão macia, me deixa com vontade de prová-la – Ele diz e no segundo seguinte está me beijando de maneira selvagem, eu solto todo o ar de meus pulmões e tento me livrar dele, mas acabo cedendo ao seu beijo e o retribuo com vigor. Passo minhas mãos pelo seu cabelo meio verde o desarrumando e arranho o couro cabeludo dele que solta um gemido na minha boca – Se você continuar assim eu irei tirar sua preciosa virgindade e acredite, eu quero muito fazer isso, quero estar dentro de você, mas agora quero testar o meu plano, quero saber se o Batman realmente se importa com você – Liam se levanta e me puxa, eu percebo a sua ereção e ele sorri malicioso pra mim – Vamos, Sweet.

Ele me puxa com força e me dá mais uma coronhada e eu apago.

Espero que tenham gostado, se sim, deixem uma ask me contando

*Os favoritos são importantes, então se gostou deixa seu fav lindo aí ;D*

Pedido: Faz um do Niall em que ele acha que a S/n o traiu pois ela estava distante mas na verdade ela estava nervosa pois não sabia como contar que estava grávida – Anônimo

*Aqui nesse link http://hot-1d-imagine.tumblr.com/pedidos vocês podem ver quais e a ordem que em os imagines vão ser postados, se o seu não estiver na lista é porque infelizmente não chegou, vou estar sempre atualizando a lista*
***

Imagine do Niall:

Eu estou sem saber o que fazer, estou grávida do Niall, mas não sei se ele quer o bebê, porque nunca falamos sobre filhos durante o nosso namoro e nem quando casamos, eu vou contar, isso eu não tenho duvida, mas eu preciso saber como contar para ele e evitar talvez uma briga ou uma parada cardíaca porque saber que vai ser pai sem ter se preparado é um baque, agora imagina para mim que vou ser mãe e tem um serzinho crescendo dentro de mim, foi um baque, mas eu já amo esse bebê com todas as força. Estou tão confusa com esse assunto que acabei meio que me afastando de Niall, estou precisando pensar mais sobre o que está acontecendo e como irei contar para ele que iremos ser pais.

Acho que ele andou notando que eu estou diferente, estou mais distante mas eu sempre mudo de assunto quando ele tentar saber o porque.

Agora eu estou sentada no sofá comendo um pote de sorvete sabor menta com chocolate enquanto assisto à televisão onde passa uma série que eu gosto, quando a porta da casa se abre com força e vejo Niall me encarando sério.

Largo meu sorvete em cima da mesa e me sento direito no sofá e o encaro.

- Quero saber toda a verdade, agora – Niall fala sério enquanto joga a jaqueta dele com força na cadeira, ele está vermelho e está com muita raiva, me encolho no sofá, ele descobriu como?

- Niall, podemos conversar – Tento falar.

- Então é verdade? Por isso que está me ignorando, está me evitando, eu confiei em você, eu me casei com você, eu amei você e é desse jeito que você me retribui? – Ele diz e eu sinto lágrimas descerem pelos meus olhos.

- Niall… – Eu falo toda chorosa – Eu ia contar para você, mas eu fiquei com tanto medo, passei esse mês todo pensando em como contar – Falo soluçando.

- VOCÊ NEM TEVE CORAGEM DE ME CONTAR QUE ESTAVA ME TRAINDO, QUERO VOCÊ FORA DESSA CASA – Niall grita e eu me assusto.

Trair? O que? Nunca.

- O que? Trair? – Pergunto o encarando assustada.

- Sim, você traiu – Ele diz me pegando pelo braço e me arrastando em direção a porta da casa.

- NIALL, PARA, EU NUNCA TE TRAI – Grito e Niall me solta e me encara.

- Então o que foi tudo isso? – Ele pergunta me encarando confuso mas ainda tem resquício de raiva em sua expressão.

- Eu… eu estava assim porque eu não sabia como contar para você que estou grávida, que nós vamos ser pais – Falo chorando, essa confusão toda mexeu com os meus sentimentos.

- Grávida? – Ele pergunta e percebo que está mais calmo, não está mais vermelho.

- Sim, eu estou grávida de você, claro – Digo chorando mais.

- Ah meu deus, (S/n) me perdoe, eu… não sabia, meu deus, me desculpa, vem cá – Ele diz e abre os braços e eu me jogo em cima dele – Me desculpa por culpar você por algo tão terrível, eu não sabia – Ele diz e eu noto a sinceridade em suas palavras.

- Me perdoe por não ter contado antes do nosso bebê, eu fiquei tão assustada e confusa – Digo o encarando e Niall sorri calmo.

- Ei, não precisa ficar assim, eu quero ser pai e quero o nosso filho mais do que tudo – Ele diz isso e parece que várias toneladas saíram das minhas costas e eu me sinto tão aliviada.

- Ah Niall – Digo e o beijo com vontade e ele me pega no braço e me leva para o sofá e se senta e me coloca em cima do colo dele.

- Quero que você se acalme, não acredito que fiz você chorar, isso pode fazer mal ao nosso filho – Ele diz passando a mão na minha barriga.

- Eu te amo – Digo sorrindo para ele, Niall sorri de volta e limpa meu rosto tirando os resquícios de lagrimas.

- Amo você e o nosso filho – Ele diz e eu dou um sorriso, ele pega o pote de sorvete e me dá e eu começo a comer novamente, mas dessa vez eu estou mais calma em saber que Niall quer esse bebê tanto quanto eu quero.

Espero que tenham gostado, se sim, deixem uma ask me contando

*Os favoritos são importantes, então se gostou deixa seu fav lindo aí ;D*

Pedido: faz um imagine do Harry que ele e a S/n estão discutindo e ele dá um tapa nela? O final pode ser como você quiser - thatyhoran2

*Aqui nesse link http://hot-1d-imagine.tumblr.com/pedidos vocês podem ver quais e a ordem que em os imagines vão ser postados, se o seu não estiver na lista é porque infelizmente não chegou, vou estar sempre atualizando a lista*

***

Imagine do Harry:

Eu estava esperando Harry chegar já fazia umas três horas e nada dele aparecer, já eram 23 horas da noite e eu estou morrendo de sono, mas minha preocupação com meu namorado não me deixa fechar os olhos nem um segundo.

Escuto a porta da casa se abrir e eu me levanto rapidamente e vejo Harry adentrar na sala, suas roupas estão amassadas e seus cabelos bagunçados, nem parece que voltou do trabalho, e sim de uma festa.

Meu sangue esquenta.

- Onde estava? – Pergunto séria cruzando os braços e o encarando.

Harry suspira e passa a mão pelo cabelo.

- Não interessa – Ele diz e eu o encaro com raiva.

- Interessa sim, a partir do momento em que você é o meu namorado, eu quero saber onde estava esse tempo todo em vez de voltar logo para casa para ficar ao meu lado, você está com cheiro de bebida – Digo séria, mas minha voz falha com a minha vontade de chorar. – Você nem atendia minhas ligações sabe o quanto eu fiquei preocupada com você, enquanto isso o senhor bonitão estava em festas e eu aqui esperando você igual uma idiota – Falo e jogo uma almofada nele, mas Harry desvia.

- Ficou me esperando porque quis, não te prendi aqui – Ele diz fazendo pouco caso e eu respiro fundo para não chorar por conta de suas palavras duras. Nem parece que ele me ama.

- Você tinha prometido para mim que íamos passar o dia juntos, mas você prefere me largar para beber e muito provavelmente me trair – Digo agora libertando minhas lágrimas.

- (S/n) eu não te traí – Ele diz e se aproxima de mim.

- Faz tempo que você me trata assim, parece que só eu estou amando por nós dois, você não demonstra carinho por mim, nem diz que me ama, me troca por qualquer coisa, eu cansei Harry, minha paciência com esse relacionamento já acabou, eu estou terminando com você agora, você está livre para fazer o que quiser sem a minha interrupção – Digo andando até a escada e Harry me puxa pelo braço e me vira para ficar de frente para ele.

- Você está falando sério? – Ele pergunta me encarando e sinto o cheiro de bebida mais forte vindo da boca dele.

- Nunca falei tão sério, já que você não me dá valor vou procurar outro homem que me dê o que eu preciso – Falo e Harry fica vermelho.

- OUTRO HOMEM? – Ele grita e eu fico assustada, mas não me deixo abater.

- Sim – Falo – Porque você é tão estúpido, tem uma mulher ótima como namorada mas prefere a deixar, agora vou levar o meu amor para outro, você é um babaca – Digo e me solto dele.

- (S/N) VOCÊ NÃO VAI EMBORA – Ele grita me segurando pelo braço de novo.

- EU VOU SIM, VOCÊ NÃO VAI ME IMPEDIR, SEU ÓTARIO, EU TE AMEI, MAS AGORA QUEM NÃO AGUENTA MAIS AQUI SOU EU, AGORA VAI SE FODER E ME LARGA, VOU VIVER MINHA VIDA AGORA, VOCÊ ADORA FICAR EM FESTAS REGADAS A MULHERES E BEBIDA NÃO É? ENTÃO EU AGORA ESTOU SOLTEIRA E POSSO MUITO BEM DAR E FICAR COM QUEM EU QUISER – Falo e em seguida sinto um lado do meu rosto ardendo e percebo que Harry me deu um tapa, eu coloco minha mão em cima do local e encaro Harry surpresa e ele me encara sem acreditar no que fez.

- (S/n) … – Ele tenta falar mas eu me afasto dele ainda com uma mão no rosto.

- Nunca mais ouse encostar o dedo em mim novamente, nosso relacionamento termina aqui Harry Styles – Digo e vejo ele ainda surpreso pelo o acontecido, ele tenta se aproximar de mim, mas eu me afasto mais.

- (S/n) me desculpa, pelo amor de Deus - Ele diz e vejo o arrependimento no olhar dele.

- O que você acabou de fazer jamais vai ser esquecido por mim, jamais será apagado da minha memória -  Digo com lágrimas descendo pelo meu rosto e subo para o meu quarto e arrumo minhas coisas para ir embora.

Espero que tenham gostado, se sim, mandem uma ask contando