meu ciumento

Meu Jeito.

As vezes acho que sou louco, gosto de irritar quem eu amo, gosto de provocar, de atentar, depois gosto de mimar, agradar, dar carinho e amor.
As vezes tenho até medo desse meu jeito, medo de perder quem eu amo, de afastar de mim, quem eu quero pra minha vida, de ver quem eu quero indo embora e dizendo adeus.
Alguns até entendem esse meu jeito, mas alguns ainda não sabem que é só o jeito que tenho de chamar atenção, talvez por falta de carinho e amor fiquei assim, querendo e não querendo, indo atrás e deixando vir atrás, insistindo e desistindo… Meio louco né?
Parece até que gosto de sofrer, mas é só meu jeito meio bobo e idiota de ser.
Quem sabe um dia eu mude, quem sabe eu fique assim pra sempre, quem sabe né?
As vezes tento tanto chamar atenção que pareço meio criança, meio bobo e imaturo, mas quem realmente me ama, não me abandona e acha um jeito de entender esse meu jeito.
Sou ciumento demais, as vezes não demonstro, mas quando suspeito de alguma coisa ou vejo algo que ataca meu ciumes, eu parto logo pra briga, as vezes nem pergunto, já chego falando e acabo sendo meio ruim.
As vezes parece que não gosto de receber um não, mas no fim sempre me deixo levar, por medo de perder quem está do meu lado.
Tem vezes que sou carinhoso e romântico, gosto de dar carinho e atenção, mostrar que me preocupo e falar coisas bonitas.
Ver um sorriso causado por mim, me faz a pessoa mais feliz do mundo.
As vezes sou safado e não consigo me controlar, faço coisas que nunca imaginei fazer, penso coisas que nunca pensei e tomo atitudes que nunca pensei que ia tomar.
As vezes sou rebelde, grito, mando pra PQP, não ligo, mando mensagem, excluo de alguma rede social, mas no fim sempre volto atrás e sou aquele bobão que parece criança. No fim de tudo tenho um coração mole demais.
As vezes sou dramático, chorão, quando desabo sai de perto ou chega perto, gosto de me sentir amado, gosto quando se preocupam comigo, gosto de pessoas que apesar de tudo, tentam me entender.
Parece que ninguém entende esse meu jeito, as vezes nem eu me entendo, mas esse sou eu.
Sou uma confusão de sentimentos, esperando alguém entrar no meu coração e dar um jeito nessa bagunça toda.


Prazer geminiana. 

Eu jamais abriria mão do seu sorriso só porque outro cara me fez sorrir. Jamais abriria mão do seu carinho porque outro cara me tratou bem. Eu jamais abriria mão da sua voz porque outro cara cantou uma música romântica pra mim. Eu jamais abriria mão de você, porque eu te amo. Só quero que saiba que abrir mão de você seria como abrir mão do mundo, seria como jogar no lixo o que há de mais valioso pra mim. Eu jamais deixarei isso acabar, porque eu confio em você e confio no nosso amor. Eu te amo e você é meu bem mais precioso, meu amor.
—  R.