meue

Entenda

“se pra você é importante escrever sobre isso, 
então escreve.
não se prive.”

escrever não é sobre
ser importante ou não
ter vontade 
escrever é
pra mim
necessidade.
grito preso no peito
dor que não sara
até ter uma unha
fincada no meio
com palavras
que são 
na verdade
cuspidas
de uma só vez
em verbo
verso
e voz.

eu escrevo
e esse é o princípio
de tudo meu
e é também
o final
o algoz.

Júlia

e é assim que a gente termina

você num apartamento espelhado
com tudo que é meu

e eu embaixo da ponte
almoçando os restos dos amores dos outros
jantando mãozada na cara.

o amor sempre me deixou em condições precárias
sub-humanas.

o amor sempre me deixou vulnerável

somente o amor nunca me bastou.

w.k.

Afins

Hoje eu tô a fim de você
Tô a fim de te abraçar apertado
De segurar sua mão
E dançar sem música na estação
Enquanto o trem não vem

Hoje eu tô a fim de
Te marcar em milhões de coisas
Nas redes sociais
No vídeo daquele gatinho fofinho
E naquelas correntes de Ano Novo
De marcar seu pescoço todinho
Só pra todo mundo ver que

Hoje eu tô a fim de
Acordar do seu lado
E de dormir embolada no seu lençol
De ouvir sua risada abafada no meu pescoço
E de fazer manha na sua cama
De sussurrar baixinho no seu ouvido
Que Je t’aime, enquanto você não pega no sono
Aliás,
Tô a fim de curar sua insônia também

Hoje eu tô a fim
De passar o dia inteiro com seu cheiro
Com seu beijo
Com sua voz
Tô a fim de gritar pra quem quiser ouvir
Que você é meu
E que eu tô num voo alto
E que eu já não tenho medo de cair

Hoje eu tô a fim de você
E tô a fim de que hoje vire amanhã
E que amanhã vire depois
E depois e depois e…
Tô a fim de que “depois
Não tenha fim

- Camila Isidoro

Differences between the three main Catalan dialects

Catalan is spoken in Catalonia, in the region of Valencia, in the Balearic Islands and in a part of Aragó (all of them in Spain). It’s also the official language of Andorra and it’s spoken in the south of France and in an Italian city called L’Alguer. The language can be divided in two blocks: el bloc occidental y el bloc oriental (western and eastern block).

As you can see, part of Catalonia, the south of France, the Balearic Islands and L’Alguer are in the eastern side, while Andorra, part of Aragó and the region of València are in the western side (NOTE: the areas that are not painted in the region of València are the areas where Spanish is the ‘traditional’ language).

The main dialects are: el català oriental, el valencià/nord-occidental i el mallorquí (this is how we call the dialect from the islands. However, the subdialects are eivissenc and menorquí. Some people include l’alguerés here as well, while others don’t). Inside these dialects there are subdialects.

NOTE: To talk about the Balearic Islands and L’Alguer, I’ll use the term “the islands”.

WHAT ARE THE MAIN DIFFERENCES?

ARTICLES

The articles change a bit. 

Everyone uses “el, la, els, les”, except in the islands, where they use l’article salat (the “salty” article). So, a Catalan speaker would say “Les illes” to talk about the Balearic Islands, but someone from these islands or from L’Alguer would say “Ses Illes”.

Examples: 

He comprat sa casa que volia (I’ve bought the house I wanted) (islands)

He comprat la casa que volia (I’ve bought the house I wanted)

Since there’s a context it’s easier to understand, but if someone from Majorca says “sa casa” (the house), people from other places would understand “his/her house”, since “sa” is like “la seua”, a possessive pronoun.

ARTICLE SALAT (the):

                    sg.                               pl.

m.                es                                es

f.                  sa                               ses


es café (the coffee)

sa llengua (the language)

es cafés (the coffees)

ses llengües (the languages)

I’m going to be honest: if you can understand someone from the islands you deserve a C2 certificate.

1 PERSON SINGULAR IN THE PRESENT TENSE

Depending on the dialect, a person will say:

penso       pense       pens (I think)

penso: in Catalonia, in the map, the areas called “Central” and “Septentrional”

pense: in Valencian and the Nord-occidental dialect

pens: in the islands. This is the oldest form, it’s been found in the oldest Catalan texts.

Example:

Penso que tens raó (I think you’re right)

Pense que tens raó (I think you’re right)

Pens que tens raó (I think you’re right)

Obviously this doesn’t happen if the verb ends in a consonant (example, jo crec (i believe/think))

POSSESSIVES 

Possessives change a bit as well, but just one letter!

In the western block people say “la meua casa” “la teua casa” “la seua casa” “les meues cases” “les teues cases” “les seues cases”. However, in the eastern side people will say “la meva casa” “la teva casa” “la seva casa” “les meves cases” “les teves cases” “les seves cases”.

Example:

La meua amiga és molt alta. (My friend is very tall)

La meva amiga és molt alta.

VOCABULARY

Like Spanish or English or any other language, there are some vocabulary differences. There many words, but I’ve just listed some:

(male form. in order: western block, central Catalan and the islands)

xiquet    nen     nin/fiet/boix  (child)

xic        noi         al·lot                  (boy)

eixida         sortida                       (exit)

creïlla           patata                     (potatoe)

tomaca        tomata      tomàtiga (tomatoe)

espill            mirall                      (mirror)

You can use whatever word you want, people will understand you. This is like saying “lift” to an American, they know it means “elevator”.

This video (in Catalan) explains the vocabulary differences, including L’Alguer.


1 PERSON IN THE PRESENT OF SUBJUNCTIVE

The ending of the verbs in the first person of the present tense in subjunctive changes as well.

Western block: -e

Eastern block: -i 

Example: potser compri un llibre (I might buy a book) (eastern)

               potser compre un llibre (I might buy a book) (western)

There are some more differences in the subjunctive. Example:

Que parle qui ho haja fet (Whoever has done it must speak up) (western)

Que parli qui ho hagi fet (Whoever has done it must speak up) (eastern)

PRONUNCIATION

The pronunciation changes a bit as well, but this is easier to see if you listen, rather than reading. Some examples:

el doctor (the doctor)

Some from the eastern side would say “doctah”, like the British, while people from the western side will say each letter.

Also, in the eastern side the “e” sounds like a “a” (more or less) when it is not the stressed letter.

Example: 

els poetes (the poets). 

In an eastern Catalan, you’d hear “poetas”, although the “a” sound will be quite weak. 

Same happens with the “o”, if it isn’t a strong one it sounds like an “u”. Example: portar. Wirtten “portar” but pronounced “purtar” in the eastern side.

The video form the 80s every student has watched in high school: “Compraré peres” (in Catalan)

Of course, there are many more differences, if you want to add any (or correct anything) feel free to do so!

tua inexistência em mim dói.
eu ainda carrego tuas mãos
e o teu olhar beirando à loucura.
teu calor causou em minha
pele um alvorecer.
teus cabelos foram como as
plantas que eu não consigo cuidar.
tua cor se perdeu na minha, teu beijo se descobriu no meu
e teu riso foi gargalhada em tumulto.
sinto ânsia de teus pulmões outra vez.

tua falta me afeta.

Good blogs to follow:

ALL THE BLOGS HERE ARE AMAZING.
http://uoa.tumblr.com/
http://meue.tumblr.com/
http://tgd23.tumblr.com/
http://darkened.tumblr.com/
http://fast-idle.tumblr.com/
http://prefaces.tumblr.com/
http://mfjr.tumblr.com/
http://cytogenesis.tumblr.com/
http://vuls.tumblr.com/
http://malephic.tumblr.com/
http://desinfectes.tumblr.com/

3network.tumblr.com
new members of the 3 network

the network is currently complete, so applications will not be open for a while.

applications will definitely re-open when i forget what looking through almost 400 blogs is like / i have time to expand the network.

the new members are:

  • KOLPS
  • NEUROWALL
  • MEUE
  • CLUTS
  • VLEU

to everyone who reblogged the post - thank you for everything :~)

Despedida

Estar na multidão e ainda assim só
Na garganta se desfaz um nó
É o passado que olha pra frente
Já não importa, o erro seu, o erro meu
E passa em minha mente
Se o sentimento já padeceu
Esqueceu de levar esse aperto no peito
O feito que não é desfeito
Alguém se vai para não voltar
E fica o dito pelo não dito
Uma vista baixa, dizendo - não se vá
Toda despedida guarda um grito
Que a razão reticente, fez silenciar.

-Transtorno Poético.

Ando te vendo em todos os lugares.
Não bastasse ontem sonhar contigo,
hoje me assolou o coração te ver do meu lado.
Que momento de terror passei…

Dormindo no metrô, ao acordar,
te vejo ao meu lado, esperando reação minha.
O que eu faria? Ignoraria? Olharia? Falaria?
Ate que você se move e eu espero você ir
pra te ver melhor
e descubro que não era você.
Era outra pessoa.

Também pudera, você nunca faria isso.
Seu orgulho te manteria a metros de mim,
apenas com o olhar desviado ao encontrar o meu
e uma cara fechada, como é de costume.

Apesar disso, tenho te visto em todos os lugares.
Hoje foi no trem, ontem foi num sonho.
Anteontem foi numa parada, antes num ônibus,
ou em qualquer outro lugar.

Também não é interesse que te vejo,
nem é por confusão.
Conheço bem seu jeito e suas roupas.
Não sei dizer por que é.
Não arrisco nenhum palpite.
Não aqui, nem agora.
Talvez, um dia, com possibilidade remota,
eu te diga face a face.

Mas hoje, eu sei,
no que depender de mim ou de ti
(de ti principalmente),
nunca nos falaremos.

Essa história não passará
de um poema sem rima
que ficará para trás.

eu e elas

Sou bela, sou recatada
e sou da luta.
Tenho um coração colorido
e uma alma transsexual.
Tenho um discurso projetado na ponta do lápis.
A poesia me fez dona de mim,
meu corpo é meu
e minha vontade é apenas problema meu.
Só sou quando sou minha,
só sou quando rio,
só sou quando sou todas elas,
só sou quando estamos juntas,
só sou quando me faço poesia,
só sou quando a poesia me faz.

Sou bela,
sou recatada
e sou minha.