mayarajardim

Eles se amam, mas não conseguem ficar juntos. Talvez seja o temperamento dela, ou até mesmo a grosseria dele. Eles brigam e sempre se querem ser o certo da história, mesmo que os dois estejam errados. Ela quer e para contrariar ele diz não. Ele tenta entender e ela complica. Quando estão juntos brigam, mas quando se separam por alguns minutos sentem saudades um do outro. Eles não concordam em nada, do sabor da pizza a qual filmes iram assistir. Todos dizem que eles nunca vão dar certo, mas para os dois eles foram feitos um para o outro. São felizes com essas briguinhas de casal, briguinhas por nada, briguinhas que quando acabam, eles nem se lembram mais porque começaram. Eles adoram se provocar, e competem pra ver quem se irrita primeiro com o outro. E depois riem de tudo. Eles gostam de chamar a atenção e quando dizem que eles não vão dar certo, eles riem ainda mais. Eles veem graça em causar na frente dos amigos e da família. Eles se divertem do jeito que são, e não pretender mudar. Eles brincam o tempo todo, mesmo durante uma briga. Sabe eles se amam assim, gostam de ser amigos acima de tudo. Ela caseira, ele festeiro. Nunca sabem como diminuir as diferenças e como decidirem aonde vão. Nessa brincadeira de diferenças, eles acabam se completando de maneira única. É como se no mundo todo não pudesse existir alguém que os fizessem mais felizes do que quando estão juntos. É como se eles se alfinetassem com agulhas de costura, e vão fazendo um vai-e-vem com a linha, e acabam por ficarem presos um no outro; presos nessa mania de fingirem serem complicados, fingirem serem crianças birrentas quando estão junto um do outro, a verdade é que eles são um par perfeito, a verdadeira poção do amor verdadeiro. E não ouse dizer mais uma vez que eles não darão certo, eles vão provar com muito gosto que não tem imperfeição mais perfeita que eles.
—  By: Larissa B., Amanda R., Mayara and Paula written in imperfeita-s
Bill é uma força que me puxa. Bill e seus olhos me encantam. Bill é o melhor que eu sempre esperei para mim, e ele me faz queimar, sozinha, só de olha-lo, só de admira-lo sentado de frente para a janela oposta a minha. Ele vai e eu continuo queimando, enlouquecendo, ele me faz ficar balançada de um jeito sem igual. Nós seriamos um casal perfeito, nossa história seria a mais bela, até mais do que qualquer uma já escrita. Bill nem sabe, mas por ele eu colocaria uma bandeira na lua com seu nome. Bill nem faz ideia, mas por ele eu buscaria a estrela mais brilhante. A gravidade nem se compara com a força que o meu amor por Bill tem, poderia ser estudada e renderia prêmios, pois é algo quase irreal, é uma chama que queima sem machucar, uma chama independente; isso tudo sem a menos eu saber se ele sabe meu nome, sem saber se ele já reparou em mim em qualquer momento. Meu amor por Bill é impossível de ser comparado. Meu coração chama por ele… Ah, como eu queria de ter ele só pra mim, poder segurar sua mão. Ah, Bill, se eu pudesse te pedir pra me amar eu faria. Daria tudo desse e de outros mundos para provar meu amor. Caminharia caminhos e mais caminhos para chegar em seu coração. Queria eu ser dona do coração de Bill. Queria poder segurá-lo forte e não soltar por um bom tempo. Queria poder ficar com ele nos momentos que me sinto sozinha desejando seu amor, seu carinho, seu calor… Queria depender menos dele, deseja-lo menos, admira-lo menos. Bill, como eu queria que você me amasse como eu te amo. Mas será que se você descobrisse sentiria o mesmo, Bill? Será que seria recíproco? Sempre penso que esse sentimento não nasceu pra ser em vão. Por mim eu gritaria de um prédio o quanto eu te amo mas eu gostaria de que você ouvisse. Ah Bill, quem me dera se ter seu coração fosse tão fácil, ter você pra mim seria um prêmio. Mas ainda assim me sinto bem, na esperança de um dia ter você aqui.
—  By: Paula, Mayara, Lívia and Ana Carolina written in imperfeita-s.
Por favor, me acorde quando você tiver certeza que irá sair por aquela porta e nunca mais voltar. Você vai lá, faz suas merdas e volta como se nada estivesse acontecido sabendo que quando eu visse esse seu belo sorriso eu me derreteria novamente por você, dando-te uma nova chance de redimir seu erro. Mas você acaba de esgotar todas as suas chances comigo, então por favor, vá e não volte mais. Por mais que eu ainda te ame e sinta sua falta eu não consigo aguentar as dores que você me causa. Porque cara, tudo o que eu fazia era pensando em você, na sua felicidade, na sua vontade, mas a questão é que antes era pra você agora é pra mim. Você achava que me conhecia, mas pelo jeito te surpreendi e é por isso que você está indo embora. Você realmente achou que eu ficaria nessa brincadeira de gato e rato? Agora não preciso ficar ouvindo tuas desculpas esfarrapadas pra ir beber com seus amigos a noite enquanto eu ficava que nem uma boba em casa esperando você resolver aparecer pra ficarmos juntos. Estou sendo clara em dar esse adeus, o amor que sinto por você é grande, mas não posso continuar partindo meu coração. Fechei as portas pra você, tanto de casa quanto do meu coração, pois não sou mais nada sua. Eu não posso continuar vivendo assim pensando apenas em você, na sua felicidade e esquecendo que aqui adentro existe alguém que também precisa ser feliz. Você mostrou nunca se importar com isso, nunca se importou com algo além de você. Pois bem que eu vou começar a me importar comigo mesma, do modo como não fizeste. Eu tentei com todas minhas forças, porém você sempre insistiu em ir embora e voltar com mais erros, sem se importar o quanto iria me ferir. Adeus. Não tem mais nada á se fazer a não ser dar-te adeus.
—  By: Lívia, Mayara and Isadora written in imperfeita-s. 
Você diz que não quer compromisso e que brincar de amor é contigo mesmo. Na frente dos outros, paga pau de machão, do tipo que pega e não se apega, mas quando tá comigo, faz juras de amor e diz que por mim, aprenderia a falar alemão de trás pra frente. Diz que sou teu tudo, que nossos corpos se completam, mas quem disse que caio nessa? Sou vacinada contra cafajeste. Quer me ter? Vai ter que ralar. Quer me convencer? Faça valer. Vai mesmo mudar? Comece a demonstrar. Homem gosta do que é difícil, gosta da sensação de poder perder a qualquer instante. Não precisa gritar aos sete ventos que é só meu, aos seis já basta. Quer brincar de iludir? Senta na mesa que o jogo vai começar. Não vou ser mais uma que você usa e joga fora, como copo descartável. Tudo em mim é trabalhado, nos mínimos detalhes, principalmente a manha de fazer gamar. Você acha que é fácil? Eu vou entrar no seu jogo e, no final, você vai correr atrás. A gente aprende a bater quando apanha muito. Vamos nos divertir querido. Se me ama, prova. Não vou me arriscar a perder o amor novamente, não quero fazer parte da coleção de um destruidor de coração. Você é um covarde e não consegue admitir que me ama, você é orgulhoso demais para admitir que me quer. Espero que quando você me fazer cansar dessa brincadeira, sinta falta da pessoa que eu era. Que te infernize me ver rindo na rua. Vai fazer o que pra me ter de vez? Vai ter que ralar, meu filho. Não precisa ser covarde, sei que tá gamado, mas é estranho pra ti né, lhe digo que depois que tu sofrer desse mal de amor vai aprender a dar mais valor, então faz valer de uma vez, não tenho totó o tempo do mundo, por mais que eu já esteja te esperando. Vai fazer logo ou vai desistir? Sério, pra diversão não quero porra nenhuma mais, quero é algo real, mas tenta não enfeitar muito como você anda fazendo, não queira me perder, as cartas estão na mesa, é hora de provar que me quer mesmo. Eu preciso saber o que você quer de verdade, eu não quero ficar nessa brincadeira, eu já to bem grandinha pra ficar entrando nesses joguinhos de amor, eu quero algo sério, algo que possa falar que você é meu e que sim, nós estamos juntos… Eu sei que você me ama mas é foda admitir, tem medo de se magoar de novo e fica escondendo o sentimento que ta muito mais do que na cara, eu já te disse que não quero nada perfeito e quero as coisas do nosso jeito, então cresce filho, cresce que o tempo tá passando, o mundo continua rodando e se tu vacilar mais um pouco ou quiser continuar jogando, eu vou é pular fora e levantar a bandeira branca.
—  By: Hanna, Mayara, Paula and Fernanda Pwritten in imperfeita-s 
Ô saudade. Saudade desse teu beijo, desse seu toque tão carinhoso, desse teu sorrisinho de canto toda vez que me via, desse teu abraço forte em todo reencontro. Que saudade eu tenho de você, do seu momento bom, do você antigo, quando só eu te amar já bastava pra você. Saudades da época em que você me via como a melhor, me achava suficiente e não pensava em mais nada além de ser feliz comigo. Que saudade me bate toda noite dessa época boa que, por algum motivo, não te satisfazia, pois você preferiu a farra, ao invés de mim. Ô saudade que me bate daquelas noites de sábado que passávamos na sua casa, você de cueca box e eu com uma camiseta sua, que saudade das nossas cervejas geladas, dos nossos amassos no sofá e do brigadeiro de panela. Você trocou tanto afeto por diversão de uma noite só, de momento, que acaba quase tão rápido quanto começa. Eu realmente não esperava, achava que com você a metade partida do meu coração se encaixaria, mas pensei melhor e vejo que talvez era apenas eu quem via importância em todos os nossos momentos. Paro e reflito: o que sou hoje pra você? Eu realmente signifiquei algo todos aqueles dias? E o amor que você dizia sentir, você sequer sabe o verdadeiro significado dessa palavra e da sinceridade por trás dela? Acho que você não imaginou o que perderia quando saiu naquela noite, não esperou que eu fosse te deixar mesmo te amando tanto… É estranho pensar que todos os dias que passamos juntos acabou, que todas as risadas, beijos, abraços, afagos foram jogados por você pela janela. Você não devia ter feito, porque acabar com o que tínhamos foi uma covardia. Eu sinto sua falta todos os dias, as noites estão péssimas, mas eu nunca mais voltarei porque eu deveria estar no seu coração quando você estava com ela.
—  By: Isadora, Stéfannand Mayara written in imperfeita-s.
Pô cara, você me complica. Porque quando eu estou bem, conseguindo superar o fato de não ter você, você volta. Volta e diz que está com saudade, que quer outra chance e que dessa vez irá ficar. E eu? pô, eu te aceito de volta, porque você sabe, sabe que é só você aqui, e por mais que eu negue, você sabe que é você que eu amo. Mas aí depois, depois que eu acho que você se preocupa, que você realmente quer ficar você simplesmente, some, desaparece, sem dar explicações e nada. Eu sinceramente, não consigo te entender, você faz o fácil se tornar completamente difícil. Você faz de tudo pra conseguir me ter de novo e acaba saindo. Isso ta ficando cansativo. Tu brinca comigo, cara e eu sempre te aceito como se nada tivesse acontecido. Minha cabeça fica dizendo o quanto sou estúpida, mas eu não consigo seguir o que ela pede. Você tira minha sanidade mental, me faz querer arriscar mais uma vez, mesmo sabendo o desfecho da história toda. Eu tento fechar meu coração, mas toda vez que você sorri eu te deixo entrar novamente. Basta meia dúzia de palavras tuas e eu lhe perdoo totalmente sobre tudo o que fez comigo. Prometo pra tudo e todos que eu irei mudar e que não vou mais lhe dar nenhuma chance, e cá estou a te perdoar novamente. Eu já deveria ter colocado um fim nisso há muito tempo até porque, deve se acabar com algo que faz sofrer, mas você é o sofrimento mais lindo de se viver. Por mais que eu queira você o mais longe de mim possível, eu quero você aqui, o mais perto de mim possível, ao mesmo tempo. Você não se importa comigo o tanto quanto eu me importo com você, se importasse de verdade, talvez não fizesse metade do que faz comigo. Eu faço tanta coisa por você, coisas que eu sei que nenhuma garota faria e você vai lá e acaba comigo, enquanto outras você faz questão de ter por perto e mostrar que está feliz assim. As pessoas cansam de me ver sofrendo assim por você e falam que eu gosto de sofrer, realmente gosto, porque se fosse qualquer outra pessoa já teria posto um ponto final nessa história cansativa. Mas eu gosto disso, gosto desse vai e volta, gosto quando você vem faz seu estrago e vai embora deixando saudade com gostinho de quero mais.
—  By: Nicole, Mayara, Eduarda and Paloma written in imperfeita-s
Você disse que ia melhorar e que me amava, e na boa? Você fez tudo ao contrário. Seu amor era um jogo, muito bom por sinal. Você fingia que me amava, eu acreditava. Você enganou e brincou, achou que eu nunca iria descobrir não foi? Bem feito. Me perdoe mas seu arrependimento é falso, falso igual ao amor que você dizia que sentia por mim. Você não tem um coração, mas uma pedra. Eu ainda sinto tudo que falei pra ti, sinto borboletas só de falarem seu nome e sorrio atoa quando falam de você. Mas, por sorte minha, cansei de ser uma boneca pra você. Então fique bem, e boa sorte. Quem sabe um dia você não encontra alguém que você vá amar e te mostrar como dói quando as pessoas brincam com você. Quem sabe um dia você aprenda realmente como tratar uma mulher de verdade. Espero que aprenda da pior maneira, pois é como você merece aprender. Irá chegar o dia em que você não vai conseguir dormir por só conseguir pensar naquela pessoa. É, vai estar amando. Mas ela não lhe quer. E você fará de tudo para conquistá-la, mas será em vão. Pois ela não te ama. Aí você se lembrará de mim. E sentirá na pele o que eu senti e ainda sinto. Mas irá passar. Aos poucos, mas irá. Assim como estou convicta de que irá passar esse sofrimento todo que me causou. Eu definitivamente não sei como acreditei em você e suas palavras lindas - mas falsas -. Só agora você revelou o que realmente é. E não foi por essa pessoa que você revelou ser, que eu me apaixonei. Eu me apaixonei perdidamente por alguém que não existia, pela máscara que você usava. A pessoa por quem eu me apaixonei era fofo, se importava, era diferente dos outros. Mas essa pessoa realmente é: fútil, idiota, se importa só com status, e outros adjetivos piores. Não foi por isso que eu me apaixonei. Eu me enganei muito, acreditei que você fosse diferente dos outros que conheci, confiei em você completamente, me entreguei, mas para quê? Para você pegar toda a importância que dei a você e jogar fora? Não foi com esse objetivo que eu me envolvi com você. Mas eu realmente cansei de ficar me martirizando com essa história. Você não se importa e sinceramente, cansei de me importar, cansei de amor unilateral! Eu fui uma idiota por ter acreditado em você e em todo o seu jogo, mas fala a verdade, você nunca sentiu nadinha por mim? Ok, tudo bem. Mas qualquer dia você vai sentir muita falta de mim. Vai sentir falta das coisas que só eu fazia por você e do que eu deixava de fazer. Comigo você tinha o paraíso em suas mãos, mas para você era tudo um jogo, só um passa-tempo. Pena que pra mim não foi o mesmo, mas eu não vou sentir sua falta, um idiota a menos na minha vida é bom. Agora você depois que passar por todas as outras que não vão saber te dar valor - o que você não merece mas tinha comigo - e muito menos cair no seu papo, você vai sentir falta e vai se arrepender, quem na verdade perdeu esse jogo foi você.
—  By: MayaraMaeliEduarda and Bruna written in imperfeita-s
Como dizia Chorão: “Quero que se foda essa porra de sociedade.” Eu passei tanto tempo tentando ser perfeita pra todo mundo e acabei esquecendo-me de mim. Fui julgada, traída, xingada, colocada pra baixo como um brinquedo. Desde nova fui sendo obrigada a ouvir o quão gorda estava, o quão inútil eu era. Entrei na adolescência com problemas por causa dessa sociedade de merda que vivemos. Fiz de tudo pra ser perfeita e mesmo assim continuava sendo um nada para todos. Fizeram-me acreditar no padrão ideal de beleza: magra. Tentei de tudo que era jeito ser aquilo que ditaram. Passei a me machucar porque não podia machucar os outros. E eu não sou a única. Milhões de pessoas vivem isso. Me disseram que eu devia ser fofa e não falar palavrão, porque uma garota tem que se dar respeito ou não iriam querer minha companhia. Disseram que se eu continuasse gorda, não teria amigos. Imagine viver assim durante tantos anos. Tanta gente falando tudo que você mais odiava, te fazendo se odiar mais ainda. Será que não percebem o quanto isso machuca? Essa merda fodeu com o meu psicológico, eu não conseguia mais pensar em outra coisa a não ser o meu corpo, cada dia que se passava eu ficava pior, eu odiava o meu corpo, eu me odiava por não ser o que a sociedade impunha. Mas isso acabou e hoje eu não me importo mais se sou gorda ou magra, bonita ou feia, se falo palavrão ou não, foda-se eu aprendi com o tempo que sempre haverá alguém que te ama do jeitinho que você é, aprendi também que você não pode dar ouvidos a qualquer um, você não pode deixar que alguém lhe diga o que e certo ou errado, você tem que fazer suas próprias regras, você tem que ser feliz, independente de qualquer coisa ou alguém. Eu nunca tentei mudar por alguém, mas porra, sabe o quanto machuca ler coisas sobre você, ouvir coisas que você sabia que não eram verdade? Mas você não podia provar, não podia falar nada, tinha que aguentar calada, até por que pra eles você não tinha nenhuma moral. Eu realmente era o tipo de pessoa que odiava com todas as forças ter que ir pro colégio e olhar para aquelas pessoas insignificantes que achavam que seriam muito melhores que eu me xingando. Eu cresci, eu segui em frente, hoje eu sou muito melhor que estes e sei o quanto foi bom ter passado por algumas barreiras, me ajudaram tanto…Erros, acertos, tudo isso me fez aprender e me fez crer que eu sou uma ótima pessoa atualmente, que eu mudei e se mudei foi pra melhor, foi pra entender que não é machucando os outros que eu vou ficar mais bonita ou ter um caráter. Estou pouco me fodendo pra opinião alhea. Pra mim, o que vale é que eu sou feliz assim, me sinto bem assim, e quem me ama de verdade, me aceita assim. Eu me aceito do jeito que eu sou, e eu não quero mais tentar ser a perfeitinha, a que faz a vontade dos outros, eu quero mais é curtir minha vida do jeito que eu sou. Eu aprendi que não adianta tentar ser o que você não é, no fundo, você nunca vai se realizar com a pessoa que você é. Então, se você é gorda ou magra, alta ou baixa, legal ou chata, de cabelo bom ou ruim, tatuada ou não, com pircing ou não. Não se importe com a opinião dos outros, mesmo que seja das pessoas próximas a você. Pelo menos tenta, tenta ser feliz do jeito que você é. Se você não gostar, tudo bem, vai ser do jeito que os outros querem ser. Mas aviso: Você nunca vai ser feliz. Pois a felicidade está na pureza, e o que você vai tentar ser, não é puro. Eu já passei por diversos preconceitos, e já sofri muito. digo isso, porque sei que não vale a pena, então valoriza-se, ame-se, e assim você vai ser mais feliz, e sofrer menos. Sem duvidas.
—  By: Mayara, KarynaFernanda and Marcella written in imperfeita-s
Hoje eu acordei, e pra minha surpresa, meu primeiro pensamento não foi você. E olha só a ironia, foi como se tivesse faltando algo no meu dia. Eu me acostumei tanto com você dentro de mim, que não percebi quando cê abriu a porta e foi embora. E eu deveria estar feliz, certo? Afinal, era isso que eu pedia baixinho a Deus toda noite antes de dormir. Que você saísse do meu peito e esvaziasse meu pensamento. E esse dia chegou. Já é noite, e eu não senti sua falta uma vez sequer durante o dia. Eu não lembrei de você ao escutar aquela música que você berrava todo dia no chuveiro. Passei pela mesma calçada em que sentamos juntos tantas vezes e não senti a saudade apertar minha garganta a ponto de ficar difícil de respirar. Começo a achar que junto com você foi a saudade, sim, bastante tempo depois, mas foi. Estou surpresa e feliz por não ter sentido sua falta, ou a falta do seu perfume, do seu tom de voz, do seu cabelo desarrumado, eu simplesmente não senti sua falta e isso é uma vitória pra mim, simples assim. Eu estava em seus braços achando que era o lugar certo pra mim, mas agora consigo enxergar que não era. Você foi tudo pra mim. Aquela pontinha de felicidade em um domingo tedioso e, agora, não passa de uma boa lembrança que não faz o peito doer e as lágrimas caírem. Demorou… Achei que você havia tirado de mim a felicidade, porém hoje acordei e, para minha surpresa, meu coração estava feliz. Ele se libertou da sua toxicidade, meu bem.Só me arrependo de ter demorado tanto para perceber que você não me fazia bem. Acordar e sentir esse vazio foi a melhor coisa que me aconteceu, ironicamente. Prometo tentar segurar esse sentimento de liberdade por mais tempo que conseguir. Prometo tentar gastar mais tempo aproveitando o presente do que lamentando o passado. Prometo me permitir amar de novo, mas dessa vez amar direito e nunca mais permitir que outro alguém tire o melhor de mim. Eu prometo viver a minha vida e esquecer a sua. Prometo cuidar de mim. E finalmente prometo não descumprir com a minha palavra, não dessa vez.
—  By: Laís, Ana Carolina, Mayara and Beatriz written in imperfeita-s.
Eu acho uma piada essas pessoas que mudam de relacionamento tão logo quanto se trocam a roupa intima. O simples fato de estar com uma pessoa, até parece que acordou e pensou: “Ah, hoje vou me apaixonar por Fulana!”, pronto, que coisa mais simples. Só que não é assim. Outra besteira é a frase: “O amor vem com o tempo.”. Foi-se a época em que o pai prometia a filha para um rapaz de confiança, por laços de amizade ou coisa do tipo. E tem pessoas tão bobas que acreditam nessa que estar com alguém é uma necessidade. Sabe, pra início de conversa se deve ter amor próprio, como alguém vai amar você se nem você mesmo o faz? Não tem jeito. O resto vem no momento, amor vem em parto normal, uma coisa espontânea, sem ter interferência. Não é por que tua amiga te apresentou um amigo que esse foi o fato de nascer o amor, não, não é assim. Amor não é algo de susto, é algo que tu prepara, mesmo sem perceber, tu vais adubando-se, montando o terreno, isso tudo com o tal do amor próprio, e acontece que vem alguém e rega esse canteiro, alguém que lhe de valor. Dai vem alguém e me pergunta: “Como você se diz tão bem entendida sobre o amor?”, e eu respondo o nome dele, aquele que fez do meu roseiral o mais florido. Ele deixa meus sonhos mais bonitos e me da mais vontade de dormir só pra pensar nele. Eu penso nele e já vem uma poesia na cabeça, uma paz me invade. Ele é como meu sol, meu raio de luz. Me aquece e me ilumina. Ele veio com o tempo, me laçou e me prendeu e aqui estou eu. Ele me segura em seus braços e me protege do mundo, faz com que eu me sinta em um conto de fadas. O amor é como rosas, você precisa cultivar e cuidar, pois qualquer coisa pode fazer com que as belas pétalas caiam, elas são frágeis demais pra que você trate com descaso. Você começa a se doar a quem ama. Desde que ele entrou na minha vida, sou mais feliz. Tenho sempre um sorriso no rosto e uma leveza quando ando. É como se as coisas negativas fossem retiradas de mim quando eu o encontro. Ele me ensinou a usar termos mais bonitos e a transformar tudo em poesia. Á ele devo os meus suspiros e todo o conforto que supre os meus dias. Me ensinou não só a falar de amor, mas a entender esse dom tão sereno. Me amou mais que a si mesmo, e segurou a minha mão pra que eu não caísse. A gratidão que o devo, é infinita, ele me mostrou de todos os ângulos, o bom e mais belo lado da vida.
—  Fui procurar no dicionário a palavra namoro e estava lá em letras em negrito o teu nome.- By: Paula, Samara, Mayara and Fláviin written imperfeita-s 
Desculpa coração. Desculpa por tudo o que te fiz passar graças a minha teimosia, desculpa por eu ter feito você acreditar, desculpa pelos arranhões e cicatrizes. Desculpa mesmo, de verdade. Prometo não te fazer passar por isso nunca mais, prometo que você vai aprender a não ser tão frágil, você vai construir fortalezas ao teu redor, vai criar barreiras e vai ficar forte como nós sempre sonhamos. Você não irá mais se sentir apertado, não vai mais ter ataques serelepe e nem vai sangrar e sentir dores. Mesmo que isso nos faça perder algumas coisas na vida, será necessário. Você já tem tantas cicatrizes, tantos hematomas que não querem sair, eu entendo. Sei que às vezes te culpo pela maioria das minhas burradas, sei que te responsabilizo pelas minhas lágrimas e pelos amores errados nos quais eu acreditei, mas no fundo eu sei que a culpa não é somente tua. Sabe, eu ando triste e me sentindo sozinha, sem ninguém pra conversar, eu sei que você sabe disso, pois sinto a tua amargura em meu peito, como se fosse explodir a qualquer momento. Eu não posso lhe culpar por tudo que me acontece de ruim, você faz coisas boas também, como das vezes em que eu me emocionei com coisas bobas, ou quando você batia forte quando eu estava perto da pessoa que amo e me fazia sorrir inesperadamente. Você comanda boa parte das coisas fofas que me acontecem, além de ser tão importante para que eu viva, respire, continue a sorrir e tentar ser feliz. Acho que, assim como eu te culpava por tudo, as pessoas o culpam por não terem outra coisa/pessoa para culpar por suas atitudes mal pensadas, por que no fundo, muitas dessas pessoas, não conseguem culpar a si próprias pelas coisas que se arrependem de ter feito, falado, sentido… Mas não se preocupa, você é algo tão bom na vida de todos, algo fundamental, mesmo tão machucado, você se recupera e continua lá, fazendo seu papel. Eu fui a errada, eu deixei me levar e acreditar em pessoas que acabaram destruindo você. Isso é tão doloroso. Não quero mais machuca-lo quero que continue batendo forte, que mantenha a esperança dentro de mim. Você comanda o que sou. Querendo ou não, eu ajo pelo que sinto e não pelo que penso. Eu deveria ter visto os sinais ao invés de falar deixar quebrarem meu coração. O amor nos destruiu. Não se preocupe, vamos ficar inquebráveis, não vou deixar te ferirem novamente. Eu prometo que nada mais vai nos machucar. Depois de tudo o que te fiz passar, eu mudei, mudei mesmo, mudei pra melhor, aliás, eu cresci, amadureci, mudei meus conceitos e agora sou uma nova versão de mim, mais melhorada e mais atenta. Cada uma de minhas atitudes passadas me trouxeram pra esse momento, cada um dos erros que cometi valeu a pena porque eles me ajudaram a ser uma pessoa melhor. Perdi pessoas no caminho, perdi amores, perdi oportunidades, perdi tudo, me perdi também, mas eu me encontrei agora, nada pode me impedir de continuar. Eu admito que errei muitas vezes, sim; machuquei quem não devia machucar, disse coisas sem pensar, fiz coisas destrutivas a mim mesma, mas isso tudo é passado, página virada. Estou reescrevendo a minha história e, desta vez, com um final feliz.
—  By: GabrieleStéfanny, Mayara and Isabelle written in imperfeita-s 
Disseram-me que o amor era complicado e falaram para eu o temer, mas não me importei. E agora eu estou sentada pensando no que passamos. Você realmente tinha que magoar? Você não podia ter simplesmente ido embora sem brincar comigo? Não me pergunte se estou bem, você quebrou meu coração, mas sou mais forte do que pensa. Não ache que vou ficar chorando deitada na minha cama, eu vou por uma maquiagem e sair. Sair daqui deste quarto para que todos vejam que sou forte, que não me deixo abater por um idiota que sai por aí desprezando amor, usando-o como brinquedo. Se quer saber não me importo com isso, todas as feridas, todos os machucados que hoje se encontram em meu coração, irei esquecer e seguir em frente como se jamais tivesse sido derrubada por alguém como você, como se jamais tivesse caído de maneira alguma. Agora sou forte, só irei acreditar no que realmente for real. Sem mais ilusões, sem mais decepções… Só eu, meu renovado coração em muitas noites curtindo a vida, sem ninguém, ninguém que possa destruir mais uma vez toda a minha vida. Essa situação que me encontro nesse exato momento, prostrada pensando em tudo o que passamos juntos, é passageira. Não se iluda ao pensar que eu sofrerei para sempre por você. Se pensa que isso irá acontecer, está totalmente equivocado, porque eu encontrei forças dentro de mim para superar a sua perda. Farei questão de sair esta noite para mostrar ao mundo que estou revigorada e que já não me importo com você. Com certeza, algum dia no futuro, você irá me encontrar e perceberá o quanto foi idiota por ter me perdido, por ter me feito sofrer, por não ter ficado para sempre ao meu lado. Perceberá, um dia, o quanto eu sou especial e a perda enorme que teve ao me abandonar. Não se esqueça que, a partir do momento que você foi embora, perdeu-me para sempre. Nunca mais serei sua, pois agora sou do mundo. Não quero saber de amor, somente de aproveitar minha vida, a começar de hoje a noite. Meu melhor vestido já está selecionado, já imaginei qual será minha maquiagem e meu salto mais bonito está no canto do quarto esperando para eu calçá-lo. Esta noite eu irei me divertir como nunca, irei dançar todas, rir como jamais rir e aproveitar. Ainda não consigo acreditar como perdi tanto tempo com você. Quantas vezes deixei de fazer algo que gostava, por você. Mas agora não posso mais voltar para trás, seguirei em frente, esquecerei o que passou, e continuarei firme e forte, como se nada tivesse acontecido, como se nunca tivesse caído. Você me teve, mas escolheu ir, assim abandonando-me. E agora saiba que jamais me terá novamente. Eu jamais irei voltar, assim como você se foi, eu parti também. Disse adeus ao passado, a você, e daqui para frente serei só eu e mundo, em uma diversão intensa. Já estou pronta, acabo de calçar o meu salto, e já está na hora de ir me divertir, já está na hora de fazer da minha uma “festa”.
Em algum lugar você tirou meu fôlego, me encantou e acho que não percebeu o quanto mexeu comigo. Eu me apaixonei e as pessoas me mandam olhar pra fora, ver quantas pessoas tem no mundo que poderiam me fazer feliz, mas você é a minha cura dos dias terrivelmente chatos. Eu não quero deixá-lo ir, não quero perder o único que me faz sorrir apesar do que me acontece. Talvez você não seja a pessoa certa para mim, mas eu também não sou a pessoa certa para ninguém e acho que é isso: juntos nós somos certos um para o outro. Quando eu paro para pensar tenho a incrível sensação que antes de você aparecer com esse sorriso torto, nada de tão bom havia acontecido para mim. Eu nunca fui adepta de clichês, mas percebendo o modo demasiado que você me completa, eu não vejo outra saída (…) Não sei ao certo se é amor, ou se é uma paixonite. Mas prefiro continuar assim, depois quem sabe não consiga alguém melhor, ou talvez não. Mas agora eu quero você. Já estou até imaginando você e eu juntos. Quem sabe damos mais certo juntos, do que separados. Tenho aqueles sonhos bonitos em que vejo nós dois abraçados vendo o por do sol, aqueles em que nos vejo vendo teus jogos de futebol na TV nas noites de quarta-feira. Sonhos bobos, não é mesmo? Talvez até clichês demais para quem desprezava-os no começo, mas contigo quero tudo. Quero calor, quero beijo, quero abraço, aconchego, afago, mordidas, tudo e qualquer coisa que possa me manter pertinho de você, não só algo momentâneo, mas para todo o sempre. Só te digo algo, não quero mais viver sem você, pois contigo poderei provar a todos que meu errado é o certo pra alguém. Que posso ser feliz com o meu Príncipe encantado e que nossa história será exemplo para muitos outros que ainda irão sentir-se apaixonados por ai no meio desse mundo. Apenas me prometa que essa boa sensação em meu coração não irá embora e que você também não irá.
— 

O meu errado é o certo de um outro alguém…

Mayara + Beatriz + CarolineStéfanny (pequenaspoetisas)

00:01. Meu desejo era você. Qualquer garota que se encontra apaixonada pode apitar um pensamento quando o relógio apontar meia-noite. Horas iguais. Pode ser até pensamentos iguais. Seja isso, quem sabe, só ajude a população apaixonada a se iludir mais uma vez com o amor. Mas, eu desejo você mesmo em horários diferentes. Apaixonada, torcendo escondida pra que corresponda a mesma altura, pra que eu não caia de cara no chão. Dá vontade de pedir baixinho no seu ouvido “Se apaixone por mim”, mas sei que não posso, não devo, não dá… Amor é um sentimento livre demais pra que ele obedeça a algum pedido, mesmo de uma louca apaixonada. Mesmo assim, eu morro de vontade de pedir pra você “ei, me nota, por favor, você já tem meu coração em suas mãos!”. Mas como diz Tati Bernardi, e mil canções por ai: amor não se implora. Eu entendo isso com clareza, mas meu coração não é tão bom entendedor assim. Ele clama por você à todo momento, seja meia-noite ou meio-dia. Eu sinto fome de você. Minha sede? Não passa só com água. Parece paranoia, e talvez seja. Eu já estou beirando a loucura. Nunca antes eu estive assim, tão nas mãos de alguém, mas eu nem me importo, porque eu quero me jogar em teus braços, eu quero ser tão dona do teu coração, como você é do meu. E se esse negócio de horas iguais, ou qualquer outra coisa do gênero, dê certo realmente, não terei dúvidas de que serei feliz, pois refletiria que eu estaria ao teu lado, e é apenas isso que eu peço. Em pensamento, em oração, em horários bobos, já não me importo em admitir, mesmo se for uma tremenda loucura, eu apelo para qualquer santo, ou simpatia, só pra ter teu amor.
—  By: Ana Luiza, Mayara, Laís and Paula written in imperfeita-s
O remédio para todas as dores, a cura para todas as feridas, é o amor. Dizem que amor, dói. Mas ele não dói. Dizem que ele fere, mas na verdade, quem fere são as pessoas, pois estas não possui amor nenhum para dar e insiste em mentir querendo compartilhar o que não tem. O amor é a resolução de todos os problemas do mundo, pois quando se tem ele, o ego se torna pequenininho. É tão bom dar amor pra quem realmente merece, você se sente feliz consigo mesma, além de fazer outras pessoas felizes. Amor não é apenas aquele amor que damos para o sexo oposto, amor fraternal, maternal é o melhor amor que existe. Pois nele está uma das mais verdadeiras formas de amor. Ao dizermos que “o amor acabou”, nunca amamos. Amor de verdade não se esvazia, mas ao contrário só aumenta. Se limitarmos a acreditar na visão amorosa imposta pelos filmes, ou até o que acontece a nós mesmos não nos ajuda a acreditar o quanto o amor pode transformar qualquer pessoa. Quando você da amor a alguém, você consegue sentir o mundo melhorar a sua volta. Eu consigo sentir as estrelas brilharem mais forte quando me apaixono, porque o amor nos mantém vivo, ele é o único remédio que temos contra todo esse caos no mundo. Amor é algo engraçado, ele chega devagar, mas é capaz de te fazer matar e morrer. Você pode se apaixonar por um animalzinho ou uma pessoa que só viu enquanto atravessava a rua. Quando você ama algo, isso volta pra você em forma de amor e felicidade.
—  By: Eduarda, Paloma, Ana Luiza and Mayara written in imperfeita-s
Eu não sinto falta dele, sinto falta do carinho que ele me dava. Eu nunca gostei dele, gostava era das coisas que ele me dizia. Agora entendo que não o amava, eu amo é tudo que ele me faz sentir. E é bem melhor assim, ligo somente pra me sentir protegida e ouvir sua voz, mesmo sabendo que está apenas flertando comigo. Já me acostumei com isso e por uns segundos até gosto dessa sensação. Mesmo sendo um amor pela metade, eu o tenho. Pra quem nunca teve nada, até que isso é o bastante. Passamos momentos inesquecíveis juntos, mas não era porque nos amávamos e sim porque gostávamos de estar na companhia um do outro. Algo nos ligava, mas era apenas uma combinação de tesão e amizade. Nada mais que isso. Era um misto de carinho e tentação, um jeito de não estarmos sozinhos. Ele me fazia feliz sabe? Ele me deixava esperançosa pra um novo dia, mesmo que nossos momentos fosse um belo de um dia da mentira. Era como se eu tivesse meu próprio circo, ele podia ser tanto meu palhaço nos dias triste quanto o ilusionista que me fazia crer que ele me amava, mesmo eu sabendo lá no fundinho que era tudo brincadeira. Eu sinto falta de ter algo pra me segurar quando sinto que meus pés não tocam o chão, pra me fazer viver sem medo. Ele sabia como saciar meus desejos e controlar meus impulsos. Ele por mais que não tenha sido meu por completo, ele agia como um verdadeiro príncipe. Ele falava como um e suas palavras me faziam sentir especial, como nunca havia sentindo e eu sinto falta disso, eu sinto falta de pode ter alguém para contar quando estava mal e alguém para contar as minhas loucas e rir comigo. Sinto falta de fazer loucuras e ter alguém para me apoiar e me guiar, não era amor muito menos paixão era algo a mais, algo a dois que só nos sabíamos, quer dizer, não sabíamos. Essa era nossa magia, isso que nos mantínhamos juntos. Esse mistério com toque de desejo e carinho, essa felicidade que ele me transmitia. Éramos o começo de uma relação, um sentimento bom e uma sensação boa, éramos como duas crianças ganhando o presente preferido ou até mesmo um agrado dos pais. Um sentimento puro como um sorriso de uma criança, mas nunca foi amor. Por mais que eu quisesse nunca seria amor, mas eu não queria, porque seu jeito de ser era o que me preenchia, eu não precisaria de mais nada. Até seu jeito grosso me atraia. Eu pude me dar conta de que eu gostava do que eu era quando estava com ele, uma sensação de ser inabalável, onde não havia riscos e o mundo era um lugar tranquilo, sereno não essa violência que é hoje. Eu me fechei num mundo onde tudo era perfeito pra nós dois. Era loucura, eu gostava de tudo nele, dos erros aos acertos. Eu sinto falta do toque, das risadas, dos sussurros ao pé do ouvido, dos nossos lábios se encontrando, sintonia. Ah, que saudade! O príncipe se foi, mas esqueceu de levar a princesa, que hoje vive as lembranças de uma história que só restou saudade.
—  Como diz Soulstripper não, nunca foi amor, era uma parada mais legal.- By: Juliana, Mayara, Larissa B. and Ana Beatriz written in imperfeita-s
Você estava parado lá, na soleira da minha porta com aquele sorriso que poderia iluminar a cidade inteira e adivinha? Não tinha ninguém em casa além de mim, que coincidência! Minutos depois, minha blusa tinha sumido de vista e sua bermuda tinha ido parar longe. Por trás daquela minha cara de mulher-independente-e-que-nunca-se-apaixona, estava uma garota normal de 17 anos com medo de não ser “boa de cama”, mas principalmente, com medo de acordar de manhã e não te ver do meu lado. Você sussurrava que não me deixaria e eu, ainda meio boba com aquele teu sorriso, acreditei. Quando acordei você não estava lá, mas tinha um bilhete em cima do travesseiro que tinha seu cheiro, “eu sei que você está pensando que eu fui embora e te deixei dormindo, eu sei que você está se sentindo um nada, mas eu não fui embora, eu só desci pra preparar o café da manhã, eu deixei minha camisa aí pra você vestir, sonhei na noite passada que te vi com ela e desce logo pra eu ver”, e assim eu fiz. Você estava lá, encostado na mesa me olhando, mordia um pouco os lábios e olhava para as minhas pernas com aquela cara de safado, e eu não pude dizer nada, nem sequer bom dia porque você me surpreendeu com um “eu sabia que você ia ficar mais linda”. Eu não sei o que eu tinha na cabeça de deixar você entrar na noite passada, mas que tipo de garota eu seria de deixar ao relento um jovem tão inocente que até me fez esquecer do chocolate que ele tinha trago pra mim? Eu seria a garota que eu dizia ser longe de você, porque eu sabia que quando você chegasse perto seria assim… E será que poderíamos repetir isso outro dia? Sei lá, em todos os domingos do resto das nossas vidas, talvez. Você me beijou daquele jeito que me tira o fôlego e me fez sorrir, eu não devia estar gostando disso, mas não posso me conter. Eu armo minha defesa enquanto você está longe, juro que você não me terá e, é só você dar aquele seu sorriso, que eu desarmo. Você me fez sua, debaixo dessa muralha que eu criei, eu sou sua. Não quero admitir, mas olhando agora pra você eu não consigo fingir que você não mexe comigo! Será que você pode vir e me mostrar que realmente não vai me machucar? Me faz acreditar no que você fala, me faz acreditar que posso me entregar vai… Me mostra e eu vou ser sua sem esconder de ninguém. O cheiro do seu perfume saindo da sua blusa me deixa com vontade de guardá-la pra que eu possa dormir com ela toda noite. Dormir sentindo seu cheiro e lembrando de você! Aquela noite foi a mais perfeita de toda a minha vida, por mais que eu diga “isso vai passar”, no fundo, eu sei, não, não vai passar. Porque o que eu sinto por você é amor, e eu sei que você também sente isso por mim. As coisas apenas não estão ao nosso favor. Por mais que eu diga “Calma, você vai superar” ao mesmo tempo eu digo a mim mesma: “Não, acorda, você é apaixonada por ele, e tem que lutar por esse amor até o fim.” Mas as vezes, eu não sei realmente qual é o fim, eu sou um poço de duvidas, de incertezas, mas sem duvidas, sou um poço de você. Do seu sorriso, da tua boca, da tua pele, do teu corpo por inteiro. E fico me perguntando “Será que ele também acha isso de mim? Não, que bobagem, ele só deve estar curtindo o momento. Mas, ah. E assim vai! Eu penso muita besteira, principalmente quando se tem você em questão, preciso de certezas, menos duvidas. Mais você, mais nós dois, juntos, pra sempre.
—  By: Isabelle, Gisele, Mayara and Marcella written in imperfeita-s
Ele é perfeito e eu… Eu sou um erro ambulante.
Sinto muito. Eu realmente sinto muito. Faço de tudo pra acertar, pra te fazer feliz, mas no final acabo te magoando, te machucando com minhas palavras ditas sem pensar. Desculpa-me por eu ser esse erro ambulante. Essa pessoa egoísta, insensível e tão idiota. Eu juro, eu não queria te machucar, mas eu realmente tenho esse defeito de dizer as coisas sem pensar, sem se importar com o que os outros vão pensar ou sentir. Eu apenas jogo as palavras e me esqueço que palavras também ferem. E muito. Talvez você não mereça alguém como eu. Alguém que te fere sem querer. É você merece alguém melhor, muito melhor do que eu. E você sabe disso. Mas você continua comigo, continua aceitando meus defeitos e se machucando um pouco mais. Porque você realmente gosta de mim. Viu como você é perfeito? Apesar dos seus defeitos, você é perfeito. Eu sou tão chata, tão errada, tão imperfeita, bagunçada, tão cheia de defeitos, a cada passo que dou, a cada movimento, um erro. Às vezes eu me pego pensando, como um menino como você, com todos os seus defeitos, mas mesmo assim continua perfeito, pode gostar de uma menina como eu, toda errada, que só te machuca, te magoa, te deixa pra baixo? Porque é só isso que eu sei fazer, te deixar mal, eu tento não errar, tento não deixar as coisas piores do que estão, mas é inevitável, no final, eu sempre estrago. Acho que errar, é a única coisa que eu sei fazer. Eu queria ser melhor pra você, queria te fazer feliz, mas não consigo. Não sei se por medo ou por ser idiota o suficiente. Você é a melhor pessoa que eu tive em toda minha vida, você me ama e me cuida, me faz a garota mais feliz do mundo e eu sempre to pisando na bola com você. Eu nunca vou ser boa o suficiente pra você, garoto. Eu sempre vou ser esse desastre ambulante sem conserto. Sou uma menina despedaçada, sem gana de amar, sem vontade de ser pra sempre de alguém, com medo de se machucar… Sou sempre a mesma menina que fingi que tudo bem quando tudo ta mal, que fingi não se importa quando machuca. Você sabe disso e mesmo assim ta aqui, por quê? Você poderia estar com qualquer uma menos complicada, menos complexada, menos problemática… Com qualquer uma que soubesse te amar como deveria. Eu amo você, mas não sei ser quem você precisa. Não sou boa o suficiente pra você porque sempre vou ser essa garota tão errada quanto qualquer outra coisa. Eu sou errada, errada por perceber que te magoei, te feri, e por você ainda continuar comigo, sendo tão perfeito, acho que você deve enxergar alguma coisa em mim, uma coisa que eu não consigo ver, nem ninguém, alguma coisa boa em mim e por isso te devo desculpas por ser tão idiota e te peço para continuar sendo assim, tão perfeito e feito para mim.
—  By: Amanda A.HeloísaMayara and Bruna written in imperfeita-s
Está doendo lembrar de você… Ta machucando meu corpo e maltratando meu coração. Você sempre esteve comigo e agora tenho que me acostumar com sua ausência. Você foi embora, levou todas as nossas promessas e sonhos com você. Os dias estão tão difíceis que às vezes da vontade de ir até você e deitar no seu colo, apesar de tudo. Você era meu porto seguro e estou perdida sem você. Não sei como guiar minha vida sem você me fazendo rir a todo instante. Eu queria poder estar com você agora, amando você, porém você preferiu estar com outra. E isso é a pior coisa. Eu não posso pedir que você me ame, que você fique comigo… Tenho meu orgulho apesar de todo sofrimento que tenho levado. É tão difícil levar todos os dias sabendo que não terei mais você, que agora você está amando outra e a mesma é a sua nova “mulher da minha vida”. Seu sorriso é motivado por outra pessoa e não por mim. Dói tanto. Infelizmente, amor não se implora, não da pra voltar correndo e pedir pra você me amar de novo, até porque eu sei que não faria isso. Meu amor próprio anda crescendo e acho que essa é a única coisa relativamente boa que aconteceu ultimamente. Sei que se nesse momento você está andando de mãos dadas com outro alguém, isso acabou acontecendo mais por culpa minha do que sua. Queria poder voltar no tempo e refazer tudo o que fiz de errado, todas as vezes que devia ter falado que te amava e não falei, todas as vezes que te pedi pra mudar sendo que você é perfeito exatamente desse jeito. Agora é tarde demais, eu já perdi você. Só espero que ela saiba te fazer feliz melhor do que eu. Que ela te faça feliz como eu não fui capaz. Amor não se implora e eu não posso implorar o seu. Eu só queria que tivesse visto que eu só estava tentando fazer que a gente desse certo, não foi minha intenção errar. Se você me avisasse, eu ia parar. Mas você se foi e me deixou pra pagar com a solidão. Eu entendo, mas meu coração não. Ele não sabe lidar com os fins, ele grita seu nome, mas em vão. Você se foi, e apesar dos pesares, sempre vou querer te ver bem. Eu sempre vou te amar, não importa o que aconteça. Seja feliz.
—  By: Mayara, Paloma, Isabelle and Isadora written in imperfeita-s. 
Mas é claro que eu também tenho minha parte chorona, mas quem é que precisa saber, não é mesmo? Eu tenho aquela parte que se faz de forte e no final da noite chora, é, pode acreditar, a marra acaba quando o travesseiro e o frio estão mais perto e mais aconchegantes do que os braços de alguém que não sai da minha cabeça. Aliás, eles se tornam uma boa companhia, quando o meu próprio amor resolveu me deixar pra trás. Eu tenho lá os meus sorrisos forçados e ensaiados no espelho, tenho essa fama de durona porque ninguém nunca me viu chorar depois de umas doses de tequila, porque a única coisa que eu não faço é perder os efeitos de uma boa desculpa, chorando. Não é que eu seja fria, muito pelo contrário, tem motivos bobos que arrancam as lágrimas com mais facilidades que as risadas, mas eu preciso ao menos enganar a plateia de que não tem dor alguma aqui. Essa dor nunca vai ser bem vinda e eu não vou me acostumar com ela, e eu aprendi que se eu ficar mostrando a todos que ela me toma por inteira, eu vou dar mais espaço pra ela se aconchegar, e de dores, já basta da saudade da época em que o para sempre ainda era vivo. Ela é minha companheira todos os dias, não importa o que aconteça. Ela vem por causa de uma lembrança, um pensamento, um perfume ou, até mesmo, de uma palavra. Ela toma conta de mim apesar de eu falar pra todos que to bem e que não tem nada me magoando. É triste ver que eles acreditam nisso. Apesar da minha pose de marrenta, eu sou muito frágil e queria ser cuidada, queria alguém que falasse que tudo vai dar certo, que tudo vai ficar bem. Eu tive que seguir em frente apesar de todos os ferimentos. Tenho sido a engraçada da turma, a da risada fácil, a feliz… Mas, no fundo eu sei que é tudo uma máscara pra que ninguém veja que eu mais pareço uma criança chorona que quer colo até a dor passar. É muito difícil ter que manter essa pose sempre. Ter que colocar um sorriso forçado no rosto com o coração em pedaços. Mas, apesar de ser difícil e dolorido, eu gosto de fazer as pessoas sorrirem, mesmo que seja com as minhas piadas sem graças, ou até mesmo com esses meus sorrisos forçados. Ninguém sabe quantas vezes depois de uma queda eu levantei com a cabeça erguida e com um enorme sorriso no rosto, fingindo que nada tinha me acontecido só para não afetar e preocupar as pessoas ao meu redor. E se alguém tiver mal e eu também, eu irei me levantar colocar um sorriso e fazer de tudo para que ela coloque um também. Mas caí entre nós, é dolorido ter que ser assim sempre, é dolorido esconder a dor e fingir que tudo está bem, quando a verdade é totalmente ao contrario. Isso machuca e corroí por dentro. E apesar de parecer forte e durona, eu sou mais frágil que uma flor. Eu sorrio na frente de todos, mas a noite, eu choro como um bebê. E sempre achei desnecessário alguém saber disso, alguém conhecer o meu lado frágil e chorona. Prefiro manter minha pose de durona, talvez, só para não preocupar ninguém.
—  By: GiseleMayara and Nicole written in imperfeita-s