mario-camelo

Você pode dizer que já ficou para trás, pode até esquecer, dizer que não importa mais. Mas teu passado se lembra, o teu passado não esquece. E nesse inverno cruel vai puxar teus lençóis, não se pode fugir do que faz parte de nós. Mas nossos olhos delatam, quando se cala a voz. Andando no escuro, por quem você vai gritar? Em quem você vai pensar? Eles não estão aqui pra nos proteger. O meu pensamento é à prova de balas, é à prova de fogo, e isso ninguém vai tirar de mim. Sente o veneno que sai da tua televisão, eles vão dar uma festa pra nossa extinção. Quem muito mostra, esconde, e engana quem vê de longe. E que na tua estrada você possa entender que alguns nascem pra amar e outros para vender. No fundo eles tem medo de quem tem muito a dizer. Quantas armas poderão calar as almas dos que estão em guerra? Quantos homens deve ter um exército pra nos tirar das trevas?.
—  Fresno.
8

“Queria fazer um bagulho pra mostrar que realmente existem coisas que são muito mais fodas de fazer e muito mais difíceis, e consequentemente muito mais gratificantes, pras pessoas verem nosso planeta de longe, e isso é uma coisa que fala na música né, que fala “Quem dera poder partir[…] ver bem de longe o meu planeta”. Não que o cara quer ser um astronauta, simplesmente porque ele quer ver que às vezes aquela mina que não quer ele, aquele chefe que é um pé no saco, ele ver que esses problemas não são nada perto da imensidão de toda existência. Isso ai é um negocio que as pessoas precisam pensar muito profundamente nisso, que tu passa a não levar as coisas tão a sério, coisas que não precisam ser levadas a sério, tu passa a seguir em frente mais do que ficar se lamentando. 3 meses aí desenvolvendo, pré-produção, pós produção e os dias do clipe. Umas câmeras ai que tão por ai, que as pessoas vão achar no futuro. Cara, a gente conseguiu. A gente realmente conseguiu.”