meus mensagens

É verdade que chegou mesmo os seus 19 anos???? Porque com essa sua carinha, e esse seu jeitinho de ser não parece ser verdade!!!
19 ANOS!!!

Amiga, parece que foi ontem que estavamos no ensino fundamental, sem saber nada dessa vida, planejando o nosso tão sonhado 15 anos e hoje me peguei pensando que nós planejamos, mas as duas na verdade teve só um bolinho com guaraná (kkkkkk ) e foi bem mais especial que qualquer festa que poderiamos ter tido!

Você se lembra quantos anos de amizade?? Eu, pra ser bem sincera, já perdi as contas!!!
Foram tantas festinhas surpresas, tantas risadas, lágrimas, tantos micos, teve também tantos momentos bons e ruins e graças a Deus sempre juntas, e quando não nos foi permitido estarmos juntas de alguma forma ou de outra sempre estavamos, mesmo que em forma de pensamento!

Pra você nessa data só desejo as melhores coisas dessa vida!
Muito Amor, Paz, Saúde e Muita Felicidade. Desejo também muito sucesso e que sua caminhada para o futuro seja calma e tranquila, e que você saiba passar por cima de todos os obstáculos que a Vida reserva para você! Esteja ciente que estarei sempre aqui para tudo que você precisar! O engraçado é que somos tão diferentes e ao mesmo tempo tão iguais, então já te digo uma coisa, se um dia nos separarmos tenho certeza que a gente se encontra na Sala de Aula ou quem sabe já formadas no nosso tão sonhado curso, e se for esse o caso a gente se encontra em qualquer hospital por aí entre um paciente e outro!

Para nós desejo mais alegria e muitos momentos juntas, desejo mais risadas e mais micos, sim Micos, Porque não da pra falar de você sem lembrar de um Tombo ou outro (kkkkkkk), Desejo também mais um milhão de anos de amizade, e que nada separe essa união! Quero também que estajamos sempre disponíveis para uma palavra ou um abraço de conforto nos momentos ruins, Que nós momentos bons possamos comemorar juntas!!

Amiga, sem mais delongas muitos e muitos anos de vida! Tudo de bom hoje e Sempre!!
♡♡ Te Amo, Infinitamente! ♡♡

-Sonhos e mais Nada.

- Você me faz sorrir olhando a tela do celular, e parecer um louco pra quem me olha e não entende o quanto é bom ter alguém como você, que torna tudo melhor e mais fácil.. e me faz querer sorrir por tudo e o tempo todo, me faz escutar uma música qualquer e fazer dela parte da nossa trilha sonora, e me imaginar cantando pra você enquanto você tenta dormir, e depois ficar te olhando e ouvindo tua respiração.. me faz pensar em você com esse teu sorriso lindo olhando pra mim, me fazendo esquecer do resto.. me faz escrever sobre você quando eu menos espero, sobre coisas que eu ainda não entendo como ou porque.. mas que, ao mesmo tempo, acontecem sem esforço algum.. e me faz perceber que, sem perceber, minha felicidade se tornou parte da tua, e você, parte de mim. apenas-voceeu

Eu tinha medo de desistir por que acreditava que ainda era possível colocar as coisas de volta ao lugar, mas a vida não funciona tão fácil e simples assim, é possível trocar os móveis da casa várias vezes, as roupas surradas por algumas novas, mas não é possível trocar as memórias e as cicatrizes, não é possível esquecer todo o sofrimento e acreditar em novas palavras quando no passado existiram palavras diferentes no entanto, com o mesmo significado, não é possível acreditar em novas mudanças quando anteriormente houve pretensão de mudar e nada foi feito. Não é possível nutrir novas expectativas quando o coração já não tem mais espaço para novos remendos, não é possível dormir e acreditar que tudo não passou de um pesadelo. Não é possível tentar escrever uma nova história, quando já não resta mais folhas em branco.
—  Erikson Mercenas

Pedido: Gostaria de um que ele fique doente e manhoso, e reclama que quer a atenção dela. Ela acha toda a situação fofa, e cuida dele. Com o Louis por favor!

               Eu estava tão concentrada escrevendo minhas musicas para o meu novo álbum que tentava ignorar ao máximo o meu celular tocando e as diversas mensagens do meu namorado Louis, que parecia que não podia ficar dois minutos longe de mim que bombardeia meu celular com inúmeras mensagens. Continuei escrevendo os versos da minha canção que falava sobre como uma garota estava perdidamente apaixonada por um garoto cujos olhos dele eram mais brilhantes que as próprias estrelas, eu estava me divertido escrevendo era a coisa que eu mais gostava de fazer principalmente quando estava sozinha apenas eu e o lápis e um caderno velho todo rabiscado com musicas que eu nunca lancei, mas cheguei a gravar, talvez em um futuro não muito distante eu possa reaproveita-las.

           Não aguentei o toque irritante do meu celular e finalmente o atendi de longe a voz do Louis manhosa como se estivesse morrendo de tristeza. – Pode parar, Lou eu sei que você está exagerando, deve ser apenas um resfriado bobo, toma um remédio e volte a dormir.

           Disse com a voz rígida após meu namorado fazer tanto drama por causa de um resfriado bobo que na manhã seguinte nem iria mais existir. – Mas, eu estou mal de verdade posso até morrer, tudo dói. – Louis continua com o seu drama, ele poderia fazer teatro.

           Revirei os olhos, eu podia imaginar ele do outro lado da linha com a coberta cobrindo do rosto e com um moletom gigante e com o nariz vermelho, meu coração derreteu ao imaginar isso, ele podia ser mais velho do que eu e muito mais forte, mas para mim quando ele estava desse jeito era a pessoa mais frágil do mundo. Disse pare ele que estaria chegando em dez minutos, minha casa não ficava muito longe da dele então podia ir andando. Peguei meu caderno com as minhas anotações já que iria continuar escrevendo na casa dele e uma bolsa com roupas e escova de dente já que eu não sabia quando iria voltar novamente para casa. Minha caminhada não durou mais que quinze minutos assim que eu cheguei abri a porta e caminhei até seu quarto que ficava no ultimo andar da casa, assim que pus meus pés no quarto Louis estava deitado na cama com o rosto todo vermelho e assistia ao jogo de futebol, assim que ele me viu sorriu da forma mais fofa possível.

- Deita aqui comigo, ainda sou muito doente, mal posso mexer meus braços. – Louis disse esticando os braços para eu poder deitar junto a ele. – Para de drama, se você continuar fazendo essa carinha eu vou morrer de fofura. – Deitei no seu braço e fiquei por um bom tempo recebendo carrinho no cabelo.

- Eu te amo, obrigada por ficar comigo. – Louis disse beijando meu rosto.

- Você sabe que sempre que precisar eu vou está com você, porque eu sei como você consegue fazer drama quando quer. – Me virei para ficar em cima dele.

- Eu estou doente, mas ainda funciono bem. – Louis beijou-me.

- Não vou fazer nada até ter certeza que você bem. – Sai de cima dele.

- Eu já estou melhor s/n. – Ele disse em forma de protesto.

- Há meia hora você era a pessoa mais doente do mundo. – Pisquei para ele e voltei a me deitar do seu lado.

- Você acaba comigo.