mecanismos de defesa

A questão é um pouco mais complexa quando você para de olhar para o mundo e começa a focar em si mesmo. É doloroso porquê o mundo mostra sempre que você está no fundo do poço, mesmo quando tudo está bem. E, quase todas as vezes, você acredita piamente nas imagens que ele te mostra. Mas, e se ele estiver errado? E se for photoshop? O que você vai fazer se estiver bem? Eu tenho um palpite meio sem fundamentos de que você não sabe o que fazer quando se sente bem. Geralmente, eu sei que você foge dos seus sentimentos bons e prefere confiar nos ruins. Usa isso como mecanismo de defesa para se agarrar numa falsa segurança. Afinal, é difícil ser o melhor em alguma coisa, porque sempre vai ter alguém querendo te desbancar ou algum erro que você possa cometer. Ser o melhor em algo é complicado demais, arriscado demais e com certeza não é para você. Pelo menos, é o que o mundo tenta te dizer. E você escuta. Mas, se você pensar bem, o mundo é feito por pessoas iguais a você. E, se elas podem estar certas, por quê não você? Simples, porquê você tem medo. E elas gostam disso. Eu não. Gosto de ver as pessoas se impondo e vivendo com a segurança de que tudo vai dar certo no final. Com a segurança de viver sem se deixar abater pelas pedras que caem sobre elas no meio do caminho. Gosto de ver a persistência do ser humano. Gosto de ver você vencendo o mundo todos os dias. Acordando e pensando “eu sou capaz de ser o melhor”. Vai dar certo, cara. É só você ouvir mais a si mesmo do que ao mundo. Aí sua vida começa a dar certo.
—  Vai dar certo, cara. Azarão
Seus olhos cinzentos tinham marcas de cansaço, ou do desconforto que ele sentia quase o tempo todo (…). Eles levavam o olhar vazio de alguém que está sempre alguns passos afastado do mundo ao seu redor. Às vezes, eu me perguntava se aquilo não era um mecanismo de defesa de Will, já que a única maneira que encontrou de lidar com sua vida foi fingir que não era com ele que aquelas coisas estavam acontecendo.
—  Como Eu Era Antes de Você
A negação é um elemento essencial do mecanismo de defesa humano. Sem ela, todas as manhãs acordaríamos apavorados só de pensar em todas as maneiras como poderíamos morrer. Em vez disso, nossa mente bloqueia o medo existencial, concentrando-se em estresses com os quais podemos lidar: como não chegar atrasado no trabalho ou como pagar as contas em dia. Mesmo que tenhamos medos mais graves, de natureza existencial, nós os descartamos bem rápido para nos concentrar em tarefas simples e banalidades cotidianas.
—  Dan Brown, Inferno
Deus eu não te culpo por cada decisão que eu tomei, sempre fui dessas ansiosas que muitas das vezes querem lutar com as próprias forças e depois que se machuca volta correndo para o Teu colo, como criança que acabou de se machucar porque caiu em uma pedra. Só me ajuda a voltar a ser tua, que eu possa aprender a descansar novamente, a Te amar novamente, me apaixonar, primeiro por Ti. Perdoa meu impulsos, minhas falhas, minha própria força, minhas armaduras, meus mecanismos de defesas, meu humor. Mas, hoje retorno meu coração para onde ele nunca deveria ter saído, para as Suas mãos, luta por mim, ajeita pra mim, cuida pra mim. E mas, uma vez perdão.
—  De sua menininha.
eu sou bem estranha, falo smp que tô carente, aí de repente aparece alguém gostando de mim e eu ativo todos os mecanismos de defesa
Por falar em suicídio, acredito que as pessoas deveriam saber algumas coisas. O ato não é um menosprezo à vida mas sim uma fuga de si mesmo. Ouvi dizer que quando uma dor é excruciante o cérebro desliga seus sentidos como mecanismo de defesa. O suicídio é só um mecanismo de defesa mal formulado no momento em que a dor se torna insuportável. E é o último dos mecanismos, utilizado em última estancia quando a omissão, o álcool, a heroína não fazem mais efeito, quando as tentativas de continuar vivendo também se tornam um problema. Só há suicídio onde já houve vontade de viver. Só há suicídio quando uma tentativa de vida o antecede. A coisa mais autodestrutiva no suicídio é pensar e não cometê-lo. Como diria Caio “tem coisa mais autodestrutiva do que insistir sem fé nenhuma?” Devo ser muito masoquista porque… por enquanto, fico com o álcool.
—  Andrieli Santos, Uma Escritora em Treinamento
Ela é estranha mesmo. Fala que está carente, mas quando aparece alguém gostando dela, ativa todos os mecanismos de defesa possíveis. Mas fica tranquilo, é só pra ver quem está disposto a fazer o possível para conquistá-la.