marilia castro

Ela: Mas, eu tenho medo.
Ele: Medo do que meu amor?
Ela: Ah, sabe quando esses casais terminam e nem olhar mais na cara um do outro ?
Ele: Sim, eu sei.
Ela: Tenho medo disso acontecer. De ser ignorada. Medo de nós nos vermos, e não haver mais nada, além, da dor, da incerteza.. Ah, eu te amo demais pra deixar isso acontecer, é por isso que eu não quero ser sua namorada.
Ele: Paixão, para com isso. Nós não somos assim, não vamos deixar isso acontecer, tá bom?! Eu prometo.
Ela: Ah, meu sol e estrelas, mesmo assim, eu tenho medo.
Ele a beijou pela primeira vez,e ela não resistiu mais, aquele fiapo que a segurava arrebentou e ela cedeu.
Ele: Eu te amo,e não há nada que você faça que vai mudar isso. Aceita ficar comigo até o fim dos tempos? Me aceita?
Ela: Sim, -disse a guria rindo e quase chorando de felicidade- eu te amo. Amo, amo com cada fibra do meu corpo, e ninguém vai me impedir de te amar por inteiro […] para sempre.


Hoje em dia, eles não trocam nem meia duzia de palavras.

—  (via:eu-psicotica)
Quero voar alto o bastante para que eu possa ver como as coisas são de verdade, quero me afastar para poder contemplar uma obra completa, quero ser o real e o irreal, quero vagar como vento à tocar histórias, quero mergulhar nos mistérios de um oceano alado mas também quero me manter firme o suficiente na terra para ver as estrelas.
—  Assim me cantou uma passarinha.

É muita hipocrisia, muito perfeitinho. Os contos e fada. É uma dor, uma controversa. Todo mundo te faz acreditar em finais felizes, iguais aos desenhos das Disney. Mas é tudo tão frio, tão singelo, sem sal. No real, é amargo, te deixam tão insensível, acostumados com a dor… E não é de longe parecido com as historinhas. As pessoas deviam parar de iludir as criancinhas, fazendo-as acreditar em um mundo rosa. Porque das duas umas, ou ela se torna mais uma criancinha fútil por aí, ou ela cai numa desilusão grande demais para suportar e mesmo assim ela aguenta, ficando mais amarga e idiota, pensando que pode mudar alguma coisa, pensando que pode ser forte o suficiente para amar e ir alimentando suas esperanças, seus sonhos, de que um dia ela irá fazer diferença nessa multidão. Mas o mundo não se divide entre pessoas fúteis e burras e as amargas e tolas, somente.

Quer saber mesmo?! Eu até tenho inveja dessas pessoas metidas que vivem com medo de suas unhas quebrarem, ou que a internet acabe. Porque sei que viver assim é fácil, fácil não se preocupar com mais ninguém ao seu redor, se eles estão morrendo, ou precisando de alguma coisa, qualquer coisa que seja, ou se tem mais um cãozinho sendo morto por algum FDP por ai. Porque viver em um mundo rosa purpurizado é quase tudo para vocês. Não importa se seu pai chegou em casa e brigou com a sua mãe, ou se ele está saindo com mais de dez mulheres por noite, desde que você tenha uma roupa nova. Certo, agora sim, exagero da minha parte… E sabe, eu não trocaria nada em mim para ser assim, por mais fácil e medíocre que seja. Eu prefiro ser aquela tola e otária que pensa o dia todo em como mudar alguma coisa… Ou até mesmo só sentindo []                                                                                                             (Inacabado)  

O tumblr é meu, e eu estou postando minha conversa com o meu amigo..
  • Amigo: Vamo no show da calipso pra reza ate cai pra agente fica mal por ter roubado 1 meia na mesa da prof R******.
  • Eu: Nem vamos, eu prefiro fazer churrasquinho de árvore, e vender livro de pneu, assistindo filme de ponta cabeça na casa da R**, falando do J***.
  • Amigo: Como a mão dele eh pequena e que come muito feijão.
  • Eu: Ta chovendo mel, dai a gente põe limão no olho, ok? Pode ser, depois que a gente quebra telha com a cabeça.
  • Amigo: Não assim vc vai sai de paraibuna pro mar pra planta arroz.
  • Eu: Não, eu to amando aquele demonio, ele me chamou pra sair de batatinha rufles, com o dragão de chocolate.
  • Amigo: E depois pega caramelo e congela pra coloca no ouvido.
  • Eu: Fazendo parede do Leonardo da Vinci, para comer uma jasmim. Depois, claro, de pendurar os sapatos na orelha.
  • Amigo: E colocar cana de açucar no nariz.
  • Eu: E fazer trancinha no cabelo com uma espada.
  • Amigo: Come uma guitarra rosa pra caga purpurina.
  • Eu: Dai eu vou decapitar o facebook pra sentar em um cadeira.
  • Amigo: Agente estra no orkut pra segui o atumcompudim e agarotadacanetaesferografica e pergunta pq eles não plantam gravatas azul pra comer meias finas.
  • Eu: Deleta o youtube pra comer miojo, e abrir a porta da mariquinha.
  • Amigo: Depois de joga Ipones na casa do M*** pra joga play station 6, joga pac man. Vamo na casa da vó do J*** pra come churrus.
  • Eu: E passar chpinha no cabelo do Z*, para o D***** passar de ano..
  • Amigo: Saber as verdades da R***, depois de colocar as tocas famosas e morder zumbis.
  • Eu: Não!!! Zumbi tem gosto de algodão doce e eu sou alergica a alecrim.
  • Amigo: Mas o sangue de vampiro tem gosto de borracha pra pinta o chao, vo toma banho pra come pudim azul e atum preto com bolinhas amarelas
  • Eu: UÚ.. E tomar o mar com um livro aberto no dia de alguem.
  •