me perguntar

Eu não tive ninguém por muito tempo. Nunca conheci ninguém tão corajoso que teve a audácia de se arriscar e ficar do meu lado por um longo período. Já cheguei a pensar que o problema era propriamente comigo, que às vezes não consigo lidar muito bem com as coisas boas que disponho. Tenho mania de colocar na cabeça que se eu parar de demonstrar tanto valor para as pessoas ou parar de correr atrás delas, as coisas se resolvem. Mas ninguém sabe que isso é apenas o meu jeito interno de proteção. E não me protejo porque quero. Apenas não aprendi a deixar a guarda baixa. Eu sou uma pessoa com uma incrível facilidade de amar e exatamente por isso que me reprimo tanto. Tenho medo de me encantar novamente por alguém que simplesmente deixe a magia acabar meia-noite. Que não luta, não se esforça e permanece neutro vendo tudo se acabar rapidamente. Na mesma velocidade que começou. Mas queria que com você fosse diferente. Te imploro que continue insistindo em mim porque ainda tenho esperanças. Me faz acreditar que ainda vale a pena lutar por alguém, nem que seja apenas uma pequena porção, que vale a pena ir contra tudo pela nossa felicidade. Olha na minha alma, encara o meu ser, vai além da minha pele e me marca com o seu amor. Sei que uma hora essas armaduras que entornam meu peito e me bloqueiam de confiar e amar de novo vão cair. Só preciso que você seja forte o suficiente e tenha vontade de derrubá-las. Eu acredito nisso. E preciso que você acredite também. Porque senão eu continuo fixo nesse modo de proteção com medo de me machucar mais uma vez. E se você me perguntar porque eu sou assim, eu respondo que por muito tempo dependi demais das pessoas e acabei sempre assistindo o mesmo cenário: Todas indo embora. Ainda estou um pouco surpreso que alguém permaneça.
—  Allax Garcia e Pedro Pinheiro.
36 coisas que pessoas com ansiedade gostariam que seus amigos soubessem:

Vejamos o que eles têm a dizer:

“O que pode parecer irracional para você, é bem real para mim.”
Paige Johnson.

“Eu nunca sei quando a ansiedade vai atacar. Quando isso acontecer, vou precisar da sua ajuda.”
Dani Hazlewood.

“Eu não estou evitando você. Em certos momentos, pode ser difícil falar ao telefone e fazer planos. Não é como se eu não quisesse desesperadamente conversar. É que nem sempre eu consigo.”
Marie Abbott Belcher.

“Não desista de mim quando eu me isolar.”
Jen Jolly.

“Ajuda muito quando alguém que eu amo e confio me lembra de respirar fundo.”
Tania Lynne Sidiqi.

“Seja paciente comigo; a ansiedade nem sempre se manifesta com um ataque de pânico. Ataques de raiva, que parecem uma manifestação extrema de frustração também são comuns.”
Tabitha Rainey.

“Mesmo quando tudo está bem, eu fico esperando algo horrível acontecer.”
Lindsay Ballard.

“Quando estou muito silencioso, não é tristeza, tédio, cansaço ou qualquer outra coisa. Às vezes, acontece tanta coisa ao mesmo tempo na minha cabeça que não consigo perceber o que está à minha volta.”
Amanda Jade Briska.

“Infelizmente, não posso apertar um botão e desligar a ansiedade.”
Katie Keepman.

“Em alguns momentos, sinto ansiedade, mas não tenho ideia do motivo pelo qual estou ansiosa.”
Laura Hernandez.

“Tudo pode mudar em menos de 30 segundos. Posso ter ataques se houverem muitas pessoas à minha volta, se não houver uma saída conhecida para uma determinada situação, etc.”
Ashleigh Young.

“É sério — não é você, sou eu. A ansiedade generalizada é como estar se afogando o tempo todo. Algumas situações da vida intensificam esta sensação. Não leve para o lado pessoal quando eu tiver dificuldades em fazer planos.”
Cory Lee Tyler.

“Quando você me perguntar se está tudo bem e eu disser que sim, não pense que não confio em você. Na minha cabeça, você pode parar de me enxergar como uma pessoa gentil, divertida e tranquila se souber a verdade.”
Arianne Gaudet.

“Desculpe. Peço perdão por cada convite que recusei, por todas as vezes em que pareci irracional ou desagradável porque estava me sentindo oprimida e amedrontada. Peço desculpas pelas vezes que disse que faria algo, mas não fiz. Desculpe por minha ansiedade também afetar você.”
Melissa Kapuszcak.

“A ansiedade não tem um rosto. Não preciso estar tremendo ou ofegando para ter um ataque de ansiedade.”
Vicki Blank.

“Quando eu fico ansiosa demais para sair de casa, preciso que você me procure. Preciso saber que alguém se importa comigo e sente minha falta.”
Hayley Lyvers.

“Não me exclua. Minha ansiedade pode me impedir de fazer certas coisas, mas um simples convite pode mudar meu dia para melhor.”
Vikki Rose Donaghy.

“Por causa da ansiedade, eu analiso as coisas o tempo todo. Por mais que isso seja cansativo, não consigo desligar meu cérebro.”
Cailea Hiller.

“Ansiedade não é uma atitude.”
Clare Goodwin.

“Não precisa tentar me curar. Por favor, apenas me ame como eu sou.“
Carole Detweiler Oranzi.

“Quero pedir desculpas por todas as vezes que fugi de você. Por todas as vezes que precisei ir embora mais cedo e você não entendeu. Por todas as vezes que precisei lhe dizer não.”
Mary Kate Donahue.

“Na maioria das vezes, você não saberá que estou tendo um ataque de ansiedade se eu não disser.”
Kylie Wagner-Grobman.

“Se eu não me sentir confortável fazendo algo, não insista. Tentar me convencer só piora as coisas.”
Jennifer DiTaranto.

“Muitas vezes, a ansiedade me impede de socializar. Quando eu cancelo algo de última hora, nunca é devido à preguiça ou hostilidade. Saiba que se você precisar de mim, estarei ao seu lado da maneira que eu puder.”
Bridget Hamilton.

“Na maior parte do tempo, não sei direito o que acontece na minha cabeça. Eu entendo que posso ser complicada às vezes, mas suas tentativas de me compreender são muito importantes para mim.”
Avery Roe.

“Por favor, não me diga para superar isso ou que estou sendo boba.”
Carla Estevez.

“Quando eu cancelar planos com você sem explicar demais é porque tenho medo de admitir que estou sofrendo de ansiedade. Não tem nada a ver com você… é tudo culpa dos meus ataques de pânico.”
Dorie Cabasag-Smith.

“Por mais que eu costume recusar certos convites, continue me convidando assim mesmo. Alguns dias são melhores do que os outros, então minha resposta pode surpreender você. Seja paciente.”
Kara Edkins.

“Não leve para o lado pessoal quando eu não quiser sair. Minha zona de conforto é a minha casa. É o único lugar onde me sinto segura.”
Elizabeth Vasquez.

“Quando eu disser que não consigo aguentar mais nada, não é força de expressão.”
Christine L Hauck.

“Quando não consigo fazer algo, ninguém fica mais desapontada do que eu. Por favor, tente entender isso.”
Lindsey Hemphill.

“Em alguns momentos, eu só preciso ficar sozinha. Não é nada pessoal. Eu não sou louca. Não tenho problema algum. Só preciso sacudir a poeira e fazer algo divertido. Algumas vezes, preciso ficar sozinha para respirar fundo e me acalmar.”
Stacey Weber.

“Toda vez que conversamos, cada palavra da nossa conversa passa pela minha mente várias vezes. Se eu disser algo que talvez não devesse ter dito, mesmo que não seja nada do outro mundo, isso pode me deixar obcecada por anos.”
Chelsea Noelani Gober.

“Eu não me defino por minha ansiedade, então não pense em mim desta forma.”
Abi Wylie.

“Eu sei que posso parecer ridícula às vezes, mas por favor, me ame assim mesmo.”
Melissa Renee Wilkerson.

“Dê-me um pouco de espaço, mas não se esqueça de mim.”
Vickie Boyette.

Aí eu tomo um banho bem quente, pra te espantar da minha pele. E canto bem alto, pra te espantar da minha alma. E escovo minha língua bem forte, pra separar seu gosto do meu. E quase vomito, pra parir você do meu fígado. E tento ser prática e parar de suspirar. E tento abrir a geladeira sem me perguntar o que eu poderia comprar pra te agradar. E tento me vestir sem carregar a esperança de esbarrar com você por aí.
—  Tati Bernardi.
Engraçado você me perguntar por que te deixei, quando na verdade, você que me deixou, foi você que foi embora, não eu, você nem sequer me avisou que ia, simplesmente foi, e quando voltou nem me procurou, então meu bem, quem te deixou não foi eu, estás me confundindo com outro alguém, sempre estive aqui.
—  Caren B.
Às vezes que fico triste, a angustia me aperta e eu quero colocar pra fora essa tristeza, eu quero falar que eu estou triste, eu quero postar que eu estou triste, mas eu não quero que ninguém venha me perguntar o porquê, não quero que ninguém venha me dá palavras de consolo, eu quero apenas poder gritar e colocar pra fora o que me sufoca no momento, eu não quero chamar a sua atenção, não quero que você sinta pena e não quero sua compaixão mentirosa, mas se você quiser vir me abraçar, me abraça forte, pois eu preciso de um ombro para poder desabar e chorar até não sentir mais “nada".
—  Cleidison Santos
Tô tentando não pensar em você, como tem vivido, se anda se cuidando ou se as coisas estão bem. Tô evitando me perguntar se ainda significo algo pra você e se um dia teremos a chance de consertar todos os nossos erros e por fim, quem sabe, em algum momento, nos permitir ser felizes, juntos.
—  Tentando superar você.
36 coisas que pessoas com ansiedade gostariam que seus amigos soubessem.
  1. “O que pode parecer bobo e irracional para você, é bem real para mim.” — Paige Johnson
  2. “Eu nunca sei quando a ansiedade vai atacar. Quando isso acontecer, vou precisar da sua ajuda.” — Dani Hazlewood
  3. “Eu não estou evitando você. Em certos momentos, pode ser difícil falar ao telefone e fazer planos. Não é como se eu não quisesse desesperadamente conversar. É que nem sempre eu consigo.”— Marie Abbott Belcher
  4. “Não desista de mim quando eu me isolar.” — Jen Jolly
  5. “Ajuda muito quando alguém que eu amo e confio me lembra de respirar fundo.” — Tania Lynne Sidiqi
  6. “Seja paciente comigo; a ansiedade nem sempre se manifesta com um ataque de pânico. Ataques de raiva, que parecem uma manifestação extrema de frustração também são comuns.” —Tabitha Rainey
  7. “Mesmo quando tudo está bem, eu fico esperando algo horrível acontecer.” — Lindsay Ballard
  8. “Quando estou muito silencioso, não é tristeza, tédio, cansaço ou qualquer outra coisa. Às vezes, acontece tanta coisa ao mesmo tempo na minha cabeça que não consigo perceber o que está à minha volta.”Amanda Jade Briska
  9. “Infelizmente, não posso apertar um botão e desligar a ansiedade.” — Katie Keepman
  10. “Em alguns momentos, sinto ansiedade, mas não tenho ideia do motivo pelo qual estou ansiosa.” — Laura Hernandez
  11. “Tudo pode mudar em menos de 30 segundos. Posso ter ataques se houverem muitas pessoas à minha volta, se não houver uma saída conhecida para uma determinada situação, etc.” —Ashleigh Young
  12. “É sério — não é você, sou eu. A ansiedade generalizada é como estar se afogando o tempo todo. Algumas situações da vida intensificam esta sensação. Não leve para o lado pessoal quando eu tiver dificuldades em fazer planos.”Cory Lee Tyler
  13. “Quando você me perguntar se está tudo bem e eu disser que sim, não pense que não confio em você. Na minha cabeça, você pode parar de me enxergar como uma pessoa gentil, divertida e tranquila se souber a verdade.” — Arianne Gaudet
  14. “Desculpe. Peço perdão por cada convite que recusei, por todas as vezes em que pareci irracional ou desagradável porque estava me sentindo oprimida e amedrontada. Peço desculpas pelas vezes que disse que faria algo, mas não fiz. Desculpe por minha ansiedade também afetar você.” —Melissa Kapuszcak
  15. “A ansiedade não tem um rosto. Não preciso estar tremendo ou ofegando para ter um ataque de ansiedade.” — Vicki Blank
  16. “Quando eu fico ansiosa demais para sair de casa, preciso que você me procure. Preciso saber que alguém se importa comigo e sente minha falta.”— Hayley Lyvers
  17. “Não me exclua. Minha ansiedade pode me impedir de fazer certas coisas, mas um simples convite pode mudar meu dia para melhor.”Vikki Rose Donaghy
  18. “Por causa da ansiedade, eu analiso as coisas o tempo todo. Por mais que isso seja cansativo, não consigo desligar meu cérebro.” — Cailea Hiller
  19. “Ansiedade não é uma atitude.” — Clare Goodwin
  20. “Não precisa tentar me curar. Por favor, apenas me ame como eu sou.“— Carole Detweiler Oranzi
  21. “Quero pedir desculpas por todas as vezes que fugi de você. Por todas as vezes que precisei ir embora mais cedo e você não entendeu. Por todas as vezes que precisei lhe dizer não.”Mary Kate Donahue
  22. “Na maioria das vezes, você não saberá que estou tendo um ataque de ansiedade se eu não disser.” — Kylie Wagner-Grobman
  23. “Se eu não me sentir confortável fazendo algo, não insista. Tentar me convencer só piora as coisas.” — Jennifer DiTaranto
  24. “Muitas vezes, a ansiedade me impede de socializar. Quando eu cancelo algo de última hora, nunca é devido à preguiça ou hostilidade. Saiba que se você precisar de mim, estarei ao seu lado da maneira que eu puder.” — Bridget Hamilton
  25. “Na maior parte do tempo, não sei direito o que acontece na minha cabeça. Eu entendo que posso ser complicada às vezes, mas suas tentativas de me compreender são muito importantes para mim.” — Avery Roe
  26. “Por favor, não me diga para superar isso ou que estou sendo boba.” — Carla Estevez
  27. “Quando eu cancelar planos com você sem explicar demais é porque tenho medo de admitir que estou sofrendo de ansiedade. Não tem nada a ver com você… é tudo culpa dos meus ataques de pânico.”Dorie Cabasag-Smith
  28. “Por mais que eu costume recusar certos convites, continue me convidando assim mesmo. Alguns dias são melhores do que os outros, então minha resposta pode surpreender você. Seja paciente.”— Kara Edkins
  29. “Não leve para o lado pessoal quando eu não quiser sair. Minha zona de conforto é a minha casa. É o único lugar onde me sinto segura.”Elizabeth Vasquez
  30. “Quando eu disser que não consigo aguentar mais nada, não é força de expressão.”Christine L Hauck
  31. “Quando não consigo fazer algo, ninguém fica mais desapontada do que eu. Por favor, tente entender isso.”—Lindsey Hemphill
  32. “Em alguns momentos, eu só preciso ficar sozinha. Não é nada pessoal. Eu não sou louca. Não tenho problema algum. Só preciso sacudir a poeira e fazer algo divertido. Algumas vezes, preciso ficar sozinha para respirar fundo e me acalmar.” —Stacey Weber
  33. “Toda vez que conversamos, cada palavra da nossa conversa passa pela minha mente várias vezes. Se eu disser algo que talvez não devesse ter dito, mesmo que não seja nada do outro mundo, isso pode me deixar obcecada por anos.”Chelsea Noelani Gober
  34. “Eu não me defino por minha ansiedade, então não pense em mim desta forma.” — Abi Wylie
  35. “Eu sei que posso parecer ridícula às vezes, mas por favor, me ame assim mesmo.” — Melissa Renee Wilkerson
  36. “Dê-me um pouco de espaço, mas não se esqueça de mim.” —Vickie Boyette

Alex,
ouvi dizer que na semana passada você foi parar no hospital por ter tentando se matar, ninguém falava sobre outra coisa além do “filho problemático da vizinha”, sinto muito pelas palavras. Minha mãe veio me perguntar se eu estou bem, comentou sobre como todos dizem que você só quer chamar atenção, disse algo sobre me levar ao psicólogo e eu ri. E depois chorei por você, eles nem sequer sabem o seu nome Alex, mas eu sei, porque eu tenho visto o seu fantasma correr pelas avenidas abarrotadas de gente que não se vê. Eu queria te alcançar de alguma forma, mas tudo o que você faz é se afastar e se afastar, e eu não te culpo por não querer mais sustentar um corpo sem vida, mas eu mal consigo me manter de pé quando te vejo correndo desesperado, e eu não sei pra onde você vai (ou se vai voltar). Eu sei que tudo o que você mais quer fazer é parar, e tá tudo bem. Mas Alex, me deixa te fazer entender que você é muito mais que pele e osso, e todo esse sofrimento. Deixa eu te fazer entender que estar cansado de correr não significa necessariamente ter que parar. Saiba que eu estou aqui por você, e quando estiver pronto segure firme a minha mão que eu irei te sustentar com toda a minha fé. Deixa eu te mostrar que você pode ir além desse peso que tenta te travar os passos, que apesar de todas as dores é possível se sentir vivo de novo. Alex, deixa eu te fazer entender que mais do que tudo, você merece ser salvo.

Com esperança e uma fé enorme em você,
Otávia.

Setembro Amarelo - Karine Sebben

E eu vou rir, fazer piada, me descabelar e daqui a pouco eu já não vou estar achando graça. Do riso ao choro, da calma a impaciência, nervosismo e desassossego . Você vai me perguntar o que acontece comigo e eu vou dizer que não sei, mas sou constante mudança. Nem sempre sei o que eu sinto, nem sempre olho no espelho e fico feliz com o vejo, nem sempre somos nossa melhor versão, nosso lado mais bonito. E eu nasci assim, a flor da pele, com um humor ácido, com a loucura costurada rente a pele. Nem todos gostam desse meu jeito, mas tudo bem. Já é difícil agradar a mim mesma, então não se surpreenda se eu não alcançar as suas expectativas. Fico feliz se ao menos alcançar as minhas, fico feliz sendo eu.
—  Nanda Marques.
Não ando dormindo bem ultimamente; mas é sobre isso, exatamente, que pretendo falar. É quando parece que vou pegar no sono que acontece. Eu disse “parece que vou pegar no sono” porque não passa disso. De uns tempos pra cá, tenho cada vez mais a impressão, a sensação, de que estou dormindo e, no entanto, no meu sonho eu sonho com meu quarto, que estou dormindo e que tudo está no mesmo lugar onde deixei quando fui pra cama. O jornal caído no chão, a garrafa de cerveja vazia em cima da cômoda, meu único peixinho dourado circulando devagar no fundo do aquário, todas essas coisas tão íntimas que parecem que já fazem parte de mim como o meu cabelo. E muitas vezes, quando não estou dormindo, deitado na cama, olhando pras paredes, cochilando, esperando pra dormir, é frequente me perguntar: ainda estou acordado ou já peguei no sono e sonho com meu quarto? Tem acontecido muita coisa ruim ultimamente. Mortes; cavalos correndo mal; dor de dente; hemorragias, sem falar noutras coisas que não convém mencionar. Volta e meia me vem a sensação de que, ora, pior é que não pode ficar. E aí eu penso, bem, pelo menos você tem onde morar. Não anda aí pela rua. Houve tempo em que não me importava com isso. Hoje acharia insuportável. São poucas as coisas que ainda acho suportáveis.
—  Charles Bukowski.
Quando uma pessoa nos dá todos os motivos do mundo para desistir dela, devemos fazer o que mesmo? Ah claro! Seguir em frente e deixar todas as lembranças para atrás. Mas isso não é bem o nosso caso, Charlie. Tu me dá todos os motivos e ao mesmo tempo sabe muito bem como acabar com isso, mas que “ser” desagradável que tu é. Porque eu teimo em querer te resolver e te fazer ficar bem comigo, porque eu ainda tento insistir em você sabendo que todo esse problema é sem solução alguma. Eu sinto falta de você quando vai pra longe e me esquece em um canto qualquer. Mesmo que a gente não de certo, é bacana ter alguém para poder implicar sempre. O nó em que conseguimos nos embolar é tão complicado, como imaginar nós dois juntos como um casal de verdade. Somos dois indecifráveis, cada dia é uma nova descoberta, eu sou problema e tu é a confusão, somos a combinação perfeito de tudo o que dá errado. Saiba que de todos os caras que eu conheci e até mesmo me envolvi, você foi aquele que mais me fez bem, apesar de todas as nossas implicâncias. Nosso amor não passava de apenas uma brincadeira, que no final acabou se tornando verdade. Mas a verdade é que sempre estivemos por um fio, não que sejamos um casal e sim porque somos dois tapados em uma corda bamba. Se alguém me perguntar o que mais acho complicado nessa vida, sem dúvidas logo penso em ti, em mim, em nós.
—  Ele é totalmente o Oposto de mim.
Já se sentiu perdido?

estou olhando para o teto e não estava sentindo minhas lágrimas até que começaram a entrar no meu ouvido. não sei em que estava pensando, ou como comecei a me perguntar qual era o sentido de tudo isso. tudo o que existiu, que existe e que vai passar a existir. eu não sei bem. eu não me encaixo. eu não quero me encaixar. eu estou perdida. não sei onde. e nem há quanto tempo. não sei onde me encontrar e não tenho força pra isso.

Porque se você querer o meu bem, vou te cativar. Se você me olhar com esses olhos maldosos, vou dilacerar a sua alma com o meus. Se me perguntar quem sou, direi: o reflexo de suas atitudes.
—  Os porquês de Amélia Roswell.
Você não tem ideia de quantas vezes fui ferida, portanto é fácil para você falar “não pense muito, deixe acontecer”. Mas não, não é. Se eu fosse um soldado já teria perdido meus braços e pernas. Já me prometeram um mundo, até andar sobre os mares, e eu acreditei. Prometeram todo o amor, alegria e compaixão. Eu sempre fui aquela promessa que nunca foi cumprida, então, hoje tenho medo de amar e me entregar novamente. Medo de acreditar nas palavras e até nas atitudes. Medo de que tudo seja uma mentira, até você. Meu medo me impede de aventurar-me no jogo da vida, de agir e de ir adiante. Me desculpe por ser assim, quero acreditar em você, mas tudo que te procedeu me faz perguntar: E se tudo for mentira? Serei eu que terei que recolher os caquinhos do chão e me reconstruir novamente, e talvez não apenas meus braços e pernas, e sim o que resta do meu coração.
—  Anna Paula Varella.
Eu acabei de ler uma mensagem de uma garota dizendo que não iria contar para o garoto que ela gosta dele pelo fato dela ser gorda e feia. Eu desabei. Eu chorei muito e comecei a me perguntar o porque disso tudo. Porque as pessoas acham que elas não merecem receber amor, carinho, afeto, só porque elas não são bonitas ou magras. Isso foi pesado. Porque as pessoas se sentem insuficientes para o outro? Só porque não tem o cabelo de uma forma ou porque não tem o corpo de uma modelo? Cara, todo mundo merece amor. Se você acha que não é bom o bastante para alguém te amar só porque você é gordo, negro, feio, tem cabelo crespo, tira isso da sua cabeça. Você é lindo, você é linda. Você merece receber amor dos pés a cabeça. Nunca se coloque para baixo porque passou na televisão que o tipo de corpo ideal é esse e aquele. Não é. O tipo de corpo ideal é aquele você tem.Não é só os magros que merecem amor. Não é só as pessoas bonitas que merecem amor. Todas as pessoas merecem receber amor. Você não é diferente deles. Então quando der vontade de falar pra alguém que você o ama, diga. Se ele te amar, ele vai te querer do jeito que você é. Sem por nem tirar. Vai querer fazer cafuné no seu cabelo, vai gostar de beijar o seu corpo, vai amar andar de mãos dadas. Vai contar pra todos os amigos e amigas que tem alguém que lhe dá tudo, e não estou falando de objetos e sim de sentimentos intensos.Você merece amor na mesma frequência que respira.
—  Manassés Pereira.